Desfavor da semana: Clique aqui.

A polícia identificou os suspeitos de terem roubado fotos íntimas do computador da atriz Carolina Dieckmann e que foram postadas na internet. A atriz teve o computador hackeado por meio de um spam que chegou no seu e-mail e permitiu a instalação de um programa capaz de copiar os arquivos do computador. FONTE

Seja inconsequente e burro à vontade. O sistema judiciário está aí para te premiar por isso! Desfavor da semana.

SOMIR

Segundo especialistas (meus neurônios), são necessários três elementos para que roubem e exibam suas fotos íntimas armazenadas em seu computador.

  1. Ter esse tipo de foto no computador;
  2. Não mover uma palha para protegê-las;
  3. A ação de uma pessoa mal intencionada.

Sem o primeiro, já resolvemos de vez todos os eventuais riscos de exposição indesejada. Apesar de achar uma escolha perigosa e não recomendar a ninguém que se deixe arquivos do tipo no seu computador pessoal, até concedo o ponto que é sacanagem dizer que a única forma de se proteger é não fazer. Esse tipo de argumentação “católica” jamais pode ser alternativa solitária.

Até porque entra no conceito de liberdade pessoal. Todo mundo tem o direito de fotografar até o cu piscando e guardar a imagem de forma privativa. Isso não se discute. O que eu defendo aqui é que ações como essa geram consequências. Lide com essa possibilidade.

O que nos leva ao segundo elemento: A proteção desses arquivos. Tudo bem que o usuário médio da internet nem sonha com a possibilidade de criptografar arquivos em volumes escondidos, mas não precisa ser gênio da informática hoje em dia para entender que estar online é uma via de mão dupla. Para abrir seu Facebook e despejar sua mediocridade goela abaixo de outros seres humanos, sua máquina precisa enviar informações e arquivos pela rede.

Se o arquivo que você não quer que seja visto por terceiros sem autorização está facilmente acessível no computador que você usa para acessar a internet, você está assumindo um risco. Um pen-drive custa mixaria hoje em dia. É só salvar num deles e esconder. Precisa ser “ráqui” para fazer isso?

Claro, é complicado “furtar” um arquivo do computador alheio pela internet. Claro, quem faz isso não entrou na sua máquina para ver se seu antivírus estava em dia… Mas essa parte, a da pessoa mal intencionada, depende cada vez mais do analfabetismo virtual da vítima do que de grandes conhecimentos do bandido.

Chatolina, loira falsa só da cintura para baixo, seguiu um caminho clássico de burrice virtual. Abriu um spam, clicou num link fornecido por um spam, entrou no site e baixou uma porra de um programa… de um link… de um spam. Aposto que muita criança hoje em dia não faria essa besteira. Numa comparação mais realista: Se uma pessoa entra num beco escuro seguindo meia dúzia de elementos suspeitos, isso não torna um possível assalto menos crime, mas… porra… o que caralhos a pessoa estava pensando?

Não podemos tratar os que roubaram as fotos como inocentes, mas é muito importante para as práticas de segurança na grande rede que uma pessoa fazendo algo cretino como Chatolina não receba uma indenização por isso. Prende quem roubou os arquivos, puna o crime. Mas não recompense a estupidez!

Gozando da simpatia da maioria analfabeta digital (como se funcional não fosse o bastante…), ela agora posa de vítima completa da situação, como se não tivesse sido responsável por mais do que dois terços da tríade da exposição virtual indesejada. Baixar o programa que permite acesso aos arquivos conta quase como cumplicidade pela cópia deles. Foi muito feio começar acusando o pessoal da manutenção técnica. Devem ter visto as fotos, é claro, mas foram heróis ao não divulgar ao mundo. Ninguém fez questão de dar destaque para isso depois que foi comprovada a cagada DELA na história.

Ninguém mandou tirar as fotos e guardá-las dessa forma ineficiente. Ninguém mandou baixar arquivo de email de spam (sério, precisa de meio segundo para perceber as fraudes na maioria das vezes… esse tipo de “criminoso” costuma ser semi-analfabeto e quase tão burro quanto seu público-alvo…).

Não dá para ficar tratando esse tipo de caso como se fosse igual a alguém arrombando a porta da sua casa e roubando algo de um cofre. Se não incentivarmos as pessoas a PRESTAR ATENÇÃO NAS MERDAS QUE CLICAM, vamos continuar com uma indústria de fraudes extremamente lucrativa como temos atualmente. Povo adora digitar senha de bando quando e-mail falso pede… Os bancos não revelam para não assustar, mas acontece DIRETO. Eles tacam nos prejuízos e ganham desconto nos impostos (como é bom ser banco…).

Os sistemas do banco em si são excelentes, assim como boa parte das proteções que seu computador costuma ter contra invasões. O ponto fraco é o usuário, que baixa o que não deve e passa senha de banco porque uma mensagem de remetente desconhecido pede na sua caixa de emails…

Se você desse seu cartão e senha para um desconhecido na rua, te surpreenderia que sua conta aparecesse vazia no dia seguinte? Se a Justiça ficar limpando a bunda de gente inconsequente o tempo todo, vai faltar dinheiro no país para pagar indenização. Quer fazer legislação para tipificar direito os crimes virtuais? Bacana. Mas façam o favor de entender com o que diabos vocês estão lidando.

E só para não perder a oportunidade: Pena do marido dela. Se essas são as fotos que ela manda para ele, deve dar de perna cruzada. Só não digo que parecem fotos de uma armação para aparecer porque ela poderia ter cobrado para mostrar o rabo e ter resultados parecidos (embora menos dramáticos).

Para mandar sua opinião em tempo real e descobrir quem visualizou suas fotos no Facebook, baixe este arquivo: somirraquer.exe

SALLY

Se alguém me perguntar qual é o principal problema do Judiciário brasileiro, talvez eu não responda a corrupção, a lentidão ou qualquer outro problema mais notório. Acho que eu responderia que o principal problema do Judiciário brasileiro é RECOMPENSAR ATITUDES ERRADAS.

Ao contrário que a própria Carolina Miss Antipatia tentou fazer parecer, não foram os coitados que fizeram a manutenção do seu computador os responsáveis por divulgar seu corpinho de lagartixa amarela pelada. A responsável foi a prórpia Carolina, que preencheu um cadastro falso, revelando sua senha. Além de ter sido burra o bastante para preencher um cadastro falso e revelar sua senha, ela ainda foi descuidada o bastante para usar a mesma senha para tudo. Para culminar, deixou fotos suas nua no seu computador pessoal, um notebook.

A imprensa, filha da puta e sem compromisso com a verdade, como sempre, usou manchete de jornal para incriminar os infelizes que faziam a manutenção do computador dela e usou uma notinha para informar que na verdade eles eram inocentes e a imbecilidade de Carolina é que causou o vazamento das fotos. Tudo bem, a imprensa não falou, mas a gente quer dar destaque a isso: OS INFELIZES QUE FAZIAM A MANUTENÇÃO DO COMPUTADOR DELA SÃO INOCENTES, OK?

Daí Carolina deu uma entrevista lastimável ao Jornal Nacional. Ela é mais falsa que uma nota de três, não convence nem sofrendo. DRAMA! Frases como “Vou poder voltar a viver, minha vida estava um suspenso” (quem diz isso é mão cuja polícia encontra o filho sequestrado), “É uma sensação de faca no peito” (logo se vê que ninguém nunca efetivamente colocou um faca no peito dela, porque eu já passei por isso e garanto que é bem diferente) e “o mais louco é que eu não fiz nada de errado”. Errado? Não, não é errado tirar fotos suas nuas, mas a partir do momento em que você deixa elas em um notebook, SABE QUE CORRE RISCO.

Ainda me lembro de uma decisão judicial que li faz muito tempo, salvo engano quando cursava a faculdade: um processo pedindo danos morais porque uma pessoa leu supostos dados confidenciais transmitidos via fax. Na decisão, os Desembargadores quase que tripudiavam do autor da ação dizendo que quem quer privacidade não passa as informações por FUCKIN’ FAX, porque o risco a que outras pessoas tenham acesso é real, notório e inevitável. Claro que isso faz tempo, eram os bons tempos em que o Judiciário não se pelava de medo do clamor social. RISCO REAL, NOTÓRIO E INEVITÁVEL.

O fato é que eu acredito que o mesmo deve valer para informações contidas no computador. Quer que seja segredo? Salva em um pendrive, em um CD, no caralho a quatro e tranca numa gaveta, porque é NOTÓRIO e INEVITÁVEL que não existe uma forma 100% eficiente de impedir que terceiros tenham acesso a estas informações. Ainda mais quando você é uma anta que clica em um “veja as fotos na nossa festa” da vida. Nada secreto deve ser dito ou feito via e-mail, msn ou deve permanecer no seu computador. Quantas humilhações mais serão necessárias para as pessoas se tocarem disso? Porra! Pessoas entram no site do FBI, da CIA… não vão entrar no seu computadorzinho de merda?

Sabe o que vai acontecer se o Judiciário continuar recompensando a imbecilidade alheia com indenização? Vai virar indústria. Vai ter fulaninha deixando vazar fotos dela mesma pelada só para pedir indenização e fazer pé de meia. Vai ser o novo “estou grávida, preciso de dinheiro para fazer aborto” contra ex-namorado: posta as próprias fotos em um domínio na puta que pariu e depois acusa o ex e toma dinheiro. Anota aí: essa merda vai virar uma indústria. Indenização serve como compensação contra coisas escrotas que aconteceram SEM CULPA da vítima, como por exemplo achar um rato dentro do seu pão de forma ou um bueiro explodir no seu pé enquanto você anda pela rua.

Claro que seria necessária muita coragem para decidir desse jeito, coisa que já sabemos não ser o forte do Judiciário brasileiro, que vem se curvando ao politicamente correto cada vez mais vergonhosamente. Infelizmente a coisa vai ter que chegar a um ponto insustentável de censura para que façam o retorno e tomem o caminho correto. Uma pena. Uma pena também que Carolina não tenha o bom senso de pensar “Dei mole. Mas vou aproveitar este fato de grande repercussão e acabar com minha fama milenar de escrota e antipática e agir de forma madura, admitindo meu erro”. Não! Vai chorar e fazer DRAMA no Jornal Nacional, pedindo por justiça. Tem dó. É como deixar o carro ligado, porta aberta, com a chave na ignição e depois fazer um escarcéu porque roubaram seu carro!

Um detalhe: é o caralho que isso tudo aconteceu porque ela é famosa. Eu DU-VI-DO que se fosse com outra celebridade querida, de bem com a vida, simpática que não destrata e não humilha ninguém as coisas fossem assim. Claro, as fotos teriam vazado, mas o massacre da opinião pública espezinhando seria bem diferente. Vaza fotos da Ivete pelada para você ver. Duvido que cheguem mais de dez e-mails na minha caixa de entrada com títulos como “bem feito essa escrota se fodeu” ou “olha a lei do retorno aí”. Duvido que hacker bote foto da Ivete pelada em site do Governo, muito pelo contrário, hacker diria “sacanagem com a Veveta!”e TIRARIA as fotos.

Carolina está colhendo a merda que plantou por ser uma escrota. Ela culpa a imprensa, diz que a imprensa criou essa fama para ela, mas quem convive com a moça sabe que ela pediu para ser escrota no vale do eco! Apesar de que, ultimamente, ela tem se esforçado para tentar ser simpática (e não colou, como se pode ver) porque não estava sendo chamada nem para anunciar supositório, mas são anos de maus tratos e arrogância, isso não se apaga de uma hora para a outra. Nesse ponto bato palmas para o Tonho da Lua (sim, esse é o nome dele para mim), que vira e mexe dava umas patadas nela em público (o pessoal do Fashion Mall sabe). Além de dar cotovelada em criança carente ainda fazia grosseria com a Carolina Dieckmann… estou quase gostando dele!

As fotos vão continuar circulando. Medida judicial para querer impedir isso é mais inútil do que cinzeiro em moto. Ridículo. É entrar para perder. Vexame pedir que o Judiciário limpe a sua bunda toda cagada. Quando a merda é sua, quando a merda aconteceu por desídia, por descuido, por desleixo, é vexame recorrer ao Judiciário para que ele atue de forma paternalista. Só para vocês terem uma ideia de como essas fotos nunca serão eliminadas, os camelôs aqui do Rio salvaram as fotos e todos os dias imprimem, encadernam e vendem estas fotos em diversos pontos da cidade. Uma espécie de revista caseira. Vai combater isso como? Vai colocar o efetivo policial que está na rua (supostamente) para prender bandido atrás de camelô para reguardar a buceta com pêlo preto da Carolina? ME POUPE!

Mas dessa história toda, o que me dá mais raiva é ela posando de boa mãe, dizendo que ponderou o que era melhor, uma mãe que cede a chantagem ou uma mãe pelada. Minha Filha, o melhor é uma mãe COM CÉREBRO que não corre esse risco de manter fotos pelada no computador quado tem um filho adolescente e outro criança! Se ela fosse uma boa mãe não teria assumido esse risco. Ela diz que seu filho está orgulhoso dela. Sei. “Mó orgulho da minha mãe, além dela ser burra de não reconhecer um cadastro falso e sair dando a senha ela ainda é idiota de deixar foto pelada em um notebook”. Vai ver o filho herdou o QI dela.

OBS: É o caralho que essas fotos poser eram para o marido. Isso não é pornografia para homem, é porno-vaidade.

Para pedir que eu compre as fotos impressas de um camelô e te mande, para dizer que as mesmas pessoas que você encontra quando está subindo são as que você encontra quando está descendo ou para, pela milésima vez, afirmar que minhas críticas se baseiam em inveja: sally@desfavor.com

36 respostas a Desfavor da semana: Clique aqui.

  • Jany disse:

    kkkkk.

  • Mary-RJ disse:

    ” (…) pediu pra ser escrota no vale do eco! ” – SALLY
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Sensacional…
    #meacabo

  • Lichia disse:

    Acabei de voltar de uma festinha infantil e o pai fez um discurso pós parabéns. “deixo meu recado a vcs crianças: tenham temor à Deus…”

    Juro que imaginei Gezuiz Godzila aparecendo e destruindo a festa.

  • Hugozissimo disse:

    Poxa, eu tenho várias fotos e videos na internet sensualizando e ninguem divulga.

    (Tristeza…)

  • W.O.J. disse:

    Mudando de assunto: Já viram isto? http://www.cleycianne.com/2012/05/o-xaropinho-virou-crente-gente.html

    Ah, e os comentários e o próprio blog onde esse negócio foi postado também “valem uma visita”…

    • Sally disse:

      Tem até comentário EM ENGLÊS, olha que gente culta…

    • Paulo disse:

      Esse blog é muito engraçado, eu ia perguntar à Sally se ela conhecia. Ela tem uma expressão que cairá no gosto da nossa argentina favorita: bullying corretivo.

    • Thaisa disse:

      Eu adoro esse blog, é pura ironização desses crentes recém “batizados”… E tem pessoas que comentam levando a sério o que está escrito.

  • Marciel disse:

    Sally, a piada é velha, mas sobre um fato real: “um bom advogado conhece a lei, o melhor advogado conhece o juiz”. Pior é o que veio a roldão disso. Basta entrar numa área privada com a senha de outra para ser criminalizado.

  • Suellen disse:

    Uma vez, dez anos atras, duvidei de uma amiga minha analista de sistemas dessa facilidade de invasao. Ai na minha frente ela invadiu uma dezena de computadores. Vimos fotos de viagens, senhas de banco guardadas em arquivos word, minutas de acoes de divorcio, declaracoes de IR, etc, etc. No ultimo, ela ficou tao puta com o acervo pornografico do c
    idadao que deixou uma das fotos mais bizarras (mulher chupando pau de um cavalo) na tela do computador.

    Ela fez isso pescando IPs em ambiente DOS. Fico pensando se ainda ha essas facilidades…ainda tem?

  • Talento disse:

    Sally, tu usava uma frase que eu adoro, e acho que se encaixa no fato:

    “Passarinho que come pedra sabe o cu que tem.”

    Sim, ainda acho que se vai ter foto pelada pode ter merda jogada no ventilador depois. Pen drives e cds se perdem. Pior ainda pra quem tem um pouco de fama, afinal o interesse e o alcances no são maiores. Já uma zé ninguém com fotos nua no pc é diferente [tipo, quem vai querer hackear? Teria tanta repercussão assim? Vai servir só de vingancinha de alguém].
    Enfim, se tem foto nua corre o risco sim de alguém descobrir e depois você se deparar com suas fotos na internet.

  • Daniela B. disse:

    p.s. 1: Sally, li isso e lembrei de você: “No dia em que os homens souberem quanto custa uma lingerie de grife eles pensariam duas vezes antes de tirá-la rasgando durante as preliminares” (se bobear foi tu mesma que escreveu, haha) Post completo: http://bobagento.com/glorinha-kalil-escreve-livro-sobre-etiqueta-sexual/

    p.s. 2: hoje estava eu, bemlinda (sic) pelo Centro de Curitiba, eis que percebo uma algazarra, trio elétrico, caos generalizado. Era a “Marcha Para Jesus”. PUTA. QUE. ME. PARIU. Eu estava a pé, e sequer conseguia ATRAVESSAR A RUA direito, tinha que passar pelo meio da multidão. Tentei fazer a cara mais emburrada e “Vão se foderem” possível. Se eu soubesse (ouvi as muié do salão que eu fui ontem comentando, mas não prestei atenção), tinha pintado uma camiseta, nem que fosse com canetinha, escrito “I <3 Satan" pra passar lá no meio, HAHAHAHAHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Arquivos

Colunas