Enlatados.

Enquanto isso, dezenas de metros abaixo da superfície:

HOMEM: O que tem pra jantar?
MULHER: Por que você sempre pergunta isso? Tem feijão enlatado.
HOMEM: O que aconteceu com todo o resto?
MULHER: Acabou! Você sabe disso!
HOMEM: Você escondeu os chocolates que eu sei!
MULHER: Mas que coisa, foi justamente você que comeu a última barra! E nem dividiu comigo!
HOMEM: Comi tudo para te forçar a mostrar seu estoque secreto!
MULHER: Não tem estoque secreto! Acabou o chocolate!
HOMEM: Eu ainda vou achar.
MULHER: Tem trinta metros quadrados no máximo aqui dentro! Onde eu esconderia um estoque de chocolate, hein?
HOMEM: Se eu soubesse, já estaria comendo!
MULHER: Não vou mais te dar atenção nesse assunto idiota. E o rádio?
HOMEM: Por que você sempre pergunta isso? Está quebrado.
MULHER: E por que você não está consertando ele?
HOMEM: Porque eu não sei nada sobre rádios! Eu trabalhava com marketing!
MULHER: E não aprendeu nada nesse meio tempo?
HOMEM: Você só puxa esse assunto para me derrubar…
MULHER: Então deixa eu tentar arrumar!
HOMEM: Não! Você vai quebrar ainda mais.
MULHER: Você é ridículo.
HOMEM: Eu já tive alguns avanços.
MULHER: Quais?
HOMEM: Eu consegui colocar de volta quase todas as peças que tirei. Quase não tive que forçar nada no lugar.
MULHER: A gente nunca vai sair daqui!
HOMEM: Pra quê? Pra virar mutante lá em cima?
MULHER: Não é possível, se caíram as bombas, já está limpo agora!
HOMEM: Radiação não funciona assim. É letal por muitos e muitos anos.
MULHER: E o que você sabe? Trabalhava com marketing!
HOMEM: Na hora de vir pra cá você me escutou, né?
MULHER: Claro! Eu não queria morrer.
HOMEM: Então sobe lá! Vai!
MULHER: Eu… eu quero esperar o rádio estar pronto. Assim dá pra escutar mais alguém pra saber se está seguro.
HOMEM: Bom… vamos de feijão mesmo.
MULHER: Acho melhor comer esse sem esquentar, o gás não vai durar pra sempre.
HOMEM: Argh… ok. E… falando em gás…. vamos dar um gás hoje à noite?
MULHER: Só se for dos peidos do feijão, meu bem.
HOMEM: Porra!
MULHER: Estou no período fértil, e nunca que eu vou arriscar engravidar por aqui.
HOMEM: E se for só uma brincada?
MULHER: Brinca sozinho.
HOMEM: Sacanagem, hein?
MULHER: E já fique feliz que eu estou considerando te dar uma chance. Lá fora, nunca que uma mulher como eu ia olhar pra um homem como você.
HOMEM: Ah, então eu sou literalmente o último homem da Terra?
MULHER: Sim. E se ficar ofendido, nem sendo.
HOMEM: Se eu soubesse, eu trazia uma que não era frígida.
MULHER: Frígida é a sua ma… espera aí… trazia?
HOMEM: Modo de falar.
MULHER: A gente se encontrou por coincidência… ou você estava procurando uma mulher gostosa para trazer junto?
HOMEM: Larga de ser paranoica.
MULHER: Então foi isso… você estava naquele supermercado escolhendo que mulher ia trazer pra cá… você salvou a mais gostosa que te escutou! Ridículo!
HOMEM: Quer que eu me desculpe por ter salvado a sua vida?
MULHER: Não… mas foi bizarro mesmo assim.
HOMEM: Mas se eu soubesse, pegava uma menos bonita. Faria menos doce.
MULHER: Eu já estava com pouca vontade de dar pra você, ela acabou oficialmente!
HOMEM: Você sabe que eu deixar você escolher isso já é muito bacana da minha parte, né?
MULHER: Você sabe que eu não cortar o seu pau fora enquanto você dorme já é muito bacana da minha parte, né?
HOMEM: Ok… ok… vamos considerar um empate.
MULHER: Estou quase preferindo a radiação lá fora.
HOMEM: Falando em radiação… *peido*
MULHER: ARGH! Nojento!
HOMEM: Se a tensão sexual desapareceu, eu não vou mais ficar segurando peido. Esse feijão todo é complicado…
MULHER: Eu não mereço isso.
HOMEM: Sabe o que você merece?
MULHER:
HOMEM: *peido ainda mais alto*
MULHER: Hahahaha! Idiota…
HOMEM: Eu sinto notas de… feijão. Feijão em lata! *imitando alguém mexendo numa taça de vinho*
MULHER: *rindo ainda mais*
HOMEM: Desculpa te acusar de esconder o chocolate…
MULHER: É…
HOMEM: Ei…
MULHER: Tem… tem mais um pouco. Eu escondi atrás da prateleira de livros de romance, que você nunca pega.
HOMEM: Eu sabia! Eu sabia!
MULHER: Se eu te der um você me perdoa?
HOMEM: Eu ainda vou peidar debaixo do cobertor de vingança, mas sim, ficaremos quites.
MULHER: Hahah… você não é tão ruim assim quando não está fazendo tanta pose.
HOMEM: Nem você… ainda está complicado todo o lance de me deixar na mão, mas a gente não tem muita escolha aqui.
MULHER: Bom, eu deixo você escolher o que acontece debaixo do cobertor hoje então.
HOMEM: E tem opção melhor da que eu dei?
MULHER: Sim… *sorrindo*

Um som ocupa o diminuto ambiente. É o rádio apitando.

RÁDIO: Mano? Mano? Comeu? Responde, porra! Solto outra bomba lá fora hoje ou não?

Para dizer que as pessoas são lindas, para dizer que feijão estraga amor, ou mesmo para dizer que sempre peida quando quer conquistar alguém: somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (3)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: