+No dia em que a demanda instantânea de eletricidade bateu recorde nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, a reserva de energia para absorver eventuais picos de consumo no subsistema Sudeste Centro-Oeste era de apenas 25% do recomendado pelo próprio Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Para especialistas, a pouca margem de manobra está entre as causas do corte seletivo de cargas que atingiu 10 estados e o Distrito Federal e é fruto de erros no planejamento do setor elétrico nos últimos anos.

Já não tinha água, agora não vai ter luz. Desfavor do Brasil e da semana. Continue lendo