Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.
O Somir se reserva ao direito de implicar com os textos e não publicá-los. Sally promete interceder por vocês.

LACRADORES EXTENDED UNIVERSE – VILÃO

Álbhen Hawstein: Líder da resistência conhecida como (La Revolucion), era considerado burro e problemático durante a infância por acreditar que a terra é redonda e questionar professores com perguntas como: “Professor se o senhor é comunista porque usa Burgphone¿”, “Se feministas são contra a objetificação feminina porque não são contra o Funk¿. E porque diabos defendem mulheres se apóiam a diversidade de gênero¿” Continue lendo

Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.
O Somir se reserva ao direito de implicar com os textos e não publicá-los. Sally promete interceder por vocês.

Relatos de um médium cético.

Durante minha adolescência, ao longo dos anos eu ficava em negação de que estava envelhecendo. Bradava aos quatro ventos de que não aceitava nenhuma religião, de que nunca iria me casar, de que nunca teria filhos, enfim, eu queria evitar ao máximo ter qualquer tipo de compromisso com o mundo adulto. Porém, após conhecer a Kitsune (ela, sempre ela) pouco a pouco esses pensamentos foram mudando. Comecei a aceitar a passagem do tempo, comecei a aceitar a diversidade teológica e após um ultimato por parte dela, embarquei na aventura de ser pai. Tive que abrir mão de muitas coisas para ter um mínimo de maturidade para cuidar de uma criança, algumas delas foram bem difíceis, mas valeram a pena. Continue lendo

Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.
O Somir se reserva ao direito de implicar com os textos e não publicá-los. Sally promete interceder por vocês.

JORNAL DI SFAVORE – EDIÇÃO ESPECIAL

Ano VIII – Edição DCLXVIII

Ganhador do Big Martir Judeia desaparece logo após o fim do programa

JERUSALÉM (Jornal Di Sfavore) – O ganhador do Big Martir Judeia (BMJ) desta temporada, Jesus de Nazaré, desapareceu nesta manhã depois de entrar em um rio na periferia de Jerusalém. Continue lendo

Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.
O Somir se reserva ao direito de implicar com os textos e não publicá-los. Sally promete interceder por vocês.

Relatos de um médium cético.

Quando escrevi o Desmagia Negra, em algum momento comentei que trabalhei em um hospital aqui de Campinas, aonde tive uma vivência muito intensa com a natureza humana e em como as pessoas lidam com a dor. Nos comentários das postagens, houve certa curiosidade sobre o que presenciei lá. Além de algumas experiências espirituais, o que mais valeu mesmo nesses pouco mais de 6 meses que trabalhei lá foi o conhecimento adquirido de como damos tanto valor a coisas materiais e muitas vezes só nos importamos com o lado espiritual em nossos momentos finais. Continue lendo

Desfavor Convidado é a coluna onde os impopulares ganham voz aqui na República Impopular. Se você quiser também ter seu texto publicado por aqui, basta enviar para desfavor@desfavor.com.
O Somir se reserva ao direito de implicar com os textos e não publicá-los. Sally promete interceder por vocês.

Relatos de um médium cético.

Sou uma pessoa confusa, que sempre busca aquilo que mais tenta manter distante. Por exemplo, quando eu era adolescente, morria de medo de alienígenas, mas mesmo assim não conseguia parar de estudar sobre ufologia. Tanto fiz que acabei virando colaborador da revista UFO, a maior revista de ufologia do Brasil. Já de espíritos não sentia medo exatamente, eram mais sensações estranhas que me faziam sentir um arrepio na espinha. Em algumas épocas, eu fazia o máximo para não ficar sozinho em casa, com medo de que alguma coisa estranha acontecesse. Repito, não era medo, era uma expectativa tensa de que alguma coisa ruim fosse acontecer. Sozinho ou não, elas aconteceram. Continue lendo