+A Câmara dos Deputados enviou uma notícia crime à Polícia Federal (PF) para apuração de eventuais delitos cometidos pelo humorista Danilo Gentil no vídeo em que aparece rasgando uma notificação extrajudicial recebida da deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Precisa de um tipo muito especial de cara-de-pau para estar na política brasileira. É o poste mijando no cachorro, é o desfavor da semana.

SALLY

Este não é um texto sobre os limites do humor, é um texto sobre os limites da cara de pau.

Para quem não acompanhou o caso, segue um resuminho hiper-resumido: a Deputada Maria do Rosário se ofendeu com postagens do humorista Danilo Gentili no Twitter e enviou uma notificação extrajudicial às custas do dinheiro público para ele. Ela não pagou um advogado, se valeu da sua condição de Deputada e usou a máquina pública para isso. Ao receber essa notificação ridícula, Danilo debochou, fazendo um vídeo onde a rasgava, esfregava no saco, colocava em um envelope e mandava de volta para Maria do Rosário. Filmou tudo e jogou na internet.

Era esperada alguma repercussão, mas o desdobramento foi simplesmente medonho: além da Câmara dos Deputados enviar uma notícia-crime com nosso dinheiro para a Polícia Federal contra o Danilo, um juiz determinou que o vídeo fosse retirado do ar, ou seja, censura. O argumento desta decisão judicial? Chama o vídeo de “misógino”, diz que ele contem agressões “a uma parlamentar e à instituição” e comportamento “chulo e inconsequente”.

Nem sei por onde começar…

Antes de mais nada, quero lembrar a todos que Maria do Rosário está sendo acusada de ter recebido propina da Odebrecht e há provas robustas contra ela nas investigações e em diversos processos. O STF inclusive já abriu um inquérito, e para que o STF faça algo, meus amigos, a coisa tem que ser muito gritante. Outras pessoas que estão na mesma situação, suspeitas de corrupção porém sem sentença condenatória, como Aécio Neves, por exemplo, são detonados por todo mundo sem qualquer ressalva. Mas quando Danilo detonou Maria do Rosário, ah, o rolo compressor do lacre passou!

Em momento algum do vídeo Danilo faz qualquer alusão, menção ou deixa implícito que a condição de mulher de Maria do Rosário é motivo para qualquer das críticas feitas. Muito pelo contrário, ele fala de forma genérica, que políticos não podem calar a boca do povo. E, só para constar, ele não rasgou “processo” nenhum, não sei que demência acomete uma pessoa que acredita que os processos judiciais são enviados para a casa do réu. Ele rasgou uma notificação (que nem judicial é), algo que lhe pertencia. É como rasgar uma carta que você recebeu.

Achou de péssimo gosto ele esfregar os papeis no saco e enviar pelo correio para ela de volta? Sagrado direito seu. Eu acho de péssimo gosto receber caixa 2 da Odebrecht, cada um com seus valores. Mas, querer censurar alguém por mau gosto? Não estamos indo longe demais? Apresentar notícia-crime, querer que ele seja preso, por ter feito um ato de suposto mau gosto? Vem cá, vocês não acham que tem coisa mais grave acontecendo no país não?

Eu ri alto quando vi o argumento da notícia-crime: acusaram o Danilo de se exceder em sua liberdade de expressão. Taí um novo conceito! Excesso de liberdade de expressão! Meus queridos, liberdade de expressão ou se tem, ou não se tem. Excesso? Pode se expressar pero no mucho? Ê Brasil… Mas a turminha do lacre não perdoa, já está instituído que o Danilo fez isso em função da condição de mulher de Maria do Rosário, por ser um machista, babaca, misógino. Hoje, se você falar qualquer coisa negativa sobre uma mulher, é automaticamente machista. Mulheres são incriticáveis.

Acharam “desrespeitoso” ele esfregar a notificação no saco. Porém, os mesmos aplaudem com suprassumo da lacração quando seus militantes cagam e mijam em foto de políticos, promovem vomitaço e cusparada na porta do MASP. Isso é lacração, mas quando o Danilo esfrega um papel que lhe pertence no saco, é desrespeito e deve ser censurado. Ainda dizem que não poderia ter feito isso com uma mulher (nessas horas não se pede igualdade, né?) mas defendem o Zé de Abreu ter cuspido na cara de uma pessoa do sexo feminino. Fica difícil, dá até náuseas ao tentar argumentar.

A questão vai muito além do que você pensa sobre Danilo Gentili. A grande pergunta aqui é: você quer viver em um país onde o que pode ser dito vai depender do achismo de um juiz? Pessoas com cérebro defendem a liberdade de expressão, mesmo daqueles que odeiam e discordam, pois sabem que é a única forma de ter uma sociedade madura e saudável. Não importa se você concorda ou discorda de Danilo Gentili, proibi-lo de falar é de um autoritarismo chocante.

O discurso que o Danilo fez ao final do vídeo não incita ódio, como estão falando. Mas, aparentemente, para os políticos brasileiros, coronéis e autoritários, dizer que não podem obrigar ninguém e que eles tem que nos servir é incitar o ódio. Esse é o perigo do crime de opinião, cria um tipo penal subjetivo que permite sacanear pessoas que incomodam, que estão na “lista negra” dos seus aliados (sim, essa lista existe de fato e Danilo está nela). Crime de opinião é o equivalente adulto jurídico de um irmão reclamando do outro para a mamãe: “Mãe, ele me xingou”.

Mobilizar a Polícia Federal por um marmanjo ter esfregado um papel no saco? Mas olha, é ter muita raiva do Danilo para chegar à gincana argumentativa que precisa para que isso seja válido. Tenham santa paciência, é se levar muito a sério. Estão pensando que estão onde para falar em decoro, ética e postura? Bando de corruptos que fazem mais baixarias do que todos nós sonhamos em imaginar. Haja hipocrisia. Danilo apenas apontou e gritou “o rei está nu”. Já não tem decoro, urbanidade e decência neste país faz tempo e muito me espanta aqueles que a mataram invoca-la quando lhes convém.

E ainda dizem que falam “em nome do povo”. Acho que não. A hashtag #EuApoioDaniloGentili em primeiro lugar em várias redes sociais me faz acreditar que não. O programa do Danilo batendo a Globo e ficando em primeiro lugar também me fazem acreditar que não. Danilo com mais de 15 milhões de seguidores em rede social enquanto Maria do Rosário não tem nem cem mil mostram quem o povo admira. São poucos, mas são chatos pra caralho, fazem muito barulho, então, causam essa impressão errada.

E, minha opinião, Danilo está certíssimo em esculhambar tudo. Pose? Decoro? Respeito à instituição? Por favor, vocês se sentem respeitados por esse bando de corruptos? Acho sim que tem que escrachar, tem que partir para cima. Só fazem as atrocidades que fazem com o povo porque a maior parte das pessoas fica passiva. A sociedade precisa dessas pessoas como o Danilo, que rompem padrões, que ousam, que não tem medo. São esses os que abrem a porta para que você e eu passemos depois.

Mais uma vez, decepcionada com o Brasil e sua premissa torta: “de quem eu não gosto tem que calar a boca, de quem eu gosto é censura se impedir de falar”. Se critica uma mulher é sempre machismo, mesmo que a crítica não tenha nenhuma relação com o fato dela ser mulher. Se a pessoa não acha graça, então não é humor, pois a pessoa se acha referência mundial de bom senso e bom gosto. Não é pelo Danilo, ele está ótimo, a cada polêmica dessa ganha toneladas de seguidores. Minha tristeza é pelo país e o grande aterro sanitário humano que ele está virando.

Olha, se Freud falava da inveja do pênis, acho que eu vou lançar uma nova teoria sobre a inveja do saco, queria muito ter testículos para poder fazer o que o Danilo fez…

Para perguntar o que teria acontecido se ele tivesse cagado em uma foto de Maria do Rosário, para perguntar o que teria acontecido se ele tivesse cuspido na Maria do Rosário ou ainda para dizer que é o prego que se destaca que leva martelada: sally@desfavor.com

SOMIR

Devo, não nego, pago quando puder.

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (17)

  • Hahahaha…

    “Para perguntar o que teria acontecido se ele tivesse cagado em uma foto de Maria do Rosário, para perguntar o que teria acontecido se ele tivesse cuspido na Maria do Rosário ou ainda para dizer que é o prego que se destaca que leva martelada: ” Ou ainda para perguntar se eu tenho saco.

    Desculpa, Sally. Não pude me conter. Ficou muito engraçado você falando sobre a teoria da inveja do saco. Ri muito aqui.

    Mas a situação é gravíssima. Assino em baixo, quando você diz que existe uma “ditadura velada “.

    Preocupa que em meio a tudo isto, a maioria só quer saber de novela e futebol. O Barril tá em chamas, mas parece que estão todos…cegos!

  • Esta hipocrisia é um nojo. E o que essa cretina e os coleguinhas dela de petê fizeram ao Brasil não conta? Olha, Sally, isso tá parecendo mais que ela tá fazendo de todo este estardalhaço como cortina de fumaça pra esconder mutretas nas quais ela pode estar envolvida. Não duvido de mais nada. É muito despautério pro meu gosto. É muita desfaçatez, querer distorcer a situação pra capitalizar politicamente e, por conseguinte, abafar algum escândalo que pode vir com o nome dela no meio. Parabéns pelo texto!

  • Depois que os partidos de esquerda infiltraram seus estudantes de 30 anos, negras pobres que passam as férias em Orlando e gays de carteira assinada nos movimentos sociais (se não criaram eles mesmos), a posição política passou a ter prioridade sobre a suposta causa. Não lacrou? O negro é um traidor da raça, o gay é um traidor da causa, a mulher é machista e assim por diante.

    E lacrou? O racista foi mal compreendido, distorceram as palavras do homofóbico, o machista fez um elogio num jargão nordestino, e o fato do socialista viver passando férias na Europa não significa nada.

  • Olha, confesso que eu nem estava acompanhando o caso muito de perto, mas concordo com tudo o que a Sally disse. E nem teria como ser diferente. Cambada de pilantras hipócritas que vem falar em “respeito” depois de fazer o que fizeram com um país inteiro! Quer dizer que eles podem aprontar mil e uma, escaralhar com tudo e depois quando alguém os esculhamba de volta – merecidamente – eles chiam e querem falar em decência? Ah! Mas vão tomar no cu!

  • Assim, vão comendo a liberdade de expressão pelas bordinhas.
    A diferença do Brasil para Venezuela é que no Brasil ainda tem comida nas prateleiras dos mercados.

  • Minha primeira reação ao vídeo do Gentili foi achar mal educado, mas mudei de ideia quando o escândalo começou. “Exceder-se em sua liberdade de expressão” é uma hipocrisia que seria digna de gargalhadas se não fosse tão trágica. Liberdade relativa, né? Fosse uma cartinha do Bolsonaro, Aécio ou qualquer outro político que o pessoal da lacração odeia estariam comemorando e chamando de protesto legítimo.
    Agora não me sinto bem nem em falar que o Gentili foi mal educado, porque mal educado mesmo é roubar dinheiro público, dizer-se representante de trabalhadores pobres e ainda tolher o direito desses trabalhadores de reclamar do roubo.

    • Pois é, Paula. Ainda que achem o Danilo mal educado, se for para falar em falta de educação, tem uma infinidade de coisas mais graves acontecendo.

      • …Sim, e ~decoro seletivo~ até (me) chega a ser um subtítulo…

        Não havia “ido saber” – e menos ainda que foi uma combinação dessas de que não era judicial + “setores” da lacração terem se movido tanto + realmente há o que haver de “inveja do saco”…

        E sim, o “DS” não poderia ser outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: