Mulher-bomba.

Em vídeo gravado para a rede de TV Al Jazeera, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirma que ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um “preso político”. Ela convidou “todos e todas” para se juntarem à luta em apoio ao petista. LINK


Gleisi está cada vez mais maluca. E com Lula passando um período no seu habitat natural, ela chama cada vez mais atenção… desfavor da semana.

SALLY

Coitado do Lula, com amigos como esses ele não precisa de inimigos! Seu partido e militância já se encarregaram de conseguir a antipatia de diversos setores (Judiciário, polícia, imprensa…), conforme já explicamos em outros textos, mas agora parecem querer levar a queimação de filme a um nível internacional.

Olha, nada contra fazer merda, viu? Um blog cujo patrono é o Rafael Pilha não pode fazer outra coisa que não aplaudir quem faz caquinha, mas poxa, faça com convicção! Gravou um vídeo para a Al Jazeera convocando o mundo árabe para começar uma luta no Brasil? Bate no peito e mantém, em vez de apagar correndo quando aparecer a acusação crime contra a segurança nacional. Admiro merdeiros, mas não os peidam. Quando você amarela, passa vergonha dobrada: pela merda que fez e por covarde.

Eu fico pensando na reação dos árabes ao ver esse vídeo. Imagino um Mohamed olhando para outro e perguntando “Quem esta senhora?” e, em uma pesquisa rápida pela internet, eles acham algum material sobre Gleisi. Visualizem comigo a cena:

Mohamed 1: Achei aqui um site falando dela, diz que ela responde a mais de dez processos, a maioria por corrupção…
Mohamed 2: É sério isso? Mas citam o nome dela?
Mohamed 1: Na verdade, no Brasil os subornos são por codinome e o dela era… “amante”
Mohamed 2: “Amante”?
Mohamend 1: Sim, ela é casada mas traía o marido com uma pessoa do convívio deles, tem aqui o depoimento do amante, quer que eu leia? “Ela arranhava, mordia, fazia escorrer filetes de sangue do peito de Alexandre Romano…” tem mais… “era sexo selvagem todos os dias, afirma o amante”
Mohamed 2: Basta! Não quer ouvir mais nada!
Mohamed 1: Acho que devemos ir ao Brasil agora mesmo!
Mohamed 2: Com certeza! Vamos apedrejar essa adúltera!
Mohamed 1: Nisso que dá dar poder pra mulher!

Falando sério agora, se é que dá para falar sério… O Brasil é uma república das bananas tão desinteressante que nem Mohamed Bomba quis vir aqui fazer atentado em Copa do Mundo e Olimpíadas, eventos de projeção mundial, que, para fins de divulgação, seriam muito mais atrativos do que a prisão do Lula. O que faz a Miss Piggy pensar que Mohamed Normal ou Mohamed Bomba vai ter interesse em vir lutar pelo Lula?

Fazer um vídeo voltado à comunidade internacional denunciando um conluio do Judiciário com a imprensa para prender injustamente uma pessoa é algo bastante leviano. Ela foge da realidade em diversos momentos, como por exemplo quando diz que há manifestações contra a prisão do Lula todos os dias em todos os lugares. O feio de blefar sobre fatos confirmáveis é que quando se descobre essa informação falsa, gera a presunção de que todo o resto é falso também.

Francamente, chegou num ponto onde me parece doença mental. Dizer que o Governo está acabando com as reservas de Petróleo… parece que não lembra da Dilma com o leilão de Libra. Talvez seja o caso de medicamentos e internação. Como ganhar no grito, proferindo mentiras até seres aceitas como verdades, não funciona mais no Brasil, pode ser que estejam tentando o mercado internacional agora. Fato é que os Mohamed nem se incomodaram com o vídeo, mas certamente a Globo e o Judiciário, estes sim com fortes poderes para prejudicar o Lula, devem estar putaços. Sério mesmo, quem mais está fodendo com o Lula é o PT.

Os Mohameds têm mais o que fazer, aliás, se quer mandar um recado para os Mohamed, melhor colocar um homem para falar, mulher não tem muito prestígio nas bandas de lá, sobretudo quando responde a sete processos criminais e é adúltera, fica a dica. Os Mohamed Bomba (conhecidos como terroristas) estão igualmente cagando, nunca se deram ao trabalho de vir para cá e sua causa não é e nunca será o Lula.

Tomara que eu esteja errada, tomara que os Mohamed venham e se encarreguem do Lula. Seria engraçado mostrar o processo e as provas para eles e ver os Mohamed cortando as mãos do Lula. Não é assim que eles lidam com ladrão? Gleisi também seria apedrejada gostoso por sua infidelidade, afinal, para eles, basta a palavra de um homem para tornar verdade que uma mulher é infiel. É só trazer a gravação do Alexandre Romano. Gleisi me lembra aqueles foragidos que são assaltados e esquecem da própria condição e ligam para a polícia.

Agora você imagina um paralelo, se Aécio é preso e os tucaninhos convocam um governo estrangeiro, como por exemplo os EUA, para intervir. O que estariam dizendo os petistas? Absurdo outro país se meter na soberania nacional! Seria um loooongo discurso que me permito não reproduzir aqui, mas que todos vocês são capazes de depreender. Gente, o PT está chafurdando na merda em um nível sem precedentes.

Quando é que brasileiro vai aceitar que é desimportante, e, porque não, motivo de chacota no resto do mundo? Parem de se envergonhar… Mas, um porém: essa história é inofensiva até a página dois. É certo que os Mohamed não vão se incomodar com esse vídeo (até porque Gleisi tirou ele do ar rapidamente quando virou alvo de investigação). Porém, a direita brasileira é suja, sempre foi suja, e está fora do poder faz tempo, louca para voltar. E é aí que pode dar merda.

Se eu sou uma pessoa suja e sedenta de poder, sem escrúpulos, sem consciência e sem limites, como costumam ser os políticos deste país, o que eu faço diante de um vídeo desses? Simulo um atentado terrorista com claro vínculo ao vídeo da Gleisi Hoffmann em resposta do “mundo árabe” para salvar o Lula. Pronto. Em um segundo a opinião pública toda fica putíssima com o PT. Um ato de Gleisi trouxe terroristas ao país. Não se falará em outra coisa por semanas. Ah, os Memes… rio só de pensar.

Sabemos que Al Jazeera não é sinônimo de Al Qaeda, mas, de qualquer forma, o recado chega para todos. Nunca se sabe quem vai se prontificar a agir. Glesi não pediu ajuda ao governo, a diplomatas, ela chama “o mundo árabe” para agir, ela é genérica na convocação. O “mundo árabe” abarca todo mundo: quem quiser, que venha ajudar. É óbvio que se os Mohamed Bomba não acharam nem Copa nem Olimpíada merecedores de atentado, não será a prisão do Lula a fazê-los ter esse trabalho. Mas, e se simularem um atentado? Gleisi está com a jugular exposta, vamos ver se tem predador que se preze neste país. Tomara que não.

Já pensou a putez do brasileiro se começa a ter atentado aqui por um vídeo irresponsável da Miss Piggy? Acabou. Enterra o PT ali mesmo. Ela vai levar a culpa para sempre, a cada atentado que tiver. Vai ser “a pessoa” que abriu as portas para os Mohamed Bomba no Brasil.

Gleisi foi muito infeliz em se expor assim e piorou consideravelmente a situação do Lula deslegitimando uma decisão judicial em um processo regular com contraditório e ampla defesa. O melhor que ela pode fazer agora é rezar para a direita não ter a ousadia de armar um atentado (já que a direita teria o Judiciário e a imprensa para ajudar nessa empreitada, colocando a culpa em Gleisi), caso contrário, entra para a história como recepcionista de terrorista.

A internet foi à loucura com esse vídeo e surgiu todo tipo de bosta, como sempre. Caso você tenha dúvidas sobre o grau de reprovabilidade do que Gleisi fez, você mesmo pode consultar a Lei de Segurança Nacional (Lei 7.170/83). Não, ela não está “incitando terrorismo” como dizem, mas é possível encaixar o que ela fez em diversos artigos, como por exemplo, no artigo 23. Ou vocês acham que ela apagou o vídeo por uma questão de consciência? Apagar o vídeo foi pior do que ter postado o vídeo. Tocou a campainha e correu.

Hoje Gleisi é motivo de chacota, pasmem, até mesmo dentro do PT. Piadas sobre sua burrice, precipitação e até sobre sua histeria feminina são comuns lá dentro. Também é piada nacional, Oscar Maroni fez até vídeo convidando-a a trabalhar no Bahamas. Nunca uma mulher na política brasileira foi tão desacreditada, e olha que a Dilma não falava pérolas quando abria a boca…

Se você gosta do PT, se você gosta do Lula, se você quer que ambos sobrevivam a esta crise, melhor cortar o microfone da Gleisi. Quando será que as pessoas vão entender que boas intenções não bastam? Que gente amiga, porém sem preparo, pode fazer um estrago pior do que um inimigo? Que fazer barulho para ganhar no grito não adianta mais?

Mais uma vez Gleisi faz um desfavor não apenas ao PT, mas também às mulheres, por alimentar a fama de loucas e destemperadas quando chegam ao poder. Gleisi vem se portanto feito uma histérica, está se mostrando uma péssima estrategista e cada vez mais transparece um desequilíbrio emocional que desestimula dar um cargo de chefia ao sexo feminino, reforçando velhos estereótipos de descontrole atribuídos às mulheres. Obrigada por mais essa, Gleisi…

Para dizer que está achando divertido ver eles se afogando na própria merda, para dizer que deveria ter votado na prisão do Lula nas categorias Barraco, Comoção e Vergonha Eleitoral do bolão ou ainda para dizer que quem era são desistiu do PT em 2015: sally@desfavor.com

SOMIR

Quem fala demais dá bom dia a cavalo. Essa expressão resume muito bem o estado atual do PT e de sua porta-voz mais atuante no momento. Gleisi fala pelos cotovelos, menos e menos coerente com o passar do tempo. Sally dá uma excelente descrição dos fatos e não tenho muito o que complementar, por isso quero pensar um pouco em como esse tipo de besteira pode soar em outros países, com pessoas que não entendem porra nenhuma sobre o Brasil.

Apesar do que costumamos entender sobre o mundo árabe, a Al Jazeera tem uma pegada muito “ocidental de esquerda” do que a média regional. Foi criada por um sheik riquíssimo no Catar com o objetivo de ser a mídia mais liberal de todo o Oriente Médio, e pelo menos na versão em inglês (que eu consigo assistir de vez em quando), não deve nada a outras emissoras de notícias como a BBC ou CNN. Parece até que não está onde está, pela liberdade que demonstra na escolha dos seus temas.

Tanto que a emissora vive dando dor de cabeça para a rica micro-nação que a criou. É bloqueada em vários países vizinhos e suas matérias costumam gerar crises diplomáticas entre os noticiados e o Catar. Gleisi deveria saber, pelo menos por cima, para onde estava mandando o vídeo. Tentando fazer algo que em publicidade eu chamo “construção por associação”: pegando sua marca desconhecida ou enfraquecida e colocando ao lado de outra saudável com os atributos que você quer colados na sua.

Com um vídeo na Al Jazeera, o PT pretendia reforçar a posição de oprimido e injustiçado junto com as tantas outras matérias do tipo que a emissora árabe se tornou especialista em mostrar. Mas, pra variar, não pensaram direito nisso. Até existe um público que pode engolir esse papo, mas provavelmente não estão dentro do Oriente Médio… a Al Jazeera tem sim um público “moderninho” pela internet, na Europa e nos EUA principalmente. Pode ser que alguns deles, por pura ignorância arrogante, comecem a falar por aí sobre o “golpe no Brasil”, mas… eles são uma minoria tão minoria no mundo que realmente só serve pra receber um e-mail ou um post de rede social simpático.

A grande maioria das pessoas se importa tão pouco com o Brasil (não somos ameaça para ninguém nesse mundo) e tem uma imagem tão negativa sobre corrupção e falta de seriedade que não cola o papo vitimista de Gleisi. Mais ou menos como você recebendo o vídeo de um político africano do Congo dizendo que estão dando um golpe lá ao prender um ex-presidente por corrupção. Oras, vai dizer pra mim que o se primeiro reflexo não é pensar que deve ser um país muito corrupto mesmo? Se esse vídeo viesse da Islândia, eu poderia até pensar um pouco mais no assunto, mas em países conhecidos por bandalheira feito o Brasil?

Ninguém vai se importar o suficiente. O mundo sabe que as coisas não funcionam de forma séria por aqui. O Brasil tem uma imagem tão merda que nem durante Copa e Olimpíada alguém se deu ao trabalho de vir pra cá fazer um atentado. Sabem que não vai doer no mundo ver algo dando errado por aqui… e apesar dos ativistas de redes sociais serem muito barulhentos, a maior parte das pessoas tem sim a noção de que vir mexer num país como o nosso é pedir pra ser feito de otário e gastar energia num sistema corrupto.

O que Gleisi não entende – e até foi uma marca do governo petista no cenário global – é que o Brasil não passa pela cabeça das outras nações como algo a ser levado a sério. Nos tempos de PT, fomos chamados de “anões diplomáticos” por Israel, lembram? Depois colocamos no poder uma gaga disléxica e um vampiro autista para nos representar. O Brasil chamou atenção nos tempos do Lula, passou vergonha e voltou para o seu cantinho. E convenhamos que nossos problemas não vazam para o resto do mundo.

Então, para os olhos estrangeiros, a bagunça interna só serve para fazer investimentos especulativos e cair fora assim que nossa macaquice subir a níveis preocupantes de novo. O que o PT faz agora é extensão da estratégia suicida de trocar resultados por pena pública. Eles querem ser vistos como coitadinhos, custe o que custar. Querem gastar cada lágrima de quem acredita neles pela sensação momentânea de validação, com pouco ou nenhum foco no futuro, ou mesmo nas bandeiras que diziam defender.

E como os resultados dentro do Brasil estão estagnados, querem tentar arrancar mais alguma presunção de vítima de outros povos. Novamente, sem nenhuma lógica ou plano perceptível em algo além do curto prazo. Drama pelo drama, seja lá o preço que pagarem. Se você tem contato com estrangeiros, não se assuste se alguém aparecer perguntando sobre o “golpe”, porque até funciona criar essa narrativa para quem não tem conhecimento algum sobre o Brasil, mas isso não tem como durar. Gleisi perdeu o controle, se é que já teve algum, e está tentando qualquer resultado imediatista que conseguir.

Por sorte, foi justamente assim que o PT passou de dinastia a fracasso retumbante em poucos anos. Já sabemos que a tática deles não funciona, nem com quem tem muito interesse pelo Brasil… imagine só para quem acha que o país é uma praia gigante com mulheres de bunda de fora?

Gleise, vai se Catar.

Para dizer que o texto foi uma elaborada desculpa para a frase final, para dizer que podiam ter colocado uma gostosa na praia para fazer o discurso, ou mesmo para dizer que quer que os árabes se explodam: somir@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Desfavores relacionados:

Etiquetas: , ,

Comentários (16)

  • Eles querem mesmo arregimentar apoio de Mohammeds?

    Perguntem ao Menem o que aconteceu quando ele se aliou ao Hezbollah para se eleger…na primeira contrariedade, dois atentados em Buenos Aires e a morte do filho.

    Cuidado com o que deseja…sorte nossa serem esse fracasso todo e mais um pouco…

  • Esse lance do “todos e todas” me lembra como na prefeitura em que trabalho, depois que o PT ficou por quatro anos na administração, além do infalível rombo nas contas, um dos legados do partido foi mutilar os modelos de correspondência interna e a página da prefeitura, incluindo a intranet, para que todas as instâncias em que se referiam a servidores, professores, médicos, secretários, gerentes e etc., fossem seguidas dos pronomes femininos. “Servidores e Servidoras”, “Professores e Professoras”, “Médicos e Médicas”, “Secretários e Secretárias”… pelo menos tiveram a decência de não mandar um “Genrentes e Gerentas”. Na intranet ficou ainda mais medonho porque algum moderninho teve a idéia de em vez disso, trocar “o” e “a” por uma “@”. O que aconteceu com “Servidores”… virando “Servidor@s”…

  • “e apesar dos ativistas de redes sociais serem muito barulhentos, a maior parte das pessoas tem sim a noção de que vir mexer num país como o nosso é pedir pra ser feito de otário e gastar energia num sistema corrupto.”

    É porque as pessoas estão esquecendo algo óbvio: a internet não é o mundo real.
    Muitos estão tendo a percepção de mundo distorcida por causa de likes das redes sociais, que ficam cada dia mais corrompidas e que há muito tempo não representam de fato os interesses dos usuários.

  • Já espalhei o link deste post pra um monte de gente que eu acho que tava mesmo precisando ler. Quando se trata de fazer merda, o PT não cansa de nos mostrar que sempre dá pra se lambuzar mais um pouquinho… Pra mim, essa doida da Gleisi Hoffman tá precisando vestir uma dessas https://vignette.wikia.nocookie.net/thehungergames/images/7/72/Straitjacket-2.jpg/revision/latest?cb=20131022063224 dentro de uma cela alcochoada, viu?

    Ah, e “todos e todas” é a puta que pariu!

    • Caríssimo W.O.J., “Ah, e ‘todos e todas’ é a puta que pariu!” resume perfeitamente meu sentimento perante essa merdaiada toda que resolveram forçar goela abaixo dos otários de plantão. No meu local de trabalho, coalhado, transbordante de esquerdistas radicais de todas as vertentes, virou moda isso de “todos e todas”, quanto não é “tod@s”. Aliás, mesmo isso já carrega preconceito embutido, pois eles falam primeiro “todos” (masculino) pra DEPOIS falarem “todas”, ou seja, mulher ainda fica em segundo plano!

      Sally, no seu sempre perfeito texto, você poderia ter variado: em vez de Mohamed 1 e 2, poderia ter sido Mohamed e Mustafá (tem até música do Queen com esse título!), ou Sahid e Habib, ou mesmo Mia (Kalifah) e Samira, essas merdas aí! :D

      • Chamar todo mundo igual dá uma conotação de se importar menos
        Para mim são todos Mohamed, só que os terroristas são Mohamed Bomba.

        • Só pra constar: sabem qual é o nome mais comum – repetido – do mundo segundo diversas compilações de curiosidades, incluindo até o programa “O Mundo de Beakman”? Pois, é. Justamente esse: “Mohamed”! Ainda que haja registros com algumas variações ortográficas, esse é mesmo o nome mais popular do mundo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: