Pegando mal.

+A primeira pesquisa realizada após a divulgação de um vídeo com frases sexistas do republicano Donald Trump mostra uma disparada da democrata Hillary Clinton nas intenções de voto dos norte-americanos para a Presidência.

Não que seja um desfavor Trump perder, longe disso. Mas, depois de tudo o que ele disse, o que desencadeou essa queda nas intenções de voto chama muito a atenção. Desfavor da semana.

SALLY

Que fique claro: ninguém aqui gosta ou defende Donald Trump. Muito pelo contrário, o tema central do texto é justamente a crítica de como ninguém percebeu quão merda esse sujeito era e o rejeitou desde o começo. Precisou mexer com as empoderadas para cair na pesquisa eleitoral e ter a rejeição do público. Essa miopia social nos leva a crer que Trump só está sofrendo uma rejeição avassaladora por bater nos Intocáveis da vez e não pela escrotidão das suas palavras e atos.

Vejamos, um ser humano (independente do sexo ou orientação sexual) que defendeu o uso de tortura abertamente (waterboarding, afogar alguém até a pessoa confessar) merece uma rejeição avassaladora. Há uma premissa maior nisso: quem não respeita seres humanos, certamente não vai respeitar uma parcela deles, as mulheres. O repúdio por não respeitar mulheres não deve ser maior do que o repúdio por não respeitar seres humanos no geral, não acham?

Também falou mal de gays, usando inclusive a frase “eu odeio isso”. Sobre negros, cito por não conseguir reproduzir de forma igualmente nefasta: “Homens negros contando o meu dinheiro! Eu odeio isso. O único tipo de pessoa que quero contando meu dinheiro são pequenos caras que usam quipás todos os dias”. Tá pouco? Tem mais.

Sobre os mexicanos, foi igualmente repulsivo: “Quando o México manda seu povo para cá, não manda os melhores, manda pessoas que têm um monte de problemas e que trazem estes problemas para nós. Eles trazem as drogas, trazem o crime, são estupradores. E alguns deles, eu confesso, são boas pessoas”. Chineses, Muçulmanos… o rol de ofensas de Trump não tem limites. Desde sempre esse elemento desrespeita a tudo e todos.

Mas, aparentemente, vinha sendo tolerado. Ele estava empatado com Hilary nas pesquisas. Torturador? Ok. Racista? Ok. Xenofóbico? Ok. Mas não fala mal de mulher! Ah… não fala mal de mulher… Prepara que agora é hora do Show das Poderosas! Trump perdeu a eleição pelos motivos errados.

Qual é a novidade? Sempre foi uma pessoa repulsiva, só estava sendo mais do mesmo. Quem verdadeiramente detesta pessoas repulsivas já rejeitava Trump antes mesmo dele virar candidato. Tolerar tudo isso e apenas agora partir para cima dele? Estranho, não acham?

Na minha opinião, se indignar apenas com as barbaridades direcionadas às mulheres não é ativismo, humanismo ou feminismo, é outro ismo: egoísmo. “Fique puta porque podia ser comigo” ou então “Fiquei puta porque é o que se espera socialmente, assim eu recebo aplausos do grupo”. Na boa? Respeito mais quem aplaude Trump do que que tem indignação seletiva, pois ao menos quem o aplaude sempre, por mais escroto que seja, tem alguma coerência.

Se você defende mulheres com essa garra mas caga para agressões a gays, negros, mexicanos, chineses, muçulmanos e tantos outros grupos que também sofrem de algum tipo de fragilidade social, desculpa, você não é uma boa pessoa, é apenas uma debilóide querendo ser aceita ou um debilóide paumolenga demais para peitar algo que vá de encontro com a cartilha das empoderadas. E como tem paumolenga nesse mundo… não sei o que vai ser de vocês homens dentro de algumas décadas.

Além da indignação seletiva pelos motivos errados revestida do manto de feminismo ou humanismo, também quero apontar a hipocrisia. Declarações desse mesmo nível são toleradas por mamães de seus filhotes adolescentes pegadores, não apenas ditas, como também escritas em redes sociais. E o maridão, que quando vai para o bar com os amigos, conta vantagem e fala baixarias sobre mulheres? E o paizão, que tem amante, que tem segunda família e se gaba para os colegas se referindo a mulher como um bicho ou um objeto? Esses tá ok, com esses pode fingir que não vê, pode tolerar, pode arrumar uma desculpa. Mas Trump? Um canalha! Vai tomar no cu, né?

A declaração que ele deu sobre mulheres foi realmente muito feia, mas eu conheço uma tonelada de gente que está indignadíssima, cujos maridos, pais ou filhos eu mesma já vi proferindo declarações parecidas. Será que o seu filho trata as mulheres com respeito e, quando está falando delas, em off, entre amigos, como Trump estava? Será que ele é totalmente gentil, delicado e politicamente correto? Mas olha, se ele for brasileiro, eu duvido é muito. Nem seu filho, nem seu marido nem seu pai. Dá um jeitinho de espionar um deles falando em off com os amigos e depois me conta.

Não quero dizer que não devamos nos indignar. Devemos sim. Com força. Porém não apenas contra Trump, transformando-o em um vilão, em um símbolo do mal. Tem que ter a exata mesma indignação com qualquer homem que se refira a uma mulher dessa forma, mesmo quando estiver em off, em uma roda de amigos. E aí, minhas queridas, não vai sobrar nenhum. Hora de parar de tapar o sol com a peneira quando é com marido, pai e filho e só criticar os outros.

Trump não é um vilão, um psicopata ou um escroto por esse fato isolado. O tipo de comentário de bar que ele fez, caiam na real, quase todo homem faz. Assédio? Feio e criminoso, mas a experiência me diz que, no geral, os homens que não o fazem é por não terem poder para fazê-lo. Dê poder, riqueza e fama a um homem e observe se ele vai tratar com respeito a todas as mulheres. O sujeito que fala desrespeitosamente de mulher em roda de bar vai assediar se tiver oportunidade. Está no pacote.

Quem deixou de votar em Trump pela forma como ele trata as mulheres é um débil mental que não percebeu que ele trata todo ser humano que não o espelha sem respeito. Quem deixou de votar nele por esse fato isolado é um animal sem empatia, incapaz de sentir a dor dos negros ou gays apenas por não ser negro ou gay. Respeito zero por essas pessoas que, além de serem uns bostas, se acham ativistões, engajadões e ficam cagando regra (errada) como profetas da verdade. Enfiem o dedo nos seus respectivos cus e rasguem até a nuca em vez de posar de defensores das mulheres.

Lamentável que meio mundo só tenha percebido o grau de babaquice de Donald Trump quando ele pisou no seu calo ou no grupo Intocável da vez. Preocupante. Ridículo. Hipócrita. Uma pessoa que defende a prática institucionalizada de tortura como recurso válido é uma afronta a toda a humanidade e não contra as mulheres. Todo ser humano merece igual respeito e indignação, ou por acaso agora mulheres são superiores a outros grupos?

Também preocupa a força que as empoderadonas seletivas tem. Grupos com histórico de gritar muito alto, como negros, por exemplo, não chegaram nem aos pés da reação e repercussão causada pelas mulheres. Vem aí uma potência da Intocabilidade. Tenham medo.

Para desfilar seu analfabetismo funcional e afirmar que eu estou defendendo Trump e contra as mulheres, para se preocupar também ou ainda para dizer que está cagando para os EUA como se isso não te afetasse: sally@desfavor.com

SOMIR

No final das contas, o que mais me incomoda sobre essa história toda é que a conversa que aparentemente derrubou a campanha de Trump é a mais compreensível de todas, pelo menos pelo ângulo de que o bilionário americano era alguém sem papas na língua e dizia o que pensava, motivo usado por virtualmente todos seus defensores até aqui.

Sim, eu acho babaca dizer que homens ricos podem “pegar pela buceta” qualquer mulher que quiserem, mas há uma certa subjetividade aqui: não sou rico, mas presumo que viver essa vida realmente te deixe com essa impressão. Não podemos esquecer que na média, o ser humano não se dá esse valor todo. É feio tratar toda mulher como uma puta em potencial, mas… realmente dá pra desconfiar que quando se é conhecido por ter muito dinheiro, essa seja uma experiência muito comum.

Assim como não faltam homens imbecis nesse mundo, não faltam mulheres também. Taí a igualdade! Dá mesmo para entender como alguém como Trump acabe com uma visão dessas sobre o sexo oposto: com certeza não faltaram interesseiras querendo trocar sexo por dinheiro (direta ou indiretamente) na vida dele. E, até pela característica ostentadora dele, consigo até enxergar como ele acabou vendo as coisas dessa forma: bilionários são imãs de mulheres que se deixam pegar pela buceta, oras!

E numa análise rápida da personalidade apresentada por ele nesse tempo todo de fama, fica claro também que é um homem inseguro que precisa de afirmação o tempo todo. Evidente que é o tipo que vai se gabar de ter muitas mulheres querendo dar para ele pelo dinheiro que tem, que vai usar esse fato como motivo de valorização pessoal para quem lhe emprestar os ouvidos nesse tema. Um homem que claramente tem uma esposa troféu, sobre a qual fala como se fosse mais de uma de suas propriedades de forma nem tão sutil… sério, o que achavam que ele pensava sobre mulheres?

Fica a impressão que Trump foi pego na regra implícita da sociedade de não ser pego pensando assim. Poder pensar pode, poder falar em particular e apenas agir nesse sentido sem ser muito explícito com os motivos também pode. Não pode mesmo é escancarar! E só nesse tema. Porque nesse tema tem pessoas brancas no pacote da ofensa… pode sentar a pata em mexicanos, muçulmanos e afins, porque o americano médio não se identifica com esses grupos, mas, a partir do momento em que a ÓBVIA personalidade podre de Trump aponta para alguém com a qual seus eleitores conseguem se identificar, acaba a graça dele.

Porque tem essa, no fundo as pessoas que iam votar nele estavam esperando ali um aliado para tirar vantagens pessoais. Alguém de seu clube, que os ajudasse a atrasar outros grupos e os colocasse de volta na posição de poder. Trump já não era muito popular entre as mulheres, mas com essa gracinha perdeu o suporte de muitos homens que começaram a enxerga-lo como realmente é: um bilionário mimado e inseguro que não consegue se ver como igual do povão. Nem precisaria se achar assim, mas tentou passar essa imagem o tempo todo.

E aí, vira presa fácil para o movimento histérico (feminista, apesar de eu continuar achando um termo terrivelmente pior que o humanista, ainda é elogio demais para as malucas que gritam mais alto nos dias atuais) colocar pressão em sua campanha. Porque apesar da turma do politicamente correto nunca ter comungado com os ideais de Trump, não tinha conseguido achar pressão suficiente contra o candidato até aqui. Por falta de empatia dos eleitores de Trump, e também por falta de ter o calo devidamente apertado.

A impressão é de que até mesmo pra quem sempre se indignou com o Trump, a ideia de que ele acha que mulheres são todas putas é mais grave da que ele acha todos os mexicanos bandidos e todos os muçulmanos terroristas. Talvez não pelas consequências das ideias, mas por finalmente ter algo que as ofenda pessoalmente, que gere vitimização em primeiro grau nas redes sociais. Trump, provavelmente nem entendendo porque acharam tão ruim o que disse (e eu mantenho que pra ele a vida deve ter sido assim mesmo, milhares de interesseiras ao seu redor), desculpou-se de forma meio confusa, mas de nada adiantou.

Nota negativa também para o partido republicano e seus caciques, que defenderam o candidato até aqui, mas que agora, só agora, começaram a retirar seu apoio. Como se não soubessem quem era Trump e o que ele representava! Com argumentos terríveis como “terem mulheres, filhas, mães…”. Oras, se você se importa com mulheres, jamais poderia ter apoiado a campanha de Trump, desde o começo. Ele é famoso há décadas, e nunca foi conhecido por respeitar o sexo oposto, ele é o dono do concurso de Miss Universo e brincava abertamente sobre entrar no camarim das misses na hora em que elas se trocavam por ser dono de tudo!

Impossível acreditar que alguém só descobriu agora o que essa pessoa sempre foi, e sempre fez questão de ostentar! O maior desfavor é essa indignação seletiva explicada pela Sally no seu texto. Como assim não sabiam que ele pensava exatamente dessa forma? E digo mais, como assim a ideia de que ele vê mulheres como fáceis quando se tem dinheiro é mais motivo pra não votar nele do que todas as outras merdas que disse até aqui?

Que bom que esse imbecil não vai ter o botão das armas atômicas na mão, mas, porra, se vai ser por esse motivo, que lição aprendemos?

Para dizer que eu defendi ele (de certa forma sim), para dizer que vai me acompanhar chamando de movimento histérico, ou mesmo para dizer que a América não vai ser grande de novo (ainda bem!): somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: , ,

Comentários (6)

  • Boa Tarde, Sally!
    Eu Posso até estar Errado, mas vejo O Programa Pânico na Band tratando as Suas Integrantes Como Lixo há Décadas e ainda há Mulheres fazendo fila para participarem do Mesmo, e se prestarem a esse Papel…
    Respeito é Bom, Todo Mundo Gosta, mas o Fato é que Algumas Mulheres não se dão o Respeito e Ainda estão Cagando para a Opinião Alheia.
    E digo mais: Se alguma dessas Integrantes do Programa que acabei de Citar, lerem (o que eu acho difícil, pois sabemos que a maioria delas, possuem Mente Preguiçosa) o que você Escreveu (com Louvor, na Minha Humilde Opinião), irão achar que Você é Dramática e na Melhor das Hipóteses, irão Sugerir Educadamente (ironicamente) que Você Procure uma Academia e Malhe o Corpo, ao Invés da Língua.
    Claro, Você não vai se sentir Ofendida por conta disso, Ok?
    Estou apenas dizendo que quando uma Pessoa não Reconhece o Próprio Corpo como um Templo Sagrado e Inviolável, muito pelo Contrário: Enxerga o Corpo Como uma Ferramenta de Trabalho e uma Parte em Especial ( A Própria Vagina): Como um Verdadeiro Instrumento de Atrair Idiotas Bilionários Como o Trump e Conseqüentemente: uma Máquina de Fazer Dinheiro. O Resultado Final é Esse.
    Em outras Palavras: sou Radicalmente contra a Política e Mais Ainda: o Modo que Esse Cara tem de tratar qualquer Ser Humano, Independente de Sexo, Raça, Credo, Cor ou Etnia. Mas, Venhamos e Convenhamos: Concordo com o Caro Somir, quando Ele diz que Esse Mosntro Sempre Foi Assim… Concordo Contigo Mesmo, Somir!
    O Trump Sempre Foi e Sempre Será assim, pois Infelizmente (ou, Felizmente para Ele), Sempre Haverá uma Parcela de Mulheres Promíscuas e Interesseiras (não que eu tenha algo contra Elas) para Alimentar não Só os Mais Profundos, Profanos e Excêntricos Desejos Sexuais desse Monstro, como também: dar a Ele, essa Sensação de Poder Absoluto. Uma “Fera”, Devoradora (Comedor) de “Belas” (Putas)!
    Alguém, Por Favor, Mande esse Bosta passar o Próprio Cú em um Serrote!!!

    • Votar no Trump já era votar exatamente na pessoa que está sendo execrada agora, e todo mundo sabia. Só não podia falar.

      P.S.: Meu TOC está atacado com suas capitalizações aleatórias.

  • Eu ainda acho “meio longe o 8 de novembro”, poréns analisando…

    (…) Lamentável que meio mundo só tenha percebido o grau de babaquice de Donald Trump quando ele pisou no seu calo ou no grupo Intocável da vez. (…)

    Também preocupa a força que as empoderadonas seletivas tem.

    É por isso que até já adiantei meu (mais um) medo “do dia final de 2020!

    (…) ele é o dono do concurso de Miss Universo e brincava abertamente sobre entrar no camarim das misses na hora em que elas se trocavam por ser dono de tudo! (…)

    Definitivamente atrasaram e erraram demais para o pressionarem o quanto ele merece !

    Não sabia dessa “brincadeira”, e ainda acho que foi há pouco tempo de quanto eu soube tanto dele ser dono do “Miss Universo” quanto das colocações “pró-tortura …waterboarding” (…)

    • Sally levantou o ponto mais escroto de todos: cidadão defendeu tortura e continuou com chances. O mundo pode ter sido salvo pela vitimização…

  • É muito engraçado ver que o ser humano é tão fodido que acaba tendo uma auto-regulação que nem percebe. O mundo se salvou da escrotice por uma reação também escrota. Um bug sanando outro bug.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: