Desfavor da semana: Abusada.

Um drama que a apresentadora Xuxa Meneghel guardou durante anos foi revelado neste domingo: ela sofreu abuso sexual na infância. Como na maior parte dos casos, os agressores eram pessoas próximas: um amigo do pai, que seria seu padrinho, um homem que iria casar com sua avó e um professor. As violências só acabaram quando Xuxa completou 13 anos. A revelação foi feita em entrevista para o quadro “O que vi da vida”, do programa “Fantástico”, da Rede Globo. FONTE

Tinha como não virar desfavor da semana?

SOMIR

Sally escreveu um livro sobre as inconsistências do discurso da “Rainha que o Brasil merece” no texto dela. Não quero ser redundante aqui. O desfavor da semana costumeiramente aborda o fato e a repercussão dele. A forma como o país reagiu ao testemunho de Xuxa Jackson, que parece cada vez mais desconectada da realidade, é um testemunho poderoso sobre a falta de coerência média na cabeça do brasileiro.

De um lado, temos a turma que bateu palmas e achou tudo um “exemplo de superação”. De outro, os que caíram matando em cima da relação entre aquele filme de sacanagem com o moleque e os supostos abusos sexuais na infância. Ou a pessoa é vítima absoluta, ou é vilã e merece ser molestada!

Acho rede social tipo Facebook coisa de pobre genérico (tipo celular), mas sou obrigado a pelo menos saber o que está acontecendo por lá, afinal, pobre também compra muita coisa. O que sempre me comprova que a quantidade de babaquices ditas é diretamente proporcional aos canais disponíveis para proferi-las.

O filme que ela fez com o moleque é apenas um pequeno elemento no xou de horrores de sua vida. Mas virou estrela principal na argumentação das pessoas criticando Xuxa. Eu tenho uma opinião meio impopular sobre esse tema: Um menino de 12 anos daria o dedo mindinho para se esfregar com uma gostosa (na época, ela era…) e não ficaria com trauma nenhum. Ainda mais que na época não tinha nem uma fração da histeria pedófila dos dias atuais (não que preocupação com pedofilia seja histeria, mas o uso “político” disso para censurar até mesmo o que não tem nada a ver com ela é… Já escrevi um texto sobre isso). Nos anos 80 se amarrava cachorro com linguiça… Ele até deu entrevista depois dizendo que achou o máximo.

Não posso falar por uma menina de 12 anos, mas eu e muitos homens podemos falar por um moleque. Estou mentindo? E se estamos falando do lado dela, naquela época se fazia até pornochanchada PESADA com moleques mais ou menos dessa idade. Não tinha tanta presunção de pedofilia como se tem hoje em dia.

O reprovável mesmo foi ter feito o filme e brigado com meio mundo para censurá-lo posteriormente. Se está afim de fazer TUDO para subir na vida, que lide com as consequências! Acho muita babaquice e falso moralismo cair de pau nela por causa das cenas com o garoto e não a postura dela de sair processando quem exibe algo feito para ser exibido ao grande público com o consentimento e compensação financeira dela.

Mas não, o argumento de quem criticou se baseou quase que exclusivamente numa espécie de “compensação” por causa do filme. Prova que esse povo cretino nem entende direito o conceito do politicamente correto. Teve gente que só faltou dizer que ela mereceu sofrer os supostos abusos por causa daquela merda de filme. Cacete… depois a gente diz que o povo não consegue pensar e fica com a pecha de elitista metido.

Criticá-la por uma entrevista babaca dessas, buscando a incoerência e o discurso infantilóide com o qual define sua própria vida, não é a mesma coisa que requentar uma polêmica sobre a ironia da Rainha dos Baixinhos ter começado a carreira na mídia esfregando os peitos em um. Não é o ato de criticar que me incomoda, é a banalidade dela. Se é só isso que você tem a dizer, vá se ocupar com outras coisas, porque não faz a porra da menor diferença.

E do outro lado, gente pirando porque não se pode falar nada sobre quem vem a público dizer que foi abusada quando criança. Tenho outra opinião impopular aqui: Uma parte do trauma da pessoa que sofre com esses abusos atualmente é a reação social, que dá um poder de influência eterno a quem cometeu o crime. A pessoa vai ser tratada como vítima a vida toda, todos os seus atos vão ser comparados com os de pessoas “normais”.

Temos que permitir que essa parte terrível da vida da pessoa não a defina a partir dali. Justamente para combater a ação da pessoa que abusou da criança. E é aí que combater vitimização (em geral) vem muito a calhar. Tenho a impressão que se uma pessoa vier ao público dizer que foi molestada quando criança e que conseguiu se levantar e viver numa boa depois disso, é capaz até de dizerem que a pessoa gostou de ser abusada!

Punição onde ela é devida, liberdade para as vítimas viverem LONGE dessa sombra. Inclusive para serem elogiadas e criticadas sem a interferência crônica de uma péssima memória. Tornar a pessoa intocável é usá-la como bode expiatório para um problema social de difícil correção. Tem MUITA criança sofrendo com isso, e é MUITO difícil proteger a todas.

Se a entrevista ajudar mais pessoas a dizerem a verdade e buscar punição para quem fez essa escrotice, ela é positiva nesse aspecto. Mas quando a opinião pública decide condená-la por um filme que não expressa por si só a “repetição” do crime que fora vítima ou a trata como bibelô de cristal intocável, passa uma mensagem errada para as pessoas que tentam juntar coragem para buscar justiça ou mesmo para tirar um peso do peito: Que a partir daquele momento, a vida inteira dela vai girar ao redor desse momento.

Eu me arrisco a dizer que a maluquice atual de Xuxa tem mais cara de ser resultado da fama e das companhias adultas (o que dizer de alguém que se identifica perfeitamente com a porra do Michael Jackson na fase “Neverland”?) do que de um trauma infantil. E como Sally levanta muito bem no seu texto, tem muita coisa nessa entrevista que não bate.

Para dizer que eu sou um insensível, para me chamar de apoiador da pedofilia (pensar é para os fracos), ou mesmo para dizer que perto do trauma da Sasha, o da Xuxa é peido: somir@desfavor.com

SALLY

Curta e grossa para dar logo o tom do que quero dizer hoje, assim quem não gostar para por aqui e não perde tempo lendo: eu acho que a Xuxa é DOENTE MENTAL, inventa coisas na sua cabeça doentia e mentiu (ou no mínimo exagerou muito) no tal depoimento coreografado que deu ao Fantástico. E não me venham jogar pedras, pois o bizarro é mentir sobre abuso sexual e não criticar quem o faz (quem mente sobre ele, ok?).

Não é novidade que Xuxa é o nosso Michael Jackson: voz irritante, não canta nada, sexualidade ambígua e um tiro no pé dando entrevistas. A diferença é que ela continua viva e propagando desfavores. Por algum motivo que eu desconheço (mas tenho certeza que não foi de graça, ela teve algum ganho secundário de interesse pessoal nem tão nobre como ela faz parecer), esta criatura posou de que ia dar uma entrevista super sincera para um programa de TV. O que ela não contou é que nessa entrevista “super sincera” onde abriria “toda sua vida” ela proibiu diversos assuntos, como o pai da sua filha Luciano Whatever, Marlene Mattos e o seu filme pornô “Amor estranho amor” no qual insinua práticas sexuais com uma criança de 14 anos. SUPER SINCERA, enquanto lhe convém.

O depoimento foi um aglomerado de mentiras. A começar pela história como ela foi “descoberta”: um FUCKIN’ ARQUIVISTA de uma revista a seguiu até a sua casa para pedir uma foto, a apresentou para executivos e ela foi contratada e conseguiu trabalho para caralho. Primeiro que antes das plásticas ela não valia tudo isso, segundo que um arquivista teria sido enxotado se fosse tentar catapultar carreira de alguém com grandes empresários. Todo mundo sabe como ela começou: dando. Eu disse DANDO. Não aguento com esse papo de celebridade que diz ter sido “descoberta no meio da rua”, é tão clichê que chega a ser ofensivo. Ainda mais nos anos 80, os “anos sem noção”.

Sobre o relacionamento com Pelé, o lindo mundo da imaginação continua. Impressionante como toda mulher que não tem dignidade faz questão de ficar marretando como é honrada. Porque quem tem dignidade não precisa fazer isso. Ela diz que terminou com ele porque “ele era conhecido e famoso” e não queria ser taxada de interesseira. Ok, ficou FUCKIN’ SEIS ANOS com o cara mega-famoso mas depois de SEIS anos quis se separar para provar que não era interesseira? ALOU? Filha, você se aproveitou da fama dele sim, aliás, você só tem fama porque namorou com ele. E by the way, quem deu um pé na bunda da Xuxa foi o Pelé.

Sua história com o Senna foi reinventada de forma ainda mais bizarra. Segundo ela, do nada, Senna conseguiu o telefone dela e mandou um avião buscá-la sem nunca tê-la visto na vida, porque estava interessado nela. ALOU? Cêjura que você se acha tão importante? Delírios megalomaníacos de gente que tem a autoestima arrombada me irritam, porque essas pessoas perdem a noção e suas mentiras assumem proporções gigantes. O cara mandou um avião buscá-la mas ele não ficou com ela, quando a encontrou apenas ficou “cheirando-a”. Talvez a falta de contato de Xuxa com seres humanos seja tanta que ela está idealizando seu passado com base no que vê os seus cachorros fazerem. É hora desta senhora parar de passear com cachorro dentro de carrinho de bebê pelos shoppings da Barra e começar a anda um pouco mais com gente.

Daí, depois de uma longa historinha romântica adolescente inventada, ela conta que eles se separaram mas ela nunca parou de gostar dele. Vejam vocês, JUSTAMENTE NA VÉSPERA do dia em que Senna morreu, ela decidiu que no dia seguinte iria atrás dele para reatar o romance com o “amor da sua vida” só que no dia seguinte ele faleceu. CÊJURA? Puta que pariu, novela perde. Nem adolescente inventa algo assim “eu ia me declarar no dia em que ele morreu”. Olha, vai tomar no cu. Muito escroto e muito fácil inventar historinha Ursinhos Carinhosos com uma pessoa que já está morta e não pode te desmentir.

O plus: ela mesma afirma que na época Senna estava namorando (a Galisteu) e mesmo assim ela estava decidida a ir atrás dele. Fica um belo exemplo para sua filha, Sasha: vá atrás de homem comprometido, isso não é incorreto, isso é amor! E se eu fosse a Galisteu, que já está queimadona por causa do seu programa baixo nível que apresenta, eu rodava a baiana e dava um soco na boca dela, quem sabe assim dá um jeito nesses dentes completamente tortos de coelho da páscoa que a Xuxa adquiriu com o passar dos anos tem. Pois é, Xuxa diz no vídeo que com o tempo tudo cai, tudo fica caído. Parece que com a sua gengiva aconteceu exatamente o contrário: não para de subir.

Para piorar o desfavor, ela ainda faz um longo discurso de que Senna era seu “amor de verdade”, sua “alma gêmea” e que amor de verdade a gente tem uma vez só na vida. Pensamento adolescente, retardado e idiota. Típico de gente com cabeça FODIDA que nunca na vida consegue engatar um relacionamento saudável, daí se apega a um relacionamento mais ou menos do passado e vai transformando-o em sua cabeça aos poucos, com o tempo, até reescrever a história e torná-lo “o amor da sua vida”. Mais fácil ainda se a pessoa estiver indisponível por algum motivo (no caso, morto), porque aí nem sequer existe a chance dela desmentir. Isso não passa de um álibi para explicar o fracasso de sua vida amorosa de uma forma socialmente aceita: “Eu nunca mais vou ter um amor como aquele, aquele foi o amor da minha vida”. NÃO. NÃO. Pessoas normais são capazes de construir vários amores na sua vida! Você nunca teve um amor de verdade e nunca vai ter porque é fodida da cabeça e prefere bicho a gente! Você passeia com um York dentro de um carrinho de bebê, Minha Senhora! Vá se tratar!

O ponto alto da entrevista foi os supostos abusos sexuais que ela teria sofrido. Olha, eu precisaria de dez páginas para falar tudo que penso. Antes de falar dos abusos ela citou o quanto é fogosa e o quanto os “hormônios” fazem com que ela sinta falta de sexo. Qualquer psicólogo vai saber que dificilmente esse tipo de ostentação de sexualidade vem de quem sofreu abuso desde os primeiros anos de vida até os 13 anos de idade. Lógico que ela vai dizer que é bem resolvidona, mas, por mais fodona que ela seja, não é o tipo de coisa que se resolve sozinha. Tem mentira aí. Mais para frente ela também diz que os homens se surpreendem com seu desempenho na cama. Xuxa: a máquina de sexo. Ah sim, acho no mínimo estranho que uma pessoa que sofreu abuso sexual por mais de dez anos seguidos se preste a fazer um filme onde há uma cena de cunho sexual envolvendo uma criança, mas tudo bem, dificilmente alguém vá detectar essas contradições, ela vai sair como vítima corajosa que expos uma verdade difícil. Que nojo!

Sobre os abusos em si, bacana ela esperar 30 anos para falar sobre isso. Quantas crianças ela poderia ter ajudado nesses 30 anos? Mas ela resolveu falar agora, porque vai, muito mais legal falar que foi comida pelo amigo do pai e pelo marido da avó quando você tem uma FILHA para assistir e ter que ouvir piadas e perguntas sobre o assunto no colégio, néam? É o círculo da vida: foderam ela, agora ela fode com a Sasha. Revestiu em um manto de coragem essa atitude bizarra e fez um circo vitimizado se blindando contra críticas, afinal, quem tem coragem de criticar uma criança estuprada? Nós. E mais uma meia dúzia, e mesmo assim, a meia dúzia o faz pisando em ovos. Duas páginas. Aqui acaba meu limite para escrever. Observe eu não me importar.

Ela afiromu que o primeiro abuso ocorreu quando ela era muito pequena, a ponto de não conseguir sequer lembrar o rosto do abusador. Também disso que aconteceu muitas vezes, com muitas pessoas diferentes, inclusive o melhor amigo do seu pai ou o homem que iria casar com a sua avó ou um professor seu. Mas ninguém percebia. Em um lapso, ela disse uma frase péssima, mas PÉSSIMA mesmo: “Talvez eu tivesse que passar por tudo isso pra hoje eu chegar e dizer: ‘Eu quero lutar por elas”. Ah tá. Porque se você não tivesse sido abusada, não abraçaria a causa das crianças. Muito nobre. Isso não é ser boa pessoa, isso não é ajudar por bondade, é tentar reescrever a história, tentar se salvar através do outro. Vou além: a fundação dela ajuda um número bem reduzido de crianças se você comparar ao tanto de dinheiro que essa mulher tem. É só para ficar bem aos olhos da sociedade mesmo.

Esta senhora está louca de pedra. Os irmãos dela informaram à imprensa que ficaram sabendo dos supostos abusos sexuais pela TV, da mesma forma que o resto do mundo. Oi? Isso parece normal? Que fique claro que eu não tenho nada contra quem cria coragem e revela esse tipo de coisa, estou metendo o pau na forma como foi feito. Tudo falso, tudo teatral, tudo tentando se promover nas entrelinhas. Alô Beth Szafir, você é a ÚNICA que tem pulso suficiente para resgatar a Sasha dessa fodeção mental na qual a mãe a está afogando! Interdita a Xuxa judicialmente e cria essa menina, se não ela vai virar um Blanket nacional!

Falemos do gestual, da voz e da entonação. Certeza que ela está tomando algum remédio ou então está com sérios probleminhas de cabeça (mais do que o normal). O olho de peixe morto, as alterações no tom de voz, a fala arrastada, a mistura de riso com choro, a voz forçadamente infantil, tudo muito bizarro. Sério mesmo, Xuxa não tem amigos. Se não teve ninguém para sacudi-la e dizer “Marnemfodendo que esse vídeo vai ao ar” é prova cabal de que ela não tem amigos! E a Globo… o que dizer… até mesmo para o grau de filhadaputagem que se espera da Globo, essa foi demais da conta! Jogar em uma fogueira de merda assim sua maior estrela do passado em troca de audiência foi feio demais, até mesmo para a Globo.

O que me mata é ver a opinião pública batendo palmas para algo notoriamente bizarro e mentiroso. “Xuxa teve muita coragem” dizem as pessoas. ALOU? Todos os depoimentos bombásticos de Xuxa envolveram pessoas que não estão mais aqui para se defender: Senna, Michael Jackson, abusadores que supostamente já morreram (quem era adulto quando a Xuxa tinha menos de 13 anos hoje é presunto) e até mesmo sua mãe, que nunca percebeu nada, que hoje não sabe nem o próprio nome. NAONDE que isso é CORAGEM, meu povo? Coragem seria dizer isso nos cornos das pessoas quando elas estavam vivas! Aliás, coragem é assumir a verdade, não contar historinhas lindas e românticas permeadas por mentiras para se vitimizar.

Muito triste e muito tosco que as pessoas admirem e defendam esta mulher, com visíveis problemas mentais e psicológicos. Muito triste a falta de discernimento. Muito triste que uma suposta tragédia pessoal (que EU acho que é uma mentira fantasiosa como tantas outras) sirva de aval para a pessoa fazer o que quiser e, por mais bizarro que seja, receber aplausos. Mais ninguém consegue ver que essa mulher está pancada na cabeça? Vai precisar ela sair correndo de fraldas com uma panela na cabeça para tomarem uma atitude?

Para dizer que agora o processo vem, para dizer que você também não acreditou em uma palavra ou ainda para dizer que uma pessoa traumatizada com sexo só podia se dar bem é com um viado que não gostava muito da coisa: sally@desfavor.com

95 desfavores sobre “Desfavor da semana: Abusada.

eu,hem! 1 criatura q c prestou ao papel de incentivar a sexualização precoce das crianças, c akeles figurinos ridículos da época das pakitas, vem agora c 1 discurso desse? É fato q ela descaralhou d vez depois q foi largada pelo sr. Marlene Matos. A Sasha q trate d c proteger dela, pq c a doença mental não é contagiosa, certamente é contagiante!!!

Amigo da letra K, se ela de fato foi vítima de abuso, foda-se o que ela fez depois, nada tira ela da condição de vítima, uma coisa não “compensa” a outra. Não é essa a questão abordada no texto.

Na verdade estamos duvidando que ela tenha sido vítima de abuso porque TODO o discurso dela na entrevista foi afetado, falso, contraditório e excessivamente fantasioso.

Não Sally moro no interior do interior de SP ,não tenho orkut,nem facebook e eu detesto essa boiolice de scraps…

Sally e Thiago bárbaros em suas colocações.
Eu que já passei dos 30 acompanhei a ”grande carreira” dessa criatura.
Famosa depois de envolver-se com outro ser desprezível, Pelé, sim pq quem era Xuxa antes dele???
Seu grande amor Ayrton Senna curiosamente se envolveu com ela depois que o coleguinha de profissão dele ,Nelson Piquet insinuou com propriedade que o mesmo era gay, então nada como um romance com alguém conhecido nacionalmente e ensaiando uma fama internacional para limpar a barra.
Concordo em gênero, n° e grau, ninguém citado na entrevista está ”entre nós” para se defender, portanto…pode fantasiar a vontade
O ponto cume da entrevista pra mim é a paixão enlouquecedora que Michael Jackson teve por essa tia. Ah tá ,que se fosse verdade a boneca de cera de vozinha irritante não toparia e seria sua chance de tornar-se nem que por 15 minutinhos uma celebridade mundial.
Engraçado que ela esquece de citar que quis se envolver com John Kennedy Jr que traçava todas quando vivo e o mesmo deu de ombros a ela. Dava pra ela ter romanceado essa historia tb,já que John John também já não esta aqui pra desmenti-la.
Em relação aos ”abusos” sem comentários ,de verdade não acreditei em uma virgula. Incrível que só agora que ela esta no ostracismo e que a questão de pedofilia está em voga que ela levanta a bandeira,super conveniente para virar capa de Caras e outras porcarias adjacentes já que na casa dos 50 ela está longe de ser uma Demi Moore que mexe com o imaginário portanto… Capa de revista de celebridade só na base do sensacionalismo mesmo.
Julia Raquel

Sério mesmo, apesar do ridículo da frase, eu tenho que dizer: você quer ser minha amiga? Digo, amiga pessoal mesmo… sinto falta de gente com a sua cabeça no meu convívio. Adoraria ser sua amiga.

Fica carente assim não Sally; se quiser, me manda um scrap, que te adiciono no orkut.

Sem scrap, no add.

Você não conta, você já é meu amigo, apesar de nunca me mandar e-mails nem me visitar aqui no Rio.

Amigo desnaturado.

Vc não imagina como eu trato meus amigos no meio virtual. Não sou exatamente agradável. Isso funciona como filtro.

Já pessoalmetne sou agradabilissimo, pena que pra ir ao Rio, preciso de tempo e um colete a prova de balas do exército.

Tsc…vc acaba com a magia da coisa…rs

Mas estou com a Suellen, acho que vc tem hospedagem em cada estado que visitar.

Eu fico entre SP e RS.

Complicado se hospedar na casa de leitor do Desfavor sem conhecer. Vai que você entra no banheiro e tem um poster do José Mayer de Sunga…

O legal é a repercussão do lado dela agora.

“Eu não ME SINTO BEM FALANDO MAIS DESSE ASSUNTO. Espero que vocês entendam e aceitem minha decisão. Eu não quero mais falar. Eu queria ajudar crianças que passam ou passaram pelo que eu passei, que elas falem, denunciem, não fiquem se sentindo culpadas. ”

1- ‘Não quer mais falar sobre o assunto’, falar apenas no fantástico era o que estava no contrato decerto. Essa era a coragem de falar de um trauma pra ajudar os outros que vangloriaram?

2- Agora, AGORA! Depois de 30 anos ela resolveu abraçar com tudo a causa das crianças abusadas, coisa que ela não se importava até a semana passada.

3- Foda-se que aumentaram as denuncias de abusos. A globo com o poder que tem poderia fazer muito mais. Cada vez que uma bolsa ou sandalinha aparece na tela usada por uma global, tambem aumenta sua venda ou ligações pra Globo pra saber onde comprar. Qual o mérito disso?

E ainda tem gente defendendo a palhaçada toda dessa débil mental (com perdão aos débeis mentais…).

Concordo com absolutamente tudo! Pergunta feita “no susto” ela não quer responder, porque sabe que vai se contradizer. Só responde a pergunta com roteiro previamente aprovado e responsa planejada (merdamente planejada, mas tudo bem)

O mérito de alavancar denúncias sobre abuso infantil não é dela, é da Globo que armou esse circo todo. As crianças que foram abusadas nos últimos 30 anos FODA-SE, né? Se o motivo era tão nobre e importante, ela podia ter falado 30 anos antes e evitado milhares de abusos.

Eu não peguei a época do programa da Xuxa dos anos 80, só me lembro daquele ”Xuxa Park” (aquele que foi cancelado por causa do incêndio no estúdio, lembram?) e o tal do ”Mundo da Imaginação”. Engraçado é que o mais bacana desses programas eram os desenhos animados… O que me leva a uma questão: apresentadora de programa infantil serve mesmo pra alguma coisa? Quero dizer… Por que não apenas os desenhos…?

Ufa, pelo menos eu nunca tive nenhum produto dela. Eu estava muito ocupado jogando videogame naquela época… Aliás, qual era o videogame mais badalado na sua época, Sally? Na minha infância foi o Super Nintendo…

Dá licença, Tios?

CARALHO DE RABO! Vocês não tão entendendo que o texto não é para escarnecer de quem foi abusado e sim para DUVIDAR que a Xuxa tenha sido abusada porque ela falou uma penca de mentiras sem critérios uma após a outra?

Eu não acho que tenha sido golpe para conseguir mídia nem nada disso, acho que ela está doente mesmo e está perdendo a capacidade de diferenciar vida real da ficção da cabeça dela. Não é por mal, tá maluca mesmo.

Não descarto que ela não tenha feito por maldade ou com segundas intenções e sim por estar com muito probleminha de cabeça, mas… será que ninguém pensou em impedi-la?

Tudo bem que os familiares nem sabiam que ela ia dar esse depoimento, mas a Globo não pensou em impedi-la? Ou será que eles seriam tão canalhas em troca de audiência?

Eu sabia/esperava que esse fosse o desfavor da semana! :D

Essa animal da Xuxa fez isso pra voltar a mídia, já que nada que ela faz dá certo. Tipo, golpe de marketing ou sei lá eu o que.
Não vi a entrevista, mas nem de perto uma criança que tenha sido abusada cresce sem apresentar um único problema! Quando se atinge uma fase em que você cria discernimento e pensa por si, a coisa vem a tona. Impossível nunca revelar e não apresentar nenhum distúrbio na adolescência.
E outra, que famosa não tem essa história de que foi descoberta caminhando na rua, no shopping ou sabe-se lá onde?! É sempre assim…caminhar na rua virou sinônimo de transar com o cara influente pra conseguir um espacinho na mídia.

Mas, ao menos, o assunto abuso sexual se tornou um pouquinho mais comentado. Talvez isso traga algum benefício, ou caia no esquecimento como sempre acontece nesse país.

Talento, o grau de mentiras e devaneiros alheios à questão do abuso foram absurdos. Ela reescreveu a própria história! Dizer que terminou com Pelé porque ele era famoso é simplesmente absurdo, pois quando ela o conheceu ele já era famoso e ela ficou seis anos com ele assim. Esta senhora mostra confusão mental, incoerência e imaturidade. Acho que a doença degenerativa da mãe está começando a se manifestar nela também…

A melhor surpresa deste texto foi delimitar claramente nos comentários quem já foi e quem nunca foi ABUSADA SEXUALMENTE.

Fico muito feliz com o descontrole de alguns a ponto de passar sem querer um atestado de algo tão íntimo e tão dolorido para pessoas que gostam de cutucar as feridas alheias. Parabéns, um ato de coragem, viu?

Camila, adoro que você volte aqui UMA SEGUNDA VEZ para responder a uma estranha que nunca viu na vida. Muito obrigada por me dar tanta atenção, sua vida deve ser repleta se alegrias e bons relacionamentos para você dar tanta atenção a gente estranha que você supostamente despreza. Adoro conseguir incomodar com um simples texto. Obrigada por essa satisfação, continue voltando para responder sempre… sempre… sempre…

Sally, eu não li todos os comentários, então não sei a quais se refere. Mas sem dúvida não é preciso passar pela situação para ter empatia pelo sofrimento de outro ser humano. Porque na época que ela alega ter sido abusada, ela não era a Xuxa, era apenas uma criança. Eu trabalhei com crianças vítimas de abuso, conheço os padrões, trabalhei com mulheres que foram e ainda são vítimas desse tipo de violência (dentre outras) e todas são unicas. Não existe uma unica forma de lidar com o abuso. Não existe um padrão de comportamento esperado…

Mas o que é comum na maioria desses casos: a vítima ser desacreditada ou culpabilizada pelo abuso que sofreu.

Pamina, quando uma pessoa conta uma história com 100 fatos e 99 são mentira, é provável que aquele que sobra também seja. Quem mente de forma bizarra e escabrosa como ela fez FAZ POR MERECER uma presunção de mentirosa. Nossa descrença não é maldade nem trollagem, é mérito da própria Xuxa que contou trocentas histórias fantasiosas e notoriamente inverídicas.

Sim, eu tenho compaixão por pessoas abusadas, mas também tenho discernimento para desconfiar quando alguém mente. Não fique com peninha automaticamente só pelo fato da pessoa dizer que foi abusada, não seja inocente. Muita gente inventa coisas que não aconteceram para ganhar simpatia, pena e até mesmo mídia. Desconfiômetro, minha gente!

Tem gente que não evoluí nada, a ponto da mesma crítica poder ser repetida não por anos e sim por décadas!

Eu adorava a parte do ‘Xou’ onde ela mostrava aquela mesa de café da manhã, extremamente farta, e convidava 1 ou 2 crianças no meio das dezenas esfomeadas.

Ela falava sobre como era importante ter um café da manhã com bastante vitaminas e saudável.

Tenho certeza que isso ‘abria os olhos’ dos pais destas crianças pobres e inconsequentes que a viam pela TV, e eram displicentes com sua renda familiar e não tinham uma alimentação similar.

Diante das milhares de discussões das quais participamos nos últimos dias, ficou clara a existência de um “manual do abusado” cujas regras todo mundo determina e as utiliza como forma de julgar quem se declara vítima de uma determinada situação. São basicamente normas que você, amiga que já teve seu corpo violado, precisa saber e agir de acordo, caso o contrário o abuso que você sofreu não tem valor, nem importância alguma, ok? Se você não seguir ao pé da letra, imediatamente você deixa de ser vítima e passa a ser a culpada da história – afinal, você está infringindo as leis do Manual do Abusado – portanto, não venha choramingar.

Como percebemos que ainda não há uma versão escrita desse manual, resolvemos publicá-lo aqui para vocês, dessa forma tudo fica bem explicadinho e você não corre o risco de sair cometendo gafe por aí, né? Aqui vai então o Manual da Abusada, contendo as principais regras expostas pelos nossos queridos questionadores da legitimidade do discurso de uma mulher estuprada:

-Se você foi abusada, é proibido seguir a sua vida e ser feliz em qualquer instância.
-É proibido também ser bem sucedida, especialmente de uma forma que te traga visibilidade midiática.
-É estritamente proibido utilizar shorts e saias acima do joelho, blusas decotadas, justas, ou qualquer coisa que possa incitar tesão em um homem.
-É proibido apresentar-se nua.
-É absolutamente proibido usar essa nudez de forma lucrativa, tal como posar para uma revista masculina.
-No mesmo tópico das duas últimas regras, é proibido gravar filmes com cenas de nudez.
-Confira na distribuidora do Manual do Abuso mais próxima a você qual o prazo de validade para a sua denúncia, caso o contrário ele pode expirar e você acabar falando sobre o assunto muito tempo depois do que as outras pessoas acham apropriado.
-Ao tocar no tema, lembre-se de estar em um ambiente privado e com a atenção do mínimo de pessoas possível.
-Nunca, jamais, sob hipótese alguma faça sua denúncia em um meio de comunicação midiático, muito menos em horário nobre.
-Ao falar sobre o abuso, é proibido chorar.
-E, por fim, é proibido ser envolvida em outros contextos de abuso ao longo da sua vida.

Fique atenta ao Manual da Abusada, cara amiga que teve seu direito a decidir sobre próprio corpo brutalmente desrespeitado. O não cumprimento de suas regras leva a gravíssimas demonstrações de intolerância dos preconceituosos de plantão.

http://ativismodesofa.blogspot.com.br/2012/05/manual-da-abusada-1a-edicao.html

As razões das críticas aqui não tem fundamento em qualquer um desses itens. Sim, alguns deles foram citados, mas não como argumentos. O argumento é a incoerência de Xuxa e a forma doentia pela qual ela se expressou. Mas tudo bem, abusados são Intocáveis, sempre vai ter quem reclame quando a gente os questiona…

Como vc é simplista…

O foco não foi apenas no fato da declaração do abuso, e sim a forma que foi dito, o tom, as incoerencias de todo o discurso da Xuxa, que inviabilizam ou tiram a credibilidade de quase tudo o que falou, e de tabela até um pouco a revelação do abuso.

Quem conhece o passado de puta (é bom ser direto) da Xuxa, o que possibilitou a menina humilde se aproximar e conhecer gente famosa, somada a sua história de vida e o mundo encantado em que vive, duvida pelo menos de um ou mais pontos do discurso no fantástico.

Mas isso é coisa pra quem pensa, e não pra quem rebate um ponto de vista visto num blog com o de outro blog.

O foco do texto NÃO FOI o abuso. Tanto que no meu texto eu deixei bem claro que EU, SALLY, PESSOALMENTE ACHO que ela não foi abusada porra nenhuma, mas é apenas uma opinião pessoal.

O foco é que essa mulher é uma doente mental e sempre fez desfavor com suas declarações e nesse caso fez um circo com inúmeras mentiras (as críticas foram muito além do abuso) envolvendo pessoas que não estão aqui para se defender e dando péssimo exemplo. Quero ver se fosse uma pessoa mais socialmente rejeitada dizendo que estava correndo atrás do Senna quando ele estava comprometido se os puritanos de plantão não iam meter o pau! Mas na Xuxa não, porque ela foi abusada. A pessoa abusada pode assediar homem comprometido e depois falar em rede nacional, inclusive para a Galisteu saber. A pessoa abusada pode tudo.

Brigar para defender a Xuxa é muita falta de ambição. Não gaste sua energia com essa mulher, ela está totalmente desconectada da realidade. Não duvido nada que nem ao menos seja maldade, deve ser delírio mesmo. Ela me parece em um claro surto psicótico.

Pamina, não é pessoal. Nunca é.

Além do mais como não foi um pensamento seu, quem deve se sentir ofendida é quem escreveu no link que publicou.

Aos doze anos, eu e a galerinha da escola já circulávamos clandestinamente as revistas de mulé pelada. A Xuxa era figurinha fácil, estava em todas. Acho que só a Nana Gouvêia apareceu mais vezes com os peitos de fora. Que eu me lembre, ninguém ficou traumatizado, mas todo mundo ficou com o bracinho mais musculoso. Era uma mocinha gostosa, bochechuda e com um nariz meio estranho. O Pelé contou que foi numa festa e se interessou pela Luiza Brunet, mas quem deu mole pra ele foi a Xuxa, aí rolou. O papel dela em “Amor estranho amor” foi totalmente pertinente. Ninguém implicou com o Reginaldo Farias por ter feito “A menina do lado”, em que ele, adulto, se envolvia com uma adolescente (a atriz tinha 14 anos e era virgem). Outros tempos… Hoje em dia, Nabokov seria preso. Xuxa ganhou um bocado de espaço na mídia e aí inventaram o Xou da Xuxa. Ela inicialmente era desajeitada, estúpida com as crianças. Depois a Marlene deu um polimento nela (com trocadilho).

Eu vejo um ranço de vadia na Xuxa, que ela tenta desesperadamente disfarçar com frases Ursinhos Carinhosos e uma personagem inventada. O problema é que depois de tanto tempo mentindo a criatura parece ter surtado e criado uma confusão mental qualquer, parece uma bipolar retardada com o medicamento errado.

Porra, Sally, tu assistiu essa merda aqui em casa. Falaste tudo q eu e minha esposa estavamos comentando na hora. Naquela parte q ela ficou cheirando o Senna, ateh comentei q ela deu uma mijadinhas nos cantos do aviao dele p marcar territorio.
E aquela parte que ela comecou a cantar aquelas merdas de musicas dela dando duplo sentido as letras e rindo que nem uma retardada!??
E o pior q acabou de passar uma chamada do Fantastico agora e ele vao continuar com essa merda.
Mas o melhor comentario sobre a entrevista foi o da Narcisa Tamborindeguy: “depois eu que sou a louca”

Procurei (mais ou menos) pela internete a entrevista que o o Sr. Pelé deu à Playboy há muitos anos atras.
Eu li essa entrevista.
Eu me lembro.
Ele peregrinou pelos fotografos recolhendo os negativos das fotos da Xuxa. Juntou uma mala e entregou pra ela.
Isso foi na epoca que ela resolveu fazeer programa infantil (não confundir com programas infantis e nem com programas para enfantes, e muito menos programas com enfantes)
Tinha uma porrada de coisa.
Umas, por eu nao ter absoluta certeza da lembrança, eu guardo pra mim.
Mas, se alguem achar a tal entrevista com o Sr. Entende?, compartilha aqui.

Sally, você psicografou a minha mente! Exatamente o que eu penso sobre a Xuxa você escreveu aí, faltou apenas lançar a seguinte questão:

Xuxa por longos anos erotizou uma geração, tinha uma abertura do programa dela na qual ela esfregava as partes nas fuças de umas crianças, era bizarro demais. Como o Somir falou, o filme é só um mero detalhe na questão, o comportamento dela por anos e anos incentivou a erotização infantil, muito mais e muito antes do que as reboladeiras do Axé.

Como vítima de abuso, por todo este tempo, ela jamais cogitou a hipótese de que estava erotizando crianças?

Ela nunca imaginou que rebolar na TV de microshort num programa PARA CRIANÇAS poderia surtir algum efeito negativo na questão da erotização precoce?

Enfim, é um achismo só, mas é uma pergunta que me fiz e até agora não consigo saber se estou sendo só maldosa, ou se realmente procede.

Abraços.

Eu acho que uma pessoa que foi abusada sistematicamente não conseguiria trabalhar na base dessa erotização como ela fez. Geralmente as pessoas ficam com uma trava, um pudor, um bloqueio ou algo mal resolvido a esse respeito, ainda mais quando o abuso sexual não é pontual, é uma contante na vida da criança.

Acho que se ela realmente tivesse sido abusada, ficariam marcas que a impediriam de fazer todas as coisas apelativas que fez na sua carreira. Normalmente pessoas abusadas não jogam com a sedução e com o corpo de uma forma tão vulgar. Muito pelo contrário, não raro engordam ou se deixam embarangar porque para elas, ser sexy e atraente é um “risco”, fica o medo de que se for sexy o abuso pode se repetir. É uma simplificação grosseira, porque eu não sou psicóloga e isso aqui é papo de mesa de bar, mas todo o histórico da Xuxa me parece incompatível com esse passado de 13 anos de abuso sexual.

Não sei o q vcs fazem nessa mesa de bar, pq simplificação grosseira é piada! Esses “sintomas” q vc e sua mesa julgam ser “comuns” são os mais absurdos que já ouvi! Embarangar!!!? Travar?!! Não é atoa que VC CONSIDERA as vítimas de abuso sexual como intocáveis.
Ok, dá quase pra ver vc espumando de raiva pq amava o Xou da Xuxa, mas não deixe esses sentimentos mimimi te cegarem! Tudo bem se vc não gosta do que ela falou, ou como, ou quando, whatever! Ignorar as consequências de uma agressão sexual tb é comum, mas não venha com essas generalizações paleolíticas e preconceituosas.

Finalmente alguém falou da parte do Senna, estava todo mundo preso ao abuso sexual e não vi ninguém comentando sobre isso . Eu assisti ao vídeo de tanto ouvir falar e essa foi a parte que mais me chamou a atenção . Oi? Ela o viu numa revista, comentou com alguém que gostou dele e poucos dias depois ele manda um avião buscá-la ?? Ela de fato me parece doente mental, concordo plenamente com vc Sally. Claro que sabemos que o vídeo foi editado e cheio de orientações ( muito mal dadas por sinal ) mas ela passa uma perturbação, uma coisa esquisita. Quanto a parte das pessoas falarem que ela foi abusada mas fez um filme sensualizando com um menor nem preciso comentar mais nada porque o Somir já falou tudo : é no mínimo ridículo fazerem essa associação, os pais do menino que deviam tê-lo poupado disso. E de fato como o Somir disse não creio que isso tenha causado tanto trauma assim em um menino de 12 anos.

Claudia, é ISSO que me assusta: esse vídeo não foi ao vivo, ou seja, foi feito, refeito, editado, dirigido e AINDA ASSIM ficou falso e ela pagou de demente. Imagina como será ao natural???

Não acreditei em Porra nenhuma do que essa tosca disse nesse vídeo. Muito teatral, muito forçado. Traços de alguem que tem sérios problemas mentasi, beirando a esquizofrenia.
Fui falar isso pruns colegas meu na Universidade, só faltaram me crucificar pelo fato dela ter sido abusada.

Como dizem, o povo suiço não pensa, não gosta de pensar e ataca quem pensa.

Exatamente, Caio. A pessoa pode estar com uma panela virada de cabeça para baixo encaixada na cabeça como se fosse um chapéu enfiando uma casquinha na testa que se falar que foi abusada todo mundo se pela de medo de contrariar.

Quando quiserem conseguir algum benefício social digam que foram abusados!

Eu juro que quando vi essa entrevista no Youtoba me lembrei na hora da Sally…principalmente na parte da véspera da morte do Senna. Esse povo brasileiro merece se fuder mermo, por ser tão babaca de engolir ladainhas desse tipo.

Apelos emocionais funcionam tremendamente bem aqui na Suíça

É muita coincidência, né? NA VÉSPERA ela decidiu finalmente dizer o quanto o amava e lutar pelo seu amor, daí o cara morre no dia seguinte. QUE ROMANTICO! QUE VEROSSIMIL

Quando vi a Xuxa na tv parei tudo que tava fazendo pra ver a merda da vez. Achei tudo que ela falou muito estranho, com destaque pra voz dela. Foi um exercício de paciência ouvir ela falando…

Xuxa está doente da cabeça. Nunca foi normal, mas a idade acentua essas coisas. Se ela não procurar ajuda e não se medicar urgentemente vai acabar muito mal e humilhada. Tipo uma Susana Vieira retardada.

Estranho que ninguém da família saiba e mais estranho ainda que ela espere o crime não ser mais punível para falar… BELO EXEMPLO

Sally,

Taí um detalhe super-evidente q infelizmente não reparei: TODOS os quais ela incluiu em suas revelações bombásticas estão mortos e/ou não tem a menor condição de desmentir(a mãe sofre de Alzheimer ou algo parecido?), o q me parece muito estranho… Confesso q qdo vi a parte do abuso q ela teria sofrido, fiquei indignada mesmo, pq não suporto injustiças, ainda mais contra crianças inocentes(embora nos outros trechos, algo me dizia q eram fantasiosos demais para serem verdade)

O problema é que quando a pessoa mente pra caralho de forma sem noção, descontrolada e ridícula, a tendência é presumir que TUDO que ela fala é mentira, ou no mínimo um grande exagero…

fico me imaginando no lugar dessas pessoas que, seja por alzheimer, seja por ja comer o capim pela raiz, jamais poderao se defender, ate porque chico xavier nao esta mais por aqui hahaha…

Falando serio, envolver pessoas mortas nesse delirio, maculando sua memoria, eh o cumulo. Os familiares deveriam coloca-la no pau (com trocadilho) nao por grana, mas pelo prazer de te-la em juizo obrigada a defender sua versao dos fatos e ve-la cair rapidamente em contradicoes…

Pois é, essas pessoas que ela acusou estão mortas, mas todas tem filhos, esposas, netos e outros parentes. Esses infelizes estão sendo obrigados e ver o nome de um ente querido coberto de merda sem chance de se defender. Tem que processar CRIMINALMENTE a Xuxa, para mostrar que não quer dinheiro e sim justiça. No mundo dela, ela sempre teve a possibilidade de falar o que queria sem consequências, agora está na hora de trazer ela para o mundo real.

Acusar pessoas de cometer crimes em rede nacional tem consequências.

Sally, vc respondeu ao seu próprio texto? oi?? rsrs

A revolta é tanta que não coube em duas paginas? Bom, excelentes textos, como sempre. Gostei mais do da Sally. “Tirando a casca da ferida com um puxão so e depois derramando alcool!” rsrs

Quando eu vi a chamada para a entrevista, a primeira coisa que eu pensei é “tem alguma coisa estranha ai”. Afinal de contas, quem acorda em um domingo e pensa ” Ok, vou revelar meus traumas de infancia em rede nacional hoje”

Forçado é a palavra. Tentou nos emocionar, mas fail… tenho vergonha em um dia ter gostado do programa dela. Tinha percebido alguns furos na história dela, mas eu acho que a Sally provou que praticamente NADA daquele “depoimento” era verdade. Fico surpreso em ver alguem chegar e mentir tanto em tão pouco tempo em rede nacional. Só no Brasil mesmo…

Na verdade eu escrevi um complemento a um ponto de vista do Somir, ainda não estou tão surtada a ponto de responder a mim mesma… AINDA

Não tenha vergonha de ter gostado do programa dela. Eu também gostei. Crianças não tem discernimento, sem contar que os anos 80 foram “os anos toscos”, uma loira de micro-short rebolando de botas era bacana na época…

Quando fiquei um pouco maior, passei a preferir a Angélica (adorava a novelinha dela, Caça-Talentos). :~~

Eu gostava da Angélica na fase hardcore, quando ela namorada o Maurício Mattar drogadão. Essa fase lucianohuckizada tá chata.

Só por dizer q Michael Jackson, que podia ser um doido de pedra enquanto pessoa, de repente resolveu que queria casar com uma nobody feito a Xuxa, dá pra imaginar o grau de perturbação dessa senhora…Duvido que ele tenha ouvido falar dela, e se ouviu por causa da tentativa ridicula dela de lançar carreira no exterior, foi só pra tomar conhecimento q essa senhora existia…. (e só pra dizer, MJ podia ser um fudido enquanto ser humano, mas cantava pra caralho, se é q opinião de musicista conta pra isso) To só aqui imaginando agora se o Pelé que também não é flor q se cheire, vai se manifestar sobre a versão fantasiosa dela sobre o relacionamento deles, se fosse eu, metia o sarrafo…

Lilith, talvez você possa me explicar porque MJ cantava bem quando era novo mas a medida que foi embranquecendo foi perdendo a voz e morreu cantando quase nada. Seria culpa dos remédios que ele tomava? Era porque estava com a saúde debilitada?

Conhecer os dois se conheceram sim, mas não quer dizer que ela tenha de fato recebido a proposta, e mesmo que tenha recebido, isso não a torna especial, porque Michael tentou casar com tudo quanto era sapata fêmea semi-famosa e foi rejeitado por meio mundo, tendo que se conformar com a filha do Elvis, sendo que até ela se arrependeu depois… Ser objeto de acordo de casamento com MJ é demérito, mas a Xuxa não podia perder a chance de dizer como ela é nobre e só casa por amor!

Ele continuou cantando bem até mto tempo depois, há de se levar em conta q a voz dele naturalmente mudou durante a adolescencia e já não tinha o mesmo alcance para tons mais altos de quando ele era criança… Não conheço direito os trabalhos mais recentes dele pra dizer como andava ultimamente, mas ele já tava tão chapado de tanta porcaria e com a saúde debilitada q fudeu de vez, isso realmente tem grande influencia. Acho q ele nem sabia o que tava fazendo em boa parte do tempo, vide pendurar o coitado do filho pela janela….

Eu já li que os remédios para embranquecer que ele tomava afetaram a voz dele. Até a fase Bad, quando ele ainda era marrom-bombom ele cantava, daí para frente começou a ficar cagado. No último CD dele, Invincible, parecia a Xuxa cantando. Não só a qualidade da voz ficou ruim como ele também perdeu a afinação. Talvez seja mesmo por nunca estar sóbrio…

Uma pergunta: porque quem acha que uma criança de 12 anos não deve ser exposta à sexualidade nesta idade não critica OS PAIS do menino, quem autorizaram que ele fizesse esse filme, ou a porra do autor ou roteirista, que escreveram essa merda? Como o Somir bem disse, criticar a Xuxa por isso é ridículo. A crítica para a Xuxa, no que diz respeito ao filme, é tentar censurá-lo!

E por falar em erotização precoce, Xuxa pode não ter estuprado ninguém, mas porra, promoveu a erotização precoce (que pode ser muito prejudicial) de várias gerações! De vítima essa mulher não tem NADA. Duvido muito que uma pessoa com esse histórico de escolhas infelizes sobre o assunto tenha sofrido abuso, mas olha, DUVIDO MUITO!

se for verdade essa história, vc acha que a Xuxa foi apenas bolinada ou sofreu um estupro no trinömio perfeito (boca, bumbum e xoxota) ?

Eu acho que no máximo ela levou uma dedada “spider-man”e está dramatizando, mas se for verdade, como foram várias pessoas várias vezes, acho que foi pacote completo.

Responder

Não precisa preencher nada além do comentário. Seu e-mail não vai ser publicado.
Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>