CBM: Bonde das Maravilhas

Na ausência temporária do Pilha (ser pai ocupa muito tempo), me resta apelar para a podridão genérica. Bonde das Maravilhas lançou um novo vídeo e quem sou para ignorar a sensacional Tom Produções?


Como de praxe, o objetivo é destruir pontos turísticos do Rio. O ponto escolhido desta vez foram os Arcos da Lapa. Elas devem ter gravado isso cinco horas da manhã, pois mal nasce o sol você já vê cracudo, gente bêbada e mulher urinando no meio da rua nesta localidade aprazível. Nunca, eu disse NUNCA se dirijam para esses lados caso um dia venham ao Rio, além de ser feio, sujo e fedido, é extremamente perigoso. É um mini Pelourinho no coração do Rio.

Não bastasse o lugar horrível, o vídeo ainda começa com um close das meninas. Tá certo que metade ali teve filho em uma grande explosão demográfica das Maravilhas que aconteceu no ano passado, mas nem isso justifica o que aconteceu naqueles rostos. Os batons escuros não ajudam muito. O figurino da vez é um short jeans com um top (que elas certamente pronunciam como “toppper”) com uma estampa que mais lembra embalagem de absorvente para adolescente.

Começa, evidentemente, com as moças com o cu para cima, fazendo o quadradinho, uma espécie de epilepsia anal que as lançou para a fama. Não é bonito, um movimento quebrado, nem um pouco sexy. Dessa vez são cinco Maravilhas, contando com Sbrubles. Talvez alguma ainda esteja de licença maternidade. O nome da música, curiosamente, é “novo movimento”, quando na verdade elas estão desde 2013 fazendo basicamente derivações do mesmo movimento.

Ao menos vemos que elas evoluíram. A música começa com a vocalista Thaysa cantando “É mais uma das Maravilhas…” e, finalmente, desta vez, depois de dois anos, elas conseguiram total sincronia entre o número falado e o número sinalizado com a mão! Todas levantaram um único dedinho, gente! Fiquei emocionada com o progresso intelectual das meninas, ainda que Sbrubles tenha demorado para levantar o dedo e meio que colado da colega ao lado. Thaysa tinha declarado ano passado que estava estudando pois este ano queria prestar vestibular para medicina. Parabéns, já identifica o número um.

Não sei bem o que aconteceu com o rosto de Thaysa, mas ela está parecendo a Elza Soares. A menina tem menos de 18 anos e está ficando parecida com aquelas Tias da merenda de escola pública. Não são só os bracinho de cozinheira, é toda uma vibeLindàmar que está tomando conta da moça. Essa maquiagem de olho Kinder Ovo (metade escuro, metade claro) não ajuda muito. Esfuma,Thaysa. Esmuma que te faz bem. Se você pausar o vídeo aos nove segundos cravado, verá um frame da Thaysa que parece muito com o Rocky Dennis do filme “Marcas do Destino”.

Logo no começo da música a letra apresenta as Maravilhas uma por uma. E novamente fui incapaz de entender o nome de Sbrubles, por isso, vou continuar a chama-la assim. Começa com a Kate e a Karol (que, não custa frisar, se chama Karoliny) e depois vai para… Sbrubles, Renatinha e ThaysaLindàmar. Não custa lembrar que Karol e Renatinha já são mamães. O quadril realmente deu uma alargada, é possível ver uma avaria na lataria. Mas, mesmo assim, continuam magrinhas em algumas partes do corpo, estilo sabiá. Talvez seja a falta de proteína na primeira infância, dizem que a pessoa nunca se recupera. Talvez sejam vermes. Nunca saberemos. De qualquer forma, me aqueceu o coração de compaixão ver duas mães jogando o cu para cima em via pública. Já fica minha torcida para que um dos pimpolhos case com a filha do Pilha, vai ser a combinação perfeita.

Chega o refrão da música, que deveria ser o ápice do clipe. Duas das maravilhas plantam bananeira e se jogam uma contra a outra, até a região glútea colidir, depois caem de pernas abertas no chão. NO CHÃO DA LAPA, minha gente. Aquilo é cocô de mendigo e mijo de cracudo puro! Essas meninas vão pegar peste bubônica! Começa uma sequência de epilepsia anal das mais diversas formas que você possa imaginar.

O que me chamou a atenção foi uma parte do refrão onde Thaysa diz “Elas senta com a bunda”. Não, não foi o erro de concordância, isso a gente já espera. É que eu fiquei me perguntando se existe outro jeito de sentar que não seja com a bunda. Se cair essa pergunta no vestibular de medicina, Thaysa já passou! Chega a ser constrangedor como Thaysa dança mais do que as outras. Agora que está mais rechonchuda então, fica bem nítido no reverberar.

O numero de tatuagens que meninas menores de idade ostentam me impressionou. Tentei identificar o que eram, mas, vocês sabem, é bem difícil. É como se você rabiscasse um Avatar com uma caneta Bic: não aparece quase nada. E olha que a câmera dá um close na parte traseira de Karol, que ostenta duas grandes tatoos nas panturrilhas. Não consegui perceber do que se trata. Metade delas também tem tatuagens grandes no ombro. Deve ser com aquelas inscrições bregas saudando a família, Deus ou coisa do tipo. Acho que já saí no lucro por não ter que ver o rosto deformado de um bebê na pele de alguma delas. Bem, talvez até esteja lá, eu é que não consegui visualizar.

Obviamente, como em qualquer música ruim, a meia dúzia de frases que elas conseguiram concatenar mal e porcamente, se repetem à exaustão. Uma segundo apresentação de uma por uma e, mais uma vez, não consigo entender o nome de Sbrubles. Talvez por estar fascinada por esse pequeno toletinho de cachorro que tem no topo da sua cabeça. O que seria isso? Por favor, um pause aos 2 minutos e 36 segundos e alguém me explica o que é isso na cabeça de Sbrubles?

Dessa vez elas aparentemente cansaram de limpar o chão da Lapa com a virilha e estão em um novo cenário que me parece ser a Quinta da Boa Vista, local onde fica o Zoológico do Rio. Achei apropriado. Podemos ver os detalhes, a cara da pobreza: batom chamativo, muitas tatuagens, um ombréhair cagado, relógio gigante e pelos do braço descoloridos.

Ao final do clipe, os maravilhosos créditos da Tom Produções. Fico contente que os negócios estejam indo bem. Agora além da Tom Produções, tem a Família Tom Produções. Eles também parecem ter um slogan que parece ser recitado pelo Catra: “É isso, Tom Produções é de verdade, cada vídeo uma Celebridade”. Publicitários pra que, se essa gente bronzeada mostra seu valor! Quem disse que precisa fazer faculdade para criar um slogan? Somir qualquer dia fica desempregado…

Para perguntar por qual motivo eu continuo fazendo isso com vocês, para se ofender em nome das Maravilhas ou ainda para se arrepender de ter visto o vídeo: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (88)

  • Melhor comentário no VocêTubo: “elas fazem tudo com a bunda, mas cagar, elas cagam pela boca mesmo kkk” (sic). Morri! E morri mais ainda com as respostas a este comentário e com todos os demais comentários escritos, como diria Júlio Ribeiro, em caçanje, não em português…

  • Voltei milhões de vezes o vídeo e em todas eu entendi “Reca”. Sei lá… talvez seja alguma versão muito corrompida de “Rebeca”, que é nome judeu; logo está associado a evangélicos e, portanto, à “Reca”, que fatalmente vem de família favelada, ergo, evangélica (sempre é bom observar: todo favelado é evangélico, mas nem todo evangélico é favelado!). Se bem que, em sendo Rebeca mesmo, deve estar no R.G. dela algo como Rhebbecca. Cruzes!

  • Achei bizarro elas usarem o w da mulher maravilha só de olhar essa ofensa nerd tive uma amostra grátis de convulsão. A botina ortopédica foi moda lançado por grupos tipo é o tchan nos anos 90.

  • Não sei se vcs viram, a ultima “Maravilha” gravida já escolheu o nome da filha.
    Ela levara o singelo nome de Daphinny Victoria. Olha quanta consoante. Kkk

        • Esse é o “lado negro da influência do José Mayer”, ou ainda, “aquela ode aos guerreiros” ! hahahahaha

          Já houve notícias de outras mais “peCUliares carismáticas” que também já tiveram seus “resultados consensuais”…

          E ainda havia visto outro “corajoso” em um dos comentários “descarrilados”,
          hein ! Hahahahaha

        • Eu tô gastando horrores com o tumor de minha gatinha… (11 anos)… Já dizia o maravilhoso Blaise Pascal… “o amor têm razões que a própria razão desconhece”…
          Vai saber essa criatura amorosa…

  • não consigo acreditar que as criaturas sejam menores de idade . ainda acho que o correto seria “bonde das acabadas”.

  • Sabe, me dá um pouco de dó. Parecem tão felizes coitadinhas! Pra elas, mexer a bunda assim deve ter sensação similar a salvar o mundo. Nasceram pra isso!

    • Lyara eu nao sei omde vc esta se esta aqui o sei la so sei que omtem tube accidente pasei noite toda no hospital agora foi cheguei em casa to facendo xixi com sangue por favor preciso de vc se vc me ama aparece porfavor

  • Li em blog de moda que esse shorts modelo hot pants que elas tão usando no clipe vai ser a maior tendência do verão 2016. E fica ainda mais fashion se deixar a “poupa” da bunda aparecendo. Eu só acho isso bonito em guria bem magrinha, sem 1 mm de bunda e perninhas de sabiá (incrível como tudo fica bem nessa gente!). Mulher de bundda e de perna muito grossa fica com aquele aspecto classe c de mulher fruta. Nada elegante.

  • Sally, gostaria de agradecer por vc ter conseguido nomear essa atrocidade que pobre pinta no olho. Qual a dificuldade dessa gente em esfumar a caralha da sombra???
    Levarei o “Olho de Kinder Ovo” pra vida.

      • É porque elas notam que as famosas estão sempre com o canto interno iluminado e o externo mais escuro. Só que como pobre não tem a capacidade de procurar um vídeo (DECENTE), alguma dica, qualquer coisa, pega a primeira sombra Jequiti que vê, pinta metade de branco (ou qualquer outra cor aleatória, ar nem tudo preferem o azul, em Madureira só da azul) e a outra metade de preto.
        Sombra marrom esfumada é algo inexistente nas possibilidades de maquiagem de pobre.

        • Acho que tem esse raciocínio de pobre onde quantidade é sinônimo de qualidade: “vou fazer o meu mais forte que é para ficar mais bonito”

          • O problema é quando você cruza com uma coisa dessa na padaria… 7 da manhã.
            Outro dia fui no Pão de Açúcar e TODAS as caixas estavam de sombra verde. Me perguntei se era uma coisa delas pra combinar com o uniforme, ou se eram ordens da gerência. Péssimo.

  • Também escutei Neca. Fiquei me perguntando qual o nome capaz de originar esse apelido…
    Reparei q o malabarismo anal parece ser feito sempre pela mesma dupla, acho que são ao mais magras. Pras mais cheinhas dee ser difícil equilibrar tudo na cabeça.

  • Dei muita risada com a descrição feita pela Sally, mas não consegui ver o vídeo inteiro. E que merda é aquela que elas estão fazendo logo aos 51 segundos?

  • Perdi 5 irrecuperáveis minutos da minha vida lendo comentários dos fãs na página do Bonde das Maravilhas no feicebuk, mas encontrei duas referências a Neca, então deve ser essa mesmo a alcunha da moça. Mas ela devia mudar pra Scrubles, muito mais estiloso. Sally sabe o que fala.

    • E no YouTube há vários vídeos com a Neca, inclusive um tal Cintura de Trovão que, se entendi bem, foi uma parceria com um MC e outra ex bonde, em uma época em que a Neca ligou o foda-se para o bonde e alçou outros vôos em sua carreira, novamente retornando, depois, à família das Maravilhas.

      Agora me resta pensar em como tirar esta informação do meu cérebro.

  • Maldita curiosidade, fui lá ver o show das maravilhas-sqn… Que tristeza! E qual o lance das botinas ortopédicas?

  • Continuo impressionada com a habilidade dessas moças de mexerem só a bunda.
    O nome da Sbrubles é Neca. Só que a “””vocalista””” fala ‘Neca i Renatinha’, sendo ‘i’, na verdade, ‘e’.
    Eu entendi que aquilo que tem na cabeça da Sbrubles é uma tentativa de topete. Topete precisa de volume, só que o cabelo dela tá tão alisado que murchou e ficou essa coisa aí.

  • Dando só a minha, só a minha, minha humilde opinião.
    Para uma exposição dessas.
    Falta autocrítica, né?
    No mínimo.
    Não acho “de” graça!

  • Eu tenho quase certeza que o nome de Sbrubles é Neca….

    Rindo vários potássios e gadolínios aqui, sério Sally, podia fazer um desses por quinzena que minha vida ia ficar mais feliz, não para nunca com essas análises dos vídeos.

    • Não paro não, e pelo visto a Família Tom Produções também não vai parar…

      Será que é Neca? Foi unanimidade aqui. Eu entendi Nega, mas achei arriscado demais afirmar isso em tempos de histeria racial

  • Aff. Queria desver isso..
    Quem disse pra essa menina que ela pode cantar ? Que voz horrivel ! Fora que a todo momento ela diz : O bonde DAS MARAVILHA. Isso dói na alma.
    Acho um horror esses shorts com a lavagem mais clara na parte da bunda, isso engorda visivelmente. Vai ver foi esse o objetivo…
    Obs : É sério que o nome da Sbrubles é “Néca ” ? Foi isso que entendi, rs

    • Cris, todo mundo entendeu Neca, eu ainda escuto “Nega”. Difícil saber com essa pronúncia maravilhosa, esse português escorreito e esse timbre de voz de Darth Vader.

  • As vezes fico feliz de não poder colocar som pra ver os vídeos aqui no trampo! kkkkkkkkkkkkkk… Aliás, nem vi o vídeo quase, só os frames que vc diz no texto.

  • Ah, eu sabia! Outro dia entrei no youtube (odeio aquela página inicial deles) e dei de cara com isso. Me deu uma coisa e eu tive que ver esse clipe.
    O que é o batom vermelho de uma e aqueles shorts com cara de que compraram em liquidação em loja de departamento. Mas você não falou da melhor parte: a Polícia passando enquanto elas dançam na quinta da péssima vista. (porque eu não sei onde o pessoal que comenta nesse video viu beleza nessas garotas).
    Mentira que ela quer fazer medicina! Vai ser proctologista?
    Talvez o pessoal da Tom Produções pense que se gravarem em um ponto turístico ninguém vai reparar na voz horrível sempre no mesmo ritmo e nesse negócio que elas chamam de dança. Celebridade quem?

    • Não vi nada de anormal no carro de polícia, afinal, todo mundo sabe que aquela área é de alta criminalidade. Certamente os policiais estavam assaltando algum pai de família…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: