Chatice influente.

O tempo vai criando novas profissões, e poucas surgem com tanto potencial de encher nossa paciência como a de influencer. Sally e Somir tem a árdua tarefa de decidir qual a figura mais irritante dessa turma, os impopulares são influenciados para fazer sua escolha.

Tema de hoje: quem é o influencer mais chato?

SOMIR

Olavo de Carvalho. Sim, eu tenho noção que não estamos discutindo o mais nocivo para a sociedade, o que Olavo ganharia fácil, mas eu acredito que ele também consiga levar o prêmio de mais chato. Muito embora os polarizados de direita tendam a ter muito menos limitações na hora de fazer piadas e colocar o dedo na ferida do que os polarizados de esquerda, isso nem sempre se traduz em conteúdo interessante. Um Felipe Neto da vida pode parecer mais chato, mas isso não considera o quanto essa pessoa consegue chegar até você para encher o saco.

Influencers lacradores costumam ficar presos nas próprias bolhas de validação, por incrível que pareça, nesses últimos anos vimos um estranho movimento da ideologia da esquerda de evitar a discussão. Não sei se foi um cansaço generalizado ou uma certa complacência criada por décadas de governo petista, mas parece que pouca gente desse lado do espectro ideológico está disposta a descer do pedestal para lidar com seus detratores.

Na prática, isso ainda quer dizer que ambos os lados parecem discos riscados, mas pelo menos um deles trabalha como se ainda tivesse algo a provar. E é isso que faz a diferença aqui: eu posso ignorar a existência de Felipe Neto, não sou seu público infanto-juvenil ou mesmo estou dentro da bolha de influência ideológica que ele segue. Infelizmente, não posso dizer o mesmo de Olavo de Carvalho: suas besteiras sempre acham um caminho para a nossa vida.

Se você consome muitas notícias, sabe como nos últimos anos sua influência se tornou gigantesca na cultura nacional. Aliás, ele também sabe disso, tanto que foi “deselitizando” seu discurso em pílulas menores e mais agradáveis para a mídia explorar. Eu lembro de discutir com seus seguidores nos tempos de Orkut, havia uma máscara de intelectualidade em citar o astrólogo nas discussões políticas, o que só provocava mesmo gente como eu que tinha paciência para ler paredes de texto. O Olavo de Carvalho de 2020 dá material mais digerível para seus influenciados, na forma de piadas chulas e ofensas diretas que são muito mais fáceis de reproduzir e gerar reações.

E, como não podemos deixar de mencionar: ele é uma das figuras mais respeitadas entre boa parte do governo atual. O que eu entendo que não é argumento por si só neste texto, mas dá o suporte necessário para a chatice de suas posturas escorrer até nossas vidas cotidianas. O seguidor do Felipe Neto vai fazer o quê fora da internet? Cuspir no seu Big Mac? Até mesmo influencers chatos menos alinhados com política como a Luisa Mell não conseguem mobilizar sua turba muito além da rede social.

A chatice do Olavo de Carvalho não fica no mundinho da fantasia virtual, ela começa a infectar conversas da vida real com conhecidos e pode até virar política pública! Não tem coisa mais chata que palhaçada de internet vir bater na sua porta. Com a maioria dos influencers, basta sair da frente do computador ou do celular para eles voltarem a ser insignificantes, mas se um deles começa a aparecer na sua vida “offline”, tudo fica muito mais complicado de lidar.

Uma tática feia, mas eficiente: você consegue expulsar de uma conversa real as ideias de qualquer influencer mencionando que são uns babacas genéricos que tem muitos seguidores na rede social. A outra pessoa acaba ficando com vergonha de continuar defendendo suas posições, afinal, ainda existe um preconceito grande na sociedade com esse tipo de fonte de informação. Se alguém vem discutir algo com você e menciona que ouviu aquilo do Nando Moura ou do PC Siqueira, você pode acabar com ela mencionando o fato de serem só bostinhas aleatórios com uma webcam no quarto.

E eu digo que é uma tática feia porque realmente é: é uma falácia clássica colocar quem diz acima do que a pessoa diz. Mas fazer o quê? Funciona para te livrar de uma discussão chata. Nem sempre estamos no clima. Mas, infelizmente, chamar Olavo de Carvalho de astrólogo com uma webcam não te faz escapar. Primeiro porque infelizmente vivemos num mundo onde “astrólogo” não é demérito, segundo porque ele tem livros publicados e é chamado de filósofo há várias décadas.

Pra quem não tem muito estudo, Olavo parece algo muito sério. E se você for peitar, é capaz de tomar de volta o argumento de autoridade: poucos de nós somos reconhecidos como filósofos… não tem atalho para se livrar de um olavista, vai ter que chafurdar no assunto discutido e catar todos os problemas nas premissas de seu pensamento se não quiser terminar a argumentação como a pessoa que “não sabe discutir e vai embora”.

O que é melhor do que discutir as ideias de alguém que vê validade na teoria da Terra Plana, mas é muito mais chato do que só dizer “Felipe Neto faz vídeo para criança, vai querer discutir as ideias políticas da Xuxa também?” e escorregar facilmente para fora de um papo mala. Eu sei, eu sei… feio. Muito feio. Intelectualmente desonesto, mas funciona. Às vezes temos que colocar nossa qualidade de vida na frente de todo o resto.

Pra mim não tem coisa mais chata do que ser forçado a lidar com alguém ou suas ideias contra sua vontade. Viva a liberdade de expressão, que todo mundo possa falar as merdas que quiser (e ouvir de volta o que não quiser), mas ter a escolha de não dar audiência é parte integrante dela. Eu já estava de saco cheio do Olavo de Carvalho uma década antes da maioria das pessoas ouvir sobre ele, e tenho certeza que muita gente há mais tempo ainda. Muito chato ter que lidar com tudo isso de novo…

E pior: nem quando ele morrer vamos nos livrar dele. Olavo provavelmente vai encher o saco para sempre. Não tem comparação.

Para me chamar de comunista safado, para me chamar de bolsominion (porque nem lê os textos), ou mesmo para dizer que o pior influencer é o que não te influencia: somir@desfavor.com

SALLY

Quem é o influencer mais chato?

Gente, não sei nem como o Somir topou esse tema, não tem outra escolha se não Felipe Neto. Pode não ser o mais nocivo, pode não ser o mais prejudicial, pode não ser o pior, mas porra, o título de mais chato é dele com certeza!

O sujeito sempre foi chato, só que virou para o outro lado da mesma moeda: se antes criticava tudo que era modismo de forma contundente com óculos escuros, agora critica tudo que não é politicamente correto. O mecanismo é o mesmo: arauto da verdade, dono da razão, arrogante do caralho.

Uma pessoa que deve passar todo seu dia observando o que os outros fazem e sai da toca para criticar o menor sinal de erro de alguém, ou ao que ele acha ser o erro de alguém. Ele está sempre atento à vida alheia, me impressiona. E não é um criticar simples, é um criticar passional, de adolescente, incitando outras pessoas, sendo visceral. Meu filho, você já passou dos 30 anos, já é (ou deveria ser) um adultinho, porte-se como tal.

Sempre apontando o dedo pros outros. Sempre agindo de forma egóica. Sempre fazendo de cada boa ação um espetáculo midiático em proveito próprio. Não admira o público que ele atrai: adolescentes, que se identificam com esse mesmo tipo de passionalidade. Pessoas normais deixam isso no passado quando viram adultos.

Ele alimenta a divisão, a polarização. Faz inimigos e depois não tem culhões para bancar as brigas que compra (peidar para Carluxo em redes sociais é indigno). E mente, puta que me pariu como mente, para parecer sempre mais importante do que é, mais bondoso do que é, mais vítima do que é. O episódio de ter tirado a mãe do país por causa de ameaças, que depois se mostrou uma viagem de lazer já planejada, é apenas uma amostra.

E como fala merda também. Umas certezas absolutas sem dominar o assunto que chegam a ser vergonhosas, mesmo tendo rios de dinheiro e podendo contratar bons assessores para mantê-lo informado. Bem, ele fala para adolescentes, basta ser o suficientemente incisivo que gera credibilidade. Não vamos pedir demais do cidadão.

O mais curioso é que o arauto da verdade, o que detém os segredos para uma sociedade perfeita, o conhecedor de tudo que é certo é um fodido da cabeça. Vive deprimido, vive se estourando de trabalhar, é dependente de fama, de aceitação, de números. Algo está muito errado, não é mesmo? Ele conhece tudo que é certo, ele prega aceitação do corpo, relacionamento consciente, ele tem a fórmula mágica de todas as coisas e tá afundado em uma depressão?

É o que acontece quando se vive um papel. É exaustivo viver qualquer papel, no caso dele arauto da verdade, defensor dos fracos e oprimidos, voz da razão ou aquele ativistão que vai mudar o mundo. Ele pode tudo, ele sabe tudo, ele faz tudo, menos conseguir silenciar sua mente e olhar para dentro, para ter uma cabeça equilibrada e viver em paz. Tudo é externo, tudo é nos outros. E, nessa espiral de fuga, uma hora a doença mental bate à porta (Síndrome do Pânico, Depressão, Transtorno de Ansiedade e seus amiguinhos).

Sobra lacração, falta verdade. Tem coisa mais chata do que isso? Beleza, Olavo é um ignorante, é um sem noção, é o que vocês quiserem, mas o cara é aquilo ali mesmo, é aquela bosta, é verdadeiro. Prefiro uma merda autêntica do que uma bosta cuidadosamente montada. Eu até consigo me divertir com algumas coisas que Olavo fala, que beiram ao ridículo, mas Felipe Neto? É tudo tão forçado, tão artificial, tão coreografado… impossível ter alguma graça.

Felipe Neto é o fiscal da raça humana, você que tente cometer um erro, periga ele sair de dentro da sua privada, tipo o desenho do Droopy. Deve ser exaustivo controlar a vida alheia nesse patamar. Ele tem uma opinião, perdão, uma certeza sobre tudo, desde política internacional até BBB. Vai ser control freak assim na casa do caralho. Imagina que desgraça conviver com alguém tão focado no externo.

A questão é que se você olhar a vida de qualquer pessoa por essa lente de julgamento, sempre vai encontrar muito a criticar. E que saco conviver com gente que olha para os outros constantemente com essas lentes críticas de julgamento. Isso é um reflexo do que a pessoa tem dentro dela. Deve ser um inferno ser Felipe Neto, nem por todo o dinheiro do mundo eu topava.

Essa paixão, essa passionalidade, esse desequilíbrio… Já passou da idade desse homem (não, não é um menino) se comportar como um adulto, com estabilidade emocional e mais focado na própria vida no que na dos outros. Mas, quando falar mal de tudo e todos é seu ganha pão, você fica meio que preso nessa espiral de julgamentos. E isso faz mal, faz muito mal.

Tem coisa mais chata do que a pessoa que está sempre ali de olho para falar mal de um erro dos outros? Tem, a pessoa que está sempre ali de olho para falar mal do erro dos outros e quando o faz, o faz como um adolescente emocionado, comprando briga, polarizando, causando polêmica. Francamente, gente que continua agindo feito um retardado emocionado depois dos 30 nem é caso de terapia mais, é eletrochoque mesmo.

E ainda se vê e se vende como um anjo de luz, uma criatura evoluída, um ser consciente. Não percebe que o ego move tudo que ele faz, que é tudo causa vazia, em interesse próprio. Sério, quer se distrair da própria vida para não olhar para as suas questões? Joga videogame, que assim você se aliena de você mesmo sem encher o saco de ninguém.

Sempre comprando briga, sempre envolvido em embate, sempre discursando e cagando regra. É muita chatice para uma pessoa só, e, o que é pior, é uma pessoa jovem! Imagina como não vai estar esse infeliz quando tiver a idade do Olavo! Pior chato é o chato de butique, o chato politicamente correto, planejado para lacrar. Se tem algo mais chato que Felipe Neto neste mundo, desconheço.

Para dizer que o irmão é mais chato do que ele, para dizer que Carlinhos Maia é mais chato do que ele ou ainda para dizer que nós somos mais chatos do que ele: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Desfavores relacionados:

Etiquetas:

Comentários (12)

  • Textos que eu doaria dinheiro para a manutenção do Desfavor.

    Sally falou quase tudo sobre o Nelipe Feto. Chato, chatissimo, programado pra julgar e lacrar, régua do mundo tal qual Bruna Marquezini Manu Gavassi e Bruno Galhaço.

    E o passado de Felipe e dá um texto PROCESSA EU inteiro.

  • Olavo ficar na situação de ter que falar com gente que quer contrapor fatos com opinião de um velho doido ngm merece e como Somir disse isso chega até a gente parece praga. Felipe apesar de irritante não é levado tão a sério.

  • O Felipe Neto ficou muito rico muito jovem, o que o levou ao caminho inevitável do ócio culpado. De repente, não precisa mais trabalhar todo dia, fazer as coisas darem certo, porque pra ele já deu tudo certo. Aí ele se vê próximo dos 30 anos, exausto do personagem que lhe deu tudo o que ele tem hoje, e resolve se reinventar, abordar outras visões de mundo, atingir um outro público mais jovem, renegando todo mundo que envelheceu com ele.

    O problema é que ele é branco, rico, heterossexual, tem estrutura familiar comum, e se viu sendo rechaçado por todas essas características que ele não escolheu e que não são culpa/privilégio dele. E percebeu que para (tentar) ser aceito no Paraíso da Virtude Sociopolítica, ele ia precisar jogar no lixo tudo que ele é, e fazer penitência permanente. Todos os dias, ele arranha os portões, implorando por aceitação, e todos os dias abrem uma frestinha para ele enxergar o interior, mas avisam: “hoje você não vai entrar porque você não foi além de ponto X”. E fecham o portão na cara dele de novo, e ele segue arranhando.

    O que ele não admite é que ele jamais será correto o suficiente para comprar esse ingresso, porque ninguém é. E assim, ele segue, desperdiçando os melhores dias da vida dele se imolando.

  • Todo castigo terrestre e pouco pra quem se deixa infuenciar por esses picaretas. E a mesma situacao de quem da dinheiro pra pastor.

  • Avatar

    Mito dos Lacres

    Felipe Neto não chega nem no naipe do Olavo. O mais próximo daquela postura fabricada e tresloucada é um discipulo do Olavo chamado Nando Moura, que se vocês desconhecem, bem… Prazer em desconhecer.

  • Voto no Felipe Neto pelo simples motivo da sua influência profana e hedionda estar maculando pessoas que estão literalmente em formação.

  • Orvalho de Caralho só tem leitor véio, mas o Nelipe Feto está fazendo lavagem cerebral nas novas gerações, o que é mais grave.
    Com “lavagem cerebral” não me refiro a questões progressistas, que na maioria das vezes eu simpatizo. Me refiro à normalização do linchamento. Hoje esses moleques no máximo fazem posts em Caps Lock, mas e amanhã, quando forem adultos? A gente zoa que todo lacrador tem uma vida horrível, se enche de remédio, e no fim se suicida, mas a real é que a maioria tem uma vida minimamente funcional e pode ficar pentelhando e linchando os outros por aí.

    • Avatar

      Fascista Pedófilo Neonazista de Satã

      Mando C. Noura é a versão de “direita” do Nelipe Feto, mas é ainda pior… É um velhaco com seus 40 e poucos anos que é uma versão “descolada” daquela baba de oliva do “professor” caralho.

  • Felipe Dejeto é a síntese do que há de PIOR na internet nos dias hoje. Vendido, hipócrita, egocêntrico, duas-caras, histérico e biscoiteiro pra caralho. O cara se acha tão indispensável que precisa opinar sobre qualquer merda pra sentir que tem alguma relevância. Enfim, um sujeito tão miseravelmente pobre que só tem o dinheiro e o ego.

    Francamente, gente que continua agindo feito um retardado emocionado depois dos 30 nem é caso de terapia mais, é eletrochoque mesmo. [2]

  • Antes de ler a resposta da Sally, falou em nojeira, o 1 nome que vem na minha cabeça é o Felixo Feto. Esse cara é um vômito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: