Quem será Lula no futuro?

Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.

Quem será Lula no futuro?

No Brasil de 2018, os brasileiros se dividem entre os que acham Lula um corrupto preso e os que o acham um perseguido político por tirar o pobre da miséria. A grande luta para Lula é a versão que vai sobreviver às eleições para a presidência.

Quando Lula percebeu que seria condenado na Lava Jato, virou candidato à presidência. Uma vez eleito, ganharia foro especial – seria julgado pelo STF e não mais pelos Juízes Federais Moro, Bretas, etc. Os Ministros do STF indicados pelo PT, somados ao Gilmar Mendes, dariam um jeito para encontrar alguma falha na maneira como o processo foi conduzido (independente das provas) e Lula seria absolvido. Só que Lula não contava com a possibilidade de ser preso. Depois de preso, teria duas possibilidades: a) concorrer à presidência do Brasil mesmo na prisão, se o TSE aprovasse sua candidatura; b) indicar um substituto leal a ele, para que o tal substituto pudesse ser eleito e dar um jeito de soltar o Lula. Ciro Gomes é um sujeito imprevisível e Lula preferiu não correr o risco de ser deixado de lado. Quem poderia ser o sujeito leal a Lula, que não o abandonaria e buscaria tirá-lo da prisão? Teria que ser uma cria de Lula: Haddad. Só que ele foi um mau prefeito em São Paulo e não era muito conhecido no resto do país, então a solução seria grudar a imagem de Lula em Haddad, como foi feito com Dilma da primeira vez que foi eleita. Assim, se Bolsonaro ou Alckmin fossem para o segundo turno, a esquerda se uniria para derrotá-los; se Haddad e Ciro fossem para o segundo turno, de qualquer jeito a Lava Jato iria para o buraco. Ciro, Alckmin, Richa e mais uma porção de políticos de alto calibre estão indiciados em investigações criminais por corrupção e outros crimes associados; a Lava Jato e outras investigações estão atingindo outros partidos, como MDB, PP, PSDB, entre outros. Até agora, enquanto a Lava Jato na Justiça Federal recuperou dinheiro e botou políticos e empresários na cadeia, no STF as coisas correram mais brandas para os políticos. O STF é uma corte de indicações políticas e fica uma certa dívida de gratidão. Lula já foi chefe de Toffoli, José Dirceu já foi chefe de Levandowski, Gilmar Mendes é amigão do PSDB, Marco Aurélio é primo de Fernando Collor, os outros foram nomeados durante governos do PT, do PSDB e do MDB. Tanto é verdade que o STF é camarada com políticos, que Dilma e Temer correram a dar Ministérios de Estado aos amigos para que escapassem dos Juízes Federais. O STF só tem um predador: o Congresso Nacional, que pode pedir impeachment de Ministro do Supremo em situações específicas. Ou seja, só políticos podem tirar um Ministro do Supremo do cargo. Terreno bem propício para um jogo de compadres.

A Lava Jato não mirou só no PT e os demais partidos colocaram as barbas de molho. Todos os investigados não levavam fé que a candidatura do Bolsonaro prosperasse: falavam que iria desidratar. Não desidratou e foi crescendo como uma forma de protesto contra a política dos conchavos e do rabo preso. Bolsonaro cresceu demais e passou a representar um risco real não só para o PT, mas para os demais envolvidos na Lava Jato. Aí apareceu o Adélio Bispo de Oliveira dando uma facada no Bolsonaro. Ele disse em seu depoimento aos policiais que tinha ido para matar e morrer. Tentou se fazer de louco, mas não foi bem no papel. Ainda estão querendo fazer colar esse papo de que ele é maluco, só que ninguém endoida na meia-idade: geralmente é mais cedo, entre o fim da adolescência e os vinte e poucos anos. Aí vai internado, toma remédios, coisa que os advogados caríssimos que vieram defendê-lo não conseguiram comprovar com documentos. Ainda tentam colar um rótulo de maluco com um psiquiatra caro contratado por eles. Os policiais federais encontraram no quarto de Adélio celulares, notebook, dinheiro, cartão internacional, uma porrada de coisas que mostram que tem gente graúda por trás disso. Quantos pedreiros desempregados você conhece que frequentam o Congresso Nacional? Em 2013 o Adélio esteve lá. Abriu-se uma investigação pela Polícia do Legislativo (a mesma que pesquisava grampos legais na casa de políticos). Aí, plantaram um registro falso de que ele esteve no Congresso no dia do atentado à vida do Bolsonaro. Naquela situação, no meio da multidão, ele seria morto ou preso. Para quê um álibi tão fajuto? Para dizer que se dava pra fraudar o registro de 2018, também daria para fraudar o de 2013. Para criar uma cortina de fumaça, gerar dúvida sobre os registros de entrada nao Congresso e cortar o laço com o político que ele foi visitar. Esconder o(s) mandante(s). Com Bolsonaro morto, a Lava Jato estaria morta. Com ele ferido, não faria campanha nas ruas e perderia votos.

O cenário eleitoral está montado: Bolsonaro pode vencer no primeiro turno ou ir para o segundo turno com Haddad. Se o petista vencer, duas coisas poderão acontecer: a) Haddad liberta Lula por indulto (com mais gente, no Natal de 2019), como Temer fez com José Dirceu e José Genoíno; porém, Lula entraria para a História com uma mancha, a da possibilidade de ser um bandido que foi solto por um amigo; b) o Dias Toffoli (ex-advogado do PT e atual presidente do STF) pode argumentar que Lula seria um provável Ministro de Estado de Haddad (o que Gleisi Hoffmann já declarou), então fazer de tudo para agilizar o julgamento do recurso de Lula no STF no caso do triplex; dão um jeito de achar uma suposta “irregularidade” no processo (que nem o TRF4, nem o STJ acharam) e Lula é absolvido no processo do Triplex antes de ser condenado em primeira e segunda instância pelo sítio de Atibaia; nomeado Ministro da Casa Civil, Lula passa a mandar no país; os outros processos criminais contra Lula, já Ministro, saem dos respectivos Juízes Federais e vão para o STF (pelo foro privilegiado de Lula Ministro) e lá eles “sentam em cima” ou o absolvem (preferencialmente); a narrativa da “lawfare” (Lula perseguido politicamente pela Justiça Federal e pelo Ministério Público) vira História oficial e Lula limpa sua biografia; o PT, em vez de se desintegrar, fica mais um longo ciclo no poder; os demais partidos investigados respiram aliviados e o Brasil volta a ser vítima desse bando de corruptos chupins.

Tá, mas e se Bolsonaro vencer nas urnas? Aí ele perderá nas urnas. Como assim? Fácil: as urnas eletrônicas são vulneráveis a fraudes, como já comprovado por estudo da UNICAMP. Não dá pra fazer auditoria em urna eletrônica, não tem como ver se foram fraudadas ou não. Por isso, pediu-se a impressão de comprovantes de votação: para ter back-up físico, pra se poder conferir o resultado. O STF decidiu contra a impressão do voto nestas eleições – o que é conveniente a muita gente.

De onde eu tirei isso tudo?

Adélio Bispo teve um mandante:
https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/11369/na-caca-ao-mandante-pf-apreende-todos-os-computadores-de-lan-house-em-juiz-de-fora
https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2018-09-16/adelio-bispo-de-oliveira.html

Extratos bancários de Adélio indicam que o esfaqueador teve um mandante

A cortina de fumaça sobre as idas de Adélio Bispo ao Congresso (Câmara dos Deputados)

EXCLUSIVO: CÂMARA TEM REGISTRO DE VISITAS DE ADÉLIO BISPO NO DIA DO ATENTADO


‘Visita’ de Adélio à Câmara no dia de ataque foi erro de funcionário
https://www.terra.com.br/noticias/brasil/politica/camara-registrou-por-engano-suposta-entrada-de-adelio-no-dia-de-atentado-contra-bolsonaro,4a05e96a4d39f743d01c8506d7ebcba0afbkj6vi.html

Haddad cola rosto de Lula:
http://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/08/15/defesa-de-lula-candidato-nao-vai-parar-com-decisao-da-justica-diz-haddad.htm

Haddad é Lula e Lula é Haddad: esta é a força que impulsiona a candidatura do PT. Por Joaquim de Carvalho

Haddad diz que não dará indulto a Lula:
https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,fernando-haddad-diz-que-nao-vai-conceder-indulto-a-lula,70002507400
http://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/agencia-estado/2018/09/18/haddad-diz-que-caso-seja-eleito-nao-dara-indulto-a-lula.htm
Haddad afirma que não vai dar indulto a Lula e apoiaria Ciro no 2º turno

Lula será Ministro de Haddad, caso libertado, e o julgamento será rápido:
https://br.noticias.yahoo.com/gleisi-defende-que-lula-tera-papel-que-quiser-em-governo-caso-haddad-seja-eleito-192416365.html
https://www.brasil247.com/pt/247/poder/369001/Gleisi-Lula-ter%C3%A1-papel-grande-e-importante-no-governo-Haddad.htm

Toffoli quer que acabe em pizza:
https://oglobo.globo.com/brasil/e-hora-de-valorizar-entendimento-dialogo-diz-toffoli-ao-assumir-presidencia-do-stf-23067048
https://www.opovo.com.br/jornal/opiniao/2018/09/toleranciae-punicao.html
Paz de Toffoli significa impunidade de suspeitos

Urnas inseguras e fraude:
https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/03/06/teste-feito-por-equipe-da-unicamp-revelou-falhas-de-seguranca-nas-urnas-eletronica
https://www.baguete.com.br/noticias/12/06/2018/critico-das-urnas-eletronicas-sai-do-pais
https://g1.globo.com/politica/noticia/relator-no-stf-admite-impressao-de-votos-mas-diz-que-implantacao-pelo-tse-pode-ser-gradual.ghtml

Por: Lulagate







Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: , ,

Comentários (48)

  • Imprensa mente que Haddad tem 5%
    Ninguém nas ruas pelo PT

    Haddad “dispara pra 12%”
    Ninguém nas ruas pelo PT

    Haddad 21%
    nada

    24,6%
    não.

    “Haddad empata com Bolsonaro dia 30!”
    “Tá vendo essas manifestações pelo #Elenão? É a força do Haddad”

    “os 51% Haddad a 49% são legitimos”

    E o Mourão, com aquela boca santa, matando o restinho de chance que o Bolsonaro tinha. Já era, gente. Mais 12 anos de PT estão vindo.

  • Se tivermos outro 2014 em que na apuração de votos do segundo turno o Bolsonaro esteja ganhando, mas no fim chegam os votos do norte e nordeste dando a vitória pro Haddad, o desprezo dos sulistas pelos nordestinos vai virar ódio. Mas um ódio DE VERDADE. Do tipo vermos merda pesada acontecendo.

    • E pior é que se o Haddad for eleito não vai dar nem pra pedir impeachment, Deus me dibre aquela adolescente nojenta assumindo a presidência.

      Tem muito nordestino de saco cheio dos vermelhos também, não somos todos uns mortos de fome analfabetos. Mas dificilmente nos manifestamos porque, bem, seria como levar uma bandeira dos Estados Unidos pro Irã. Olha o que aconteceu com um cara que foi com uma camisa do Bolsonaro pra UFPB:
      https://twitter.com/araujocaaa1/status/1044698454990237696
      A esquerda pode tudo, é muito frustrante. A cada dia aumenta mais minha vontade de meter o 17 no primeiro turno só pra ver esse povo rasgando o cu de tanto chorar caso o Bolsonaro suba a rampa.

      • Tem muita gente que não está declarando seu voto ou mentindo, por medo da reação das pessoas. Talvez isso surpreenda nas urnas…

  • Aí fica naquele círculo vicioso de elege merda-faz impeachment… Sem contar que essa quenga do Hadad quer botar Jean Willys pra ministro da educação, logo o que ele não tem pq fica cuspindo nos outros. Não é por ser bicha, eu tb sou viado, mas aí que o kit gay vai entrar com tudo no rabo das escolas, como se não bastasse ensinar comunismo.

  • Eu acho que não só os militares não teriam condições de dar um golpe, como não teriam interesse em fazer isso. Quem quer se incomodar com essa bananada chamada Brasil? Só o PT mesmo pra criar uma fixação doentia e não querer largar o brinquedo.

    • Concordo plenamente, não teriam interesse mesmo. Não geraria nenhum benefício para eles, pois se o PT assumir o poder, a gente já sabe que eles distribuem uma fatia do bolo para cada um, aliam com todo mundo e fica muito confortável para todos, menos para o povo, que é quem paga essa conta. Esse antagonismo contra militar não existe no PT, basta ver como o partido os tratou nos anos em que esteve no poder: só benefícios, só dinheiro, só mimos.

      • Obviamente, os mimos foram todos direcionados para a alta cúpula.
        Benefício de se lidar com uma categoria que não pode se sindicalizar.

  • Avatar

    Innen Wahrheit

    Em tempo: hoje comentou-se “internamente” que Geraldo Alckmin “parou” com a campanha, aparentemente porque verificou-se que haviam poucas chances de ir ao segundo turno (previsão da própria campanha dele: Haddad x Bolsonaro)

  • Avatar

    Innen Wahrheit

    Os sócios da empresa onde trabalho moram próximos ao hospital Albert Einstein e dizem que “conhece gente lá dentro” – e essas pessoas dizem que a situação do Bolsonaro é mais grave do que a mídia, parentes e conhecidos fazem parecer, e que na prática ele estaria fora da disputa presidencial, já que mesmo vencedor, não teria condições de assumir.

    Teorias da conspiração à parte, acho que faz sentido… Considerando os danos que ele sofreu, os procedimentos realizados e o risco constante de infecções, a impressão é que não dá para contar com uma recuperação de 100%, por melhores que sejam os cuidados.

    • Eu fiz uma cirurgia similar, só que menos grave pois não foi uma facada, e com 25 anos de idade. Demorou dois anos para que eu me recupere. Essa cirurgia dele não é pouca coisa não. Dá para assumir sim, até janeiro são cinco meses, ele consegue fazer reuniões e atividades que não demandem físico, porém ele deve estar muito mais debilitado do que estão deixando transparecer…

  • Vocês acham mesmo que o PT ganha de novo? Por um momento eu tive a esperança de que as coisas não dariam tão errado com esse país, isso aqui é uma merda mas é a merda onde eu nasci. Posso tirar meu corpo fora mas meus pais não iriam para outro país a não ser que isso aqui se tornasse literalmente a Venezuela.

    • Com o Bolsonaro hospitalizado, impedido de fazer campanha, sim, eu acho que o PT pode ganhar novamente. Não estou afirmando que ganha, acho apenas que existe a possibilidade.

    • “Isso aqui” não “virou” nada. É e sempre foi um território livre, onde todos podem interagir e colaborar. O que enviarem a gente pública. Chama “liberdade de expressão”.

      Pautar o que é um blog por um texto é vergonhoso para você. Fornecemos um conteúdo gratuito e variado a semana toda. Se não gosta, há duas opções: não leia e use seu tempo com coisas úteis para você em vez de reclamar ou envie para a gente um texto seu bem interessante para que publiquem os.

      Ficar reclamando é patético, coisa de gente mimada. Tome atitudes em vez de apenas criticar do sofá, você vai ver que sua vida vai melhorar muito.

    • Urnas fraudadas no primeiro turno, Manuela declarou que Lula deve ser libertado pelo STF até o final do ano, ou então receberá indulto. Teoria de Conspiração, claro. Chupa, trouxa!

  • Sally, eu tenho a impressão – provavelmente equivocada mas tenho – de que o Haddad não vai pro segundo turno com o Bolsonaro. Pra mim o Ciro tem mais chances. Não seria o Ciro o “menos pior” desses tres? Ou tb estou me equivocando nisso?

    • Lígia, não há respostas absolutas, só opinião. Eu acho o Ciro o pior de todos. Mas essa é só a minha opinião.

      Duvido muito que Ciro vá para o segundo turno.

      • caralho, Ciro pior que Bolsonaro? eu acho que eleger o Bolsonaro seria não só um tiro no pé, seria estourar os miolos de vez. Mas claro, tb é só a opinião de quem observa de longe.

        • Nem por um segundo eu acho o Bolsonaro bom, mas ao menos ele é aquilo ali, é bem transparente sobre a merda que é. Ciro é mais perigoso, se camufla melhor, é mais inteligente, mais articulado e mais difícil de derrubar se tiver um surto de tirania.

    • Incrível que qualquer cenário que imaginemos a merda é inevitavel. Nao adianta não tem SALVAÇÃO. Vou muito naquilo que a Sally disse, melhor dar logo uma merda total logo, que ai podemos recomeçar do zero…

  • No fim o impeachment apenas adiou o inevitável avanço do projeto do PT. A Venezuela não virou esse caos da noite pro dia, levou mais de uma década. Recomendo começar a estocar papel higiênico.

  • Avatar

    Wellington Alves

    Ué, cadê o e-mail anônimo? Estava esperando uma revelação bombástica!
    Que o establishment fará de tudo para impedir a vitória de Bolsonaro, ninguém tem dúvida. Inclusive, depois desse atentado, não resta dúvida de que mandaram derrubar o avião de Eduardo Campos.
    Eu sei que é possível fraudar as urnas, mas o que me faz ter uma certa confiança de que eles ainda não podem fazer isso, ao menos nessas eleições, é o fato de que Lula não estaria lutando tanto por essa campanha. Jaques Wagner, que era o poste preferido por Lula e pelo PT, rejeitou ser o candidato porque sabe que terá uma eleição tranquila para o Senado na Bahia e não quis correr o risco de perder para presidente e ficar sem o foro privilegiado.
    Outra coisa que pode inibir uma possível fraude nas apurações é Bolsonaro conseguir uma grande vantagem nas pesquisas, de maneira que sua vitória seja inquestionável. Atualmente, com o grande número de pesquisas independentes que surgiram, não estamos mais dependentes Dos institutos tradicionais de pesquisa que sempre exerceram o monopólio desse serviço. Então fica muito mais difícil forjar resultados para beneficiar um candidato e justificar sua vitória.
    As chances de Bolsonaro ganhar no primeiro turno são reais. Como o brasileiro tem a cultura de votar em quem está na frente para “não perder o voto“, fator sempre explorado pelos institutos nas suas pesquisas compradas, poderemos observar um efeito manada em direção a ele na última semana.

      • Avatar

        Wellington Alves

        Sim. É que as notícias são conhecidas. Achei que viria alguma informação de bastidores.
        Tem ainda o fato da dona da pensão que ele ficou hospedado ter morrido nessa semana, tudo bem que tinha câncer, mas mesmo assim. Também tem o fato de q ele visitou o estande de tiros frequentado por Carlos Bolsonaro em Santa Catarina e coincidentemente, agendou uma aula com 70 tiros para o mesmo dia em que Carlos estaria chegando a SC. Por sorte, justo nesse dia, Carlos não foi direto para lá.

  • Isso de Hadad ganha ou Hadad ganha é um exagero de pessimismo. Não descarte os militares tomarem conta se isso acontecer e não seria bom pra ninguém. Tudo tem limite.

    • Os militares não tem interesse nem condições físicas ou econômicas para dar um “golpe”. Quando é que isso vai entrar na cabeça de vocês? Bora sair da década de 60, meu povo, que a realidade hoje é outra.

      • Uma das maiores críticas que os estudiosos sobre defesa nacional fazem é o aparato militar receber muito investimento, só que para manter as pensões e salários, muito pouco é revertido em material bélico. Outra crítica que deriva desse raciocínio é a falta de hardpower do Brasil.
        Galera, acreditar que os militares brasileiros conseguiriam alguma coisa é balela, é conversa para boi dormir, é ilusão. Seria péssimo para o Brasil viver um governo militar (ditadura), aliás qualquer ditadura arruinaria o pouco de brilho no cenário exterior que o Brasil ainda tem e luta para manter. Outra coisa que vai contra a ideia de golpe/revolução militar é que em 1964, num contexto de Guerra Fria era interessante para os EUA financiar/apoiar nações que afastassem o “terror” socialista. Em 1989, essa dinâmica teve fim com a queda do muro de Berlim.

        • Não tem espaço para um golpe militar, a dinâmica hoje é outra. Mas as pessoas vivem no medo e projetam seus medos como sendo os da coletividade. Isso diz muito mais sobre a pessoa do que sobre o cenário político. Quem acha que pode ter golpe militar não entendeu nada da atual realidade do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: