Classe!Depois de um período de calmaria, os ignóbeis que por algum motivo desconhecido nos seguem, apesar de discordar das nossas opiniões e nos acharem pessoas horríveis, resolveram se manifestar. Duas polêmicas na mesma semana! Não poderíamos estar mais felizes, é natal no Desfavor! Assim como aborto, a postagem sobre ambientes separados para crianças em locais de lazer também provocou uma diarréia mental nas Luas, Evelyns e similares, que fizeram questão de nos brindar com seu ponto de vista. A gente adora. Por favor continuem, afinal, se não fosse por vocês, o Fala Desfavor estaria extinto. Zebrinha bonitinha! cut! cut! cut!

FLERTANDO COM O DESASTRE: PEQUENA PAZ (06/10/2010)

IDIOTA. A MAIOR BENÇA QUE UMA PESSOA PODE TER NA SUA VIDA É UM FILHO, RENEGAR O FILHO DOS OUTROS DE COMER DO SEU LADO SÓ PROVA QUE VC É UMA ESCROTA SEM SENTIMENTOS E SEM COMPAIXÃO

Universo Umbigo. Se para você a maior “BENÇA” (merece ou não merece que enfiem um dicionário no cu?) que uma pessoa pode ter é um filho beleza, respeito. Mas não admito que coloque isso como verdade absoluta, como se a única forma de ser verdadeiramente feliz e completo fosse ter um filho. Nem todas as pessoas tem vontade ou até mesmo condições psicológicas e financeiras para criar um filho e se pudessem aceitar e admitir isso teríamos menos crianças problemáticas e adultos frustrados no mundo. Bom para você que acha filhos uma ‘BENÇA”, mas respeite quem não acha. Repito a mesma frase de sempre: filhos são como peidos, você só atura os seus, e olhe lá. O fato de querer comer em paz, em silêncio, sem escutar crianças gritando, chorando, fazendo bagunça, cantando e pentelhando não me faz má pessoa, muito pelo contrário , me faz uma pessoa sofisticada, de bom gosto, que prima pela qualidade de vida. Provavelmente você nem se lembra como é um jantar romântico a dois, sem ter qualquer outra preocupação na cabeça. Você não deve se lembrar como é bom ser cuidada sem ter a preocupação de cuidar de ninguém. Você deve ter esquecido a delícia de ter um tempo livre e saber que pode fazer simplesmente tudo que quiser, porque não tem amarras nem ninguém que dependa de você. Escrota é sua vida, e não eu.

Não é novidade pra ninguém que a Sally é uma vaca intolerante, mas esse texto passou dos limites

Passou, foi? Dos limites de QUEM? Dos seus, só se for, porque muita gente concordou comigo. Desculpe, esqueci que os seus limites e os seus padrões são referência mundial de bom senso e que qualquer pessoa que se oponha a eles é uma vaca intolerante. Veja bem, eu seria uma vaca intolerante se eu fizesse um texto para dizer que quem escolhe ter filhos é IDIOTA porque vai passar seus próximos 20 anos em função de um ser parasitário, gastando dinheiro, se preocupando e se limitando, enquanto poderia reverter este tempo e estes gastos em proveito próprio e que a única razão pela qual as pessoas o fazem é que precisam de um filho para ter a certeza de que ALGUÉM sempre vai estar por perto e amá-las, ou seja, carência e vaidade. Mas não foi isso que eu escrevi, eu só pedi um pouco de paz e de sossego, sem entrar no mérito sobre ter filhos ou não, já que considero isso uma opção pessoal e respeito a escolha de cada um (apesar de não respeitarem a minha). O grande problema é que nessa sociedade hipócrita nojenta somos obrigados a dizer que gostamos de crianças, idosos e deficientes, não importa o quão chatos eles sejam. Ora, crianças, idosos e deficientes, são GENTE, e como tal, existem de todos os tipos: chatos, legais, bonitos, feios… Mas não! Não pode falar mal deste trio, porque a sociedade reprova. Então vamos falar mal dos argentinos, que é socialmente aceito, mas vamos fazer escândalo se alguém falar mal de negros e judeus. AEROPORTO DJÁ!

Deus castiga tanta insensibilidade

Lua, eu já estava me sentindo discriminada porque você só comentava postagens do Somir. Obrigada por esta oportunidade. Primeiro que Deus, se existe, tem mais o que fazer do que ler o Desfavor e castigar os autores. Segundo, não é insensibilidade, muito pelo contrário, eu sou sensível: sensível a gritos, choro, fralda cagada, briga, vômito, guerra de comida etc. Crianças me causam um colapso estético. Prezo pelo silêncio, pela sofisticação, pela harmonia. Justamente por isso, por não ter crescido em uma casa cercada por gritos ou TV em volume alto (TV em volume alto é o maior atestado de pobre que existe) é que esta enxurrada de sons me causa mal estar. E julgo ser um direito meu frequentar espaços de lazer sem ser importunada. Acredito que pleitear isso seja um DIREITO e não insensibilidade. O que Deus vai castigar é o seu analfabetismo, sua falta do que fazer de vir aqui bater boca (vai fazer o bem, vai, ou então simplesmente vai fazer sexo ou tomar um sorvete, sei lá) e sua intolerância para como os meus sentimentos, que são tão válidos e merecem tanto respeito como o sentimento de qualquer criança. Minha proposta não falta com o respeito a ninguém. Já o seu comentário…

Ninguém pode ser feliz sem filhos

Mais um exemplo de comportamento Universo Umbigo. Quem você pensa que é para dizer ao outro o que ele tem que fazer ou deixar de fazer para ser feliz? Acredito que se convencer (e tentar convencer os outros) que só se pode ser feliz com filhos alivie sua dor, porque daí ter filhos deixa de parecer uma escolha e passa a soar como uma obrigação, o que te impede de pensar como teria sido a tua vida caso você não tivesse filhos e de assumir responsabilidade pela sua escolha. Porque sim, você pode amar muito seu filho mas concluir que teria vivido uma vida melhor para você se não tivesse filhos. Essa pergunta apavora as pessoas. Lamento lhe informar, mas é possível SIM ser feliz sem filhos, não se iluda de achar que quem não os tem sempre se arrepende ou vive algum tipo de solidão. A coisa que eu mais vejo são pessoas casadas vivendo “solidão a dois”, onde nem o marido nem os filhos sequer olham ou percebem a necessidade da mãe/esposa. NADA NEM NINGUÉM pode suprir sua carência, nem mesmo filhos. Isso é um problema seu que você vai ter que resolver com você mesma. Saber ficar sozinha e saber se bastar sozinha demandam que você sejam uma pessoa saudável, inteira, bem resolvida. Se não for, paga de Xuxa, faz um filho e vai para a imprensa dizer “Ufa, nunca mais estarei sozinha!”. Que vergonha alheia… as pessoas tem filhos pelos motivos errados.

Nunca vi uma pessoa tão egoísta como a Sally, se vc acha que é tão inportante para sua vida dormi até tarde e malha vc é uma pessoa perdida na vida

Dormir até tarde ou ter tempo para me cuidar foram apenas alguns exemplos ilustrativos de um benefício maior chamado LIBERDADE. Não que eu espere que pessoas como você consigam entender isso, mas achei que tinha ficado claro não se tratar de um rol taxativo. Eu aprecio a liberdade, o saber que, amanhã, se eu quiser, posso pegar um avião e passar uma semana em outro país, ou pular de bungee jump, ou passar o dia na cama, ou sair andando pela rua sem rumo e sem hora para voltar. Essa falta de amarras sempre me seduziu e sempre me fez muito feliz. Egoísmo? Eu chamo de escolha de vida. EGOÍSMO é ter filhos e continuar vivendo assim. Egoísmo é ter filhos e não fazer todas as renúncias que isso implica e continuar fazendo programas que VOCÊ está com vontade sem pensar se vai ser ou não divertido para eles: levar criança contra sua vontade à praia, levar criança a RESTAURANTE JAPONÊS (isso deveria dar pena de morte!), levar criança a SHOPPING quando for fazer compras (criança não nasceu para ficar mais de uma hora em shopping, quer que eu desenhe?) e tantas outras atrocidades que esse bando de vagabunda faz sob o argumento de “Sou mãe mas não estou morta, né?”. LAMENTO FILHA, ser mãe é colocar o bem estar do filho como prioridade, acima do seu. Tivesse pensado melhor antes de fazer filho. MUITAS RENÚNCIAS são inerentes à condição de mãe, ok? Egoísta é mãe que trabalha o dia todo e tem filho para brincar duas horinhas pela manhã e duas horinhas pela noite, deixando a criança o resto do dia com a babá, com a avó ou na creche. Egoísta é a mãe que não tem tempo nem para cozinhar para seu filho e o entope de comida congelada. Francamente, não é qualquer pessoa que pode ter filho, tem que ter tempo, dinheiro e disponibilidade emocional. Ter filho sem essa estrutura básica é que é EGOÍSMO.

Só uma pessoa ruim pode se sentir encomodada por uma criança, Sally, você é doente. Quando se ama um filho, trocar fralda e limpar nariz é sempre uma alegria, mas gente como você, que não presta, não concegue ver isso!

Acho meio complicado julgar se uma pessoa é boa ou ruim apenas com base no fato dela se sentir INCOMODADA (encomodada ficava sua avó) por crianças. Vai me desculpar, mas quando se ama uma criança apenas se torna SUPORTÁVEL ter que limpar sua merda e suas melecas. Dizer que é uma alegria é mentira. Talvez seja alegria para VOCÊ, para mim limpar merda nunca foi, não é e nunca será alegria. Pegue meia dúzia de mães e pergunte se elas não preferiam que seus filhos não cagassem? Claro que preferiam! Alegria meu ovo! Devem existir muitos momento de alegria, mas não limpar merda! É por causa de pessoas idiotas como você que muita gente se aventura a ter filho sem ter a menor estrutura emocional, achando que algo “mágico” vai acontecer quando a criança nascer e tudo vai se tornar lindo e cor de rosa. Pois é, pena que isso não acontece. É tudo muito difícil e por mais que seja gratificante em um contexto final, mães passam por muitos momentos ruins. Dizer que eu não presto porque não consigo ver a beleza de limpar merda e meleca é, no mínimo, incoerente. Perdeu uma bela oportunidade de calar a boca.

VADIA

Bom saber que doeu.

Dra Sally Fodona, o que a Senhora vai fazer quando ficar velha e não tiver filhos para cuidarem de você? Aposto que essa sua arrogância vai diminuir…

É por isso que você tem filhos? Pensando em quem vai empurrar a sua cadeira de rodas? Vou te bater uma real: quando você estiver velha, seus filhos terão suas próprias vidas e você está sonhando se acha que eles vão atrapalhar suas vidas para cuidar de você. Você acha que sua filha, casada, vai te levar para morar com ela e o marido se você estiver doente? HÁ! VAI PARA ASILO, PARA CASA GERIÁTRICA. E que bom que seja assim, se não as gerações anteriores estariam sempre atrapalhando a vida das gerações mais novas. Ainda que sua filha te leve para morar com ela, você vai ser um encosto, um estorvo. É isso que você quer? Tirar intimidade da sua filha e do marido dela? Para garantir uma velhice confortável, Minha Filha, é muito melhor DINHEIRO do que filhos, porque com dinheiro você compra seu conforto. E respondendo à sua pergunta, quem vai cuidar de mim são meus amigos, meus parentes, meu marido ou namorado. E se eu precisar de cuidados médicos contratarei alguém especializado. E cuidar de filhos e netos não é a única alegria que se pode ter na velhice. Podemos viajar, frequentar teatro, cinema, restaurantes e fazer outras coisas muito divertidas. Me vejo tomando um café em Paris ao pôr do sol depois de comprar um belo par de sapatos ou então jantando em uma cantina em Roma depois de ter dado uma volta na Basílica de São Pedro ou ainda comendo um belo bife em Puerto Madero, no Cabaña Las Lilas, em plena madrugada em Buenos Aires. Em resumo, me vejo fazendo o que eu quiser, quando eu quiser. Por último, sinto te decepcionar, mas minha arrogância, assim como todos os meus outros defeitos, tendem a piorar com o tempo.

Nem sempre a pessoa escolhe ter filho, ok? Nenhum método anticoncepcional é 100% seguro e aborto é CRIME!

Mas olha só… Temos uma defensora ferrenha da lei aqui! Aposto que ela não fala mal de ninguém, porque não comete crimes de calúnia, de injúria ou difamação, afinal, é CRIME. Aposto que ela não compre DVD nem CD pirata, porque afinal, é CRIME. Aposto que ela não sonega impostos, porque também é CRIME. Aposto ainda que ela nunca falsificou um documento de identidade ou uma carteirinha de estudante ou qualquer outro documento, porque é CRIME. Eu posso passar vinte páginas listando os crimes que esta pessoa que se preocupa tanto em apontar o dedo para mim comete, mas não vou, acho que já provei meu ponto de vista. Concordo que nenhum método anticoncepcional é 100% seguro, mas você há de convir que existem alguns muito seguros e outros menos. E boa parte das mulheres que engravidam, engravidam por dar mole e não usar nada ou usar métodos sabidamente furados, como tabelinha. Além disso, por mais que os métodos anticoncepcionais não sejam 100% seguros de forma isolada, eles podem ser conjugados, de modo a que as chances de engravidar sejam ZERO, como por exemplo injeção anticoncepcional + camisinha. E se tudo mais der errado, sim, aborto é crime no Brasil (porque homem não engravida, se engravidasse, já tinha sido legalizado), mas não é em outros países ou então em um navio em águas internacionais. Fora isso, caso não se queira fazer aborto, existem outras alternativas, como dar seu filho para adoção, para que ele seja criado por quem realmente tem condições econômicas e psicológicas de prover um lar saudável. Então, eu me permito dizer que SIM, uma pessoa escolhe ter um filho. Fica mais fácil se você acreditar que a escolha não foi sua, né? Que foi “Deus” quem mandou. Tira um pouco da sua responsabilidade, né? Foi mal.

VOCE NAO TEM CORACAO.

Sério, Lindamar? Depois de ANOS você só descobriu isso agora? Conta uma novidade para a gente…

Voce vai para o inferno mocinha porque decente se sacrifica em pro dos filhos e nao fica pensando no quanto eles incomoda ou atrapalha

E lá vem mais uma vez a questão religiosa… Para ser decente tem que se sacrificar, né? O bom cristão tem que SOFRER, né? O mérito está no sofrimento! Quem se poupa de sofrimento vai para o inferno! TÔ FORA desse tipo de religião. E caso seu analfabetismo galopante não tenha te permitido entender, o texto não é sobre se recusar a fazer sacrifícios EM PROL (“pro” é o caralho! erro recorrente nos comentários, deve ser a mesma pessoa) dos meus filhos, minha recusa é em fazer sacrifícios em PROL do filho dos outros, sacrifício desnecessário, já que com a simples medida de ambientes separados tudo se resolve sem magoar nem prejudicar ninguém. É obvio que se eu tivesse filhos me sacrificaria por eles. O que eu não tolero é tolher minha liberdade e minha paz por causa do filho dos outros, porque neste caso, eu só tenho o ônus, não usufruo do bônus. E vamos parar com essa ode ao sacrifício, porra! Vamos limpar essas cabecinhas arrombadas pela Igreja Católica, onde o mérito de uma pessoa é diretamente proporcional ao sacrifício que ela faz. Sofrer não é mérito, é vocação. Pessoas bem resolvidas fazem por onde evitar sofrimento ou superá-lo, em vez de cultivá-lo em busca do reconhecimento divino.

Tenho pena de vc que nao sabe apreciar a alegria da risada de uma criança – acordar com a risada de uma criança e o melhor jeito de acordar do mundo

Teu marido deve ser muito ruim de cama, porque eu conheço um jeito BEM MELHOR de acordar.

Para repetir os mesmos argumentos sacaneados com outras palavras, para repetir que nunca mais volta aqui e passar vergonha voltando sem saber que o Somir tem como rastrear isso e para dizer que depois da postagem de ontem e de hoje entende porque o Tirirca se elegeu: sally@desfavor.com

Classe!O aborto da semana.

Estou achando bacana que o desfavor da semana esteja fazendo sua função de renovar as polêmicas aqui no blog. E me rendendo “colunas grátis” com respostas de comentários pra lá de desfavoráveis. Dessa vez vou me concentrar apenas em um deles. O assunto rende, e hoje eu estou especialmente carinhoso…

Desfavor da semana: Abortando a opinião.
Anônimo fez este desfavor de comentário:
Não gosto da Dilma.E nao é porque ela falou em liberar o aborto, não gosto dela porque simplesmente não consigo ver qual é a real dela. Só vejo o lula versão mulher, gorducha, dentucinha e de vestido vermlho ( to falando da Dilma ou da Monica? hauhs). Independentemente se ela vai liberar o aborto ou não ela nao ganharia meu voto. Porem quando veio essa coisa do aborto ai sim confirmou mais a minha postura anti-Dilma.

Também não gosto dela, mas já estou começando a me sentir mal de apoiar a oposição, que percebeu a brecha e está começando com um TERRÍVEL papinho de valores cristãos e família tradicional… Mas hoje não falaremos de política. Hoje falaremos do resto do seu comentário, uma ode à desinformação e ao egoísmo. Pode ficar tranquila, contanto, ela já está limpando a bunda com os papéis do Plano Nacional de Direitos Humanos.

Sou definitivamente contra o aborto. Acredito em Deus? Sim, mas não é por esse motivo.

Será?

Acho simplesmente a forma como defendem o aborto meio FAIL. Fulana teve 12 filhos oh coitada da fulana, não seria melhor ela nao ter tido?

Sim, essa é a idéia.

Sim era só ter previnido.

Ou melhor ainda, prevenido! Nem vou mais esquentar com erros de português, senão serão umas 30 páginas….

Filho não é uma porra de uma espinha. Eu tenho uma no nariz e tiro. Filho é filho porra.

Imagino que isso tenha saído da minha atenciosa comparação entre espinhas e embriões. Mas concedo que não é exatamente a mesma coisa, dependendo do tempo após a concepção, uma espinha costuma ser ainda mais complexa que um “filho potencial”.

Um argumento como “Filho é filho porra.” só costuma funcionar quando você discute com alguém que não está nem aí para as idéias expressadas numa discussão. Sabe aquele povinho temente a Deus que detesta vírgulas? Infelizmente para você, não é o caso aqui.

Qualquer definição mais abrangente do que o deserto da sua mente exige bases. Filho é filho dadas algumas condições. Vida humana é vida humana dada algumas condições. Fora da esfera do analfabetismo funcional existe toda uma sociedade de seres humanos dispostos a entender melhor o funcionamento desse mundo.

Um consenso recente, e muito bem definido, é o de que a vida humana termina com a morte do cérebro. Não foi alguma anta qualquer que berrou que “Morte cerebral é morte porra.”, foi o resultado do acúmulo do conhecimento humano até hoje.

No mundo racional, um ser humano só está vivo se tiver um cérebro vivo. No mundo real, toda essa bobagem de almas e espíritos está relegada aos esgotos do pensamento fantasioso. A ciência (séria) forma conceitos e idéias verificáveis e reprodutíveis. O bom senso os aplica.

Se uma pessoa perde todas suas funções cerebrais, seus órgãos podem ser retirados e doados para outras pessoas. Oras… não retirariam o coração de uma pessoa viva, não é mesmo? Cérebro = Vida.

Entendemos isso?

Filho é filho na mesma proporção de que ser humano vivo é ser humano vivo. Se um embrião ainda não tem um sistema nervoso central, é tão vivo e consciente como uma porcaria de uma espinha. Uma pílula do dia seguinte, por exemplo, não mata nada mais do que uma estrutura celular pouco complexa que DADA a oportunidade, PODE se tornar um ser humano.

Se esse argumento (onde reside a defesa do aborto até certo estágio de gestação, o que eu acho o mais razoável para aplicação imediata) não te convence, imagino que você enxergue alguma característica mágica e sobrenatural num embrião, o que invalida sua afirmação sobre não tomar a posição que toma por motivos religiosos.

Tecla SAP: Filho é filho, embrião é embrião, PORRA!

Se você não tá afim de ter, nao fode. Literalmente.

Mas em que planeta você vive? Deve ser o mesmo onde a Igreja Católica estuda a população… As pessoas VÃO fazer sexo. Exigir abstinência da população é de uma inocência que beira ao retardamento mental. Mais ou menos como entrar num campo de batalha e dizer para os exércitos rivais que basta parar de atirar para resolver a guerra…

Se não quer se acidentar no trânsito, basta nunca dirigir! Se não quer se afogar, basta nunca nadar! Se não quer pagar aluguel, basta morar na rua!

Olha só como o mundo é simples! *comemorando*

Vá à merda.

E tem exitem muitos metodos contraceptivos. Ai vem um bando de mané que provavelmente não ouviu falar de camisinha e nenhuma outra coisa e diz que o melhor é o aborto?

Tenho a impressão que o cérebro desse ser que escreveu o comentário foi se tornando geléia enquanto escrevia. A estupidez vai aumentando proporcionalmente ao quanto desenvolve a “idéia”…

ONDE CARALHOS VOCÊ VIU ALGUÉM DIZER QUE ABORTO É A MELHOR SOLUÇÃO? Aborto é questão de saúde pública, não vai ser a porra do Pobre da Silva, que odeia camisinha e se recusa a assumir responsabilidades que vai decidir o funcionamento das políticas. Parece até que você acha que o Ministério da Saúde vai fazer uma campanha: “Goza dentro que a gente te garante.”

Qualquer pessoa com um cérebro LEVEMENTE mais funcional que o seu (o que deve incluir até algumas espécies de invertebrados marinhos) vai defender primeiro a prevenção e em último caso o aborto.

E, claro… métodos anticoncepcionais não falham… NUNCA! Certo? Nunca vai precisar de aborto porque camisinha nunca fura e pílula nunca falha. Todo mundo que tem filho sem querer está simplesmente de sacanagem…

Tirar argumentação do rabo dá nisso. O pior… é que piora.

A nun ferra. Acho de verdade que o pais nao está preparado para a liberaçao de porra nenhuma. Se com o risco de você engravidar aos 13 anos + gonorreia + siflis + HPV + AIDS, o pessoal fode sem camisinha como se não houvesse amanhã que dirá com a legalização do aborto. Infelizmente 89% dos jovens que usam camisinha isso se usam, só usam pensando na merda que vai acontecer se viver um bebe. Caso isso seja simplesmente resolvido com um aborto. Vai ser mais facil, o Brasil ser um pais de primiro mundo do encontrar uma pessoa sem Aids. E essa é a realidade.

Isso não é um comentário, isso é uma colostomia!

Essa não é a realidade PORRA NENHUMA. Primeiro porque 95% das estatísticas são inventadas na hora (as pesquisas REAIS dizem que a preocupação prioritária é com as DST’s), segundo porque se os jovens realmente estivessem TÃO preocupados com filhos indesejados, a nossa taxa de gravidez na adolescência não seria tão alta. Duvido que você perceba, mas está se contradizendo até não poder mais…

As pessoas não usam camisinha porque não pensam nas consequências ou ESCOLHEM não se preocupar com isso.

Não podemos esquecer que a pílula do dia seguinte É legal no Brasil. Uma espécie de aborto (ou estouro de espinha) disponível para ricos e pobres há alguns anos. Os brasileiros pararam de usar camisinha? Viramos um país de aidéticos?

E outra: Só UM país dos que legalizaram totalmente o aborto figura entre os com as maiores taxas de infecção pelo HIV. A África do Sul. Só que por lá a legalização ocorreu em 1997, dois anos DEPOIS da doença já ter se tornado uma pandemia. Os outros países assolados pela AIDS (tudomiserável) tem políticas para o aborto ainda mais severas que as nossas. Não tem relação estatística. AIDS é problema sério para países pobres, não para países “liberais”.

No caso, da mãe de classe media descobri que o filho vai ter um problema e simplesmente aborta e se vê livre de um “peso” Fail total. SE VOCÊ QUER SER MÃE FILHA DA PUTA, PREPARE-SE PORQUE O SEU FILHO PODE TER MIL PROBLEMAS E SE VOCÊ NÃO ESTÁ PREPARADA PRA ISSO NAO SEJE MÃE, COMPRE UM CACHORRO, CRIE UM GATO OU CONTEMPLE A ALUCINANTE VIDA SEXUAL DOS CARAMUJOS DE JARDIM.

“Simplesmente” aborta? Me deixa extremamente preocupado que EU seja o elemento sensível nessa argumentação… Uma mãe que descobre que o filho vai ter um problema não “simplesmente” aborta. No caso de uma aborto por decorrência de um defeito congênito, imagina-se que os pais QUERIAM ter aquele filho, mas que por motivos alheios às suas vontades, não vão mais poder vivenciar a experiência.

Não estamos falando de abortar porque a criança não vai ter olhos azuis, estamos falando de casos onde a criança vai sofrer TERRIVELMENTE, isso SE ficar viva após o parto.

Quem não está preparada para o convívio com outros seres humanos é você. Como eu já disse antes: A turma anti-aborto QUER MESMO É VER OS OUTROS SE FODENDO.

E detalhe. Você descobri que seu filho vai ter problema. Legal é só abortar. Você não vai ficar presa pro resto da vida. BACANA NÉ?

Nem você vai ter que passar por esse sofrimento DESNECESSÁRIO, nem a criança vai viver uma vida limitada pelo egoísmo dos pais. Muito bacana. A vontade de fazer POSE de ser humano iluminado ao achar um presente dos céus seu filho deformado simplesmente ignora que o direito à dignidade é universal. Quem quer criar qualquer coisa só para aplacar carência que deveria comprar gatos e cachorros.

Talvez. Seu filho quando tem 15 anos leva um balaço na saindo do clubinho de futebol, sobrevive mas fica tão prejudicado que nunca mais você vai poder deixar ele sozinho nem sequer por um segundo. Ai o que você faz MATA? Ter filho é ter reponsabilidade.

Você tem sérios problemas cognitivos. Uma espécie de eufemismo para “um macaco faria analogias mais pertinentes”…

Se o filho nasceu em plenas condições de saúde e viveu normalmente até os 15 anos de idade, ele não entra mais na discussão de aborto. Estaríamos falando aqui de Eutanásia, a qual eu defendo também. E caso esteja confuso para você, Eutanásia não configura assassinato. Ou é vontade da pessoa, ou é consenso de especialistas que a vida dessa pessoa jamais retornará ao normal (liberdade, dignidade, auto-suficiência…).

O aborto ocorre no momento onde pode-se prever uma vida inteira de problemas. É aplicação de conhecimento existente, comprovável e reprodutível. Uma criança sem cérebro nunca vai viver como um ser humano minimamente funcional. Não tem “reza braba” que dê conta disso. Nunca deu, nunca vai dar. Lógica, história, prática…

É previsível. O que difere totalmente de um ACIDENTE.

E outra, legalizar o aborto não legaliza o assassinato.

E o foda é qe quando um aborto chega a acontecer, geralmente a mina já tá gravida de 3 meses. Cara 3 meses o feto já tá praticamente formado só falta crescer. As vezes o feto dá até pra ser enterrado, numa caixinha fosforo? Sim. Mas já é algo. E esse algo seria o seu filho.

Ah, agora ficou sentimentalista? (Sim, sentimentalistA. Está na cara.)
Se você se preocupa tanto com o bem estar de um ser humano que pode ser enterrado numa caixinha de fósforo, porque não liga para a MERDA de vida que ele poderia viver depois disso?

Quem é contra o aborto só se importa com a criança ATÉ ela nascer. Depois ela que se foda, não? O coração saaaaaangra pelo feto, mas EU QUERO SÓ VER SE RESPONSABILIZAR POR ADOTAR AS CRIANÇAS QUE NÃO FOREM ABORTADAS.

Pau no cu de todo mundo, não? Para evitar que se legalize o aborto, o povo tem que parar de fazer sexo ou criar seus filhos doentes, defeituosos ou miseráveis do jeito que der? E ai do Pobrinho se virar bandido por causa da vida que vai levar, porque é justamente esse povo do anti-aborto que ADORA uma pena de morte.

Mas como você deve ter tido coisas bem mais importantes pra fazer, como dar o cu na numa praia para Clodoalson um filho nao seria oportuno na sua vida.

A ESCOLHA é dos pais. Aborto não é uma imposição do Estado. A mãe que quer ter um filho com Síndrome de Down, por exemplo, ainda pode tê-lo sem o menor problema. Não interfere com os direitos de pessoas que são contra a prática.

Se não influencia SUA vida, se não temos argumentos REAIS e COMPROVÁVEIS que ligam aborto à redução da qualidade de vida em geral… Só sobra a “preservação da alma”.

E o Estado é laico. Foda-se o que o seu livrinho mágico diz, a vida real é diferente. Legalização do aborto é questão de evolução social. Vai viver na Idade Média com sua turma… E NÃO FODE!

Para dizer que eu devo estar escrevendo isso por causa de alguma pensão que pago, para assumir que o comentário foi trollagem (prefiro imaginar que sim), ou mesmo para dizer que estava com saudades desses meus textos irritadiços: somir@desfavor.com

Classe!O último desfavor da semana foi uma verdadeira mina de comentários exploráveis.

Ellàhn disse…
Somir, eu não tô te reconhecendo cara! Tá pegando leve demais! Não mete o pau no Dando no Processa Eu!, agora fica aí com críticas pseudo-construtivas no Desfavor da Semana e procurando manter seu discurso razoavelmente menos agressivo… A Sally tá dominando o Desfavor, cuidado! Tem que pegar mais pesado! (Lê os textos de vocês dois em seqüência, vc vai entender. :P)

Pronto, virei “traidor do movimento”. Se bater com sua machadinha na minha mesa, a coisa vai ficar feia pro teu lado, preibói!

Não sei há quanto tempo você acompanha o desfavor, mas a forma como os textos meus e de Sally evoluíram com tempo é resultado direto de uma correção de papéis. Na nossa “era de ouro” das trollagens, onde nos conhecemos, tínhamos uma dinâmica um pouco diferente da que apareceu aqui no blog. Uma que funcionava MUITO bem.

Numa analogia futebolística: Ela era uma centro-avante, eu era um meia-armador. O talento dela é atacar na linha de frente, o meu é preparar a jogada. Sabemos fazer a função um do outro, mas não com a mesma qualidade.

O desfavor surgiu e acabamos invertendo os estilos. Muito por causa do público inicial do blog: Ela queria cativar, eu queria espantar. O tempo passou e as coisas foram se equilibrando, chegando a um ponto onde ambos estávamos pegando pesado ao mesmo tempo.

E, recentemente, ela finalmente começou a escrever com seu verdadeiro potencial de ofensividade. Se a especialista chegou na grande área, eu já posso voltar para minha posição preferida.

Eu não estou pegando mais leve, eu tenho objetivos um pouco menos óbvios. Leia os textos na sequência, você vai entender.

Eu poderia simplesmente ter te dito que esperar comportamentos caricaturais de outras pessoas denota uma mente simplória. Mas eu fui além. Viu?

Fuck Bush disse…
Somir,
como leitor e apreciador assíduo deste blog te falo com toda minha certeza, lhe importe ou não, que você não sabe 1 vírgula sobre esse atentado.
Meu nick não é por menos. Já pesquisei muito, mas muito mesmo sobre o 9/11. Pelo menos SOMENTE nesse assunto você tá bem abaixo do meu chinelo.
Nem pense que aqueles putos suicidas fizeram tudo aquilo sozinho:
a) todos eles entraram sem nenhum problema nos EUA.
b) tinha terrorista com nome na lista telefônica.
c) teve terrorista que levou multa de trânsito
d) teve terrorista que comprou passagem com cartão de crédito pessoal.
e) Zacarias Mossaoui foi preso e no seu laptop estava todo o plano do 9/11. Coleen Rowley chefe do escritório do FBI mandou 70 pedidos para ver o conteúdo, ela foi bloqueada pelos seu superior.
f) terroristas da Al Qaeda a bordo de aviões usando nomes que o FBI sabia serem da organização terrorista. Então como é que esses putos conseguiram embarcar? Tiveram seus nomes retirados dos computadores
g) a investigação do agente do FBI Kenneth Williams de Phoenix alertando sobre membros da Al Qaeda de Bin Laden fazendo aulas de pilotagem nos EUA em julho de 2001 foi sumariamente ignorada pelos superiores.
h) teorristas estavam dividindo apartamente com um investigador do FBI.
i) Condoleezza rice recebe em agosto de 2001 um relatório com título: Bin Laden determined to attack inside the US. Nada fez.
Eu poderia escrever até a letra Z, mas uma coisa é irrefutável:
* O 9/11 foi uma surpresa para o povo americano mas não para o governo. Os EUA sabiam, deixaram e apoiaram os atentados.
Nessa Somir você decepcionou, e feio.

Minha carreira troll (pelo menos a virtual) começou numa era onde essa teoria da conspiração era o assunto do momento. E como eu REALMENTE gosto de provocar pessoas, fiz questão de me inteirar sobre o assunto. Explico: Passei meses discutindo com um Zé Ruela que escreveu um livro sobre o assunto. O seu discurso de autoridade não vai colar.

Tenho certeza que o VOLUME de informações que você coletou ultrapasse, e muito, as que eu adquiri, mas não vai ser tão fácil assim ver a faceta humilde desta personalidade aqui.

Vou fazer uma comparação aparentemente distante, mas aposto que você vai entender a ligação. Sempre me diverti discutindo religião com religiosos, aqueles raros com alguma profundidade intelectual, e percebi na pele o motivo pelo qual o assunto NUNCA se resolveu de verdade na história da humanidade: A discussão não se mantém na sua premissa.

O assunto se ramifica de tal forma que 99% das discussões se tornam vazias. Todas elas cometem o erro de “conceder o ponto” na premissa sem sentido (Deus existe) para buscar lógica depois disso. Eu já aprendi a não cair nessa armadilha.

E essa lição pode ser aplicada em vários outros lugares da vida. Eu disse que passei meses discutindo os atentados e a suposta conspiração, e só me valeu porque eu pude irritar uma pessoa. O resultado de uma discussão de ramificações é o nascimento de outras.

E por isso eu te digo: Por mais que você despeje informações coletadas, nenhuma delas é prova concreta ou livre de ambiguidade. São as famosas provas circunstanciais que tanto ouvimos falar nas séries policiais. Se uma informação pode explicar duas situações diferentes, ela não serve como confirmação de uma teoria.

E vejamos, nessa discussão eu defendo que os terroristas se aproveitaram de um misto de engenhosidade e INEFICIÊNCIA das autoridades que os deveriam impedir. Do outro lado, você defende que o governo americano arquitetou a MAIOR E MAIS COMPLEXA conspiração da história, debaixo do nariz de uma nação de 200 milhões de pessoas com imprensa livre, numa época que a internet era muito mais anônima do que é hoje, e com objetivos pra lá de mal explicados: Tomar petróleo do Iraque? Botar dinheiro no bolso da Blackwater e da Halliburton? Sério que alguém ia correr um risco DESTE TAMANHO para aumentar os lucros? Não é dessa forma cartunesca que a economia mundial funciona.

A minha premissa tem muito a ver com a forma como os americanos se julgavam intocáveis antes dos atentados. A sua parece um roteiro de filme, com vilão “do mal” e tudo.

A minha premissa pode até não ter a mínima graça, mas tem mais lógica. É mais simples. Navalha de Occam.

Mas eu sei que você não vai mudar de idéia. Quem investe muito tempo numa teoria conspiratória dificilmente muda. Embora sua teoria seja possível, e eu não quero ser 100% irredutível, é incrivelmente improvável.

Teorias conspiratórias se baseiam num dos mais famosos “bugs” do cérebro humano: Os falsos positivos. A nossa capacidade de construir argumentações incrivelmente racionais em cima de percepções irracionais. Muitas inverdades são mais atraentes do que a realidade.

Suellen disse…
Milhares de pessoas morreram, mas ao menos puseram fim àqueles prédios tão feios…
Bem que poderiam fazer o mesmo aqui com os prédios projetados pelo Ruy Ohtake.

Puta que pariu, precisavam também enfiar uns 20 Boeings em Brasília. Um país que ainda enxerga Oscar Niemeyer e Hans Donner como ídolos em design só poderia ser brega mesmo.

Marcelo disse…
Contra fatos, não há argumentos: explique a queda da torre 7; explique por que não há destroços nem no Pentágono e nem na cratera da Pensilvânia.
E, Somir, não sei da onde você tirou que é fácil acertar um prédio com um avião comercial. Não estamos falando de um teco-teco, mas de um avião movido a turbina, voando a uma velocidade razoável. Ainda acertou fazendo curva.

Quando o Fuck Bush escreveu sobre o assunto, eu fiz questão de ser o mais civilizado possível. Ele ganhou o meu respeito por não falar dessas ASNEIRAS de gente sem estudo que vê “Loose Change”, não vai pesquisar mais sobre o assunto e fica pentelhando os outros, como se tivesse descoberto as Américas!

A explicação é simples: Leis da física. Ninguém é obrigado a entender tudo, mas antes de vomitar: “Contra fatos, não há argumentos”, você TEM que ter ao menos feito uma pesquisa mais extensa do que “visitei um site”.

Metal derrete, concreto perde estabilidade, temperaturas altíssimas sem pressão e campo gravitacional igualmente superlativos vaporizam virtualmente qualquer coisa. E porra, tem fotos e mais fotos de destroços do avião na frente do Pentágono…

XINGA A MÃE, MAS NÃO OFENDE A CIÊNCIA!

Iv disse…
Liberdade de crença ainda que a crença incite guerra, intolerência religiosa, desvalorização da mulher?
Sei não…

Não é a liberdade de crença que causa isso, é a crença.

A liberdade de crença garante que as leis e os direitos de uma nação passem por cima de qualquer tradição religiosa. E por mais que isso soe fora de personagem, na verdade nem é a crença, é a vida de merda que muita gente nesse mundo leva. União Soviética e China baniram as religiões, mas não melhoraram a vida da população. Adiantou alguma coisa?

Para dizer que eu poderia muito bem ter respondido na própria postagem e deixado de dar esse golpe para não furar hoje, para dizer que jogadores Sally e eu seríamos baseados na analogia da primeira resposta: somir@desfavor.com

Classe!

DESFAVOR DA SEMANA – 31/07/2010

Anônimo disse…
Silvia?

Putz… descobriram meu nome real… Por favor, não cantar a musiquinha. Cresci tendo que escutar a musiquinha, tenho trauma.

DESFAVOR EXPLICA – 28/07/2010

Uma flamenguista porradeira não poderia postar diferente mesmo.
Isso de cuspir na cara e bater em idosos é igualmente punido pela lei. Não adianta merda nenhuma bater em criança. Desde que me recordo por gente que levo porrada da minha mãe, levava na cara, tive um dente quebrado, continuei rebelde e ainda com mais revolta.
Tanto é covardia adulto bater em criança do que adulto bater em idoso. Porra, vai bater em alguém de igual pra igual. Não term diálogo e apela pra porrada? Looser, looser!

Não vamos confundir dar uma palmada com espancamento a ponto de quebrar um dente. Você é um exemplo de leitor medíocre que acha que a sua experiência pessoal deve nortear a vida e a forma de pensar dos outros (vulgo Universo Umbigo). Existe meio termo, existe a possibilidade de repreender sem ferir ou espancar. Não leve tudo para o pessoal. Mais um conselho: não vá em blogs desconhecidos chorar as pitangas da sua infância nem abrir seu coraçãozinho, Meu Camarada, pois aqui habitam os quatro piores Trolls que eu já conheci e seu chororô pode não só acabar mal, como ainda acabar respingado de forma pública na sua vida pessoal. Quem avisa amigo é. Ah… Loser se escreve com apenas um “o”, e define muito bem a sua pessoa.

DESFAVOR EXPLICA – 06/08/2010

Anônimo disse…

Sally é gay tenho certeza ninguem defende tanto gay se naofor gay

Pois é, não queria contar um detalhe tão íntimo, mas já que descobriram, eu me vejo forçada a confessar: eu sou gay. Por isso escrevo tantos textos defendendo a comunidade gay. Afinal, a única razão para defender algo é ser praticante desta conduta, não é mesmo? Egoísmo Rules! Seu cérebro deve ser do tamanho de um caroço de uva para que você não seja capaz de se colocar no lugar das pessoas e sentir o sofrimento que elas sentem, mesmo que você efetivamente não passe por isso na sua vida. Numa boa? Vai se foder. Mas vai se foder é muito!

ANULA EU – 05/08/2010

Anônimo disse…
sujestão pra vice?
a sally!!!

Isso é uma coisa que o Somir sempre bateu e que vira e mexe se mostra verdadeira e me entristece: o público que gosta de mim é o menos alfabetizado do blog. SUJESTÃO e SALLY são duas palavras que não deveriam coexistir harmonicamente na mesma frase. Por mais que eu me auto-flagele e reflita, não consigo entender onde foi que errei.

FLERTANDO COM O DESASTRE – 03/08/2010

Ellàhn disse… (…)Já pensou um jornalzinho de grêmio de Escola chamado “Desfavor”? Não um bebê gordo e feio e irritante, mas uma criança com personalidade, que não vaza mais, e que tem cérebro? Seu filho podia mudar o mundo. :P

Alguém que propaga o Desfavor mudaria o mundo para PIOR. Vamos deixar o mundo do jeito que está, que já está ruim o suficiente…

PROCESSA EU – 12/08/2010

Linda PAZ JUSTIÇA E LIBERDADE disse…
NÃO ULTRAPASSE OS LIMITES, SALLY. POR FAVOR, É UM PEDIDO DE AMIGA.

FABIO JR. É INTOCÁVEL.

Olá Linda. Saudade do seu analfabetismo em caixa-alta. Fabão não é intocável. Nada é intocável aqui no Desfavor. Fabão é um velho decadente. A qualquer momento ele vai entrar no palco embrulhado em um cobertor e recitar: “Antigos espíritos do mal, transformem esta forma decadente em… Fábio Jr!”. Porque eu posso ser gorda, mas ele é velho. Eu posso emagrecer. Todo castigo é pouco para Fabão, seu mullet e sua coceira compulsiva.

Para dizer que está feliz por ter sido poupado de reler aqueles comentários chatos corta-cola do último Fala Desfavor (20/07), para dizer que o nível está tão baixo que está saindo um Fala Desfavor por mês ou ainda para dizer que você não conseguiu emplacar sua frase neste, mas tem fé que no próximo vai conseguir: sally@desfavor.com

Classe!POSTAGEM PARA RIRMOS DA CRENTALHADA METROSSEXUAL 02/07/2010

Dona Sally, que papo é esse de “crentalhada metrossexual? O time da Argentina é cheio de crentes, por acaso? Aqueles cabelos enormes que de longe temos impressão de ser futebol feminino! E o brinquinho do Dieguito? Sou mais o Kaka!

Ao final de cada postagem, mais precisamente acima do “marcadores” e ao lado do número de comentários, existe uma janelinha que pode ter escrito SALLY (indicando que a autora da postagem sou eu), SOMIR (indicando que o autor da postagem foi o Somir) ou ainda DESFAVOR (indicando que é uma postagem conjunta). Pode parecer muito óbvio, entretanto existem alguns animaizinhos que ainda não aprenderam a fazer esta distinção e acabam xingando a pessoa errada, o que é uma lástima, porque Somir e Eu computamos ofensas e o mais ofendido tem direito a ganhar um presente do outro no final do mês. Peço por favor que atentem para o autor e ofendam as pessoas certas (preferencialmente a mim, assim ganho presente). Quanto à SELEÇÃO Argentina (time? que time é teu?), não, ela não é cheia de crentes não, eles fazem mais uma linha “Drogados way of life”, numa vibe Rafael Pilha, coisa que eu acho muito mais digna do que ser crente. Aliás, qualquer coisa é mais digno do que ser crente, até mesmo enfiar um espanador até o talo no cu e sair pela rua gritando que é um pavão. Quanto aos cabelos longos, bem, só pode ser comentário de homem, porque mulher nenhuma se incomodaria com pedaços da mau caminho Batistuta Level, como Redondo, Mancuso, Romero e tantos homens lindo que estão ou já passaram por essa Seleção só porque tem cabelos longos. Eu tenho a impressão de que identificar o futebol como feminino não deve ter como causa cabelo ou brinco e sim fatores mais importantes, como por exemplo quando um dos maiores artilheiros de uma Seleção é flagrado em um MOTEL COM TRÊS TRAVECOS, só para citar um exemplo. Não jogue pedras nos outros, seu telhado é de vidro. Bem, que você é mais o Kaka eu já percebi, acho que super combina com você mesmo.

POSTAGEM PARA RIRMOS DA CRENTALHADA METROSSEXUAL 02/07/2010

Foi de 4!
Agora só falta a Sally (Lindamar) vir aqui e começar a postar suas teorias mirabolantes de comércio de resultados de Copa do Mundo.
Tomaram de 4, porque não jogaram nada. São tão ruins quanto os brasileiros.
O Brasil se fudeu logo na primeira seleção menos fraca que pegou.
Tava na cara desde início que a Alemanha é a melhor seleção dessa copa e sem ajuda de arbitragem.

Como acredito que não tem nada que possa fazer ou dizer para convencer meus leitores de que eu não sou a Lindamar, vou pular esse comentário. Não deixa de ser uma honra acharem que eu tenho a capacidade de escrever o que a Lindamr escreve. Sobre a Copa do Mundo, minha teoria não é mirabolante, apenas comentei que quem ganharia esta Copa seria a ADIDAS, sendo indiferente qual seleção fosse. Mas se você acredita que quem vence é o melhor, que não existe corrupção, dinheiro e acordos, e que Ronaldo Cata Traveco teve uma convulsão em 1998, bom para você. Queria eu ter minha inocência preservada a esse ponto. Não acho que a Argentina não tenha jogado nada, acho até que jogou bem, mas a Alemanha jogou melhor. Também não acho que sejam tão ruins quanto os brasileiros, pois não bateram, não destrataram a imprensa e souberam perder com humildade. Quanto à Alemanha ser a melhor seleção, bem, pense novamente.

PROCESSA EU: PAPA JOÃO PAULO II 01/07/2010

Ridículo!!!

O inferno é logo ali, pobres de espírito!

João Paulo foi um santo e logo será canonizado. Graças a Deus! Amém, Jesus! Isso são as mãos de Deus construindo o caminho desse Santo Homem rumo à santidade! Amém!

Quem é que lê essa porcaria de blog! Vocês não são nada! Nada!

Fiquem calados! Talvez ainda haja chance de vocês não queimarem pela eternidade! Se dependesse de mim, só por esse texto absurdo vocês já iriam pra lá desde já! Assim seja!

Um exemplo de tolerância, compaixão e amor ao próximo, tal qual pregava nosso colega JC. É por isso que eu gosto de fanáticos religiosos: em poucas linhas eles entregam sua hipocrisia. Desculpa perguntar, mas… você não deveria estar exercitando o perdão e a bondade? Não tem aquele papo de dar a outra face? Você acha bacana e coerente mandar a gente para o inferno só porque discordamos e criticamos a sua religião ou um representante dela? Meio intolerante da sua parte. Não era esse o discurso de JC. Desculpa perguntar 2, mas… você dorme com a consciência tranquila depois de chamar de “santo” um homem que impediu que pedófilos sejam punidos, permitindo que eles continuem a abusar sistematicamente de criancinhas? Tomara que seu filho ou seu irmãozinho nunca sejam estuprados, viu? Quanto a ir para o inferno, isso não me assusta. Ainda que tudo que a sua religião prega seja verdadeiro, o sistema é falho: se você se arrepender, tá tudo perdoado. Antes de morrer vou tirar uns dez minutos para me arrepender de coração e o que será julgado é a forma como eu vivi, o bem e mal que fiz em vida. Quanto a isso, estou com a consciência tranquila de que iria para o céu. E você?

PROCESSA EU: PAPA JOÃO PAULO II 01/07/2010

Nas palavras do imortal Olavo de Carvalho:

“O ateísmo é uma atitude humana normal, mas o ódio ao cristianismo enlouquece.”

Tenho lido vários comentários assim ultimamente. Ódio é um esquema Ku Klux Klan, de perseguir, espancar e discriminar pessoas. Nossos textos apenas apontam incoerências, contradições e hipocrisia. Levantam questionamentos e dão uma esculhambada. A única demonstração de ódio que vemos por aqui vem justamente dos religiosos, que deixam comentários desejando nossa morte, desejando que a gente vá para o inferno e que a gente se foda de todas as maneiras. Discordar e criticar não é sinônimo de odiar, mas infelizmente a cabeça de gente rudimentar conhece poucas variantes de sentimentos e acaba depreendendo que tudo que é “contra” algo ou alguém implica em ódio. Pessoas toscas e limitadas acham que tudo que não é amor é ódio. Criticar não é odiar. Discordar não é odiar. Apontar contradições não é odiar. Esculhambar não é odiar. Muito pelo contrário, não só não odiamos, como ainda temos pena. Temos pena de pessoas legais que vivem suas vidas corroídas pela culpa católica da qual não conseguem se livrar, pena dos infelizes que pagam dízimo a pastores desonestos, pena de todos que sofrem com o lado estelionatário de suas religiões. A maior prova de que não temos ódio é justamente ouvir a voz do lado de lá, aceitando comentários de pessoas que discordam da gente. Mas eu entendo esse tipo de pensamento rudimentar, porque geralmente religião induz a isso mesmo: quem discorda de nós é nosso inimigo e é do mal. Eles precisam blindar seu fiéis, vai que alguém abre os olhos da galera!

DESFAVOR LIVE: ENCHENDO LINGUIÇA 29/06/2010

Somir disse…
DEFSALLY 1: Jamás!

Deja, te desafio para uma luta no gel, de biquíni, para provar de uma vez por todas quem é o macho-alfa daqui.

E não vale usar aquele minúsculo, eu me distraio.

Deja disse…
Andei malhando o bumbum, se prepare.

Que nojo.
Faz tempo que esses dois estão pedindo para serem incluídos aqui. Se chupem logo!

Para dizer que eu esqueci de escrever o complemento e que é um perigo deixar o Somir escrevê-lo: sally@desfavor.com