O que você é, um profissional ou um limpador de bunda?

Desculpa começar assim, no susto. Vou explicar melhor. Quando a pessoa foca em se aprimorar para ser o melhor naquilo que faz (e falo em sentido amplo, desde o vendedor de churros até o neurocirurgião) e é procurada pela excelência do trabalho que apresenta, é um profissional. Quando o reconhecimento e a procura pela pessoa se baseia nos malabarismos que ela faz para entregar o que é pedido ou atender demandas não razoáveis, mil desculpas, mas é um limpador de bunda.

Continue lendo

Aproximando-se de 2.5 bilhões de dólares de bilheteria no mundo, a conclusão da saga cinematográfica dos Vingadores já deve ter sido vista por quase todo mundo que estava ansioso(a) por vê-la, mas fica o aviso de potenciais spoilers. Não que eu vá analisar o filme, mas algo nele me chamou a atenção: o que configura fantasia aceitável para mulheres e homens.

Continue lendo

Se você pesquisar sobre o tema, vai encontrar uma definição bem comunista: aceleracionismo seria a ideia de que para gerar uma mudança social significativa, deve-se incentivar o capitalismo até que ele torne a vida das pessoas insuportável. Mas, se você começar a procurar pelo tema em inglês, abrem-se novas possibilidades. A internet em português ainda não tem informações suficientes sobre a direita cooptando o uso do termo para enfrentar o cenário cultural e político atual. Se tudo isso ficou confuso para você, aceleracionismo significa deixar de proteger a criança para que ela se machuque mesmo e aprenda sozinha. Nesse caso, a criança seria a sociedade.

Continue lendo

Vem crescendo em redes sociais a hashtag “Um soldado e um cabo”, em uma alusão a uma frase dita pelo filho do Bolsonaro, onde ele explicava com seria fácil fechar o STF, usando apenas um soldado e um cabo. Para muitos é apenas uma forma de protesto contra os desmandos do Supremo, uma forma de dizer “qualquer merda é melhor do que isso”, mas para outros de fato é um desejo legítimo de ver militares intervindo no Estado Democrático de Direito.

Continue lendo