Quarentena! – Ep. 2 – Lock Down

A imagem panorâmica mostra o estúdio a céu aberto, com So Mil e Sa Li vestidos impecavelmente diante de um telão com o logo do programa. Ao fundo, pode-se ver centenas de trabalhadores chineses montando uma grande estrutura.

SO MIL: Bem-vindos de volta ao Quarentena! O reality show que está viralizando no mundo todo. Eu sou So Mil, e ao meu lado, a sempre bela Sa Li.

SA LI: Boa noite! Chegaram os resultados da votação da edição anterior. Felipe Certo volta do SUS para a casa, e Guilherme Roubos e Olavo de Caralho vão ser enviados para o caminhão refrigerado!

SO MIL: E assim que retornarmos de um rápido comercial, vamos falar com os perdedores. Fiquem ligados.

A cena corta para imagens de crianças de todas as cores brincando juntas.

NARRADOR: A Bat Soup International valoriza as futuras gerações. Mil e duzentos reais por criança saudável, para sermos mais exatos. Acesse pequenas cobaias ponto com e saiba se seus filhos podem ajudar nas nossas pesquisas. Pequenas cobaias ponto com.

So Mil reaparece em close sorrindo. A câmera se afasta para mostrar ele e Sa Li vestidos dos pés à cabeça com equipamento de proteção.

SO MIL: E voltamos. Estamos dentro do caminhão refrigerado, onde vamos entrevistar os perdedores da última votação.

Guilherme Roubos e Olavo de Caralho estão sentados sobre macas, usando apenas aventais. Os dois tremem de frio.

ROUBOS: Por que a gente tem que ficar aqui?

SA LI: Nossos estudos comprovam que os sintomas do Favelavírus podem ser reduzidos em até 90% com temperaturas baixas.

SO MIL: Mas não se animem, continua sendo fatal. Como ainda não tivemos tempo de montar um cemitério, é o melhor jeito de preservar seus corpos.

OLAVO: É por isso que aqueles amarelos vermelhos estão fazendo uma obra?

SA LI: Ah, não. Estamos construindo um hospital de campanha para o Rio de Janeiro.

ROUBOS: Aqui no Suriname?

SO MIL: A gente ajuda aonde pode. Mas chega de falar com os futuros defuntos. Vamos voltar para a casa.

Uma grande sala visivelmente mal acabada abriga os participantes sobreviventes, que observam a volta de Felipe Certo.

FELIPE: Voltei! Eu queria agradecer meus fãs por votarem em massa nos meus adversários, mas principalmente a Deus, que eu tenho certeza que tem um plano especial para mim.

PILHA: Fudeu! Fuuuudeu! Ele está muito doente! Essa foi a coisa mais pobre que eu já ouvi!

JAIR: Larga de drama, é só uma gripezinha.

FELIPE: Liga não, ele está com inveja do meu brilho.

Todos os participantes se entreolham aterrorizados.

FELIPE: Mas não vai subir pra cabeça não, porque eu sou humilde!

TODOS: AAAARGH!

Uma corrida desenfreada começa pela casa. Todos fogem de Felipe Certo.

No quarto rosa, Aninha, Pabllo(a) e Trainee estão acocorados atrás de suas camas enquanto Felipe Certo bate na porta com força.

FELIPE: Deixa eu entrar! Na humildade!

ANINHA: Vai lá ver o que ele quer, Trainee.

TRAINEE: Sei não… trainee é o primeiro que morre nessas histórias.

PABLLO(A): Vamos ficar quietinhas aqui. A gente só sai para buscar comida, coloca máscara, se lambuza de álcool gel…

ANINHA: Se você vai buscar comida, traz aquele pacote de salsichas.

PABLLO(A): Eu não! Correr risco é coisa de homem.

TRAINEE: Vai se foder, você soltou um tolete do tamanho do meu braço lá no banheiro dos homens não faz nem meia hora. Tinha uns três chineses interditando a porra toda quando eu tentei ir.

PABLLO(A): Vem fácil, vai fácil. E meu gênero é fluido, seu macho opressor.

ANINHA: E como funciona isso?

PABLLO(A): É igual ser viado, mas você recebe muito mais atenção.

FELIPE: EU SOU ALIADO! VIU? *do outro lado da porta*

TODOS: Cala a boca, favelado!

No quarto azul:

MR. ORANGE: What’s goin’ on?

JAIR: The… viadón do color hair… doent. Poor doens.

MR. ORANGE: What?

PILHA: Ô vadia. *cutucando Sara Inferno*

SARA: Vadia é tua mãe! Agora eu sou conservadora.

PILHA: Quando você mostrava as tetas nos protestos não trabalhava para os gringos? Você falava em inglês com eles?

SARA: Não. Elas mandavam cartas escritas com sangue menstrual pra mim, eu não abria aquilo nem fodendo. Eu improvisava na hora.

JAIR: Eu não aguento ficar aqui nesse quarto. Tem alguém fedendo!

MR. ORANGE: The poop bag! *apontando para Jair*

PILHA: Desgraçado, vazou de novo!

JAIR: É só uma diarreiazinha, tálkei?

Pilha e Sara são os primeiros a sair do quarto. Mr. Orange logo os segue.

Na sala principal, a equipe do quarto azul se depara com Felipe Certo dançando funk de forma absolutamente vulgar, sem música alguma.

PILHA: Nem eu ficava tão louco assim.

JAIR: Você dançava assim pro Gugu que a gente sabe!

PILHA: ME RESPEITA!

A voz de Sa Li surge nos alto-falantes:

SA LI: Boa noite, Quarentemados! Felipe Certo não está louco, só está tendo um dos sintomas do Favelavírus: rádio funk mental. Algumas pessoas prefeririam a morte.

SO MIL: Mas não há tempo de lamentar, pois vai começar a prova do dia para decidir quem vai ser enviado para o SUS! Vão para o jardim para receber as instruções. Mas cuidado com as obras, deixaram umas madeiras cheias de pregos por aí.

SA LI: Equipe do quarto rosa, vocês também. Coloquem as roupas de proteção se quiserem.

No jardim, todos os participantes se reúnem diante de uma tela com os rostos de So Mil e Sa Li. Aninha, Pabblo(a) e Trainee estão com roupas de proteção completa. Felipe Certo está só com uma máscara, mas com o nariz de fora. Mr. Orange, Jair, Pilha e Sara estão sem proteção alguma.

SO MIL: A prova de hoje se chama Lock Down! Tragam nosso convidado!

Um grupo de chineses se esforça para arrastar um jovem atarracado de feições um tanto quanto peculiares com várias cordas. O jovem se debate violentamente.

SA LI: Nós vamos soltar o Felnandinho no seu jardim, e todos vocês terão uma chance de prendê-lo naquela jaula. Cada um tem 30 segundos. Se mais de um participante conseguir o feito, o menor tempo servirá como desempate.

SO MIL: E o primeiro é… Felipe Certo! SOLTA!

FELNANDINHO: O VÍRUS NÃO EXISTE! AAAAHHH! *correndo*

Felipe Certo tenta correr atrás do jovem, mas percebe que é inútil. Ele então entra na jaula e grita “Olááááá!”. O jovem fica com um brilho nos olhos e vai correndo para se juntar. Felipe então fecha a jaula por dentro.

FELIPE: Tinha jeito mesmo de ser meu fã.

SA LI: Felipe Certo, sucesso, 19 segundos. Solta o demônio pra tentarmos de novo.

SO MIL: Sara Inferno!

FELNANDINHO: FOI O BILL GATES QUE CRIOU O VÍRUS! AAAAHHH! *correndo*

Sara Inferno levanta a blusa imediatamente para mostrar os peitos. Felnandinho ignora solenemente. Sara não sabe mais o que fazer depois disso.

SARA: É impossível. Eu tentei mostrar os peitos e não funcionou.

SA LI: Sara Inferno, fracasso.

SO MIL: Aninha, sua vez!

FELNANDINHO: MÁSCARA AUMENTA O RISCO DE CONTAMINAÇÃO! AAAAHHH! *correndo*

Aninha vira de costas imediatamente e começa a rebolar. Vai tirando peça por peça de roupa até ficar seminua. Felnandinho para e começa a comer formigas no chão.

SA LI: Aninha, fracasso.

ANINHA: O que aconteceu? Era a minha vez? Por que não avisaram?

SO MIL: Mr. Orange, your turn!

FELNANDINHO: E A ECONOMIA? E A ECONOMIA? AAAAHHH! *correndo*

Mr. Orange sorri para Felnandinho, que sorri de volta. Os dois ficam se olhando por 30 segundos.

SA LI: Mr. Orange, fracasso.

MR. ORANGE: I’m doing a great job! The best!

SO MIL: Trainee, vai!

FELNANDINHO: IMUNIDADE DE REBANHO! AAAAHHH! *correndo*

Trainee ergue o punho e começa a marchar rumo à jaula, gritando frases de efeito. Felnandinho não resiste e começa a marchar junto, mesmo não entendendo nada sobre as frases que repete. Os dois marcham juntos para dentro da jaula.

SA LI: Trainee, sucesso. 29 segundos. Pode tirar da jaula. Os dois. Sim, os dois, produção. EU TENHO CERTEZA!

SO MIL: Pilha? Pode ir.

FELNANDINHO: A ARGENTINA ESTÁ EM COLAPSO! AAAAHHH! *correndo*

Pilha puxa uma bala do bolso e mostra pra Felnandinho. Quando o jovem se aproxima, Pilha enfia uma agulha no braço do moleque, que desmaia na hora. Pilha o leva para a jaula tranquilamente, arrastando pelos pés.

PILHA: Relaxa que eu tenho outra pra acordar.

SA LI: Pilha, sucesso. 25 segundos.

SO MIL: Pabllo(a)!

FELNANDINHO: ARMA BIOLÓGICA! NOVA ORDEM MUNDIAL! AAAAHHH! *correndo*

Pabllo(a) dá um sorriso maternal para Felnandinho, que começa a se aproximar. Assim que chega perto o suficiente, Pabllo(a) enfia um direto bem no queixo do jovem, que desmaia novamente e é jogado violentamente dentro da jaula.

PABLLO(A): E não ousem me criticar, porque não existe violência reversa!

SA LI: Cagamos. Pabllo(a), sucesso, 24 segundos.

SO MIL: Jair, sua vez.

FELNANDINHO: É SÓ TOMAR CLOROQUINA! AAAAHHH! *correndo*

Jair dá um sorriso maroto para a câmera e abre os braços pedindo um abraço. Felnandinho arregala os olhos e sorri com todos seus trezentos dentes.

JAIR: Esse povo me adora.

Felnandinho abraça Jair com tanta força que os pontos da cirurgia explodem, lançando seus intestinos para fora. Ele cai desfalecido imediatamente numa poça de sangue e outros fluidos.

FELNANDINHO: Abaço fedido…

SA LI: Jair, fracasso. Chama os médicos de novo.

A cena volta para o estúdio principal, onde So Mil e Sa Li sorriem.

SA LI: Surpresa! Felnandinho estava contaminado pelo Favelavírus. Infelizmente hoje não poderemos fazer os testes porque recebemos uma remessa defeituosa. Mas não se preocupem, já encontramos compradores num país vizinho. *piscando*

SO MIL: Pelo visto, com exceção do Pilha, o time do quarto azul não é bom nessa coisa de Lock Down. Dois membros serão indicados para o SUS. Mr. Orange e Jair, que tiveram os piores resultados. Do time rosa, Aninha foi a única a fracassar e também vai para lá.

SA LI: Quem vai conseguir sair do SUS? Quem vai para o caminhão refrigerado? É sua vez de votar e decidir quem continua no Quarentena!

Os créditos começam a rolar. Cenas da casa começam a mostrar Sara Inferno rebolando na direção de Felipe Certo…


Quem deve FICAR na Quarentena?

  • Jair (42%, 86 Votes)
  • Aninha (36%, 74 Votes)
  • Mr. Orange (22%, 45 Votes)

Participação Impopular: 205

Carregando ... Carregando ...

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (6)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: