Desfavor Explica: Cu.

Desde o nosso retorno eu tenho considerado o nível das postagens insatisfatório. Estava alto demais. Nada que não possa ser revertido agora mesmo. Desfavor Explica: Cu.

Cu, cientificamente conhecido com “ânus”, é o orifício localizado no final do intestino grosso por onde são eliminados gases e fezes. Não vou me estender, já que todo mundo tem cu e sabe muito bem qual é a definição, mas quero citar um pedacinho dos brilhantes conceitos da Wikipédia que só podem ter sido escrito por um troll: “Trata-se de uma abertura reguladora da saída das fezes, que são constantemente empurradas pela musculatura lisa do intestino. Localiza-se entre as nádegas, sendo um orifício de pequenas dimensões. Nas sociedades modernas, quando os homens defecam, geralmente limpam a região com papel higiênico. (…) Embora não seja a natureza do ânus, é costume de casais utilizarem este para fins sexuais, introduzindo o pênis, dedos, vibradores, entre outros.”. Ciência pura! Se você deixava seu filho entregar trabalhos escolares utilizando Wikipedia como fonte de pesquisa, pense duas vezes.

Sabemos quem é e onde fica, mas qual é a anatomia do cu? Bem, ao final do nosso intestino grosso temos o “reto”, um último segmento que leva as fezes para a porta de saída. Quando está quase chegando lá, muda de nome e passa a se chamar “canal anal”, abençoado com um músculo milagroso chamado “esfíncter”, que ao meu ver, tem função mais importante do que a do próprio coração, pois é graças a ele que não nos cagamos nas calças. O esfíncter é um músculo em formato anelado que permite que tranquemos nossos cus. Quando o cu pisca, é graças ao esfíncter. Temos dois: o esfíncter anal interno, que é o mais profundo e tem movimento involuntário (fibras musculares lisas) e o esfíncter anal externo, que é mais próximo da saída e nos permite movimentos voluntários (fibras musculares estriadas). Para não cagar, é o externo que devemos contrair. Porém, para cagar, é necessário que ambos estejam relaxados.

Dito isto, surgiu uma questão de relevância social: onde começa e onde termina o cu? Não soube responder e tive que entrar em contato com um médico, o mesmo que me assessorou no Desfavor Explica sobre merda e sobre peidos. Após muito debate e reflexão, concluímos que o cu não se limita ao canal anal, visto que este tem aproximadamente 3cm de comprimento. Um cu é mais do que isso. Quando a pessoa diz que deu o cu, ela tomou muito mais do que 3cm no rabo, concordam? Concluímos então que todo o reto pode ser considerado cu, quer dizer, abaixo da junção retossigmóide é cu. E é assim que cu será tratado nesta postagem.

O ânus é apenas a porta de saída do cu, uma espécie de portaria imunda. Quando o cu não está em uso, a porta permanece fechada pelo esfíncter. Quando aberto, o esfíncter tem o formato de anel e quando fechado, parece um olho. Daí a explicação para gírias como “anel de couro” ou “olho do cu”. A musculatura local, dependendo do ângulo, pode ter o formato de “pregas”, como se fossem diversos gomos circundando a saída. São as famosas pregas do cu, que perdem este formato se forem sucessivamente esgarçadas. Ao contrário do que diz a lenda popular, via de regra não é possível saber se uma pessoa fez sexo anal uma única vez analisando seu cu (a menos que seja pouco tempo depois). Se você deu seu rabo esporadicamente no passado, não tenha medo, dificilmente alguém saberá só de olhar. Para causar danos significativos é preciso a prática reiterada ou muito violenta. Não vou entrar em detalhes, mas quem quiser saber mais, procure se informar sobre a “flor do ânus”.

Apesar de ser elástico, o esfíncter tem um limite. Caso seu dono force além deste limite, o esfíncter pode sofrer fissuras ou até mesmo se romper. E não pense você que isso só acontece de fora para dentro, há casos onde se danifica o esfíncter de dentro para fora. Sim, você pode descolar suas pregas cagando um tolete enorme. Por isso, se for cagar e sentir que o tamanho da criança vai tirar lágrimas dos seus olhos, pense duas vezes. Talvez seja melhor tomar um laxante para transformá-lo em patê. Se tudo mais der errado, é possível colocar um esfíncter artificial cirurgicamente. Uma prega rasgada cicatriza relativamente rápido, o problema é ficar passando merda por cima de uma ferida aberta, os riscos são enormes.

Um cu (limpo) pode ter diversas colorações. Geralmente isso está ligado à etnia de seu dono. Pessoas muito brancas tendem a ter o cu rosa, pessoas mais morenas, marrom. Há ainda quem tenha o cu quase preto ou então avermelhado. Já ouvi relatos de cu roxo, mas não encontrei literatura médica sobre este tom, por isso deixo a questão em aberto. Você, Cueca, quer saber a cor do cu de uma mulher mas sente todo um constrangimento de abrir as bandas e olhar na cara de pau? Aqui vai uma dica: geralmente a cor do cu bate com a cor do mamilo. Pode falar, tem coisas que só o Desfavor faz por você…

A doença que mais acomete os cus de todo o mundo são as hemorróidas (externas ou internas). Estatísticas afirmam que pelo menos 80% das pessoas terão problemas com hemorróidas em algum momento da vida. E 79% omitirão ou negarão. O problema pode se manifestar pelo rompimento dos vasos quando você caga, o que se traduz em sangramento ou então pelo chamado “prolapso hemorroidário”, que ocorre quando sai aquela couve-flor de dentro do seu cu (a pele que deveria ficar na parte interna, se projeta para a parte externa). Em ambos os casos um médico deve ser consultado. Ah sim, gravidez frequentemente causa hemorróidas. Espero ter ajudado a conter a superpopulação mundial.

Você sabe limpar seu cu? Por exemplo, especialistas recomendam que só se use papel higiênico em situações emergenciais, como quando você caga fora de casa. Se cagar em casa, eles recomendam um “meio banho” (que porra de termo é esse?), ou seja, lave o cu no chuveiro ou tome um banho apenas na parte inferior. Faz sentido, se você pisa em merda no meio da rua, você lava a região com água e sabão ou apenas passa um papel higiênico? Sua merda é tão merda quanto a merda dos outros, depois de cagar favor lavar seu cu com água e sabão!

Médicos ainda ensinam COMO limpar seu cuzinho quando você não puder tomar seu banho pós-cagada: o papel higiênico não deve ser friccionado nem arrastado (pode danificar seu cu e até mesmo causar hemorróidas). O correto é passar o papel como um “mata-borrão”. Agora me diz, NAONDE que um cu fica limpo se você passar o papel assim? Recomendo apenas calcinhas e cuecas pretas para quem aderir, pois a freada de moto será inevitável. Para fechar, dizem que a melhor posição para cagar sem forçar muito o cu é com o corpo inclinado para frente. Cagar de cócoras é ruim para seu cu. Também recomendam que se beba muita água e uma dieta rica em fibras, para que o tolete saia macio.

Segundo os médicos, a população no geral não sabe lavar o cu. Muitas pessoas, mesmo quando tomam banho, lavam apenas as bandas, não abrem e lavam o furico de saída. Isso se agrava no caso dos homens que tem pêlos que podem reter pedaços de merda (as populares “badalhocas”). Não precisa enfiar o dedo até a próstata, mas o buraco de saída deve ser lavado. E por falar em enfiar, está chegando o ponto alto da postagem.

Não custa dizer o óbvio: não se deve enfiar no cu algo que não possa ser retirado posteriormente. Mas, a julgar pelos registros de ocorrências em pronto-socorro, acho importante dar esta recomendação. Tive acesso a registros médicos de um grande hospital público e tomei nota de alguns objetos curiosos que pessoas enfiaram em seus cus. Também fui informada que a maioria esmagadora destes pacientes eram homens e informaram ao médico que “escorregaram” e caíram em cima do objeto. Curioso alguém escorregar já com as calças arriadas, mas tudo bem. Acreditem vocês ou não, eu me dei ao trabalho de ler tudo, contabilizar e realizar uma estatística sobre esse tipo de evento.

O campeão absoluto aqui no Rio de Janeiro é desodorante. Isso mesmo, boa parte da população carioca enfia frascos de desodorante no cu, o ser humano é patético. O segundo colocado são legumes, vegetais, frutas e Cia (categoria que eu apelidei de “o cu vai á feira”), sendo, dentre eles, o mais popular a cenoura. Depois vem as garrafas (que podem ficar travadas se você enfiar o gargalo primeiro, por causa do vácuo), as velas, cabos de vassouras, salames e controles remotos. Os objetos mais curiosos foram comprimidos efervescentes de vitamina C, animais vivos (um hamster, um peixe e uma cobra), uma chupeta de criança e uma batedeira de cozinha.

O procedimento para tirar objetos do fiofó é feito com sedação, para relaxar o cu do paciente. O médico enfia a mão (às vezes, até a metade do braço) e pega o objeto. Porém, algumas mentes brilhantes enfiam coisas que não podem ser regatadas de forma manual e em casos raros é necessário uma cirurgia abdominal. Casos onde não foi possível a retirada manual: lâmpada de vidro (segundo relato do médico, havia chances de quebrar na retirada), bola de sinuca (na verdade, três, porque escorregavam e não podiam ser seguradas). O conselhos dos médicos (e chegou a ser feita uma cartilha pelo Ministério da Saúde dizendo isso há alguns anos) é que se for enfiar algo no rabo, enfie uma banana verde, já que a banana verde é firme o suficiente para isso e se ficar presa lá, basta esperar amadurecer que ela amolece e você a caga. Além de tudo, é barato e não perfura. Deve ser um orgulho ser brasileiro!

Existem outras formas de danificar seu cu que não enfiando objetos. Por exemplo, passar muitas horas do dia sentado. Porém, uma das formas mais perigosas e arriscadas é levantar muito peso, seja por halterofilismo, seja ajudando aquele seu amigo a carregar um sofá na mudança. Ao fazer um esforço excessivo, pode acontecer o chamado “prolapso explosivo”, ou seja, você caga a si mesmo cu afora. O esforço faz com que alguns dos seus órgãos sejam empurrados para baixo, rasgando o cu (e às vezes as calças junto). Não, eu não estou te trollando. Eu não recomendo, mas se você quiser visualizar a cena, clique aqui.

Você sabe usar seu cu? Algumas pessoas maltratam seus cus. Por exemplo, prender a merda quando se está com vontade de cagar não é bacana com seu cu. Quando a porção final do seu intestino está cheia (de merda), as terminações nervosas localizadas na parede do intestino enviam um sinal que é transmitido a você como vontade de cagar. Muitas pessoas tem relutância em cagar fora de casa, então, elas prendem. Só que a gente apenas consegue prender através do esfíncter anal externo, pois seu esfíncter anal interno não quer nem saber se você está na casa do seu namorado, no que bateu a lotação máxima do intestino, ele relaxa. Ou seja, apenas um esfíncter separa a merda do mundo aqui fora, se algo der errado, não tem plano B. Com o relaxamento do esfíncter anal interno, o reto todo se enche de merda, ocasião na qual sentimos o cocô “na portinha”.

O reto não foi feito para ficar abarrotado de merda, é apenas um corredor de passagem. Não é prudente manter o reto cheio por muito tempo. Se você continuar ignorando, a vontade de cagar passa, mas saiba que não vai demorar muito para ela se manifestar novamente, e quando ela voltar, será dramática, pois o esfíncter anal interno já terá sido ultrapassado. Por isso a segunda vontade de cagar é ainda mais violenta.

Fica fácil perceber que na maior parte do tempo o reto (e já concordamos que o cu se estende até o reto) não contem merda. Porém, quando o organismo dá o alerta da vontade de cagar, o traiçoeiro esfíncter anal interno se abre sem aviso, contra a nossa vontade. Isso pode ser bastante constrangedor se ocorrer durante a prática de sexo anal. Aliás, esta é uma das razões pelas quais se diz que não deve ser realizado sexo anal com vontade de cagar: o reto estará cheio de merda. Médicos condenam a lavagem da região enfiando chuveirinhos e coisas do tipo, pois entendem ser nocivo para o cu. Seria o caso de ponderar e pensar quem se pretende prejudicar: o pau ou o cu, porque nessa disputa de lava/não lava um dos dois vai se foder.

Pasmem, existe gente que nasce sem cu. É um problema chamado “ânus imperfurado”. Nesses casos é necessária uma cirurgia para abrir um buraco de cu artificial para a pessoa. Mas não é tão simples como parece, uma vez que nosso corpo tende a cicatrizar qualquer buraco artificialmente aberto. Podem ser necessárias “dilatações periódicas”, vou poupá-los dos detalhes.

O cu pode ter câncer, como já foi imortalizado pelo Poeta Eterno da República Impopular do Desfavor, Rogério Skylab, em sua múscia “Câncer no cu”, uma singela homenagem a Ana Maria Braga e Mario Covas. O câncer no cu se manifesta inicialmente com um “desconforto anal”. Não me pergunte o que é um desconforto anal, porque eu sinceramente não sei. Pode ser acompanhado de sangramentos ou dor. A forma de diagnóstico é um exame chamado “toque retal”. O tratamento pode ser desagradável, pois em alguns casos cirúrgicos a pessoa pode ter que retirar algum trecho do intestino e cagar para sempre em uma bolsinha ou realizar radioterapia no cu. Radioterapia provoca queimaduras desagradáveis. Os riscos de câncer no cu aumentam em portadores de HPV, HIV, praticantes de sexo anal e fumantes.

O cu pode se aposentar para sempre em alguns casos de colostomia. A colostomia consiste na exteriorização do intestino grosso através da parede abdominal, ou seja, fazem um furinho na sua barriga e colocam uma espécie de dreno com uma bolsinha. Você “caga” pela barriga. Ela pode ser provisória ou para sempre. Cabe aqui o relato de um médico que, quando foi fechar o buraquinho na barriga de uma senhora submetida á colostomia temporária, viu a paciente se debulhando em lágrimas pedindo para que ele não o fizesse, alegando que “Este buraquinho salvou meu casamento!”. O ser humano é fascinante.

Uma curiosidade: nosso ânus é a parte do corpo com maior poder de cicatrização (em segundo lugar fica a boca). É um mal necessário, pois muitas vezes cagamos toletes que, além de nos levar às lágrimas, causam micro-fissuras. Por uma questão de sobrevivência, o corpo humano criou mecanismos para cicatrização rápida, afinal, não é bacana ter feridas abertas em um lugar onde passa merda o tempo todo.

Ao contrário do que muitos dizem, o cu dói. Tem terminações nervosas. Dor no cu é algo bastante irritante, tanto é que os americanos usam esta expressão (“pain in the ass”) para definir algo insuportável. Em alguns casos a dor no cu pode se apresentar de forma contínua, ininterrupta. Existem doenças com nomes bem engraçados (como por exemplo a “Síndrome do elevador do ânus”) que causam esta dor constante. Se o seu cu dói, procure um médico. Muitas vezes a dor não tem qualquer relação com o fato de cagar nem de dar o cu, o cu apenas está doente. Fica a dica.

Para finalizar, uma valiosa lição que aprendi em minhas aulas de defesa pessoal: nada dói mais do que um bom chute do cu. Seja em homem ou em mulher, se você mirar bem e chutar de bico, a pessoa pode chegar inclusive a desmaiar de dor. Plus: o fator surpresa. Porque nenhum ser humano normal espera ser chutado no cu. As pessoas defendem a cara, o saco… mas deixam o cu descoberto na hora da briga. Dica do meu professor: se o cu da pessoa não parece acessível, dê um pisão no pé dela, que, por instinto, vai retrair a perna. Aproveite estes segundos de fragilidade e sente o coice no cu. Se pegar em cheio a pessoa desmaia, se pegar mais ou menos, ela cai no chão de dor.

Fica aqui meu desejo de que um dia o organismo humano evolua a ponto de conseguir absorver tudo que ingerimos e não tenhamos mais que passar pela degradante situação de ficar transportando merda dentro de nós mesmos e de ficar arriando as calças à mercê do nosso corpo e cagando por aí. Pelas leis evolutivas, se isso acontecer, a tendência é o buraco do cu fechar por falta de uso. Isso pouparia tantas discussões entre casais…

Para fazer qualquer trocadilho batido como dizer que a postagem está um cu, para desviar o caráter explicativo e resumir os comentários à prática de sexo anal ou ainda para reclamar do baixo nível do texto e de seu vocabulário: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (140)

  • Esse sem dúvida alguma foi o melhor e mais explicativo texto sobre cu que já li na minha vida.Amei.Só existe um porém a ser informado: Quando vc quiser saber se as pernas de um bebê são do mesmo tamanho, basta olhar se as respectivas preguinhas estão alinhadas, se estiverem, as pernas são perfeitamente do mesmo tamanho, caso contrário, procure um pediatra, talvez seu bebê será manquitola…kkkkkkkk

  • Ri à bandeiras despregadas. Bom demais. Continue, esse caminho é um cu, mas presta informações importantes e alivia o mau humor.

  • aspirante a viado,bem gostoso,procura um tipo de pau especifico para enfiar na bunda e gozar sem limitacoes algumas!alguem me pode facultar essa informacao?

  • Avatar

    T. Maria / Dhonna Bhenta

    Olá Sally, foi uma satisfação ler o texto até o final, ri muito.
    Cheguei aqui, procurando informações sobre “Flor do Ânus”, amei o texto.
    Gostaria de sua autorização para publica-lo na integra e com os devidos créditos, na minha página de conteúdo adulto.
    Um beijo.
    T. Maria/Dhonna Bhenta

      • akkaka, também penso assim mas não encontrei. tentei buscas como “terminações nervosas anus”, “anal sensorial nerves” e só encontrei resultados sobre a boceta ter 8000 terminações.

        conhece essa aqui? http://bfy.tw/7m4G

        se puder me indicar alguma pesquisa ou informação, agradeço.

      • akkaka, também penso assim mas não encontrei. tentei buscas como “terminações nervosas anus”, “anal sensorial nerves” e só encontrei resultados sobre a boceta ter 8000 terminações.

        conhece essa aqui? http://bfy.tw/7m4G

        se puder me indicar alguma pesquisa ou informação, agradeço.

  • Ah, adorei. Como dador de cu convicto, cuido do precioso chibil com esmero e dedicação. Lavo com jatinho de água, uso pomadinha, muito gel na hora de dar e sempre uma boa chuca pra sentar na piroca. Ah, tem que encarar o proctologista no mínimo uma vez por ano, isso se o chibil estiver firme e feliz. Se adoecer, corre, pois chibil é um só, dando ou não, cuide dele. Antes que me recriminem: o cu é meu e faço dele o que quiser. E o texto do caro escritor é um gozo prostático. Adorei a dica do chute no cu. Quero ver pittbull zuar o gayzão aqui..dou-lhe um chute no cu!

  • Chorei de rir com esse texto. Eu me identifiquei em algumas partes que trouxeram flashbacks da infância. “Tolete” era o apelido que minha mãe dava às criaturas que eu enviava ao expresso porcelana (era uma criança grande, geração biotônico Fontoura).

    A mistura do tom científico com a trivialidade de um cu bostejando me arrancou lágrimas de tanto rir.

    Parabéns pelo blog!

    • Obrigada, Felipe. Se você gostou do nosso jeito tosco, dá um passeio pelo blog, você vai gostar de outros textos também…

  • ótimo texto aprendi muito sobre o cu, porem ainda continuo com uma duvida e como é uma especialista em cu rrrrsss, poderia me ajudar, pq o cu chama cu qual a origem do nome?

  • Meu cu parece que saiu um gominho para fora quando fiz mta força para fazer coco e não fica mais pra dentro na parte interna, oq eu faço?????

  • Rí horrores do texto, mas também sempre se aprende algumas coisas… Tenho dor anal quando cago(intestino mais longo – de família) é bm desagradável. Estou tentando comer o cu da minha namorada, mas ele parece super apertado!!

  • estou com uns problemas mas preciso que me expliquem o que se passa eu tenho muitos gases durante o dia eu tenho muitos gases mas o que se passa. obrigado pela sua atenção.

  • Estou com um furinho bem pequenininho pra cima do anus ele vazou puz mas nao se cicatriza o que devo fazer ??? Por favor me ajude.

  • Gentennnn, tenho 15 anos e faço sexo anal desde os 11 como as meninas do predio e da escola sabem? 0 problema é que estou me sentindo muito aberta atrás e meu atual namô é tipo mega GG me levando quase a loucura quando me penetra o bumbum inteirinho rsrsrsr. Será que tem como diminuir a largura do cu sem parar de fazer anal? Outra coisa: Minhas colegas falam que a gente fazendo bem muito anal, aumenta o tamanho do bumbum. Será mesmo? Se for verdade 0 meu vai ficar enorme rsrsrsrsrsrsrsrsrs.

  • Alguém pode me explicar Flora Intestinal?Porque tive uma dor de barriga,que quase me virou do avesso!Fui no pronto socorro,fui atendida por um medico que me pareceu um menino de tao novinho.Ele mandou dar soro,pois eu estava com virose e um outro remédio plasil que me deixou glogue e uma injeção na bunda que doi até agora!Ele mandou eu tomar plasil,muito liquido,comer coisas leves!Naada..minha dor de barriga continuou.cada dia cagava mais.liguei para meu médico “bambam” da cidade!Ele disse:isso é uma viróse que esta dando!Tome:Simofós e pare com os outros medicamentos!tome bastante agua para rerstabelecer a flora-intestinal.(de novo a maldita Flora-intestinal)…nada!Continuei cagando!Me levaram então no pronto socorro de novoooooo…ja fui feita o capeta de raiva…resando:piedade senhor!Me coloque um médico ja idoso na frente!Levei até roupa para ser internada,pois minha familia dizia que eu precisaria ser internada!Tomei meus remédio do dia um outro tratamento que faço…sai ja glogue!Chegando la…aquela espera!Isso porque é UNIMED!Eu dizia:ser for outro moleque que me atender,arrebento os dentes dele!Me acalmavam,pois estava cheio de gente com Dengue na espera..e eu queria voltar!Fiquei tão nervosa que quando vi ja estava na frente de um médico e só encherguei os cabelos brancos dele…pensei:idoso!Obrigada Deus.Ele me perguntou a messsma coisa:que vc sente?Eu disse:raiva,porque vim aqui e fui atendida por um menino que me deu soro!Plasil que fiquei mal!E me disse para tomar agua!Liguei para o Bamba da cidade,ele mandou eu tomar:Simbiofos,bastante liquido..e todos dizem a mesma coisa:É uma virose que esta dando!Ele me disse:Mas..é uma viróse mesmo!Eu disse:Virose dr.???Eu acho que é falta de uma porra de ar condicionado que não posso comprar no momento…e com essa porra de calor me deu esta maldita caganeira!Uma pessoa da familia me disse:Xiuuuuuuuu!Para com isso!Desculpe Dr.! E o médico disse:Não vai ficar internada coisa nenhuma!Vou dar um remédio,ela vai sarar!(ele ja estava falando com a pessoa de minha familia como se eu não existisse…e ainda falando sobre o meu furôco..e a porra da “FLORA INTESTINAL”.Fechei meus olhos e imaginei uma mata cheia de árvores…chão úmido…e muito musgo:A minha flora intestinal!Sai do pronto socorro com mais uma receita,e novos medicamentos para tomar para a maldita FLORA INTESTINAL! Tomando mais agua do que o Rio Madeira!Madeira lembra árvore…e árvore le,bra a Flora Intestinal…maldita flora!!! Continuei com caganeira!Aí veio a faxineira e disse:Minha mãe dava para “nóis”:Uma colherzinha de maizena,com mei copo de limão,mais 2 cueiéh de açucar! Fazê pro Cê! Tomei…ja tomava tudo que mandavam para a maldita flora!Fui melhorando…e tomando os remédios para a maldita!Estou melhorando!E pergunto aos grandes DRS:senhores Doutores:O que é “UM VIRÓSE que esta atacando a malegueta da maltita “Flora intestinal”???Nemmmmm vcs sabem!E a conta da farmácia que ficou uma puta dívida?Dava para pagar a metade de um Ar-condionado!Eles pensam que dinheiro da em Árvore???E esta Maldita Flora Intestinal junto com a viróse???E quem pode me explicar a flora intestinal associada a viróse e meu curíco que não acabou as pregas porque este blog me explicou?Um beijo a toda equipe do Desfavor…que me fez rir das pregas!Mas da para explicar o que é a maldita FLORA-INTESTINAL que me faz ver em meu bucho uma mata cheia de musgo:e o que é UMA VOROSE QUE ESTÁ DANDO?Eitah!

    • Quando se diz que está dando uma virose, significa que está havendo um surto de infecções causada por vírus, no caso em questão, viroses intestinais, que são mais comumente causadas por vírus da família rotavírus. Já a flora intestinal é o conjunto de microorganismos que vivem no intestino, sem causar prejuizos, na verdade são até benéficos, pois competem com os microorganismos que causam doenças e alguns produzem vitaminas. É composta principalmente por bactérias que ajudam na digestão dos alimentos e mantem a saúde do intestino.

  • Hoje pesquisei quantas pregas tem o ânus…e não encontrei nada que me respondesse!Até que olhei o desfazer!Ri tanto que mijei nas calças(agora estou preocupada do porque mijar nas calças…problema na bexiga?Bexiga lembra festa…) mas…é sério mesmo esta pesquisa???Mas valeu…eu estou numa depressão do cacete e teu blog me fez rir muito!Mas…é sério tua explicação???Ou é gozação???Mas…quem mandou eu querer saber das pregas de um cu né?Bjs.Amei…obrigada por me fazer rir!

    • O texto é fruto de pesquisa séria! Fico feliz em saber que voce está se divertindo, dá uma olhada nos outros textos de humor…

  • Hoje fiquei curiosa em saber se cú tem prégas..e quantas?Nâo achei respostas além de esfincter…e uma imagem de um cú!Fiquei sem respostas…resolvi então ler o desfavor…rí até mijar na calça…agora fiquei com uma nova pergunta?Porque se mija quando rí muito?Será que tô com algum problema na bexiga?outra coisa de nome estranho…bexiga…me lembra festa..então ao rir minha bexiga fez festa?Mas salim…é sério mesmo tua explicação???Mas valeu!pois eu que não ria fazia tempo de depressão…até me mijei de tanto rir.Obrigada!Amei!Bjs.

  • já que esse post é nível baixo, gostaria de perguntar uma coisa no mesmo nível: o que aconteceria se uma pessoa enfiasse uma mangueira no cu e ligasse a água?

    • Não me sinto competente para responder essa pergunta. ACHO, e é só um achismo, que tudo depende do quanto se enfie a mangueira no cu: se for até o intestino, acredito que enchesse o intestino de água e que ao retirar a mangueira a água saísse. Porém se a mangueira não passar do esfíncter, ACHO que a água nem chega a entrar.

    • Já fiz isso kkkk, prático fisting anal então sempre faço a lavagem anal , se colocar a mangueira lá dentro msm e abrir a torneira vai encher de água e sair ao msm tempo pelas brechas ao retirar a mangueira sairá mais mas quem fizer isso e tirar a mangueira e sair pouca água continue sentado no vaso sanitário relaxando os músculos anais pois tem água ainda e pra não sofrer constrangimento ao sair de casa dps disso e ao peidar Vc pode melar sua cueca ou calcinha todinha de água e quase sempre a água vem com muitas vezes como se fosse aquela diarréia que tem fezes moles kkkkk espero ter ajudado

  • Avatar

    Alberto Olivastro

    Sally, você é ótima…adorei o seu blog! Chorei de rir em certas considerações realizadas. Um abraço

  • Gostei muito deste site. Não é apenas mais um site de entretenimento, mas sim um site sério de pesquisa científica. É um verdadeiro TRATADO ANAL. A ciência evoluiu muito com essa obra. A comunidade cientifica maravilhada nao sabe como agradecer.

    • Laura, muito me alegra que você tenha curtido meu senso de humor de gosto totalmente duvidoso, ele andou sendo colocado na berlinda por esses dias…

      Se você curtiu, leia também o profundo texto Desfavor Explica: Merda e também um outro sobre como fazer o cocô ir embora quando ele não se vai na primeira descarga.

    • Lucas, genial. Pelo visto é tão comum perder objetos brioco adentro que já tem piada institucionalizada com isso…

  • Quando se fala em cu duas coisas vem a mente: cagar e sexo anal. Se Cagar é uma arte vou deixar aqui os 2 maiores conselhos que valem por toda a vida.

    1) Esse é fácil…colocar uma tira de papel dentro do vaso antes de obrar. Para a água não subir e bater na bunda. Técnica milenar.

    2) Essa é salvadora de cu. Quando vc sentir que a merda vai vir pesada você terá de colocar seu dedo na parte logo acima do cu e pressionar levemente. Acima do rêgo, meio que no cofre. Isso facilita e tanto a saída da merda. Vi isso em um filme, quando o ator pressionou essa parte para facilitar a penetração. Foi tiro e queda.

    • Fuck Bush,

      Esse conselho de ouro eu estava guardando para o Desfavor Explica sobre cagar fora de casa. Um médico me disse que 99% das contaminações em banheiro público ocorre quando a água do vaso bate na bunda, e não pela tábua. Colocando papel na água, por algum fenômeno da física que eu não consigo explicar (mas estudarei a respeito), a água não bate na bunda, ela faz uma marolinha lateral.

  • Agora tá explicado porque na música daquela pérola da Gwen Stefani (this shit is bananas).
    Por outro lado, tá parecendo que vocês pegam as temáticas no mundo canibal, até porque fizeram uma animação com o nome de natal de pobre no qual apelaram bastante a parada do cu.
    Pra terminar, tinha registrado há uns tempos um domínio para zoações nonsense. E o escolhido foi o QCU.ME

    • Marciel, cu é um clássico. Não pegamos do Mundo Canibal não, até porque a nossa abordagem é técnica e atemporal, não tem qualquer relação com natal. Sabe como é, depois de falar de merda, tinha que falar de cu.

      Por falar nisso, muito engraçada a postagem sobre cu da Desenciclopédia! Li durante as pesquisas para esta postagem. É de sua autoria? Me acabei de rir!

      QCU.ME é um nome bacana, virou site?

      • Você quis dizer: desciclopédia?

        O artigo lá é clássico.

        Em tempo, nesses dias mesmo postei duas fotos de quando viajei para Guaratinguetá, sendo que não azeitei as piadas lá pelo computador estar queimado.

      • Na verdade, se fiz edições no artigo cu, elas foram mínimas.

        O artigo no qual fiz a contribuição mais substancial foi o “eleições presidenciais no Brasil em 2010”, sendo que usei todo o meu emputecimento com a eleição deixando o artigo absurdamente grande.

        Tinha me afastado durante um tempo de lá por conta da politicagem e dos constantes problemas no servidor, mas a revolta com a politicagem da eleição passada me deu o pontapé que faltava para voltar a editar lá.

        Por ironia, uma mimizenta implicou com a presença da foto dela fantasiada de bruxinha com as pernas a mostra no artigo, sendo que por conta dela ter muitos miguxos lá, fiquei banido por 6 meses.

        Se não me engane, foi nesse hiato que comecei a acompanhar o desfavor.

        Utilizei o domínio em especial antes de fazer o artigo da DP, mas me enojei na medida que estava ficando muito politizado, tanto que mandei os arquivos pro computador.

        Nos tempos mais recentes, fiz um artigo com o nome de “belo monte de merda”, que no momento, é o único presente lá no domínio.

        • Impressionante como tem gente pau no cu nesse mundo. Sempre tem um imbecil desocupado para paunocuzar. Não acredito que isso gerou um banimento de seis meses! Se fosse aqui, a gente dava é uma medalha…

  • Agora tá explicado porque na música daquela pérola da Gwen Stefani (this shit is bananas).
    Por outro lado, tá parecendo que vocês pegam as temáticas no mundo canibal, até porque fizeram uma animação com o nome de natal de pobre no qual apelaram bastante a parada do cu.
    Pra terminar, tinha registrado há uns tempos um domínio para zoações nonsense. E o nome: QCU.ME

  • Sally,informação adicional: hemorroideoctomia é uma das cirurgias mais feitas… Motivos: má alimentação, rotina corrida, dentre os outros motivos citados por vc.

    • Bruna, você já leu sobre cus antes?

      Eu bem que tentei ler sobre cus na internet, mas o Google parece um antro de depravados, TUDO que tem sobre cu está ligado a sexo!

  • Não foi a filha da Xuxa que nasceu sem cu?
    E sobre os pelos, mais uma vez a culpa é das mutações. Se o gene responsável pela calvície fosse dominante tanto pra homens quanto pra mulheres, e por algum motivo as pessoas sem esse gene parassem de ter descendentes é provável que no futuro quase todos os humanos nasceriam (e continuariam) carecas.

    • Maligno, supostamente você deseja o mal para quem se envenena com purgante, logo, deseja o mal para o cu dessa pessoa também.

  • Viu o vídeo de uma halterofilista se cagando ao tentar levantar o peso? Aquilo é que é pisar em rastro de merda

  • E eu lendo essa postagem no onibus. Na hora do cu vai a feira tive que rir dai o pessoal ficou tentando olhar pro meu celular.

    • @, você deveria ter mostrado! Deveria ter subido no banco e lido em voz alta! Que espécie de cidadão é você que não divulga a República Impopular do Desfavor?

      Lição de casa: ir a um ambiente público (igreja ou restaurante tem peso 2) e ler a postagem em voz alta.

  • Nao sei se isso é aplicável ao cu, mas pode atrofiar, como acontece quando se fica muito tempo com um membro engessado, depois de retirar o gesso dá pra ver que o membro fica “mais magro”, mas essa característica não será passada pros seus filhos. Agora em relação ao dente do siso, ou no seu caso a falta dele, acredito que seja uma mutação.
    Mas não perca a esperança, se um dia nascer um humano (mutante) que não precise de cu, e essa for uma característica dominante, a chance do “modelo” se espalhar é grande.

    • Gabriel, por hora, as pessoas que nascem sem cu tem um cu artificialmente aberto, então, não adianta muito.

      Nossos pêlos do corpo não caíram por falta de uso? Estou chocada com essa informação…

  • Putz, lá se foi meu almoço(sim, eu sou enjoada pra um monte de coisa)… Acho que vou parar de ler o Desfavor durante o almoço (e o cara lá em baixo gritando ‘olha o almoço, olha a quentinha’ não está ajudando…

  • Em relação ao papel higiênico, fico pensando em uma solução conciliatória: borrifar um pouco de sabão líquido no papel antes de passar no cu e, depois, limpá-lo com papel higiênico úmido com a água da torneira. O cu sofreria com os agentes químicos do sabonete líquido?

    Não sei se isso dá certo, mas aqui, toda vez que faço uma colonoscopia, deixo um rolo de papel higiênico no freezer para lidar com a assadura decorrente dos laxantes tomados na fase preparatória do exame.

    • Suellen, questão interessante.

      Se o papel úmido conseguir remover todo o sabão, o cu não sofre. Porém creio eu que para retirada completa do sabão sejam necessárias diversas passadas de papel umedecido.

      Rolo de papel higiênico no freezer é algo novo para mim. Ele não fica mole?

      O preparo da videocolonoscopia é uma das piores coisas da face da terra.

      • Coloco o rolo no freezer dentro de um zip-lock, sem vedar o saquinho. Assim, o rolo gela sem ficar mole. E minha rotina anual ate o fim da vida, ja que tenho longo historico de cancer de colon na familia.

        • Suellen, enquanto pessoa que já fez uma operação no intestino, compreendo o drama. Testarei também, apesar de que só de pensar na sensação de frio no furico já fico encolhida…

  • Essa postagem é exatamente o tipo de coisa que se quer ler numa manhã de sexta-feira, obrigado, Sally.

    Ah, e a tendência não é fechar por falta de uso, isso é Lamarckismo.

    • Gabriel, então o que acontece com a falta de uso? Li que muitas pessoas (como eu) estão começando a nascer sem o dente siso porque faz tempo que a gente não usa para mastigar. Achei que algumas partes do corpo pudessem sumir por falta de uso!

  • Avatar

    vadia gostosona

    putz quase perco meu emprego por causa desse texto.Comecei aler tive um ataque de riso ai todo mundo queria saber do que eu tava rindo(e vindo de mim todos ja sabem que naum presta ne )Ai foi histeria geral,mas derepente eis que chega o pela saco do chefe,que marmotisse tive que tirar rapidinho,e tentar esperar ate que o pela saco fosse embora. Mas voltei a ler e tive ate soluço de tanto rir do cu estronchado la do alterofilista.
    Eu tenho homorridas Sally mas eu cuido ne pra ela naum desabrochar kkkkkkk.
    O comentario dos meus colegas de trabalho sobreo dito cujo cu rendeu hoje demais.

    • vadia, gente que chega sorrateiramente pelas costas e tenta ler o que você está fazendo é gente sem caráter. É quase como ler o diário da pessoa! Eu recomendo uma bela lição nesse pela saco. Quando fizeram isso comigo recorri a um método bom, bonito e barato: purgante na bebida da pessoa. Tem uma geladeira ou um frigobar aí no seu trabalho onde todos guardem seu almoço ou suas bebidas? Se não tiver, pode ser no cafezinho mesmo. Existem laxantes sem sabor. Vá até a farmácia e diga que seu cachorro comeu um objeto seu e o veterinário prescreveu um laxante, porém o cão vira a cara para laxantes com sabor. Peça um sem sabor para colocar na água do cachorro. E dobre a dose recomendada na bula. O fdp merece.

      • Avatar

        vadia gostosona

        otima recomendação essa tua , mas eu vivo aprontando com o pelasaco, tanto que tudo o que acontece de errado com ele , ele acha que fui eu rsrs.A ultima sacanagem que aprontei com ele,sabendo que ele era alergico a gato, escovei a minha gatinha e juntei uma bola de pelo dela e coloquei na mesa dele escondido shuhsuahsua, ele quase morreu se tanto espirrar.Passou mal uma semana sem saber o porque .Alem de vadia eu amo sacanear meus’ amiguinhos ‘no trampo hehehehe.

        • Bacana essa do gato! Porque você não pega pêlo do gato, picota e espalha no tapete ou sofá da sala dele? Se estiver bem picadinho, ele nunca vai saber…

    • Sem ver o processo fica difícil falar, mas fico contente que alguém tenha coragem de mexer com poderosos, por mais incorreto que seja…

  • Dilson? é voce?

    GRAÇAS A VOCE, SALLY, NUNCA MAIS COMEREI PATÊ.

    QUERO DAR UMA DICA:

    GUARDANAPO DE PAPEL É OTIMO PARA LIMPAR O CU QUANDO ESTA FORA DE CASA, LIMPA MELHOR QUE PAPEL HIGIENICO, SÓ QUE VAZA UM CALDINHO AMARELADO NA MÃO.
    EU FICO MAIS A VONTADE PARA LAVAR A MAO FORA DE CASA DO QUE LAVAR O CU.POR ISSO USO GUARDANAPO DE SUGAR OLEO, FUNCIONA, VIU AMIGUINHOS.

    COMO EU SEI DISSO?

    PARABENS PELA POSTAGEM, ISSO AQUI JA TAVA UM HORROR.

    • Linda, acredito que o guardanapo absorva mais. Porém o caldinho amarelado deve ser uma peculiaridade do seu tolete, coma menos gordura e ele desaparecerá.

      Uma outra opção são aqueles lencinhos umedecidos para limpar bumbum de bebê, o foda é que o cu fica hidratado e escorregadio depois disso, é muito estranho andar com as bandas deslizantes.

    • Rafael, eu é que não sou mulher de dar abertura para forçar nada extravagante. Forçar coisa extravagante comigo faz mal para os dentes.

      Mas todo nerd é bizarro. Todo. Sem exceção. Deve ser por causa dessa maldita pornografia japonesa horrorosa. Cabe às namoradas mantê-los sob controle.

  • Excelente texto. Agora sei muito mais sobre a anatomia do meu corpo. Já pensou em fazer medicina?

    E eu também sei porque vocês não tem medo de processos: “Quem tem cu, tem medo”, neste caso…

    • Rafael, eu tenho dois sonhos na vida: não ter cu e não ter umbigo. Infelizmente não consegui realizá-los.

      Não ter cu e não cagar tornaria minha vida muito mais digna.

      Só de pensar em cinco anos de faculdade novamente me dá preguiça. Não pretendo fazer medicina não. Muitas vezes esbarro com medicina em direito (medicina legal), isso me deu alguma base.

  • Avatar

    bibliotecário

    Tão bom quando o nível das postagens baixa desse jeito.

    Não sabia que podia existir tantas informações úteis sobre o cu. Até meu conceito sobre o mesmo mudou depois da leitura (pra mim cu era igual a ânus); faz sentido o cu se estender ao reto!

    Seria interessante propagandas explicativas do governo explicando a importância de um cu saudável na vida das pessoas. Não adianta só incentivar o uso de bananas aos que gostam de manter o cu numa rotina perigosa se até ficar sentado demais o afeta.

    obs¹: não esquecerei da dica de defesa pessoal.
    obs²: a imagem do prolapso explosivo é REALMENTE não-recomendável.

    • bibliotecário, acho que o governo deveria ensinar que cu não se limpa, se lava. As pessoas acham que um papel higiênico está de bom tamanho e não está. Mas o governo não se preocupa com o cu, ou, quando se preocupa, se preocupa errado, mandando que o cidadão enfie uma banana verde no cu. Isso é Brasil.

      Se um dia tiver a oportunidade de chutar o cu de alguém, por favor, volte e me conte o resultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: