Ele disse, ela disse: Beleza?

Qual o papel da atração física pura e simples numa relação estável? Até onde podemos considerar que a beleza está nos olhos de quem vê? É possível basear um namoro ou casamento apenas pela aparência? Onde eu deixei minhas chaves?

Sally e Somir fazem suas análises, e obviamente não concordam. O que não é tão óbvio assim é de que lado cada um ficou. Confira você mesmo e tire suas conclusões (desfavoráveis).

Coisa rara, um elogio: Sally é uma mulher LINDA. Até por isso ela está eternamente proibida de postar suas fotos aqui. Apesar de nunca ter negado isso quando perguntado, sempre utilizei esse fato para irritá-la.

Como assim?

É que eu sempre digo para ela que ela poderia ser muito menos bonita do que é e eu ainda sim teria namorado com ela. E que as coisas teriam ocorrido de forma bem parecida com que ocorreram. Ela fica furiosa… (E eu me divirto.)

Mesmo considerando minha tara por provocar, eu estou falando a verdade. Beleza é importante, mas é relativa DEMAIS no decorrer de uma relação. Eu não vou começar com um discursinho afrescalhado de como devemos amar as pessoas do jeito que elas são, o meu objetivo neste texto é outro.

Uma relação (saudável) entre um casal é baseada em sexo. Vários outros fatores podem ajudar ou atrapalhar, mas se tem um elemento que precisa funcionar é o sexual. É preciso que exista tesão entre as partes (pudentas?). Pessoas como a Sally vão te dizer que tesão é algo única e exclusivamente físico, que depende apenas do corpo da pessoa com a qual você pretende fazer sexo. Pessoas como a Sally tem TODO o direito de pensar assim. Mas elas vivem esquecendo que as fronteiras do mundo estão bem além de seus umbigos…

Um belo corpo faz maravilhas pela libido. Não só pela do parceiro como pela sua, confiança ajuda e muito na hora de se soltar mais na cama. (No sofá, no chão, na escadaria do prédio, no meio de um parque lotado…)

Mas um belo corpo é atraente per se. Ele conversa diretamente com nossos instintos, ele ignora qualquer necessidade de interação e conhecimento. Um corpo bonito é um corpo bonito e só. Qualquer um pode pode ter um corpo bonito. (Dadas as condições de genética, esforço e poder aquisitivo necessárias…)

Ser bonito(a) faz toda a diferença na hora de ATRAIR um(a) parceiro(a).
Mas é secundário na hora de MANTER.

Porque é nesse momento onde o “tesão intelectual” surge com toda sua força. É ele que mantém qualquer relação, com pessoas bonitas ou não envolvidas.

“Tesão intelectual, Somir? Que merda é essa?”

Explico: Existe um certo momento numa relação onde você deixa de fazer sexo com o corpo do(a) parceiro(a) e começa a fazer sexo com a PESSOA. Quase sempre é o momento definidor para se saber se existe futuro ali.

“É quando você não está mais só feliz por estar comendo uma gostosa (ou outra coisa que não a sua mão…), mas também se sente orgulhoso por estar com aquela mulher.” – Somir

A maioria das pessoas experimenta algumas doses de tesão intelectual antes mesmo desse momento. Mas a realização dessa idéia costuma ser súbita.

O tesão intelectual é a atração pelo conjunto da obra. Qualidades, defeitos… Mentais e físicos.
Muito se engana quem acha que beleza é uma coisa que pode ser separada, catalogada.

Aposto que a Sally deve ter usado alguma teoria nazi-fascista dizendo que beleza é algo matemático, mensurável… Balela! Beleza é muito relativa. Depende não só dos olhos de quem vê como do ambiente onde está inserida. Beleza é basicamente comparação.

Eu gastaria umas 20 páginas para explicar isso direito, mas vou tentar exemplificar:

Entre um carro popular feito numa linha de produção e um esportivo feito sob encomenda, qual você tende a achar mais bonito? Aposto que eu sei o que você escolheu.
E eu já posso adiantar que não é pelo design, já que pouca gente nesse mundo tem o gosto pelo design bem desenvolvido. Duvido que você saiba apreciar a beleza de uma saída de ar muitíssimo bem projetada. Um deles é banal, lento e barato; O outro é raro, veloz e é um sonho de consumo.

Imagine uma modelo no meio de várias outras. Agora imagine essa mesma modelo andando na rua da sua casa. Onde ela seria mais bonita? É a mesma pessoa, mas eu aposto novamente que na sua cabeça ela ficou mais bonita quando comparada com pessoas comuns.

Poderia dar vários outros exemplos, mas o espaço está acabando. E se você que está lendo acha que eu estou saindo do assunto, aqui vem o ponto-chave da minha argumentação:

Beleza física é uma parte do conjunto que é uma pessoa. Sozinha ela é efêmera, descartável.
Vivo lendo relatos de pessoas furiosas por perderem seus parceiros ou parceiras para pessoas mais feias do que elas. Discordo de todas. Quem perde é mais feio do que quem ganha.

Beleza física tem importância na medida que o resto do conjunto que forma um ser humano não é tão bonito assim. Uma palavra, um gesto, uma atitude… Uma idéia pode transmitir muito mais beleza do que a que seus olhos podem captar.

(Se estou sendo muito filosófico, corrijo agora: Uma pessoa bonita não ganha o direito de não tomar banho, certo?)

Todas as relações de sucesso são baseadas em beleza. Mas não naquela beleza absoluta, que todo mundo pode ver… O sucesso está na beleza que só você vê. A beleza do conjunto.
Um corpo bonito ajuda muito numa relação. Mas está fadado a ficar em segundo plano assim que o tesão intelectual se estabelece.

Não é perder o tesão físico que derruba um relacionamento.
Uma pessoa que relaxa com a aparência denota falta de interesse no(a) parceiro(a). E é justamente aí que o tesão intelectual perde força e as coisas começam a dar errado. E ainda nesse argumento: Não adianta MERDA NENHUMA ser bonito(a) se você vai estragar o tesão intelectual do parceiro com o resto do seu pacote.

Beleza física é importante, mas secundária.

E não se enganem com o texto da minha CARA aqui embaixo: Ela é uma barangueira de marca maior. Eu sou a prova viva disso.

Para dizer que eu só disse isso porque sou feio: somir@desfavor.com


Qual a importância da beleza em uma relação? Não vou ser hipócrita, é muito grande. Salvo pessoas em surto de paixão, que estão a um degrau da loucura completa, a beleza é relevante e fundamental.

E não digo só o fato de se sentir atraído pela pessoa, ela tem que ser “socialmente bonita”, ou seja, ele tem que poder apresentar para os amigos e para a família sem passar vergonha. Caso contrário, será um desgaste constante. E que relação sobrevive a um desgaste constante?

E não basta que a pessoa seja bonita. Tem que ser “namorável”. Se for meio vulgar, já não serve. Se usar roupas pouco convencionais, já paira uma dúvida. Tem que estar dentro daquilo que ele e as pessoas que o cercam considerem aceitável. Se um homem fica com uma mulher socialmente reprovável, ele não vai querer encarar as críticas dos amigos e da família. Vai pegar ela na encolha. Está incluído no conceito de beleza a aprovação social.

Mesmo com a relação já consolidada, beleza continua sendo fundamental. Comece a se descuidar e verá. É claro que Madame vai escrever aqui que a mulher não tem que estar sempre linda, ele cansava de me dizer “Acho você linda quando acorda, não sei porque essa paranóia toda, você é linda ao natural”. HÁ! Vai achando que aquilo é “ao natural!”. Aquilo é só “sem maquiagem”. Meu corpo natural não é esse, meu cabelo não é esse, minha pele não é essa, etc, etc. Beleza é um trabalho de manutenção constante e ele nem faz idéia de como eu seria se não me preocupasse com beleza. Perdoem, ele não sabe o que fala.

No caso dos homens é pior ainda, eles são criaturas muito visuais. Eu acho fundamental para que um homem goste de uma mulher e queira manter uma relação com ela que ele a ache atraente e que seu meio social não a ache repulsiva. Dificilmente um homem segura a barra de ser motivo de piada entre seus amigos por causa da mulher baranga que tem do lado! Eu juro que eu nunca vi um homem dizer a frase: “Ela é feia, mas tem outras qualidades tão boas que compensam isso”. Quando um homem está com uma baranga, ele geralmente não a acha baranga e ela também não é considerada baranga no meio social onde eles habitam.

Dá para se relacionar com uma pessoa feia? Dá, claro. Mas as chances de sucesso da relação caem drasticamente. É possível que seja uma relação bem sucedida? É, mas as chances caem drasticamente. É possível que nunca se traia o barango(a)? É, mas as chances caem drasticamente. Não venham jogar exceções na minha cara, porque aqui falamos da regra geral.

E beleza não é importante só no primeiro momento não, mesmo depois de engatar uma relação ela continua importante. “Mas ele já gosta de mim, ele vai gostar de mim de qualquer jeito” HÁ! EU NÃO CONTARIA COM ISSO. Err… continuando, peçam para a Madame aí de cima contar como foi que eu o convenci a me encontrar pessoalmente! (sim, EU tive que convencê-lo). Aparentemente ele não queria, estava na dúvida. Em dez segundos decidiu. Perguntem se foi a minha inteligência que o convenceu. Perguntem! Perguntem!

Uma pessoa procura beleza. Pode até se encantar por uma pessoa feia, pode até casar com uma pessoa feia, mas um dia o senso de estética cobra seu preço. Quando você tem um filezão em casa e outro filezão na rua te dá mole, fica mais fácil resistir à tentação do que quando você tem carne moída em casa e um filezão na rua sorrindo e acenando. Claro, mulher bonita também leva chifre, nada no mundo nos salva do chifre, mas a feia leva mais, muito mais.

“Ah, mas eu amo ele(a), não faz diferença se uma pessoa bonita der em cima de mim”. Será? Será mesmo? Sejam honestos, quem aqui já teve alguém muito, muito, muito bonito dando em cima na constância da relação com um feio e conseguiu dispensar? Digo, uma chance real, não um mero flerte. Beleza deslumbra. Recusar na teoria é fácil, eu mesma tenho discurso pronto para isso, mas recusar na hora da verdade, virar o carão para aquele beijo daquela pessoa linda… é muito difícil. Ainda mais quando você volta para casa e dá de cara com aquela mixaria. Ninguém troca seis por meia dúzia, mas troca seis por oito e seis por dez.

Não sou eu que estou dizendo que a beleza fascina. É a ciência. Foi feito um estudo com bebês de todas as culturas e ficou comprovado que eles olham mais tempo para fotos de pessoas bonitas, de todas as culturas. Beleza é cultural? Não necessariamente, parte dela talvez, mas existe um componente fixo. A beleza está diretamente ligada à estética e à simetria, existe até uma conta matemática que pode ser feita para determinar a beleza de um rosto (seqüência de Fibonacci). Além disso, a biologia nos diz que tendemos a achar bonitos aqueles indivíduos que indiretamente aparentam ser os melhores reprodutores. Gente, a verdade é uma só: nós somos bicho, adoramos negar para nós mesmos que somos bicho, mas no final das contas, se formos pensar com honestidade, agimos como bicho mesmo.

Procuramos pela beleza. A beleza nos seduz. Não tem como vestir uma máscara racional e dizer que estamos acima disso. Todos nós somos, em maior ou menos nível, escravos da beleza. Beleza abre portas, beleza gera melhores salários, beleza decide o destino de relacionamentos amoroso todos os dias. Essa é a regra. Se você vive uma exceção, parabéns, você é um espírito de luz (que nunca deve ter vivenciado uma verdadeira tentação)

E vamos parar com essa merda de querer que as pessoas se sintam culpadas por apreciar o belo (com letra minúscula, porque quem aprecia o Belo tem mais é que se sentir muito culpado!). Está no nosso DNA sentir atração por beleza, não é nada errado, mesquinho, pouco nobre ou pecaminoso! Não nos faz fúteis, crápulas nem vazios. Eu ADORO gente bonita. Sexo é melhor, olhar para a pessoa é melhor, tudo fica melhor! Tendemos até a ser mais tolerantes com pessoas belas! E nada melhor para fazer uma relação durar do que a tolerância.

Não dá para romantizar, beleza é essencial para uma relação. E todo mundo que eu vi lutar contra isso se deu mal. A argumentação é linda, é tentadora de se acreditar, mas convenhamos que na prática, a coisa é bem diferente. Só beleza não basta, isso eu nem discuto. Mas daí a dizer que ela não é essencial… Porra, é essencial SIM. É um dos componentes fundamentais para manter um casal junto. Não adianta tentar tirar onda de civilizados e bem resolvidos, estamos programados geneticamente para gostar do belo e não tem nada de errado com isso. Tentar fazer você sentir vergonha por isso é coisa de gente feia. Vamos apreciar a beleza e deixar a hipocrisia de lado. Vamos verbalizar e assumir com palavras o que os nossos atos já comprovam faz tempo: beleza é essencial em uma relação!

Para fotos de belos homens, revolta das barangas e chororô romântico: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (15)

  • mamae disse que eu sou bonito. como isso se relaciona com os textos acima? amor fraterno conta ou é necessário ter uma relação edipiana para que as vossas opiniões valham alguma meeeeeeeeeerrrrrrrrrdaaaaaa?

  • Pra variar, concordo mais com o Somir (até pq eu sou um cara. gayzinho, of course)

    A única coisa que me irrita nisso tudo é que a gente (gurias) gasta um dinheirão na manutenção da beleza.

    E eles? É um desodorante, um corte de cabelo custando dé real e uma gilette por mês. Deu. O resto nem faz diferença se usarem ou não.

    (postarei esse comentário nas minhas indignações. humpf)

  • Beleza tem muito a ver com condição financeira, porque um pobre não tem condição de se produzir. Vcs já viram aquele quadro de “transformação” em programas de TV, né? Tratamento estético e banho de loja resolve qualquer parada. Amor é poder conviver bem, porque conviver é uma tarefa hiper difícil, aceitar defeitos e manias, só amando mesmo, independente de aparência física.

  • A beleza é fundamental, mas cada qual a observa em outro ser de uma maneira diferente, eu tenho a minha, um tanto quanto peculiar.

    Posso falar com propriedade, por relações que eu já tive. Não, não tive relações com alguém bizarra, me envolvi com alguém extremamente linda, mas que intelectualmente, moralmente, me causava repulsva. Quanto ao sexo, a ausência de criatividade e a performance foram desfavoráveis, mesmo ela sendo linda.

    Em contrapartida, uma não tão bela me dava muito mais prazer.
    Essa figura, que mesmo fora dos padrões universais, eu achava bonita… Além disso, ela era bem “quente”, “sensual”, e não precisa ter uma bunda sem nenhuma estria para ser assim. Ao menos pra mim.

    (Não entendo mulheres que falam “Ele é feinho, mas eu o amo”, eu não conseguiria, como já disse, beleza é fundamental …)

  • Ambos os textos estão bem argumentados . Esse “tesão intelectual ” citado pelo Somir é imprescindível para manter uma relação não dá pra estar com uma pessoa linda e apenas linda .
    Acho que a Sally falou uma verdade grande ao dizer que as pessoas escolhem um parceiro atraente para si e para seu grupo , isso realmente acontece o tempo todo , só acho complicado estabelecer o que é belo pq salvo algumas pessoas lindíssimas ( que são raras exceções ) a beleza é algo totalmente subjetivo , é muito difícil chamar alguém de feio de forma absoluta ( a não ser em casos de extrema bizarrice ) .
    Eu acho que quando se está com alguém é natural querer parecer belo para o parceiro ,quem se descuida disso está assinando atestado de corno , não porque o parceiro é um fútil insensível mas porque a atração física necessita de um elemento visual , não dá para fugir disso . Ser bonita ( o ) não é garantia de manter alguém a seu lado mas descuidar-se é um grande passo para perde-lo (a).

  • Não sei onde li que só idiotas não se importam com a aparência. Difícil é definir beleza, caramba!
    Achei genial:”Uma pessoa que relaxa com a aparência denota falta de interesse no(a) parceiro(a).”. Na mosca!
    Depois tem o seguinte: se fechar os olhos termina o assunto?
    Sally tem razão quando afirma que é precisa não descuidar. Todavia mais importante do que estar bonita é se sentir bem e bonita, não necessariamente bem vestida ou cheia de tintas, mas charmosa, confiante, bem cuidada. E vale para os meninos, claro!
    Ah o trabalho que dá ser bonita ao sair do banheiro enrolada numa toalha! Eles nem imaginam, né?
    Abraços aos dois.

  • geralmente o ser humano procura alguém que aos seus olhos possui um bom DNA para gerar seus sucessores, em outras palavras, beleza importa, sendo ela primária, secundária, interna ou externa (ok, externa ajuda sim, pelo menos na hora de atrair o parceiro)

  • Que beleza é importante, isso é indiscutível…
    Mas beleza é completamente subjetiva.
    Não fosse não existiria a expressão: “O gênio não bateu”.
    Não fosse não tinha tanto homem de beleza contetável acompanhado… e bem acompanhado…
    Não fosse não tinha tanta gordinha em relacionamentos estaveis..

    Não fosse não existia a expressão: “Sempre tem uma Havaianas velha prum pé calejado”

    Nesse ele disse, ela disse eu tenho que concordar com o Somir, o gênio tem que bater. E a teoria de “tesão intelectual” dele é muito boa para descrever esse negócio de gênio que bate!

  • Avatar

    A Madrasta Má

    “Ser bonito(a) faz toda a diferença na hora de ATRAIR um(a) parceiro(a).Mas é secundário na hora de MANTER.” Concordo plenamente, vários fatores somados garantem o “sucesso” de um relacionamento. Bjinhos da Madrasta!

  • Sally, Somir,

    Verdade relativizável.

    Beleza não é a primeira coisa que me atrai numa pessoa, mas o que ela pensa.

    Eu tímida confessa e assumida, confesso que tive na internet uma bela válvula de escape onde conheci muitas pessoas.

    Não me considero feia mas as pessoas me acham mais bonita do que eu penso e iso ás vezes me incomoda. Me incomoda um homem que se aproxima de mim simplesmente porque me achou bonita, sem me conhecer, sem saber o que penso, como reajo, o que gosto.

    Por isso a internet acaba sendo um jogo onde só me revelo quando quero e para quem acho que vale a pena. Um pouco injusto? Talvez.

    Perigoso? Orovavelmente sim, mas confesso, meus ultimos namorados me conheceram assim e todos eles só tiveram real noção de como eu era no dia em que saíram comigo.

    Pelo menos a surpresa sempre foi positiva.

    Bonitos, um nem tanto, uma até demais, mas com conteúdo o qual eu já conhecia.

    E o que não era o mais belo, foi oq ue me fez mais feliz. E foi eterno enquanto durou…

    Desculpem a pieguice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: