Nesta semana, tivemos um terrível caso de assassinato: um adolescente matou uma garota a facadas, filmou o corpo e publicou na internet. O rapaz confessou o crime e já está preso. Nos vídeos da abordagem policial, ele não demonstrou remorso algum. Os dois se conheciam por jogarem juntos um game online, e é claro que isso virou foco da história…

Continue lendo

Há muito tempo eu percebo uma espécie de achatamento do vocabulário humano. Não necessariamente uma diminuição de número de palavras conhecidas pelo cidadão médio, porque historicamente sempre foram poucas mesmo, mas no número de significados delas. Parece que até mesmo as palavras se tornaram extremistas…

Continue lendo

Trump foi banido do Twitter. As redes sociais mais famosas fecharam o cerco contra a “direita” americana, e as alternativas correm um sério risco de ficarem sem infraestrutura. Um grupo cada vez maior de justiceiros virtuais está caçando todo mundo relacionado com a invasão do Capitólio semana passada… e muita gente está comemorando como se finalmente estivéssemos colocando ordem no mundo de novo. Será?

Continue lendo

Hoje, sob um altíssimo risco de acabar bostejando em quatro páginas, vou desenvolver a seguinte ideia: a marcha do mundo moderno rumo à igualdade não é sobre empoderar mulheres, muito pelo contrário, é sobre retirar delas o poder de modelar a sociedade. Não é uma rebelião contra o homem, e sim contra a mulher. E isso tende a ser ruim para todo mundo.

Continue lendo

Hoje é o último dia do ano com uma coluna livre minha, com tema à minha escolha. Daqui pra frente será um amontoado de postagens temáticas. Minha ideia original era fazer uma retrospectiva de 2020, mas acho que este ano complicado está bem marcado na cabeça de cada um de nós, todo mundo sabe muito bem o que aconteceu.

Continue lendo