“Bom dia a todos, a todas e a todes.” Foi assim que a escritora Conceição Evaristo se dirigiu no último dia 7 ao público que lotou a Bienal do Rio. (…) A referência a “todes” também lançou luz sobre a vida cada vez mais visível dos pronomes neutros no vocabulário utilizado no dia a dia – seja nas redes sociais, nas ruas ou na rotina empresarial. LINK


Pode parecer implicância reclamar de pronomes neutros, mas a ideia denota uma preocupante desconexão da realidade. Desfavor da semana

Continue lendo

Parte 1 | Parte 2

“Confuso, Bar’hai solta a metralhadora e se afasta alguns passos.

O outro soldado corre para ocupar seu lugar. Ele aperta o gatilho, disparando uma barragem de tiros algumas ruas a frente. Vários dos soldados desabam ali mesmo, numa nuvem de poeira, destroços e sangue. O grupo se separa, fazendo com o que o atirador balance a arma de um lado para o outro, metralhando a área indiscriminadamente. O barulho é tanto que Bar’hai tapa os ouvidos, encolhendo-se num canto.

Continue lendo

Poderíamos contar a história da boneca Barbie de forma romantizada: na década de 50, uma mulher fez valer a sua voz e insistiu em sua criação se tornando um sucesso de vendas mundiais. Uma empreendedora que realizou o sonho de meninas por todo o mundo. Um brinquedo universal, que agrada a todas as culturas, vendido em quase todos os países. Mas, a história da Barbie tem um lado negro.

Continue lendo

A insanidade não pode parar! Vamos conhecer mais sobre o fascinante mundo das pessoas que caem aqui no Desfavor, e o que elas realmente querem saber da vida.

ponhei o cabo de rodo no cu
Então começa a rebolar lá na cozinha e seja útil uma vez na sua vida!

Continue lendo