Des Portes: A fada dos dentes.

Por muitas décadas o sonho das crianças brasileiras era ser jogador de futebol. Era assim que se traduzia a falta de ambição deste povo. Uma “carreira”, que de carreira não tem nada, está mais para status social, onde não se precisa estudar, nem ser inteligente mas se pode enriquecer de uma hora para a outra e aliar dinheiro à fama e todas as consequências que advém disto: carrões, mulheres e etc. Porém, de uns tempos para cá percebi uma pequena variação. O sonho tosco de ser jogador de futebol e subir na vida sem esforço encontrou um companheiro que, podemos dizer, está até deixando o futebol em segundo plano: lutador de MMA.

Para quem não sabe, MMA significa Mixed Martial Arts, em português, Artes Marciais Misturadas. São lutadores que lutam um pouco de tudo: jiu-jitsu, capoeira, boxe e etc. Pegaram aquele antigo campeonato chamado UFC (Ultimate Fighting Championchip) e deram uma lucianohuckizada nele. O que antes era uma honesta e bacana rinha humana, uma versão moderna dos gladiadores, hoje é um show comercial cheio de frescura e glamour. Praticamente um São Paulo Fashion Week, só que com porrada. Mas porrada limitada, porque apesar de ser conhecido como “vale-tudo”, não vale tudo. O UFC é disputado por lutadores de MMA, que começaram a ser vistos como ídolos.

Com este toque comercial que deram ao UFC, tornar-se lutador de MMA virou o novo sonho de consumo das pequenas cabeças não pensantes. Os lutadores de MMA são os novos super heróis. Em parte eu cheguei a ficar feliz, pois apesar da pancadaria, achava que eles representavam uma categoria um pouco menos pior do que jogadores de futebol, tomando como principal exemplo Anderson Silva, um negão enorme cuja voz parece a minha e admite usar creme da Victoria´s Secret. Parecia uma figura peculiar, eu gostava dele.

Pois é, mas a alegria durou pouco. O processo de jogadordefutebolização de Anderson Silva teve início faz algum tempo e esta semana eclodiu de vez. O que esperar de alguém que contrata um cara que foi flagrado em um motel com três travecos e cocaína para cuidar da sua imagem, né? Começou com atitudes isoladas, como ataques de estrelismo destratando pessoas humildes que lhe pediam autógrafos e evoluiu para noitadas cercado de mulheres enquanto a esposa espera em casa. Mas a babaquice maior foi a entrevista que ele deu para divulgar sua próxima luta, em julho, contra Chael Sonnen.

Não sei se a polêmica foi de caso pensado ou não, mas realmente não faz muita diferença. Se ele disse o que disse por descontrole é um idiota e se ele disse o que disse para divulgar a luta é mais idiota ainda. Para quem não sabe, Sonnen é um babaca que vive bravateando e esculhambando os adversários. Detalhes de sua personalidade repulsiva pode ser vistos no filme “Como água”, que narra em detalhes a rivalidade dos dois lutadores. Sonnen é aquele tipo de lutador que provoca o adversário jogando baixo. Anderson Silva nunca pareceu se importar, nem mesmo quando ele meteu a sua esposa no meio das provocações. Mas algo mudou.

Pois bem, ao dar uma entrevista por telefone para divulgar a luta do UFC 148, a ser realizada dia 7 de julho e vendida bem caro no Pay Per View, Anderson Silva se descontrolou e, com sua voz de querido pônei, disse que vai arrancar todos os dentes da cara dele. Chamou de vagabundo, sem vergonha, escória, marginal, imbecil e coisas piores. Isso depois de passar anos fazendo pose de bonzinho alto nível, superior. Eu senti nojinho. Quem quiser ouvir o áudio das ameaças soprano pode escutar a íntegra aqui.

Vamos deixar uma coisa clara: nada contra gente que enfia a porrada em neguinho abusado, muito pelo contrário, faço até coraçãozinho com as mãos para gente violenta. Também nada contra gente que consegue ser superior e caga e anda para provocação infantil, morro de inveja. O que é nojento é gente que passa uma vida fazendo um discurso de superioridade e controle em decorrência do domínio da mente obtido com anos de luta e depois fica berrando que vai arrancar todos os dentes da cara da pessoa. Violento ok, hipócrita não!

Quem viu o filme “Como água” sabe que Anderson Silva sempre sofreu muita pressão do povo do UFC para divulgar suas lutas, causar polêmica e dar entrevistas e sempre se recusou. Eu admirava. Ele chegou ao topo sem fazer o jogo dessas pessoas. Nunca se meteu em confusão, nunca fez encenação de briga, nunca polemizou. Justamente por isso que fico triste. É como se uma moça casasse com um milionário e depois disso começasse a se prostituir. Porra, chegou onde chegou sem se curvar a essa merda e agora tá fazendo polêmica para divulgar luta? Que merda, hein? Que papelão! Tire sua imagem das mãos desse travequeiro, Anderson. É preferível ter o Somir cuidando de você.

Curiosamente a última coisa polêmica dita pelo Sonnen foi uma crítica ao Brasil. Não que ele nunca tenha feito isso antes, ele vive falando mal do Brasil. Por exemplo, já tinha dito que o Brasil é um país de merda no qual você não pode nem sair na rua sem ter a sua carteira roubada (não está de todo errado). Sempre disse coisas assim e Anderson Silva cagou e andou. Ultimamente andou dizendo que achava que o Brasil era um país tão fodido que nem tinha acesso a internet. A reação de Anderson Silva foi um tanto quanto desproporcional.

“Esse cara é um imbecil, eu vou quebrar a cara dele”, “Eu vou enfiar a porrada nele”, “Vou quebrar todos os dentes da boca dele”, “Vou arrancar dente por dente da boca dele”, “Ele vai sair com a cara toda quebrada, braço quebrado, perna quebrada, eu vou quebrar ele inteiro”, “Ele vai sair de maca lá de dentro”, “Vou quebrar ele de porrada, ele vai aprender a respeitar o país dos outros”, “Ele vai dar o melhor dele e não vai adiantar, eu vou bater nele, eu vou quebrar ele”, “Vou bater nele porque a mãe dele nunca bateu nele” e “Eu bater tanto nele que ele vai precisar fazer uma plástica” foram algumas das coisas que Anderson disse na entrevista.

Daí eu me pergunto: será que Anderson Silva sempre foi essa merda que está aí e só fingia ser um ser humano melhor ou será que ele é piranha o bastante para falar essas coisas em troca de uma publicidade um pouquinho maior da que ele normalmente teria? Sim, porque essa luta já estava sendo super esperada, não tinha necessidade disso. O benefício de um pouco mais de público em troca da sua dignidade não me parece uma boa escolha.

O curioso é que Sonnen chegou a fazer umas provocações envolvendo inclusive a esposa de Anderson Silva (em 2011) e não tinha conseguido tirá-lo do sério. Aparentemente mexer com a mulher pode, mas mexer com o viralatismo não. E não foi apenas em Anderson Silva que doeu. Despertou o vira-lata que existe em cada um dos brasileiros. Já começou todo mundo a torcer para ele apanhar, morrer, se foder e etc. Não pode falar mal do Brasil. Quem fala mal do Brasil tem que apanhar e perder todos os dentes. (espero nunca cruzar com Anderson Silva na rua…).

Evidente que o povo em massa está batendo palmas para o descontrole de Anderson, todos super ofendidos. Todos super compreendendo o descontrole. Todos super apoiando a violência física como resposta para provocação. Todos avalizando uma pancadaria muito além das artes marciais por causa de uma picuinha pessoal. O Brasil apoia o descontrole de Anderson Silva, e as crianças todas assistem seu ídolo se descontrolar e seus pais apoiarem esse descontrole. Tá bom ou quer mais desfavor?

O que me entristece são as milhões de crianças querem ser Anderson Silva, da mesma forma que milhões de crianças queriam ser Pelé. A partir do momento em que a pessoa sabe que tem um público infantil forte ela tem a obrigação de pensar bem no que vai dizer. Não, não foi uma coisa de momento, não foi o Sonnen gritando na cara dele. Foi uma entrevista telefônica, ele poderia ter pensado antes de falar. Pessoas formadoras de opinião tem a obrigação de se controlar. Ele tem o bônus da fama que é dinheiro, respeito, prestígio e tantos outros benefícios, porra, que arque com o ônus também e pense antes de falar, como sempre pensou.

Mais grave do que um lutador de MMA falar tanta merda achando que está bonito são as pessoas comuns apoiarem esse tipo de postura. A opinião do Sonnen é mesmo tão importante para doer tanto a ponto de todo mundo ficar com raiva e desejar que ele sofra, morra, apanhe? Os mesmos que depois pedem pena de morte para “um marginal” que bate em um membro da sua família. O brasileiro nasce e recebe uma injeção de hipocrisia, só pode ser. “Ele engoliu coisa demais, agora explodiu”. Olha, quem chegou a pensar uma coisa dessas, tem que ser castrado para não passar genes tão subdesenvolvidos adiante.

O que eu acho: esta vai ser a última luta de Anderson Silva, que já passou dos 35. Ele topou esse papel ridículo para fechar sua participação no UFC. Não duvido que essa luta seja armada, porque tal qual futebol, rola muito dinheiro por baixo dos panos. Dificilmente alguém se arriscaria a bravatear tanto se soubesse que existe uma chance de perder. Ele vai ganhar, vai se aposentar e parar no auge, como herói. Vai ficar essa lição: quando a pessoa te paunocuza você vai lá e cobre ela de cacete com crueldade, porque isso é bacana. Eu adoro violência, mas porra, eu tenho a consciência de que não é bacana. Vai ser difícil o Papai torcer pelo Anderson Silva e mais tarde tentar convencer o filho que violência não é legal. Crianças farejam contradições. Papai que torce por ele vai perder a moral para recriminar o filho depois se o assunto for crueldade e violência.

A surra que ele vai dar no Sonnen vai fazer cada brasileiro se sentir vingado, porque finalmente alguma vez na vida ele foi melhor do que os EUA em alguma coisa. Cada brasileiro vai se sentir superior aos EUA naquele dia, mesmo levando uma vida de merda. Vai bater aquela falsa sensação de “o bem vence o mal” e aquela esperança infantil de que tudo é possível. Claro que ninguém vai parar para pensar na merda que é só ser melhor que os EUA no futebol e na porrada, que poderíamos ser melhores em tecnologia, em IDH ou em coisas que realmente demandem cérebro.

Sonnen pode apanhar até cuspir o pulmão que o Brasil vai continuar sendo um país de merda, onde tratam o ser humano feito bosta. Tanto é que o que temos de melhor para exportar é isso aí: jogador de futebol e lutador de MMA. Quer mais atestado de país de merda? Os EUA não são melhores em MMA, sabe porque? Porque a maioria das pessoas está em faculdades estudando em vez de passar uma vida treinando MMA. Os únicos que vão lutar são idiotas como o Sonnen. Ainda acha bacana ter um campeão de MMA nascido no seu país?

E a vocês, papais e mamães que estão achando bem feito o discurso violento do Anderson Silva e torcendo por ele, peço que ao menos sejam coerentes. Se estão apoiando esse tipo de atitude, amanhã ou depois quando seu filho cobrir de porrada alguém por esta pessoa ter dito algo que o desagradou, não o repreendam. Isso seria hipócrita. E tratem de colocar ele para fazer alguma luta, se não ele vai apanhar muito na rua.

Evidente que agora eu estou torcendo para o Anderson Silva levar um pau histórico do Sonnen e ainda ser chamado de macaco no final. Muito vergonhoso o que ele fez, sabendo que o que ele fala ecoa por centenas de cabeças com cérebro do tamanho de um caroço de uva. Idiota, irresponsável fazer parecer que ouvir algo que te desagrada justifica esse tipo de atitude. Degradante para a luta, que prega controle emocional. Se comportou como porradeiro e não como lutador. Ele sabia como esse sujeito é, não lutasse mais com ele, porra! Para promover uma luta (ou dar vazão a um descontrole, tanto faz), Anderson Silva colocou merda na cabeça de centenas de crianças e adultos sem discernimento. Parabéns, viu?

Atenção você que achou inofensivo porque você no lugar dele faria o mesmo: é um erro de premissa. Você parte da premissa errada ao se comprar com um sujeito famoso, idolatrado e que está em posição de escolha. Talvez se fizessem isso com você HOJE, você faria o mesmo, mas se estivesse no lugar dele, na posição dele, será que faria? Anderson Silva se colocou nessa situação. Não venha agora posar de vítima exaurida pela provocação do adversário.

Se você odeia o complexo de vira-lata de virar bicho quando falam que o Brasil é uma merda, você tem que torcer para Anderson Silva levar um pau. Se você é contra bater em crianças (“vou bater nele porque a mãe dele não bateu” = tem que bater), você tem que torcer para Anderson Silva levar um pau. Se você é contra a idolatria a pessoas sem méritos intelectuais, tem que torcer para Anderson Silva levar um pau. Se você acha que as coisas não devem ser resolvidas com violência e crueldade, tem que torcer para Anderson Silva levar um pau. Se torcer a favor dele, só peço para não reclamar quando estas mesmas circunstâncias forem usadas contra você.

Para me xingar, para me dar razão mas ainda assim me xingar ou para me xingar com ofensas masculinas, ignorando o fato de eu ser menina: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comments (106)

  • Eu gostava de Vale Tudo antes desse hype todo, fiz karatê por 12 anos e embora nunca tivesse tido interesse nisso, conheço alguns lutadores… Eu curtia muito. Sabe, isso está virando aquela luta livre que a gente vê nos filmes americanos.

    E como de repente hoje em dia todo mundo gosta de UFC? Não entendo isso.

    Ainda mais com essas bravatas todas.

    • Pois é, UFC virou moda, virou algo de apelo comercial. Pior do que UFC eu acho o MMA. Pessoas que dedicaram uma vida a uma modalidade de luta tem que ver todas as lutas se fundindo em uma, descaracterizando cada uma delas. Acho isso um absurdo!

        • Deja, você que já dedicou boa parte da sua vida a uma luta… não acha ofensivo essa coisa de MMA? Os lutadores estão fazendo um mix e descaracterizando cada modalidade de luta!

          • Nem vejo isso com os mesmos olhos quando é uma competição de karatê, sabe? Não vejo ARTE marcial. São só dois animais lá dentro…

            Me ofende quando alguém fala “fulano treinou karatê e …”, daí vejo a luta e penso: Essa porra não luta karatê coisa nenhuma, não sabe fazer um kata, esse chute é só uma pesada de briga de rua.

            E na boa? Meu mestre que é um sujeito baixo e magrelinho já lutou contra um desses caras de MMA bombadões e deu um pau feio nele e o sujeito caiu babando.

            Mas assistia antes porque também vejo entretenimento imbecil, violento. Mas como disse…rinha de galos. Que está virando Telecatch.

    • isso é que da quando um imbecil critica a vida alhea,vai cuidar de sua vida cambada de fracassados so pq a vida de vcs afundaram e vcs pensam q essas criticas de merda e sem conteúdo vai afundar os bem sucedidos.fuck you!

      • Se você está falando do Anderson Silva, desculpa mas ele já está bem fodido e derrotado. Além de perder duas lutas e estar de muletas, virou piada internacional por não bancar sua própria arrogância. Nós não criticamos com a intenção de “afundar” ninguém, são os atos que afundam alguém, não as palavras. Mas bom saber que você se incomodou a ponto de vir aqui nos dar importância com esse comentário…

  • Eu pensei que o Anderson Silva fosse gay, aquela voz fininha, sósia do Ne-Yo meio viadagem… Agora tá rolando que faz suruba com mulher.
    Boa, negão! Enfia merrrmo o kct naquele fiadaputa!
    Ele falou pra caralho, que vai deixar todo quebrado, agora se não fizer vai pegar mal.

  • Nah… Sal, pelo menos torça pelo menos escroto!
    Eu quero mais é que o Spider arranque até o útero do Sonnen e que aquele gringo do caralho vá tomar no cu da bunda.
    Falando ou não falando merda, usando ou não usando Victoria´s Secret, o Anderson ele é uma delícia. Eu com um bofe desses lá em casa, Gzuis me abane!
    Falando em desportes, vc prefere o Boca ou Cu-rintia na Libertadores?

    • Depois dessa, eu estou achando o Sonnen menos escroto. Porque ao menos, ele é autêntico e desde o começo mostra a merda que é. Prefiro gente escrota do que gente hipócrita.

      Eu vou torcer pelo BOCA, evidente. E vai ganhar. Onde já se viu Corinthians ganhar Libertadores? Amanhã o Brasil todo será argentino!

  • Acho que o Anderson foi guardando todas as provocações e explodiu numa coisa “insignificante”. Acredito ainda no caráter dele.

    • Priscila, um sujeito desses é galinha dos ovos de ouro. Está sempre cercado por seus agentes e mais um batalhão de pessoas cuidando dele. Ele não fala com a imprensa sem antes ser muito bem instruído e coreografado. Ele quase não tem autonomia, como qualquer super estrela do esporte. Duvido muito que ele tenha pego o telefone para dar uma entrevista sem NINGUÉM SABER e tenha saído falando essas coisas sem ninguém autorizar. Isso para mim foi encenado. E fico triste, porque eu achava que ele tinha caráter.

            • Fiz aquele Siago Tomir fictício para zoar o fato dele ter furado com o “Desfavor da Semana” e seria muito bom que acontecesse mais ou menos como descrevi lá.

              Mas olhando bem, o Boca não está com essa bola toda também… Se não usar a cabeça para liquidar a parada e jogar um futebol muito faltoso, pode facilitar as coisas pro Corinthians.

              As melhores oportunidades do Corinthians em Buenos Aires tendem ser as cobranças de falta e é justo ai que o Boca pode se lascar caso não use a cabeça.

              Não custa lembrar que na Clausura (Campeonato Argentino no primeiro semestre de 2012), o Boca caiu de 1º para 4º colocado nos dois últimos jogos… Por isso, todo cuidado é pouco.

              • Tudo bem, mas o Corinthians também não é grandes merda não.

                Jogando lá eu nem acredito que o Boca tenha muitos problemas, porque os juizes sicagamtodos dentro da Bombonera, o problema vai ser aqui. Espero que o Boca meta logo dois ou três e se garanta. De preferência um gol nos primeiros cinco minutos. In Riquelme We Trust!

  • Eu discordo com a Sally quando ela diz que o processo de “jogadordefutebolização” do Anderson Silva eclodiu. Ele sempre foi assim, só não mostrou.

    Eu acho que o Anderson Silva está errado no caso porque não soube provocar. O Sonnen é infinitamente mais engraçado quando abre a boca e o Silva ficou no padrãozinho “vou encher de porrada e tal”.

    Resumindo: fora a cagação de regra desnecessáira (“se você X então você TEM QUE Y” – ok, general) e fora algumas frases que não são inteiramente verdades (o Brasil não é o melhor país do MMA e nem é o que tem mais gente), eu até que concordo com a Sally.

    • Olha, todos os lutadores brasileiros afirmam que o Brasil é o país mais forte em MMA e tem o maior numero de campeões. Se isso não for verdade, vou ficar muito feliz…

  • “É preferivel ter o Somir cuidando de você ” hahaha, eu ri.

    Então, acho que em poucas palavras você resumiu o texto inteiro, o Anderson está agindo como um porradeiro e não como lutador. Porém, de verdade, não creio que seja algo que venha Dele, mas deve ter sido algo imposto pelo Gordômeno, evidentemente, para criar uma Imagem publicitária em torno do personagem “Anderson SIPIDER Silva, O Patriota”, afinal, nunca vi tanta propaganda em emissoras manipuladoras de opinião pública (Globo, SBT, RECORD), envolvendo o Anderson.

    Uma pena que os princípios que norteiam este tipo de esporte, tais como humildade e respeito, em uma simples manifestação desse tipo, são jogados no lixo, e nesse mesmo lugar, pessoas que pensão que atitudes como estas estão corretas, irão permanecer pelo resto de suas respectivas vidas, afinal, a violência gratuita e prepotência não levam o ser humano à lugar algum.

      • Dinheiro? Nunca é de mais, se para você está sobrando, por favor entre em contato comigo para mim passar o numero da minha conta bancária.

        Fato é que todo mundo tem seu preço, devem ter encontrado o dele.

        • Nunca sobra, mas eu não queimaria meu filme se estivesse no topo da minha carreira e já tivesse algum dinheiro. Ele pode conseguir mais dinheiro de outras formas, basta fazer sua milésima campanha publicitária.

          • Queimar o filme com quem Sally? Com nós, centenas ou milhares de impopulares? Ou virar ídolo de Milhões de brasileiros, que talvez por incultura ou falta de nutrição dessa, não têm noção da repercursão social disto tudo.

              • Visto, não bem visto, talvez bem no sentido de quantidade, o povo em geral, não só no Brasil, gosta da desgraça alheia, motivo do fascínio pelo processo penal, em especial ao plenário do júri, onde centenas de olhares são direcionados ao réu, que é o protagonista de um espetáculo que gerará momentos de diversão ao público alí presente, pouco lhes importando a trajetória de vida do acusado, resta lhes saber apenas se será condenado ou absolvido.

                Quanto a repercurSSão* dessa novela, no fim das contas será em favor do Anderson, porque sem sombra de dúvidas, a mídia vai passar essa idéia ao público alvo, que não será Sally e Somir, mas sim, Maria e João. O motivo? Não sei, talvez o dinheiro.

    • Gabriela, eu acho que tem coisas que só na porrada mesmo, não tem diálogo que dê jeito em certas atitudes. Mas porra, eu assumo: sou fã de porrada. Eu sou uma nobody, posso me dar ao luxo de falar isso. Um lutador faixa preta treinado jamais pode perder o controle em público e se perder tem que se desculpar.

      • Isso tb acho…

        EU, nobody leitora do desfavor, acho porrada o máximo, acho que deveriam liberar tudo menos chute no saco porque fica muito fácil, e quero mais que o Anderson Silva cubra de porrada e arranque todos os dentes do Sonnen porque eu vou me divertir com isso.

        Não sou a favor de pena de morte, nem de bater em bandido, tou pouco me fodendo para a opinião tosca e iletrada do Sonnen. Dos quesitos que vc listou só tiro a parte de bater em criança porque uns tapas de vez em quando se fazem necessários (morram educadores politicamente corretos). Mas acho que sim, o Anderson se excedeu e deveria pedir desculpas como figura pública que é. Infelizmente aqui jogador de futebol , apresentador de reality show e cantor são “referências” de tudo…

  • Bah, se minha mãe tivesse investido no meu irmão pirralho (que agora tem 17 anos) e colocado-o na escolinha de futebol, ele poderia estar rico. :(
    Já que estamos falando de esporte, olha a playlist da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos: http://www.telegraph.co.uk/sport/olympics/9341231/London-2012-Olympics-the-full-musical-playlist-for-the-Olympic-opening-ceremony.html ESTOU LACRIMEJANDO, é linda. :~~~~~~~~~ Como disse um amigo meu, nos jogos do Brasil, vai ter MC Catra, Valesca Popozuda, ou qualquer porcaria aleatória que existir na época. ¬¬

    p.s: Sally, me indica umas séries de comédias, bem levinhas e descompromissadas? Ia assistir House do começo, daí lembrei que tenho 5687 episódios de Jornada nas Estrelas pra ver, daí quero algo pra ir intercalando. ^^

    • Séries de comédia leves: Friends, Scrubs, Desperate Housewives.

      Porra as músicas estão lindas mesmo. Já sinto vergonha só de pensar em quais serão as escolhidas pelo Brasil. Vai ser pior do que Catra, vai ser Chico Buarque e sua mulher sem orifício, vai ser uma sapata da MPB, vai ser aquela merda que é tão merda como Catra mas socialmente aceitável.

    • Daniela, não depende apenas da pessoa querer jogar. Tem de jogar bem, aguentar as dificuldades da área (lesões podesm ser uma constante) e ter o conchavo certo para quem sabe ter alguma chance de atuar na elite do futebol como “garoto propaganda” e “exemplo de sucesso” para a patuleia que vive no entorno desse grande negócio.

      Será que Coxa ou Atlético Paranaense iam ter condições de alavancar seu irmãozinho? Há controvérsias, sendo que não sei se ele conseguiria passar para a peneira e se firmar na área.

      • Na época a gente morava no RS ainda, quem sabe na escolinha do Inter… E meu irmão era goleiro, acho que a concorrência não é muito grande, hahaha! Mas entendo que são vários fatores, pelo menos a tentativa devia ser feita.

        • Menos mal… O Inter até que estava numa boa quando comparado aos times do Paraná, mas mesmo assim progredir na área não é fácil como parece.

  • Sally, sei lá.. me parece que o cara simplesmente se encheu. Por mais “espirito de luz” que o cara seja, todo mundo tem seu limite de paunocuzação.

    • “Ele engoliu coisa demais, agora explodiu”. Olha, quem chegou a pensar uma coisa dessas, tem que ser castrado para não passar genes tão subdesenvolvidos adiante.
      hahahahHAHhahAHAhaHHAA
      *pegando a faca e esticando as bolas em cima da mesa*

      • Sobre a coerência… o Wanderlei Silva é mais coerente mesmo. Canastrão, fala pelos cotovelos, sempre falou que ia encher ciclano ou fulano de porrada. Realmente fiquei surpreso em ver o Anderson Silva entrando no circo… mas o próprio Sonnen já falou que faz isso para chamar a atenção para a luta, que é marketing. Dar bola pra isso é idiotice… e fizeram bem em mandar a luta para os EUA. Imagina, se o americano ganha capaz da torcida invadir e trucidarem o maluco.

        • Mas Anderson Silva luta há mais de cinco anos e chegou a ser campeão da sua categoria sem fazer esse tipo de coisa. Ele já é famoso, ele já é rico.Porque fazer isso agora?

      • Você acha mesmo que o cara atura o outro metendo o dedo na cara dele, gritando com ele e depois explode por telefone?

        • Pra mim parece estratégia de marketing… mas sei lá, ainda considero a teoria do saco cheio. Por mais zen que a pessoa seja, todo cerumano tem seu limite de dilatação escrotal…

  • Avatar

    bibliotecário

    Felizmente já desisti desse país e na primeira oportunidade me evadirei para um lugar menos ruim.

    Quem sabe o Suriname já não foi invadido até lá…

  • Não gostava antes de mudar para MMA e nem quando era UFC. Esporte é boxe, o resto ou é pronografia homossexual com roupa ou é luta de rua glamourizada. Não gosto de rinhas de galo, logo não gosto de rinha de milionários.

    Não ouvi a entrevista e não verei a luta. Tudo o que desgosto faço questão de boicotar.

    Por exemplo se vejo uma porra de pilha com a foto do filho da puta do Neymar, não compro. Vejo um produto que Luciano Huck anuncia, escolho outro, e assim por diante.

    Não muda nada, óbvio, mas fico com a consciência tranquila de que não estou ajudando um imbecil a ficar mais rico ainda as minhas custas.

    • Realmente, causa algum estranhamento que homem goste de ver dois marmanjos lutando DE SUNGA ou short… Palmas para você.

      • Pra mim, essas lutas são filmes pornôs com roupa (pouca roupa, aliás).
        Depois dizem que balé é coisa de viado (Bial, HAHAHAHA), mas pelo menos os bailarinos dão uns pegas nas mulheres das peças, tsc.

        • Eu até acho bacana ver gente se estapeando, canaliza minha agressividade. Só acho um pouco medonho uma pessoa que manteve a mesma postura durante anos surtar por telefone depois de ser pressionada para promover a luta…

          • Concordo plenamente com o que disseram Hugo e Daniela.
            Meu unico desgosto é que o Luciano Huck seja garoto propaganda do Itau. A empresa em que trabalho banca uma boa conta nesse banco então é a unica coisa que me dói muitissimo não poder boicotar esse pau no cu.

            • Somir
              Faz um publiciotários sobre aquela campanha cretina “vamos jogar bola”
              Cacete viu. É possível que uma merda de slogan desse ainda funcione? pelo dinheiro que devem ter pago deveriam exigir uma campanha que tivesse um pingo de inteligência e não fosse tão cretinamente apelativa.
              Fazia tempo que tava pra sugerir isso mas sempre esquecia.

              • Daniele, nesse caso o trabalho em si pouco importa. O que importa é a divulgação da marca.

                Tem gente que usa sua raiva dos bancos (Itaú incluso) e tal propaganda de gosto duvidoso (vamos jogar bola) para sair reclamando.

                O problema é que tal reclamação é completamente inútil, dado que a posição do consumidor em si pouco influi na posição da companhia (se o Itaú é ruim, o Bradesco, a Caixa, o Santander ou o BB podem ser opções ainda piores, isso quando o cliente pode optar) e o departamento de marketing vai continuar na mesma jogada com foco apenas a divulgação da marca.

                Nesse caso, o calcanhar de aquiles não é o patrocinador (que dificilmente vai mudar sua posição no jogo de marketing) e sim a equipe de marketing que o atende.

              • Itau = Luciano Huck
                Bradesco = Faustão
                BB = Gianechini
                Caixa = qualquer global que consiga criar empatia com a pobralhada
                Santander = ainda faz propaganda? (boatos de que será comprado pelo Bradesco).

                Nós que não fazemos parte da massa (me sentindo muito agora!) nunca vamos gostar de garoto propaganda. É a vida.
                Mas Luciano Huck é o pior, concordo ;(

                    • Pior é imaginar Vivo bancando o “Entende” e os posers do futebolismo da Band por um lado e a Claro bancando o cheirômeno em pessoa e o Neymaluco.

                      Tudo contato, tudo conchavo e se mantém as aparências para que os venais não metam a boca no mundo.

                    • Um dia essa coisa vai sair do controle, alguém vai se emputecer e falar poucas e boas sobre esse mundinho…

                    • Até que tem gente soltando uns podrezinhos desse meio marrom, mas é coisa meio que abafada.

                    • “Santander tá na cota do cheirômeno, tendo seus comerciais protagonizados pelo… Entende”

                      E, logo, logo, vamos bancar com nossos depósitos a venda do SATANder para algum outro banco.

                    • Sally, o Blog do Paulinho é um desses pontinhos… Volta e meia sai bomba envolvendo os posers da emissora BUNDA e ocasionalmente (ainda que light) sai bombas envolvendo o Fenômeno da Cheiração e outros do meio futebolístico.

                      Ainda estão começando a descobrir a merda, que conheço até o pescoço.

            • Eu gostaria de mudar de operadora por causa do novo garoto propaganda escolhido. Mas como eu já tinha o plano antes disso, deixo pra lá.

              Não da pra boicotar tudo ou ficar mudando de produto por isso, mas o máximo que posso, tento.

              Quem sabe assim, algumas empresas pensariam duas vezes antes de pagar milhões mensalmente pra um bosta que por exemplo sabe chutar bola, e o máximo que contribui para o desenvolvimento do país é sendo o palhaço destes circos patrocinados que tanto amamos..

            • Também concordo com o Hugo e com a Daniela. Aliás, ignoro solenemente MMA, UFC e vale-tudo em geral. De esporte com porrada, o único que eu gosto mesmo é boxe… E nem em futebol eu presto mais atenção. Desde que o futebol passou a ter esse espírito “sertanejo universitário” eu larguei mão. Muito topete de Neymar, muita chuteirinha colorida, muita traquitana tecnológica desnecessária, muito glamour, muito dinheiro, muito marketing…. Infelizmente, o futebol de que eu aprendi a gostar não existe mais. Sobre o piti do tal do Anderson Silva? Só mais uma palhaçada pra promover essa luta…

              • Sim, um piti. Como pode o brasileiro apoiar e achar bonito um piti? Se ele fosse mulher, já estariam chamando de histérica e perguntando porque merda entrou uma porra dessas se não tinha preparo emocional.

              • Concordo contigo W.O.J, infelizmente não existe mais aquele futebol onde não há espaço para a ostentação. Antigamente o jogador só queria saber de jogar bola se divertindo, tinha uns que jogavam bem até bebado (Garrincha), agora tem uns que tentam mas não conseguem, como é o caso do Ronaldinho.

                Quanto a cacatua do Neymar, eu não sei aonde o Brasil vai parar, agora esse energúmeno que só sabe chutar a bola virou padrão de beleza, tenho uma vizinha de 15 anos que sempre passa por mim quando vai para a escola, com um caderno do Neymar debaixo do braço. OMG! O que nos restará como estereótipo de beleza daqui a 10 anos? O Carlitos Tevez ?

      • Avatar

        Anderson Silva de Sunga

        Vocês daqui da RID falam que eu sou intocável, que entrei no MMA por cotas, que eu falo fino… e ainda por cima são intolerantes com octogenários de sunga! Eu vou explodir! Vou quebrar os dois braços da Sally! Quero ver como ela vai limpar a bunda depois disso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: