+A Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (2) o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.

Mais uma prova de como tudo tem preço na política tupiniquim. Desfavor da semana.

SALLY

Esta semana foi votada uma denúncia por corrupção contra Temer, pois este país é pouco sério, então, para que um tribunal possa ter o direito de julgar e punir um Presidente corrupto/criminoso, é preciso que seus coleguinhas parlamentares autorizem. Além do resultado final da votação, na qual ele saiu inocentado, uma série de desfavores permearam este lastimável evento.

Novamente bato nesta tecla, que pode parecer desimportante, mas me incomoda demais: como os políticos brasileiros são feios, oleosos e bregas. Refletem em seu esplendor a feiura do povo brasileiro. E como são burros, falam português incorreto e comprovam de forma cabal que todos, absolutamente todos os sotaques regionais brasileiros são um horror. O Congresso brasileiro é um espelho cruel da nossa realidade.

Obvio que em um lugar onde tem essa gentalha reunida, tem vexame. O nobre deputado Wladimir Costa, aquele que jurou ter feito uma tatuagem definitiva de apoio a Temer e logo depois foi desmentido pelo tatuador, afirmando que era de Henna, protagonizou mais um vexame. Foi flagrado pedindo nudes em plena votação. Ele disse que não, que não é bem assim, mas a frase que ele digitou no whatsapp e que apareceu na foto é clara: “Mostra a tua bunda mostra, afinal, não são suas profissões que destacam como mulher, é sua bunda. Vai lá, põe aí, garota”. Isso aqui ôôô, é um pouquinho de Brasil iá iá iá…

Os nobres parlamentares exalavam respeito. Quando a Deputada Shéridan Oliveira (já considero desfavor ter uma Deputada com esse nome) foi chamada a votar, simplesmente gritaram “GOSTOSA!” como se estivessem um estádio de futebol. Enquanto isso, Deputados que levaram Pixulecos de pelúcia (bonecos do Lula vestido de presidiário) se batiam com eles, em uma quase briga de travesseiros panfletária. Ofensas, xingamentos e até agressões físicas já são de praxe, então, nem merecem menção. Votos errados também. Quando jornal europeu diz que votação foi “espetáculo indigno”, é sinal de que alguns limites foram ultrapassados.

O resultado final da votação e todo o processo que envolveu esses votos também são dignos de menção. Sabemos que troca de favores por voto sempre foi uma realidade no Congresso brasileiro, mas nunca foi tão descarado como agora. Perderam o pudor até de admitir. Temer negociou com tudo e todos, está devendo até as pregas. Cargos ou emendas eram oferecidas abertamente, negociações por votos rolando no próprio dia da votação, tudo às claras, sem qualquer pudor.

Temer se salvou, mas se salvou a um custo muito alto: esvaziou o pouco poder que tinha. Ele deve a alma a estas pessoas e nunca vai poder governar ou se portar conforme seu entendimento. Seu período na Presidência será pagando as dívidas adquiridas esta semana e todos os seus passos serão para beneficiar aqueles que votaram a seu favor neste espetáculo imundo.

Como sempre, teve também o desfavor povo. Sabemos que 99% está contra Temer, não o suporta, não gosta dele. Mas, como diz o poeta, aquele 1% é vagabundo. Inacreditavelmente li gente defendendo Temer, dizendo que “em nome da estabilidade econômica” ele deve permanecer no poder. Oi? 1) Que estabilidade econômica? 2) Manter corrupto no poder não pode ser uma opção em hipótese alguma.

Nos temos Dilma já defendia isso: foda-se que vem alguém tão ruim quanto, foda-se que a motivação é errada, foda-se tudo, se um Presidente da República é flagrado em um crime, deve ser afastado sim e de preferência punido de forma exemplar. Eu quero que se foda golpe, estabilidade ou o que quer que seja, se cometeu crime (e todos sabemos que cometeu), não dá para negociar: afastado e punido.

Por sua vez, uma parcela um tanto quanto retardada mental da oposição vivencia uma experiência bipolar: todas as denúncias de corrupção ligadas a Lula e Dilma são armação, perseguição e golpe. Já todas as denúncias de corrupção ligadas a Temer são verdadeiras, em que pese ele ser o Vice da Dilma, escolhido pelo PT e ao lado dela por muito tempo durante sua presidência. Só Temer, sozinho, é corrupto e, a quem interessar possa, Dilma nunca percebeu nada. Ahãm. Tá bom. A verdade é que quando a esquerda faz é aceitável pois os fins justificam os meios, mas quando Temer faz, é um escroto que merece ser punido.

Esta militância doentia chegou ao absurdo de dizer coisas como “não escuto baterem panelas”. Ora porra, tô sabendo que as bolsas-esmola deixaram eles preguiçosos, mas nem pra isso servem? Comprem suas panelas e batam se quiserem. Gente mais doida… quando batiam panela desdenhavam de quem o fazia dizendo que era ridículo e que isso não resolvia nem mudava nada. Agora reclamam que não batem panela. Mas olha, vivem de observar os outros e apontar o dedo, que gente medíocre!

Fazem parecer que livrarem a cara do Temer é algo baixo e exclusivo dos partidos adversários, quando sabemos que a cara de meio mundo é, foi e será livrada em troca de favorecimento. É a forma de funcionar do Congresso, não tem nada de novo acontecendo aqui. Sempre foi assim, com qualquer partido, com qualquer contexto. É vergonhoso e merece ser punido, porém não venham me dizer que Temer inventou a corrupção ou que o caso dele é pior do que outros.

Vi gente comparando Temer com Maduro. Sim, Temer é uma bosta, mas não pode ser chamado de ditador sanguinário. Você pode falar mal do Temer sem ser preso e torturado. Juro que não entendo petista defendendo ditador que tortura e fazendo um escândalo por uma pessoa que eles escolheram para colocar em sua chapa e concorrer à presidência. Ainda que Temer fosse o demônio (os boatos continuam rolando), quem o trouxe para as nossas vidas foram estes mesmos idiotas militantes que hoje reclamam dele.

Enfim, foi desfavor para tudo quanto é lado. O caso Temer acabou em pizza, paga com nossos impostos e povo em vez de se unir e se indignar, continua brigando de forma polarizada. Os políticos continuam dando vexame e mostrando decoro zero. E, mais uma vez, o povo vai pagar essa conta.

Para dizer que não temos nada a Temer, para dizer que desistiu de acompanhar política ou ainda para dizer que o único evento politico que vai valer à pena é a prisão do Lula: sally@desfavor.com

SOMIR

Há algo de muito podre estruturalmente num país quando o processo oficial para se livrar de ser investigado por um crime óbvio com provas contundentes nada mais é do que pagar outros bandidos para te proteger. E melhor, pagar com dinheiro público! Você pagou imposto pra financiar as manobras de Temer para se manter no poder. Bacana, né?

Porque essa história é tão bizarra que se eu quiser, posso nem mencionar o show de horrores que foi a votação, explicitando o baixíssimo nível dos representantes dessa gente bronzeada. Porque mesmo se essa gentalha parlamentar tivesse um mínimo de decoro (ou noção de concordância verbal), ainda sim seria uma esculhambação pelo número de acordos feitos na cara-de-pau para salvar a presidência de Temer.

Pra começo de conversa, todos os ministros que tinham cargo de deputado licenciaram-se momentaneamente de suas funções para reassumir o cargo e garantir uns votinhos extras. O que é até mais uma prova de como ministros não servem pra porra nenhuma nesse sistema. Saem numa boa dos seus postos, são trocados de acordo com os interesses políticos de quem detem o poder da nomeação, e basicamente não geram nenhum resultado prático no país.

Porque cada voto contava. A vitória do “sim” (para rejeitar a denúncia) já era esperada, mas poderia ser bem apertada. Temer não podia apostar muito no apertada. Afinal, qualquer erro nesse processo e ele estaria basicamente fora do governo pra sempre: sem o poder de comprar votos e apoio em geral com nossos bolsos (ele seria afastado por até seis meses para a investigação), seria presa fácil para o Judiciário. Afinal, Temer está literalmente se mantendo fora da cadeia ao não deixar o caso ser julgado. Porque não dá pra escapar das denúncias feitas contra ele jogando limpo num processo justo.

O que torna a barganha dos deputados bem desequilibrada para o lado deles. Os votos no “sim” evitariam que Temer perdesse o caso e fosse julgado culpado algum tempo depois. O governo então abriu as pernas, e os nossos bolsos por tabela: as verbas que os deputados tem direito pela nossa lei devem ser aprovadas pelo executivo, executivo que ficou segurando o máximo possível essa dinheirama sob a desculpa de corte de despesas. Mas por pura coincidência, aparentemente, todas as verbas começaram a ser liberadas primeiro antes da votação da CCJ (que apresentaria um parecer inicial sobre a denúncia para guiar os deputados), e depois logo antes da votação “valendo” dos últimos dias. Pelo visto, as finanças do país melhoraram bastante nesses dias específicos.

Sem contar outras escrotices como liberar várias áreas de preservação ambiental para o bel-prazer da bancada ruralista. Tudo o que não estava pregado no chão foi entregue para os deputados, que obviamente estavam cagando e andando para a lisura do presidente do país. Fica no poder se for capaz de comprá-los, ponto. Dilma deve ter sido bem incompetente no suborno, embora provavelmente tenha sido a arrogância petista falando mais alto ali. Temer não está nem aí, joga o jogo. Salvou-se da primeira denúncia e provavelmente vai conseguir o mesmo nas próximas, porque até Setembro temos o Janot com sangue nos olhos. Depois entra outra procuradora aparentemente já bem comprada.

Ah, eu costumo dizer que gosto do PT como oposição, ainda mais se eu quero que a situação se exploda. Mas nem pra isso andam servindo mais. Na guerra das manobras, a oposição deveria ter boicotado a votação deixando seus deputados em casa e não deixando dar o número mínimo para começar o processo. Mas adivinha só? O som preferido do deputado inútil é o da própria voz. Na sanha de ir fazer graça com discursos toscos e aproveitar a chance de quinze segundos de fama na TV, foram vários dos que deveriam ter faltado, fazendo a votação seguir em frente. Nem pra faltar esses putos servem. É um grau de incompetência que não sei se me faz rir ou chorar. Talvez ambos.

Depois de tudo, fica Temer. Espero que todos tenham gostado bastante do resultado da votação, porque custou mais ou menos uns 4 meses de trabalho seu para pagar por isso. E tudo na cara-dura. Não tem mais nenhuma vergonha disso…

Para dizer que já sabia, para dizer que nunca podemos depender do PT, ou mesmo para dizer que eles deveriam fazer o próprio país e nos deixar quietos: somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (12)

  • Eu até reconheço os benefícios das Reformas, mas talvez sejam insignificantes em relação ao “corte na carne” que dão ao cidadão que só estão perdendo seus direitos nessa. Olha aí o FIES. Como os alunos recém formados vão pagar essa dívida logo após o primeiro mês de formação? Absurdo.
    Estão sacrificando o povo em prol da Economia.

    Escrevi este desabafo no Facebook no decorrer daquela palhaçada de votação, mas já me desculpo pelo tamanhosa do texto:

    :Esses sacripantas, que votam a favor do relatório que prevê o arquivamento da denúncia, sequer tem argumentos pra embasar a sua descarada atitude.

    Os poucos que ainda justificam seu voto, fazem alusão ao bem da economia do país, aos benefícios das Reformas e (pasme) aos que “apoiaram a corrupção da esquerda, o governo petista” e Blá, blá, blá, ad infinitum…Como se dissessem: “Vocês apoiaram a corrupção de Lula e Dilma e não querem apoiar a corrupção de meu ídolo (que molha minha mao) Presidente da República” Ou “Eu voto SIM porque não se troca de presidente como se troca de roupa”…

    Que brincadeira é essa?! Mas que raios de parlamentares são esses?
    Que diabos de Economia é essa que esses “costas quentes”, salafrários, golpistas estão falando que — protegendo um corrupto que se orgulha de sua impopularidade, que arranca violentamente os direitos do cidadao, altivamente convencido de sua “vitória” — vao preservar? Que patavinas de benefícios econômicos são esses que a reforma vai trazer? Por que não abrem logo o jogo, bando de bandidos covardes, e admitem que, malgrado as emendas (de fato, direito constituído dos parlamentares) vocês receberam propina suja (deste sujo milionário jurista aposentado), que se ilude ao achar que está fazendo um vitorioso (des)governo de transição?

    Me recuso a assistir essa palhaçada, essa piada, essa vergonha, onde, sendo necessário 342 votos pra derrubar esse “mão frenetica”, golpista, oportunista, escrevinhador de cartinhas (pré – fabricadas e pré -golpe), estima-se sequer chegar a metade desse número de votos da oposição.

    Então, resta engolir esse sapo (mas nao sem ir as ruas e exigir #diretasjá, #goratemer #desobediênciacivil #intervençãomilitar), e aguardar o fim desse (Des)mandato. Só assim a denúncia arquivada será novamente analisada pelo STF.

    Tenho vergonha da representação política desse pais, sinto nojo das descaradas falas desses ladrões, tenho esperanças que ainda seja possível “chamar a policia” (forças armadas) para enjaular esses saqueadores do dinheiro e do direito público.

    Carinhosa, eu quero sair do “Barril”.

    Vem comigo?”

    Ao meu convite final, não houve resposta. Mas sobre a piada no plenário, muitos amigos co mentiram unanimemente revoltados com isto. A indignação é quase geral.

  • Li num site especializado em política um levantamento de 10 coisas que o Temer poderia ter feito com a grana toda que usou pra comprar apoio. Tantos problemas graves que afetam tanta gente e que poderiam ser resolvidos de vez ou pelo menos atenuados… Não dá mesmo pra não se revoltar.

  • É sério… É por essas que a gente é babaca de fazer as coisas corretas… Pensar que faço tudo direitinho, pago meus impostos direitinho, pra financiar isso?? Dá até um embrulho no estômago…

    Certo deve ser sonegar mesmo…
    Enquanto isso, reduziram a cobertura de saúde da família do Rio de mais de 80% para menos de 50%… O Rio que ganhou um PREMIO internacional ano passado pelo excelente trabalho com a saúde…

    Tá difícil acordar e seguir a vida todo dia de manhã, viu…

  • Gostaria de discordar da questão sobre o “não escuto as panelas”. Isso porque houve uma diferença muito nítida entre uma situação e outra. Quando a Dilma estava sendo acusada de “pedaladas fiscais” que ninguém sabia explicar direito, movimentos como MBL ou Vem pra Rua convocaram manifestações mensais com carros de som, divulgavam todo dia o placar do impeachment, pressionavam deputados e repudiavam com veemência essa troca espúria de votos por cargos e emendas (aliás, com a mesma turma comprada pelo Temer). Quando o Temer é acusado de corrupção, com uma gravação muito pouco republicana e uma mala de dinheiro envolvidas, o que se tem desses movimentos que se diziam contra a corrupção é silêncio. Não teve manifestação, não teve meme, não teve placar, não teve pressão para os deputados, nada. O questionamento é para essa postura em dois pesos, duas medidas. Afinal, tais movimentos parecem muito mais contra o PT do que contra a corrupção. Na página do MBL, por exemplo, é possível achar um monte de comentários dizendo que derrubar o Temer agora só deixaria o caminho livre para Lula e que isso tinha que ser impedido. Diante da quantidade de comentários desse tipo que recebeu, Eduardo Bolsonaro chegou a gravar um vídeo de vinte minutos explicando por que ele e o pai haviam votado pela aceitação da denúncia. Ou seja, é gente defendendo que um corrupto permaneça presidente só para evitar o risco de o PT voltar ao poder.

  • Estava eu conversando com um contatinho Europeu outro dia e ele me disse algo interessante que fiquei a refletir. Ele disse que nós brasileiros não temos um espírito revolucionário como na França, por exemplo, não temos um povo realmente corajoso a ponto de arriscar a vida em nome de uma verdadeira revolução. Afinal, sabe como é, revolução só faz mesmo ao preço de várias mortes.

    Considero um tanto radical esse pensamento, mas ainda assim tem lá sentido, viu? Ao menos sou obrigado a concordar com a afirmação de que não temos espírito tão revolucionário assim, já que se assim o fosse teríamos mais manifestações nas ruas (e isso inclui manifestações de verdade pra tirar o Temer do poder) e não só aquela meia dúzia que tivemos em 2014 por aí.

    Aliás, em relação ao Temer propriamente dito e a votação dessa semana, realmente, além de ridículo e um tremendo desfavor à sociedade, soa preocupante se pensarmos no futuro próximo com as eleições se aproximando. E é realmente triste mesmo ver que estamos diante de uma sociedade suja, hipócrita, que reina a impunidade e ninguém faz nada… Há que se esperar dias melhores?

    • Não acho que nada vá melhorar, o brasileiro é uma puta que se vende por bolsa-esmola ou até por uma dentadura. A vontade de se dar bem é maior do que a de melhorar o país.

  • todas as instituições estão podres, e não vai melhorar mesmo se explodir tudo e colocar outros brasileiros: o ciclo podre da corrupção ia recomeçar. político reflete seu povo, não vem de outro planeta.
    difícil acreditar que o problema é desigualdade e falta de educação, brasileiro tende a ser pilantra e ignorante em todas as classes sociais e com qualquer escolaridade, como bem podemos ver.

    deu algo MUITO errado com o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: