Data Limite.

Há 50 anos atrás, o ser humano pisou na lua pela primeira vez. Neil Armstrong, a bordo do Apollo 11, desembarcou em solo lunar em 20 de julho de 1969, tonando este dia um marco histórico. A data virou não apenas um marco em termos de avanços tecnológicos, como também gerou muitas especulações metafísicas. A mais famosa delas, acaba de ter seu prazo expirado no último sábado. Desfavor Explica: Data Limite.

Quando o homem pisou na lua, uma série de profecias/previsões surgiram derivadas deste evento. Uma delas ficou especialmente famosa, vinda de diversos… “sensitivos” diferentes. Para nós, brasileiros, ela chegou através de Chico Xavier, que a chamou de “Data Limite”. Em essência, todas dizem mais ou menos a mesma coisa, só muda a alegoria utilizada para apresentar a premissa básica. Por ser a mais conhecida, vamos utilizar a de Chico Xavier neste texto.

Segundo as previsões, que foram “canalizadas” por médiuns de diversas partes do mundo, o ser humano havia rompido uma barreira que supostamente ainda não estava pronto para romper e por isso precisaria amadurecer rápido, caso contrário seria destruído, para o bem do universo.

Explicando de forma muito tosca, o ser humano seria uma espécie de primo retardado no universo: um macaco pelado sem qualquer bom-senso ou noção das coisas. Por isso estaria confinado em um planeta sem a menor possibilidade de sair dele, escravo de oxigênio e água, recursos que não abundam no nosso entorno galáctico. Isso foi pensado para evitar que ele entre em contato com todo o resto enquanto não adquira consciência para se portar com um mínimo de consideração e educação.

Porém, para surpresa de todos, o humaninho tosco conseguiu, aos trancos e barracos, sair do seu planetinha. Isso gerou preocupação na alta cúpula planetária, o que quer que isso seja. Estas… “entidades” (não sei como chamar) se reuniram e acharam melhor dar cabo do ser humano, pois era um perigo ele solto pelo universo com tão pouca consciência.

Alguns membros que botavam fé na gente interviram e propuseram uma solução meio termo. Na alegoria de Chico Xavier foram criaturas de “consciência crística”, ou seja almas que encarnaram neste planeta com a missão de trazer informações para elevar a consciência das pessoas (Jesus Cristo, Buda, etc). O importante para a história é que gente de peso pediu um Plano B e acabaram convencendo o resto.

Mesmo quem defendia o ser humano sabia que essas criaturas toscas vagando pelo universo poderiam causar grandes estragos. É como se um babuíno que atira fezes tivesse conseguido a chave para sair sua jaula: se quer sair da sua gaiola, tem que ter modos, caso contrário, será sacrificado. Por isso, se estabeleceu uma moratória, um prazo de 50 anos para que o ser humano se aquiete e tenha um mínimo de civilidade, resolvendo seus problemas sem o uso de armas nucleares. Se ele conseguisse isso, a aniquilação completa da espécie poderia ser revista.

A preocupação era enorme por um bom motivo. Segundo aqueles que acreditam na existência de vida inteligente em outras partes do universo ou em outras dimensões, como prefiram, a única cagada que o ser humano pode fazer que comprometeria outras formas de vida seria o mau uso da energia nuclear. Eles explicam de forma complexa e técnica demais os motivos, mas, simplificando bem grosseiramente, uma guerra nuclear danificaria não apenas o nosso planeta, mas também uma espécie de “malha universal” que recobre a todos, algo bem próximo do emaranhamento quântico que a física quântica detectou na Terra (um dia escrevo sobre isso, por hora, procurem no Google).

Por isso, se o ser humano continuasse a usar energia nuclear para atacar o coleguinha, ele precisaria ser exterminado, uma vez que seria um macaco com uma navalha na mão que fugiu da jaula e poderia causar dano a tudo e todos. Para isso, foi criado um sistema de segurança que poderia ser “ativado” caso o humano se provasse realmente um babaca involuído que resolve as coisas às custas do bem-estar do universo.

Se houvesse uma guerra nuclear, uma destruição em massa e em efeito cascata estava prevista: além das mortes em decorrência da guerra, muitas outras viriam em uma sequência de desastres naturais, fome e doenças. A vida humana seria praticamente extinta, deixando apenas uns poucos exemplares que fossem totalmente incapazes de qualquer dano ao universo. Seria um reset, um recomeço da raça no planeta, já que o tempo que passou aqui não foi suficiente para que aprendam a se portar como gente. Teriam que passar por tudo novamente, para ver se assim aprendiam.

Porém, se o ser humano provasse que aprendeu a resolver as coisas de outro jeito, chegando até 20 de julho de 2019 sem ter iniciado uma guerra com armas nucleares, ele seria merecedor da confiança universal e considerado apto para evoluir de nível. Ele seria “promovido” a um novo patamar na escala universal. Este bônus por nos comportarmos bem incluí uma série de previsões que melhorariam a vida no planeta daqueles que tivessem um grau de consciência mínimo para suportar e se adequar a esta nova realidade.

“Mas Sally, vocês sempre desacreditam dessas profecias, por qual motivo você está falando sobre o assunto?”. Pelo mesmo motivo que falamos do “Fim do mundo de 2012” e de tantas outras: trazer à luz é a melhor forma de que cada um de nós faça seu juízo de valor pessoal sobre o assunto. Esclarecer o que foi dito, para que depois não seja deturpado de forma a parecer que foi uma previsão acertada é a nossa garantia para ter uma visão realmente imparcial sobre o que foi previsto. E é isso que vamos fazer neste texto.

Chegamos à Data Limite sem infringir a regra que supostamente nos foi imposta, portanto, em tese, a humanidade tem o direito a receber aquilo que foi prometido.

O ano de 2019 ainda será um ano de expurgo, de limpeza, onde tudo que existe de podre deve sair em uma grande diarreia de eventos bizarros, para que em 2020 comece o primeiro passo de um salto evolutivo em decorrência do nosso bom comportamento. É aí que começamos a colher os frutos. Segue a lista de benefícios pelo cumprimento contratual. Indifere se você acredita ou não que vão acontecer, se for verdade, vai acontecer mesmo com você desacreditando, se for mentira, não vai acontecer mesmo com você acreditando. Este texto fala desde a neutralidade, vamos apenas expor o que foi prometido.

São esperadas evoluções rápidas (estamos falando de anos, no máximo uma ou duas décadas) tanto no plano material como no espiritual. Muitas descobertas científicas e uma maior/melhor utilização do cérebro humano. Passaremos a ter maior e melhor capacidade física e mental e com isso impulsionaremos uma melhora social significativa.

No plano mental, o ser humano se elevará, passando a ter uma visão mais amorosa e consciente. Isso fará com que novos potenciais se ativem, sendo o primeiro deles a comunicação telepática, sobretudo com as pessoas com as quais temos mais afinidade. Não necessariamente será uma telepatia de você escutar a voz da outra pessoa dizendo “Traga pão quando sair do trabalho, acabou o pão”. Inicialmente seria algo mais sutil, como experimentar a sensação que a outra pessoa está experimentando ou repentinamente pensar nela dela quando ela estiver precisando de você.

Em um primeiro momento, por ser muito novo, será desacreditado, mas chegará um ponto onde as pessoas constatarão que está acontecendo com frequência demais para ser coincidência. Não vai acontecer em massa, vai acontecer para cada um em um tempo, dependendo do grau de consciência que a pessoa tenha. E, quanto mais trabalhar para expandir essa consciência, melhor ficará essa comunicação.

Estão previstos desastres naturais, mas não devem ser interpretados como algo ruim. É que, em tese, o Planeta Terra, que até então era um lugar de aprendizado/sofrimento para que as pessoas aprendam algumas lições e amadureçam, passa a ser um planeta de regeneração, ou seja, um planeta com gente fina, elegante e sincera, para onde mandam quem precisa de cuidados ou de um ombro amigo. Assim, quem não estiver nessa vibe de compaixão, de disponibilidade para ajudar, de união, vai ser removido daqui por esses eventos.

Segundo previsões, com esse novo mindset que vai se instaurar, a raça humana alcançará soluções para todos os problemas de ordem social, como a solução para a pobreza e a fome que serão extintas. Não compreendo muito bem como isso vai começar, mas é como se fosse dado um start com ajuda “superior” (de outros planos, de outros planetas, de outras dimensões ou sei lá como classificar), que vai inundar a Terra com uma nova frequência vibratória, que nos tornará mais propensos e mais voltados para a solução destes problemas.

A ideia de pensar na coletividade, de pensar de forma cooperativa surgirá aos poucos, vai entrando nas mentes humanas de forma gentil. Um dia no roteiro de um filme que a pessoa assistiu, outro na forma de um sonho, e assim, aos poucos, a consciência vai mudando. Gradualmente deixaremos de funcionar no modo egoísta e passaremos a funcionar em um modo cooperativo.

Também estão previstas descobertas para cura de todas as doenças do corpo físico através da manipulação genética, que será o carro-chefe de todos os avanços da medicina (lembrando que isso foi previsto na década de 60, quando quase não se falava em manipulação genética).

Não quer dizer que no planeta mais ninguém ficará doente, quer dizer que as pessoas que ficam terão uma função muito importante de acolher e ajudar a expandir a consciência daqueles que vierem para cá, portanto, não terão mais doenças mortais, pois serão instrumentos importantes de ajuda para terceiros. Uma gripe ou uma alergia podem continuar acontecendo, mas doenças mortais, epidemias fatais, tudo isso vai acabar. Não como num passe de mágica e sim pelas mãos dos próprios humanos.

Essa mudança/expansão de consciência abrirá portas para essas descobertas. Esse novo olhar, essa nova forma cooperativa de funcionar permitirá gradualmente que essas soluções apareçam. Por mais que novas doenças surjam, quem ficar continuará saudável sem maiores sofrimentos, apto a desempenhar seu papel no planeta.

Ainda segundo as previsões, o ser humano terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada. Cairão as barreiras de distância que nos separam, todos estaremos conectados, não existirá mais limite físico que nos impeça de interagir e ter acesso a informação. Bem, isso me parece que já está acontecendo através da internet, apesar de que o ser humano ainda faz um uso precário da ferramenta. Supõe-se que finalmente a internet seja utilizada de uma forma inteligente.

Diante desta prova de maturidade como espécie, finalmente seres de outros planetas nos visitarão e se tornarão visíveis para nós voluntariamente. Estes seres receberão permissão para nos visitar, se apresentarem e colaborarem conosco oferecendo tecnologias novas que nós nem sonhamos em ter no nosso atual estágio de desenvolvimento. Ocorrerão parcerias fraternas de cooperação, como se fossem pais amorosos ensinando coisas a seus filhos.

“Mas Sally, existe algum embasamento científico para isso?”. Não. É apenas uma previsão, que se tornou famosa por ser feita por diversos sensitivos de diversas partes do mundo, que não tinham contato uns com os outros. Até aqui, só há uma mudança cientificamente comprovada que talvez, eu disse talvez, possa ser vista como indício de que algo está mudando.

As previsões afirmam que tudo isso vai acontecer porque a frequência vibracional do planeta vai mudar, vai se elevar. E é aí que entram os dados.

Existe uma coisa chamada Ressonância Schumann, que, simplificando absurdamente, seria o campo eletromagnético que cerca a Terra (vai do solo até 100km acima das nossas cabeças). Esse campo não é uma novidade, foi detectado por gente de peso, como Nikola Tesla, mas só foi realmente comprovada pelo físico alemão Winfried Otto Schumann. Tudo isso é para dizer que a Terra tem sua frequência vibracional própria, na qual ela “pulsa”, a ponto de ser chamado por alguns cientistas como “o batimento cardíaco do planeta”. Durante séculos a frequência se manteve estável: 7,83Hz.

De uns tempos para cá, esse número vem aumentando sem qualquer explicação. Já chegamos a picos que ultrapassam os 100Hz e isso afeta o planeta e todos os seres que habitam nesse planeta, que sempre tiveram frequência de 7,83Hz (alinhada com a do planeta). Muitas pessoas relatam sentir sintomas físicos quando a Ressonância Schumann tem esses picos, coisas como sede excessiva, dores fortes de cabeça, fadiga e outros.

E é aí que está o link: temos uma informação concreta de mudança da frequência do planeta e de pessoas sendo afetadas por isso. Tudo que está na Terra tem que estar alinhado frequencialmente com o planeta, ou seja, cada planta, cada animal, tem que vibrar em 7,83Hz se quiser viver de boa por aqui. Se a frequência da Terra se elevar, é altamente recomendável que a sua frequência se eleve também – existem muitas formas de se trabalhar isso.

Há quem diga que esse aumento na frequência da Terra seja uma manifestação física dessa nova humanidade que estaria vindo, pois quando você se eleva mentalmente, a frequência vibratória do seu corpo muda. E só vai ficar por aqui quem puder acompanhar esse aumento da frequência do planeta.

Se a frequência da Terra vai aumentar muito e vai se estabilizar em um número muito alto, cabe a nós, seres humanos, trabalhar a mente e elevar nossa frequência também, caso contrário não conseguiremos mais continuar vivos neste planeta. Seria como se plugassem um eletrodoméstico 110v em uma tomada 220v, simplesmente não se sustenta e para de funcionar. Porém, isto é um raciocínio em tese, de forma alguma é possível dizer que se trata de uma prova cabal de nada.

Então, a Data Limite não quer dizer nem o começo de uma Nova Era, nem o Fim do Mundo, como andam dizendo na imprensa. Quer dizer ambos, caberia a você decidir de qual lado quer estar.

Tudo depende do quanto você está disposto a investir e trabalhar a sua mente para expandir sua frequência e elevar sua vibração, não no sentido de “good vibes” mas no sentido de grandeza física, mensurado em Hertz.

Mas calma, nada de horroroso vai acontecer com quem não se adaptar a essa “Nova Era”. Quem não se elevar a essa nova frequência (e sim, é uma escolha fazê-lo) apenas não vai ficar mais aqui e, segundo dizem, irá para outro lugar mais compatível com sua frequência vibracional, mas sem castigo, sem punição, sem ressentimentos. Não é uma demissão, seria apenas uma transferência para outro setor.

Há quem diga que nem da Terra a pessoa sai, ela apenas permanece na terceira dimensão, enquanto quem se eleva irá para a quinta dimensão (sim, pularemos a quarta). Todos coexistirão, só que nem sempre seremos perceptíveis uns para os outros quando estivermos em dimensões diferentes.

Para os que ficam, o planeta se tornará mais “leve”. Menos mortes, menos sofrimento, menos necessidades materiais (desde necessidades alimentares, até necessidade de bens de consumo). A visão humana será totalmente voltada para o bem-estar coletivo e os que ficam ajudarão os que vem a entender e evoluir em alguns aspectos. Assim, a Data Limite será uma espécie de peneira para preparar o planeta para

O processo estará totalmente concluído, no máximo em 2057. Porém se esperam avanços surpreendentes e significativos já para os próximos 5 anos. O contato com alienígenas deve acontecer no máximo em 10 anos. Por óbvio, não deve ocorrer nenhuma guerra nuclear no planeta, nem agora, nem nunca, e os outros conflitos irão reduzindo lentamente até desaparecer.

Salvo essa grande faxina das pessoas que não estão aptas a viver nessa nova frequência vibracional, as coisas tendem a melhorar, dando um salto qualitativo grande nos próximos 5 anos e evoluindo de forma mais lenta e gradual dali pra frente.

Está tudo aqui, cartas na mesa. Pegue seu bloquinho e anote. Não precisamos discutir se isso é verdade ou mentira, não é essa a intenção do texto. Precisamos apenas manter isso vivo na memória o que foi dito, e o tempo vai se encarregar de dar a resposta.

Para dizer que não vai sobrar ninguém do Brasil, para dizer que prefere ficar na terceira dimensão enchendo a cara de cachaça e desfrutando de prazeres mundanos ou ainda para mandar o Somir fiscalizar melhor os temas escolhidos: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Desfavores relacionados:

Etiquetas: ,

Comentários (20)

  • Avatar

    Thaisa Pedrosa Fredo

    Sally, fiquei curiosa sobre esse assunto da frequência da Terra e a influência no nosso organismo. Poderia me indicar alguns artigos? Pesquisei no google e só achei sites daquele povo místico new age.

    • Não faça isso… Não leia nada místico nem de coach. A Wikipedia fala por alto do que é a Ressonância Schumann, fora isso, só artigos em inglês.

  • Pra mim o mais improvável dessa teoria é o ser humano deixando de ser filho da puta, se isso for verdade menos de 1% vai para a quinta dimensão.

  • Se vc aumenta a frequência vibracional, a tendência seria esquentar, não? As proteínas se alteram a 70º C. O homem evoluído viraria rosbife? Físicos, por favor, me ajudem com essa dúvida.

  • Somir … fiscaliza mais os temas escolhidos rs Bem , é melhor do q acabar com a humanidade com chuva. A história é mais criativa e poderia ser história da Marvel.
    Minha tese é q o arrebatamento já aconteceu e perdemos o bonde.

      • Essas previsões parecem aquelas de cigana de feirinha…impossível não acertar, sempre com válvula de escape. Previsão de verdade tem que ter margem de erro e p estatístico. Aí pode até errar por que faz parte do meu clubinho de ciências HAHAHA

  • Isso tudo faz muito sentido, por isso se cogita o projeto de Renda Básica Universal, pra que todas as pessoas recebam uma renda que permita vuver dignamente. De nada adiantariam os avanços, se as pessoas não pudessem ter e no futuro não terá mais empregos, os robôs farão tudo.

  • Só que a previsão dele começou a ocorrer bem antes do dia 20. Vem aí o 5G, a 4 revolução industrial, as inteligências artificiais e por aí vai… E sem chance de ter 3 guerra, ninguém é tão doente pra botar essa evolução toda a perder!

    • Eu sinceramente não me atrevo mais a dizer o que é verdade e o que é mentira. Apenas observo. O tempo vai responder.

Deixe uma resposta para Fernando Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: