Enquanto isso, numa sex-shop:

CLIENTE: Amigo… você… você tem uma daquelas bonecas super realistas?
VENDEDOR: Com certeza! Acabou de chegar um carregamento, quer dar uma olhada nos novos modelos?
CLIENTE: Ok…
VENDEDOR: Me acompanhe.

Continue lendo

Você jura que colocou uma coisa em determinado lugar mas, quando você vai procurar, ela não está lá. Você tem certeza absoluta de que pagou uma conta, mas quando vai conferir… não pagou. Você lembra nitidamente de ter combinado tal coisa com uma pessoa, mas não combinou. Pois é, acontece. Seu cérebro é extremamente funcional e competente, mas ele não é perfeito e, várias vezes por dia, ele te engana.

Continue lendo

O jogo começa: você está no meio de um deserto ao meio dia, com fome, sozinho e usando só roupa de baixo. Ah, você está sem um braço. Você não sabe o que fazer, então começa a vagar sem rumo. Do meio da areia, surge um inseto gigantesco que te ataca. Você pensa: “não é possível que colocariam um inimigo que pode me matar segundos depois do jogo começar, certo?”. Você morre quase que imediatamente, o ser consome seu corpo. Game Over. Bem-vindo!

Continue lendo

Sem condições de fazer um texto sério sobre o assunto e dar realidade e importância a esse circo onde todos estão combinados e ensaiados e os palhaços somos nós. Bora rir, pois o Brasil sempre foi assim e não viveremos o suficiente para ver isso mudar. Ou ri ou tem gastrite, depressão, síndrome do pânico…

Vamos ver o que o brasileirinho médio entendeu da decisão judicial da semana passada que soltou o ex-Presidente Lula?

Continue lendo

Que aborto deveria ser um direito fundamental da mulher, Sally e Somir concordam. Mas olhando para o brasileiro médio de ambos os sexos, os dois terminam precocemente a concordância quando o tema é a capacidade do povo de lidar com isso. Os impopulares opinam, estando prontos ou não.

Tema de hoje: o Brasil está pronto para descriminalizar o aborto?

Continue lendo