Vamos imaginar a seguinte situação: você contrata uma pessoa para sua empresa baseado num currículo excelente. O tempo passa e a pessoa demonstra ser excelente no seu trabalho. Mas, eventualmente você descobre que essa pessoa mentiu muito no currículo. Sally e Somir demonstram estilos gerenciais distintos aqui. Os impopulares passam no RH.

Tema de hoje: deve-se demitir um funcionário excelente que mentiu no currículo?

Continue lendo

Chegou a hora da “verdade”: você está sozinho(a) e dá de cara com uma presença aparentemente inexplicável. Sally e Somir preferem não serem incomodados por estranhos, mas discordam sobre a natureza desse encontro. Os impopulares manifestam suas opiniões.

Tema de hoje: o que seria menos pior, encontrar-se com um fantasma ou com um alienígena?

Continue lendo

Salvo alguma grande surpresa pós-morte, o que vamos sugerir aqui é impossível, mas não deixa de ser um bom exercício de autoconhecimento. E sem as balelas de entrevista de emprego. Sally e Somir imaginam seus cenários ideais de existência não-humana, os impopulares deixam seu lado primal aflorar.

Tema de hoje: se você tivesse que reencarnar em um animal não-humano, qual escolheria?

Continue lendo

Bem-vindos à Semana Inútil do Desfavor, em comemoração ao nosso mais novo feriado, o Dia de Sísifo. Nesta semana, falaremos de tudo o que é inútil, mas que não paramos de fazer. E nada mais condizente do que falar sobre o próprio Desfavor. Sally e Somir analisam os esforços mais fúteis da própria casa, e os impopulares votam, mesmo que não faça diferença.

Tema de hoje: qual a coluna mais inútil do Desfavor?

Continue lendo

Imaginemos a seguinte situação: no seu bairro ou cidade existe um psicopata que só mata criminosos que escaparam da Justiça. Você sabe quem essa pessoa é. Sally e Somir concordam que fazer justiça com as próprias mãos é reprovável, mas não sobre o melhor curso de ação de posse dessa informação. Os impopulares matam a discussão.

Tema de hoje: você denunciaria um psicopata que só mata bandidos?

Continue lendo