Desfavor da semana: Tudo limpo!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aceitou nesta quinta-feira (28), por quatro votos a três, pedido de 14 partidos para anular sentença da própria Corte que havia barrado das urnas os políticos que tiveram a prestação de contas da campanha de 2010 rejeitada pela Justiça Eleitoral. Com a decisão, os chamados contas-sujas poderão concorrer às eleições municipais de outubro. FONTE

O dinheiro nunca é sujo. Desfavor da semana.

SOMIR

O Brasil tem um sistema de corrupção tão encalacrado nas engrenagens do sistema “de fato” que não se pode mais diferenciar um do outro. É através da corrupção que verbas são desviadas, mas por intermédio dela também que verbas acabam chegando na destinação correta. Tem muita gente no poder que adoraria embolsar tudo o que aparece no seu caminho, mas se fizessem isso, o próprio país entraria em colapso.

A relação da corrupção com o país não é mais parasitismo, é simbiose. O parasita tenta não matar o hospedeiro, mas pode ser retirado. A relação simbiótica significa muito mais: Se um for arrancado, mata o outro. Pode ser uma visão deveras pessimista, mas sinceramente, quem não se adapta ao sistema corrupto acaba ficando como uma célula isolada, sem poder de influenciar o sistema.

Meio como um Suplicy da vida. Não duvido que ele seja honesto, mas também não consigo entender como ele se encaixa no organismo que é o poder brasileiro. Quase como se fosse uma farpa qualquer absorvida e envolvida pelo sistema imunológico.

Por essa maneira de ver as coisas, não consigo imaginar esse organismo tomado pela simbiose da corrupção conseguindo qualquer evolução significativa usando apenas as células já presentes no sistema. Já estou careca de ouvir histórias de quem jura que foi honesto e correto a vida toda, mas foi forçado a se adaptar aos esquemas sujos para fazer o que julgava certo.

O sistema te prepara para entrar no jogo da corrupção antes mesmo de você se candidatar a qualquer cargo público. As novas células do organismo já chegam com a CERTEZA que mesmo para fazer um trabalho em prol da população, vão ter que apoiar e financiar esquemas corruptos. E muito se engana quem acha que é só a mentalidade de “quando for minha vez eu vou roubar muito” típica do brasileiro.

A etapa da campanha eleitoral mata a inocência do candidato. Muitos deles já chegam nessa etapa com a vida ganha e apenas com a vontade de conquistar a satisfação pessoal de trabalharem em prol da comunidade. O pessoal que acaba de entrar num partido não é apresentado diretamente ao lado “feio” da coisa. Faz parte do processo mostrar que são apenas pessoas querendo o bem geral e lutar contra o sistema corrupto.

Quando uma pessoa engajada em política e recém-filiada a um partido começa a discursar que “não é bem assim” e que é um erro achar que todos os políticos são bandidos, é a mais pura verdade. Os anos que antecedem a primeira tentativa REAL de chegar a um cargo político costumam ser limpos. Claro que tem sacana que já começa mal intencionado, mas eles não são a maioria, como se poderia imaginar pela podridão que é o sistema.

A verdade é que o sistema molda o corrupto, e não o contrário. E é depois dessa introdução que vale quase como todo o texto que eu digo que quanto mais conseguirmos limpar o processo pré-eleição, maiores as chances de virar o jogo da corrupção a longo prazo. A quantidade de “concessões éticas” que um candidato é obrigado a fazer para ter chances de eleger manda para dentro do organismo do poder público uma célula fraca, quase como se fosse uma vacina contra a honestidade.

O candidato chega no poder com o rabo preso, cheio de podres para esconder, e muitas vezes sem a experiência ou o poder necessários para lidar com eles. Viram presas fáceis. Quanto mais barreiras colocarmos nesse sistema de “vestibular para ladrão” que é o processo eleitoral brasileiro, maior a chance de células saudáveis entrarem em número suficiente para segurar o tranco da pressão corrupta.

Os “donos” desse sistema podem ser tudo, menos otários. Vão aprender a se adaptar de acordo com suas oportunidades. Se todo mundo que chega no poder pode ser controlado, eles fazem o que querem. Com fatos novos como recém-eleitos enxergando a possibilidade de se manterem limpos por mais tempo e ganhando capacidade de almejar cargos maiores, os corruptos vão ter que trabalhar às margens do sistema. E não serem o sistema.

Pra mim a solução do Brasil passa por retornar a corrupção ao estado de parasitismo. Porque avançar além disso não é realista para a humanidade. Pode apostar que na Noruega tem corrupto, mas eles são obrigados a se especializar a trabalhar nas sombras do sistema.

Quando o TSE diz que o candidato pode ter dinheiro na sua campanha que não consegue explicar nem de onde diabos veio e continuar se candidatando numa boa, está aprovando a graduação corrupta das eleições. O círculo vicioso acontece porque campanha é caríssima (não precisaria ser tanto assim, mas quem trabalha nelas enfia a faca e não confia que vai receber) e porque partido é uma instituição tão falida no Brasil que quase ninguém doa sem ter um planejamento de retorno financeiro claro.

Não adianta porra nenhuma exigir lisura e honestidade num sistema sem saídas para isso. Evidente que os partidos que entraram com o recurso para validar o esquema sujo de captação de dinheiro para campanha não querem abrir essa possibilidade de eleger gente que NO MÍNIMO sabe ser desonesta sem dar na cara.

A seleção natural não perdoa corrupto incompetente. Fica aqui minha torcida por uma era de parasitas para substituir a era dos simbiontes.

Para dizer que parasitismo é uma espécie de simbiose e ser ignorado(a), para dizer que a pessoa se torna corrupta no momento que tenta se candidatar, ou mesmo para dizer que eu só estou com Enveja de quem ganha milhões com propaganda política (um pouco…): somir@desfavor.com

SALLY

Talvez você tenha desistido de acompanhar qualquer coisa relacionada a política no Brasil. Não te culpo, é realmente desesperador. Mas, esta semana aconteceu uma coisinha que você deveria saber, nem que seja por alto, porque além de ser um tremendo desfavor vai ser algo bastante comentado. Prometo que não vou paunocuzar muito, apenas te dar subsídios para fazer bonito em uma discussão.

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu, EM MARÇO deste ano, que candidatos cujas prestações de contas de campanhas anteriores não tivessem sido aprovadas não poderiam concorrer às próximas eleições. Até aí, tudo bem, já era mais do que hora da barrar os chamados “contas-sujas”. O problema é que nesta semana , após muitos pedidos e pressão, o TSE decidiu ANULAR SUA PRÓPRIA DECISÃO, meses depois, e dizer que os contas-sujas podem sim se candidatar.

Para você que não está ligando o nome à pessoa, os contas-sujas seriam aqueles candidatos que não conseguiram justificar de onde veio o dinheiro usado em campanhas anteriores. Sim, isso mesmo, aqueles que mesmo com todo o caixa 2, mesmo com testas de ferro, documentos falsos e superfaturamente do lícito para encobrir o ilícito não conseguiram esconder dinheiro sujo que entrou em sua campanha. Não é quem roubou, é só quem roubou toscamente mal. Estes, que estavam desde março proibidos de se candidatar novamente enquanto não se explicassem, agora, aos 48 do segundo tempo, podem se candidatar, porque a decisão tomada em março foi reconsiderada ($$$).

Existe uma coisa em direito que é um dos alicerces para que a justiça funcine, chamado SEGURANÇA JURÍDICA. Segurança jurídica, em grosseiro resumo, quer dizer uma garantia de que as decisões serão aplicadas e os direitos ou sanções oriundos delas serão efetivados. De nada serve uma decisão judicial se as partes não tiverem confiança de que ela será executada, certo? Infelizmente nesta semana a segurança jurídica levou um duro golpe, quando um Tribunal resolveu “desdizer” o que havia decidido meses atrás. Quer dizer que agora você pode ter uma decisão X e meses depois tudo mudar e quem decidiu dizer “Foi mal, mudei de ideia”? TOSCO.

Você pode estar achando que foda-se, é tudo roubado, tudo cagado e esta é só mais uma das dezenas de merdas que acontecerão no processo eleitoral, mas pare e pense fora da caixa. Atente para o precedente que se está abrindo. Se todo tribunal resolver, meses depois, dizer “Desculpe, foi engano” e anular decisões tomadas, como vai ficar sua vida? Imagina se por uma questão circunstancias de conveniência decisões começarem a ser mudadas? A questão não é apenas eleitoral, esbarra em ética, respeito e vergonha na cara.

E se você está pensando que estamos fazendo um escândalo por pouca coisa, por uma meia dúzia de incompetentes que não souberam embolsar dinheiro discretamente, pense novamente: cerca de 21 MIL, eu disse 21 MIL contas-sujas poderão se beneficiar desta “mudança de ideia” do TSE. O numero não espanta por desonestidade, mas pela imbecilidade. Tem vinte mil idiotas que nem para roubar tem competência. QUEM SERÁ que está quicando no calcanhar para eleger… digamos… umas cem mil prefeituras? Quem está tão desesperado a ponto de ir chantagear e ameaçar até mesmo Ministro do STF para atrasar a votação do mensalão? Quem está fazendo de tudo para alavancar o máximo numero de prefeitos?

Filho feio não tem pai, vocês sabem. Mas a gente fez um exame de DNA e constatou que este filho feio tem pais sim. Adivinha de qual partido foi a iniciativa de apresentar/pressionar o “pedido de reconsideração” e questionar a necessidade de contas limpas para candidatura? ééééé, da porra da merda do PT. Mas calma que ele não está sozinho, esse filho tem mais pais. Outros partidos se juntaram a ele pelo sagrado direito de lançar candidatos que não sabem explicar de onde veio seu dinheiro. Pega um caderninho e anota, para não votar nesses bostas: PT, PMDB, PSDB, DEM, PTB, PR, PSB, PP, PSD, PRTB, PV, PCdoB, PRP e PPS. Daí você me pergunta “Mas Sally, não sobrou ninguém, em quem eu voto?”. Rafael Pilha. Falando sério, todos são sujos, mas o chefe da quadrilha faz tempos é o PT. TENHA DIGNIDADE E NESTAS ELEIÇÕES VOTE EM QUALQUER UM, MENOS NO PT!

Mas nada é tão ruim que não possa piorar no Brasil. Caso você não saiba, atualmente tramita um projeto de lei que já passou pela Câmara e agora está no Senado (spoiler: tem que passar por ambos + Presidente da República para entrar em vigor) dizendo que contas sujas JAMAIS PODERÁ SER CRITÉRIO DE ELEGIBILIDADE, ou seja, não se pode impedir a candidatura de alguém “só” porque em outras ocasiões a pessoa usou dinheiro sujo ou sem explicação. O mais curioso é que enquanto projetos importantes tramitam (dormitam) por ANOS, este foi apresentado em 9 de maio e foi aprovado em 23 de maio, em menos de um mês e no mais discreto silêncio. Nem eu que dou um confere regular em projetos de lei vi esta porra. Pudera, só ficou 15 dias tramitando! Anota aí, essa porra vai passar, vai passar e com isso neguinho vai poder cagar no pau o quanto quiser e continuar se candidatando. ABSURDO.

Nem preciso dizer que depois desta abertura de pernas sem precedentes do TSE TUDO daqui pra frente vai se resolver na base do “pedido de reconsideração”. Se um pedido de reconsideração de uma decisão tomada EM FUCKIN’ MARÇO colou, tudo pode colar. O que você faria se tivesse terminado um namoro em março e no final de julho esse(a) ex ligasse dizendo “Poxa, tem certeza que não quer voltar?”. Oi? SEM NOÇÃO. Mas o TSE é sem noção e abriu as pernas. Para todo sempre choverão pedidos de reconsideração sempre que algum filho da puta se sentir prejudicado, como no caso, onde o malvado TSE estava pegando no pé de políticos honestos que apenas não sabiam justificar de onde vinha seu dinheiro. Brasil, um país de tolos.

Vamos mais fundo. Vamos mais fundo porque a imprensa não costuma ir fundo nessas coisas. Você deve estar se perguntando se o TSE comeu merda para mudar de ideia de uma forma tão inesperada. O TSE é composto por sete Ministros e os sete votam para decidir. Quando a primeira decisão foi tomada, aquela dizendo que conta-suja não pode se candidatar, havia sete ministros. Como esta decisão não foi bacana, cortaram fora DOIS Ministros que se recusaram a entrar no esquema e os substituiram por duas pessoas devidamente adestradas e, ato contínuo, apresentaram pedido de reconsideração.

Com o voto coreografado dos dois novos Ministros, conseguiram esse absurdo. Estas pessoas tem nome, e é com o maior prazer que eu lhes informo os nomes: ANTONIO DIAS TOFFOLI e HENRIQUE NEVES. Estes são os dois novos cãezinhos adestrados do TSE. Mas teve macaco velho que votou a favor da reconsideração também, anota aí, porque esses nem para síndicos do seu prédio servem: GILSON DIPP e ARNALDO VERSIANI. Estes são os parteiros que trouxeram ao mundo o filho feio. Guardem estes nomes. Estas pessoas acham que se um candidato não consegue explicar dinheiro que entrou para sua campanha ele pode continuar se candidatando.

Não quero te convencer a ir para a rua protestar, não quero te convencer a colocar uma bomba em lugar algum e também não quero te convencer a passar este texto adiante. Sabe porque? Porque não adianta. Não adianta. O brasileiro médio tem a capacidade de interpretação de uma tampa de vaso e a cognição de um azulejo. Isso vai ser feito nos cornos de todo mundo e vai ficar por isso mesmo, porque as pessoas estão mais preocupadas com a Carminha, com a Chayene ou com qualquer personagem de novela da vez. O brasileiro médio não consegue sequer compreender a trama armada pelo PT e pelo TSE, se perde no meio, não consegue ouvir algo e apreender (com dois “e” mesmo) por mais de dois minutos. Brasileiro é um bando de Dory do filme “Procurando Nemo”: “Sim? Pois não?”

Escrevo isso para VOCÊ, cidadão da República Impopular do Desfavor. VOCÊ que, coberto de razão, não tem mais saco nem mais estômago para acompanhar esta merda de política brasileira. Não acompanhe mesmo! TUDO CAGADO. Podexá que quando surgir algo relevante a gente vem aqui, mastiga e vomita na sua boca, tipo mamãe passarinho, para você fazer bonito em mesa e bar. E não perca seu tempo tentando divulgar estas informações a moradores e republiquetas com educação deficiente, porque você só vai se aborrecer…

Para dizer que por mais relevante que seja, Desfavor da Semana sobre política é sempre chato e repetitivo, para dizer que quem fala mal do PT tem enveja ou ainda pedir prestação de contas com as despesas feitas na República Impopular do Desfavor: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (26)

  • Nessas horas é que eu gosto de religião. Tipo islamismo. To pensando em virar lider islã. Quem sabe eu não convenço algum coitado a ir se explodir em Brasília? E bombinha a toa não, tem que ser bomba de quilômetros de raio. Se não nem adianta.

  • Em tempo, não preciso dizer que a base da fiel anda puta com as atitudes pirotécnicas por parte da cúpula, que é onde está de fato quem dá as cartas no jogo, mas agora o estrago está feito e não dá para chorar o leite derramado.

    Uma eventual debandada tá fora de questão porque não trás benefícios e só facilita as coisas para a turma que se garantiu construindo a marca em cima da grife.

    O fato é que tais atitudes são verdadeiros tiros n’agua, que vão redundar em várias derrotas, em especial nas disputas mais difíceis com adversários fortes.

  • Sally e Somir, vocês são a favor do financiamento publico de campanhas?

    Eu não sei, não consigo formar uma opinião sobre isso, os dois lados são ruins demais. Mas ultimamente to entrando no grupo dos que dizem que seria melhor aumentar o salário de cada político pra 1 milhão de reais se eles não roubassem nada.

    • Sou contra. E acho que não adianta aumentar salário, porque roubar é índole. Se pagar um milhão, o sujeito vai querer dois milhões e vai roubar. E mais: nesse meio, quem não faz é derrubado. Se você não entrar no esquema neguinho dá um jeito de te derrubar

      • Isso aqui é um saco de laranja podre.
        Por mim dividia essa bosta de país continental, cada estado viraria um país independente (alguns até 2 ou 3) e colocava tudo na mão de burocratas alemães, suíços e japoneses. Tiveram 500 anos pra administrar e só fizeram merda. Passou da hora de jogar a toalha e colocar gente menos podre pra fazer algo de bom pra essa gentalha sofrida.

  • cheguei até a pensar que estamos pagando pelos anos de ditadura militar que sufocou toda uma geração que hoje estaria no poder com um novo paradigma, mas depois mudei de idéia, mais ainda qd a tal comissão da verdade esculhamba os militares, mas não fala nada dos que estavam do outro lado e também erraram muito. Nossa cultura política já nasceu toda esculhambada, viciadíssima, porque para compor um quadro político foi sempre na base do “quanto eu ganho com isso”? Nunca votei em candidatos, sempre votei na legenda PT, mas estou me redimindo e never more voto nessa corja. Espero que o STF seja mesmo supremo e condene essa quadrilha que enxovalhou com a esperança de tantos que lutaram para que eles pudessem chegar ao Governo. De reforma política não se fala mais, também para quê, né?
    Campanhas subsidiadas pelo poder público seria uma saída? Talvez, mas por pouco tempo, porque rapidamente dariam um jeito de roubar também!
    Depois que o Lula beijou o rabo do Mama Luf fica difícil manter a esperança,viu?
    Só lamento pela próxima geração. Que país vamos deixar para eles?

    • Duvido que o STF realize um bom julgamento. Sabe porque? Mais da metade dos Ministros que estão ali foi o PT quem colocou. Eles não são imparciais, são cachorrinhos do Lula. Claro que vão pegar um para boi de piranha e condenar, mas jamais vão desmantelar essa quadrilha podre…

    • Desanima estudar direito quando os defensores da Constituição, em vez de buscar a l(L)ei para chegar a alguma resposta, fazem o oposto: partem da resposta mais politicamente favorável e que haja uma lei ou princípio ‘pé-de-boi’ para sustentá-la…

  • Olá, Sally

    Você cometeu um erro crasso ao dizer que “Daí você me pergunta ?Mas Sally, não sobrou ninguém, em quem eu voto??. Rafael Pilha. Falando sério, todos são sujos, mas o chefe da quadrilha faz tempos é o PT. TENHA DIGNIDADE E NESTAS ELEIÇÕES VOTE EM QUALQUER UM, MENOS NO PT!”

    Porque sobrou sim, o PSOL, o PSTU e o PCB são partidos comprometidos com a ficha limpa com conteúdo e forma programática. Ao dizer que “todos são sujos” você tenta colocar todo mundo no mesmo saco e tem partidos muito mais corruptos que o PT, veja que o principal escandalo de corrupção do Brasil, venda das estatais com beneficiamento privado – caso banestado, desviou VINTE vezes mais recursos que o mensalão, e que partidos comandaram? PSDB e DEM.

    Espero que tenha sido um erro porque é uma canalhice enorme esquecer daqueles partidos que se mantém firmes na construção de uma outra realidade política.

    • Rodrigo, erro crasso cometeu você por não conhecer o Desfavor e não ter lido textos anteriores onde eu digo expressamente que PSOL, PSTU e PCB não são sequer partidos. O povo do 1% simplesmente não conta. E sim, são todos sujos, palavra de quem já viu de dentro. Só que são mais espertos e não deixam vazar tanta merda.

      Para chegar ao poder, para conseguir montar uma campanha, TODOS, SEM EXCEÇÃO, tem que flexibilizar a ética.

      Canalhice enorme é você tentar fazer parecer que esses partidos de alguma forma são honestos, vai dar um confere nas contas bem de perto e depois a gente conversa.

    • Votar em um candidado pelo seu partido é burrice, mais ainda é acreditar que um parido político é 100% correto, seja qual for.

      Por mais que a candidata seja a Madre Tereza de Calcutá, uma vez eleita, quando ela pisar em Brasília, ou ela entra no sistema, ou o sistema acaba com ela. Triste, mas real. (Obs: Pobre Madre Tereza, rsrs).

    • Ahahahahahahahaha!

      Não sei se você sabe, mas o compromisso desses partidecos de esquerda é com a demagogia de “socialismo” e não necessariamente com a parada de “ficha limpa”… E sério mesmo, não sei se você sabe mas só para se candidatar é uma burocracia danada.

      Não voto pelo partido e sim fazendo o balanço entre candidato e partido, dado que o voto proporcional na câmara e no senado tende a fazer com que o voto em um candidato mais “fraco” na legenda beneficie os cabeças de chapa… No caso dos fenômenos como Enéas e Tiririca, os votos puxam outros candidatos pela legenda e/ou pela coligação.

      Por isso é importante pensar muito bem antes de votar.

    • Faz-me rir, cara… Sei da honestidade e da boa vontade do pessoal da esquerda mais radical, mas não é por isso que concordo com a posição política (muitas vezes miope) por parte deles.

      Não sou tolo de votar em alguém apenas pela legenda e tampouco de votar apenas pelo candidato, sendo que faço a relação de pesos e contrapesos antes de votar (a ponto de me abster no primeiro turno das presidenciais de 2010), considerando tanto o candidato quanto a legenda que ele representa.

      E nesse ano, o que temos? ELEIÇÕES MUNICIPAIS, né? Apesar de provavelmente não votar no PT aqui nessas eleições pelos candidatos DA CIDADE ONDE MORO não fazerem por merecer minha confiança, não vou estigmatizar a pessoa por ela fazer parte no partido.

      E quanto as sujeiras, bem… Será que nesse caso não se está culpando os parocos pelas sujeiras no Vaticano? Pense bem antes de falar bobagem.

  • Sally, desculpe minha ignorância com uma pergunta nada a ver com o tema: costumo acessar o Desfavor pelo celular, mas ultimamente isso não tem sido possível, o site simplesmente não entra. Poderia ser algo relacionado ao próprio site?

    E se você se candidatasse, teria meu voto garantido.

    • Olha, isso é uma pergunta para o Somir, que é quem cuida do layout. Sugiro que você pergunte até ele responder…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: