Hoje é dia 21 de outubro de 2020. Se hoje você visitar conta do Twitter do New York Post, um dos mais antigos e populares jornais americanos, vai perceber que a última postagem é do dia 14. Inimaginável um jornal ficar tanto tempo sem atualizar seu Twitter, não? Pois é. Ainda mais considerando que a conta deles foi bloqueada logo após postarem um matéria incriminadora sobre Hunter Biden, filho do candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden.

Continue lendo

Ontem à noite aconteceu o primeiro debate entre Donald Trump e Joe Biden, candidatos à eleição presidencial americana. Muita gente estava curiosa para ver a interação entre os dois e quem sairia por cima nessa disputa. Mas talvez por falta de material humano decente ou mesmo uma mudança cultural que parece não ter mais volta, o que vimos foi algo inédito: os dois conseguiram perder o debate.

Continue lendo

Semana passada, um jovem de 17 anos chamado Kyle Rittenhouse ganhou todas as manchetes da mídia americana ao atirar fatalmente em dois manifestantes do movimento Black Lives Matter, e ferir gravemente um terceiro. Os protestos daquele dia eram resultado da divulgação de um vídeo de mais uma ação policial violenta contra um homem negro. Dependendo de onde você tentar se informar sobre esse caso, vai conhecer duas versões totalmente diferentes sobre o caso: numa delas, um assassino cruel, na outra, um herói trágico. Qual delas é a verdadeira?

Continue lendo

No capítulo anterior, o foco era como enxergar diferentes redes sociais como alegorias de uma economia em processo de transição da Era Industrial para a Era da Informação: o tipo de conteúdo consumido e produzido por gerações diferentes reflete a forma como se enxergam inseridas nessa realidade. Hoje, a ideia é seguir em frente… do jeito que der.

Continue lendo

Ah, nada como alguém se aproximando rapidamente da meia idade para analisar um aplicativo usado prioritariamente por adolescentes… mas não revire os olhos e bufe de forma irônica ainda, afinal, eu coloquei economia no título; pode ser importante. Vamos reclamar dos jovens? Claro que vamos! Mas tem algo maior acontecendo ao redor disso, algo nefasto que não tem nada a ver com espionagem chinesa. Quer dizer… talvez tenha.

Continue lendo