Os Lacradores – O Retorno


Nos corredores do Hospital Central da Cidade, um diverso grupo de heróis planeja seus próximos passos:

ARCO-ÍRIS: Você oprimiu ele!
PÉROLA NEGRA: Eu só sentei em cima dele!
PREPUCIUS: Com seu privilégio de massa corporal!
PÉROLA NEGRA: Eu não sou privilegiada! Ele era braaancoooo!
CAPITÃO ESPECIAL: Hahahahaha!

Todos se voltam para Capitão Especial, que está apontando para as nádegas de Pérola Negra.

ARCO-ÍRIS: Especial, pare de apontar que isso é uma forma de estupro!
CAPITÃO ESPECIAL: Hahaha! Cabeça de veado!

Pérola Negra começa a dar voltas sobre a própria circunferência avantajada, tentando encontrar o que estava preso numa de suas dobras entre as nádegas e a perna. Arco-Íris corre ao resgate, puxando o capacete de Homem Cervo de dentro de um dos bolsos adiposos.

ARCO-ÍRIS: Então estava aqui!

Logo se aproxima um médico, com olhar consternado:

MÉDICO: Ele vai sobreviver, mas… vai ficar paraplégico.
ARCO-ÍRIS: Desgraçado, vegano e cadeirante?
PÉROLA NEGRA: Ele deveria me agradecer!
PREPUCIUS: Pelo estatuto do grupo, que eu carrego comigo o tempo todo por pura coincidência, isso o torna o nosso novo líder. Sortudo!
MÉDICO: Acredito não ter sido claro, ele está paralisado da cintura para baixo, acreditamos que permanentemente.
PÉROLA NEGRA: Já ouvi, para de esfregar na minha cara!
ARCO-ÍRIS: Médicos são tão insensíveis…
CAPITÃO ESPECIAL: Quero ver o veado!
ARCO-ÍRIS: É cervo, meu bem.
PÉROLA NEGRA: Vai ficar corrigindo ele, é? Isso é micro agressão!
ARCO-ÍRIS: Mas ele não é veado!
PREPUCIUS: Quem disse que não, vocês perguntaram como ele se identifica?
MÉDICO: Desisto…

Mais tarde, na frente do QG Lacrado:

PÉROLA NEGRA: Como é que a gente entra?

Mais tarde, na cafeteria da esquina do QG Lacrado:

CAPITÃO ESPECIAL: Eu quero sorvete!
PREPUCIUS: Atenção, estamos recebendo uma missão da central!

Prepucius aponta o celular para a mesa para que todos possam ver a mensagem:

“CAROS, CARAS E CARIXS (melhor agora, Arco-Íris?) LACRADORES

Um grupo de terroristas que podem ser de qualquer raça ou afiliação religiosa tomou o prédio da prefeitura, e estão exigindo a liberação de vinte prisioneiros de guerra em troca dos reféns. Dirijam-se imediatamente para o local, pois a equipe de choque não foi autorizada a invadir.”

Na tela da TV local, aparece um plantão de notícias:

JORNALISTA: Atenção, um grupo de terroristas sobre os quais não sabemos nacionalidade ou afiliação religiosa…
TERRORISTA NO FUNDO: ALLAHU AKBAR!
JORNALISTA: … invadiram a prefeitura da cidade…

PREPUCIUS: Isso parece uma missão para OS LACRADORES! Prepucius!
PÉROLA NEGRA: Pérola Negra!
ARCO-ÍRIS: Arco-Íris!
HOMEM CERVO: Aaai… homem… cervooo…
CAPITÃO ESPECIAL: Super Mongooooo!
TODOS: Não!
CAPITÃO ESPECIAL: O quê?
ARCO-ÍRIS: Seu nome é Capitão Especial, essa palavra é feia!
CAPITÃO ESPECIAL: Mongo?
TODOS: Aaah!

Capitão Especial parece confuso. Mas antes que possa perguntar novamente, o grupo corre pela porta da frente. Homem Cervo fica para trás, complicado com a trava da cadeira de rodas.

HOMEM CERVO: Oi?
GARÇONETE: A conta…
HOMEM CERVO:

Mais tarde, no prédio da prefeitura, um grupo de policiais cerca a área, tomada de populares e imprensa.

PÉROLA NEGRA: Olá, opressor!
POLICIAL: A senhora me respeite!
PÉROLA NEGRA: VIOLÊNCIA POLICIAL! SOCORROOOO!
PREPUCIUS: Eu sou testemunha, ele agrediu verbalmente a Pérola presumindo seu gênero!
POLICIAL: Vocês são os super viados, né? O capitão está lá na frente com a tropa de choque.
ARCO-ÍRIS: AAAAAAHHHHH!

Com o grito supersônico de Arco-Íris, todos ao redor colocam as mãos nos ouvidos com expressão de dor, inclusive Pérola, Prepucius e Homem Cervo, que chega empurrado por Capitão Especial segundos depois. Assim que o grito para, pode-se ouvir o estampido de um tiro dentro do prédio. O capitão da polícia vem correndo até o grupo.

CAPITÃO: Pare com isso! Eles disseram que vão eliminar um refém a cada provocação que fizermos!
ARCO-ÍRIS: Ele começou!
PREPUCIUS: Eu estou de prova! E por pura coincidência, eu sou advogado.
CAPITÃO: Vamos conversar com o chefe da operação, agora!

Nossos heróis se aproximam da tropa de choque, um dos oficiais está no centro de uma roda de soldados, dando ordens.

CHEFE DA TROPA: Vamos realizar o protocolo D-991, com os RETs. Depois disso, temos autorização para entrar e salvar os reféns, compreendido?
TROPA: Sim senhor, senhor!
CHEFE DA TROPA: Vocês são os lacradores, presumo. Quem é o líder?
ARCO-ÍRIS: Como você ousa presumir que o líder é um homem?
CHEFE DA TROPA: A líder, então.
ARCO-ÍRIS: Por pura coincidência, ele se identifica como Homem Cervo.
CHEFE DA TROPA: Homem Cervo?
HOMEM CERVO: Olá… ai… ainda está doendo um pouco… mas… estou ouvindo.
CHEFE DA TROPA: Não, Homem Cervo… que tipo de nome é esse?
CAPITÃO ESPECIAL: Nome de veado!
TODOS: Não! Feio!
CHEFE DA TROPA: Gostei do garoto. Temos um plano de ação. Como os supostos terroristas… cuja nacionalidade ou afiliação religiosa…
TERRORISTA NA JANELA DO PRÉDIO: ALLAH É GRANDE, MORTE AOS INFIÉIS!
CHEFE DA TROPA: … é um completo mistério… estão fortemente armados, vamos usar um drone para invadir o último andar e desarmar a bomba antes de invadir. Por pedidos do governador, precisamos que algum de vocês pilote o drone, caso algo dê errado. Os outros entram e tentam negociar com os supostos terroristas armados. Ok?
ARCO-ÍRIS: Então temos que escolher um de nós para pilotar o drone?
CHEFE DA TROPA: Sim, e tenham em mente que essa tarefa exige muita concentração e controle mental, além de poder ser feita do conforto de uma cadeira aqui fora.
HOMEM CERVO: Eu venci o campeonato de videogame seis anos seguidos na minha adolescência.
PÉROLA NEGRA: Interessante.
PREPUCIUS: E ele não pode se locomover livremente por causa da cadeira de rodas, tornando isso um risco para a segurança dele e de todos os outros.
ARCO-ÍRIS: Estou entendendo.
HOMEM CERVO: Então deixamos eu fazer a tarefa intelectual para a qual tenho muita experiência e vocês podem aproveitar a super força do Capitão Especial para se proteger dos terroristas.
PÉROLA NEGRA: Peraí… você está dizendo que você não é capaz de lutar com os terroristas só por estar numa cadeira de rodas?
ARCO-ÍRIS: E que o Capitão Especial não é inteligente o suficiente para pilotar o drone?

Alguns minutos depois, dentro do prédio da prefeitura:

ARCO-ÍRIS: Ok, precisamos de um plano.
PREPUCIUS: Você esperou a gente entrar para pensar nisso? Eu já tenho um plano.
ARCO-ÍRIS: Eu não quero um plano branco e binário, vindo de um homem. Pérola, mostre o poder de irmandade. Qual é o plano?
PÉROLA NEGRA: É… é… a gente vai improvisando. Vamos subir!

Pérola Negra para diante do elevador.

PREPUCIUS: Pérola, o elevador está desligado. Vamos ter que usar as escadas.
HOMEM CERVO: Você já sabia disso?
PREPUCIUS: Sim.
HOMEM CERVO: Então porque concordou em me trazer junto?
PREPUCIUS: Para não ser processado…
PÉROLA NEGRA: Pérola não pega escadas, escadas são inimigas da beleza natural!

Pérola puxa um pé de cabra de dentro de uma das dobras e começa a forçar a porta do elevador.

Do lado de fora diante do computador do drone:

CAPITÃO ESPECIAL: BUM! BUM! BUM! PSH! PSH! HAHAHAHA!

As pessoas na rua começam a correr desesperadas enquanto o drone voa perdidamente, atirando para todos os lados. A frente do prédio esvazia em segundos, com exceção de alguns corpos de vítimas recentes. Capitão Especial ri sem parar. Logo descobre como entrar por uma das janelas do prédio, agora já sem supervisão alguma.

Dentro do prédio, nossos heróis ouvem sons de tiros:

HOMEM CERVO: Socorro!
PÉROLA NEGRA: Rápido, vamos entrar no elevador!
PREPUCIUS: Parece uma má ideia…
ARCO-ÍRIS: Se você acha uma má ideia, só pode ser uma boa ideia! Pela irmandade, pelos direitos iguais!

Arco-Íris tenta entrar no elevador ao mesmo tempo que Pérola se distrai buscando um sanduíche na terceira dobra da segunda barriga. A porta se fecha automaticamente, cortando os dois braços de Arco-Íris.

ARCO-ÍRIS: AAAAAAAAAAAAAAAAAH! SOU AMPUTAAADA!
HOMEM CERVO: Sortuda… mulher ou trans e amputada…
PÉROLA NEGRA: Nova líder!
PREPUCIUS: Estão escutando isso?
HOMEM CERVO: Ela… ou ele gritando?
PREPUCIUS: Não, os tiros pararam.

Uma equipe da tropa de choque entra pela porta da frente.

CHEFE DA TROPA: O mongo conseguiu matar todos os terroristas com o drone! E matou só quatro civis na rua e metade dos reféns! Vocês são a melhor equipe de retardados que já montamos!

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

4 desfavores sobre “Os Lacradores – O Retorno

Olhando de novo e com mais atenção para os retratos pixelados dos personagens me ocorreu perguntar: aquilo na boca do “Capitão Especial” é baba?

Responder

Não precisa preencher nada além do comentário. Seu e-mail não vai ser publicado.
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>