O presidente Jair Bolsonaro disse na noite de quarta-feira que a Coronavac, vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech contra a Covid-19 e testada no Brasil pelo Instituto Butantan, não será adquirida pelo governo federal, mesmo se for autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). LINK


Isso é o brasileiro médio com poder. Desfavor da Semana.

Continue lendo

Matias apoia as costas numa parede de concreto, uma das poucas ainda de pé no centro da cidade enquanto o som de tiros, explosões e gritos desesperados preenche o ambiente. Seu rifle de pulsos energéticos acusa baixo nível de bateria. Ele respira fundo, preparando-se para o pior.

Continue lendo

O esmerdeio das vacinas continua: o Ministro da Saúde comprou milhões de unidades da Sinovac (vacina chinesa que, até agora, se mostrou a mais segura) e, no dia seguinte, Bolsonaro ficou com raiva, comparou o atual Ministro da Saúde ao Mandetta e mandou cancelar a compra. Surtou e disse que “toda e qualquer vacina está descartada”. O Ministro, desautorizado e humilhado, ainda testou positivo para covid-19, segundo a imprensa.

Continue lendo