Não, meu anjo…

Olá queridões, tudo bom? Não tenho escrito mais esta coluna, porque né, os homens andam tão patéticos que sequer precisa de coluna minha para esculhambá-los, a vida está se encarregando disso, em conjunto com as mulher. Porém, ainda é possível encontrar um resquício de hediondezas no pequeno livre arbítrio que lhes resta, então, bora colocar o dedinho na ferida?

Hoje vamos falar de crenças mentirosas às quais homens se apegam e propagam, com base em suas próprias inseguranças ou incompetência. Hoje morre a narrativa do “ah, mas eu achava que era assim”. Se achava, não vai achar mais, diga adeus a estas informações que vocês amam acreditar e saiam da zona de conforto. Ajoelha no milho e lê, filho. Mas prepara o emocional, quiança, que quando acabar, você nunca mais conseguirá desver.

A mais clássica e ancestral é a crença de que homem musculoso é broxa/ruim de cama/pau pequeno. Não, meu anjo. Não mesmo.

Ai ai… nem sei por onde começar… Quando mais massa muscular você tem, mais saudável você fica. Quanto mais massa muscular você tem, menos gordura corporal você acumula (falando muito grosseiramente, seu músculo se “alimenta” da sua gordura). Quanto mais massa muscular você tem, mais seu corpo produz testosterona, hormônio determinante não apenas para o desejo sexual como para um bom… um ótimo desempenho.

Faz sentido que seja assim, não é mesmo? Evolutivamente falando, cruzava e procriava mais quem tinha mais preparo para sobreviver, ou seja, macho alfa forte, com pouca gordura corporal e que se exercitava caçando, pescando e construindo cabaninha para a mulher. A mãe natureza não recompensa sedentário, não recompensa gordinho e, atenção, abram bem os ouvidinhos, não recompensa intelectual. Quem recompensa estudioso é mercado de trabalho, ok?

Você pode ter um QI 290, se estiver sedentário, se tiver pouca massa muscular, você vai ter um desempenho fisicamente pior do que o Neandertal de academia que tem QI 65, mas que tem muito músculo, muita testosterona e muito fôlego. “Mas Sally, sua fútil, sexo é sobre inteligência, conexão de almas, criatividade, não sobre corpo ou preparo físico”. É mesmo, meu anjo? Stephen Hawking deveria ser um garanhão então.

Eu nem deveria precisar mencionar isso, mas vamos lá, porque sempre tem um negador: cultivar músculos não reduz o tamanho do pênis de ninguém, viu? Nem altera seu funcionamento. Muito pelo contrário, quanto mais preparo físico, melhor a circulação sanguínea. E, cá entre nós, você não vai encontrar uma mulher que goste de ter restrições de posições, ou, pior ainda, ter que escolher no lamentável esquema “ou mete ou beija”. O sonho acabou.

Chora gordinho, pega aquele papo de “de que adianta barriga de tanquinho se a torneirinha não funciona” e enfia no buraquinho do seu umbigo, que deve ser muito mais fundo que o buraco do seu cu. Eu poderia dar diversos exemplos aqui, mas seria indelicado. Somir fica puto comigo quando sou indelicada. Somir me liga e fica “Precisava, Sally? Realmente precisava?”. Então, vamos falar de um só que todo mundo viu: Leo Stronda. Tanquinho e torneirão, ambos em forma e funcionais. Tá melhor que o Leo? Se não, cala a boquinha.

Outro mito bastante comum é homem que pensa que vai conseguir mulher dizendo o que é bem cotado pelas mulheres na atualidade. Hoje seriam discursinhos feministas e empoderadores. Não, meu anjo.

Em tese, o plano é bom, mas na prática, te leva direito para a friendzone, sem escalas. Faltou vocês levarem uma coisa em consideração: mulher é um bicho maluco que pede uma coisa mas, na prática, muitas vezes o querer é outro. “Mas Sally, você está chamando as mulheres de dementes? Por que pedem uma coisa se querem outra?”. Não, é mais complexo do que isso, deixa eu tentar explicar.

Via de regra, cabeça de homem funciona muito bonitinho, muito basiquinho, muito linear. Por exemplo, se um homem diz que está torcendo para que no final de semana não chova assim ele pode ir à praia, quando chegar o sábado você pode ligar sem medo para o Zé Cu e chamar ele para a praia, que ele vai. Ponto final.

Mulher não. A cabeça de mulher é um emaranhado de desejos, medos, frustrações, planos para o futuro, complexos e sonhos, tudo isso marinado em estrogênio. Não tentem, vocês nunca vão entender. Perguntem, é mais fácil e menos frustrante. Não tente depreender o que uma mulher quer, pro seu bem e pro dela.

Então, usando agora a cabeça da mulher, se ela diz está torcendo para que no final de semana não chova assim ela pode ir à praia, quando chegar o sábado você vai ligar e perguntar o que ela quer fazer. Se você levar ela de surpresa na praia periga ela ficar puta e dizer que ela queria que fizesse sol assim PODERIA ir à praia, que o poder era uma opção, não uma certeza e que você não tinha nada que decidir isso por ela bla bla bla. Sentiu arrepios? Eu também, já me relacionei com cada mulherzinha de pênis…

Então, quando você vê uma mulher dizendo que tem que ter direitos iguais, que tem que ser respeitada, que ela tem que ser capaz de pagar as próprias contas, não fica achando que se ficar postando em rede social que você divide conta de restaurante com mulher isso vai agradar.

Vai ser biscoiteiro assim na puta que te pariu, auge da derrota ter que puxar saco ideológico para comer alguém. Mulheres querem coisas contraditórias e complexas entre si: ela quer poder pagar a conta, mas que o cara pague, mas que quando der na telha ela pague para os dois, mas que o cara pague tudo quando ela gastou metade do salário com um par de sapatos e… nem eu entendo.

Sério mesmo, não se apegue ao que mulher fica divulgando que quer, geralmente esse querer está permeado por outros quereres totalmente incompatíveis. No geral, as mulheres não guardam a coerência que vocês, homens, esperam. Não presuma, não discurse, não cague regras. O que a mulher tá pedindo hoje aos berros no Facebook amanhã pode mudar na velocidade da luz porque o gato dela peidou, porque ela teve um sonho muito estranho ou porque ela conheceu um homem muito legal.

E não fiquem se achando os coerentes não, seus Zé Cu, que vocês também são bem malucos, só que de uma forma diferente: reclaaaama que a mulher enche o saco, reclama das “princesices” da esposa, reclama de tudo mas não sabem lidar com mulher diferente. Gostam daquilo ali, daquilo que tanto reclamam. O ser humano não é coerente, não se comportem como se fosse, porque vocês vão acabar frustrados.

Mais uma frase maravilhosa que conforta muitos corações masculinos e que venho derrubar com prazer “por algum motivo é ex”. Isso vale tanto para falar da ex do cara como para falar do ex da mulher. Só porque o relacionamento acabou, se presume que a pessoa não oferece mais o menor potencial ofensivo? Não, meu anjo.

Se você só termina seus relacionamento quando a coisa está totalmente apodrecida, que pena pra você, que perde muito tempo da vida em algo que já não traz nada de bom. Há pessoas que rompem relacionamentos enquanto ainda estão profundamente apaixonadas pelo parceiro e há pessoas que tem os relacionamentos rompidos enquanto ainda estão igualmente apaixonadas. Então, ser ex não significa, automaticamente, que a pessoa prescreveu na vida do outro.

“Mas Sally, ela me disse que não tinha mais nada a ver, que tinha acabado”. Queridão, você acha que ela vai te dizer exatamente o que? “Ainda gosto dele pra caralho mas como ______________ (mora em outro país, terminou comigo, trabalha muito, tem gonorreia) eu não posso ficar com ele, por isso estou aqui com você, meu prêmio de consolação”?. Evidente que não, né? Essas coisas você vai ter que perceber sozinho, ninguém vai te dizer.

Se a frase “por algum motivo é ex” fosse tão certeira, não veríamos toneladas de pessoas voltando para ex-namorados e ex-maridos. Quem aqui nunca reatou com um ex? Então, às vezes é ex porque as circunstâncias da vida obrigaram ambos a isso, não por falta de amor. Eu diria até que a frase deve ser interpretada ao contrário: “por algum motivo namorou com ele”. Se ficaram juntos tanto tempo, se investiram em projetos em comum, se assumiram um relacionamento em público, esses dois devem ter uma puta afinidade: de ideias, de pensamentos, de projetos e sexual. Tenha muito respeito e, porque não, um pequeno temor silencioso de ex.

Como já cansei de falar aqui (tem inclusive um texto só sobre isso), toda mulher tem um “what if guy”. Às vezes as pessoas erram o cálculo da distância segura e merdas acontecem. Não precisa ficar paranoico nem desconfiado, mas também, vamos combinar, não precisa achar que ex é sempre, invariavelmente, carta fora do baralho. Nem um extremo, nem outro.

Outra crença que acho muito curiosa é que mulher, sobretudo se for bonita, só se sente atraída por dinheiro, físico ou beleza. Não, meu anjo.

Não vou colocar manto de santidade em mulher não, ok? Muitas coisas podem atrair uma mulher, mas existe um start mais comum. Assim como homem gosta de corpo e de beleza como estopim para a atração inicial, mulher também tem sua preferência, mas, como regra, não é nem dinheiro nem beleza. Mulher gosta de poder. E é possível ter poder com pequenas coisas, mesmo sendo feio e pobre.

Quem aqui nunca viu um professor que não era bonito (muito menos rico, professor rico no Brasil é risível) e mesmo assim, ficava com alunas lindas? É poder, é a posição de destaque, é o estar acima dos outros homens sob algum ponto de vista. Tá encalhado, meu anjo? Vai dar aula de alguma coisa…

E nós mulheres somos tão pouco exigentes, que pode ser um pequeno poder banal e transitório que já nos encantamos. Alô mulheres, comentem de forma anônima, mas respondam à seguinte pergunta: quem aqui nunca se sentiu atraída por um Zé Buceta qualquer só porque ele estava tocando um violão em uma festinha qualquer? Tá encalhado? Monta uma banda, amigão, você vai comer gente até cansar.

Mas não, homem não quer ter o menor trabalho, nem ao menos aprender a tocar um instrumento, quer que a mulher goste dele exatamente como ele é, como é confortável ser. Vai tomar no cu, né?

Desde quando homem gosta da mulher como ela é? Homem gosta da mulher magrinha, saradinha, arrumadinha, depiladinha. Pé no chão, cambada de filhos da puta, ninguém gosta de ninguém como realmente é, gostamos de como as pessoas se apresentam. Se esforce e se apresente um pouquinho melhor, que a gente não exige muito não!

Por fim, uma última crença que já passou da hora de cair: mulher adora homem com senso de humor, mulher se conquista fazendo piada. Não, meu anjo.

Se a pessoa é engraçada, se ela acerta o tom, o timing e o tipo de humor que a mulher gosta, sim, vai surtir um efeito avassalador. Mas é mais difícil do que parece. Sair fazendo piada para ser engraçado não te torna atraente, te torna um Bobo da Corte eternamente na friendzone com direito à frase “Fulano é muito gente boa, é como um irmão para mim”.

Então, a menos que você conheça muito bem o humor da mulher, pega leve e observa. Eu mesma, que gosto de humor, já me desinteressei por uns Tios do Pavê que pareciam determinados a fazer de um encontro um standup.

“Mas Sally, eu sou bom com humor, todo mundo acha graça, todo mundo ri de mim”. Meu anjo, Fabio Porchat tem um dos standups mais assistidos do Brasil e se ele chegar em mim, eu jogo um spray de pimenta no fundo da córnea dele. Não é sobre o que todo mundo acha, é sobre o que aquela mulher acha. Não seja Zé Piadinha, é patético.

Quinta página, acabou o espaço. Ó, dá para fazer mais uma meia dúzia te continuações destes textos, viu? Se quiserem, deixem outras crenças idiotamente falsas nos comentários que a gente continua semana que vem.

Para se ofender e tentar fingir que não se ofendeu (não adianta, eu percebo), para fingir que nunca leu este texto de modo a manter estas narrativas tão confortáveis ou ainda para reforçar mais uma vez o quanto eu vou morrer sozinha: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (107)

  • Mas afinal homem gosta de mulher magrinha ou mulher que “tem onde pegar”?
    Se fala muito de padrões de beleza, que homem prefere as delicadas, mas o que mais tem é gordinha e tomboy se dando bem no amor.

    • Tem de tudo neste mundo, mas no geral nego pega as gordinhas pelo esquema de baixa autoestima e compensação: gordinha não pode escolher muito e dá até o buraco da orelha.

      • Acho que tem casos e casos. Tem muita mulher gordinha, cheinha (whatever!) que é bonita. E as tomboy tem seus encantos…

        • Sim. Aí ficam com as gordinhas mas babando pelas gostosas, comentando com amigos como fulana deve ser maravilha etc. Acho uma bosta ser esse “apenas o suficiente”.

            • Ninguém curte ficar chorando por ninguém. As pessoas sentem mais atração pela beleza, é inevitável, é um mecanismo evolutivo. Uma mulher barriguda e flacida é menos atraente como forma do macho não se juntar com uma fêmea já prenha. Por mais racionais que sejamos, isso está escrito no nosso DNA.

              Você pode espernear e lutar contra algo que não pode ser mudado, ou pegar e usar a seu favor, entendendo os mecanismos e virando o mais atraente que puder fisicamente, mas uma coisa te asseguro: homens são visuais, só intelecto não satisfaz!

                • Não, meu anjo. Está cientificamente comprovado que o que atrai é simetria e aparencia de jovialidade e potencial reprodutivo. Nem ao menos é cultural, experimentos com bebês muito jovens de diferentes raças e culturas mostram, através de exames de imagem, que eles sentem mais prazer e priorizam olhar para pessoas que atendam estes requisitos. Tem inclusive textos sobre isso, com mais detalhes, aqui no Desfavor. Não é opinião, é ciência.

                  • Ah, é esse povo que vem chorar… Deixa, a pessoa não deve estar bem, ela precisa jogar o lixinho dela em algum lugar.

    • Acho que varia muito…uma coisa é “ter onde pegar”, outra é ser obesa. Na minha opinião o tipo físico é só parte do todo. Tem uma mulher que eu conheço que ela é praticamente uma tábua mas tem um rosto e um sorriso tão bonito que ofusca todo o resto e eu “pegaria” sem pensar duas vezes.

  • Não saquei. Eu achei que iria ler um texto cheio de absurdos e retardos propositalmente escritos para ofender, tirados do cu de uma feminista maluca que iria me fazer dar risada e fechar o texto pensando “caralho, olha essa retardada”. Mas o que eu encontrei foi um texto totalmente óbvio, e cheio de verdades, aliás, não deve existir pessoa suficientemente sensata que discorde deste texto.

    Tirando as ofensas de começo, é um bom texto, extremamente óbvio, mas para quem não esperava nada, me surpreendi.
    Nada a reclamar, não sei porque você achou que dizer o óbvio iria “ferir” alguém.

    • Rodrigo, é óbvio para você, que é bem resolvido. Tô recebendo umas ameaças bem bonitas por e-mail e até por aqui mesmo.

  • O melhor para homem fazer é seguir seu próprio caminho e parar de se importar com mulheres. Ignorar as mimizentas e frescas. Se relacionando só com as mais felizes e bem resolvidas. Mulher chata tem mais que ser ignorada e esquecida. Mulher é o que não falta neste mundo, não vale a pena seguir regrinhas por causa de uma só.

    • Concordo, Igor. Dar importância, dar significado, a uma pessoa que você despreza é… besteira. Pessoas pequenas, medíocres, não merecem despertar sentimentos fortes como ódio. É dar poder a estas pessoas.

  • “Vai ser biscoiteiro assim na puta que te pariu, auge da derrota ter que puxar saco ideológico para comer alguém.”

    Pior que tá cheio de caras assim hoje. Homem “lacradô” é uma das coisas mais broxantes da galáxia. Só falta se deitarem no chão e implorarem pras mulheres pisarem em cima deles pra compensarem a tal “dívida histórica”. Coisa mais ridícula!

    Nem a mulher mais “empoderada-e-desconstruída” do rolê aguenta homem bananão por muito tempo (o que eu já li de historinha de feminista dando uma de autossuficiente por fora, mas entre 4 paredes bancando a submissa pra “macho opressor” ó…)!

    • Ninguém gosta. Pessoas seguras, que bancam suas verdades, são atraentes. Esse tipo de homem biscoiteiro é motivo de chacota mesmo entre as feministas!

  • Estava com saudades de vc surtada . Pq essa atração pelo “poder” q nem é poder . Q maluquice né ? O carro nha do violão , o professor , outro ferrado q achamos os machos alfas . Fala sério , inntintos malignos esses nossos

    • Querida Louca, a posição de destaque no bando sempre foi um sinal de dominância, de competência, de bom provedor. Infelizmente, nesta vida moderna, qualquer Zé Cu que pega um violão consegue emular esta posição de destaque e engana o filtro dos nossos cérebros. Felizmente esses burrinhos ainda não entenderam esse mecanismo e não sabem jogar com ele, apesar de eu já ter feito um outro texto ensinando o passo a passo.

  • Nos chans o perfil mais numeroso é o beta que acha que vai comprar uma namorada dando presentinhos, pagando contas e estando sempre disponível para massagear o ego dela. E para ver eles darem tilt, é só perguntar “tá legal, Capachão, vamos supor que ela tope ser sua namorada. Imagine que um belo dia você está saindo com ela e um marombado aleatório comece a cantar ela na sua frente. O que você faz?”

    Os betas então tomam três caminhos. Tem o raro caso do cara que entende que o problema está nele e começa a trabalhar pra mudar. Inclusive esse perfil começa lentamente a abandonar os chans ou freqüentar mesas mais normais, como saúde, animais, esportes e etc. Tem os revoltados, que tomam o caminho extremamente oposto e tomam a “pílula negra”, regredindo mentalmente, que passam a achar que são parágonos de excelência e ficam dando faniquito porque as mulheres são burras, fúteis e etc., e só querem caras burros, fúteis e etc. E por último o cara que que entende que o problema está nele mas em vez de enfrentar, fogo, regredindo por outro caminho em que se isolam com internet, jogos e outros hobbies que recebem dedicação exagerada. Fico imaginando como será o futuro deles.

    E no espectro mais vil e obscuro, reside apenas um ser, Christian Weston Chandler.

    • Eu sei o que fazem quando um marombeiro canta, eles evocam mais uma crença mentirosa: “pode olhar, pode falar, quem tá comendo sou eu”.

      Meu irmão, vai passar vergonha assim na casa do caralho. É como dizer “pode desrespeitar, desde que não coma”. Tudo graças a um medinho covarde de sentar um murro na cara de outro homem mais forte. VTNC

      • “Tudo graças a um medinho covarde de sentar um murro na cara de outro homem mais forte.”

        Se recusar a enfrentar alguém que pode literalmente quebrar sua cara (ou outros ossos) com um soco é covardia? Eu chamo de instinto de sobrevivência…Covardia é moer na porrada alguém que não tem chance alguma contra você. Além disso, até onde eu sei, todo mundo faz piada com o valentão que sai na porrada por qualquer coisa, inclusive em situações como essa, pra impressionar a mulher ou “marcar território”.

        • Everton, em situações extremas, sim, é covardia fugir da última instância que é a violência física. Certas coisas só na porrada.

  • Tem também aquele argumento brilhante : “Fulano não sai da academia, faz isso pq é burro e não cuida da mente, nao tem outra coisa pra oferecer, prefiro ficar em casa estudando…”
    Não digo que todos os ratos de academia lêem livros, mas acho que generalização tbm não é a saída. Seria pedir muito um meio termo?

    • Eu vou à academia SETE (não cinco, não seis, SETE) vezes por semana e acredito que cuide sim da minha parte intelectual.
      Dá para fazer ambos, mas gente mais fraquinha de força de vontade se escora nessa crença de que é um ou o outro. E, adivinha só? Qualquer um dos dois isolados são extremamente desinteressantes.

      • E tem a questão profissional também. O que vejo de obeso superqualificado e culto se doendo por ser preterido por um rato de academia ligeiro no raciocínio por ter o cérebro constantemente bem suprido para dar conta das exigencias fisicas do trabalho, em longas e intensas jornadas.

        Aí além de cair no faniquito do homem beta bem citado acima, chega ao ponto de achar que não só o marombeiro é gay, mas também quem o promoveu e quer algo em troca…hahaha.

        Quem é mais improdutivo hoje em dia afinal: o viciado em café e/ou cigarro ou a baleia que consome tempo precioso no trabalho comendo e depois cagando diversas vezes (se não com sofrimento, dela e dos demais) toneladas do excesso que come? (eu mesma passei decadas enchendo o cu de chocolate, refrigerante e ruffles, coitados dos colegas).
        Depois os outros é que são fúteis nas escolhas no trabalho, até mesmo para parceiro, já que é onde passamos a maior parte do tempo.

        • DIGITANDO COM OS PÉS, POIS COM AS MÃOS ESTOU APLAUDINDO!

          Pefeito. Um corpo em forma turbina o cérebro. Investir em algo alheia ao trabalho gera novos inputs. Se envenenar com cigarro, álcool e junk food é sintoma de forte desconexão consigo mesmo, se agredindo em um pedido por socorro.

          As pessoas estão muito doentes, infelizes e angustiadas. Acho bom começarem a reverem seus conceitos, pois a resultado final disso é muito desagradável.

    • O mais irônico é que na maioria das vezes o “gênio” é só um recluso que passa muito tempo na frente do PC vendo coisas aleatórias na internet.

  • Há alguns anos eu lia um fórum de musculação na internet. Apareciam com frequência postagens de homens falando como mulher é interesseira e só pensa em dinheiro, e como foram esnobados por elas antes de começar a treinar, mas agora que eram “deuses gregos” elas babavam por eles, deixando-os com uma satisfação adolescente de revanche.
    Eu só conseguia pensar:
    1. Ainda bem que aquela interesseira te esnobou, assim você teve uma motivação pra tirar essa bunda flácida do sofá e melhorar sua saúde e estética. Agradeça àquela santa alma todo dia.
    2. Quão merda é sua vida pra pautar suas escolhas pela opinião de uma pessoa que você despreza? 3. Os Zé Ruela não esqueciam delas nunca. Ao invés de aproveitar que ficaram fisicamente atraentes e procurar outras mulheres que fossem mais bacanas que as anteriores, ficavam eternamente mimizando nessa mágoa de cabocla. Me poupe!

    • Pois é, Morgana. Concordo com TUDO.

      Depois dizem que mulher é insegura e mimizenta. Homem que passa por fase de rejeição na vida fica todo cheio de traumas, sequelado emocionalmente, se achando “o exemplo de superação”. Ah vá… Vai dar meia hora de cu!

      • Isso acontece porque, não importa o que aconteça, ninguém está nem aí para o seu exemplo de superação (o que não deixa de acontecer com todo mundo, afinal, para que desejar se vingar do mundo se os seus algozes não sofrerão com isso?).

  • Uma opinião que tenho já há algum tempo e que só se confirma diante das circunstâncias: homem precisa se esforçar muito menos que mulher pra ficar com um membro minimamente decente do sexo oposto. Quantas amigas minhas muito bonitas eu já não vi com caras feios, mas que eram bacanas/ interessantes/legais… Essa história de que mulher só liga pra dinheiro, carrão e corpo sarado é um disparate. Agora respondendo à sua pergunta, Sally, eu mesma sempre acabo encantadinha por esses tipos músicos (qualquer instrumento musical, na verdade) hahahahahaha

    • Maya, quem nunca? Todo mundo aqui já pegou o Zé Cu do Violão. Todo mundo aqui já pegou ou pagou paixão para professor. Eu mesma sempre brinco aqui que o filme Dirty Dancing arrombou minha cabeça, a vida toda me relacionando com professor de dança!

      E sim, você tem razão, é muito mais fácil para homem. Tem inclusive um texto meu só falando nisso, dando dicas de como, com pequenas coisas homem pega mulher pacarai. Infelizmente estou esclerosada e não lembro o título, não consegui achar o link…

    • Ahhhh, mas as madames não querem! Eles se escoram em outra crença mentirosa, de que homem “muito vaidoso” é pouco homem, é viado.
      E “muito vaidoso” significa qualquer vaidade a mais que a dele. Ou seja, ele, CERUMANDO PERFEISSAUM, tem a medida justa e exata do que é bom.

      vai sentar em um canavial de rolas, né não?

  • Teve um cara que disse o seguinte pra mim: “mulher se conquista na conversa”. Mais uma crença, porque eles acham que falar o que você quer ouvir ou ficar te elogiando que nem um babaca vai fazer a mulher gostar deles. Isso não funciona comigo, aliás mostra que o carinha não tem personalidade. Ficar com conversa fiada sabe? Outra coisa é que os homens acham que mulher não liga pra aparência. Falso! Ligamos sim! Mulher não se cuida/ gasta dinheiro pra ficar com desleixado não!

    • Conversa sem química é amizade, eterna friendzone.

      Esses homens tão muito cuzões, olha, tô sem paciência viu? Tá me irritando isso.

  • Eu até me atreveria a entrar no ringue, mas aí lembro que com o tanto de remédios psquiatricos que tomo nem tenho argumentos para falar de quem é broxa, pau pequeno e etc. Sou um combo desses, um incel da indústria farmacêutica.

  • “Quem aqui nunca se sentiu atraída por um Zé Buceta qualquer só porque ele estava tocando um violão em uma festinha qualquer? ”
    Tenho duas amigas que caíram nessa esparrela. Uma, bêbada feito gambá, acabou indo pra cama com um cantor sertanejo e pior, engravidou dele. Depois descobriu que o cara não tinha onde cair morto. A outra, conheceu o carinha tocando numa praia, apaixonou, chegou a levar ele pra passar uns dias na da casa dela, com toda liberdade. A paixão dos primeiros dias foi sumindo e ela resolveu pular fora. Essa semana descobrimos que ele tem várias medidas restritivas requeridas pela ex namorada, e pra fuder de vez, responde a um processo na justiça pelo homicídio de outra ex…

    • Aí é foda, né? Uma coisa é se sentir atraída pelo Zé Cu do Violão, outra é engravidar dele ou levar ele para morar com você. Tá faltando juízo nessas cabecinhas…

  • Quero mais continuações. E sim, já caí de amores pelo zé buceta do violão na festinha, pelo professor tb (pobre, pobre…)

  • Christiane Smith

    Ah ah ah eu ja sai com alguns Ze Bucetas, um deles era batera em um clube, fomos a um motel e ele teve a audacia de me pedir 20 reais pra inteirar pra pagar o motel!! Confesso que acho bateras been sexy.

    • Músicos, escritores, pintores… esse povo ligado às artes exerce um encanto sim. Uma vez me envolvi com um artista plástico que ainda por cima fazia magicas. Mulher é um bicho patético.

  • “Eu também, já me relacionei com cada mulherzinha de pênis…” – hahaha! Ai Sally, tu é ótima!
    Fico pensando, porque será que é tão difícil se relacionar com os outros, ein? Porque que é tão difícil entender o que se passa na cabeça do outro?

    • Porque as pessoas NÃO FUCKIN PERGUNTAM

      Neguinho acha que sabe tudo, que depreende tudo e que todo mundo pensa como ele.

      • Na verdade, não é por isso, é porque nossos desejos e necessidades são inconscientes na maioria, então as próprias pessoas não se conhecem.
        E ninguém pode falar com propriedade do que não conhecem.

        • Sim, autoconhecimento é para mim, hoje, uma ferramenta fundamental para ser feliz e bem sucedido. Se você não se conhece, não vai a lugar nenhum.

  • Mulheres são vadias, fúteis, manipulativas e mesquinhas. Uma coisa que concordo no seu texto é como são contraditórias; acho ridículo homens se sujeitando aos discursos baratos feministas para querer comer alguém, no fundo elas preferem machistas que as põem pra baixo. Mulheres gostam de bad boys que as maltratam e pouco valorizam homens de conteúdo, com boa conversa e inteligência. E claro tem o fator dinheiro, garanto que deixariam o tal bombadinho por um gordo com grana.Não tenho paciência para joguinhos emocionais e frescurites femininas e com esses complexos idiotas. Não mudo nada de mim por mulher, isso é escravocetismo. Se não gostam, fodam-se vadias!

    • Meu anjo, caiu no texto errado. Dá uma lidinha no texto de ontem, sobre Incels que você vai se identificar.
      Beijo na sua alma, viu? Muita luz pra você.

    • Pessoas não podem ser encaixadas facilmente em estereótipos. Da mesma forma que há as mulheres que só se interessam pelo dinheiro, há os homens que não querem mais do que uma boneca inflável de carne.

      Aliás, pensar de forma estereotipada é o melhor caminho para não “pegar” ninguém.

    • Acho tão engraçado esses punheteiros de internet. Na frente de uma tela são cheios de razão e mimimi, quando encontram uma mulher não sabem nem dizer o próprio nome sem parecerem uns merdas inseguros. Menos recalque meu querido. Pelo jeito quem tem “joguinhos emocionais e frescurites femininas e com esses complexos idiotas” é você mesmo. Faça uma limpeza de pele pra tirar as espinhas, raspe esse bigodinho de filho de carroceiro que está nascendo, fecha a aba dos Xvídeos e vá pra vida real. Só cuidado pra não se “embucetar” por alguma mulher, e acabar igual um idiota se embebedando por aí e se consolando com prostitutas. Se é que esse já não é o seu problema…

      • Female Evil Quero ver se o rapaz bigodinho de carroceiro e espinhento te aparecer cheio de grana e com um carro (vamos ser generosos, um Golf GTi) pra você esquecer os defeitos desse cara fácil, fácil…

    • Peganinguém detectado!
      Revoltadinho e burrinho, pq se fosse esperto lia e aprendia. Senta o rabo e lê todos os Sally Surtada que tua vida muda.
      #Ficaadica

    • Sally disse que não liga, mas eu sei como essa gente é chata… incels, vão fazer suas macaquices em outro lugar. Aqui eu não vou mais aprovar.

      • Somir, suponho que a Sally esteja feliz da vida. Gente xingando é sinal de que o calo apertou, vestiu a carapuça – e, tirando o incômodo de ler tanta ameaça, é um fato: cão que ladra não morde.

        • Eu sei, ela se divertiu com o papelão que eles fizeram. Mas eu não acho saudável que achem que podem vir na minha casa e cagar no chão, bando de virgem sem costume!

      • No mais, que coisa… diante de algo que te incomoda, os “incels” deveria fazer uma das duas coisas: ignorar (não é comigo) ou aceitar as críticas (em parte ou no todo). Mas, não… vão atacar o mensageiro…

        • E, se é mulher, atacam dez vezes mais. De uma certa forma, os incels são o verdadeiro oposto das feminazis: eternas vítimas cuja única resposta é generalizar os outros.

  • Homem musculoso que toma anabolizantes corre o risco de ficar broxa – mas não pela musculação. De resto, é um alívio ver que alguém diz “de fato” aquilo que todo mundo já sabe.

    • Sobre bomba: quando você toma testosterona a libido e a capacidade sexual sobre absurdamente. Vamos supor que a pessoa passe, sei lá, um ano tomando bomba. Quando ela para, há uma baixa de testosterona, por um curto período de tempo, até que o corpo perceba que não está entrando mais e volte a produzir (coisa de uma ou duas semanas) onde PODE acontecer um pequeno decréscimo qualitativo/quantitativo. Nada além disso. A pessoa não fica broxa. Isso é muito que os gordinho flacidinhos invejosos espalharam e virou pós-verdade.

      • Sally, aqui você está um pouco equivocada…

        Normalmente, o corpo leva de 8 a 10 semanas pra retomar uma produção hormonal normal que foi interrompida por uso externo de hormônios (funciona assim com bomba, com anticoncepcional, coM a maioria deles).. Existem aqueles que retomam mais rápido? Sim, mas são exceções.

        Ficar 2 meses broxa não é nada fácil, e isso pode gerar um componente emocional que pode atrapalhar a vida sexual dessa pessoa pro resto da vida.

        Agora, o uso inadequado de bomba pode provocar uma atrofia testicular permanente sim. Não to falando do povo que usa bomba de maneira adequada, prescrita por um profissional… to falando do adolescente magrelo que toma 100x a dose adequada pra “crescer” rápido… Mas, novamente, nao é a maioria dos casos.

        E concordo que o mito da “bomba deixa broxa” foi uma mentira bem confortável espalhada por aí!

        • Para retomada total sim,mas muito antes disso o sujeito está funcional. Até pq, por malhar, a testosterona mesmo quando tá baixa, tá mais elevada que a desses gordinhos safados.

          Claro, se usar à moda caralho, vai ficar todo cagado, inclusive com câncer.

          Uma vida de relacionamento com neandertais de academia me provou que um sarado pós-bomba dá de mil em sedentário.

      • Tribulos terrestris é bomba? Só a planta em cápsula Uma amiga começou a tomar pq o medico mandou, dava disposição na menopausa mas ela diz que tava ficando bombada aí parou. Procede?

        • Não é bomba. Ele estimula a produção de testosterona. A bomba é a própria testosterona.
          Não creio que ninguém fique bombado só com isso não.

          • Tribulus Terrestris, pelo muito pouquinho que eu sei, mexe com os níveis de testosterona e deixa homem com a libido lá em cima, mas não sei que efeito tem em mulheres.

  • E eu tava pensando hoje mesmo (achei até engraçada a coincidência) como esse povo que adora usar a natureza pra justificar certos comportamentos (homem trai porque é biológico, mulher é mais fraca então não pode fazer as mesmas coisas que homem, homem não controla os “instintos” com uma mulher de saia curta, etc etc etc), são os primeiros a saírem correndo em círculos em ataque histérico falando que “as mulheres de hoje em dia” só querem saber de “dinheiro ou caras musculosos” (sinais de poder, atualmente), como se isso também não fosse “biológico”…

    Só vale a biologia que é confortável pra eles!

  • Que saudade dos Sally surtada!!! Ainda mais esses que já começam na voadora! Hahaha!

    Acho que a crença do homem musculoso x broxa vem da questão do uso de bomba (que realmente atrapalha o funcionamento, né). Mas como esse povo preguiçoso e acomodado é incapaz de levantar do sofá e fazer uma mísera caminhada, se alguém é musculoso “só pode ser bomba”, pq ninguém pode ter força de vontade e disciplina pra ter um corpo gosto… ops, sarado!

    E eu já tive paixonite por professor, por desconhecidos tocando violão, por alunos do 3o colegial (clássica da época da escola!), por líderes de esportes da Atlética da faculdade… quem nunca? Hahaha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: