Desfavor Explica: Primeiros Socorros – Parte 3: Queimaduras.

Dando sequência a aquela série de Desfavor Explica Primeiros Socorros, vamos falar sobre queimaduras. Para você que não leu, estamos no terceiro texto. Já tivemos um sobre respiração boca a boca e outro sobre massagem cardíaca. A intenção é tentar passar de forma simples e fácil como proceder em casos de emergência, coisa que deveria ser ensinada nas escolas, mas neguinho parece preferir colocar aula de religião ou aula de artes. Ok, artes é até legal, mas é mais importante saber salvar uma vida.

O conceito técnico de queimadura é a destruição total ou parcial de tecido por ação térmica. As queimaduras normalmente decorrem do calor, mas existem outras possibilidades. As queimaduras normalmente se classificam em: térmicas (que podem decorrer do frio ou do calor), elétricas, por radiação e químicas.

Uma queimadura pode provocar a morte instantânea de algumas células, através de um processo chamado “necrose coagulativa”: suas proteínas são “derretidas” (papo técnico: desnaturadas) pela ação do calor. Com a morte destas células, são liberadas substancias que podem gerar processos inflamatórios, então, tire da sua cabeça essa ideia que “só vai inflamar se eu não limpar direito”. O processo é de dentro para fora as infecções normalmente nascem das bactérias contidas na pele e não de fatores externos.

Queimaduras normalmente são classificadas levando em conta a PROFUNDIDADE do dano (e não sua extensão). Quanto maior o grau, mais grave a queimadura, pois mais camadas da sua pele ela conseguiu destruir. As queimaduras, quanto à profundidade, são dividias em três graus: as de primeiro grau queimam apenas e epiderme (camada superficial da pele), as de segundo grau queimam duas camadas, a derme e a epiderme e as de terceiro graus, que queimam todas as camadas da pele, podendo chegar a queimar inclusive o músculo e o osso.

Não seja idiota como eu era, de pensar que alguém com uma queimadura de terceiro grau está com o corpo todo queimado. Pode ser uma queimadura do tamanho de uma moeda, porém profunda pra caralho. A extensão da queimadura no corpo é outro critério diferente e não se mede por graus e sim por percentual. Este percentual nem mesmo leva em conta uma divisão igual do corpo, leva em conta quantos membros foram atingidos.

A área de superfície corporal queimada se calcula pela chamada “Regra dos Nove de Wallace e Pulaski”: o corpo se divide em áreas que correspondem cada uma a 9%: cada braço, cada perna, cada coxa, cabeça, abdômen, e tórax correspondem a 9% e o dorso (suas costas) a 18%. Se você for bom de conta deve estar percebendo que o somatório geral deu 99%. Isto porque o 1% restante é o combo genitália + períneo. Isso mesmo, sua genitália vale só 1% do seu corpo para fins de queimadura. Ultrajante. Deve ser o 1% mais danoso do mundo.

Então, tenha em conta que não é apenas a profundidade da queimadura que deve ser usada como medidor para avaliar se o caso é grave. A extensão da queimadura também deve ser levada em conta pois ela pode provocar distúrbios circulatórios, perda de líquidos e até mesmo colocar a pessoa em estado de choque por causa da dor. Para um adulto normal, 20% do corpo queimado ou mais já é grave, porém para uma criança ou um idoso 5 a 10% já representam um risco. O local da queimadura também deve ser considerado: queimadura nos pés, mãos, face e genitália sempre serão potencialmente graves.

Então, em caso de queimadura, você deve se fazer três perguntas: quão profunda ela foi, qual a extensão da queimadura pelo corpo e quais os locais. Quanto à profundidade, queimaduras começam a preocupar a partir do segundo grau. Quanto à extensão, a partir de 20% do corpo e quanto aos locais, pés, mãos, face e genitália. Conjugando estes três fatores você pode prever de forma razoável o dano que a queimadura pode causar ao organismo e avaliar a necessidade de procurar por atendimento médico.

Perceba que a DOR não é fator para avaliar a queimadura. Mais para frente você vai entender porque. Só quero que guarde uma coisa na cabeça: queimaduras que não doem podem matar e queimaduras que doem muito podem não passar de um incômodo. Então, a dor ou a falta dela não devem ser critério suficiente para classificar uma queimadura.

Cada queimadura demanda um tipo de providência. Porém, existem coisas que você NÃO DEVE FAZER NUNCA. Deixa eu simplificar a sua vida: em caso de queimadura A ÚNICA COISA QUE VOCÊ DEVE PASSAR NO LOCAL É ÁGUA, seja na forma de água corrente, seja por imersão, seja em compressa (tudo vai depender do caso, continue lendo). SÓ AGUA. NADA ALÉM DE ÁGUA.

Como se trata de uma ignorância alimentada pelo decurso do tempo, vou perder um parágrafo frisando que você NÃO PODE passar: pasta de dente, manteiga, pó de café, clara de ovo, óleo de cozinha, porra de girafa ou qualquer outra coisa que não seja água. ÁGUA. Não pode passar gelo, gelo piora a queimadura. NÃO PODE PASSAR GELO, ficou claro? APENAS ÁGUA. Não pode arrancar a pele morta, arrancar as roupas ou qualquer outra coisa que esteja colada na queimadura, apertar o ferimento ou estourar bolhas. SÓ FUCKIN´ ÁGUA! O resto tem que ser decidido pelo médico.

Porque água? A água resfria os tecidos internos e impede que a queimadura se aprofunde ainda mais. Isso mesmo, se não resfriar a área, a queimadura vai se espalhar e queimar por dentro e algumas vezes você pode nem sentir que ela continua fazendo estragos. Ao resfriar o local você impede que ela aumente de extensão e profundidade. Então, mesmo que não esteja sentindo nada: água.
Dependendo do grau da queimadura, algumas providências mais específicas podem ser necessárias, por isso é importante que você tenha uma noção mínima de como reconhecer diferentes tipos de queimadura. Não se esqueça, a dor não é indicativo determinante para identificar o tipo de queimadura. Leia os parágrafos abaixo e descubra como saber quem é quem.

Queimaduras de primeiro grau doem moderadamente, dói pra cacete na hora mas minutos depois já não dói tanto. O local fica bem vermelho e um pouco inchado mas não forma bolhas e a pele não se desprende. Normalmente esta queimadura não precisa de socorro médico, a menos que seja em uma grande extensão do corpo. Imediatamente coloque a área queimada debaixo de água, seja água corrente, seja por imersão. Não esfregue, não aperte. Apensas resfrie o local com água, isso impedirá que a queimadura continue fazendo estragos em camadas mais profundas. Não basta colocar na água e tirar, tem que deixar por pelo menos cinco minutos, se puder, deixe até 15, 20 minutos. Depois pode secar a área queimada e fazer um curativo. Se a queimadura for MUITO LEVE, ou seja, um mero incômodo sem destruir a primeira camada de pele, um remédio pode ser usado para aliviar o desconforto. Eu gosto muito do Terra-Cortril spray. Tenha sempre um spray na sua cozinha para casos leves, pois é lá que acontecem a maior parte das queimaduras.

Queimaduras de segundo grau doem pra caralho, são as que mais doem. Além do local ficar vermelho e inchado, provavelmente vão aparecer bolhas e ocorrer liberação de líquidos. Você vai perceber que a área queimada fica úmida. O procedimento é o mesmo da anterior: muita água fria por pelo menos cinco minutos e depois curativo, com a diferença que dependendo da área queimada, é recomendável procurar um médico.

Queimaduras de segundo grau em áreas pequenas são consideradas leves ou moderadas e normalmente não precisam de cuidados médicos. Mas se ocorrerem em grandes áreas ou se atingirem o rosto, mãos, pés, virilha, tórax, pescoço ou articulações o mais seguro é procurar um médico, pois a queimadura passa a ser classificada como grave. Não tem muito consenso, mas queimadura de segundo grau em uma área maior do que a sua mão já vale uma visita ao pronto-socorro. Evidente que se for em uma região delicada como olhos, boca, articulações e etc também. E em crianças, sempre.

Mesmo que você avalie a sua queimadura de segundo grau como leve e ache que não precisa de um médico, fique de olho na evolução dela, pois podem ocorrer infecções e outros problemas no caminho. Edemas, secreções, dor e outros sintomas podem justificar uma visita ao médico. Na dúvida, sempre vá ao médico. Só se tiver muita certeza de que está cicatrizando absurdamente bem e sem problemas é que você pode se permitir não ir ao médico. E se você for homem, só se a sua esposa achar que está cicatrizando absurdamente bem e sem problemas é que você pode se permitir não ir ao médico, porque homem sempre acha que está tudo bem.

Queimadura de terceiro grau, por incrível que pareça, não costuma doer. A explicação é fácil: queima tudo, inclusive seus nervos. Eventualmente a pessoa pode até reclamar de dor, mas esta dor é referente a queimaduras de primeiro e segundo grau em áreas próximas. A coisa é realmente feia, visualmente falando. Dependendo da ocorrência, é possível ver o músculo e também o osso. Procure manter a calma, dentro do possível. O socorro neste caso é bem mais complicado. Já vai sabendo que esta pessoa terá que ir a um pronto-socorro e que essas medidas são apenas um socorro inicial.

Primeira coisa é verificar a extensão da queimadura de terceiro grau. Se ela for pequena (entenda-se por pequena não maior do que 5cm de diâmetro), você pode resfriá-la com água corrente ou imersão, desde que não direcione o jato de água diretamente no do local queimado e tome cuidado para não estourar as bolhas. Não interessa se a pessoa diz que não está doendo, não está doendo porque os fuckin´ nervos estão mortos. Todo cuidado é pouco. Não encoste, não cutuque, não arranque pele morta. Apenas resfrie o local com água (nunca, em caso nenhum com gelo) por pelo menos cinco minutos e procure atendimento médico. Cuidado, não raro as pessoas pensam que não é grave por não estar sentindo dor, mas é muito grave sim e coloca a vida da pessoa em risco, seja pela queimadura em si, seja por infecções.

Se a queimadura de terceiro grau ocorreu em uma área maior do que 5cm, a recomendação é que a região seja resfriada com compressas úmidas, mas sem apertar o local. O local da queimadura deve ter as roupas removidas, porque fatalmente o membro vai inchar e ela não poderá mais ser retirada. Porém a parte da roupa que está colada na área queimada NÃO PODE ser removida. Tesoura na roupa: corta fora o que está solto e deixa aquilo que está colado continuar colado, um médico vai saber cuidar disso depois. Após cinco minutos de resfriamento com compressas, a pessoa deve ser levada a um hospital. Se puder, leve imediatamente e vá fazendo as compressas no caminho. Minutos podem fazer a diferença.

Não ouse fazer curativos, ainda que temporários, em áreas mais delicadas como mãos e pés. Existe um grande risco de fazer merda e deixar a pessoa com os dedinhos colados, tipo mão/pé de pato. Leve com o membro ao ar livre mesmo. Por mais contraditório que pareça, quando a queimadura atinge uma grande extensão do corpo de uma pessoa, é recomendado manter a vítima aquecida, pois ela pode ter descompensamentos térmicos.

Um erro muito comum é mandar a pessoa beber água por medo dela desidratar. Não, não tem que beber nada. Não se deve dar remédios, água ou comida, pois assim que chegar ao hospital a pessoa vai ter que tomar anestesia e talvez passar por uma cirurgia e isso só dificultaria o procedimento. E leve a pessoa RÁPIDO para o hospital, ela pode parecer bem, mas não está e os riscos são enormes. Nesses casos o ideal é levar a pessoa a um local específico para queimados, um Centro de Tratamento de Queimados. Espero que você nunca precise, mas deixe anotado na sua casa em um local visível o endereço e telefone para o caso de uma emergência. Alias, como eu já disse em outros textos, tenha sempre os telefones de emergência anotados em locais de fácil acesso: bombeiros, SAMU, ambulância do plano de saúde e etc. Tenha também os hospitais próximos credenciados pelo seu plano, porque ninguém merece parar para procurar livrinho de plano na hora da emergência.

Casos onde você SEMPRE deve procurar um médico, independente da queimadura: queimaduras em crianças que não sejam leves, queimaduras em locais especialmente sensíveis como rosto, mão, pé e genitália, queimaduras em grande extensão do seu corpo (mais de 20%), queimaduras que não estão cicatrizando mesmo após três dias, queimaduras que apresentam sintomas de infecção ou qualquer outro desconforto significativo. Na dúvida, procure um médico, mesmo que seja para ouvir que está tudo bem. Tem coisa melhor do que ir ao médico e ouvir que está tudo bem? Não espere, vá a uma emergência mesmo.

Existe também a chamada “queimadura de quarto grau”, mas não vou incluir aqui porque nesse caso não há o que socorrer. Na queimadura de quarto grau a pessoa fica carbonizada e você só consegue saber quem é pela arcada dentária. E em alguns casos, nem assim.

Alguns pequenos detalhes no socorro: no caso de queimaduras elétricas, SEMPRE tem que procurar um médico para que ele avalie os danos, que podem ir muito além da queimadura. Nunca está demais dizer que não se deve meter a mão em quem está tomando um choque e sim tentar apartar a pessoa da fonte do choque com um pedaço de madeira ou algo isolante ou ainda tentar desligar a fonte de eletricidade. No caso de queimaduras químicas, a área queimada deve ser colocada debaixo de água corrente por um período de pelo menos 20 minutos. Nada de colocar imerso, se não você pode criar uma sopa tóxica.

E já que estamos cogitando de tudo, uma dica para o caso das suas roupas o seus cabelos pegarem fogo. Se possível, pule em um local cheio de água ou abra o chuveiro, caso esteja MUITO PRÓXIMO. Caso contrário, tire a roupa ou role no chão para apagar o fogo. Lembre-se, sem oxigênio o fogo se apaga, logo ente abafar o fogo da forma mais eficiente possível: rolando no chão ou sufocando o fogo com uma manta ou um cobertor grosso. Eu sei que é foda pedir isso para quem está pegando fogo, mas NÃO CORRA, isso só vai piorar a situação! Se for no cabelo, seu ou de terceiros e você tiver reflexo suficiente, pode meter a mão e abafar, desde que o fogo esteja no início.

Cicatrizes. Algumas vezes depende de você, outras não. Queimaduras de primeiro grau não deixam cicatrizes desde que você tome certos cuidados, como não expor a pele ao sol até que ela esteja normal (você vai saber pela coloração e textura). Queimaduras de segundo grau podem ou não deixar cicatrizes, ajuda muito se você começar um tratamento durante o período de cicatrização. Queimaduras de terceiro grau deixam cicatrizes e muitas vezes sequelas motoras, como comprometimento de músculos e tendões. E cuidado: muitas vezes a pessoa não toma sol mas se expõe a lâmpadas que também emitem radiações suficientes para “queimar”, ainda que de forma leve. Até a pele não estar normal, muita proteção, sempre. Mesmo dentro de casa.

Lógico que eu não ia esquecer dos pets. Se seu animal de estimação sofreu uma queimadura o procedimento é bem parecido: compressa de água fria por pelo menos cinco minutos e veterinário se o dano for muito extenso. Caso não julgue necessário levá-lo ao veterinário, observe-o pelas próximas três horas e veja se ele apresenta dificuldade para respirar ou outros sintomas. Caso trate o animal em casa, deve lavar a região afetada com soro fisiológico e passar alguma pomada indicada pelo veterinário e colocar um curativo por cima. Atenção: se o seu bichinho levou um choque, a primeira coisa que você tem que fazer é abrir a boca dele e verificar se há queimaduras na região. Geralmente animais levam choque por meter o focinho em algum lugar e acabam ficando com queimaduras graves na boca e língua, o que pode impedi-los de se alimentar. Mesmo que ele pareça bem depois do choque, verifique sua boca.

Para mostrar toda sua maturidade e fazer trocadilhos com a palavra queimar, para dizer que furar bolhas é um clássico e você não vai abrir mão disso ou ainda para fazer piada com o termo chokito: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (76)

  • Olá, sofri uma queimadura de segundo grau no pé, mais não to conseguindo colocar ele no chão tomei uma bezetasil e estou tomando cefalexina.nao conseguir por o pé não chão é normal?

  • Sally sofri um acidente de moto a 3 dias , queimei a parte da frente do tornozelo no escapamento foi coisa de uns 6cm mais fico bem feio , não doeu nada nem depois , agora meu pé está bastante inchado e começou a doer bastante , preciso procurar um médico ??

  • Levei minha filha no hospital de minha cidade devido ela ter encostado a perna no escapamento da moto as enfermeiras passou soro e colocou pomada de queimadura no local e enfaixou….pediu p mim fazer o mesmo procedimento até cicatrizar e normal ficar enfaixado ?não atrapalha cicatrizar ficar enfaixado?

    • Siga a recomendação médica. Se tiver dúvidas, procure uma segunda opinião MÉDICA, nunca de estranhos da internet, sua irresponsável! Como pode deixar os cuidados da sua filha nas mãos de desconhecidos de internet?

  • Boa noite gostaria de saber eu me queimei com alcool tive 36% do corpo queimado foram queimaduras desegundo grau minha cicatrizaçao foi rapida porem tem uma coisa q gostaria de saber minha pele ta com ums parte mais escuras e umas branca tem dois meses q aconteceu ela ainda vai voltar a cor normal ou nao

  • olá , eu queimei minha perna em um escapamento de moto , na hora nao doeu nem nada , mais agora 2 semanas depois ta doendo pra kct e criando tipo um pus encima da queimadura , eu fiz duas uma no scape e no motor e elas estao meias pretas totalmente abertas ( eu nao fui á um medico por que moro em fazenda eé longe da cidade e como eu achei que iria sarar logo só começei a passar nebaciderme no local , e babosa , cicatriz e claro que vai ficar , mais por que minha queimaura ta assim ? ) obrigada !

    • Ola você apenas deveria ter jogado água e nada mais pois quem decide oque fazer é o seu medico.

      Espero ter ajudado e se fosse meu paciente mandaria você vir correndo pois duas semanas já e tempo bastante e precisara de alguns medicamentos e cuidados especiais.

  • Gostaria de fazer um pequeno acréscimo: existe UM produto além de água que pode ser usado pra esfriar queimaduras: soro fisiológico. É a única exceção (pelo menos que conheço). Não é algo que todo mundo costuma ter sempre à mão, mas se estiver disponível, é até mais recomendado em alguns casos. Na falta dele, ÁGUA, sempre, como dito no texto. E em abundância.

  • Oi me queimei com óleo, ficou claro,e sou morena, o médico falou qie foi superficial, falou pra eu hidrTar e tomar sol q volta ai normal, já faz uns seis meses, vc sabe se massagear com óleo de amendoas é bom, me ajude por favor! Desde já agradeço.

    • Eu sou advogada, acho que você não vai querer ouvir conselhos de quem não é médica, correto? Não procure informações importantes como essa na internet, pergunte a seu médico!

  • Queimei a perna com óleo, fez bolhas depois que estorou ficou clara, já faz uns aeis meses, fui a um cirurgião plástico, ele dsse que foi superficiala, que era só hidratar e tomar sol, que a pelw voltaria ao normal, mas acho que está demorando, vc poderia me ajudar ou algo que eu possa fazer para voltar o tom natural da minha pele, detalhe sou morena, e fica estranho minhas cicatrizes claras. Me ajude por favor! Obrigada desde já… só hidrat

  • Excelente texto, Sally, estou gostando muito dessa série sobre emergências (eu admito que sou 15% hipocondríaca e saio divulgando esses textos por meio de facebook, e-mail, etc, morro de medo de eu/outro passar mal e ninguém saber socorrer).
    Eu posso estar completamente maluca, mas lendo a parte sobre queimaduras químicas, lembrei da aula de química (80 anos atrás…), onde a professora explicou que sódio nunca deve ser colocado em contato com água, porque ela só potencializa a “queimadura” (em caso de contato direto com a pele).

    • Não conheço todos os produtos químicos e é bem possível que existam exceções, mas no geral se recomenda passar água. Vale a ressalva, se alguem souber de um agente químico que tenha seu efeito agravado pela água por favor fale!

      • Sódio e potássio metálicos jamais devem entrar em contato com água! Uma vez vi o efeito que isso gera, é terrível! Não lembro se os outros metais alcalinos também, mas esses dois com certeza!

  • Sallly esqueceu de dizer também que não se pode enfaixar queimaduras! Lembro me de um colega meu que cometeu essa proeza e… enfim! rs

    • Pois é, a pele sai toda na atadura. Mas quero crer que quem se queima a ponto de precisar enfaixar está na categoria de pessoas que procuram um médico…

    • A Coca-Cola do Brasil é campeã mundial em agentes cancerígenos! Viu? E a gente falando que o Brasil não era superior em nada. É sim, a Coca dá mais câncer do que as outras!

  • Uma coisa que gostaria de saber é se realmente é usada albumina nas alas de queimados de hospitais – não lembro onde ouvi essa história – e, se é, como é usada. Consumi albumina por bastante tempo quando fazia academia – voltei esta semana depois de cinco anos parado por causa de trabalho e estudo – e batia com leite no liquidificador. Mas algo me diz que queimados, se realmente precisam de albumina, não devem consumi-la do mesmo jeito…

    • Não faça isso, não use albumina. Nada no mundo justifica o cheiro que aquilo deixa no peido.

      Eu li que queimados usam albumina sim, mas não da mesma forma que marombeiros

  • Nunca soube que precisa ferver o leite de saquinho… décadas bebendo o leite de saquinho sem ferver… nunca fez mal… eu só lavo o saquinho de leite antes de abrir, porque vai saber né onde ficou armazenado? Mas nunca tinha ouvido falar em quem não conhece leite de saquinho… curioso isso eheheh,!
    Eu sou o inverso, só na idade adulta fui tomar leite de caixinha… há aaaaaaaaaaaanos atrás a diferença de preço era gritante e o leite de saquinho era mais fácil de comprar… assim como celular, leite de caixinha, iogurte e computador eram “coisa de rico – maneira de falar, claro” e agora nem é mais, ahahahah, inclusão social do leite de caixinha ahahah! Deu curiosidade, como se faz lençol com saquinho de leite?

      • Eu também, nunca fervi leite de saquinho, e tomava até o leite da VACA sem ferver! (não gosto de leite fervido, sou mala pacaralho pra comida) Realmente, devo ter muitos anticorpos, hahahaha! (volta e meia fico gripada/resfriada, mas no estômago e intestino nunca tenho nada, vai ver é isso)

  • Nunca soube que precisa ferver o leite de saquinho… décadas bebendo o leite de saquinho sem ferver… nunca fez mal… eu só lavo o saquinho de leite antes de abrir, porque vai saber né onde ficou armazenado? Mas nunca tinha ouvido falar em quem não conhece leite de saquinho… curioso isso eheheh,!
    Eu sou o inverso só na idade adulta fui tomar leite de caixinha… há aaaaaaaaaaaanos atrás a diferença de preço era gritante e o leite de saquinho era mais fácil de comprar… assim como celular, leite de caixinha, iogurte e computador eram “coisa de rico – maneira de falar, claro” e agora nem é mais, ahahahah, inclusão social do leite de caixinha ahahah!

  • Eu tenho uma queimadura de brigadeiro de panela. Foram os segundos mais longos da minha vida, doeu tanto…. Mas tanto… O doce gruda na pele.

    Excelente texto!

  • Quando eu era criança tive uma queimadura bem feia no rosto por causa do sol (detalhe que sou tão branca que 10 minutos no sol me deixa um pimentão), felizmente não ficou nenhuma cicatriz. E esse ano me queimei do sol de novo, mas não fui no médico de idiota e agora estou com marcas e usando hidroquinona pra uniformizar a cor.

  • Não pude deixar de comentar.
    Quando criança, uns 06 anos, explodi um isqueiro(/avio/aquela coisa que tem gás dentro e faz fogo)
    na hora achei o máximo! fui correndo contar pra minha mãe que eu tinha explodido uma coisa sem me machucar. Foi a primeira vez que lembro de ter apanhado.

    Lembrando agora, eu realmente não sei como não me matei quando criança…

  • bibliotecário

    Todas minhas cicatrizes de queimadura são da infância, felizmente nada de grave. Interessante que dos casos graves de queimadura que conheço (cicatrizes nada belas), a maioria é herança de algum acidente de infância, o que talvez fosse evitado com maior cuidado dos pais. Mai um motivo pra que certas pessoas reflitam sobre o fato de terem filhos.

    • Pois é, criança é isso aí. Um segundo de descuido pode acabar muito mal. Se os pais não tiverem paciência de educar e repetir trocentas vezes com firmeza “NÃO PODE mexer aí!”, um dia acaba acontecendo uma desgraça.

      Não basta uma nem duas, tem que estar atento e repetir um zilhão de vezes até a criança assimilar!

    • Verdade, também tenho uma terrível queimadura de ferro de passar no ‘muque’. Minha mãe vacilou, e puxei o fio. Mas também adorava espetáculos pirotécnicos…

  • Uma pena terem acabado com o leite de saquinho. Doavamos os saquinhos para instituicoes que faziam lencois para queimados.

      • Sério. Lençol e fronha. E não só para queimados, mas também para pessoas que tinham sérias doenças de pele. O Hospital Santa Marcelina aqui em São Paulo era (ou ainda é, não sei) um dos que organizavam essa campanha.

    • Aqui ainda tem leite de saquinho (AINDA BEM, acho leite de caixinha com gosto de papelão), mas não sabia disso não…

        • Vem me visitar. ^^ (não posso te prometer levar quando for te visitar nem mandar pelo correio, porque daria trabalho demais)
          Na verdade, cresci tomando leite de vaca in natura (nosso vizinho tinha uma vaca), minha mãe apelava a leite de saquinho eventualmente. Como ele não tem nenhum conservante, só é pasteurizado, acho o sabor dele mais próximo do leite natural. Não quero nem imaginar o tanto de porcaria que colocam no leite de caixinha… (não falo isso pela saúde, já que como nuggets, tomo Coca-Cola, etc, é só por causa do gosto mesmo)

          • E se eu descobrir que a vida inteira bebi leite com gosto de papelão? Como voltar para a caixinha depois que se provou as maravilhas do saquinho?

        • Eu acho leite de saquinho ruim… E vc tem que ferver antes de beber (grandes chances de ter o fogão todo melecado – Deus-do-leite mode troll on)… Eu gosto dos de garrafinha, tipo Fazenda. [mode fresca on]

          E tb dava os saquinhos para hospitais de queimados… Eles diziam que era um dos melhores materiais para não grudar nas feridas… O que será que eles usam hoje?

          PS: “homem sempre acha que está tudo bem”, verdade. Mas tb reclama pra de dor de alguma coisa besta, que eles julgam ser pior que a dor de parto…

          • Sim, homem faniquita até não poder mais em caso de dor ou desconforto, mas procurar um médico que é bom… Preferem ficar em casa paunocuzando as pessoas à sua volta contando como está doendo!

            Gente, fazem pessoas queimadas deitarem em sacos de plástico usados? Por mais que limpe, não é meio que cheio de germes?

            • Eu nunca tinha ouvido falar dessa história, mas quando li, achei que os saquinhos fossem processados, e não simplesmente colados/costurados um no outro! Aliás, tem certeza que isso não é uma lenda urbana, do tipo trocar anéis de latinha por cadeira de rodas? :P

          • “Eles diziam que era um dos melhores materiais para não grudar nas feridas… O que será que eles usam hoje?”

            Camisinhas?

      • Leite de saquinho é ruim demais. Além disso dá trabalho de ter que ferver. Uma vez vi uma entrevista dum médico falando que leite de saquinho tem A de água, B de bacilo e C de coliforme.

  • nada a ver, mas lá vai: lembrei dos padres do colégio onde fui encarcerado(sic): que eu estava condenado a QUEIMAR no inferno porque sou gay!
    Essa queimadura você não mencionou,hem!
    Muito bom seu texto, deu para eu entender porque um paciente que estava no meu quarto gritava a noite toda e vivia com um cobertor a cobri-lo, o que estranhei muito porque a todo momento eu queria levantar-me para abana-lo e tirar o cobertor de cima dele, sorte dele é que eu não conseguia andar.

    • Quem vai queimar é o padre safado filho da puta que falava isso para você!

      As queimaduras mais extensas e mais profundas geram muita evaporação de líquido, com isso o corpo da pessoa resfria muito, por isso ela precisa estar sempre aquecida. E dói, dói muito. Cada troca de curativo é um suplício.

  • Muito bom! Acho que só pensei em pedir um post explicando primeiros socorros a vítimas de choque elétrico, mas esclareceu. ^^
    Talvez tu tenha achado isso em tuas pesquisas e não falou porque não coube, mas em todo caso… VOCÊ SABIA? Homens eletrocutadas geralmente morrem com uma ereção, pois é. Meu professor do curso técnico mostrava fotos de funcionários da companhia de energia elétrica mortos durante manutenção de postes, o que gerava piadinhas e risos infinitos numa sala cheia de adolescentes. E, pensando bem, era de mau gosto mostrar essas coisas na primeira aula da tarde, logo depois do almoço, etc.

    • Vou fazer um só sobre choque sim! Não sabia desse detalhe da ereção… deve ser um tanto quanto estranho para o legista!

      • Estranho deve ser você estar andando na rua e se deparar com um caboclo desses pendurado no poste, hahaha!
        Outra coisa que foi bacana descobrir é que não é a voltagem que causa o dano, e sim a corrente (mas como geralmente alta voltagem = alta corrente…). O dano acontece porque a corrente altera a frequência dos batimentos cardíacos, algo assim (explicação tosca porque já faz um tempinho que estudei isso, convido algum engenheiro eletricista leitor esclarecer).

        • Eu achei que estava relacionado com a amperagem!

          Eu tenho um aparelho de choque de 800.000 voltz, mas a amperagem é baixa, por isso ele quase nunca provoca morte…

              • I=V/R ( lei de ohm ) A intensidade de corrente eletrica( I ) que percorre um circuito é diretamente proporcional a tensão ( V ) e inversamente proporcional a resistencia.( R )
                Para a corrente eletrica provocar taquicardia ela precisa percorrer o coração, se nao passar pelo coração nao existe risco de taquicardia.
                A corrente eletrica pode sim provocar queimaduras,
                A corrente eletrica sempre provoca alteraçao radical no sistema nervoso, uma pessoa por mais recatada que seja, que nunca falou um palavrão na vida, assim que leva um choque solta imediamente pela boca um PQP,
                A definiçao exata do que é corrente eletrica é a seguinte:
                É o movimento organizado dos eletrons livres em um condudor.
                A definiçao para quem nao conheçe e portando nao deve sequer aproximar é:
                É um negocio esquesito que anda em um cano entupido e quem pega nele ta fudido.

  • Furar bolhas é um clássico…
    Quando pequena eu sempre me queimava em casa fritando queijo na frigideira e colocando a espatula molhada para misturar com o presunto…pipocava tudo!! hahaha! Que perigo… a empregada e eu eramos umas mulas… Eu porque nao sabia o que estava fazendo e a empregada que tinha que me cuidar tão pouco…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: