Desfavor Web 1.0: Desfavor na Net.

Classe!Desfavor na Net foi pensado para colher os frutos (entenda-se, ofensas) de um ano de postagens diárias com textos impopulares. Mas, curiosamente, em nossas pesquisas chegamos à conclusão de que tem muita gente que também fala bem da gente! Mais: Desfavor está virando referência bibliográfica. Com vocês, o primeiro Desfavor na Net!

As pessoas falam mais sobre o Desfavor do que a gente imaginava! Achei até menções no Yahoo Respostas e em um site de receitas de cozinha. Aparentemente somos tão ecléticos nos assuntos escolhidos que nosso público alvo também é diverso.

Logo de cara nos deparamos com esta indicação, aqui mesmo nos comentário do blog: http://jusvi.com/artigos/42258

Sim, o Desfavor e esta que vos fala foram citados em um artigo jurídico! E juro para vocês que não é jabá, não conheço a pessoa que escreveu. Segue o trecho:

“Mister asseverar mais uma vez que não é através de atitudes violentas que se pune a violência. Quanto a isso, é importante demonstrar opinião extraída de blog que tratou do assunto no artigo “Flertando com o desastre”:

“Mas Sally, você não gostaria que um homem que te estuprou fosse castrado?”. Sim, castrado e morto. Gostaria sim. Mas não é assim que se fazem leis, pensando em revanche. Se fazem pensando no melhor para a sociedade. E nosso sistema penal não tem por objetivo a vingança, como por exemplo nos EUA, onde das famílias das vítimas vão bater palminhas para a execução do assassino. Se fosse comigo é claro que eu ia querer tudo de ruim para a pessoa, mas a pergunta é: eu quero viver em um país onde o Estado pode fazer tudo de ruim a um condenado? Minha raiva pessoal não deve virar lei. Se virar, será um perigo. (SALLY. Flertando com o Desastre. In: http://blog.desfavor.com/2009/08/castracao-quimica.html. Acesso em 08 de outubro de 2009.)

Portanto, permitir a ocorrência de castração química a criminosos no Brasil, também desrespeita efetivamente à dignidade humana. Retira do apenado seu direito à vida nos conformes do enunciado pela Carta Magna.”

O mais bacana é que um argumento não jurídico foi citado! Desfavor em breve ilustrará teses de mestrado. E a pessoa nem teve vergonha de dizer que leu no Desfavor, e ainda teve a hombridade de dar os créditos, porque se tratava de uma opinião pessoal, poderia muito bem ter se apoderado dela sem dar os devidos créditos, como muitos blogs fazem por aí

Falando nisso, por favor, parem de copiar meu texto Bastidores, que já foi encontrado em mais de 50 blogs com mais de 50 “autores” diferentes. Esse texto foi escrito anos atrás, e ainda assim, depois de anos, as pessoas continuam plagiando. Inclusive já o recebi por e-mail de uma amiga minha dizendo “Olha, é a sua cara” e respondi: “Claro, Anta, fui eu quem escreveu”.

Mas nem tudo são flores. Não posso deixar de citar aqueles que falam mal da gente. Porque quando certas pessoas falam mal de você, é motivo de orgulho. Adoro gente que não presta falando mal.

Vamos começar pelo blog do Julio Severo. Na postagem de 07 de janeiro de 2010 o desfavor foi assunto nos comentários:

DENÚNCIA BLOG ANTI CRISTO disse…

“AMADO IRMÃO JÚLIO SEVÉRO, A PAZ DO SENHOR!
VEJA ESTA SÁTIRA QUE FISERAM DE SEU BLOG:
http://blog.desfavor.com/search?q=julio+severo+deleta+eu

SUJIRO QUE O IRMÃO DÊ UMA RESPOSTA AQUI A ESTE AUTOR QUE NÃO CONHECE A VERDADE DIVINA.
CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTÁRA.
ESTOU ORANDO PARA A POBRE CRIATURA QUE NÃO SABE O QUE FALA DOS SERVOS DE DEUS.
NO DIA DO JUÍZO FINAL ESTE HOMEM ATEU SERÁ JULGADO POR FALAR MAL DO BLOG DO NOSSO AMADO IRMÃO JÚLIO SEVÉRO QUE SÓ PREGA A VERDADE DE CRISTO! A VERDADE QUE LIBERTA NO SANGUE DE JESUS!!!”

Depois ainda vem um amiguinho complementar:

“Silvio disse…

Uma lésbica enfurecida escreveu:
“Em pleno século XXI… pqp! Julio Severo deveria ser queimado na fogueira”.
Que grande lição de tolerância dos militantes gayzistas!!!
Isso está nos comentários do site http://blog.desfavor.com/search?q=julio+severo+deleta+eu

Ficam de mimimi em diversos comentários e em diversas datas. Bacana saber que doeu.

E por falar em mimimi, outro que não para de chorar as pitangas é o Dalla. Em tudo quanto é canto, inclusive no blog dos outros, ele passou para dar uma choradinha.

Deixo vocês com o panorama geral de comentários diversos sobre o Desfavor:

http://www.ubervu.com/conversations/blog.desfavor.com/

Pérola:

“Vejam que interessante: meu blog foi atacado ridicularmente num outro blog que me deu até medo: http://blog.desfavor.com”.

Somir, Dalla tem medo de você. Pode fazer a dancinha da vitória, tá?

Tem muitas citações e reproduções de textos nossos, geralmente com comentários dos donos dos blogs que os reproduzem. Bacana saber que o desfavor estimula diálogo que vai desde peido e merda até ateísmo e holocausto.

O melhor foi a reação de espanto do Somir quando leu isto em www.pesbrasil.org:

Blogs de Casais

Quando se falava em mulheres, todo homem pensava, a uns 30 anos atrás: “Essa é pra casar. Ter filhos. E ser a titular.” Hoje em dia, essa história de mulher “casar virgem” e segurar um casamento de aparências a vida toda não cola mais. As pessoas vão um pra casa do outro, e vivem 1 ou 2 anos com a namorada/noiva pra ver se eles combinam no dia-a-dia, mesmo.

Aqui está um blog neste estilo, mas que não tem textos “melosos” como um par de namorados de 15 anos:

Desfavor.com – “Sally Surtada” e Somir fazem um ótimo blog de “causos” do dia-a-dia. Destaque pros posts na categoria “Ele disse, Ela disse”

Ele ficou nervosão quando soube que fomos classificados como um “Blog de casais”: “Era para chamarem a gente de blog de criminosos ou algo do tipo! Onde foi que erramos!”. Pois é, Somir, sua fama de mau já era…

E em várias matérias sobre uma atriz (cof! cof!) objeto de um Processa EU tem gente soltando comentários e divulgando a nossa postagem! Um breve exemplo: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI19459-15566,00-COM+ALMA+DE+MADONNA.html

Infelizmente tenho que parar por aqui, Madame deu ordem para que esta coluna tenha, no máximo, duas páginas.

Para dizer que acredita que em breve nos verá no programa do Jô Soares, para dizer que a fama será inevitável mais cedo ou mais tarde ou para me chamar mais uma vez de gordinha: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (16)

  • Gente, parabéns!
    Estou sempre mostrando o desfavor pras pessoas. Recentemente mostrei o texto sobre a defesa do casal nardoni pra um estudante de direito e ele levou pra sala e tudo.

    E Sally, essas revistas femininas são ruins DEMAIS. Não rola um verdadeiro corporativismo feminino =/

  • Recebi um convite/sondagem muito suspeito da equipe de produção do Jô Soares por e-mail. Duvido é muito que eles façam essa sondagem para saber se temos interesse por e-mail.

    Anyway, vale citar, porque a trollagem foi muito bem feita, com logo e tudo. O troll que fez isso tá de parabéns. Só que tem que estudar melhor suas vítimas… não adianta mandar uma porra dessas para quem não quer fama.

    Tão curiosos sobre minha bunda? Pergunta pro Somir, ele já viu de montão…

  • Gostaria de fazer uma enquete aqui: quantos aqui já receberam o "Bastidores" por E-mail? E ao menos três vezes, de fontes diferentes?

    Suellen

  • Daniele, não vai dar não…

    Já recebi propostas para escrever em uma dessas revistas femininas, mas recusei. Tenho horror a censura e não poderia dizer diversas coisas que digo aqui.

    Além disso, tem a regra de ouro: onde um vai, o outro vai. Não escrevo nada sem o Somir.

  • Geeente!
    Eu sou a lésbica dos comentários do Julio Severo HAHAHA
    Que orgulho 8)

    Sally, quando você ficar famosa e ganhar uma coluna na revista Marie Claire escreva sobre o quanto é ridicula essa história de plumas que tanto divulgam em matérias do tipo "como reacender o fogo do casal"
    As pessoas de bom senso agradecem.

  • Eu não lembro de ter "quotado" o desfavor, mas com certeza já "quotei" a Sally… mais de uma vez, se não estou enganada.

  • Que legal! Eu conhecia o "Bastidores" de outras fontes (blogs, e-mails, etc.) e nem imaginava que o texto era seu.
    Adorei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: