Retrospectiva bizarra: Setembro 2019

Setembro chegou ao fim, mas deixou alguns eventos fascinantes que merecem ser registrados para a posteridade. Coisas estranhas continuam acontecendo pelo mundo todo, geralmente envolvendo o grau de estupidez que o ser humano consegue alcançar. Vamos relembrar alguns dos eventos mais incomuns e curiosos do mês passado?

Na categoria “Deu Merda no Hospital” temos um expoente máximo daquela atitude masculina “nem doeu”. Sabemos que homens são avessos a médicos e hospitais, mas este caso merece destaque: um homem foi atropelado por um trem e levado a contragosto para o hospital. Chegando lá, ele cismou que estava bem e queria ir embora. Não foi liberado, pois estava machucado e precisava de cuidados. Ele tentou sair à força, então foi amarrado na maca.

Mas, brasileiro não desiste nunca: o homem fugiu do hospital andando, com a maca amarrada no corpo. Parecia um pinguim estropiado, caminhando com passos curtinhos e uma maca nas costas, Transeuntes fotografaram a cena.

Mas não é só no Brasil que ocorrem bizarrices hospitalares. Um enfermeiro que trabalhava em um hospital no país de Gales achou que seria apropriado usar a vagina de uma paciente como se fosse a boca de um boneco de ventríloquo. Segundo o relato de outros colegas, ele manipulou com as mãos a vagina da paciente, de forma a que ela abra e feche, como se estivesse falando e fez vozes sincronizadas com o ato: “Olá, eu sou a Fulana!”. Processado, o enfermeiro disse em audiência que estava apenas entediado e que a brincadeira não tinha conotação sexual por ele ser gay.

Em um hospital de São Paulo, um fã do seriado médico Grey´s Anatomy achou que havia adquirido conhecimento o bastante, resolveu vestir um jaleco e sair tratando pacientes. Demorou bastante até que alguém se desse conta de que ele não apenas não trabalhava ali, como também não era um médico. Deu tempo inclusive dele dar alta a dois pacientes, que foram embora e tiveram que ser contactados para informar que receberam alta de um médico falso. Quando finalmente foi descoberto, o cidadão justificou sua atitude dizendo que estava tomado por forte emoção devido à estreia da nova temporada da série no Netflix.

No mundo dos esportes tivemos a estreia do primeiro time de futebol de terraplanistas. Curioso, será que eles jogam com uma bola plana? O técnico de um time italiano fez a seguinte crítica construtiva a um jogador brasileiro: “Precisa aprender a ser um pouco menos brasileiro”. Todos nós, todos nós. Um menino fumando foi filmado em um estádio, no intervalo de um jogo e causou comoções em redes sociais e campanhas pedindo punição para seus pais, para que, no final, se descubra que o “menino” tinha 36 anos de idade.

A torcida francesa estendeu uma faixa (escrita em português) durante um jogo do PSG com os dizeres: “Neymar venda seu filho na Vila Mimosa”. Na Colômbia torcedores ficaram tão putos que resolveram jogar seringas cheias de sangue contaminado no campo para que os jogadores fiquem doentes. No final das contas se descobriu que o sangue era falso, mas, ainda assim, quem tomou uma dessas na cabeça deve ter passado por um mau momento.

A judoca brasileira Rafaela Silva foi flagrada no doping e perdeu sua medalha de ouro, mas pior do que isso foi a desculpa que ela deu para estar com substâncias ilícitas no corpo. A atleta alegou que deixa que crianças que a abordam na rua chupem seu nariz, portanto, esta substância poderia ter vindo da saliva de crianças. Super comum crianças usarem hormônios e estimulantes, não é mesmo?

Na categoria “Apenas parem”, vimos nascer bizarrices como o “strogonhoque”, diretamente de Minas Gerais para o mundo, ofendendo a Rússia e a Itália. Uma mulher vegana processou seus vizinhos na Austrália. O motivo? Os vizinhos estavam fazendo churrasco e ela considera cruel comer carne. A moça alegou que o cheiro dos “animais queimados” a entristecia e, obviamente, perdeu a causa. A indústria pornô lançou uma nova categoria: o pornô ecológico, com roteiros e cenas que abraçam a causa ambiental. O movimento anti-vacina chegou aos animais de estimação.

Concorrendo ao prêmio de “Idiota do Ano”, temos a gênia que estava cobrando direitos trabalhistas em um processo judicial no qual pediu gratuidade de justiça (não pagamento de taxas e outras despesas) mas postou em suas redes sociais fotos de diversas viagens internacionais. Resultado: a juíza do caso viu e negou o pedido de gratuidade, dizendo que se a moça tinha dinheiro para fazer várias viagens internacionais durante o ano, tinha dinheiro para pagar custas processuais. No Canadá, um homem foi até um parque, ficou andando à procura por ursos e quando encontrou um, tentou lutar com o animal. Foi retirado do local à força e multado.

Um preso fugiu de uma cela superlotada no Paraná mas, ao chegar em casa, a mãe lhe deu um esporro e mandou ele voltar para a cadeia. Pediu um Uber e despachou o filho de volta pro presídio, onde ele se encontra até hoje. Um carcereiro contou que ele chegou de cabeça baixa sussurrando “minha mãe me mandou voltar”. Nas Filipinas, uma mulher americana tentou embarcar em um voo com um bebê de apenas seis dias, que alegava ser seu sobrinho, dentro de uma pochete. Em Israel uma mulher achou que wasabi era abacate, comeu uma grande quantidade da pimenta e foi parar no pronto-socorro com problemas cardíacos.

Na categoria “Ativistão”, deixamos nosso parabéns a Felipe Neto que, após ficar uma semana sem comer carne, decidiu que era vegano e rompeu o contrato que tinha com a rede de lanchonetes Subway, gerando para si mesmo um prejuízo de quase 500 mil reais e, não contente ainda prejudicou mais gente: resolveu fechar sua rede de lojas que vendiam coxinhas, deixando centenas de pessoas desempregadas. Já vi pessoas intensas que em uma semana dizem que amam, mas que dispensam patrocinadores e promovem desemprego é a primeira vez.

No Marrocos, uma lunática histérica resolveu implicar com um vendedor de galinhas em uma feira. Aos berros e chamando ele de analfabeto para baixo, ela ordenava que o homem solte as galinhas. Quando o comerciante disse que iria continuar vendendo os animais, a mulher tentou abrir a gaiola à força. O comerciante segurou a gaiola, impedindo que ela seja aberta e a mulher simplesmente ficou de quatro e mordeu a mão do infeliz. Depois querem ser levados a sério.

Os políticos brasileiros nunca decepcionam e forneceram material de qualidade para esta coluna. A Prefeita de uma cidade do interior achou bacana chegar a um evento da cidade montada em uma mula… só esqueceu de combinar isso com a mula. Em sua entrada triunfal no lombo do animal, soltaram fogos, a mula se assustou e derrubou a mulher, que bateu com a cabeça e teve ferimentos graves. Está hospitalizada até hoje. Um Deputado Federal pelo Sergipe disse que gastou todo o dinheiro do fundo partidário com bebidas e agora faz uma vaquinha online para que os eleitores o ajudem a pagar esta dívida.

Na categoria “This is Bahia”, vimos uma baleia encalhar em uma praia baiana e morrer. Com a eficiência que lhes é peculiar, a carcaça não foi removida do local e, quatro dias depois, tinha gente fazendo churrasco com a carne de um animal selvagem que morreu de causas desconhecidas e passou quase uma semana ao sol. Tudo bem, o maior perigo seria uma baleia comer um baiano, não um baiano comer uma baleia.

Na categoria “This is Rio”, a polícia finalmente descobriu onde se localiza a sede de uma rádio pirata que afetava a comunicação dos voos no aeroporto da cidade. Isso mesmo, uma rádio pirata colocava a segurança dos voos. Em um gesto de inclusão criminosa, um homem sem as duas mãos foi preso por roubo. A temperatura passou dos 40° no inverno.

Traficantes de uma das maiores favela do Rio mostraram toda sua consciência social: espalharam faixas ameaçando moradores que joguem lixo no chão. As punições variam desde tiro na mão até morte, ecologia hard. Uma mulher que deu entrevistas reclamando da violência no Rio foi presa roubando um carro 15 dias depois.

Na categoria “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, descobriram que os corvos urbanos estão com colesterol alto, graças aos restos de comida de humanos que estão ingerindo, a maioria fast food. Cientistas decidiram pintar a unha de morcegos para monitorar espécies em extinção. Você deve estar se perguntando por qual motivo não colocaram chips e rastrearam os animais… bem, eram cientistas cubanos, teve que ser na base da manicure mesmo. Neurocientistas alemães ensinaram ratos a brincar de esconde-esconde e afirmam que após analisar o cérebro dos animais é possível afirmar que eles gostam da brincadeira.

Na Universidade Federal de Goiás, um cachorro invadiu o laboratório de anatomia e roubou um osso que os alunos estavam usando para estudar. O cão correu para o pátio e se recusou a devolver o osso. O evento foi filmado e o vídeo é bem engraçado. Na Austrália, um idoso passeava de bicicleta quando começou a sofrer investidas agressivas de um pássaro chamado Magpie Australiano. Ele tentou desviar, mas acabou morrendo. Nos EUA, uma mulher ficou presa debaixo de um dromedário chamado Caspar e teve que morder seus testículos para conseguir sair. Morsas em fúria atacaram e afundaram um barco russo que realizava expedições no ártico.

Na categoria “Pior Saída do Armário de Todos os Tempos”, o criador de um dos maiores programas de “cura gay” se assumiu gay. Enquanto isso, no Brasil, Reynaldo Gianecchini disse que se relaciona e faz sexo com outros homens, mas não é gay. Então tá, eu que sou. Um site de lutadores convoca homens para um evento curioso: “machos que se desafiam para um corpo a corpo erótico”. Mas tem que ser macho

Na categoria “A Humanidade Faliu” temos estabelecimentos na Califórnia oferecendo sessões pagas de abraços e cafunés, para pessoas solitárias que sintam falta de carinho. Na Rússia, um laboratório onde estavam armazenados vírus e bactérias não muito amistosos, como ebola e varíola, explodiu, destruindo tudo e jogando estes simpáticos “bichinhos” pelos ares. Na Tanzânia um rapaz fez uma surpresa para sua namorada: um pedido de casamento debaixo d’água. Infelizmente ele calculou mal a duração do evento e acabou morrendo afogado durante o pedido.

Durante um voo, uma passageira tentou abrir a porta de emergência por se sentir sufocada. Nos EUA dois homens estavam brigando por um carrinho de mão encontrado no lixo, quando um se emputeceu, pegou uma espada samurai e foi fatiar o rival. Na argentina, um casal foi acusado de abandonar sua filha de seis anos, ocorre que depois se descobriu que a criança era, na verdade, uma anã adulta que estava tentando matá-los.

Nos vemos em novembro!

Para dizer que estas notícias te fazem sentir normal e bem-sucedido, para dizer que é um milagre que o ser humano não esteja extinto ou ainda para dizer que resta sentir vergonha alheia: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (25)

  • “Na Austrália, um idoso passeava de bicicleta quando começou a sofrer investidas agressivas de um pássaro chamado Magpie Australiano. Ele tentou desviar, mas acabou morrendo.”

    Morreu porque tentou desviar do pássaro?

  • Esse do casal argentino que abandonou a filha adotiva – que na verdade era uma anã adulta assassina – é a continuação do filme A órfã

  • “Enquanto isso, no Brasil, Reynaldo Gianecchini disse que se relaciona e faz sexo com outros homens, mas não é gay.

    A única pessoa que não sabia que o Gianecchini é gay era ele próprio. Chegou uns 20 anos atrasado pra contar essa “””novidade”””.

    • Avatar

      Calunista Social

      Ele jogou essa de ser bi porque em livro e entrevista havia declarado não ser gay. Foi tb pra manter a farsa do namoro com a sogra.

      “Pintos Shopping: tudo o que você gosta, no lugar onde sempre quis”!

      • Na verdade ele só está fazendo tudo isso para se livrar de um problema: a pessoa com a qual ele está se relacionando atualmente exigiu que ele o assuma, pois não quer mais ficar se escondendo. Esse foi o primeiro passo, conforme a emissora para a qual ele trabalha o orientou a fazer (de modo a que impacte o menos possível sua carreira). O próximo passo é assumir o relacionamento…

        • Chega a ser contraditório que a Globo, a “lacradora”, queira manter os ~galãs~ dela no armário. 99% dos comentários que eu vi sobre essa “””revelação””” do Gianecchini era de gente dizendo que “já sabia faz tempo”.

    • Há muito tempo eu ouvi um comentário “nos bastidores” (do hospital sirio libanês no caso!) de que ele é portador de HIV e que teria pego por uma relação escondida com outro cara… Vai saber se é verdade ou não, mas… O fato é: da homossexualidade dele, ninguém duvida faz tempo.

  • detalhe: a surtada das galinhas era uma turista britânica (europeu, especialmente mulher, tem esse fetiche em turistar em shitholes), devia achar que a carne aparece magicamente numa caixinha no setor de açougue do mercado. pelo menos o choque de realidade dela não foi o mesmo que o daquelas nórdicas infelizes que foram estupradas e decepadas, quando foram turistar nesse mesmo país meses atrás.

    a mulher branca progressista tem acabar

    • Não quer comer galinha? Não coma. Pretender que o resto do mundo faça a sua vontade é outra coisa, um patamar de insanidade que, para mim, só violência física resolve.

    • Será que esse povo dos países desenvolvidos estão ficando doidos? Um dia desses encontrei um turista japonês aqui na minha cidade, que fica no cu do Brasil. Ele disse que “gostava muito do Brasil etc”. Também vejo muito americano por aqui e juro, mas quem em sã consciência vem pra cá? Sério? Esse pessoal não lê jornal? São burros, retardados, hippies ou o quê? Se for por exploração, cara, q q tem pra explorar aqui? Água? Plantas? Tráfico humano para prostituição?

      • Acho que gente que vive em países civilizados não consegue sequer mensurar que o tipo de perigo que existe no Brasil é possível. Eles acham que se tomar cuidado fica tudo bem.

      • Eu vejo isso também com jovens estrangeiros que tem seus canais no YouTube e são apaixonados pelo Brasil. Exemplos são a Nienke, holandesa, o Alexei russo, o alemão e o americano lá… Eles nem comentam sobre política atual e parecem fazer vistas grossas, ou serem totalmente ignorantes em relação a tudo que está acontecendo no país, e insistem em ficar aqui, mesmo que com condições precárias de emprego. Bizarro.

  • CU, me esclarece uma coisa: isso vale? Foi você quem escolheu esse tema?
    Olha o free hugs aí, descumprindo o acordo! Outubro já começou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: