Vai Chorar? – Machistas contra Feministas.

Qual equipe Vai Chorar?

Nessa nova edição de “Vai Chorar?” os impopulares não lutarão apenas pelo título de Valentão ou Valentona da Nação, mas também pela própria existência! Os pobres coitados… digo, nobres participantes já foram definidos, e podemos começar com mais uma Semana Nacional do Bullying aqui na República Impopular do Desfavor.

O tema? Machistas contra feministas.

Os participantes serão divididos em dois times. Como tivemos exatamente cinco homens e cinco mulheres (pelo menos achamos isso…), resolvemos já forçar essa divisão. Lembrando que vocês estão livres para defender a causa ou sabotá-la satirizando o movimento.

Time Machistas Time Feministas
Desfavorecido Aline
Guto Female Evil
Hugo FML
Tender Luluzinha
Unholy Diver Marina

Cada um dos participantes terá um apelido e uma motivação para ser machista ou feminista. Sally e Somir dirão os apelidos nos seus textos, e cabe a cada um dos participantes escolher o seu. Quem chegar primeiro, pega. Homens escolhem entre os apelidos apresentados pelo Somir, Mulheres entre os que Sally descrever. Todos são desabonadores, mas alguns podem ser mais. Quem for mais rápido vai poder escolher. Se algum dos participantes não escolher seu apelido até às 21:00 de hoje, Sally e Somir escolherão por ele ou ela.

Lembrando: quando você ganha o apelido, tem que agir de acordo com ele. Quem não assumir sua personagem vai ser mandado para a votação, correndo o risco de sair.

O objetivo é simples: praticar o bullying contra tudo e contra todos para se sagrar o(a) grande vencedor(a) na sexta-feira. Não precisa defender seus companheiros de time, é cada um por si. Os participantes devem se ofender nos comentários de cada postagem, Sally e Somir estarão avaliando cada um deles para definir quem mandam para a votação de eliminação.

Todo dia 4 participantes serão enviados para a eliminação. Cabe aos impopulares votar em quem querem que SEJA EXCLUÍDO do “Vai Chorar?”. Dois são eliminados, dois voltam, até a grande final, onde os quatro restantes disputam o prêmio de Valentão da Nação, também com votação impopular. Agora, Sally e Somir apresentam os times e os apelidos:

Tema de hoje: O que é melhor, ser feminista ou ser machista?

SOMIR

Caros impopulares, antes de tudo eu gostaria de esclarecer os boatos levianos que correm por todo o Suriname sobre um suposto ataque iminente dos norte coreanos com armas nucleares. Eles… bom… eles não são totalmente infundados… mas não há motivo para pânico. Foi apenas um mal entendido. Fizemos um acordo para troca de tecnologia entre a nossa RID e a nação comandada pelo simpático Kim Jong-un: compramos alguns milhares de computadores deles e talvez não tenhamos… entendido… que tínhamos que pagar por eles. Mal entendido!

Infelizmente, a internet por lá está um pouco lenta e ele pode não ter recebido ainda meu e-mail esclarecendo a situação. Enquanto isso pode ser que um ou… vários mísseis nucleares atinjam nossa nação. Não é certeza. Por questões de segurança, estamos mandando para bunkers especiais praticamente anti radiação alguns dos nossos maiores expoentes impopulares. Além deles, mais dez participantes do “Vai Chorar?”. A vida pode ser meio chata num abrigo nuclear, então não custa a gente se distrair um pouco. Enquanto esperamos, descobrimos quem merece o prêmio e o título de Valentão ou Valentona da nação. Dentro do abrigo, faremos todas as provas normalmente. Não se preocupem, há espaço e mantimentos para todos!

Ignorem a parte do ataque nuclear iminente. Isso não é importante… o que Sally e eu queremos descobrir aqui é quem resiste melhor à pressão de TALVEZ ter que repovoar a nação depois de um desastre radioativo. Repetindo, não é certeza. Homens e mulheres foram separados em grupos de machistas e feministas. Não podemos ter um mundo novo sem saber quem vai mandar nele: essa coisa de igualdade é papo furado, alguém tem que ditar as ordens. Esse é o jeito RID de fazer as coisas que vem dando certo até aqui… tirando a potencial hecatombe. Então, Sally e eu temos ao nosso dispor os times para responder a pergunta: é melhor ser machista ou feminista quando o bullying pode comer solto? Quem está mais apto a dar as cartas e impor sua vontade?

Claro que é uma pergunta hipotética: quem manda no mundo são os homens. Nós claramente fomos feitos para botar ordem nesse galinheiro que é a humanidade. Mas, como Sally e seu time de histéricas insiste em disputar um fato da vida, temos que passar por essa situação. Evidente que é melhor ser do time dos machistas. Homens tem as vantagens físicas e intelectuais necessárias para serem os opressores históricos. Feministas reclamam e fazem bico até alguém fazer algo por elas, machistas moldam o mundo eles mesmos.

Esse mundo politicamente correto acabou nos iludindo com a ideia de que histeria é sinônimo de força. Mulher se acha muito poderosa mesmo que obviamente as deixemos ganhar de brincadeira, assim como a criança que não percebe que o papai está a vendo sim atrás de uma cadeira quando brincam de esconde-esconde, a feminista acha que está conseguindo alguma coisa quando cancelam uma propaganda aleatória. É triste, mas não é uma gracinha? “Olha papai, eu tenho voz na sociedade!”… não dá vontade de apertar as bochechinhas?

Mas hoje é dia de bullying, bebê. Time machistas, vamos dar um choque de realidade nelas. Não por maldade, mas porque respeitamos as mulheres. Sim, respeitar é confiar que a pessoa consiga lidar com a verdade. Chega de fazer esse joguinho de acreditar que elas sofrem muito mais mesmo… elas merecem mais, não? As feministas só vão saber o que é força de verdade quando os machistas ensinarem para elas. Convenhamos, são os homens que decifraram todo esse sistema de poder do qual nossa sociedade depende. É justo que ensinemos para elas de uma vez por todas. Senão as coitadas vão morrer acreditando nisso de “pussy power”. Imagina só… o grande poder é nos dar algo que queremos. Como é que elas caíram nessa? O verdadeiro poder é o poder da porrada.

E para garantirmos que ninguém vai pegar leve, escolhi um time dos sonhos dos machistas. Só gente que não vai aliviar e mostrar com quantos paus se faz uma sociedade funcional. Vamos conhecê-los?

CABAÇO: Um valoroso guerreiro do movimento “Beta”. Virgem convicto, talvez não por convicção só dele como das mulheres ao seu redor, mas mesmo assim, tem orgulho da sua condição de não mover um músculo para entender ou atrair parceiras. Extremamente exigente com a aparência das mulheres, tem raiva das que não se interessam por ele.

CORNO: Dizem que mulher é propriedade… mentira. Suas propriedades não fogem com um homem mais interessante que você. O corno foi chifrado uma ou mais vezes, e decidiu que com certeza o problema é generalizado. Diz que mulher não tem honra e jura que quando ele faz, é diferente.

FRACASSADO: O fracassado está no grau mais baixo que qualquer ser humano pode estar, abaixo de uma mulher. Casado com uma mulher bem sucedida que ganha muito mais que ele, traveste sua insegurança patética de senso de injustiça. Não admite que uma mulher faça qualquer coisa melhor do que ele. Quando broxa, põe a culpa nela.

CUZÃO: O que uma pessoa que se ama faz quando alguém abusa dela? O cuzão tem certeza que é ficar se lamentando e acreditar que as mulheres simplesmente pisam na cabeça do homem a qualquer sinal de fraqueza. Odeia mulheres por apanhar de uma frequentemente, mas não tem bolas nem mesmo pra ir embora.

VIADO: O viado jura que é muito macho. Não perde uma chance de diminuir as mulheres e dizer que elas não servem pra nada além de serem um depósito de esperma. Tem certeza que homens são tão superiores que poderiam fazer tudo o que elas fazem. Inclusive sonha em fazer muitas coisas que elas fazem, mas nunca vai assumir.

Quem chegar primeiro no bunker vai decidir primeiro qual será o seu papel nessa experiência de convivência humana. É importante ressaltar que apesar de todos estarem no mesmo time, ninguém vai ficar fazendo essa coisa mulherzinha de se aliar. Macho-alfa só tem um, o destino do resto é ficar na mão. Homem resolve tudo sozinho! Time machistas, escolham seus apelidos e vamos rumo à vitória, já foi ridículo uma mulher ganhar a última edição, não sujem o nome de todo um gênero novamente. Não preciso ficar dando incentivo pra vocês, vocês são homens! Homens ganham por natureza. Está no DNA!

E lembrando, o último que chegar é viado.

Para dizer que ainda não entendeu nada, para dizer que eu estou me superando na repulsividade, ou mesmo pra dizer que agora está com vontade de participar: somir@desfavor.com

SALLY

O que é melhor, ser feminista ou ser machista?

Sem dúvidas é melhor ser feminista, pois feminismo nada mais é do que a noção de que homens e mulheres são iguais, não existindo inferioridade entre eles. Ou, se preferirem a versão azeda, que ambos são igualmente merdas, como pode ser comprovado ao analisar a personalidade repulsiva dos nossos participantes.

Mas, ainda que se pense em feminismo como uma ideia exagerada, radical e raivosa, ela é preferível ao machismo. Após séculos de opressão, me parece natural que, para conquistar alguma igualdade as mulheres tendam ao exagero. Só se abre uma porta trancada se chutar com força. Se a força for maior do que a necessária, bem, paciência, ao menos a porta abriu.

Até hoje mulheres estão em situação de desvantagem pelo mundo todo. Como regra, ganham menos do que os homens, são mais fracas fisicamente e não raro acabam como vítimas de violência por causa disso. Que grupo, após séculos de opressão e violência, não se emputece e parte para o ataque?

O mundo tem mais mulheres do que homens. Mulheres unidas podem fazer um belo estrago. Elas estão se juntando aos poucos, se levantando. Acredite, você vai querer estar do lado da maioria quando essa massa começar a marchar.

E a vantagem não é apenas numérica. Em uma guerra dos sexos, homem x mulher, vocês sabem quem ganha. Homem pode ser mais forte, mas mulher é mais esperta e se tiver paciência e habilidade, faz o que quiser do homem. A falta de sensibilidade, de poder de observação e de inteligência emocional dos homens os torna presa fácil de mulheres. Sem contar que, quando sexo está envolvido, o cérebro deles migra para o pênis.

Não adianta ter força bruta se, com algumas manobras simples, deixam de ser os detentores da escolha do que fazer com essa força. Homens são péssimos estrategistas por causa do seu excesso de confiança e de sua visão distorcida de mundo. Só sabem pensar com a sua cabeça, e por isso com frequência erram suas previsões.

Vamos provar nosso ponto na prática e desestabilizar esses merdas. A partir de hoje, começa uma luta destas cinco bravas guerreiras: BARANGA, RESTO, INÚTIL USADA e SAPATA, justamente para sobreviver a um erro cometido por um homem idiota que não paga o que deve a um país bélico e com armamentos nucleares. Vamos conhecer um pouco melhor cada uma delas:

BARANGA: É feia, muito feia, impegável. Para camuflar sua condição (pois fazer sacrifícios pessoais para ficar bonita seria pedir demais) se esconde no feminismo, antagonizando violentamente com homens para esconder rejeição.

RESTO: Abandonada no altar após pressionar um homem que não queria casar com ela, usando todo tipo de chantagem emocional. Humilhada, em vez de refletir sobre sua postura, decidiu que ela não teve nenhuma parcela de culpa, que na verdade nenhum homem presta e usa feminismo para alimentar seu rancor.

INÚTIL: Patricinha rica traumatizada pelo divórcio dos pais, ela culpa seu pai por se separar de sua mãe e casar com outra mulher. Anos sendo envenenada pelo recalque da mãe somado à falta de problemas reais que a riqueza gera a fizeram nutrir ódio e desconfiança de homens.

USADA: Sofreu ou diz que sofreu abuso sexual na infância e utiliza este discurso para justificar qualquer eventual defeito seu. Parte da premissa que homens são todos agressores e defende o revide, inclusive com violência física e morte.

SAPATA: Lésbica feia e raivosa que no fundo tem preconceito contra ela mesma. Precisa cobrir os homens de merda para se sentir mais normal por não se sentir atraídapor eles. Prega que todas as mulheres virem lésbicas.

Cada participante deverá escolher um perfil, quem chegar primeiro leva. Podem trabalhar em cima da base que estamos sugerindo e criar várias nuances e reviravoltas para suas personagens. Liberdade criativa total. Mostrem do que são capazes. Montamos um palco para ver vocês brilhando, não nos decepcionem.

Voltando ao tema do Ele Disse, Ela Disse de hoje… Por piores que sejam os traumas destas mulheres, tenho certeza que elas vão destruir emocionalmente esses imbecilóides. Vamos todos assistir a estas cinco mulheres detonando a masculinidade, a dignidade e o orgulho desses babacas. Fique do lado errado, e será detonado junto. Sob meu comando, vamos acabar com eles.

Elas são uma extensão da minha pessoa. São as minhas escolhidas, me representam. Se você não quer ver triunfar a desordem, o descaso com prazos, a indiferença e a arrogância do Somir, apóie a causa feminista. Tenho certeza que ninguém aqui quer um país repovoado pelo Somir e sua corja. Nós mulheres somos maioria no mundo e aqui no Desfavor, vamos nos fazer ouvir!

Quantas vezes ao longo destes sete anos você não presenciou um homem falando imbecilidades nos comentários? Quantas vezes não teve que contar até dez para se acalmar depois de ler um absurdo vindo do Somir ou de seus seguidores? Agora é a hora de mostrar o repúdio, de botar lenha na fogueira e até de ajudar a bater! Ajudem nossas guerreiras a detonar tudo que tem pênis esta semana!

Não prego a destruição permanente dos homens, apenas queremos dar uma surra saudável neles durante cinco dias, para mostrar do que somos capazes. Depois tudo volta ao normal. O que queremos medir aqui é o pode de fogo de vocês, leitoras mulheres. Vamos tirar uma semana para mostrar do que somos capazes e o recado estará dado. Botem as garras de fora e vamos espancar homens por alguns dias, seja por diversão, seja por medida sócio-educativa.

Coloquem para fora o seu pior lado, é a semana do Bullying, queremos ver do que vocês são capazes. O lugar é aqui, um dos poucos redutos onde ainda se pode ofender livremente sem chororô, sem mimimi e sem processo judicial – e não sabemos por quanto tempo. Vamos fazer a festa do bullying antes que isso nos seja proibido. Vamos celebrar o bullying dando o que temos de pior nesta semana, antes que também sejamos censurados. Assim, se um dia este nosso paraíso acabar, saberemos que ao menos vivenciamos experiências plenas de maldade e liberdade.

Tirem dez minutos do seu dia para passar aqui e dizer alguma coisa cruel sobre um dos dez participantes. Exponham seu poder de ferir, magoar e humilhar terceiros. Afiem suas garras em um ambiente controlado onde ninguém vai julgá-los, é uma oportunidade única e um experimento social valiosíssimo, que dificilmente se repita em outro lugar. Tudo aquilo que está engasgado na sua garganta envolvendo estas dez personalidades repulsivas pode vir à tona sem nenhuma consequência agora.

A única restrição imposta nos comentários é evadir informações pessoais de terceiros. Entenda-se por informações pessoais aquelas que não foram expostas publicamente pelo próprio participante no Desfavor. De resto, vale tudo, qualquer tipo de ofensa, humilhação e perseguição. O senso de justiça está relativizado esta semana. Sem travas, sem freios morais, sem consciência. Participem, venham para o lado negro do feminismo. Assim como Somir convocou Tender, não duvido nada que tenha infiltrado um outro amiguinho na equipe masculina. Não podemos deixar barato.

Vamos consolidar o Bullying-arte e fazer dele uma tradição da nossa República Impopular do Desfavor.

Para começar a pensar em desculpas para faltar ao trabalho e acompanhar isso de perto, para se arrepender de não ter se inscrito ou para se arrepender de ter se inscrito: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: , ,

Comentários (97)

  • Millena Lima Aguiar

    Homem é igual cachorro só cala se for na moral! Ficam de mimi pq não aguenta mais apanhar da mãe e vem encher o saco, esqueceram q vcs saíram de uma vagina bbks?

  • Sallyyy, sou realmente inútil! Hahahahaha… Fiquei sem net semana passada inteira e não conseguia entrar aqui pelo celular! Chorei mesmo! Mas de raiva de não ter conseguido entrar! :'(

  • Pelo visto ganhar do time das iludidas não vai ser difícil, já que só uma integrante tem computador na cozinha, mas também é a única que conseguiu espantar o marido sabe se lá porquê, o cara correu mais rápido que o Forrest Gump, talvez seja o sovaco cabeludo.

    • É, fui abandonada no altar mesmo, sofri muito, mas dei a volta por cima e hoje vivo muito bem sem homem nenhum! Pior você que vive amargurado dentro desse armário claustrofóbico e desconta sua infelicidade nas mulheres, só porque não pode ser uma e nunca vai admitir que desejaria ser uma. Você é um pobre coitado.

      • Sororidade aquela que acha que mulher negra sofre mais que mulher branca?

        Que sofre menos que uma trans? Que sofre menos que uma trans negra lesbica macumbeira que recebe bolsa família.

        Mulher não se entende nem entre elas…

  • Durante 1 vez por dia vou fazer relatórios para falar de (me vitimizar para) minha situação.

    Isso não é sobre ‘omis’ dominantes machistas versus feministas oprimidas.

    A falta de machismo causa inúmeros problemas para nós homens e devemos falar sobre isso.

    PROBLEMATIZAÇÃO DIA 01

    Acordei cedo como sempre, minha mulher fica com humor terrível quando acorda sem o café na mesa. O preparei, e fiquei feliz ao ver que ela estava de bom humor. Ela me mandou pro computador pra trabalhar, já que não “quer ter de me aturar, sem que eu traga dinheiro pra casa”.

    Fui meio rebelde e nem tirei a xícara dela da mesa e fui direto pro computador.

    Em meio a um render e outro, entrei no Desfavor. O tema do reality era machismo e feminismo.

    Meus olhos brilharam. Finalmente poderia usar meu exemplo de vida para alertar a todos os homens quanto aos perigos desta sociedade opressora matriarcal vulvacentrista que esta se formando.

    Hoje, elas mudam uma palavra errada numa propaganda de cerveja, ou aumentam as vendas de marcas de esmalte; amanhã vão querer convencer um empresário que não vale a pena pagar 30% a mais pra um homem pelo mesmo serviço delas. Ou pior, chegar no estágio de dominação que me colocaram.

    Hoje na empolgação, ao leva-la na manicure (ela acha um absurdo ter de dirigir tendo um homem em casa), eu disse que estava participando de um reality na internet… – vi suas veias do pescoço pulsarem – ….na internet e no desfavor! -ela não esperou nem eu terminar e me deu um tapa na cara. Daqueles que não deixam marcas, mas te deixam sem reação sabem – tapa moral?!

    Ela me fez prometer que eu não daria faniquito igual uma mulherzinha ou que não comesse nenhuma vadia feminista sem cobrar.

    Tenho medo…mas não posso expor tudo isso na sociedade. O feminismo é muito forte, e eu seria ridicularizado. Seria vergonha da cidade.

    Preciso aguentar calado, mas usem minha história para que o mesmo não aconteça vcs.

    Espero conseguir fazer o segundo relato problematizado para ajudar os migos.

    Até amanhã.

    • Ah! Já ia me esquecendo:

      FELIZ DIA DO ‘PARASITA EMBRIONÁRIO QUE ESCAPOU’ a todas as feministas da página.

      :) ;)

    • Hugo,

      Eu não acredito que você está se vitimizando! Você teve coragem de inventar uma sociedade utópica matriarcal só pra não ter que encarar a sua covardia pessoal de continuar nesse casamento fracassado!

      Dói menos apanhar se todos os homens do mundo apanharem também calados, né? Denunciar pra quê? Se acomoda aí! E cuidado pra alguma feminista maluca não te estuprar, hein?

      Você superou todos os machistas aqui em vitimização. Não vai chorar: já está chorando!

      • Adorei a parte do “vc criou uma sociedade utopica patriar..ops matriarcal”.

        Viu como nós – ‘gente normal’ se sente ouvindo o vitimismo feminista?

        ;)

        • Gente normal??? Se você é normal, vamos abrir as portas dos hospícios, jogar fora os medicamentos controlados e libertar todo mundo…

    • Não é obrigador a usar exatamente o que foi dito, isso é só para dar uma noção das características gerais. Você pode acrescentar o que quiser!

  • Ser machista > feminista. Machismo =realidade. Feminismo =fantasia.
    Podem chorar à vontade. Vcs são maior número, mas quantidade não é qualidade. Mulher só sabe fazer barulho igual essa Marina aí.
    Vai pra Fazenda comer milho. Vc cacareja demais, sua galinha!

    • Mais um boboca covardão que não está participando, mas fez questão de se incomodar comigo e tentar me ofender.

      Quer um pouco de realidade? Machos bom é machista morto, covardão. Mexe comigo pra você ver!

        • Lugar de mulher é na cozinha ou na cama sendo objeto recreativo do marido. Como vc é uma baranga solteirona, sua casa deve tá imunda. Vc tá lavando a louça enquanto tecla? Mulher porca é um horror.

          • De onde surgem esses merdas covardes? O pior é que devem ser fakes do mesmo mascu limitado…

            Nem coragem de apanhar com a mesma persona você tem?

        • Pittibul uebo fêmea

          Não confundir sulfragistas que lutaram pelo direito das mulheres de terem o mínimo de decência em uma sociedade atrasada, dominada pelo lixo da religião, com as feministas, que lutam pelo direito das mulheres de copiarem os defeitos dos homens, ainda que ache justo que garanhonas sejam tratadas como garanhonas e não como ”vadias”.

          Normalidade não é o contexto, na época de nossos trisavôs, escravidão era normal. Normalidade enquanto contexto não é normalidade mas sim uma espécie de ”moda cultural”, que vai desde os fricotes femininos quanto à aparência até danos graves em pessoas reais.

          Normalidade é naturalidade harmônica ou neutra, desprezem os tipos anti-sociais. Ser aquilo que é, que nasceu para ser e respeitar o direito do outro de ser aquilo que é, RESPEITANDO a territorialidade individual, novamente, desprezando aqueles que invadem zonas de conforto alheias.

    • Ela é a versão sem rola da Larissa.

      Café com feminazi tears.

      Vou descontar o olho roxo que minha mulher me deu por entrar no Desfavor de novo nela.

      Mas só amanhã. Enjoei dela por hoje.

      Quero conhecer as outras vitimistas.

      • Perde tempo pra avisar que não vai perder tempo… Típico do Hugo-ego-inflado

        Por que você veio? Por que está participando?

        Porque gosta de apanhar, óbvio. Só as porradas da sua mulher não te bastam, cuzão?

        • Acho que quando o oprimido fala, as mulheres opressoras tem de calar a boca.

          Não gosto do clichê de dizer que problema de feminista é falta de rola, mas se aliarmos isso a dica do sexo oral, resolveriamos vc não calar a matraca por aqui.

          Divago…

          • O argumento da falta de rola também vale pra sua mulher?

            Será que é essa a causa da agressividade dela com você, Cuzão?

        • Pra ganhar basta ser troll? Eu esperava mais desse reality…. eu sofri bullying de uma escola inteira em uma epoca que nao podua sair contando pros outros ou sair chorando… era bater ou apanhar… e eu apanhava, claro… a vantagem de ser fracassado é que ja conheci muitos valentões nessa vida e vc marina nao passa de uma mosca….. pra quem tem que fazer meio de campo com exu na madrugada, isso daqui é ridiculo…

          • Tender,

            Tá decepcionadinho, é? Esperava apanhar mais, ô obcecado por peitos??

            Mas isso aqui é um encontro de homens submissos?
            Que tara esquisita é essa que os machinhos deste reality tem por sadomasoquismo???!!!

            Nhem nhem nhem de fracassado é muito deprê…

            • Sou desses romanticos que ficam alardeando que isso aqui ja teve dias melhores… argumentos de haters como o seu ate os seguidores do site esoterico que teve aqui no deleta eu fizeram melhor… se deixo vc bater? Cara marina nao tenha devaneios de grandeza… seus comentarios nao me geram mais que um comichão… eu tive que ter auto controle o suficiente para nao atirar na cara do meu comandante durante uma missao do exército no haiti… eu sou um fracassado sim, mas um fracassado cascudo…. e vc… vc é patética

              • Missão do exército????

                Hahahahahahahahahahahaha

                Muito boa a piada, fracassado. Duvido que você tenha sequer chegado perto de uma arma na vida!

                • pois então que tenha o gosto da dúvida, já que pelo menos isso seu cérebro consegue processar…. aliás, que seria da humanidade sem a dúvida? ficariamos parados no tempo, tal qual vc

                  só que pelas minhas contas vc é a única ativa do campo das feministas aqui até o momento e não precisa ser nenhum estrategista militar para saber o que é desvantagem

                  • É, Tender, isso é verdade, é possível que eu desperte o ódio do público e seja eliminada logo no início. Mas também pode ser que eu seja campeã desde já. O público geralmente se encanta ou se irrita com quem bagunça as coisas, né? Ódio ou amor? Não sei. Mas eu aceito as regras do jogo.

                    Devaneio de grandeza é levar anonimato a sério, ficar romantizando o passado e suspirando pelos tempos saudosistas em que havia mais segurança (havia?) e não havia brasileiros médios infiltrados.

                    Brasileira média infiltrada: foi uma das primeiras coisas que eu disse aqui e é isso o que eu sou e é por isso que incomodo tanto.

                    Eu sei como é. Sempre tem uma criaturinha desprezível que chega prometendo ser como aqueles personagens reais dos vídeos do Youtube dos quais todo mundo ri, sabe? Aqueles sem-noção profundamente limitados que falam errado enquanto os espectadores riem e riem, aliviados por não serem tão burros assim. Aliviados, não precisam olhar para a vastidão da própria ignorância enquanto houver alguém obviamente mais burro. Mas isso, até que acontece alguma coisa que coloca em risco todo o maniqueísmo… Ou não. Vai saber, né?

                    Mas, não percamos o foco! As colegas feministas devem estar chegando! Amanhã vai ser um novo dia de batalha! E eu vou lutar até o fim para conquistar esse prêmio, que é o grande sonho da minha vida!

  • Caso ainda seja possivel escolher serei o fracassado… e que tema heim? Tera sido proposital? Um corporativismo masculino pende ao meu favor?
    Os dados rolaram, a roda girou…. agora feministas façam algo que preste e mostrem os seios… será a unica coisa util que nós iremos prestar atencao

    • Tender, já chegou mendigando corporativismo? Não se garante sozinho, fracassado?

      E acho que você deveria prestar atenção em mais coisas além de peitos para não perder as mordomias que a coitada da sua mulher banca pra você! Não serve nem pra ajudar a pagar a ração de merda que você caga, mas vem aqui pagar de gostoso?

      • Esse é aquele momento em que me arrependo de nao ter acompanhado o desfavor com mais frequencia… feito essa desocupada da marina…. ta na estatistica do desemprego e tambem culpa a crise ne? Vira vadia…. oh wait

  • Isso é um degrau abaixo do fundo do poço. Um bando de via dos, cornos, galinhas e histéricas se degladiando ao vivo pra disputar um vibrador.
    Ainda bem que sou rico e se eu quiser compro o sex shop com vcs dentro. Mulher então quando tá na seca de sexo é foda de aturar! Essa Marina ta precisando de rola urgente! Rebola pra mim, vagaba!

    • Mas só aparecem COVARDES aqui???

      Nem seu apelido habitual na RID você vai usar?

      E para de se projetar em mim! Quem só pensa em rola é você! Já que tem tanto dinheiro, vai pagar um GP pra comer o seu rabo e não enche o saco!

  • Mulheres tem muito mais vantagens do que os homens. Vivem mais, trabalham menos, tem filhos com quem quiserem e podem até largar o marido depois, tem vantagem em obter a guarda dos filhos, são mais protegidas pelo sistema, não precisam trabalhar se casarem bem, etc. Feministas são tolas, estão perdendo uma boquinha.

    • Quem te perguntou alguma coisa, idiota covardão???

      Não estou vendo seu apelido escroto na lista dos selecionados. Vai vomitar seus prevonceitos no inferno!

    • Alguém que se denomina de “BruCÚtú” não precisa ser zoado. Mas sua burrice fere meus olhos.

      Faz tempo que a guarda compartilhada é a regra. Não tem mais isso de a mãe ser beneficiada por juiz nenhum só por ser mulher.

      Homens podem ter filhos com quem quiserem, também. E, se não quiserem, basta usarem camisinha ou se submeterem a uma vasectomia.

      Hoje homem pode pedir pensão para ex mulher.

      E não existe isso de “mulher casar bem”. Impossível. Nem se o cara for o mais rico e gato do mundo, a desvantagem sempre será da mulher.

      • Burro Fracassado (Ex-BruCÚtú)

        Nossa esta Marina é uma desbocada histérica, daquelas que no século XIX seriam sabiamente curadas com eletrochoque na vagina.
        Olhe minha queridinha, está já provado que as mulheres mais felizes (dentro do que é possível ser feliz nesta vida imunda) são as submissas casadas com 5 filhos. Isto porque a felicidade para a mulher está na maternidade e na proteção pelo marido. As feministas só enchem a paciência querendo lutar contra a biologia. No mais, existem sim mulheres artistas e cientistas, mas na proporção H 85% – M 15%, pode ver que pra nove escritores homens existe uma Jane Austen e pra cada cientista homem existe uma Marie Cúrie. É isto, é bio-lógico, só lamento!!! Abs.

        • Hahahahahahahaahahhaahahhahahahaha

          Felicidade é parir 5 filhos, né? Toda mulher é igual e toda mulher quer marido, hein? A biologia prova isso, não prova?

          Certamente só por ser homem a biologia te deu a genialidade dos grandes cientistas, dos grandes artistas, dos grandes escritores sem que você tenha tido o que os homens sempre tiveram a mais ao longo dos séculos: OPORTUNIDADE, estímulo, acesso a uma educação de qualidade, esforço, trabalho duro, estudo… Ou não? A biologia pula alguns homens e só dá a genialidade mágica para aqueles que, coincidentemente, tiveram mais oportunidades?

          Como zoar você? Que preguiça…

  • Que bom que o Hugo veio! Vamos, escolham logo isto e comecem logo a pancadaria! Kd as outras vadias do grupo? Se não me agradar eu vou cobrar o dinheiro do pay per view de volta, então que os organizadores façam essas mesmas mexerem as bundas!

    • Cala boca, assinante! Não tem coragem de participar, não tem coragem de se expor, mas se acha no direito de chamar as mulheres de várias? Cuzão!

        • Marina,
          Se deixar de tomar as injeções de testosterona, não adianta tomar tudo de uma vez, que fica descontrolada desse jeito.
          Pode sonhar a vontade, que o gogó não vai crescer.

      • Quem paga o teu salário sou eu e os assinantes. Se a gente votar na concorrência, vc vai ser desclassificada e depois não vão querer nem tua periquita murcha na capa de revista pra tarado!

        • Vai ficar ofendidinho, é? Quer ver guerra de lama, mas se espirrar um pouquinho vai se voltar contra quem te dá o prazer de ver lama?

          Enfia seu voto no cu!

  • Somir,

    você é um babaca ridículo que esconde a sua fragilidade atrás da fama de mau e de inabalável.

    Quem realmente está no topo do poder e se acha, sinceramente, superior, não fica com medinho de ter o poder tomado pelo grupo que considera mais fraco.

    E isso de “nós as deixamos ganhar” é coisa de mau perdedor fracote. Medrosão!

  • Faltou algumas categorias aí.

    Pros machistas, faltou o “(i)realista paranoico”. Aquele que acha que as feministas tem um plano de dominação mundial e que pra ‘provar’ o quanto é ‘superior’ as mulheres, só sai com PG, e paga pelo que a mulher poderia fazer de graça.

    Pras feministas, faltou a “vadia”, que não é um xingamento – já que elas mesmo se denominam assim. Que é aquela mulher que quer se igualar em um dos piores defeitos dos homens. Mas ao invés de ter coragem de assumir logo o que é, ou guardar o que e com quantos sai, dentro de sua intimidade. Usa a desculpa do feminismo pra camuflar sua insegurança.

    Mas divago…

    • Pra você deveria ter a categoria “machista burro decadente”.

      A marcha das vadias é sobre liberdade sexual. É sobre não se importar com os rótulos de vadia, puta, piranha, porque tudo o que um homem pode fazer, uma mulher também pode.

      É sobre liberdade. Mas você é burro demais pra entender isso.

      • Nem começou e já esta chorando?

        Por favor pare! ‘Seje menas’. Já basta a opressão que sofro em casa e…

        …ops tenho de ir. minha mulher não gosta que eu mexo na internet sem supervisão.

        • Frouxo! Não tem coragem de bancar as próprias decisões e coloca a culpa na mulher!

          Você deveria ter escolhido “corno”. Bem mais adequado.

          • Não é vc quem decide sobre minhas piadinhas. É o publico.

            Aliás, vc não decide nada. Nem segurar seu noivo quando decidiu se casar.

            Dica para a próxima: vc fala demais. Deve ser insuportável a convivência e por isso ninguém quer nada sério contigo. E se diz feminista por achar que é vc que escolhe isso.

            Menos palavras, mais sexo oral.

            De nada.

            • Nossa! É só isso que você tem pra me ofender?? Sério???

              E vai ter voz feminista falando, SIM. E, se reclamar, vou falar o dobro.

              • Só não te coloco no seu devido lugar com uma resposta adequada, porque tenho de limpar a casa antes da minha mulher voltar.

                Até mais tarde.

                • Ai, ai… Vai insistir nas piadinhas previsíveis, Débil Metal?

                  Não tem argumento, não tem razão, não tem porra nenhuma pra dizer, então fica se escondendo no rótulo “Eu teria muito a dizer, mas agora não posso, sou muito ocupado, minha mulher isso e aquilo…”

                  Coitada dessa sua mulher! Além de machão egocêntrico ainda é frouxo?

                • Não sou a favor de violência, mas a sua mulher tem motivos mais do que justificados pra te encher de porrada! Cuzão é pouco pra você. O adjetivo escrito que você merece ainda não foi inventado!

    • Você é um ser desprezível não por ser corno, já que ninguém tem culpa de ser traído (mas isso só vale na primeira traição. Na segunda, é frouxo(a) mesmo!)

      Você é desprezível por não enxergar as suas péssimas escolhas, a sua personalidade repulsiva e por não refletir sobre suas atitudes, mas sim por se esconder atrás do rótulo covarde de que todas as mulheres não prestam e não tem honra!

      Fora que quando você trai, tudo bem, né? HIPÓCRITA!

  • Opção prioritaria 1: Cuzao.

    Op 2. Fracassado.

    Porra. Não quero dar uma de egocêntrico, mas o tema…. Vcs sabem como convencer alguem a fazer algo…

    • Guto,

      Você é deprimente!

      Do tipo que só abre a boca pra falar em “friend zone” e se considera bonzinho, mas não faz nem fala nada de graça. Contabiliza cada uma das “boas ações” e espera retribuição imediata em forma de sexo.

      Um total perdedor. Não por ser virgem, mas por não saber lidar com frustração e por ser um mimado retardado sem caráter que não aceita o fato de as mulheres terem livre arbítrio.

      Quer ser beta? Seja beta. Mas para de reclamar das mulheres.

      • Marina,

        Querida, friend zone quem fala é o merda que te fecundou, não espero sexo como retribuição de vadia nenhuma, até por que eu posso arranjar uma dessas suas amiguinhas vagabundas na hora que eu quiser.
        Se você é um resto, largada por todos os homens ao seu redor, foda-se! Vai dar pra uma caralho vibratório ou arranjar um mocinho bem pago pra te foder até seu cú fazer biquinho e não me atormente os pacovás!

        Sou virgem sim, com muito respeito, e sabe o que é melhor? consigo ter mais peito que várias merdas que nem você, que deve estar toda caída, acabada, arrasada sem ter um mínimo de respeito pelos homens, homens esses que participaram da sua criação! Ou você foi feita por um dedo? Cadê o respeito pelo pobre coitado do seu pai, responsável por você ser uma mulher? Ou vai falar agora que os biólogos são mentirosos?

        Quer ser um resto? Seja resto. Mas para de reclamar dos homens só por que eles não conseguem aguentar sua maluquice!

        • melhor ser largada do que nunca ter sequer vivido nada com ninguém. Você vai guardar o piruzinho pra terra comer?

          • Antes a terra do que uma vagabunda qualquer passar a mão. Essas mulheres que não sabem nem se arrumar, quem dirá encostar em mim com segundas intenções!

            • Guto,

              Nossa, você fala no PLU-RAL! Nenhuma mulher é boa o suficiente pra te despertar um pouquinho de tesão? Só um pouquinho… Nenhuma?!

              Você não escolheu a categoria errada, não? Nojo de mulher combina mais com o Viado…

              • Claro que existem mulheres que me atraem, não são ricas ou pobres, mas andam sempre bem arrumadas, tem porte, ALGO QUE A SENHORITA RESTO aparentemente nunca ouviu falar, você deve uma daquelas velhas toda acabada, não tem mais vontade de ser bonita já que não quer mais homem nenhum na sua vida.

        • Putz!
          Esse Guto deve ser daqueles que coloca guardanapo no colo e que pergunta se pode ejacular na boca.
          A grande República Impopular estará fodida se depender desse banana para garantir a perpetuação da espécie Troll (que ele nem deve saber o que é).

          • Ah camarada Desfavorecido, um corno que nem você vem falar das minhas ações? Vai vai chupar porra dos outros direto da boca da sua esposa/peguete/whatever, ou melhor, vá chifrá-la com uma vadia de balada qualquer, que já deu pra todos os caras com DST do recinto.

  • Vou começar chorando. Esperava um tema mais fácil de não me ofender… Algo impessoal tipo gordões contra magrelos, bsrangabaranga contra nerds… Mas, ok, já parei de chorar…

    Mas os adjetivos depois de feminista não me ofendem. Já que é pra entrar na brincadeira escolho a pior que é a que um dia foi abandonada no altar. Como ela pode cogitar casar com um homem?????

    Escolho a RESTO

    E vou lutar por ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: