Dia: 12 de Abril de 2011

Para aqueles que não sabem, a coluna “Não Disse?” surgiu depois que Somir e eu constatamos que por inúmeras vezes sustentamos opiniões que foram ridicularizadas, questionadas e desmentidas, mas que se mostraram verdadeiras ao final. Serve ao único propósito mesquinho de jogar na cara dos outros quando estamos certos.

Desfavor da Semana – data: 20 de março de 2011

“Apesar do Governo Japonês ter mentido inúmeras vezes sobre a real situação e reais conseqüências do desastre, ontem quando disseram que a situação na usina estava melhorando, todo mundo acreditou. É sempre assim, se a gente contar uma mentira que o interlocutor QUER acreditar já tem meio caminho andado para que ele realmente acredite. Nossa mente é traiçoeira, engolimos as maiores merdas quando queremos acreditar (…) Detalhe: só ontem o Governo admitiu que não é um desastre de grau 4 e sim 5. Vão tomar no cu que isso é, pelo menos, um FUCKIN´ SEIS. Só eu que fico revoltada quando sou tratada como uma idiota?”

Ninguém levou a sério. Agora admitem que, naquela data, já era um desastre grau sete. FUCKIN´SETE!

Uma novidade para deixar o “Não Disse?” ainda mais legal: comentário dos leitores.

“Rorschach fez este desfavor de comentário:

“Quem é mais sensacionalistas: a Globo, os crentes dizendo que é “Deus punindo os japoneses” ou a Sally?

Eu realmente achei que vocês falariam da Líbia. O mundo pode acabar na WW III que está começando, não no vazamento nuclear do Japão.

Aliás, mais nociva que a radioatividade da energia nuclear, é o pânico sensacionalista que se instaura nas pessoas. Vide Sally como exemplo…”

Leiam a manchete da notícia divulgada hoje: “Japão eleva ao máximo o nível do desastre nuclear em Fukushima”. Vamos ler trechos da reportagem? “A Agência de Segurança Nuclear do Japão elevou, nesta terça-feira (12), o nível do desastre nuclear na central atômica de Fukushima Daiichi de 5 ao máximo 7”, “Com a nova avaliação dos japoneses, o acidente em Fukushima se igualaria ao de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.” e ainda “De acordo com a agência, o índice reflete a gravidade inicial do acidente e não o momento atual.”

Ou seja… O Japão MENTIU descaradamente para sua população e para o mundo quando ocorreu o acidente e vem mentindo desde então. Que bonito, hein? Se fosse aqui no Brasil iam dizer o que da gente? Até entendo a mentirinha em Chernobyl, em uma Ucrânia nem tão democrática e preparada para avaliar o tamanho do desastre, mas no caso do Japão não tem como escapar: má-fé. NÃO TINHAM ESSE DIREITO. “Um povo civilizado, um exemplo, uma nação íntegra…” Tchhhhhhhhh! Sabem que barulho é esse? Sou eu DANDO A DESCARGA nesse monte de merda “Japão um país honesto” que todo mundo insistiu em defender. Tchhhhhhhhh!

Alarmista? Histérica? Sensacionalista? Tchhhhhhhh! pra vocês todos que riram de mim quando eu falei que o tolete era bem maior e mais fedido do que estavam divulgando e que o Governo japonês era um mentiroso da porra. E quer saber? Agora eu torço, EU TORÇO para que um terremoto grau 53652 parta ao meio a casa do Primeiro Ministro Japonês e de todos os executivos da Tokyo Eletric Power Co. VAMO LÁ, GALERA, eu sei que vocês quando passam por uma grande humilhação lavam a honra com sangue! TÔ ESPERANDO UM MEGA-EVENTO SUICIDA, em uma vibe Lemmings, de todos os palhacinhos de olhos puxados envolvidos nessa babaquice de passar um mês inteiro dizendo ao país e ao mundo que estava tudo bem em vez de pedir ajuda para minimizar o ocorrido.

Agora chegam como se nada, assoviando e olhando pro lado e dizem “Desculpe, foi engano”. Agora dizem que aconteceu o pior desastre nuclear da história, mas que eles não contaram não, tá? Porque contaram agora? Foi bondade? Foi surto de sinceridade? Foi crise de consciência? NÃÃÃÃÃO, foi uma calça arriada da AIEA, Agência Internacional de Energia Atômica que descobriu a verdade. Coisa mais nojenta gente que é sincera só quando percebe que a merda vai vazar! VALOR ZERO, esse tipo de sinceridade quando se está com a espada no pescoço tem valor zero! Olha, Harakiri é pouco para vocês, se querem se redimir vai ter que rolar um Harakiri Baiano (dedo no cu, rasga até a nuca). MENTIROSOS, IRRESPONSÁVEIS.

Que porra o Japão pensa que é para esconder DO MUNDO TODO o maior acidente radioativo da história? Alou EUA, Xerifão do Mundo! Por muito menos do que isso, por armas nucleares imaginárias, vocês invadiram e trucidaram outro país, tão lembrados?. Tão esperando o que para entrar no Japão? Vamos lá, mostrem coerência. Não foram tão duros com uma nação que supostamente mentiu sobre o tema? Vamos enforcar o Primeiro Ministro como enforcaram Saddam? Não é assim que vocês fazem? No aguardo.

Eu to muito puta. Tô com aquele sentimento de esposa traída, que viu vários indícios, confrontou o marido e este negou até a morte. Tô me sentindo com duas orelhas de burro na cabeça. E to me sentindo indignada SOZINHA, porque aposto que essa notícia vai repercutir muito pouco ou nada. Sabem porque? Porque a porra dos japoneses entraram para o grupo dos “Intocáveis” (ver texto de 28/10/2009). Foda-se que são mentirosos, foda-se que colocaram e estão colocando o mundo todo em risco, tadinhos, eles tão super radioativos e agora podem tudo. CA-GO BAL-DES. NÃO TINHAM ESSE DIREITO! ESTOU INJURIADA!

Se tivessem sido honestos e desde o primeiro dia tivessem dito “Olha sóóóó… FUDEU”, vários países e organismos internacionais poderiam ter ajudado e mitigado tanta desgraça. O MUNDO TEM O DIREITO DE SABER, quem eles pensam que são? O planeta é de todos! Tão achando que só porque tão todos radioativos e vão ter filhos de três pernas pelas próximas cinco gerações a gente vai ter pena? EU não vou. Bora começar a afiar a Katana, porque vai precisar de muito sangue para lavar essa merdalhoca que vocês fizeram!

Lista de Suicídio para aqueles que tiverem vergonha na cara:

– Primeiro Ministro Naoto Kan

– Masataka Shimizu, Presidente da Tokyo Eletric Power

– Ministros que participaram desta farsa, em especial o Ministro das Relações Exteriores, que se reportou ao mundo para mentir em nome do país

– O Imperador Akihito, que apesar de não mandar porrnehum foi para a TV pedir calma sabendo que estava ocorrendo o maior acidente nuclear da história e se calou quando divulgaram a mentirada toda.

Para dizer que eu estou passando dos limites, para dizer que se eu não começar a me acostumar a ser enganada jamais vou conseguir casar ou ainda para dizer que levar esporro de brasileiro é o mais baixo degrau da humilhação que outra nação pode descer: sally@desfavor.com