Comemorações de 12 anos encerradas. Luto oficial em toda a nação por tempo indeterminado.

Quarentena! – Ep. 4 – A Solução Final.

NARRADOR: Um a um, eles foram contaminados.

Cenas dos participantes esfregando genitálias uns nos outros, brigas violentas, gritaria, passionalidade descontrolada e um culto evangélico.

NARRADOR: Mas um a um, eles foram eliminados!

Cena dos corpos amontoados de Guilherme Roubos, Olavo de Caralho, Mr. Orange, Aninha, Sara Inferno, Pabllo(a) e Felipe Certo no caminhão frigorífico na parte externa do casa.

NARRADOR: Hoje, descobrimos qual o pior destino: a morte… ou a favelice! Tudo isso no capítulo final de Quarentena! Com vocês, nossos apresentadores, Sa Li e So Mil.

Uma grande plateia de trabalhadores chineses totalmente paramentados com roupas de proteção bate palmas efusivamente para o casal de apresentadores, que também estão com equipamento de proteção. A câmera foca em So Mil:

SO MIL: Boa noite. Gostaríamos de iniciar a noite lamentando a morte prematura de tantos dos nossos participantes. Aparentemente, por um erro da produção, os colares ChokeNaKara utilizados estavam configurados para aplicar choques mortais, e não choques de aviso. Como a Bat Soup International se preocupa com você, Sa Li vai fazer uma breve demonstração para te mostrar como configurar o ChokeNaKara dos seus filhos. Sa Li?

SA LI: Obrigada, So Mil. Na minha mão, vocês podem ver o ChokeNaKara, versão da Hello Catty, sem direitos autorais, uma gracinha! Antes de instalar o equipamento na sua criança, animal ou pobre confirme se ele está configurado para dar choques de aviso e não choques mortais. É simples.

Sa Li mostra dois pequenos botões do lado interno do ChokeNaKara, ambos vermelhos com símbolos pretos. Ela aponta para o da esquerda.

SA LI: Esse botão escrito 环 é o que aplica os choques de aviso. Já esse, o com o 坏 desenhado, é o dos choques mortais. E não adianta decorar a posição, porque varia de modelo para modelo, ok? Só seguir as instruções e tudo vai ficar bem.

SO MIL: Obrigado, Sa Li. Agora ficou bem claro. ChokeNaKara à venda nas melhores lojas do centro da sua cidade! Mas chega de falar de coisa boa, vamos voltar para a casa da Quarentena e conversar com os participantes que restaram.

Na sala da casa, agora com o forro parcialmente desmoronado e uma grande quantidade de entulho pelo chão, Trainee, Pilha e Jair sentam-se afastados em três poltronas direcionadas para a TV. Só Trainee usa uma máscara. So Mil e Sa Li aparecem na tela:

SO MIL: Boa noite, quarentemados! Hoje é o grande dia. Estão emocionados?

TRAINEE: Eu não preguei o olho. A filhote de quasímodo ficou berrando a noite inteira no quarto, a gente teve que fazer uma barricada na porta. E eu acho que o Felnandinho pulou a janela e está lá com ela.

PILHA: Quando é que a gente volta pra casa? Eu não aguento mais o cheiro de algumas pessoas aqui…

TRAINEE: O que você quer dizer com isso? Que Trainee fede? EU VOU TE PROCESSAR!

PILHA: Eu estou falando do Pula-Pirata ali que está vazando merda!

JAIR: Melhor intestino perfurado pela barriga do que pelo cu que nem você, Dominó!

PILHA: ME RESPEITA! E é polegar! POLEGAR!

TRAINEE: Processa ele! É homofobia!

JAIR: Homofobia o caralho, é brincadeira saudável, seu Trainee de merda!

Os três começam a rolar no chão da sala, brigando e berrando descontroladamente.

SA LI: Por que a gente tirou os colares ChokeNaKara deles?

SO MIL: Produção! Protocolo Mah KaKito!

Dezenas de funcionários chineses entram na casa e lutam para separar Trainee, Pilha e Jair. Na confusão, Trainee é jogado contra a pilastra central da sala, que se desfaz como se fosse de areia.

PILHA: Tinha que ser Trainee…

TRAINEE: Vai desabar a porra toda!

JAIR: É culpa do governo anterior!

Correria. Poucos segundos depois dos participantes e alguns elementos da equipe do programa saírem da casa, ela desaba espetacularmente, lançando uma enorme nuvem de poeira cinza no ar.

SO MIL: Vamos para um break rápido!

Cenas de um hospital lotado. Vários pacientes demonstram sofrimento em corredores abarrotados, com poucos médicos andando com dificuldade em meio ao caos.

NARRADOR: Atenção, dias tranquilos como esses podem estar acabando no seu país!

A Bat Soup International está enviando uma equipe de apoio para o Brasil para lidar com a pandemia de Favelavírus. Ela ainda não começou, mas nossos testes foram um sucesso e temos 100% de confiança que o envio de uma equipe que esteve em contato com o vírus sem nenhuma forma de proteção por várias semanas vai coincidir exatamente com os primeiros casos no país. Timing é essencial.

Por isso, preparamos algumas dicas para você reconhecer alguém com os primeiros sintomas de Favelavírus na sua casa ou vizinhança. Fiquem atentos para alguns sintomas iniciais:

Se você ou alguém que conhece sentir um impulso poderoso de frequentar uma igreja evangélica;

Se você ou alguém que conhece participar de qualquer grupo de WhatsApp que não seja relacionado ao trabalho;

Se você ou alguém que conhece disser que sua cerveja preferida é a Skol;

Se você ou alguém que conhece se convencer que marketing multinível é uma boa forma de ganhar dinheiro;

Se você ou alguém que conhece acreditar que alguém está com inveja do seu sucesso;

Ou se você ou alguém que conhece rir de qualquer piada do Paulo Gustavo, entre em contato pelo telefone +86 171-000 e peça ajuda imediatamente. Sua vida pode depender disso.

Favelavírus: o Brasil unido contra o pobre.

Atenção: valores de ligação internacional podem ser cobrados. A Bat Soup Internacional não é autorizada para dar conselhos médicos. *fala extremamente rápida*

A imagem volta para o palco onde estão Sa Li e So Mil, uma enorme nuvem de poeira vai de dissipando lentamente ao fundo.

SO MIL: Bem-vindos de volta! Tivemos um pequeno problema de desabamento e dezessete mortes na casa, coisa de TV ao vivo, né?

SA LI: Por isso que é emocionante. Mas nossos participantes ainda estão vivos, então o show tem que continuar.

SO MIL: E na única estrutura ainda de pé no terreno, o hospital de campanha que construímos para o Rio de Janeiro, nossos participantes se preparam para a prova final! Apenas dois restarão para a votação final. Um dos quarentemados diz adeus neste bloco!

SA LI: Estão nos ouvindo?

No telão, aparecem Trainee, Pilha e Jair. Os três parecem chocados, cobertos de sangue e pó cinza.

SO MIL: A prova final se chama Concentração Total. Vocês três serão colocados numa sala fechada com uma válvula liberando quantidades cada vez maiores de Muçulmenos, o gás patenteado da Bat Soup International utilizado para acalmar minorias étnicas na nossa terra natal.

SA LI: O Muçulmenos é totalmente seguro e ignorado pela Organização Mundial de Saúde, desde que seja aplicada uma pequena dose de Adrenalina direto no coração da pessoa afetada em até 15 minutos depois da primeira exposição.

SO MIL: Mas se o nosso gás é tão seguro, qual a dificuldade da prova, Sa Li?

SA LI: Fico feliz que você tenha perguntado. Nossos participantes terão à disposição três injeções aparentemente idênticas. Mas duas tem Adrenalina e uma… Cloroquina! Na sala, existem pistas para identificar qual é qual. O desafio é controlar o instinto favelado e tentar pensar antes de agir.

SO MIL: Estão em posição, participantes?

JAIR: Eu não entendi porra nenhuma.

TRAINEE: Nem eu.

PILHA: Eu estou com um zunido no ouvido.

SO MIL: Excelente. O gás começa a ser lançado… agora! Valendo!

A sala é escura com exceção de uma lâmpada pendurada do teto que ilumina uma mesa metálica onde estão colocadas três injeções incolores sem nenhuma marcação. Assim que a voz de So Mil desaparece, começa o som de um gás sendo injetado no ambiente.

JAIR: Cada um pega uma então. Eu fico com a da direita. Toma a da esquerda, Trainee, é extrato de piroca concentrado! Hahaha! Cof…

TRAINEE: Eu deveria pegar as três, como reparação pelo o que fizeram com os Trainees até hoje! Cof… cof…

JAIR: Cadê o Pilha? *pigarreando*

PILHA: Já injetei. Não deu barato… droga xing-ling de merda!

TRAINEE: Mas a gente tinha que procurar as pistas… cof… cof…

JAIR: Ele tomou a Cloroquina então! Cof!

Jair se injeta imediatamente, o surto de energia da Adrenalina percorre seu corpo com violência, o desequilibrando. Ele cai numa área escura da sala com o som de vários metais caindo no chão ao mesmo tempo. Jair grita de dor.

JAIR: Caralho, uma caixa de bisturis aberta?

Trainee ri com o resto das suas forças enquanto Jair respira pela última vez, e espeta a agulha contra o peito. Ele sente o corpo se revigorando rapidamente. A luz se acende e a voz de So Mil cobre o som do gás, que para ao mesmo tempo.

SO MIL: Vocês não conseguem fazer uma coisa direito?

TRAINEE: Ganhei! Ganhei! Os dois morreram!

PILHA: Morri o que? Eu morei na cracolândia, rapá! Eu já tomei coisa muito pior que esse gás, coisa que fazia até o maior dos Trainees de lá empacotar. Me respeita! Mas produção, eu acho que essa Cloroquina vai me dar uma caganeira…

SA LI: Eles não encontraram as pistas… e o que morreu foi o que tomou a Adrenalina. O que fazemos?

SO MIL: Tudo bem, trocamos sem querer a caixa das pistas por uma de bisturis que o Rio de Janeiro superfa… super… facilitou… o alcance para o povo mais necessitado. Acabou dando tudo certo.

SA LI: Que alegria! Os finalistas estão definidos! E agora você vai decidir quem teve mais mérito para sobreviver nessa casa durante todos esses dias. Vote em quem mais merece o prêmio de ser enviado para um hospital particular num país civilizado.

SO MIL: Agora é com você, telespectador. Lembre-se de escolher a pessoa que mais contribuiu para o show até aqui, quem não se escondeu, quem tomou decisões difíceis, quem assumiu posição de liderança.

SA LI: Pilha ou Trainee? Você escolhe quem será o grande vencedor do Quarentena! Amanhã teremos os resultados, até lá!

A câmera vai se afastando dos apresentadores e subindo até mostrar o terreno todo. Ao lado do hospital de campanha, podemos ver os escombros da casa se mexendo. Um ser atarracado parece carregar uma jovem normal e acima da média para o meio da floresta…


Quem deve ser o CAMPEÃO da Quarentena?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Etiquetas: ,

Comentários (8)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: