Pior burocracia.

Que burocracia é um inferno, Sally e Somir concordam. Porém, na hora de definir quais formulários preencher, os dois não conseguem dar andamento no processo. Os impopulares enviam três cópias autenticadas para participar…

Tema de hoje: qual a pior burocracia no Brasil?

SOMIR

Eu vou com retirar um carro apreendido do pátio. Difícil não escolher o poder público nessas horas, um misto de processos antiquados, funcionários preguiçosos, expectativa de corrupção e a ruim e velha bagunça tupiniquim colaboram para essa experiência demoníaca.

Para ser justo, esse processo todo começa com alguma burrice sua: existem regras para se manter um carro legalizado no Brasil, e se você esquecer de fazer as coisas necessárias como licenciamento, porque não consegue parar de trabalhar para pagar impostos, e como os serviços públicos são terríveis, para pagar pelos mesmos serviços, só que da iniciativa privada. Dá raiva, mas é algo evitável. Então, durante todo o calvário de recuperar seu carro, você vai se lembrar de que começou com uma cagada sua. O que, pelo menos pra mim, torna tudo ainda mais irritante.

A coisa já começa na apreensão: o policial preenche um pedaço de papel com qualidade de papel higiênico duplicado com papel carbono, gerando um documento precário que fica borrado ou rasurado com qualquer contato com os elementos. Eu honestamente não posso reclamar de truculência ou abusos policiais, pois tenho o combo homem branco no interior de São Paulo ao meu favor. Essa parte deve ser extremamente pior para quem não lida com basicamente o ambiente ideal de contato com a polícia no Brasil. O máximo que eu posso reclamar é da chatice de tirar a CNH do plástico para entregar para eles. Mas outras pessoas em outros lugares devem lidar com maus tratos, tentativas de suborno e baixarias em geral.

E como tecnicamente o carro está ilegal, precisa ser levado embora. Não sem antes o policial vistoriar o carro em busca de qualquer probleminha, para garantir uma maior arrecadação (eles são explicitamente instruídos a tirar o máximo de cada um que param). Não é zelo porque você pode levar um carro com saco de lixo no lugar do vidro em vistoria e ainda passa, o funcionário de lá não ganha nada além de trabalho extra se te barrar. Eu lembro de fazer isso na época dos extintores, e é claro que ficou condicionado levar um novo extintor para pode tirar o carro. Bônus: meu estepe estava careca. Meu fuckin’ estepe. Adivinha se o otário não teve que levar um novo também?

E se isso acontecer numa sexta-feira (o dia preferido desse tipo de ação policial), prepare-se para não ter a menor chance de reagir. Detrans, Ciretrans e simpatizantes trabalham das 10:45 às 11:23 de segunda a sexta, menos em feriados, dia do professor, dia da bandeira, dia do cavaco… só horários e dias perfeitos para quem está desempregado. E como eles amam papel mais do que tudo, pode ter certeza que não vai resolver porra nenhuma pela internet. Até porque quando lançam serviços no site, ou o site não funciona ou não serve para os casos mais comuns.

Lá vai você pegar a certidão de batismo da sua bisavó, atestado de comparecimento ao Rock in Rio 2003, documento de comprovação de serviço militar para cegos e toda palhaçada que te pedem só na hora que você entrega os documentos que fazem sentido e descobre que não servem, porque a segunda via não está autenticada pelo III Cartório de Boa Vista, RO. Se você não precisar fazer duas viagens para qualquer Ciretran porque não levou os documentos certos da primeira vez, já recebe a ficha de inscrição do sindicato dos despachantes lá mesmo.

Sem contar que é serviço público: além dos horários terríveis, a pessoa responsável quase sempre está ocupada com alguma outra coisa ou está fora mesmo. Parece que sincronizam os atrasos para ter certeza que se por um milagre te atenderem corretamente, não dê tempo de você ir para qualquer outra repartição pública. Todo erro de documentação é motivo para perder mais um dia. E os custos do seu carro no pátio continuam acumulando. Que coincidência…

Você passa por toda essa confusão, perde metade da sua semana, mas finalmente consegue a liberação do carro. Fica fácil agora, né? Não! Porque os carros são levados para o mesmo bairro em todas as cidades: a Vila Puta que Pariu, na rua de terra sem número, sem placa de identificação e que nem as pobres almas que moram por perto sabem te dizer onde fica. Sem contar que você está de carona, porque o transporte público inexiste nas proximidades de qualquer lugar onde Estado guarda carros apreendidos. Você coloca o endereço no GPS e a voz responde com uma risada e um ícone de dedo do meio. Aposto que os cornos subornam os moradores locais para não informar onde eles ficam, para ganhar mais uma horinha de pátio.

Por um milagre você chega no lugar, com um quilo de papel e todas as merdas que o policial escreveu que seu carro precisava para ser liberado. Pneu, extintor, triângulo do modelo novo que toca música da Anitta, capa de cinzeiro roxa e dadinhos de pelúcia para o retrovisor… e descobre que o pessoal do pátio está cagando e andando para tudo. Quer dizer, para tudo menos o pagamento. Adianta levar seu cartão? Não! Porque os filhos da puta só trabalham com dinheiro, embora nunca tenham troco. Depois de se foder todo para tirar o dinheiro, e o caixa mais próximo está do outro lado do mundo, de aceitar que a pessoa não vai ter troco, mas você pode voltar outro dia… você paga e um funcionário que parece sempre cansado de existir se move vagarosamente até seu carro. Seis meses depois ele aparece com o carro, do meio da montanha de carros enferrujados (que gente com menos vocação para tortura abandonou), e ninguém se importa se tiver um corpo no banco traseiro. Depois de pagar o preço absurdo de dias e mais dias de armazenamento precário no chão de terra sem cobertura, você finalmente recupera seu carro.

E entende de coração porque tem gente que oferece suborno para policial nessas horas. Não gostou? Vai morar em outro país.

Para dizer que a culpa foi minha, para dizer que tem certeza que eu nunca mais esqueci de licenciar carro, ou mesmo para dizer que tem que privatizar o Brasil inteiro: somir@desfavor.com

SALLY

Qual é a pior burocracia no Brasil?

Mesmo vivendo em um país onde a prestação de serviços públicos é um verdadeiro lixo, eu dou este prêmio para a iniciativa privada: tentar resolver pelo telefone algum problema com a NET. Para qualquer coisa.

Em um país onde serviços de telefonia, bancos e planos de saúde tratam seus clientes da pior forma possível e imaginável, uma empresa se destaca: a merda da NET. Uma empresa que faz de tudo, com visível má-fé, para que seu atendimento seja o mais sofrido, demorado e desagradável possível. Tentar se comunicar com a NET, mesmo que seja para dizer que você quer doar um milhão de reais para eles, é desumano, deveria configurar crime de tortura o que eles fazem com seus clientes.

Mesmo em um país onde não se respeita o consumidor para nada, elas conseguem ser um ponto fora da curva. Ninguém é tão incompetente, canalha e filho da puta como a NET. Desde a musiquinha de espera escrota até os trocentos passos e digitações para, após 40 minutos, ser atendido por um call center beeem regional, tudo é uma tortura.

Não há qualquer chance de que você consiga o que quer, mesmo que o que você pede seja benéfico para a empresa, como por exemplo, colocar a conta em débito automático ou pagar uma conta. As pessoas que te atendem estão visivelmente enraivecidas, talvez sejam pessoas escravizadas, amarradas com correntes no fundo de um porão, só isso explica.

O que quer que você solicite, será feito o contrário. O que quer que você diga, a pessoa que te atende entenderá errado. O que quer que você peça, será negado alegando que o sistema está fora do ar. Se uma visita técnica for agendada, existem três possibilidades: 1) o funcionário não comparece, 2) o funcionário comparece no dia/hora errados ou 3) o funcionário comparece e não resolve o problema.

Qualquer retorno de ligação que você faça sobre contato preexistente, por mais que você tenha o número do protocolo, será permeado por desinformação e incompetência, que vai te obrigar a reiniciar o que quer que seja que você pediu do zero. E se você pedir para falar com algum supervisor, será passado para um colega ao lado do ser humano que está te atendendo, tão ou mais desinformado, com má vontade e baixa cognição quando o primeiro.

Quando existe um posto de atendimento, você pode ir até lá, prensar um funcionário, fazer plantão e se recusar a sair enquanto não for atendido ou até falar com um superior. Por telefone não, foda-se. Os atendentes desligarão na sua cara, fingindo ter caído a ligação e não retornarão. Os atendentes dirão que não podem ajudar e tudo que você pode fazer é ficar gritando do outro lado. E, a principal diferença da NET para o Poder Público: mediante suborno, um funcionário público resolve qualquer impasse, faz o que quer que você esteja pedindo. A NET não, nada faz esses cornos malditos trabalharem.

“Mas Sally, pode contratar outras empresas”. Pode? Onde eu moro, que é uma região central e bairro nobre do Rio de Janeiro não pode. A Vivo, por exemplo, não chega aqui. Basicamente o Rio é uma espécie de capitanias hereditárias fatiado por grandes empresas. Onde eu estou é NET, é pegar ou largar. Não é a toa que traficante carioca presta esse serviço em paralelo, apelidado carinhosamente de “GatoNET”. Eles sabem que não há qualquer possibilidade da empresa original atender direito.

Por sinal, o suporto e atendimento do GatoNET é infinitamente melhor do que a empresa original. Curioso ver que um bando de traficantes sem escolaridade consegue atender e dar suporte técnico melhor do que os “profissionais” da NET. Sim, a NET perde muito cliente classe média (no Rio ninguém tem ressalvas em fazer isso) para traficante analfabeto, pois eles são mais competentes e educados. Provavelmente até uma criança conseguiria ser. Um bonobo bêbado, uma ameba autista ou basicamente qualquer ser vivo.

Ligar para a NET suga sua energia vital, tira a vontade de viver, te coloca em um estado de irritabilidade antes mesmo de você acabar de discar. Você sabe que não vai resolver, você sabe que serão necessários milhões de novos contatos, você sabe que vai ser prejudicado (ficar sem serviços, cobranças indevidas, etc) e, ainda assim, você tem que se sujeitar a isso, pois não tem outro jeito. É basicamente uma vaca indo para um matadouro com uma musiquinha de fundo muito, muito, muito irritante.

Se houvesse um atendimento da NET ao vivo, pessoalmente, eles não chegariam a esse ponto de descaso. É certo que ao menos uma vez por dia alguém armado ou em meio a um surto psicótico desencadeado por eles entraria ali atirando, sejam tiros de uma arma de fogo, sejam fezes. Se fosse possível atingi-los ao vivo, eles tomariam mais cuidado, pois massacres seriam rotineiros.

Naquela gravação escrota que te faz esperar 40 minutos antes de falar com qualquer atendente deveriam incluir o telefone pessoa e endereço da pessoa que vai te atender (e de seu supervisor também!), assim, quem sabe, as pessoas teriam medo de ser tão preguiçosas, incompetentes e escrotas. Tinha que passar RG, endereço da escola onde os filhos do atendente estudam, tudo. E se você pensa que os atendentes são coitados que apenas estão ali fazendo o que a empresa manda, você nunca ligou para a NET. Mal educados, frustrados, grosseiros.

A NET tem uma coisa que o Poder Público não tem: certeza da impunidade. DETRAN é uma merda? É sim, mas são uns mortos de fome que ganham um dos piores salários do funcionalismo público, você dá uma paçoquita e um refresco que eles emplacam teu carro, lavam e ainda aspiram os bancos. E, se alguém abusar muito, entra maluco putaço, pega funcionário pelo pescoço e sacode até o documento aparecer. Já vi acontecer mais de uma vez. Funcionários do DETRAN funcionam muito bem na porrada.

A NET não. A NET é uma empresa do mal que tem capital suficiente para se manter, mesmo sendo uma merda. A NET aprendeu a funcionar no modo “sacaneando o cliente o mais que posso” e, ainda assim, se mostrou lucrativa e funcional. É o que eles são, não vão mudar, não vão melhorar, não importa para quem tenham sido vendidos. Só se demitir todo mundo e recomeçar do zero com muita vigilância.

Com os fodidos servidores públicos dá para lidar, de um jeito ou de outro. Com os filhos da puta da NET, que estão enchendo o rabo de dinheiro e lucrando enquanto sacaneiam os clientes, não.

Para divulgar o endereço da sede da NET na esperança de melhorar esse quadro, para divulgar nome/endereço/telefone de qualquer funcionário da NET na esperança de melhorar esse quadro ou ainda para se perguntar o que acontece quando um funcionário da NET vai ao DETRAN: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Desfavores relacionados:

Etiquetas:

Comentários (18)

  • Ainda lembro da carta que recebi 14 anos depois…. minha amiga postou do Japão em 2004… ela chegou no Brasil e se perdeu pelo caos dos Correios por 14 anos… só a recebi em 2018…. guardei como relíquia do pior serviço que já vi.

  • Avatar

    Geraldo Renato da Silva

    Quando comprei meu carro, meu pai me disse: “pensa bem, pois você está comprando um filho”. O velho estava certo! O tanto de despesas e preocupações que dá! Ainda mais no Brasil, onde qualquer carro popular é um absurdo (impostos são quase metade do preço do carro).
    Com relação aos serviços de operadoras, também tenho trauma: para cancelar um plano tive que ligar 12 (doze) vezes para o mesmo lugar. Mesmo assim, cobraram. Resolvi pagar para não ter que matar alguém.
    É isso amigos, a burocracia, seja ela pública ou privada faz parte de nossa cultura. É como viver “O Processo” de Franz Kafka ao vivo e em cores.

  • Cair no “dibre” do Detran normalmente requer que você:
    1) seja relapso com seu licenciamento e dê o azar de cair numa blitz. E fiscalizações são eventos raros, dignos de notícia nos jornais, porque quase nunca acontecem. Você pode praticamente andar com seu carro em chamas pelas ruas, agentes de trânsito são uma figura de aparição pouco frequente.

    Os únicos que perdem o carro por apreensão são pessoas que, além de terem o azar de se depararem com uma blitz, são justamente as que andam com itens que sabem ser as únicas coisas que dão merda: aquelas películas absurdamente escuras, nível saco de lixo; suspensão desgraçadamente rebaixada, travando o trânsito, pois se passar de 10km/h arrasta no chão, etc.

    Agora, quanto à Net…basta ser cliente desta merda de empresa. Ter um serviço de merda é uma das cláusulas não-escritas no contrato deles. Nem precisa de algum esforço: contratou, já está se fodendo, automaticamente. Não é concurso nem sorteio.

    Com burocracia de trânsito, você ainda precisa de alguma combinação de fatores pra concorrer. Na Net, só não se fode quem não é cliente

    • Sim. Contratou é certeza de que vai ter dor de cabeça. E hoje em dia ficar dias sem internet equivale a ficar dias sem poder trabalhar.

  • Avatar

    Se Rio, morro.

    Claro Net, da máfia do Carlos Slim, por motivos óbvios, não tem interesse em melhorar os serviços de internet e TV Paga. Sentem a debandada de clientes para o Conta Gotas da internet móvel e dão graças por isso, até porque a empresa dominante na telefonia móvel no DDD 21 é Claro.
    Se der pra tirar mais algum proveito do pessoal que assinou o pacote de venda casada com internet e TV por assinatura, melhor ainda.

  • Off: até que enfim o site voltou com o layout normal, estava surtando já com aquele layout escuro horrível que mal dava pra ler! Adoro esse branquinho-apple-leite-condensado!

    E poxa, cadê as postagens em comemoração aos 11 anos do desfavor? Cadê as postagens só sobre nós, pra massagear nosso ego, relembrando os bons momentos do passado, as velhas tretas? Não me diga que a comemoração vai ser só aquela semana cu mesmo? Bahh!

    Sobre o texto: nunca tive carro apreendido, então, não sei opinar. Já em relação à net, concordo que o atendimento é péssimo, e também tenho uma série de reclamações sobre essa empresa e sua prestação de serviços. E eu achando que ela era ruim só aqui no sul…

    Curioso que até algum tempo atrás ela até era boa, não tinha o que reclamar. Hoje vive caindo o sinal ou, quando não é isso, tem sinal, mas bem instável, demora pra carregar sites, ou então as redes sociais carregam, mas não carregam imagens, vídeos ficam naquele loop infinito de carregando, enfim, bem chato isso!

    Aliás, aqui no sul é mais ou menos assim: tem a net/claro que concorre com a vivo/gvt (que era excelente antes de ter sido vendida pra vivo!), e a tal da copel telecom, que é excelente. Mais recentemente a oi também entrou na disputa com sua fibra, uns dizem que é boa, outros dizem que vive caindo também, não sei dizer. E no mais, só esses serviços de internet duvidosos por aí, ofertados por empresas desconhecidas se comparada aos grandes nomes do mercado.

    • Avatar

      Pedófilo Nazifascista Satanista

      Se usa a Copel Telecom, aproveita enquanto é tempo porque o filhote da ratazana hipócrita já tá acertando os ponteiros pra vender a base da operadora pra TIM, com a qual uma certa empresa da Ratazana tem acordo em operações de MVNO.
      E a tendência é que sob a marca Tim Live, o serviço decaia assim como ocorreu com o serviço da GVT sob a marca Vivo, em especial nas cidades maiores do Paraná por conta da combinação explosiva entre aumento de base de clientes e desinvestimento na operação.

      • Ouvi dizer isso mesmo, poxa… Que merda! Será possível que nunca terá um serviço minimamente decente de telecomunicação aqui no BR?

        • Avatar

          Pedófilo Nazifascista Satanista

          Esquece. Rent-seeking é a regra de ouro por aqui.
          O foco das big telecoms não é infraestrutura de rede, em especial no que diz respeito a rede de internet e de telefonia fixa.
          O foco hoje está na exploração da rede móvel (um filão mais lucrativo pela política de conta-gotas da limitação de franquias de acesso) e em vantagens financeiras com a exploração de conteúdo autoral.
          Se a AT&T comprou a Warner por um lado e esnobou a possibilidade de adquirir a quase quebrada Oi, é justo por isso.

  • O nível de putice com a NET aqui em casa chegou a tal ponto que resolvi abdicar da TV. Em tempos de streaming, consigo ser feliz com o provedor local de internet somente.

  • Meu astigmatismo está feliz pela volta do fundo claro com letras pretas, agora vou poder ler a semana do cu \o/
    Pra mim onde tem brasileiro tem abuso e incompetência, então dá quase na mesma. Mas me intriga um pouco essa mentalidade cada vez mais popular (entre pessoas que se importam com esses assuntos) de que privatização é a cura pra todos os males, livre mercado é lindo, empresário é um herói pelo progresso e qualquer questionamento é coisa de comunista atrasado… quando na realidade vemos até países desenvolvidos re-estatizando coisas como metrôs e saneamento, Google é seu amigo. E esses mesmos países que estatizam serviços e fornecem subsídios estatais pra diversos setores (ex.: Política Agrícola Comum da União Europeia) querem empurrar liberalismo econômico e redução do Estado pros países emergentes…

      • Avatar

        Nazifascista Satanista Pedófilo

        Boa parte das empresas estão é pulando fora de investir no #huehuehuebrbr.
        No setor bancário por exemplo, o único banco estrangeiro a ter posição relevante no mercado brasileiro é o Santander, mas esse é um caso excepcional, até porque o Santander tem operação até na Venezuela. Outros bancos estrangeiros que tinham posições aqui as venderam, sendo que as aquisições foram feitas principalmente pelo Bradesco (que em termos de política corporativa, faz o povo do Itaú parecer santo).

  • Alvará de prefeitura/bombeiros….. Depois da tragédia da KISS virou uma bagunça, pedem iluminação de segurança até pra quem trabalha só de dia….
    Licença ambiental aprovada por órgão estadual…. nunca é igual uma vez a outra, é sempre um aprendizado…
    Companhia aérea também acho burocracia sem efetividade… mas das que temos, incomoda pouco, porém toma muito esforço/tempo.
    Aduana/porto e processos de nacionalização de mercadoria………..BOA SORTE se precisarem um dia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: