Pilha na Fazenda: PORRADA!

O que eu falei para vocês ontem? Que hoje seria um dia morto e só voltaríamos com o Plantão A Fazenda amanhã. E o que aconteceu? Mais uma agressão física. Que Fazenda, meus amigos, que Fazenda!

Realiza: é quarta-feira à noite, você está cansada e pensa: “Beleza, hoje eu durmo cedo, afinal, o episódio de hoje da Fazenda não vai ter nada expressivo, o programa é mais curto e só tem gente molóide lá, não tem chance de  acontecer alguma coisa interessante”. Você veste seu pijama e deita feliz da vida, quando, do nada, recebe uma notificação dizendo que a Paquita Joelma cometeu uma agressão física contra o Humorista do Pânico.

Puta que me pariu, essas lesmas não fazem nada o dia todo, eu passo meu dia inteiro controlando eles e estão sempre dormindo, cagando ou largados no sofá. No único dia que eu poderia dormir cedo, a Paquita Joelma tem um surto e dá uma moca no Humorista do Pânico, caralho!

Vejam bem, não que eu esteja reclamando da treta em si. Treta é sempre muito bem-vinda, God Bless the Porrada. Mas porra, treta outro dia, para eu ter ao menos um dia da semana com mais de 4 horas de sono garantidas! Não, claro que não, esta filha duma égua resolveu dar um cascudo no Evandro hoje. Então tá, né… hora de mostrar comprometimento com o trash e com a violência física.

A porrada aconteceu durante uma atividade, uma disputa de polo aquático, na piscina da sede. Ela se irritou e deu na cara do rapaz. Ele, coitado, ficou atônito, olhando com cara de espanto.  Por sinal, mesma ocasião onde a Duda Yankovich também meteu um cascudo na cabeça do irmão do Gagliasso, só que muito mais leve que o da Paquita Joelma e acabou expulsa. Acho que a produção do programa deveria colocar polo aquático como atividade fixa na Fazenda, três vezes por dia.

O tapa de Duda tinha uma clara intenção de “chega pra lá”, o da Paquita Joelma era visivelmente para agredir, fruto de irritação. E mesmo que não tivesse sido essa a intenção, ela agrediu. A Loira Paranoica também queria dar um “chega pra lá” e foi considerado agressão. De todas as agressões físicas que eu vi na Fazenda até hoje, das dez edições, esta foi a mais clara e violenta.

A Paquita Joelma estava especialmente estressada no dia. Estava se culpando por ter perdido a prova do fazendeiro, estava estressada com o Humorista do Pânico por achar que ele faz fofoca com seu nome e pipipi pópópó. Estava também estressada com a roça que enfrentaria hoje. Já tinha passado um dia inteiro emburrada. Explodiu.

Ela estava putíssima com o HP antes de começar o jogo, eles tinham discutido, eles estavam brigados. Já tinha uma tensão preexistente. Pegou mal, pegou mal pra caralho. Nisso que dá ficar nessa pegada vaselina, ensaboada, diplomata full time: guarda tudo e explode da pior forma quando transborda. Se prejudicou.

A assessoria de imprensa da Paquita Joelma disse que não houve agressão e que a edição do programa está prejudicando a moça. Disseram também que o Humorista do Pânico segurou o braço dela… Meus queridos, segurar o braço de alguém não é agressão, dar nos cornos da pessoa é. Quem é essa assessoria de imprensa? A prima que está cursando faculdade de publicidade?

Nas redes sociais o povo ficou alegando que é necessário que o peão se sinta agredido e toque o sino, informando o fato à produção. Não procede. O próprio Mion desmentiu isso quando da expulsão da Loira Paranoica: se a produção achar que foi agressão, não faz diferença se o peão bateu o sino ou não, a produção é soberana e pode eliminar qualquer participante independente de solicitação do outro.

O Carelli deve estar arrancando os pelos do saco com pinça. Ainda não tinham resolvido o que fazer para preencher o buraco deixado pela expulsão da Loira Paranoica, imagina lidar com outra expulsão agora.

Pior: de uma pessoa que está na roça, uma roça que será definida hoje! Não há qualquer dúvida que é caso de expulsão, porém, expulsar a Paquita Joelma vai cagar o reality de um jeito tão fodido com anunciantes e cronograma, que eu não sei se eles vão ter culhão de fazer. Fora que vão ter que reestruturar todo o programa de hoje, aos 48 do segundo tempo.

Lá fui eu investigar, porque né, tamo aqui pra isso. Programa rolando, nada parecia estar acontecendo. Carelli certamente estava dormindo, ninguém deve ter coragem de acordar o diretor do programa para dar uma notícia dessas, né?

Então, a Record decidiu fazer o mesmo que fez com a Loira Paranoica: adiar a decisão para o dia seguinte, conforme comunicado no próprio site oficial do reality. E em uma legendinha sem vergonha que colocaram no meio do programa ao vivo.

Supondo que a Paquita Joelma seja expulsa, ela tem que devolver o dinheiro que recebeu para participar do reality e ainda paga uma multa e tem seu contrato com a Record rescindido. Complicado, a coisa vai ficar feia pra ela.

No jogo, se ela for expulsa, a roça será anulada e eles vão ter que tirar alguma coisa do cu para apresentar o programa de hoje, que, até então, seria todo baseado na eliminação. E depois vão ter que dar um jeito desta caralha durar duas semanas a mais do que duraria, por causa de dois participantes a menos. Anunciante não quer saber se alguém foi expulso ou não.

O jogo está em um estágio muito avançado para colocar novos participantes dentro, mesmo que seja um retorno dos eliminados. Seria extremamente injusto e medíocre. Quem entra não teria o fator estresse dos que estão lá há 70 dias, sem contar que entraria sabendo exatamente o que agrada e o que desagrada o público e a popularidade de cada um deles. Se fizerem isso, vai ser muito, muito, muito escroto.

Um participante a menos se resolve com uma roça falsa, mas DOIS a menos… Foda fazer duas roças falsas, parece “O menino que gritava lobo”. A produção do programa teria que arrumar uma solução muito criativa, que, por sinal, eu tenho, mas não vou contar, porque se a Record quiser, ela que me contrate para deixar esse reality e suas provas muito mais animados.

Se os roteiristas não têm criatividade, sugiro que clonem o Pilha duas vezes, nomeando os participantes de Pilha 1, Pilha 2 e Pilha 3, assim o número fecha com quantidade de roças que eles têm que apresentar. Fora que o programa vai ficar muito mais divertido com três Pilhas e pipipi pópópó.

Caso a Record não tenha recursos orçamentários para clonar o Pilha, bota Linão lá dentro. Linão, uma escopeta paraguaia e um agente da Polícia Federal. É diversão garantida para toda a família brasileira e, com sorte, eles fazem mais um filho. Ou bota Dona Sylvia, para lavar roupa suja da Família Pilha.  Chega, sem pagamento eu não sugiro mais nada. Se querem uma solução viável me contratem.

Se a Record conseguir, o melhor seria encurtar o programa: assim não vai precisar remendar o buraco de dois participantes a menos e esta bosta acaba logo, parando de espalhar esse chorume televisivo pelo país. Se isso não for possível, boa sorte aí para os roteiristas, só não me enfiem gente nova lá dentro que isso vai ser injusto.

Uma rápida observação: quando a Loira Paranoica foi expulsa, quem leu a expulsão foi a Paquita Joelma, e se divertiu bastante com isso. O mundo dá voltas, não é mesmo?

Assim que houver uma definição do caso voltamos com mais um plantão informando tudo. E se houver mais um plantão, o texto de hoje fica suspenso, pois ele é importante demais para ser ofuscado por este aterro sanitário todo.

Por hora, o Mion está mandando que votem normalmente para a roça de amanhã, mas eu te dou uma dica: não gasta o dedo votando não que o que a Paquita Joelma fez é indefensável quando pensamos em padrões comparativos.

Não, não estou falando da Duda, estou falando da Loira Paranóica, a queridinha do público. Não tem como sustentarem o que Paquita fez depois da expulsão dela, seria dois pesos e duas medidas e mexeria com um público bem barulhento.

Explico: mesmo sem a menor vontade de expulsar a moça, a produção não vai ter outra saída se não quiserem provocar um surto de fúria em quem acompanha o programa: as pessoas amavam a Loira Paranoica e  o programa optou por expulsá-la alegando o rigor da regra. Se não aplicarem a regra com o mesmo rigor, os fãs da LP (que não são poucos) vão dar uma puta dor de cabeça.

Uma hashtag pedindo a expulsão da Paquita estava nos trending topics mundiais ontem, ou seja, era o assunto mais comentado do mundo todo. Imagina que bacana o Trump abrindo o Twitter para ver o que tá pegando no mundo e lendo uma porra dessas… Depois o Brasil toma uma bomba de bobeira e vocês vão dizer que não teve motivo.

Não tem caô: foi agressão sim, Paquita Joelma expulsa hoje. Voltamos assim que houver alguma novidade.

Para dizer que está curioso pelo texto de hoje e pedir que eu anuncie a expulsão só amanhã, para dizer que tinha que expulsar todo mundo e incendiar o lugar ou ainda para dizer que só vai sobrar o Naps: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (19)

  • Sally, como vc consegue aguentar o tranco de não dormir mais que 4h. Alguma fórmula além da boa e velha alimentação/exercícios/meditação?

  • Sally, passei a noite hospitalizada e acabei caindo na Record ao zarpar. A Fazenda. Nossa, fiquei com muita pena de você por assistir o programa inteiro. Sei que é um ato voluntário, mas ainda assim quero te prestar minhas homenagens e minha solidariedade, porque aquilo é um tédio! !!!!! Hehehehehe

  • Essa mulher podia ter rendido mais. Dá pra ver que ela é temperamental, mas optou estrategicamente por ficar se escondendo e não se comprometer. Mas foi legal o dia que ela fez a seguinte pergunta retórica à panicat, depois de ser chamada de paquita aposentada: “Quem mostra o cu na televisão é o quê?”

    Nas outras temporadas que vi, quando chegava na reta final do programa eles sempre corriam com as eliminações, fazendo, por exemplo, duas por semana. Parece que no BBB acontece o mesmo. Acho que vão simplesmente deixar rolar, como se a Paquita tivesse apenas sido eliminada mesmo.

    • Não tem como deixar rolar, Anton. Eles tem um contrato com anunciantes para X tempo de duração e um numero de participantes fechado exato para essa quantidade de roças. Ou mudam as regras de eliminação, ou encurtam o programa.

      • O que eu tô pensando é que talvez seja de praxe acelerarem as eliminações na reta final. Nessa temporada, como houve expulsão e não optaram por substituir, bastaria seguir com uma eliminação por semana até a final pro programa fechar dentro do tempo acordado. Como a Paquita saria hoje mesmo, essa expulsão dela não influenciaria nada. Mas sei lá, é só um palpite.

        Na verdade parece que eles tão confusos. O diretor disse em um outro programa que haveria uma grande novidade em breve, ao mesmo tempo que circulavam boatos de repescagem. Mas nada aconteceu até agora, parece até que haviam desistido. E repescagem de fato seria extremamente injusto com quem ainda está lá.

  • “Imagina que bacana o Trump abrindo o Twitter para ver o que tá pegando no mundo e lendo uma porra dessas… Depois o Brasil toma uma bomba de bobeira e vocês vão dizer que não teve motivo.”
    Melhor parte do texto hahaha
    Se eu fosse de outro país torcia pra isso acontecer. Brasileiros nas redes sociais são insuportáveis. O mundo deve ter um ódio maior q o de Hitler pelos judeus rs.

  • Faço campanha para que a expressão “e pipipi pópópó” seja incorporada ao vocabulário da RID. E pipipi pópópó…

  • Regra é regra. Vale pra um, vale pra todos. E, se os produtores da Record fossem mesmo espertos, já teriam pensado nisso antes de acontecer – ainda que duas expulsões numa mesma edição da Fazenda parecesse de início uma possibilidade remota – e talvez deixando “em stand by” algum “plano de contenção” previamente preparado para contornar essa situação.

    • Eles deveriam ter um plano sim.

      Falando serio agora: basta fazer uma final “melhor de 3”, com tres roças com os finalistas.

Deixe uma resposta para Cloverfield Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: