Fala, desfavor! – Coronavírus Edition

Como anunciado no texto de terça-feira, hoje vamos divulgar alguns dos muitos comentários que não aprovamos sobre o tema Coronavírus. Pessoas que acharam que eram muito boas em antever o que iria acontecer e ficaram realmente nervosas com o conteúdo do Desfavor. Para não dar mais importância do que essas pessoas merecem e para não cair na tentação de punir ninguém, não divulgaremos os nomes, apenas os comentários.

“Mas Sally, se não divulgaram na época, por qual motivo divulgar agora?”. Na época havia pouca informação e poucos dados, portanto, um comentário desses poderia colocar uma pulga muito errada atrás da orelha de algum leitor. Hoje são comentários risíveis, mas em janeiro, fevereiro e março (período no qual eles foram colhidos), poderiam causar algum tipo de dano.

Infelizmente, a redação dessas pessoas nem sempre é das melhores, então, para que o leitor não tenha que se sujeitar a um grande “Ei, Você”, reescrevemos os comentários corrigindo pontuação, ortografia, concordância e até construção de frases. Mas, não se preocupem, os xingamentos e ameaças foram mantidos na íntegra.

Segue uma pequena, bem pequena amostra do tipo de comentário com o qual estamos lidando desde janeiro deste ano, quando começamos a alertar sobre os riscos do Coronavírus.

Texto: http://www.desfavor.com/blog/2020/01/coronavirus/
Data do texto: 25 de janeiro de 2020

Comentário:

“Epidemia mundial? KKKKKKKKKKKKKK Histerica, perturbada. Não tem vergonha de escrever tanta merda, sua puta? Quer saber mais do que o Ministro da Saúde? Se o Ministro falou que não vai chegar então não vai chegar. Se o Ministro disse que tá preparado, então ele tá preparado. Epidemia mundial quem promove são vocês, de burrice, seus merdas. Dessa vez você se fodeu, em um mês esse seu texto falando em “epidemia mundial” vai ser motivo de piada. Todo mundo vai saber que Sally é maluca descontrolada. Quer previsão de futuro? Eu te dou: não vai acontecer NADA. O vírus nem vai chegar no Brasil. Ai eu quero ver a sua cara, quando passar vergonha. Não vale apagar o texto, hein? Quando o coronavírus cair no esquecimento eu vou vir aqui e você vai ter que admitir que é uma filha da puta arrombada que só passa informação errada”

Resposta:

Meu texto alertando para o perigo de uma epidemia mundial foi escrito em janeiro. No dia 11 de março, ou seja, quase dois meses depois deste texto, a OMS declarou o surto do covid-19 como uma Pandemia, que é sinônimo de uma epidemia mundial. Fique tranquila, pessoa, eu não vou apagar o texto não. Muito pelo contrário, tenho orgulho dele e das fontes que escolhi para me informar, pois esse trabalho conjunto foi tão bem feito que conseguimos antever algo que o Ministro da Saúde e bons médicos (como o Dráuzio Varella) duvidavam. Não se vê muita gente conseguindo esse tipo de resultado, principalmente quando fornece o conteúdo de forma gratuita. Caso queira retornar ao texto, conforme ameaçado, e deixar algum comentário sobre o atual cenário do coronavírus no Brasil, será um prazer conversar com você.


Texto: http://www.desfavor.com/blog/2020/02/coronavirus-2/
Data do Texto: 11 de fevereiro de 2020

Comentário:

“BURRA, BURRA, BURRA, MIL VEZES BURRA! Cheio de informação errada! A OMS manda todo mundo usar máscara, o vírus não ataca majoritariamente idosos e o vírus pode causar muito mais sintomas do que os citados. BURRA, se é para desinformar as pessoas cala a boca, seu lixo humano! Sou médica e faço um alerta a todos que NÃO LEIAM ESTE TEXTO LIXO ESCRITO POR ESSA FILHA DA PUTA. LIXO! Só pode ser Bolsominion. Se um dia você cair no meu hospital eu vou te deixar morrendo sufocada em uma maca no corredor, sua filha da puta, vadia, escrota! Por culpa de pessoas como você que tem gente morrendo! TOMARA QUE VOCÊ SEJA CONTAMINADA E MORRA!

Resposta:

Seu comentário foi feito no mês de maio. Meu texto é de 11 de fevereiro, um mês antes do covid sequer ser declarado uma Pandemia. No começo de fevereiro se sabia muito pouco sobre o vírus. Muita coisa mudou de lá para cá e eu tentei atualizar os leitores sobre as mudanças. Ainda assim, no próprio texto de fevereiro eu deixei claro que se tratava de uma situação dinâmica, mutável e orientei o leitor a priorizar informações mais recentes, pois tinha total consciência de que muita coisa poderia mudar:

“Mutações para se adaptar a esse novo organismo (o ser humano) são esperadas, ou seja, sabemos que são grandes as chances do vírus se modificar. Essa mudança é uma grande incógnita: pode virar algo altamente contagioso e letal ou pode mutar para algo mais fácil de controlar. Por isso o mundo está nervoso e atento. Não que o vírus seja atualmente tão preocupante, o vírus pode ficar a qualquer momento muito preocupante se certas mutações ocorrerem.

E é por isso também que este texto pode envelhecer muito mal. Tudo que estamos dizendo aqui valem apenas para o dia de hoje, não sabemos que mutação o vírus pode sofrer no dia de amanhã. Mas, por ser um assunto de interesse mundial, você certamente será informado pelos meios de comunicação se alguma coisa daqui mudar. Portanto, se em alguns dias, semanas ou meses você ler (em uma fonte confiável) alguma informação que conflite com este texto, fique com a fonte mais recente, ela provavelmente será a correta.”

Sugestões que posso deixar para você: 1) Não se deixa ninguém morrendo em agonia jogado em corredor de hospital, é indecente que um médico ameace alguém com isso e 2) é que preste mais atenção às datas, caso contrário, fatalmente vai acabar aplicando em algum dos seus pacientes um remédio vencido.


Texto: http://www.desfavor.com/blog/2020/02/virus-brasileiro/
Data do texto: 29 de fevereiro de 2020

Comentário:

“Impressão minha ou essa esquerdopata acha que tem que cancelar a maior festa do planeta por causa de uma gripe? Onde você vive, em Narnia? Alarmista, amarga, maluca, manipuladora de merda! Você não sabe ler, sua idiota? É uma gripe e sua torcida para que tudo dê errado NÃO VAI MUDAR ISSO. Fica em casa, sua arrombada, fica trancada feito uma otária, que o povo brasileiro está VIVENDO, se divertindo, aproveitando a vida. Deve ser feia, por isso não quer sair de casa e não quer que ninguém saia também. Mal amada. Ninguém tem culpa da sua vida infeliz, quer ficar trancada dentro de casa, baranga? Pode ficar mas não tenta contaminar as pessoas com os seus traumas! Não gosta do Brasil? Vá embora em vez de ficar falando um monte de mentiras. Só uma retardada cogita que uma gripe possa colapsar o sistema de saúde. BURRA. Eu vou rir muito da sua cara em alguns meses, quando não se falar mais em coronavírus e você correr para apagar esse texto imbecil que você escreveu.”

Resposta:

Alguns meses se passaram. O Brasil ultrapassou a marca das mil mortes diárias. Hoje, vários estados e cidades estão usando frigoríficos para armazenar a quantidade enorme de corpos que não conseguem enterrar. Há covas rasas e colapso no sistema funerário. O sistema de saúde está colapsando e muitas pessoas estão sofrendo e morrendo sem atendimento. O sistema de saúde não estava preparado, mesmo passando-se três meses até o vírus sair da China e chegar ao Brasil. Ninguém se preparou. Há estados (como é o caso do Amapá) onde sequer há o sedativo necessário para colocar a pessoa no respirador. E não se trata de não gostar do Brasil. Criticar não é sinônimo de não gostar e sim de querer que ele melhore. Mas sim, eu fui embora. Boa sorte para você que ficou.


Texto: http://www.desfavor.com/blog/2020/03/o-mundo-mudou/
Data do texto: 24 de março de 2020

Comentário:

“Tenho pena de você. Você deve ser completamente louca. Você acha que se vier uma doença grave para o Brasil o governo não vai fazer o que precisa para salvar o brasileiro? Querida, se na Argentina o governo não cuida das pessoas, saiba que no Brasil cuida. Essas “mudanças” que você fala, são impossíveis. Quero ver uma empresa grande deixando funcionário trabalhar de casa! Você nunca deve ter trabalhado na vida, princesa! Não sabe como funciona o mercado de trabalho, deve ser uma sustentada! Sua cabeça é torta, você não raciocina, não sei como o Somir não teve vergonha e deixou você publicar tanta babaquice! Em menos de dois meses tudo vai voltar ao normal e aí você vai ter que se desculpar pela quantidade de asneiras que escreveu aqui, mas não vai adiantar, seu leitor vai ter perdido a confiança em você.”

Resposta:

Eu vou pular a parte sobre qual governo protege seu povo, pois não acho legal tripudiar com base em algo tão triste e lamentável, ok? Sobre home office, grandes empresas como Google e Facebook deixarão seus funcionários trabalharem nesse esquema por todo o ano de 2020. Outras grandes empresas como o Twitter, avisaram que os funcionários podem fazer home office para sempre, se quiserem. Já se passaram os dois meses que você profetizou que as coisas voltariam ao normal (e o leitor perderia a confiança em mim)… Você acha que as coisas voltaram ao normal?


Texto: http://www.desfavor.com/blog/2020/03/coronavirus-de-novo/
Data do texto: 14 de março de 2020

Comentário:

“CONTINUA PASSANDO VERGONHA, SALLY? SÓ PODE ESTAR GANHANDO DINHEIRO PARA ESCREVER TANTA MENTIRA E ASSUSTAR AS PESSOAS. VENDIDA, PUTA, MERCENARIA. O QUE VAI COLAPSAR É A SUA CABEÇA, SUA HISTERICA! BRASIL TEM REMEDIO PARA CURAR O VIRUS QUE OUTROS PAISES NÃO TEM: CLOROQUINA. PARA DE CITAR COMO EXEMPLO PAÍSES DE MERDA COMO PARAGUAI E ARGENTINA ONDE VAI TODO MUNDO MORRER SEM COLOROQUINA, VOCÊ NÃO TEM NOÇÃO DA REALIDADE NÃO SUA IMBECIL? QUEM ESTÁ PAGANDO PARA VOCÊ ESCREVER TANTA BOSTA, SUA FILHA DA PUTA? REZA PARA NUNCA ME ENCONTRAR NA SUA, VOU ENCHER VOCÊ DE PORRADA, SUA MENTIROSA ALARMISTA VENDIDA!

Resposta:

Ninguém me paga nada não, meu anjo. Nunca recebi um centavo direta ou indiretamente para escrever o Desfavor. Sobre a Cloroquina, médicos, CRM, OMS, pesquisadores, Fiocruz e tantos outras pessoas e entidades avalizadas a falar já se manifestaram: não ajuda e ainda atrapalha. Sobre esses países que você chama “de merda” e diz que “vai todo mundo morrer”, alguns dados: Paraguai teve, até agora, um total de 11 mortos pelo covid-19. A Argentina, um total de 390 mortos. Antes que alguém alegue que a população desses países é muito menor do que a do Brasil, vamos ver o cálculo de mortes por milhão de habitantes? Brasil tem 70 mortes por milhão (e subindo), enquanto a Argentina tem 8 mortes por milhão. Repense seu conceito de “país de merda”.

Para dizer que não entende como a gente continua se esforçando para disponibilizar conteúdo recebendo isso em troca, para dizer que o Brasil merece ser arrombado por essa pandemia ou ainda para dizer que essa coluna deveria ser mensal pois mais pessoas como essas deveriam ser humilhadas: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas:

Comentários (46)

  • Olha, eu já vi negacionista de muita coisa, mas negacionista de home office atingiu um patamar de desconexão com a realidade que me surpreendeu. Onde esses seres vivem? Deve ser muito difícil passar por essa vida sem ter apreensão de nada, mas de nada mesmo, que acontece ao seu redor (aliás, deve ser por isso que são assim raivosas, agarradas a certezas que tiram do cu).
    Também defendo um coluna regular, só que sem o trabalho de edição: colocar pontuação; corrigir ortografia; e elaborar frases com começo, meio e fim tiram um pouco do fascínio que é observar quem nem chegou a desenvolver polegar opositor ainda tentar “debater” alguma coisa.
    E parabéns pela paciência de Jó de vocês!

    • Se a pessoa vive em Moçoró do Cu do Mundo e trabalha como caixa em uma quitanda, talvez, na cabeça dela, que só conhece isso, seja impossível mesmo. Falta a compreensão de que o mundo não é a bolha na qual ela vive.

      Muita gente está pedindo para deixar q escrita “original” no próximo texto. Será um prazer.

  • Parabéns, Sally, você conseguiu ser de esquerda e de direita ao mesmo tempo, segundo essa gente. Você se auto-anula. Sally, a mulher-anti-matéria, logo, num cinema perto de você.

    Que gente demente… eles acham que argumentar é berrar e xingar de puta para baixo? E se acham maduros? Prefiro ser imatura forever, se for para ser que nem eles, deus me livre…

    Onde será que eles estão agora, que não estão aqui berrando histericamente que você etá louca? Numa reunião secreta dizendo que na verdade você é uma enviada comunocapitalista da China Americana para que o coronavírus possa destruir as únicas pessoas que sabem de tudo? (Eles, na cabecinha deles)

    • É esse o modus operandi em qualquer lugar: na mesa de bar, em redes sociais, na internet em geral. Desqualificar o interlocutor quando ele fala algo que te desagrada.
      E tudo que desagrada é automaticamente taxado de mentira e ataque. Mas a realidade não está nem aí para esse modus operandi e atropela sem dó.

  • Sally,
    Eu e meu marido somos leitores há anos do desfavor. Além do conteúdo e do trabalho argumentativo recheado de humor que adoramos, gostamos da perspectiva que vocês conferem aos eventos, sempre nos surpreendendo por enxergarem além do óbvio. Com o passar do tempo fomos criando esse afeto virtual por você e pelo Somir. Digo tudo isso para concluir o quão difícil foi ler esses comentários. Nem chegamos ao final. Fico me perguntando o perfil desse tipo de gente na vida real. Nao dá pra acreditar que são pessoas “ok”. Meu palpite é que são um misto de desequilíbrio mental com incapacidade argumentativa.

    • Obrigada, Mariana!

      Olha, não é nada especial contra a gente, esse é o nível em qualquer rede social ou em qualquer lugar onde apareça uma voz discordante. Infelizmente, esse é o grau de educação e capacidade de diálogo do brasileiro médio atualmente.

  • Avatar

    Leane Lorguetie

    Sei muito bem que existe esse tipo de gente, mas é cada soco no estômago cada comentário que li. Gostaria de conseguir rir, mas sinto tristeza, infelizmente.
    Aqui em casa sei que minha família está me achando uma neurótica e olha que estou fazendo apenas o básico, mas fazer o quê né? Aos poucos estou conseguindo fazer eles mudarem os hábitos, por sorte no meu estado e minha cidade ainda não viraram o caos, talvez ainda tenho tempo de por as coisas no eixo por aqui.

  • A argumentação desse pessoal tá “incrível”!

    _ Não sabemos como contra-argumentar então… puta, lixo, imbecil!
    (Ahhh, pronto. Escritor desqualificado e todos os demais leitores vão saber que meu ponto de vista é o máximo).

    O cérebro desse povo deve ser do tamanho de uma ervilha.
    Como vocês aguentam isso diariamente?
    (obs.: eu não tenho mais comentado, mas leio quase todos os dias o blog, e obrigada por ele Sally e Somir!)

    • Talento, a gente simplesmente não se importa. Como dar ouvidos a comentário feitos por pessoas totalmente desconectadas da realidade e sem discernimento?

      O que sim nos preocupa é que, para controlar a pandemia no Brasil se depende DESSAS pessoas. Não vai ser fácil…

  • Sally e Somir do céu… É muita paciência que vcs tem pra lidar com esse tipo de gente, viu? Tenho que parabenizá-los por isso, porque eu sinceramente não tenho essa paciência toda não!

  • Aí na vida real você fala num tom levemente mais alto com essas pessoas e elas só faltam chorar… ficam xingando e “gritando” com gente aleatória na internet pra terem uma sensação de poder que não possuem fora dela.

    • Lucas, nem sei… tem uns que eu acho até que seriam capazes de bater ou dar tiro. As pessoas estão tão loucas, tão descontroladas por ver suas narrativas ruindo, que me parece serem capazes de tudo. Os cães que mais mordem são os covardes, por medo.

  • “Se o Ministro falou que não vai chegar então não vai chegar. Se o Ministro disse que tá preparado, então ele tá preparado.”
    Esse comentário tem toda pinta de vir de algum diretório de militância virtual.

    “Se um dia você cair no meu hospital eu vou te deixar morrendo sufocada em uma maca no corredor, sua filha da puta, vadia, escrota!”
    Ah, a nobreza dos médicos brasileiros…

    “Impressão minha ou essa esquerdopata acha que tem que cancelar a maior festa do planeta por causa de uma gripe? Onde você vive, em Narnia?”
    Mais decadente do que quem promove a festa do batuque, suor e mijo é quem promove a festa do batuque, suor e mijo durante uma pandemia…

    “CONTINUA PASSANDO VERGONHA, SALLY? SÓ PODE ESTAR GANHANDO DINHEIRO PARA ESCREVER TANTA MENTIRA E ASSUSTAR AS PESSOAS. VENDIDA, PUTA, MERCENARIA. O QUE VAI COLAPSAR É A SUA CABEÇA, SUA HISTERICA! BRASIL TEM REMEDIO PARA CURAR O VIRUS QUE OUTROS PAISES NÃO TEM: CLOROQUINA”
    Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é.

    Minha admiração por vocês são aumentou com esse texto… mereciam um adicional de insalubridade só de ter que filtrar esse tipo de excremento.

    • Acho importante ter contato com esse tipo de excremento, nos tira da bolha e nos relembra o que é o brasileiro médio. Tudo nessa vida vira aprendizado, dependendo do significado que a gente dê…

  • Estava esperando pela postagem de hoje achando que iria rir muito, mas fiquei foi abismado. Impressionante o nível dos comentários expostos no texto! Um festival de bobagens que não tem mais fim! E os insultos dessas bestas são sempre os mesmos, os “argumentos” – com aspas, por favor! – são sempre os mesmos e até a infantil e indignada reação àquilo que os contraria também é sempre a mesma… Tudo muito triste, viu? Uma pessoa que age dessa forma quer tanto se sentir única e especial, mas no fim das contas, acaba sendo só mais uma na multidão de imbecis que povoam a internet e, infelizmente, também o mundo real em que todos nós estamos.

    • É muito ataque apenas pela discordância. Quem pensa diferente é um filho da puta que merece ser agredido, humilhado e desacreditado.

      Me dá desespero pensar que o país enfrenta uma doença que, para ser vencida, depende da união e colaboração de todos. O brasileiro não vai se unir. Infelizmente não vai sair aprendizado e algo pior terá que acontecer.

  • Poxa! Podia ter deixado os comentários como eles entraram, eu acho divertido decifrar oq esse povo diz.
    Mas falando sério, o pessoal não é muito criativo nas ofensas né, sempre a mesma coisa, “puta, vadia, burra, mal amada, vai estudar”.
    Não sei se vcs já escreveram sobre isso aqui, mas estava vendo esses dias sobre como as pessoas mais ignorantes (ou realmente burras) são as que mais tem certezas absolutas de tudo e não aceitam que podem estar erradas, que precisam aprender mais. E tem muitos que fazem faculdade que são assim tb, como essa médica aí mostrou.

  • Sobre essas mensagens, as ameaças e xingamentos expõem o medo mais profundo dos seus autores: o de estarem eles mesmos comprovadamente falando merda, e quando a realidade desmentir eles, terem de correr e deletar tudo.

    É uma vontade tremenda dessa gente de brincarem de futurólogos, mas sem se darem ao trabalho de buscar o preparo antes.

    E é uma merda ter esse tipo de gente ao redor, entre colegas e família. Lembro de ter comentado com colegas de trabalho lá no começo, antes do vírus chegar aqui, que o Brasil ia passar trabalho com essa doença, porque já não estava sendo tarefa fácil para países desenvolvidos, e em tese, com sistemas de saúde funcionando melhor que o nosso. Ao que um dos “futurólogos” me respondeu que eu “ia errar apostando no que a Globo diz” (e eu nem tirei isso da Globo).

    • Tem que estudar que tara é essa pela Globo. Sério, a emissora consegue ser atacada por militantes de esquerda e de direita, ambos acusando-a de favorecer o outro lado.
      A Globo virou para o Brasil o que o diabo é para a igreja católica: a causa de todos os males. Tudo que vem da Globo é imediatamente desacreditado, mesmo que esteja também em outros dez grandes portais de notícias.

      Cansei de ter avisos desacreditados por pessoas dizendo “A Globo mente”. Acho ofensivo. Quem diz isso me trata de forma paternalista, como se eu fosse uma criança burra incapaz de discernir entre as mentiras e as verdades que são divulgadas pela emissora. Supõe-se que uma pessoa lúcida pesquisa várias fontes antes de afirmar algo, não sair repetindo a primeira coisa que vê na Globo. Quando alguém tenta me desacreditar com “a Globo mente” eu só posso presumir que, ou não me conhece, ou está tentando negar a realidade a qualquer custo.

  • Eu estava ansiosíssima para ler esse texto. Achei que fosse rir mas é só um monte de gente xingando da mesma coisa (puta, vadia, burra). Uma pena não ter o nome dos comentadores, ainda que esperado, principalmente dessa que diz que é medica, para podermos evitar.
    Quanto ao histérico do carnaval: maior festa do planeta, haha. Estou esperando ano que vem, quando vão reclamar que não vai poder ter porque não há dinheiro, porque não há vacina.
    E estão aparecendo uns puxa-sacos do Somir aqui ultimamente, que pelo amor de deus, hein. (nada contra você, Somir, mas esses nerds que vocês andam atraindo… cruz credo).

    Vem corona!

    • Não são nerds, não, Leona. São Incels. Já fiz texto cacetando mais de uma vez, mas eles continuam voltando e deixando comentários, mesmo sabendo que não serão aprovados. Tem homem que só sabe atrair para si situações de rejeição de mulher, tenho pena.

    • (nada contra você, Somir, mas esses nerds que vocês andam atraindo… cruz credo)

      Nerd é sempre bem-vindo aqui. Troco 100 pessoas normais por um nerd num piscar de olhos. O que você está se referindo são os incels, que são feministas invertidas.

  • “Você acha que se vier uma doença grave para o Brasil o governo não vai fazer o que precisa para salvar o brasileiro? Querida, se na Argentina o governo não cuida das pessoas, saiba que no Brasil cuida”

    Da série “vamos dar risada, porque dar tiro é crime”.

    • HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

      Pessoas totalmente desconectadas da realidade acabam prevendo um futuro totalmente desconectado da realidade.

      Agora estou no aguardo para rebater os “A Argetnina é um país falido”, pois segundo muitas projeções de gente que entende, o Brasil vai ficar pior por não ter tomado os devidos cuidados com a pandemia.

  • Eu não consegui passar do segundo comentário sem que meu estômago embrulhasse. Lamento muito pelas ofensas dirigidas a ti e ao Somir (é uma constante em vários textos independente do tema?).
    Ps: obrigada por não desistirem e continuarem escrevendo por aqui.

    • Relaxa, a ofensa está na cabeça do ofendido. Cada comentário é como um presente que a gente recebe: se a gente gosta a gente pega, se a gente não gosta, a gente joga fora. Eu não pego para mim uma vírgula de qualquer tipo de ofensa. São pessoa que claramente não estão com a mente em um bom lugar, que não me conhecem e que estão vindo aqui apenas para descontar suas angústias. Imagina que lixo deve ser a vida da pessoa que vai em um blog xingar desconhecidos! Sanidade mental passa longe de gente assim.

  • A maior festa do planeta seria o Carnaval? Ah, vá! E o governo protege mesmo as pessoas, suoer faturando sem licitação. O Auschwitzel ta caminhando pra ir preso junto com o Cabral e Ditadória também.

    • Pelas previsões, percebemos que são pessoas sem critério algum e desconectadas da realidade. Não apenas isso: são frágeis. Quando alguém ameaça falar sobre a realidade, elas atacam, xingam, ficam na defensiva e tentam desqualificar a pessoa. Imagina que triste viver sem conseguir encarar a realidade?

  • E estou chocada com a falta de educação dessas pessoas! Sério, se tem uma coisa que me deixa feliz sobre o isolamento, é que eu não tenho que sair às ruas e correr o risco de dar de cara com esse tipo de gente. O ser humano me dá cada vez mais medo! Por que alguém fica tão mordido com um texto a ponto de xingar e ameaçar a autora ou torcer para que ela morra? Uma médica ainda por cima. Gostaria de saber seu CRM para nunca me consultar com ela! Todos os psicólogos do mundo não resolvem o problema dessa gente.

    Eu lamento que o Desfavor ainda tenha que lidar com esses floquinhos de neve, mas adorei a postagem de hoje e a masoquista que mora em mim quer mais!

    • Pessoas que não tem estrutura para lidar com a realidade usam um escudo: uma realidade falsa que elas criam e acreditam.
      Desfavor sempre foi muito “dedo na ferida” e eu sempre fui muito direta e até rude ao falar da realidade. Isso remove o escudo que essas pessoas criaram e as deixa apavoradas. Acredito que tantos ataques venham daí. Nada mais perigoso que um covarde sem escudo.

  • Lendo os comentários selecionados eu só conseguia pensar que não é possível que essa gente tenha acesso à Internet. O engraçado é que vc ou é esquerdopata ou é bolsominion, pra você ver como o poder argumentativo desse zé povinho é limitado. Um verdadeiro show de horrores.

    Uma coluninha mensal expondo essa galera é uma boa ideia.

    • Pois é, a classificação se dá com base no que a pessoa tem na mente: se ela vê na esquerda um inimigo, quem fala algo que ela não gosta é esquerdopata. Se ela vê na direita um inimigo, deve ser bolsominion. Muito triste essa projeção que fazem nos outros, de achar que toda opinião gira em torno de política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: