Pilha na Fazenda: 51

O programa está morto? Está. Mas quando se tem o Jesus Cristo da audiência, o Deus da pauta, o Todo Poderoso da treta, pode ser uma casa só com ele que ainda assim acontecerá algo interessante. Quem tem Rafael Pilha tem pico de audiência todo santo dia.

Pilha e Humorista do Pânico já estão se lambendo novamente. Esse povo é estranho: se xinga, se esculacha, se humilha e depois se abraça como se nada. O Humorista do Pânico, por sinal, não cansa de reforçar o quanto ele gosta do Smeagle, apesar de ter sido chamado de ladrão ao vivo por ele. Não entendo por qual motivo a Loira Paranoica fica pedindo torcida para o Humorista do Pânico, que está de lambeção com quem causou sua expulsão.

Pilhão está se isolando cada vez mais. Disse que não vai ficar na sala com “aquelas pessoas nervosas que ficam dando risada de tudo feito loucos ansiosos”. Isso ai, Pilha! Saudável é ficar conversando com passarinhos de gesso e escutando o que eles dizem em resposta, desabafando com um Tucano e batendo um papo com a vaca.

Mostraram os detalhes da briga de ontem, do Pilha com o Humorista do Pânico. Depois da prova onde Smeagle foi direto para a final, HP ficou com uma clara cara de reprovação. Pilha chegou do nada e perguntou pro Humorista do Pânico por qual motivo ele estava com “cara de merda”, na intenção de dar um toque que ele não estava transparecendo uma postura legal. Não é de hoje que HP se comporta desta forma que, sabemos, é altamente reprovada pelo público, quando algo não sai como ele queria.

Aos olhos leigos, Humorista do Pânico não respondeu nada de mais, apenas disse “Eu tenho o direito de ficar com a cara que eu quiser”, “me deixa em paz” e outras coisas. Pronto, saraivada de berro, palavrão e baixaria de cueca. Pilha ficou parecendo um grosso, maluco e descontrolado, que de fato ele é, mas não por este e sim por outros motivos.

Eu, que sou Pilhóloga há muitas décadas, sei que a intenção dele foi boa: o público tende a eliminar quem tem postura derrotista, que remeta a desistência, fraqueza ou vitimismo. Por isso, cada vez que o Humorista do Pânico fraqueja e começa a ficar com essa postura, Pilhão vai lá e aconselha de boa. Só que já se passaram três meses do Pilha falando de boa que não é para ele ter esta caralha desta postura pois assim ele se prejudica. Uma hora a paciência acaba, não é mesmo?

A paciência pilhar se esgotou, e com razão. Desta vez ambos estão na roça, tanto o Pilha como o HP. Ainda assim, mesmo sabendo era seu concorrente, Pilha foi lá chamar a atenção para a postura infeliz que estava prejudicando a imagem do Humorista do Pânico. Quando HP fez corpo mole para o toque do Pilha e ainda usou isso para se vitimizar e deixar o Pilha como escroto over-crítico, Pilhão se emputeceu. Mas teve todo um contexto que uma mente não atenta pode não perceber.

Da forma como ele respondeu ao toque do Pilha ele fez parecer que o Pilha é um escroto que não respeita a opinião e os sentimentos alheios, que de fato é, mas por outros motivos que não esse. Ou seja, não apenas ignorou um conselho que vem sendo dado à exaustão pelo único ali que tem cérebro, percepção do público e estratégia, como ainda fez o amigo que estava tentando protege-lo ficar mal com o público. Na boa? Nem o próprio Humorista do Pânico percebeu a dimensão do que ele fez, de tão focado na sua putez que estava.

Depois de levar o esporro da sua vida e aprender uns 17 palavrões novos, o Humorista do Pânico foi reclamar do Pilha para o João Snow, valorizou o ocorrido, disse que de todas as coisas que aconteceram na Fazenda essa foi a que mais o magoou. Vitimismo é mesmo uma doença, por mais que o Pilha tente fazer uma contenção deste hábito detestável, está enraizado na pessoa.

O pior é que nem vítima ele é. Parece que ele esquece o tanto que já falou mal do Pilha nas costas dele, todas as cagadas que fez que o Pilha teve que limpar, todas as vezes que ele estava seriamente encrencado e o Pilha comprou briga para salvá-lo. É foda de cansativo estar constantemente tentando ajudar uma pessoa que não colabora. Também é feio ser desleal ao outro e ficar posando de vítima.

No dia seguinte a essa briga, Pilha foi falar com o HP como se nada: “O que aconteceu que você está com essa cara?”. HP explicou que estava puto pelas coisas que o Pilha tinha berrado no dia anterior. Pilha disse a ele que faz essas coisas para o bem dele e que está preocupado com ele e sua permanência no programa.

HP disse que estava com cara de bunda na véspera pois achou errado que Smeagele vá para a final sem passar por uma roça e começou a criticar a produção do programa, o que, também sabemos, é um erro muito, muito grave.

Imediatamente Pilha, esperto e macaco velho, cortou o Humorista do Pânico dizendo que ele não estava dando mole apenas com “os caras” (os participantes) insinuando o tiro no pé que é criticar a produção do programa. Como HP não parecia entender, ele começou a desconversar, falar outras coisas, e até deu um beijo nele meio que para calar a sua boca.

Mais uma vez Pilha carregando HP nas costas, atento aos tiros no pé que ele dá, salvando o amigo. Salva com 200 palavrões ditos na velocidade da luz, extremamente agressivos e ofensivos? Sim. Mas esse sempre foi o Pilha e ele nunca escondeu quem ele era, supõe-se que quem seja seu amigo aceite seu jeito de ser.

Pilha tem aquele afeto hard, aquela didática meio rude, características típicas de quem teve uma vida difícil e aprendeu na marra as coisas. Não acho justo exigir verniz social e refinamento de um ser humano que, entre outras coisas, dormiu debaixo de viaduto, levou eletrochoque em manicômio, ficou meses amarrado a uma cama, tentou suicídio, abusou de drogas por mais de uma década, trabalhou pro Gugu Liberato e foi criado por Dona Sylvia, sempre com o celular ligado.

Essas coisas deixam marcas na vida de uma pessoa. Pilha é a melhor versão que ele consegue ser, então, vamos parar de achar que delicadeza e amabilidade são tudo nessa vida? Na essência, o Pilha tem boas intenções. Passa por cima da pessoa com um trator? Às vezes. Xinga até a milésima geração da pessoa? Provavelmente. Mas na essência, ele tem um bom coração.

Ao que tudo indica, a briga dos dois é coisa do passado e provavelmente não causou muitos danos à imagem do Pilha. Porém, como sabemos, esta é uma roça atípica, com um período de votação muito longo: quase cinco dias, quando o normal é apenas um. Considerando que uma mesma pessoa pode votar quantas vezes quiser, é provável que vença não quem for mais popular e sim aquele que tenha a torcida mais fanática e insistente.

Já votou para o Pilha ficar? Votar no Pilha é dar um recado claro pelo fim do lacre, pelo fim da Nutella, pela volta do modo raiz: fazer o Pilha ganhar A Fazenda vai muito além de um reality, vai representar o marco de uma mudança de pêndulo.

Vote: http://afazenda.r7.com/a-fazenda-10

Para dizer que nem fodendo você perde tempo da sua vida nisso, para dizer que tem bastante pena da forma como a pequena Laurinha deve ser repreendida em casa ou ainda para perguntar quando acaba essa merda: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (5)

  • “Pilha tem aquele afeto hard, aquela didática meio rude, características típicas de quem teve uma vida difícil e aprendeu na marra as coisas. Não acho justo exigir verniz social e refinamento de um ser humano que, entre outras coisas, dormiu debaixo de viaduto, levou eletrochoque em manicômio, ficou meses amarrado a uma cama, tentou suicídio, abusou de drogas por mais de uma década, trabalhou pro Gugu Liberato e foi criado por Dona Sylvia, sempre com o celular ligado”.

    De tudo de ruim que o Pilha já passou na vida, acho que o pior mesmo foi ter trabalhado pro Gugu e ter sido criado pela Dona Sylvia…

  • Então, Sally, após esse convívio meio que diário com Pilha, mudou algo em sua percepção dele?
    Quais foram os 5 melhores momentos de Pilha até aqui?

        • Nunca foi o homem dos meus sonhos, eu estragaria o Pilha querendo que ele se porte dentro da lei… Linão é muito melhor para ele, não tem melhor mulher do que aquela que dá uma escopeta para Pilha!

          Na Fazenda os melhores momentos dele são sempre os comentários: em poucas palavras ele joga verdades, detona os outros e mostra sua total desconexão com a realidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: