(PARTE 3 de 4)

Ok, já está perdendo a graça.
Estou fazendo isso toda manhã sem falta. Consigo perceber que aquela inocente guerra de nervos que estávamos travando no começo desse episódio agora preenche nosso quarto de tensão toda manhã. A situação ficou insustentável…

Eu tenho que admitir que a frieza dela nesse episódio é digna de uma psicopata. Eu não conseguiria fazer o mesmo na posição dela.

Mas… não encaixa. Sally é tudo menos fria. Eu não dava mais do que três dias para ela dar algum jeito de trazer o assunto à tona e praticar o golpe dela. Estamos nessa há duas semanas.

Só se ela realmente não percebeu… Apesar de achar que nem o Stevie Wonder deixaria de notar aquela marca, eu já não duvido mais de nada. E agora fica difícil para mim. Se eu abrir o jogo e ela estiver mesmo armando para cima de mim, ela ganha. Se eu não o fizer, é bem capaz dela me colocar na parede perguntando como eu deixei de perceber aquela mancha na camisa que eu mais usava.

Não tenho escapatória. Vou ter que comprar outra e colocar no lugar. Aposto que ela vai perceber que é uma camisa nova. Eu vou ter certeza que ela aprontou comigo se ela der um daqueles sorrisos de vilão de filme para mim na primeira vez que eu pegar a camisa nova. Ela faz isso.

Estou sofrendo por antecipação só de imaginar o prazer que ela vai sentir se eu tiver caído num golpe…

Eu já escondi a camisa velha no fundo do armário para usar como prova se precisar.
Ela ganhou a batalha, mas não a guerra. Se ela cometer o menor erro, eu vou ter o meu trunfo queimado para tirar aquele sorrisinho debochado dela.

Para piorar, eu não me lembro de onde comprei essa camisa. Ela que guarda os recibos de todas as compras que fazemos, mas não me diz onde com a desculpa que eu sou muito bagunceiro. (Mas eu sei que é para comprar roupas com o meu dinheiro sem eu perceber…)

Agora eu só preciso de um jeito de conseguir esse recibo sem ela desconfiar.
Preciso tirar ela de casa e ter um tempo livre para procurar… Acho que vou pagar um daqueles tratamentos de beleza caríssimos em um SPA para ela. Até para gastar dinheiro por culpa dela eu tenho que pagar algo.

Eu te odeio, Sally… Eu te odeio

Ainda bem que eu estou aqui para elevar o nível deste desfavor de blog. Falando nisso, não deixem de visitar e participar do desfavor da comunidade oficial no orkut..
(Como se alguém fosse fazer uma não-oficial…)

Para cada pergunta insana que eu coloco aqui, tem mais umas 20 no tópico. Desfavor garantido ou seu auto-respeito de volta.

Vamos às perguntas selecionadas da semana!

Eu tenho um grave ‘pobrema’ de estar falando num assunto, não encerrá-lo e já pular pra outro. tudo fica de pernas-pro-ar, tudo desequilibrado, às vezes eu nem percebo, mas é algo estranho. O que me aconselha? Seria falta de concentração? Lineariedade?
Eu convivo muito com esse problema. Essa falta de regularidade causa uma situação parecida com os times que jogam no Campeonato Brasileiro. Não aqueles que estão tentando fugir do rebaixamento e acabar feito o Corinthians. Que inclusive parece que vai contratar o Herrera de vez, que é argentino. Acho estranho que um argentino faça tanto sucesso no Brasil, quer dizer, não mais que o Maradona, que agora é técnico da seleção. Aliás, se ele não fosse um drogado, será que o Brasil teria ganho a copa de 94?
Drogas são foda. Estragam a vida das pessoas. Porque uma pessoa drogada acaba perdendo a capacidade mínima de ter consistência na vida. O que eu quero dizer é que cocaína não combina com um projeto de vida de sucesso, ok?
como beijar uma amiga minha? sou super feminina e bi, com vááárias experiences, minha amiga não sabe mas ela se troca na minha frente, abraço ela, depois me masturbo o dia todo e ela nem faz idéia…
Teste o terreno. Trate sobre o assunto de bissexualidade. (Não homossexualidade, se é que você entende o plano…) A idéia é fazê-la pensar sobre o assunto, sem ligar o fato a você. A partir daí você descobre se você tem pelo menos alguma chance.

(Se a reação for muito boa, assuma que é bi, se não, fique quieta.)

Depois, caso perceba pelo menos uma brecha, dê o bote, mas sem se comprometer muito.

Desculpas clássicas:

– Foi o álcool: Fiquem bêbadas, você bem menos, é claro. Não faça isso em público, ela pode se sentir exposta demais. Espere um momento de distração e roube um beijo dela.

– Exibicionismo: Aí sim você precisa de uma situação com alguma platéia, o ideal é ser um ou dois homens. Use dança como artifício, mulher vive se esfregando nesses casos, aí basta arriscar mais e se der errado, diga que sem empolgou.

– Curiosidade: Ao invés de falar que já é, fale que tem curiosidade. Faça uma leve pressão para ela arriscar isso com você. (PELA PRIMEIRA VEZ NA SUA VIDA, ÓH!)
Mas, se ela reagir muito mal, pare na hora e espere pela próxima investida.

Se der certo, me mande fotos.

desejo arranjar um namorado/marido rico, mas nunca consigo conhecer um. O que me aconselha? E depois de conhecer, como fisgar o cara?
Deixe de ser pobre.

Sim, pobreza é primeiro um estado de espírito e depois a quantia de dinheiro que você tem à sua disposição.

O que o rico sabe fazer que o pobre não sabe?

INVESTIR!

Oras, se você quer ganhar, tem que gastar.
Não adianta freqüentar bares de pagode à beira da estrada e conviver com descamisados/desdentados. Lá você nunca vai encontrar um homem rico.

Melhore o seu nível, sua aparência, escolha programas mais refinados e GASTE mais com seu projeto. Um homem que pode escolher entre várias interesseiras fica muito mais exigente mesmo. Seja a MELHOR interesseira da área.

Não, seu bracinho gelatinoso não combina com essa idéia.

Não, aquela pochete que você adora não vai te vender bem.

Veja bem, seu conhecimento profundo sobre a trama da novela das oito vai cativar um certo público, mas não um público que tem aspirações maiores na vida do que pagar o aluguel.

Indo pelo caminho contrário, saber discutir filosofia, metafísica e mecânica quântica pode ser um plus para alguns homens, mas não para aqueles que usaram seu tempo para aprender coisas realmente úteis, como ganhar dinheiro.

Ricos já não se preocupam mais exatamente com a utilidade dos produtos que consomem, a apresentação e o status do produto é que vão o diferenciar.

Sim, você é um produto.
Então chega de enrolar e comece a melhorar o seu mix de marketing.

Eu fiquei com um rapaz por três vezes, sendo que na segunda, houve sexo.
Mas eu achei que não haveria continuidade, que não fossemos ficar firme.
E agora ele quer me namorar, só que eu não quero ficar transando com ele de imediato
Como demonstrar isso? Pensando pelo raciocínio de território alcançado é território conquistado, ele tende a não entender a minha vontade de esperar certo?
Território alcançado é território conquistado.

Repita comigo:

Território alcançado é território conquistado.

Agora, todas as mulheres juntas:

Território alcançado é território conquistado.

Entendam isso e vão se livrar de muitos problemas.

Eu não consigo entender por que motivo você não quer fazer sexo com ele de imediato. Se o seu motivo for “não parecer muito fácil ou disponível”, sinto te dizer que SÓ mentindo para não queimar seu filme de vez.

EU, que não tenho nada a ver com o assunto, já estou achando errado.
Imagine ele, que vai ficar na mão por isso?

(Se você tem outros motivos, perdoe minha presunção…)

Portanto, minha sugestão é inventar um motivo alheio à sua vontade pelo qual você tem que esperar. Uma coisa com a qual ninguém discute é motivos de saúde.
Só ache alguma coisa que não denote porquice ou promiscuidade. Como estar com algum problema no sistema reprodutor e não poder nem SONHAR em engravidar até terminar o tratamento.

Pode ser que cole. Deixe a mentira bem completa e é bem capaz dele esperar se for um motivo de força maior.

como perder a vergonha de chegar nos machos?
Simples, eles têm mais medo de você do que você deles.
(Esse argumento não funciona com baratas, eu sei…)

Não porque eles têm medo de mulheres (bom, não todos), mas sim porque a pressão para cima deles é muito maior do que a sua. Mulher que não chega em ninguém é difícil, homem que não chega em ninguém é viado.

A partir desse paralelo, chegamos à conclusão de que, por mais vergonha que você tenha, vai ser uma vergonha ainda maior para ele não facilitar sua vida.

Homem já costuma chegar deixando bem mais claro o interesse, mulher não precisa ser tão direta. Basta se aproximar e ser tão direta quanto você quiser. Pense que não é a SUA obrigação conseguir que ele se interesse por você.

Basta não se comprometer muito. Sorria, seja simpática, receptiva e demonstre que ele tem chances.

Se der errado, ELE falhou!
ELE vai ser sacaneado, ELE vai ter que correr atrás para consertar.

Afinal, mesmo que você queira tomar a iniciativa, aos olhos do mundo, a obrigação de conquistar é do Zé Ruela. Use e abuse disso.

estou há meses tentando fazer um fio-terra nele e não consigo, então quero mudar a tática: Enfiar até o punho e/pu fazê-lo transar com outro 9comigo olhando).

Tem como conseguir essa façanha?

Você acha que enfiar o punho ou fazê-lo transar com outro é ALTERNATIVA ao fio-terra?

Tem como conseguir isso sim. Algeme ele na cama prometendo uma trepada que ele jamais vai esquecer e torça para não ser processada/espancada/assassinada depois.

BÔNUS:

Você acha normal um homem ficar cheirando a calcinha usada da mulher?
Muito.

Os que nunca fizeram isso ou não tiveram chance ou estão mentindo.

Lembrando que você pode fazer perguntas pela comunidade do orkut ou pelo e-mail.
Como eu já dizia antes, se você não concorda com qualquer coisa que eu escrevi, sinta-se livre para mudar de opinião e concordar.

Beijinhos.

(PARTE 2 de 4)

Vou contar um segredo para vocês. Achei uma mancha suspeita que parece batom na camisa favorita do Somir! Está bem no pescoço, local estratégico. É aquele batom vermelho menstruação, sabe? Aqueles bem de vadia-vagabunda. Mas eu sou uma mulher sábia. Se chegar e mostrar, jogar na cara, ele vai negar. Já viram homem assumir que trai? Pois é, nem eu.

Eu sei que se eu perguntar o que aconteceu com a camisa ele vai negar e vai usar a ocasião para dizer que ele trabalha 10 horas por dia e eu não ajudo nada nas despesas da casa: “Você não me ajuda aqui, não trabalha, fica com tempo demais livre ai dá nisso, fica imaginando coisas”
Eu sei que ele é capaz de reverter isso, mas eu não vou deixar.

Ahhhh… mas e a raiva? Eu não podia deixar barato não… Peguei o ferro de passar e dei uma bela queimada na camisa do safado! Daquelas que ficam BEM APARENTES mesmo, ainda esfreguei a camisa bastante no jornal do cachorro depois. Ai quando ele vier reclamar do queimado, eu aproveito e falo do batom, como se tivesse visto naquela hora. Não quero que ele fique se achando, que saiba que eu revisto as roupas dele a procura de pistas…

Todo dia de manhã ele pega a camisa, olha bem e põe de volta no armário. Ele sempre olha com cara de desespero, sei que ele quer reclamar mas tem medo daquela marca de batom. Esse hábito matinal está deixando meu humor muito melhor, portanto, não vou cair na besteira de mencionar.
Eu vou esperar até ele comprar uma igualzinha e colocar de volta.
Até lá… sou um túmulo.

O Brasil é um país muito civilizado. Não tenho de quem falar mal. Por isso, vou falar mal de “celebridades” cof! cof! da Suíça. Na Suíça só tem baixaria.

Então, na Suíça tem uma mocinha Greta Pil. Essa moça é uma subcelebridade que se tem em altíssima e adora aparecer. E quando consegue aparecer, processa os meios de comunicação. O pior, meus amigos, é que ela ganha! Ela ganha indenização por danos morais. A justiça da Suíça é uma vergonha.


Nota-se pelo farto cofre.

Vamos falar de Greta Pil. Para começo de conversa, ela tem os dois pés no mundo artístico desde que nasceu e ainda assim, não conseguiu emplacar em nada: nem como apresentadora, nem como cantora, nem como atriz. E olha que ela teve o PAItrocínio não apenas de um dos cantores mais famosos da Suíça, como também de um Ministro.

Papai-Greta Pil, um ex-Ministro, é um desfavor por si mesmo: assume um cargo de tamanha importância e abre a boca para dizer que sempre fumou maconha e chegou onde chegou sem problema algum. Ok, vamos ver se eu entendi… o governo DELE gasta dinheiro em campanha contra as drogas, dizendo inclusive que o usuário financia o tráfico, e ele achou bacana ostentar o uso de drogas em público? Filha de desfavor, desfavorzinho é. Desfavorzinho? Bem…

Não dá para chamar Greta Pil de desfavorzinho. Greta Pil é um mistério para a ciência: passou por diversas lipos e continua gorda. Talvez fosse o caso de sugerir para os médicos que usem uma cânula um pouco mais grossa, para retirar uma quantidade maior de tecido adiposo, algo assim como… um aspirador de pó. Sinceramente, eu não acho bonito de se olhar Greta Pil usando um biquini. Parece que o bonequinho da Michelin foi à praia.

O problema com Greta Pil não é que moça seja gorda. A Suíça é cheia de gente gorda.
O problema é que Greta Pil é gorda mas não admite ser chamada de gorda. Greta Pil não quer mais brincadeiras com seu peso e seu corpo. Vamos aprender lógica com a Tia Sally: Você é gorda. Você não gosta que te chameme de gorda. Conclusão lógica? EMAGREÇA.

Mas Greta Pil não emagrece. Ela tem dinheiro, ela tem recursos, ela faz lipo. Mas ela não emagrece. Veja bem, eu sou contra a diradura da estética, não me importo com gordura localizada desde que seja localizada no corpo dos outros…mas acredito que quem faz do corpo o seu instrumento de trabalho tem a obrigação de mantê-lo agradável ao olhar alheio. A pessoa ganha dinheiro para isso, não? Ou então, se a pessoa está convencida que é sexy mesmo acima do peso (a ponto de posar pelada e achar que ficou bonito), deve estar preparada para escutar que está gorda. Caso não esteja, não deve expor seu corpo gordo despido ou então pode optar por perder peso.

No entanto, ela continua acima do seu peso. Mas isso não impediu Greta Pil de posar nua na capa de um CD. Claro, o CD não vendeu bem. Teve todos os empurrões e paitrocínios e mesmo assim, encalhou. E olha que isso na Suíça é difícil de acontecer. Um bom jabá emplaca música ruim no rádio, na TV, nos filmes. Mas o dela encalhou.

O programa de TV que Greta Pil tentou apresentar também não deu muito certo, saiu do ar. Grat Pil é uma espécie de Midas ao Contrário: onde toca vira merda. Nem vou falar do desempenho de Greta Pil como atriz, porque seria ofensivo e a intenção aqui não é ofender.

A fama de gorda de Greta Pil é tão difundida que ao se pesquisar “atriz gorda” no Google aparece uma sugestão que se pesquise seu nome. EU ACHO INJUSTO ISSO, afinal, ela não é atriz nem aqui nem na casa do caralho… Mas, mesmo recebendo este elogio, atriz? ATRIZ? Greta Pil quer processar o Google. Seu advogado diz que ninguém pode ser discriminado em função da aparência. Perdão, alguém proibiu ela de entrar em um restaurante? De entrar em um cinema? Ela só foi chamada de gorda. Não se pode chamar um gordo de gordo? A Suíça deve ser um país horrível onde a população é vítima de censura. Se fosse “atriz loira” ninguém reclamaria. Gordo é um adjetivo, tanto quanto loira.

Ora, quem tem preconceito com gordo é a própria Greta Pil, que não quer ver seu nome vinculado ao adjetivo “gordo”. Curioso, quando ela posou nua para aquele CD, ostentou o fato de estar fora de forma dizendo que queria provar que meninas acima do peso poderiam ter aparência sexy FAIL! Me expliquem, porque não faz sentido para mim: ela pode se chamar de gorda e dizer que tem orgulho do corpo mas mais ninguém pode chamá-la de gorda, sob pena de ser processado? Se não é vergonha ser gorda, como ela mesma prega para todas as meninas da Suíça, porque processar quando te chamam de gorda?

Greta Pil dá entrevistas ousadas. Comenta algumas intimidades que uma mulher, sobretudo uma com um filho, costuma guardar para si. Greta Pil se porta de forma polêmica, mas não segura o rojão. Quem planta merda colhe bosta. Greta Pil colhe bosta e ainda processa a fábrica de merda. E ganha. Deus me livre de morar na Suíça…

Como eu moro em um país livre, uma República Democrática, respiro aliviada porque sei que posso falar o que penso de Greta Pil. Não com a intenção de ofender, absolutamente, apenas de expressar livremente minha opinião sobre uma pessoa pública. Por sorte no Brasil os crimes de injúrua e difamação não são instrumento de censura. (animius jocandi? aloouu?)

Fica meu conselho a Greta Pil, que nunca na vida vai ler isto: quem quer o BÔNUS, tem que encarar o ÔNUS. A fama inclui no pacote coisas boas e coisas ruins. Não tente ficar apenas com as boas, porque isso não é possível. Não consegue lidar com as ruins? Abdique da fama.

Ahhhh sim… Greta Pil, PROCESSA EU, assim nosso blog fica famoso!!!
Mas devo advertir que sou pobre, só posso te pagar uma coxinha e um refresco… mas a julgar pelo seu layout, você deve adorar…

Pequena introdução para quem não conhecia a DR FOREVER original:
Somir e Sally representam um casal absolutamente normal.

(PARTE 1 de 4)

Há pelo menos uma semana uma das minhas camisas está queimada. É uma marca de ferro de passar roupa, facilmente reconhecível logo abaixo do braço direito. Não bastasse perder uma camisa, perdi a minha camisa favorita. Era de marca, custou-me os olhos da cara.

Quem passa as minhas camisas é a Sally, até porque eu sou péssimo fazendo isso.
Vocês devem estar se perguntando se eu levei numa boa ou se eu reclamei com ela… Bom, não fiz nem uma coisa nem outra.

Eu simplesmente ignorei. Sabem por quê? Porque ela colocou a camisa de volta no armário junto com as outras. E não é do tipo de marca que dá para deixar de perceber… Não é possível que ela simplesmente tenha ignorado algo tão chamativo assim.

Eu sei o que ela está tentando fazer. Eu conheço a Sally. Do jeito que ela é, deve ter distraído e esquecido o ferro sobre a camisa enquanto falava no telefone com alguma amiga. Mas ela, ao invés de assumir o erro, está tentando sair pela tangente.

Aposto que ela vai esperar até eu descobrir. Aí ela pode dizer que não percebeu e que nem imagina como isso possa ter acontecido. Se eu levar numa boa, ela sai bem dessa. Se eu reclamar, ela provavelmente vira o jogo dizendo que não é minha empregada e que eu não tenho motivos para ser grosso com ela. Capaz até de dizer que nunca mais passa as minhas roupas…

Mas ela não está lidando com um amador não… Toda manhã eu abro o armário, olho bem minhas camisas e escolho calmamente qual vou vestir. Faço questão de chegar bem próximo à camisa queimada e continuar falando com ela. Eu adoro a expressão que ela faz, é um misto de expectativa com desespero. Aposto que ela sofre quando eu escolho outra e saio para trabalhar. Mais um dia para esperar a conclusão dessa novela.

Está fazendo maravilhas pelo meu humor matinal.

Eu vou continuar a torturando por um bom tempo. Ela merece.
Uma hora ela desiste e se entrega, mas até lá… eu sou um túmulo.