Mulher que apanha do marido há 11 anos faz desabafo: “Cansei de me calar. Estou aqui para quem quiser ver. Meu ex-marido acabou de quebrar meu nariz”. Espancada na frente dos filhos, mulher que sofre violência há 11 anos decide dar um basta. Mesmo assim, houve ainda quem culpasse a vítima. LINK


Na quinta-feira (5), o jogador de futebol americano LeSean “Shady” McCoy foi acusado de mandar espancar a ex-namorada, Delicia Cordon, depois que uma foto dela com o rosto machucado e sangrando em uma cama de hospital viralizou nas redes sociais. LINK


Culpa de apanhar as vítimas não tem, mas do contexto nas quais essas fotos são postadas em redes sociais… aí a coisa fica muito mais próxima de um desfavor da semana.

Continue lendo

Senta com calma e pega um café, que o texto de hoje é longo.

Vocês andam pedindo texto sobre autoconhecimento. O problema é: eu ainda estou engatinhando no autoconhecimento, estudo com empenho o assunto por pouco mais de um ano, não me sinto apta para falar do assunto em profundidade. Por isso, vou dar só um arranhão na superfície, na esperança de despertar o interesse de alguns de vocês, assim vocês mesmos podem se encarregar de aprofundar o assunto.

Continue lendo

E aí galera, começando mais um stream do Vida Real aqui pra vocês! Essa é a versão mais recente, a 2.1.32, com o novo sistema de romance que está muito polêmico e difícil. Hoje eu vou tentar conquistar uma mulher no modo Street, e passar algumas manhas para vocês me vendo, beleza?

Continue lendo

“Não temos certeza se isso é um milagre, uma ciência ou o que é. Todos os 13 Javalis Selvagens (nome do time de futebol) agora estão fora da caverna”. Foi assim que a marinha tailandesa anunciou em uma rede social a conclusão do resgate dos 12 meninos e do treinador presos na caverna. Após momentos de muita tensão o caso teve, surpreendentemente, um final feliz.

Continue lendo

Num texto recente eu falei sobre Q.I. e duas formas bem diferentes de analisar inteligência: a fluída e a consolidada. Num resumo bem simples, a fluída mede sua capacidade de aprender e a consolidada de reter a informação para uso futuro. Também falamos sobre a falta de base científica sobre supostas outras formas de inteligência como a emocional. Hoje eu quero estender o tema e falar da parte mais opressiva da história: com exceção de extrema pobreza, nada é mais devastador na vida de uma pessoa que baixa capacidade intelectual.

Continue lendo