O sol mal nascia no hemisfério ocidental do planeta quando a luz foi avistada pela primeira vez nos céus. Apenas um ponto amarelado nas primeiras horas, pulsando gentilmente. Mas logo o que interessava exclusivamente astrônomos profissionais e amadores ao redor do globo ganhou novas proporções: em questão de segundos, o ponto expandiu num orbe quase tão grande e luminoso quanto o próprio sol. A notícia estava espalhada: algo tão gigantesco quanto desconhecido surgira na vizinhança de nosso planeta. Continue lendo