Sugestões?

Você tem alguma ideia de tema que quer sugerir para nós? Aqui é o lugar. É muito difícil acompanhar as sugestões que vocês fazem na nossa rotina diária de posts, e com tudo centralizado aqui queremos simplificar o processo de vez. Vale sugerir qualquer tema, vamos analisar cada uma das suas ideias, e se for possível (vulgo soubermos falar disso de forma decente), pode apostar que vamos escrever sobre o assunto e te mencionar no post. Se quiser dar ideias sobre CONTEÚDO, este é o lugar. Vamos lá?

Comentários (550)

  • Seria interessante um texto que abordasse a questão de morar sozinha (o) como opção. Dando ênfase no caso feminino. Grata! S2

  • Desfavor Explica: Internet. Muita gente até tem, mas poucos realmente sabem o que é, como funciona, onde mexer e o que fazer com o que tem nas mãos. Ou ainda um texto que seria como uma espécie de guia de boa conduta online porque, afinal a internet em si é uma maravilha, desde que se saiba usar.

    • A parte técnica da internet é tema sem fim. O grau de complexidade de uma mera chamada de vídeo é de duvidar se foram humanos mesmo que bolaram tudo isso… você mirou numa coisa, mas me deu ideia para outra relacionada.

  • Há algum tempo, a Sally fez uma postagem sobre como as empresas de alimentos nos enganam e nos empurram um monte de comida industrializada cheia de coisas que fazem mal à saúde, como pão “integral” que não tem praticamente nada de farinha integral em sua composição, água mineral que na verdade deveria ser chamada de “torneiral”, carnes e peixes totalmente adulterados para custar menos e durar mais e conservas e molhos com excesso de sódio, glucoses e glutamatos… Mas que tal agora um texto sobre coisas que muita gente por aí anda comendo e que ninguém deveria pôr na boca? Eu estou falando de coisas como margarina – um troço tão artificial que nem as moscas que pousam na bosta chegam perto – , nuggets – que são nojentamente feitos com restos processados de carnes de aves e de outros animais, – salsichas – cuja fabricação é tão cercada de lendas sobre imundície que já virou lugar-comum chamar a redação de um jornaleco dedicado à imprensa marrom de “fábrica de salsicha” e dizer que “cozinha de restaurante, fábrica de salsicha e passado de mulher são coisas que é melhor não conhecer, sob pena de nunca mais se conseguir comer”. Deve haver um monte de outros exemplos também. O que acham?

  • Já pensaram em fazer um texto sobre “cringe”, ou como pessoas e a internet lidam com a ideia de ver outras pessoas passando vergonha?

  • Gente, eu não sei se vcs conhecem a Bibi Bailas do física e afins, mas ela fez um vídeo detonando a constelação familiar, achei muito bom. Acho que poderia ser tema para algum desfavor.

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.