Ei, você! – Políticos

Parece que o nosso leitor que atende pela alcunha de “Cu”, quer mesmo subverter as estruturas do Desfavor. Em um pedido bastante criativo, ele solicitou que eu faça uma coluna “Ei, Você”, porém com um detalhe: em vez de usar como matéria prima imbecilidades de leitores, usar imbecilidades de políticos. Promessa é dívida, segue o primeiro Ei, Você – Política do Desfavor:

“Uma mulher não pode ser submissa ao homem por causa de um prato de comida. Tem que ser submissa porque gosta dele” – Lula, em 2010, em cerimonia para início de construção de refinaria no Maranhão.
Inclusive servir de testa de ferro para a roubalheira do marido a ponto de ter um AVC de tanto medo de ser presa. #Amor

“Se está com desejo sexual, estupra, mas não mata” – Paulo Maluf, 1992, Em palestra para estudantes de medicina.
Sendo o caso, foca na filha dele, por favor.

“Pelotas é cidade polo, né? Exportadora de viado…” – Lula, em 2000, conversando com o candidato do PT à prefeitura, Fernando Marroni, sem saber que a câmera estava ligada.
Imagina se fosse o William Waack a dizer uma coisa dessas.

“As Olimpíadas vão deixar um legado antes, durante e depois” – Dilma, em 2015, discursando sobre as Olimpíadas na entrega de casa do projeto Minha Casa, Minha Vida.
Você é que não ficou antes, durante e depois, né? Tchau querida.

“Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé – Marco Feliciano, em 2011, em seu Twitter
E você descende de um ancestral amaldiçoado de um asno.

“Até dá vontade de ficar doente para ser atendido por unidade pública de saúde” – Lula, em 2010, discursando na inauguração de uma UPA no Recife. Logo depois, ainda no Recife, passou mal e foi levado para um hospital particular.
Pela primeira vez quero que o desejo do Lula se realize.

“Não te estupro porque você não merece” – Jair Bolsonaro, em 2014, durante discurso na Câmara, se referindo a Maria do Rosário, alegando que ela é muito feia.
Se a pessoa for bonita e “merecer”, é ok estuprar. Lembrando sempre que estuprador é bandido que merece morrer.

“Estou saudando a mandioca. Acho uma das maiores conquistas do Brasil” – Dilma, em 2015, durante a cerimônia de assinatura da implantação do BRT Norte-Sul, em Goiânia
Pois é, depois de 15 anos de PT, mandioca é uma das maiores conquistas mesmo.

“Mas, cachorro também é gente!” – Rogério Magri, em 1990 então Ministro, se explicando após ser flagrado levando seu cão de estimação a um veterinário num carro oficial.
Nascia o primeiro Pai de Pet.

“Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.” – Jair Bolsonaro, em 2011, na entrevista concedida à revista Playboy.
O pior não é isso, o pior é que muito gay vota nele.

“nem tenho medo de assombração, nem tenho medo de cara feia, isso o meu pai já me dizia, desde que eu era pequeno, que eu havia nascido com aquilo roxo” – Collor, então Presidente da República, em 1991, discursando em solenidade em Juazeiro do Norte.
Anóxia explica muito sobre este ser humano.

“Não vamos prometer o que não dá para fazer. Não é para transformar todo mundo em rico. Nem sei se vale a pena, porque a vida de rico, em geral, é muito chata” – FHC, então Presidente da República, em 1998, discursando em uma favela.
Troca com a gente então, filho da puta.

“Fácil. Ganhei tudo na loteria. Ganhei 125 vezes nos últimos dois anos” – João Alves, então Deputado Federal, em 1993, explicando à CPI do Orçamento, como havia tanto dinheiro e bens em seu nome.
O que assusta é que elegeram alguém cujo QI acha esta justificativa plausível.

“Relaxa e goza, porque depois você vai esquecer todos os transtornos” – Marta Suplicy, então Ministra do Turismo, em 2007, sobre longas filas em aeroportos durante caos aéreo.
Pedir desculpas é para os fracos, os fortes te convencem que valeu à pena.

“Fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada. Nem pra procriador servem mais.” – Jair Bolsonaro, em 2017, durante palestra no Clube Hebraica no Rio de Janeiro.
Reprovando, porém rindo incessantemente…

Para dizer que quer que esta coluna vire fixa, para dizer que o cu é melhor de pauta do que os donos do blog ou ainda para fizer que só teve coragem de voltar aqui hoje depois daquele vídeo de segunda-feira: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (47)

  • “Tênis é coisa de fresco. Tem que jogar futebol.”
    Lula falando com um garoto de uma favela que disse que estava aprendendo a joga Tênis.

    • Ah sim, ela é uma louca varrida que vê apoio a Lula e ao PT em torcida européia e em música de axé. A infeliz não tem assessoria, toda semana passa vergonha!

  • “Eles estão lidando com um ser humano diferente. Porque eu não sou eu, eu sou a encarnação de um pedacinho de célula de cada um de vocês.” Lula, 21/02/2018
    Sei nem o que dizer… Essa foi de doer.

    • Ah Fernanda, já criaram uma derivação para isso. Do jeito em que as coisas estão, dificilmente algum energúmeno tem coragem de bater no peito e defender o PT, tá vergonhoso demais. Aí o discurso transmutou para “todo mundo é corrupto mas pelo menos o PT reduziu a desigualdade” (uma puta mentira, por sinal) ou sentem super raivinha do Temer (antagonizando como se fosse oposição, alguém que ELES elegeram!). Passa o dia suuuuper preocupado, suuuuuuper odiando o Temer.Acho até meio vergonhoso ver macho com sentimentos tão fortes por outro macho…

      Os únicos que defendem abertamente são os Bolsomitos, que, tadinhos, eu considero uma espécie de doença mental.

    • Convencionou-se que o PT é aberto, é pro-minoria. Se você tira essa ilusão das minorias, elas ficam desamparadas. Obviamente preferem a ilusão.

      • Não dá pra ter pena desse jeito. E está ficando tão bagunçado que está difícil pensar num jeito de ajudar de verdade. E o povo que aparece na mídia nem ajuda quer, estão lá mais para “lacrar” (essa palavra me dá nos nervos, igual às buscas bizarras da gentalha do “Ei você”).

  • Acho que seria correto lembrar que o Bolsonaro ficou p**o porque tinha sido chamado de estuprador pela Maria do Rosário um instante antes dessa frase. A resposta dele, irônica, foi em resposta a um insulto/agressão dela.

    • Olha, eu não acho que estar chateado ou ter sido afrontado justifique cair ao nível de quem te agrediu. A partir do momento em que ele diz isso, virou a mesmíssima merda que a Maria do Rosário, só que do outro lado da moeda.

      • Eu também falo isso, que é importante manter controle, mas na hora o sangue sobe e não tem como não quebrar o barraco.

        • Tem sim. E é justamente a pessoa que alcança esse patamar de auto-consciencia a que está mais preparada para governar. Pq a gente não consegue, não quer dizer que ninguém consiga…

          • Nem sempre, Sally. Governar não é só “fazer a coisa certa”, até porque ninguém sabe ao certo o que é isso, mas atender às necessidades da população, imediatas e futuras.

            Não é pouca coisa, convenhamos.

            • Para governar outras pessoas é fundamental que a pessoa saiba, antes de mais nada, governar a si mesma, com maturidade emocional, de forma centrada.

  • Sally, o Magri foi ministro do Collor. A data tá errada.

    Pra fazer essa coluna só precisava de um político: Dilma Roussef. Dá pra fazer umas trinta linhas só com as frases fantásticas dela.

  • Acho que só da Dilma, a Presidenta Mandioca Sapiens, teria material para escrever um livro. Acho que praticamente tudo o que ela disse fora dos pronunciamentos oficiais em que ela lia um script é digno de um Ei, Você.

    • Olha, eu selecionei mais de cem frases da Dilma, foi um custo para decidir qual colocar. A Mandioca Sapiens é de longe a mais desconexa e incoerente, mas em matéria de cara de pau e burrice, é Lula na cabeça!

  • Ou a mulher é submissa porque precisa ou porque gosta do maridão. Não vi nenhuma feminista se revoltar nem fazer protesto! Cadê as (como o próprio Lula chama) “mulheres do grelo duro” numa hora dessas???

    • Esquerda pode tudo. Pode falar qualquer merda errada, preconceituosa ou escrota. Ninguém contradita, pois as pessoas sabem que vem grito de volta. Essa é nossa situação: nos calamos por ameaça de barraco.

  • “Para dizer que quer que esta coluna vire fixa” E não é que poderia virar mesmo? Seria um novo Febeapá que, se algum dia fosse publicado, teria que ser impresso em vários e vários grossos volumes. Besteirol vindo dessas “otoridades” é o que não falta…

  • Adoreeeiii!! Pena que ficou cutinho!
    Faltou o Temer. E podia ter homenageado o Sarney também. Foi ó único ex-presidente vivo que não foi citado.

      • Teve aquela vez que ele disse que o dinheiro do país era o cruzeiro. Teve a vez que ele disse que estava viajando para a República Soviética. Pode não ser engraçado, mas que é burrice é.

        Teve o Paes gritando na janela de um apartamento “minha casa minha vida” que uma mulher ia fazer o canguru perneta e filmaram com o celular. Apesar que nesse caso eu não achei engraçado, 100% sem noção.

        • Do Paes eu quase coloquei aquela frase escrota sobre a delegação da Austrália estar reclamando das péssimas acomodações nas Olimpíadas, onde ele disse que ia colocar um canguru nos quartos para ver se eles sossegavam. E teve também a cartinha “Babem de inveja”.

  • Essa eu gostei muito! Como sempre, o PT campeão de falar merda, mas falar nem prejudica, o problema é que fazem mais merda do que falam!

    • Eles podem, né? Vai alguém de direita esculachar mulher ou viado como eles fizeram para você ver a merda que dá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: