Desfavor Explica: Sexo Anal.

POSTAGEM LIBERADA, só a postagem, antes que vocês se animem…

Não é qualquer assunto que quando pesquisado no Google gera mais de 30.000.000 de resultados, sendo que praticamente nenhum traz explicações consistentes. Você pode achar que sabe tudo sobre o assunto, mas não sabe. Hoje você vai aprender novos nuances do ponto de vista científico, psicológico e escatológico, com uma abordagem de botar para foder (com trocadilho) e até mesmo manual passo a passo. Tem coisas que só a gente faz por você! Desfavor explica: sexo anal. Comendo e dando cu de uma forma que você nunca viu antes.

Para começo de conversa, vamos conceituar o que é sexo anal. O clássico todo mundo já sabe: pênis no ânus. Mas outros objetos no ânus configura sexo anal? Questão intrigante, que leva à reflexão. Tecnicamente, introduzir algo no ânus (animais, vegetais, partes do corpo, eletrodomésticos etc) é considerado sexo anal? Há quem diga que não, que só ocorre sexo quando da presença de outra pessoa, ainda que a outra pessoa introduza algo artificial no cu. Se tomar no cu sozinho cairia no campo da masturbação. Porém, a meu ver, a questão ainda comporta debate.

Desde que o mundo é mundo, o ser humano dá o brioco. Existem cerâmicas antigas com ilustrações de pessoas dando seu fiofó. Verdade seja dita, o ser humano dá e come cu Antes de Cristo e continua dando e/ou comendo até os dias de hoje. Em algumas civilizações como a Mesopotâmia, sexo anal era a regra, como forma de controle de natalidade e sexo vaginal só era praticado eventualmente, quando o casal decidia ter filhos. Em Roma, a noite de núpcias geralmente era apenas com sexo anal, pois o noivo ainda não tinha “intimidade suficiente” para tirar a virgindade da sua noiva. Raciocínio espetacular. É como ir à casa dos outros para um jantar e comer só a sobremesa por falta de intimidade.

Também existiram civilizações que condenavam a prática de sexo anal. Por exemplo, em determinado período, era proibido na França e na Inglaterra, sendo punido até mesmo com pena de morte. No contexto histórico, a proibição tinha algum fundamento: uma época onde a expectativa de vida era em torno dos 30 anos de idade e pessoas morriam às centenas todos os dias dizimadas por guerras e doenças. Era preciso repor o estoque de gente no mundo, coisa que não vale para os dias de hoje.

O Catolicismo, como sempre, matou bastante por esta causa, para eles, quem dava o cu merecia morrer. A Igreja Católica tinha até gradação para dar o cu: a forma mais grave era a chamada “sodomia perfeita”, que consistia em homem comendo cu de homem com ejaculação dentro do cu. Essa era pena de morte garantida. Depois vinha decrescendo em modalidades menos graves, até chegar à sua forma mais branda, que era comer cu de mulher sem ejacular, punível apenas com uma tortura básica.

Para compreender os mecanismos e aprimorar sua técnica é indispensável que você conheça a anatomia do cu. Isso não é problema para um cidadão da República Impopular do Desfavor, pós-doutorado em cu. Se você é analmente leigo, busque conhecimento.

Quando você come o cu de alguém, a menos que você seja o Selton Mello, seu pênis passará pelos seguintes pontos: ânus (o buraco do fiofó), canal anal (em média 3 cm), reto (em média 12cm) e se você for muito bem dotado, pode chegar ao cólon (intestino mesmo, reservatório de cocô). Quais são as dificuldades no processo? Bem, como vocês já viram no instrutivo Desfavor Explica sobre cu, no meio do caminho temos dois obstáculos chamados “esfíncter”. Um deles a gente controla, abre e fecha quando quer, mas o outro não. O outro só se abre quando tem merda para sair, de forma automática.

O esfíncter externo (aquele localizado na porta de saída, que a gente controla) quando se abre expande e quando fecha se contrai na forma de gominhos, são as chamadas “pregas do cu”. Por isso sacaneiam as pessoas dizendo que “descolou as pregas”, supostamente quando a pessoa deu tanto o cu que comprometeu a elasticidade do esfíncter e ele já não se retrai como antigamente. Mas não se preocupe, é algo improvável de acontecer. Você precisa fazer muita grosseria para chegar a esse ponto de ficar com o cu arrombado.

Pois bem, encaremos o esfíncter como uma portaria e o cu lato senso (não apenas o buraco) como um prédio. Para entrar no prédio temos uma primeira portaria (esfíncter externo) onde passa qualquer um e uma segunda portaria onde a porta só abre mediante uma senha. Sim, eu sei, vocês querem a senha. Vocês não valem nada, eu os conheço bem. A melhor forma de distender o canal anal e relaxar o esfíncter é um estímulo sexual eficaz e prolongado. Cus não abrem com tanta facilidade. O grande problema é que não dá para fingir, por isso muitas pessoas que fazem sexo anal sentem dor todas as vezes que tentam: porque não estão suficientemente excitadas. Evidente que por mais excitada que uma pessoa esteja, não é algo totalmente indolor, sobretudo nas primeiras vezes, mas a ciência diz que quanto maior o grau de excitação, maior a dilatação e menor o sofrimento.

Esse processo de dilatação pode levar tempo. A pessoa tem que ter, além de habilidade, paciência. E acima de tudo: quem dá o cu tem que querer, porque se não quiser, se estiver fazendo pressionado(a) ou sem vontade, não vai ter preliminar no mundo que abra a segunda portaria de boa. Ainda assim, um cu não é uma vagina. Sua elasticidade é bem limitada, apesar de que, tem uns vídeos bizarros por aí que desmentem isso. Em tese, não se pode inserir nada muito grosso sob pena do clássico “descolar as pregas”, podendo até mesmo rasgar seu fiofó. E sempre é preciso usar um lubrificante adequado. Cuspe, Qualy, Niely Gold e Monange não deveriam nunca ser usados para absolutamente nada nessa vida, muito menos como lubrificantes. Deixe de ser pão duro e compre um KY.

Supondo que você abriu a portaria. Há outra dificuldade a vencer. Agora você está entrando no reto. O grande problema é que o reto não é reto, então, não adianta estocar com vontade porque vai travar. É mais ou menos quando mulher coloca absorvente interno pela primeira vez: empurra para cima, ângulo de 90º e o negócio simplesmente não vai. Daí você coça a cabeça, pensa WTF, se pergunta se nasceu com o buraco fechado. Tem que manobrar, Minha Gente. Tem que manobrar com habilidade. Lembre da voz da Tia Sally na sua mente quando estiver comendo o cu alheio: “Fulaaaanoooo… o reto não é retooooo” (entretanto, procure não rir, pois corta o clima).

Se você for ulta-mega-plus-GG, pode ser que alcance o cólon, mas tire esse sorriso idiota da cara, porque alcançar o cólon não é bacana nem para quem faz, nem para quem leva. Alcançar o cólon é meter o pau na privada, só que sem água. Minhas condolências a quem toma no cu até o cólon e a quem come cu até o cólon. Camisinha de adamantium para vocês.

E por falar nisso… está chegando o ponto alto da nossa postagem: baixaria + escatologia! êêêê! Dar o cu + acidentes escatológicos! êêêê! Cu e merda! Cu e merda! É nós batendo recorde de acessos!

Como todos devem saber, existe a possibilidade de acidentes escatológicos, é o clássico “cagar no pau”. Ninguém fala sobre isso claramente, porque vai, é vergonhoso. É o tipo de coisa que pessoas de bem tem a finesse de fingir que não existe. Como não é o nosso caso, que não somos nem de bem nem finos, vamos exaurir o assunto com riqueza de detalhes.

Existem gradações para o acidente escatológico, que vão desde um simples constrangimento (tipo uma pintadinha marrom na ponta do pau que perfuma levemente o ambiente) até o grau “sumir para sempre da vida da pessoa”, que ocorre quando o pênis é removido de forma abrupta e uma espécie de vácuo do demônio puxa junto um ou mais de um toletinhos. Não há o que fazer neste momento a não ser fingir um desmaio ou matar a outra pessoa para que a coisa oficialmente nunca tenha existido. O cheiro de merda será infernal e perdurará por dias.

O lado bom é que o acidente escatológico pode ser prevenido, desde que sejam tomadas algumas precauções com certa antecedência. Taí mais um motivo para que as pessoas planejem seus encontros com antecedência: não acabar com o pau coberto de merda, ou, na pior das hipóteses o lençol e o colchão. Cheiro de merda é uma praga, tem que jogar tudo fora e ainda assim, ele fica nas suas narinas. Para tentar evitar o Monstro Bege, é preciso higienizar a região com uma certa antecedência, mas de forma racional.

Tem gente que só falta sentar do regador de jardim e deixar água entrar até sair pelas orelhas. Isso é grosseria, isso é imbecilidade que pode se voltar contra você. Como já explicamos aqui, a região é compartimentada: buraco do cu – canal anal – reto – cólon. A limpeza deve ir até o reto, SÓ. Se você der uma de espertão(ona) e for além, numa de “limpar o cólon só para garantir”, isso pode se voltar contra você, porque se jogar água no cólon periga depois ficar vazando água merdificada, inclusive durante o ato. Escute a ciência: água só até o reto. Ainda assim, médicos não recomendam que você atarraxe um chuveirinho no rabo e ligue. A indicação médica é limpar com algodão ou lenço umedecido o canal do reto e o ânus.

Longe de mim querer contrariar os médicos mas… Como se limpa o reto com um lenço umedecido? Quero crer que nenhum de nós consegue enfiar as mãos lá dentro. Sei não, pensem bem nisso aí antes de fazer. Não vai ninguém ficar com Baby Wipes entalado no cu e mandar e-mail me xingando! Enfim, o que você tem que saber é que ficar borrifando água cu adentro pode trazer uma série de males, desde infecções até mesmo prisão de ventre. Muitas pessoas arcam com o risco, porque preferem uma infecção a cagar no pau. A vida é feita de escolhas. Por mais que você tenha enfiado um supositório daqueles que faz cagar até a alma e esteja oco por dentro, cu é cu, é o habitat natural da merda, sempre rola um coliforme, por isso, camisinha sempre. E pau que entrou no cu só entra na buceta se passar por aquele esterilizador de mamadeiras de bebê, caso contrário uma bela infecção te espera.

Não importa a sua opção de higiene, nunca, eu disse NUNCA faça sexo anal se estiver com vontade de cagar ou sentindo o intestino cheio, naquela fase pré-cagada. Como já falamos, o esfíncter que separa o intestino do reto tem movimentos involuntários, ou seja, no que a bosta bater ali, ele abre automaticamente. E se abrir durante o sexo anal, ou se tiver aberto minutos antes, vai ser muito triste. Então CAGUE se souber que nas próximas horas vai fazer sexo anal. Algumas pessoas tomam purgantes ou enfiam supositórios, outras borrifam água quente… tudo desaconselhado pelos médicos, mas, novamente, lembre-se que a outra opção é o risco de cagar no pau. Pondere o que você prefere: sua dignidade ou sua saúde. É uma escolha muito pessoal, prefiro não intervir.

E vamos dar uma utilidade para meus queridos amigos gays, que além de me acompanhar ao shopping e ajudar a escolher a cor do cabelo, me passaram um verdadeiro Walkthrough sobre comer o cu alheio. Não custa lembrar que eu nunca comi o cu de ninguém, apesar de que eu adoraria ver vocês sambando na cara do Somir nos comentários. Segundo relatos, o erro fundamental ocorre, majoritariamente no momento de enfiar a trolha. Um ritual bem feito deve ser composto de cinco etapas de estimulação sexual bem demorada para só depois meter a trolha. Inicia o estímulo de preferência do seu parceiro ou parceira até conseguir enfiar um dedinho na cavidade anal (3cm, lembram? Nada de enfiar até o punho), daí prosseguem os estímulos de preferência do parceiro até conseguir enfiar dois dedinhos… e assim vai até que caibam os cinco dedinhos, que é mais ou menos o tamanho que o pênis vai ocupar. Para fechar a lição, ao menos no mundo gay, os estímulos conhecidos como mais eficientes “abridores de cu” são sexo oral anal (o chamado “beijo grego”) e carícias em círculos no buraco do brioco.

E já que estamos falando de homem, falemos do Ponto G masculino. Você vai ler de tudo por aí: existe, não existe, fica no fundo, fica na próstata… ESQUEÇA. Aqui vai o manual definitivo. Existe sim uma área na anatomia masculina com um aglomerado de terminações nervosas ligadas ao prazer sexual, mas não é fácil de achar, por isso muita gente acha que não existe. Se você metia um cabo de vassoura no seu roscofó em busca do Ponto G, saiba que estava fazendo errado. Ele se localiza na parede anterior do reto,em frente à próstata. Basta uma penetração de 2 ou 3cm para sentir uma elevação nessa parede anterior. Meio dedo dá conta do recado.

Tem coisas que só o Desfavor faz por você. Hoje Desfavor ensina você, Cueca, a dar o cu sem dar o cu. Calma, explico melhor: Meninas, é possível estimular o Ponto G masculino sem precisar meter seu lindo dedinho no cu alheio, a estimulação pode ser externa, através do períneo. Há três milênios que os taoista chineses conhecem esse truque, tanto que chamam esse ponto de “o ponto de um milhão de moedas de ouro”, referência ao valor do conselho de um sábio que ensinasse onde ficava localizado.

Mas não pense que é um botão automático com on/off. Se o homem estiver tenso, contrariado ou não quiser por qualquer motivo, dificilmente vai surtir efeito, como por sinal, qualquer coisa de cunho sexual. Porém, se o homem estiver de acordo, é possível potencializar seu prazer, basta compreender como funciona: durante o orgasmo um músculo chamado pubococcigeno comprime a área dando uma sensação de prazer, se você der uma forcinha para essa compressão, seja por dentro, seja por fora, o prazer será muito maior. Não sei mensurar porque não tenho, mas nas palavras de quem tem é como “dirigir uma Uno e depois dirigir uma Ferrari”. Ainda assim, Desfavor adverte: meter o dedo no cu dos outros sem avisar faz mal para os dentes.

Você, Amiga Calcinha, que quer tentar, sonde o elemento antes. Estando tudo ok, tome o seguinte cuidado ao procurar a área: entre o saco e o cu existe uma área fácil de reconhecer porque geralmente não tem pelos pubianos (aposto que metade dos homens vai no espelho conferir). Ao estimular essa área DE LEVE, de forma gentil (pode ser com o nó dos dedos) e em conjunto com uma estimulação no bilau, o resultado aparecerá. Se não aparecer, procure com a ponta dos dedos um calombinho, mas estimule com o nó dos dedos se a unha estiver grande. E nunca, nunca conte a ninguém. Isso é considerado socialmente humilhante para a maioria dos homens.

Aliás, sexo anal no geral ainda é visto como algo meio humilhante. O tabu com sexo anal persiste, ainda nos dias de hoje. Surpreendentemente, em muitos lugares ele ainda é proibido por lei. Os EUA, que tanto se proclamam terra da liberdade, são um belo exemplo disso. No estado da Virgínia é proibido por lei fazer sexo anal. Não me perguntem como é que eles fiscalizam, mas existe uma proibição legal.

Para fechar, dedico apenas um parágrafo para tentar fazer os Cuecas entenderem de uma vez por todas que existem mulheres que não gostam de sexo anal, não por frescura, não por trauma, não por nojo. Não gostam porque não gostam, por causa do estranhamento de entrar onde tem que sair. Alguém aqui já colocou uma sonda? Não precisa ser uma sonda anal, pode ser uma sonda nasal, uma sonda na uretra… Enfim, sabem qual é a sensação de uma sonda? Não dói, mas causa estranhamento algo entrando onde normalmente sai. Isso merece respeito. Quando uma pessoa não gosta, por mais fodão pica de ouro habilidoso que você seja, não vai ser bom para a pessoa. E se você discorda, então deixa ela tentar meter no seu primeiro, porque se mesmo sem gostar pode ser bom, você também vai aproveitar…

Para dizer que está magoado demais para comentar a postagem, para dizer que ainda bem que não teve que pagar por esta merda ou ainda para dizer que agora você quer pagar e ter acesso a tudo que foi prometido: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (138)

  • Gostei da matéria.
    No entanto, sou da seguinte opinião, sexo anal foi feito para macho.
    É como sexo oral, mulher até faz, mas não sabe fazer direito.
    Sou um inveterado comedor de cu, de macho é claro. Até já dei o meu algumas vezes, mas cheguei a conclusão que não sei dar o cu direito, e realmente não gosto.
    E ao contrário de mim, percebo que muitos homens até gostam muito de tomar no cu, mas não dominam essa arte.
    Já outros, são simplesmente excepcionais, parecem que nasceram para a coisa. São tão habilidosos, que você é capaz de chegar ao absurdo de gozar uma três vezes, e ainda continuar de pau duro.

    Alguns, como disse, são péssimos dando o cu, mas excelentes no sexo oral. São os famosos boquinha de veludo.

    E ainda existem outros, que são insatisfatórios no sexo anal, e também no sexo oral. Ou seja, deveriam desistir da coisa, e arrumar uma mulher mesmo.

  • Adorei a matéria e quer saber , tenho um lindo, romântico e experiente namoradinho por fora e vou dizer , eu pedi p ele q me comesse o cu , por ser experiente e adorar transar com ele , acontecerá semana que vem e vou dar detalhes para vocês por aqui OK , juro , estou tarada por ele , e tenho certeza de que será muito bom ….espero !!” Conto tudo nos mínimos detalhes rs

  • Desfavor sua linguagem é do mundo atual, você parece que tem formação universitária?Lendo o seu texto me surgem intrigas dentro do meu ser, a prática do sexo anal solitário masculino é comum na maioria das pessoas que buscam uma amizade, uma segurança na vida e não encontram , mesmo assim os tabus são os mesmos.Quero uma resposta a esta pergunta: Talvez não tenha nenhuma relação homossexual com nenhuma pessoa porque respeito as condições sociais e não quero passar por regime vexatório, Seria eu um rídiculo, acanhado e não estar vivendo à vida como ela é?

      • Acho que ele perguntou se está sendo ridículo por não sair do armário porque ser homossexual significa ser zuado por nossa sociedade ridícula… Acho que ele não é ridículo, mas que deve ser bem melhor e mais libertador afirmar a sexualidade, sem precisar sair falando pra todo mundo que é gay… O cara tem que lembrar que ele precisa se respeitar, e isso significa que ele precisa se aceitar como se sente, e cagar para a opinião alheia, que não melhora a vida de ninguém.

    • Na verdade, essa postagem foi apenas um isca para uma brincadeira que a gente fez com os leitores dizendo que passaria a cobrar pelo Desfavor…

  • Descobri esse site por acaso. Estava no meu trabalho, pesquisando um assunto, encontrei “O lado negro da gravidez”, comecei a ler e logo tive que parar, pois me deu um ataque de risos e as pessoas que passavam não entendiam nada. Adorei!!!!

  • Não me peça meu cú porque em meu dicionário não existem as palavras sim e não.
    Quando é sim, digo “só quando eu quero/quiser”.
    Quando digo não eu simplesmente mando tomar no cú.

    • Eu também. Começou com uma brincadeira do Te dou um dado? Ou era um boato de Twitter? Tardonho do Selton! Tão lindo e talentoso! Deve ser inveja.

        • E como descobriram isso, Sally?!

          Como descobriram a história do Zeca e do Raí?

          Quantas fontes vocês têm!!!!
          Mistérios.,.,

          • No Rio tenho muitas. A do Raí a gente postou aqui em um dia e no dia seguinte saiu em coluna, e a colunista foi processada… hahaha

              • Não sei se é, a mesma fonte que contou para mim pode ter contado para ela, ou então mais de uma pessoa sabiam e uma contou para mim e outra contou para ela… Nunca saberemos

  • Edileuza C. Oliveira

    Olha, eu sou mulher, tenho 46 anos, morena, baixinha( corpo bonito) Há 23 anos com único marido. Lógico, só faço sexo anal com ele. E ele só goza dentro e bem no fundo, eu exijo . `E muito gostoso., Somente anal, já fizemos mais de 1800, vezes, e estou sempre apertadinha. Claro, que relaxa um pouquinho, eu até defeco mais grosso. Meu marido acha lindo, é é mesmo….. Se vc. souber fazer , não têm problema. Certo…

  • No pornô “Anal Acrobats” (não sei se teve 1, 2, 3, etc), as minas enfiam bolas de bilhar no perseguido. Às vezes, até duas bolas. O perseguido se fecha e elas controlam a “expelição”, fazendo com que a bola começe a sair e elas contraem o dito cujo e a bola volta a desaparecer nas profundezas do buraco negro. Acho que esse controle só é possível com objetos arrendondados. Algo cilíndrico ficaria entalado.

  • achei muito gratificante em saber que o homem é capaz até do impossivé
    ´só é lamentável saber que de tudo o que eu faço Deus me trará a juízo

  • olha muito bom isso adorei ri e fikei bem informada mas não tenhu coragem de dar o fiofo kkkk adorei esse blog muito bom rsrsr

  • Acabo de descobrir esse blog e já até esqueci o que estava pesquisando antes, pois logo de cara encontro um texto podreira sobre um assunto tabu, escatológico, rasteiro, de baixo calão,
    tratando de um monte de detalhes profundamente repulsivos… VIREI FÃ DE VOCÊS!

    Salomão – BH/MG

    • Salomão, detalhes repulsivos é com a gente mesmo.

      Falamos sobre tudo aqui, desde assuntos sérios até escatologia. Bem vindo.

  • Se não fosse o dia do troll eu acho que esse texto teria sido o campeão de comentários desse ano…

    Muito informativo, eu sou curiosa e adoro saber sobre tudo, mas tem coisas que tenho vergonha até de pesquisar do google, por isso que eu amo tanto o desfavor…

    • Aline, essas pesquisas no Google podem se voltar contra a gente, sabe? Uma vez fiz uma postagem sobre suicídio e pesquisei bastante sobre as formas mais comuns, as formas mais eficientes… e na semana seguinte todos no meu local de trabalho começaram a me abraçar e dizer que a vida era boa e valia a pena “não importa pelo que você esteja passando, estamos aqui para você”

      Fazer o que, né? Melhor pagar de suicida do que de autora do Desfavor! Aproveitei e pedi férias, porque nunca queriam me dar férias. Me deram 30 dias seguidos. Nunca pesquise nada do seu trabalho.

      • Tem que limpar o histórico, cookies, dados de formulário, senhas salvas etc, periodicamente (ou logo após uma pesquisa comprometedora). Sou bastante “neurada” quanto à falsa segurança da Internet, então tomo alguns cuidados. Mas estou muito longe de ser expert no assunto.

        Jamais pesquisava algo comprometedor no trabalho: no setor de informática da companhia, um grupo de operadores tinha como objetivo fiscalizar e monitorar o uso da internet pelos funcionários – com a justificativa de prezar pela Segurança da Informação. Determinados acessos “não permitidos” geraram até demissão de pessoal.

        • Computadores do trabalho geralmente estão em rede, o que quer dizer que tem grandes chances de alguém conseguir ver o que você está fazendo nele em tempo real. Um perigo!

  • Eu acho que a pessoa mais indicada para esclarecer como se faz essa limpeza é uma atriz pornô.

    E ela deve saber pq todas elas fazem troca-troca de todos os buracos e nada acontece. Como ela consegue isso?

    • Mete atrás e ato contínuo mete na frente?

      Olha, ou o cara molha o pau em antibiótico antes, ou então essas moças devem ter um sistema imunológico fodástico, porque é o tipo de coisa que, literalmente, dá merda.

      • é a coisa mais comum ver isso em videos na internet… esse troca-troca. Por melhor que seja a higienização, sei lá como as atrizes não ficam sequeladas…

  • Minha amiga Monica M., tinha uma bexiga de borracha, em forma de vaso-funil que ficava no box do banheiro. Isso aparentemente sugava e ejetava agua.

    Nunca tive coragem de perguntar detalhes.

  • “Se você metia um cabo de vassoura no seu roscofó em busca do Ponto G, saiba que estava fazendo errado. Ele se localiza na parede anterior do reto,em frente à próstata. Basta uma penetração de 2 ou 3cm para sentir uma elevação nessa parede anterior. Meio dedo dá conta do recado”.

    Verdade, Dr. Mengele e companhia enfiavam tubos nos ânus dos prisioneiros para coletar esperma dos coitados. Curiosidades históricas à parte, fez lembrar uma vez que minha mãe, enquanto esperava meu tio ser operado na Santa Casa, ter topado com um sujeito cujo vibrador ficou entalado no cu. Coisa triste, ele lá de cócoras na maca, sendo escoltado por quatro PMs que se mijavam de rir, ainda mais quando ligaram para a mulher do cidadão para encontrá-lo no hospital. Certamente não deve ter cumprido as cinco etapas e, nisso, criou-se o vácuo…

    • É o tipo de trauma do qual a pessoa não se recupera nunca mais. Tem que mudar de nome, mudar de país e fazer uma plástica para mudar de rosto!

      • Tenho dois amigos que trabalharam como plantonistas em alguns hospitais.. contaram que chegava cada caso bizarro de vez em quando, era batata, vidro de conserva, celular, boneca, controle remoto, caneta, garrafa…

  • “E sempre é preciso usar um lubrificante adequado. Cuspe, Qualy, Niely Gold e Monange não deveriam nunca ser usados para absolutamente nada nessa vida, muito menos como lubrificantes. Deixe de ser pão duro e compre um KY.”

    Lembrando também que enfiar monange, óleo hidratante, ou qualquer outra merda do gênero pode fazer seu cu arder pra caralho! hahaha. É sério! Algumas coisas causam uma irritação terrível e te deixa com vontade de cagar o dia todo!
    Uma outra dica é: Se o pau do cara que for te comer for muito grande, e mesmo você com vontade de dar não aguentar o tamanho, compre algum gel lubrificante com anestésico local (Lidocaína em gel, por exemplo). É facinho de achar em qualquer farmácia/sex shop e vai te ajudar muito. Porém cuidado ao manusear, lubrifique apenas o anus com o gel anestésico. Se você passar no pau, tem chances dele ficar anestesiado e amolecer :)

    Ah, Sally… só faltou detalhar sobre a boa e velha “chuca”. Existem técnicas milenares para tal fato!

  • Sally, se é desaconselhavel meter agua pra dentro e se nem voce conseguiu imaginar como limpar com lencinhos, qual seria um método eficaz na sua opinião?

    • Pamina, não tenho a menor ideia. Tem gente que mete um supositório que faz cagar horrores para “se esvaziar”, mas imagino que fazer isso regularmente não seja muito saudável…

      • Tome um remédio chamado MANITOL com algumas horas de antecedência e depois conta pra gente como foi ;)
        Colonoscopia muda a vida da gente…

        • Maradona, você está falando com uma pessoa que já fez uma colectomia.

          Se eu ganhasse um real por cada vez que tive que tomar esse suco de laranja do capeta…

          • Manitol não é obra de deus, com certeza.
            Já fiz colonoscopia mas não colectomia.
            Aquela experiência de entrar no carro com medo, sentando sobre 3 toalhas dobradas com medo de não conseguir chegar no laboratório em condições dignas é algo… sublime. Quase igual a se cagar durante um comando e levar um tapa do polícia por isso.

            • Bom, quando eu fiz, disse que só faria com internação. Eu ME INTERNEI e fiquei numa porra dum quarto de hospital e só tomei a porra do suquinho do capeta lá dentro. Eu recomendo.

      • Bem, uma vez perguntei a um proctologista sobre os riscos de fazer a limpeza no reto. Ele disse que o problema é fazer diariamente, pois acaba ressecando e atrapalhando a flora intestinal. Mas fazer uma vez por semana, ou de 15 em 15 dias não mata ninguém. Outro problema é sempre usar algum medicamento, pois eles são mais agressivos.
        O melhor método é comer coisas leves durante o dia, cortar a alimentação cerca de 3, 4 horas antes do sexo, cagar, e limpar o reto com água quente (método milenar conhecido como chuca) Deve-se introduzir pouca quantidade de água ou caso contrário o esfincter involuntário vai abrir e você não vai mais parar de cagar. Uma dica é: Encaixe a ducha na portinha, ligue e conte 3 segundos. Desligue, descarregue no vaso. Repita o ato mais 3 ou 4 vezes, até a água sair limpa. Se não sair, desista, definitivamente não é um bom dia para praticar sexo anal.

        • Ok, mas vamos pensar no caso de pessoas casadas, que fazem sexo anal todos os dias… Como faz? Só come coisas leves para o resto da vida? Fica sem comer 3 a 4 horas sempre que o parceiro chega em casa? Enfia água quente no furico todo dia?

              • Quando li reagi igual ao Hugo… que mulher se sujeitaria a isso todo o dia.. e haja infecção no pinto… Mas não tinha pensado no caso dos homosexuais. Cruel.

                • Vou te falar, tem mulher aí que tira onda de que gosta de dar o cu e diz que só faz anal, que faz anal todo dia…

                  • Paulo César Nascimento

                    Sally, se todo mundo realmente fizesse o que alardeia, ninguém sairia da cama. O povo mente. Simples assim.

                    • Mas mentir em algo que pode ser biologicamente desmentido é meio idiota, né? É a mesma coisa que eu dizer que sei voar…

              • Sempre esqueço deste detalhe…

                Mas deve ser mais comum do que imaginamos o ditado entre eles que diz “Shit happens!”

              • Bem, na minha relação é no máximo 2x por semana, pelo bem de nossos cus! hahaha.

                Conheço outras pessoas que também fazem pouco. Não é facil acordar com cólica intestinal e dores naquela região diariamente.

                • Uéééé… mas homem diz sempre que dar o cu é bacana, é normal e não faz mal algum!

                  Viram como o papo muda quando a pessoa DÁ o cu em vez de comer?

  • Resumindo, tendo em vista a anatomia do cu, o cuidado que deve ter e as consequencias acho que só pra quem gosta mesmo, viu. Porque quem nunca deu, depois de ler este texto (fudeu) não dá mais!!! É muito trabalhoso!!!!!

    • julia, duvido que todos os que comem e dão tenham todo esse trabalho. Neguinho não se importa de doer ou ter acidente escatológico…

  • Sally, pode gastar o dinheiro que seria da mensalidade para fazer cópias desse texto e distribuir nas escolas como aula de educação sexual?

    • Pode, aproveita e guarda o que sobrar para pagar um advogado quando o Estado, os religiosos, a APAE e a Wanessa Camargo te processarem por se sentirem ofendidos…

  • Cuspe, Qualy, Niely Gold e Monange não deveriam nunca ser usados para absolutamente nada nessa vida,
    HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAH

  • REALMENTE, tem coisas que só o Desfavor faz para vc! EXCELENTE texto Sally! Informativo como sempre! Não vou comentar mais a fundo (rsrsr) pq é um assunto muito pessoal, mas tem informações ali que agente leva para vida, assim como todos os textos do “Desfavor Explica”

    Lendo esse texto e me lembrando do outra que vc explicava sobre o cú, me veio a mente vc conversando com um médico especialista na área sobre o assunto. Deve ter sido um momento tenso, não?

    • Foi um momento constrangedor, dentre muitos outros da minha vida proporcionados pelo Desfavor…

      Mas depois de tantos vexames, não faz muita diferença. O que é um peido para quem está todo cagado?

  • deixa 9,90 até sexta feira!? meu antivirus tb expirou. vou ter q pagar. o foda é que a maioria dos leitores são pobres. põe o link de cadastro mais visível aí. pq vcs bloquearam o wifi do meu prédio??? desbloqueia pq é um saco ficar habilitando o tor a cada vez q venho por aqui.

  • gente, kd o lin pra assinar por 9,90???????????
    pq eu não consigo entrar no desfavor usando o wifi do meu condomínio?
    preciso usar o tor? foi o condomínio ou vcs que bloquearam?
    wat???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: