Des Cult: The Noite

descult-thenoite

Assim como fiz com o novo “Agora é tarde” do Rafinha Bastos, esperei uma semana para escrever sobre o “The Noite” do Danilo Gentili. Um programa de estreia é muito pouco para se avaliar uma atração. A opinião aqui escrita nada tem a ver com a simpatia e admiração que eu tenho pelo Danilo Gentili, até porque também tenho simpatia e admiração pelo Rafinha e isso não me impediu de descer o sarrafo nele e naquele programa sem vergonha que ele está fazendo.

Confesso que fiquei um pouco decepcionada com as críticas que saíram sobre o programa por sua falta de conteúdo. Algumas apenas narraram o que aconteceu na estreia: fulano entrou no palco, sicrano fez uma piada, etc. Isso não é uma crítica, é uma narrativa, desnecessária por sinal. Eu sei muito bem o que aconteceu, eu vi o programa! Queria ler uma CRÍTICA, uma opinião sobre o que foi apresentado. Custa, imprensa? Pelo visto custa.

Outra parcela generosa das notícias focou apenas no ibope: “Programa de Danilo Gentili alcança X pontos de audiência”. Gente… o “The Noite” é tão mais do que números de audiência… Ok, cravar seis pontos à uma da manhã de fato é algo admirável, vencer a Globo também, ficar em primeiro lugar geral então, nem se fala. Mas ainda assim, está longe de ser o ponto alto dessa grata surpresa que Danilo e sua equipe prepararam para o telespectador. O mérito maior do “The Noite” pode ser definido por uma palavra: ACERTO.

Não importa se faz o seu estilo ou não, não importa se você faria diferente ou não, não importa se você esperava outra coisa ou não: eles acertaram naquilo que se propuseram a fazer. Deu certo, deu muito certo. Durante o programa temas polêmicos são abordados sem medo, temas que, se tratados no tom errado, poderiam causar mal estar, constrangimento e polêmica. Mas Danilo e sua equipe conseguiram conferir leveza e humor, desarmando o telespectador ao partir da premissa de não se levarem a sério, de mostrar que rirem de si mesmos em primeiro lugar. Quando você ri de si mesmo, qualquer risada que dê dos outros fica menos bélica. Um humor leve, agradável e simpático prepara o terreno para o que eles realmente querem falar, amansando o telespectador que já está de coração aberto quando pequenas verdades são apontadas.

Óbvio que o mérito é de toda a equipe, mas não tem como não fazer um elogio especial para o Danilo, pois por mais que algo seja bem escrito, em ultima instância, o determinante é a forma como é dito. E Danilo acertou o tom, com naturalidade. Não pareceu forçado em momento algum. Apenas me pareceu um pouco nervoso no primeiro programa, coisa que considero natural em qualquer estreia. Aliás, considero até simpático estar nervoso, ele é humano, ele é falível, ele tem sentimentos mundanos como todos nós. O “amadurecimento de palco” do Danilo desde o CQC até hoje impressiona. Poucas pessoas na TV conseguem passar essa impressão de que estão fazendo algo que gostam, que estão se divertindo com isso, que estão entre amigos em uma brincadeira prazerosa. Você não diz que ele está ali trabalhando.

É assim que eu senti o programa “The Noite”. Como se fossem um grupo de amigos que estão se divertindo muito com o que estão fazendo. Um clima bom, de coleguismo, de união. Ninguém querendo brilhar mais do que ninguém, cada um com seu espaço, cada um querendo contribuir para fazer um programa bacana. Gente feliz, gente em harmonia. Pode até ser que não sejam, mas passam uma impressão muito verdadeira de serem. O clima do programa é mágico, e acredito que ali esteja o segredo do sucesso. Naquele clima, até piada de papagaio levanta o astral de quem está assistindo, pois quando quem faz se diverte de verdade, o telespectador sente e entra no clima. Em tempos de competição feroz, de facada nas costas e de brigas cada vez mais feias por holofotes, reconforta ver um grupo tão unido.

Além da verdade que eles passam, da honestidade de estar fazendo o que gostam e se divertindo com isso, a parte técnica também deve ser elogiada. Não tenho a menor qualificação para falar de câmera, luz, som e outros detalhes, mas posso dizer que visualmente o programa está muito agradável, sinal de que não houve erros. Porque telespectador percebe equívocos, por mais que não saiba identificar exatamente onde está o erro, nós sentimos quando algo está estranho ou não está agradável. Ao ver o programa a gente não lembra que existe um iluminador ali trabalhando, nem um técnico de som. Sinal de que correu tudo como deveria: natural.

Talvez a única parte técnica que eu possa arriscar a opinar seja o roteiro. Ahhhh o roteiro… que coisa mais bacana o roteiro do “The Noite”! Sabe por quê? Porque não parecia que tinha roteiro. Tudo tão natural, tão bem sequenciado, tão adequado ao perfil do elenco que a gente chega a esquecer que em uma sala, durante semanas, um grupo de pessoas quebrou a cabeça pensando no que dizer e como dizer. Parabéns ao Chefe dos Roteiristas, Alex, por mais esse acerto. Um roteiro dinâmico, criativo, irreverente, porém sem ser forçado. Um roteiro engraçado que, apesar de alguma ousadia, conseguiu fugir daquele nefasto estereotipo que adoram jogar nas costas do Danilo: “o polêmico”. Polêmico nada! Foi engraçado, divertido e em alguns momentos até ousado para o que são os limites da TV aberta, mas no tom certo, sempre permeado pela premissa de não se levar a sério, de brincar com tudo, para amansar o filtro com o qual o telespectador vai ouvir cada frase. Genial.

Cavaram uma mina de ouro acertando o tom desse programa. Em um momento onde tudo ofende, onde tudo é motivo para patrulha do politicamente correto, a equipe do “The Noite” achou um recurso, um tom, uma forma de falar coisas que, dentro da dinâmica daquele grupo, dentro da construção daquele programa, não ofende. Isso é abrir uma frestinha da porta da liberdade de expressão, até então fechada pela patrulha chata, e histérica dos ofendidos. E acertaram a fórmula de primeira!

Isso, para mim, tem um valor que chega a ser histórico. Transcende o programa em si e passa a ser uma questão social, quase que antropológica: alguém conseguiu burlar os chatos que patrulham a opinião e, com um verniz televisivo, alguns recursos visuais, alguma enfeitada no pavão, vai ser capaz de falar coisas que estão presas nas nossas gargantas e ninguém mais falava, por medo ou por incapacidade de encontrar uma forma de dizê-las sem ofender. E por isso, Alex e demais equipe do roteiro, muito obrigada. Isso abre um precedente valioso na TV brasileira. Muito obrigada MESMO.

A Direção também foi impecável. Marcelo Zaccariotto e sua equipe também são os responsável por esse acerto do tom do programa. Uma atração dinâmica o suficiente para prender a atenção de quem trabalhou um dia inteiro e ainda está acordado até a uma da manhã. Um olhar atento vê que cada escolha ali, desde o ângulo da câmera, até a edição, foi carinhosamente pensada. A orquestra é boa, mas o maestro soube reger como ninguém. Aliás, parece que essa orquestra foi feita para esse maestro e vice-versa. Reflexo de pessoas que se conhecem bem e se gostam trabalhando juntos. Fica a impressão que um olha para a cara do outro e sabe o que ele está pensando ou o que vai dizer.

Murilo Couto e Léo Lins, impecáveis, como sempre. Dizem que os bons cantores são aqueles que cantam com naturalidade, sem que o público perceba que há muito treino e esforço para conseguir aquela voz. Pois é o que eu sinto em relação a Murilo Couto e Léo Lins, o humor flui natural. Eu visualizo os dois se portando da mesma forma em uma mesa de bar, na casa de um amigo ou no “The Noite”. Eles parecem muito confortáveis fazendo humor, algo que se costuma chamar de “dom”. Fica muito claro que quando eles fazem piada o resto do elenco ri de verdade, ri achando graça, e não aquela risada fake de quem está compondo o cenário. O que transparece para o telespectador é um ótimo entrosamento e diversão genuína, verdadeira. E nós, telespectadores, gostamos disso: de autenticidade, de verdade. Juliana, uma querida, como sempre, capaz de com a maior doçura do mundo ofender a mãe alheia e a gente ainda achar ela uma fofa.

O Ultraje também merece nada além e elogios. Muito bacana a forma como interagem, hora como banda, em perfeita sintonia, fazendo piada através da música que escolhem para tocar, ora de forma individual, cada um com suas características marcantes. Eles transitam do individual para o coletivo e do coletivo para o individual com uma naturalidade e facilidade invejável. O Roger até que maneirou no cabelo na primeira semana… O que dizer? Eu gosto quando o Roger ousa no cabelo! Eu gosto quando o Roger ousa no cabelo e quando ele fala sobre o PT. Eu acho que o Roger deveria ganhar um programa similar a aquele que o SBT tinha muitos anos atrás, onde se falava da semana do Presidente, com total liberdade para falar o que ele quisesse sobre a Dilma e o PT. Um sonho distante, quem sabe um dia, na internet? Obs: É impressão minha ou o Mingau emagreceu?

Mesmo quem acabou de chegar fez bonito. Diguinho Coruja me ganhou logo na primeira fala, com seu sonoro “foda-se”. Desempenhou muito bem seu papel e tenho certeza de que vai crescer dentro do programa. Bônus: ele nunca fez Zorra Total, seu curriculum é bem mais limpinho do que o do seu antecessor. Os estagiários também prometem bons momentos. É o que acontece quando o alicerce é sólido: a gente sabe que só vem coisa boa, porque quem cria e quem executa é bom.

Agora eu gostaria de mandar algumas pessoas à merda. Porque tem gente que merece ser mandada à merda. Primeiro gostaria de mandar à merda a a Folha de São Paulo e sua notícia babaca “Fábio Porchat salva Danilo Gentili”. Se o programa só se sustentou por cauda do Porchat, porque chegou a ganhar da Globo e ficar em primeiro lugar na audiência em outros dias? Vão à merda. Desejo mandar igualmente à merda todos os que criticaram o programa supondo que ele seja uma cópia de outros existentes. Talk show é talk show, não tem como fugir muito do formato. Não é plágio. Seria como dizer que um modelo de carro está copiando o outro porque também tem quadro rodas. Por fim, mando à merda aqueles que de alguma forma compararam outros trabalhos do Danilo, como o DVD Politicamente Incorreto, com o programa. Meus Queridos, duas palavras para vocês: TV ABERTA. Não dá para fazer de tudo na TV aberta, basta dar uma olhada no resto que vocês verão que o “The Noite” está fazendo até demais para os padrões.

Também quero mandar à merda a Band, que está se comportando como uma esposa traída que faz de tudo para infernizar o ex-marido, que já está com outra: Vá à merda, Band. Está feio demais, chega desse papel de corno, chega de processar o Danilo. Ocupem-se de corrigir aquela bosta que está o programa do Rafinha Bastos em vez de se preocupar tanto com o “The Noite” e aprendam a valorizar os bons profissionais que tem. Reduziram salário, reduziram pessoal e tentaram cortaram o programa de sexta-feira? Perderam ótimos profissionais. Band: quem planta merda colhe bosta. Colham a bosta calados e parem de enche o saco.

Por fim, um desabafo. O “The Noite” certamente está incomodando e vai incomodar muita gente. Não é todo dia que alguém bate a audiência da Globo. A gente sabe que prego que se destaca é o que ganha martelada. Fiquem espertos, eu não estranharia se em breve começarem a surgir boatos ou tentativas veladas de ataques à popularidade da equipe, principalmente do Danilo. Sinceramente? Eu nem me preocupo muito, porque quando se ataca pessoas inteligentes, há grandes chances dessas pessoas pegarem o ataque e conseguirem reverter a seu favor. Mas mesmo assim, Desfavor está de olho. Mexeu com o Danilo, mexeu com o “The Noite”, mexeu com a gente. Grandes merda mexer com a gente, não somos famosos e não mandamos nada, mas tamos aí para fazer barulho juntos caso precisar…

Parabéns a toda a equipe do “The Noite” pelo programa redondinho, fluido, divertido, leve e com momentos de ousadia, para os padrões televisivos atuais. Parabéns ao SBT por saber reconhecer e recompensar um talento, por arriscar e por investir naquilo que foge ao lugar comum. Parabéns ao brasileiro por deixar de lado o humor de bordão, o humor torta na cara, o humor Toque de Merda da Globo e se permitir o “The Noite”. Todos os elogios que eu já fiz no texto sobre o “Agora é Tarde” continuam valendo. Vocês continuam sendo uma flor que nasceu no meio do estrume. Vocês me mostraram o que eu julgava impossível: um programa de TV aberta com humor inteligente. Todo sucesso é pouco. Obrigada.

Para deixar a sua opinião sobre o The Noite, para dizer que independente do programa ver o arrogante do Jô Soares tomando uma trolha e perdendo a hegemonia não tem preço ou ainda para dizer que em algum lugar, Rafinha Bastos chora em posição fetal: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comentários (119)

  • Avatar

    The Noite é um programa de BM pra BM

    Não sei o que o pessoal vê de tão interessante no merdinha do Danilo Gentili, sendo que isso aqui parece até postagem paga.

    Sério mesmo, a única coisa boa daquele programa é que ele é tão monótono que faz com que qualquer um caia no sono. A fórmula do programa é simplória e se baseia em uma entrevista meia-boca somada a alguns comentários metidos a zé graça em torno de factoides.

    Eu que fui assistir o programa meio-dia na internet quase que sinto sono com aquela merda. Sempre pegava meu irmão dormindo com aquela merda do Agora é Tarde (mesma merda!) quando o Danilo apresentava o programa lá.

    Hoje provavelmente a Argentina vai sofrer pra fazer gol. Mas calma que depois de sexta #NãoVaiTerCopa pra seleção brasileira.

    • Sério? Ainda isso? Você não desiste não?

      Isso não é uma postagem paga, nunca lucrei UM CENTAVO com o Desfavor. Vai namorar, vai…

    • Avatar

      Wellington Alves

      Deve ser mais um militante petista, muito provavelmente pago com nosso dinheiro, incoubido de denegrir os desafetos do PT. Como o Danilo está na lista negra desse partido autoritário, é normal que surjam essas críticas vazias e sem fundamentos, tão somente no intuito de desqualificar sem argumentos válidos. Para não parecer que está a serviço do PT, no final desdenhou da seleção. Já estou vacinado.

      • É uma pessoa que já foi expulsa e insiste em não ter amor próprio. Fica voltando a frequentar um lugar onde sabe que não é bem quista. Pessoa doente mental…

        • Avatar

          DOENTE MENTAL É QUEM ACHA O PROGRAMA DO DANILO GENTILI ENGRAÇADO

          Porra, o cara mesmo quando tenta ser engraçado erra a mão. Pelo menos ele tem noção de que é um MEDÍOCRE total, coisa que os pseudointelectuais vislumbrados aqui ainda não sacaram.

          Achar que o Danilo Gentili é um bom humorista é o mesmo que achar que o Luciano Huck é um bom apresentador ou que o Milton Neves é um bom jornalista esportivo… FAZ-ME RIR!

          E CHEGA DESSA CHAPA-BRANCA!

  • Desejo a todas inimigas vida longa
    Pra que elas vejam cada dia mais nossa vitória
    Bateu de frente é só tiro, porrada e bomba
    Aqui dois papos não se cria e nem faz história…

    Beijinho no ombro pro recalque passar longe
    Beijinho no ombro só pras invejosas de plantão
    Beijinho no ombro só quem fecha com o bonde
    Beijinho no ombro só quem tem disposição

    >>> http://f5.folha.uol.com.br/televisao/2014/04/1437820-talk-show-de-danilo-gentili-recebe-apelido-de-muro-das-lamentacoes.shtml

    • Bom sinal, né? Sinal que a pessoa se sente a vontade para falar, não precisa ser chapa-branca, pode falar mal de quem quiser…

      • Só que não. De bostinhas egocentricos como o Gentili, a tv tá cheia.

        A diferença dele pro Jô está no artifício utilizado. Enquanto o Jô abusa do desfile intelectual, o moleque piranha vai na base da baixaria mesmo.

          • Só repostando para você:

            Caramba, Sally! Não sei como você ficou um tempão discutindo com esse aí. Aliás, esse não é o garoto de 15 anos que mora com a mãe, só sabe reclamar dela e, pasmem, quando ela viajou, não pegou as roupas no varal por pura preguiça, esperando a mamãe voltar na outra semana para recolhê-las?

  • Gente, que coisa querida! O Mingau também retuitou! Nessas horas dá vontade de ter um twitter, ir lá agradecer e dizer que ele tá magrinho!

  • O programa de ontem achei sensacional a parte do Fred Melo Paiva fazendo standup. Eles fizeram bem o que vc relatou sobre burlar a patrulha histérica. Muito bem demonstrada por Murilo e Leo Lins.

  • Danilo é uma das pessoas que mais me fascina pela inteligência e capacidade de raciocínio. Ele é tão simples mas ao mesmo tempo tão indecifrável que nem sei explicar. Assisti-lo é sempre um grande prazer desde o CQC. É notório como ele sempre se destaca não importa o que faça. Vê-lo dando certo (tão certo) no SBT, então, está sendo impagável. Ele é a salvação da TV aberta.

    Faço de todas as suas palavras as minhas, Sally. E desejo toneladas de sorte para o Gentili porque ele vai precisar. Não existe a mínima possibilidade de a Globo querer deixar essa tomada de trono sair barata. Ainda mais depois do Jô ter levado uma surra de chicote logo no dia de sua volta AHAHAHAHA

    AI QUE DELÍCIA.
    GO GENTILI!

    P.S.: Eu também pensei na ideia de D.G. substituir Silvio Santos quando este se for. Gente, mas não faz todo o sentido? Quem é tão showman quanto o Gentili atualmente?

    • Certamente vai ter uma “resposta” por estas pessoas maravilhosas terem “ousado” vencer a Globo, mas não precisa se preocupar, estas pessoas maravilhosas como Danilo Gentili, Alex Baldin e Marcelo Zaccariotto TEM CÉREBRO. O problema de atacar pessoas inteligentes é que elas facilmente revertem a situação.

      Na minha opinião, o único inimigo que pode derrubá-los são eles mesmos, no sentido de que fiquem deslumbrados ou com um excesso de confiança, mas não me parece que isso vá acontecer. Gente que não se leva a sério costuma não ser traída pela vaidade.

  • Off: Sally, temos um desfavor convidado sobre café, um sobre whiskyes, e em breve, teremos um sobre vinhos! Acho que os impopulares vão gostar! Aguarde que to te mandando até quinta ou sexta! =)

  • Parece que o Silvão acertou a mão. A TV aberta costuma ser tão merda, que quando surge uma coisa boa a gente tem que celebrar. Tô achando o programa muito foda! Tomara que continue assim.

  • Na minha opinião o programa está fraco.
    O Danilo por motivos (covardia) que não vou relatar,
    não fala mais de política.
    Não fala no programa, no twitter e nem no
    Facebook dele.
    Quando eu digo que ele não fala, quero dizer que ele
    não crítica mais.
    E podem conferir, é só verificar na rede e irão comprovar.
    E isso não tem nada a ver com o SBT, se alguém aí
    achar que possa ser.
    Uma das coisas que mais me deixa revoltado, é covardia
    e o Danilo é um covarde de primeira grandeza.

    • Danilo está trabalhando em um novo DVD, que vai ser lançado em poucos meses, chamado Politicamente Incorreto II, no qual SÓ vai falar sobre política. Até onde eu sei, ele vai inclusive disponibilizá-lo de graça na internet, para quem quiser ver. Acho que seu argumento não procede.

      Talvez ele esteja falando menos de política porque suas melhores piadas políticas estejam sendo usadas no DVD. Em todo caso, um covarde não faz um DVD do estilo do Politicamente Incorreto e lança às vésperas de uma eleição presidencial, você não acha?

    • Avatar

      Wellington Alves

      Desde dezembro o Danilo está trabalhando feito um louco em cima de cada detalhe do seu programa, tanto que avisou no twitter que estava deixando de seguir todos que seguia pois não tinha tempo para interagir.
      Chamá-lo de covarde é no mínimo falta de informação da sua parte.
      O Danilo chegou onde chegou graças a sua autenticidade e coragem de dizer o que muitos artistas não dizem. Não se intimidou com o patrulhamento ideológico que, diga-se de passagem, pega pesado com ele a ponto de terem derrubado sua página do facebook recentemente.
      O SBT não investiria o que está investindo no Danilo simplesmente para calá-lo e ver sua audiência cair, somente para agradar o governo.
      Por isso acho muito suspeito este seu ataque tão raso.
      No momento eles estão fazendo o avião decolar, assim que ele estiver voando alto e no piloto automático, pode ter certeza que ele voltará a dar atenção ao twitter e ao facebook.

      • Como é que uma pessoa que estaria “se recusando” a falar sobre política está gravando um DVD chamado “Politicamente Incorreto II”?

        • Avatar

          Wellington Alves

          Nunca!
          O Danilo já contou essa história: Sua mãe montou uma instituição de apoio a crianças vítmas de abusos, quando o PT viu que o trabalho dessa instituição estava ganhando nome e sendo reconhecida, por meio da prefeitura de Santo André, trataram de tomar dela a direção com a alegação de que ela havia espancado uma criança. Detalhe, no dia que disseram ter ocorrido isso, a mãe do Danilo estava fazendo uma cirurgia para amputar 2 dedos da mão (a mesma com a qual teria batido na criança). Mesmo com a comprovação da cirurgia em mãos, a prefeitura do PT assumiu os trabalhos com segundas intenções e pouco tempo depois a instituição fechou por conta de corrupção.
          Este é um dos motivos que fez com que o Danilo se indignasse tanto com esse governo corrupto. Por isso é impossível ele deixar de fazer suas críticas políticas.

    • Isso serve é pro Rafinha, infelizmente. O sujeito está até divulgando o marco civil da internet no twitter…

      • A FORMA como Rafinha conduziu a entrevista som o juiz (e amigo dele) que foi vítima de racismo me embrulhou o estômago. Atenção: A FORMA COMO ELE CONDUZIU.

        Fiquei triste, um misto de posar daquela tática escrota de BM de posar de bom moço para se promover com indignação porque mexeram com um amigo dele. Sério mesmo, Rafinha acabou para mim. Não consigo mais ver o programa dele não. Enquanto ele continuar nessa vibe “Gugu hetero” eu tô fora.

        • Assisti só o começo dessa entrevista, aí desisti e troquei de canal. Rafinha estragou, ou talvez nunca tenha sido verdadeiramente o cara que eu pensava que ele era. Já estava desanimado quanto a ele, depois que vi no seu twitter uma propagandinha fuleira com o seguinte dizer: “entenda o que muda na sua vida com o marco civil da internet”, acompanhado de um link indo direto pra um sitezinho meio ligado ao PT, foi o golpe de misericórdia que eu precisa pra largar mão de vez. E ainda tem aquela Dilma no programa dele, que querendo ou não é uma espécie de divulgação, até porque ao que parece eles nem sonham em fazer alguma piada que afete negativamente a imagem dela.

          • Sério isso que ele está defendendo e divulgando site ligado ao PT?

            Não acho que uma pessoa possa enganar todo mundo por tanto tempo, acho que ele é o que sempre deixou transparecer. Mas é muito mais fácil subir quando se mostra ao Poder Público que você está do lado deles, que não pretende incomodar. Escolheu o caminho fácil. Não julgo, talvez burra seja eu que dou murro em ponta de faca e estou rastejando por uma trilha difícil que provavelmente não vai me levar a lugar algum, mas posso dizer que é incoerente com a postura que ele sempre defendeu.

            Uma pena. Agora Danilo Gentili é único. Ele é tipo um Unicórnio da Tv brasileira. Sério mesmo, alguém que more em São Paulo por favor passa lá no The Noite e esfrega um cotonete na bochecha dele? Se o PT matar o Danilo temos que poder cloná-lo de volta!

            • Pessoalmente, Rafinha diversas vezes me pareceu mais a esquerda das coisas, já Gentili e Roger a direita, embora ambos sempre se mostraram mais próximos do centro do que da margem. Então não me surpreendi com essa atitude. Há de elogiar ele ter tido bagos pra debochar da Wanessa Camargo no programa de terça-feira. Mas a propaganda velada através daquela personagem chata da Dilma está enchendo o saco, se bem que depois do que o CQC fazia ao Lula não é de se espantar o Rafinha seguir o molde, o ponto fora da curva foi o Gentili se manter por tanto tempo lá.

              • Danilo faz uma coisa muito legal que a gente também faz aqui: ele não veste um rótulo, ele critica o que quer que ele considere errado, seja na direita ou na esquerda. Acho isso sensacional, é muito lúcido não se recusar a ver os defeitos naquela pessoa em que se pretende votar.

  • Comecei a assistir o programa desde a postagem da Sally sobre o Rafinha Bastos, e estou viciada! Sem contar que o Danilo é um fofo!

    • *hiperventilando de emoção

      Eu quero muito o Roger apresentando a Semana do Presidente e falando sobre o PT, nem que seja em um canal no YouTube! Eu adoro quando o Roger fala sobre o PT!

      • Hei? Parece que rendeu o tweet? Fiquei feliz que o Roger citou vocês no site do Ultrage. Ele bem que poderia escrever um desfavor convidado. Não custa sonhar :- ).

        • Sabe o que eu queria? Desfavor Convidado do Roger dizendo TUDO que pensa sobre o PT, sem censura alguma, TUDO, TUDO, TUDO TUDINHO. Lembrando que a responsabilidade jurídica continua sendo minha, como dona do Desfavor, ele poderia falar o que quisesse.

          Nessas horas dá vontade de ter Twitter para ir lá falar com ele, agradecer, elogiar…

          • É mesmo! Mas você não consegue mandar um e-mail pra ele (você é dona de um blog, use sua popularidade a seu favor)? Seria legal uma apresentação explicando toda a proposta do blog. Vou ver se consigo algum contato dele.

            • Acho que isso poderia prejudicá-lo. Eu adoraria ver isso acontecendo, mas também penso no lado dele. Não sei se você viu a notícia que saiu hoje: por causa daquele comentário infeliz da Raquel Sheherazade o SBT está arriscado a perder uma verba que era repassada pelo Governo Federal na módica quantia de 153 milhões de reais. Percebe como as coisas funcionam? Quando se é uma pessoa pública não se pode dar ao luxo de atender esse meu devaneio, porque custa caro, muitas vezes custa até a carreira ou o programa.

              Deixa eles fazendo as coisas dentro dos limites em que elas podem ser feitas, que eu e o Brasil precisamos do The Noite no ar! O PT já deve estar puto o bastante de ver alguém como o Danilo com tanta audiência, todo cuidado é pouco. Eu sei que parece paranoia, mas eu trabalhei muitos anos com política e Poder Público, eu juro que coisas escrotas acontecem.

              A notícia: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/caso-sheherazade-leva-governo-a-estudar-suspensao-de-verba-para-o-sbt/

              Quem ama cuida

  • O programa tá foda, mais foda do que eu pensava que seria!
    Realmente a maioria das críticas são superficiais, mas eu vi algumas boas elogiando bastante o cuidado técnico que o programa de estréia teve (assim como os outros também), dizendo se tratar de um programa com padrão superior e incomum ao SBT.
    O mais legal é que até as piadas mais bobas não são vazias e desnecessárias, elas possuem um “gancho”, como colocar as pessoas pra falar de assuntos sérios de uma maneira engraçada por exemplo, tipo as pessoas falando sobre as obras pra Copa com farinha na boca, o que é exatamente o parece ter acontecido nesses últimos tempos em que todo mundo falava a mesma coisa, o obvio na verdade, e os responsáveis pelas obras pareciam não entender nada.
    A entrevista com Porchat até me fez simpatizar mais com ele. E aquela tirada sensacional no final da entrevista, com o argentino tentando dar um tiro no Danilo, Porchat se jogando na frente e o argentino saindo carregado e ensandecido, falando que tudo aquilo ali era dele? Hahahahahaha.
    A entrada do primeiro programa também foi épica, foi surpreendente, não esperava algo do tipo. Enfim, o programa tá demais, se continuar assim, tem vida longa e tem tudo pra se consagrar na história da televisão brasileira. Danilo vai longe, aposto com convicção.

    • “(…)a decisão partiu do diretor do programa, Marcelo Zacariotto, porque achou a ofensa “desnecessária” e “fora de contexto”

      Gente, quando é o próprio DIRETOR do programa quem opta por, na edição, não incluir um trecho da entrevista, não é censura, não ~e imposição da emissora nem é cerceamento a liberdade de expressão. Lamento que estejam tentando pintar o programa como um cão na coleira do SBT, mas ao que parece, a escolha foi do próprio programa e não da emissora.

  • Não consegui acompanhar tudo na época em que ele estava na band, mas esse tenho procurado assistir todos. Sou um prato cheio para #thenoiteninguémdorme, mas ao menos programo para gravar pelo aparelho da net, prefiro ver pela tv mesmo.

    Achei o Mini Léo Lins com seu poder de síntese, sensacional. Fiquei com muita dó daquele rapaz que foi jogado na jaula com a Ines Brasil, senti dó mas, ao mesmo tempo, ri muito alto. Todos os sentimentos em um só momento, um mini evento bipolar.

    Uma observação: Gostei de ver o seu olhar refinado com relação ao programa. Percebi a fluidez, mas nunca que eu iria conseguir definir dessa maneira como vc fez.

    • Eu não gostei do mini Leo Lins, mas sei que vai ser um dos quadros mais populares do programa. Mionzinho Feelings, sabe?

      • Ahh!!! Entendi… Eu não pensei nisso até pq não associei com isso. Tipo Mionzinho? Oi? Aí depois me lembrei do que se tratava.

        • Esse quadro não é o tipo de humor que me agrada, mas certamente é um acerto e vai agradar o grande público. Prefiro vê-lo como um deboche em si mesmo, uma paródia de todos os quadros de todos os programas de humor que tem Mini-Fulano ou um anão burlesco para fazer rir.

  • Tô assistindo o programa pela internet, já q é o único jeito! Por sorte a página do programa no site do SBT disponibliza os vídeos na íntegra… Estou amando… Dei muita risada!!! Amei o programa com a Dulce María, q não tava entendendo nada e ficou muito divertido pela sua inocência de ser chacotada sem perceber… E o Danilo é fora de sério, muito bom mesmo! A equipe inteira tá de parabéns…

  • Acompanho o lindo rapaz de covinhas desde o CQC, sempre foi muito mais brilhante do que o restante do elenco.
    Estou amando o programa novo. O Jô deve estar se roendo de raiva por não ter pensado em algo assim antes. Achei a cara do cenário do Jay Leno, mas ficou ótimo, a gente copia o que é bom.
    Mini Léo Lins… o que é aquilo? Hahahaha A cada dia a vinheta é mais engraçada do que a anterior.
    Também achei que o Mingau está mais magro.
    Estou doida que chegue o dia em que Danilinho consiga levar o patrão lá. Seria épico!
    Sally, sabe algo que ia ser muito bom? Danilo apresentar o Roda a Roda, com a Ju de garota que muda as letras. Seria demais! Mas os participantes teriam que ser mais jovens, para poder entender as brincadeiras. Já imaginou aquelas senhorinhas olhando para ele com cara de pouco entendimento. Já olham assim para o Silvio, imagina para o Danilo.

    • Tomara que o Silvio treinei ele para ser seu sucessor. Já pensou TODOS os programas que hoje são apresentados pelo Silvio Santos, apresentados pelo Danilo e sua equipe, com seu estilo único de humor? Seria sensacional!

      • Sally, sonhar não custa nada… O patrão é judeu, e você sabe, judeu visa o lucro (sempre). Mas eu tenho certeza que vão colocá-lo, como participação especial, no máximo de programas da emissora.

        • Bom, essa é uma cruz que o Danilo vai ter que carregar: fazer gincana, participar de algumas coisas meio constrangedoras…Nada é perfeito nessa vida. Pior a gente que tem que fazer coisas constrangedoras todos os dias, muitas vezes de graça! hahaha

      • Acho mais do que necessário o Silvio fazer isso. Ninguém no SBT tem um mínimo de talento e carisma perto do que Senor Abravanel e Gentili apresentam. Vocês viram a entrevista da Patrícia? Me pareceu deslumbrada, por vezes arrogante. Não acho que ela seja assim, já vi outras cenas da moça, mas particularmente na entrevista ao The Noite não gostei da conduta.

        • Ainda não vi a entrevista dela.

          Acho que o Danilo tem um carisma, um dom, uma empatia, um je ne sais quoi que causa uma grande identificação e afeição no telespectador. Tudo isso é potencializado por uma fórmula de sucesso forjada pelo Alex Baldin e Marcelo Zaccariotto, que sabem explorar essa simpatia natural com recursos como rir de si mesmo, não se levar a sério e tantos outros traços marcantes que vemos desde os tempos do Agora é Tarde. Pronto, fodeu, junta o dom com a técnica e não tem para mais ninguém.

          Até acho que tem uns fulaninhos carismáticos, tipo Ratinho, Celso Portioli e até o Gugu (que nem sei se está por lá), mas como o Danilo não tem, primeiro porque o deles não parece ser inato e sim aprendido, segundo porque não tem uma equipe genial ajudando a melhorar o que já era bom.

          Os únicos inimigos que podem derrubar eles são eles mesmos, e não creio que isso vá acontecer, até pela história de vida do Danilo. Silvio Santos não chegou de camelô a dono de emissora sendo bobo, não foi a toa que bancou uma multa e uma briga com a Band para levar o Danilo, ele viu potencial. Acho que a tendência é Danilo e sua equipe ganharem cada vez mais espaço no SBT, ao menos assim espero.

  • Avatar

    Wellington Alves

    Por incrível que pareça, devemos agradecer a Band por ter batido o pé para segurar o Agora é Tarde. Isso obrigou o Danilo e sua equipe a pensarem em algo totalmente novo, caso contrário correríamos o risco de ver, no SBT, o mesmo programa feito na Band.
    Fora que o The Noite ficou muito melhor do que o próprio Agora é Tarde apresentado pelo Danilo. Sem dúvida um update!

    O programa de estreia ficou tão bom que assisti 2x, só a parte da abertura com a passagem pelos outros programas eu revi 3x. Rachei de rir com o Roger no Raul Gil não tirando o chapéu para o Danilo! Puta sacada!
    Outra coisa que me fez rir muito foi no programa de sexta. Após uma sequência de palavrões censurados com “piii”, uma hora o Danilo foi comentar com o Rey Biannchi sobre quando ele esteve no Agora é Tarde, e a edição colocou um “piii” no nome do programa! Cara, foi a melhor trolagem de todas!

    A prova irrefutável de sucesso é o fato da Globo estar preocupada com o Programa do Jô, a ponto de mudar o horário, usar novas vinhetas e cenário. Querem dar uma embalagem nova para dar a impressão de inovação.
    Definitivamente, por essa o Jô não esperava. A essa altura do campeonato, ter de se preocupar com sua audiência ameaçada!
    Dessa vez, ou ele se reinventa, ou se aposenta para sair antes do declínio.

    Parabéns ao Danilo, sua equipe e ao SBT!

    • Acho bem feito. Excesso de confiança sair por aí cuspindo para o alto e dizendo que alguém na faixa dos 30 não teria bagagem para apresentar um Talk Show. Não tem bagagem mas bem que o cu piscou e o horário do programa mudou, não é mesmo?

      • Avatar

        Wellington Alves

        Com certeza!
        Desde quando ele desprezou o carioca com aquela imitação fantástica, demonstrando toda sua arrogância, prepotência e egoísmo, eu perdi toda a admiração que tinha por ele. Ficou explícito que ele sequer aceita a hipótese de ter seu estrelismo ameaçado.
        Só ele pode brilhar!
        Dada a origem do Danilo, tenho certeza de que ele nunca perderá a humildade que o trouxe até aqui e que, certamente, ainda o levará muito longe!

        • Também acho que é da essência do Danilo manter o pé no chão. Curioso isso, Danilo tem uma origem mais humilde e trata as pessoas com muito mais educação, respeito e carinho. O outro foi educado na Suíça e é arrogante e mal deixa o entrevistado falar.

  • A gente se sente até meio bobo-alegre vendo o The Noite. Por exemplo, até algo bobinho como o Roger consertando uma havaiana com um prego ficou engraçado. Sobre o paspalho da Folha que falou que o Porchato salvou a estréia, lembrem-se que o maior ibope até agora (ganhando da Globo!) foi com a ‘reaça’ da Rachel Sheherazade.

    • É o clima de naturalidade, sem forçar nada, que faz com que a gente se sinta confortável vendo o programa. Muitas vezes eu acho graça das próprias risadas que eles dão.

      A Folha de São Paulo tem um amor mal resolvido com o Danilo: meteu o pau no Agora é Tarde, meteu o pau no Mato Sem Cachorro e agora menospreza o The Noite. Parece pessoal…

    • Assisti essa entrevista com a chata no youtube e fiquei decepcionada, achei que ia revelar algum podre, a única novidade foi a origem do nome dela. Queria que ela tivesse cantado “nada a declarar”, acho que combinaria mais com a situação.
      O que eu achei engraçado foi a mulher correndo na rua achando que ele ia roubar seu celular.

  • O programa tá show, achei quew teriam uma certa dificuldade de criar quadros novos e inusitados, mas dai veio o quadro ‘ o mestre mandou’ e ficou muito show, porque o próprio apresentador também participa, também se humilha e fica muito espontaneo, assim que se faz as pessoas rirem…

    • Porque teriam dificuldades? As mesmas cabeças que fizeram o “Agora é Tarde” podem fazer igual ou melhor. Eu não tinha dúvidas de que vinha muita coisa boa!

    • O mestre mandou me pareceu uma cópia do antigo programa do SBT “amigos da onça”. Ao menos não tem nada de novo.

      • O próprio Danilo já havia feito esse quadro antes. O conceito não é novo, a graça está neles fazendo e se divertindo muito com isso…

          • Eu lembro dele “destratando” fãs porque estava sendo dito para fazer isso no microfone e de várias pessoas chamando ele de escroto para baixo por causa da sua suposta arrogância e má vontade…

Deixe uma resposta para Gil Rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: