Oglaf abre os olhos lentamente, o corpo, ainda confuso com a retomada dos movimentos, não permite que se desvencilhe totalmente dos tubos de alimentação e excreção, que se enroscam na perna enquanto sai da gaveta. Contra a luz, ainda incômoda, surge a figura de Bast, rosto conhecido de tantas outras viagens. O bonachão oficial de medicina recebe-o com um sorriso debochado, emoldurado por um frondoso bigode ruivo.

Continue lendo

Agora que a criatividade maligna já fluiu, votamos em qual vai ser a punição do Somir por ter furado a postagem do dia 29/07. Deixe seu comentário aqui até às 23:59 de hoje, e a ideia com mais defensores (que puder ser feita respeitando a quarentena) será a escolhida. O resultado será divulgado amanhã, dia 01/08, em coluna própria.

Antes de mais nada, vamos todos dar um grande parabéns ao Somir, pois ele passou todo o ano de 2019 sem furar uma postagem.

Devidamente parabenizado, é hora de pensar em uma belíssima punição, pela postagem de ontem, que não saiu. Quem é leitor sabe o esquema: vocês dão sugestões de postagens que gerem algum sofrimento ou desconforto como punição por ter deixado o blog com um buraco.

Continue lendo

Durante muito tempo se criou essa imagem pura e imaculada relacionada a animais, mas eles não são inocentes e desprovidos de maldade como muitos pensam. Animais mentem, enganam, passam a perna. Fazem coisas que nós consideraríamos monstruosas se feitas pelo nosso vizinho.

Continue lendo

Talvez ainda demore um pouco, mas eventualmente muitos de nós terão que voltar para uma rotina de trabalho normal, alguns já devem ter sido obrigados. E depois de tantos meses de pijama, um velho incômodo: roupas de trabalho. Sally e Somir discutem qual delas tem o maior potencial de incômodo, os impopulares vestem a camisa (se não apertar).

Tema de hoje: qual a peça de vestuário (sapato incluído) que mais gera desconforto quando veste de forma incômoda?

Continue lendo