Tag: dia do nerd

O Dia do Nerd é comemorado no dia 10 de Julho aqui na República Impopular do Desfavor, e por isso, fomos longe buscar um tema que honrasse a classe. Isso é, se é que a classe deve ser honrada. O futuro pode estar chegando…

Tema de hoje: o plano de S0-M1R deve ser seguido?

Continue lendo

Dizem que não conhece a história está destinado a repetir seus erros. Preocupados com as inúmeras incongruências e lacunas deixadas nos registros da humanidade, Sally e Somir começam um projeto ambicioso: recontar nossos passos como espécie de uma forma que finalmente faça sentido, um evento importante por vez, onde quer que tenham acontecido. Pretendemos transformar “A História Desfavor” em livro, e durante essa semana de comemoração do Dia do Nerd, teremos uma prévia.

E nossa história começa nas cavernas…

Pré História
Capítulo 4: A guerra.

A noite vem mais fria que o habitual. Um vento gélido sopra pelas frestas do templo da Árvore do Fogo, desafiando as labaredas da fogueira central e fazendo as sombras dos presentes dançarem pelas paredes. Sentado num trono de pedra um degrau acima dos fiéis, vestindo um pesado manto de peles, Sô mantém-se em silêncio, olhar fixo nas chamas. Os trogloditas locais entreolham-se, temerosos. O clima tenso permanece por mais alguns minutos, até que um dos neandertais adentra a construção, ofegante:

Continue lendo

Dizem que não conhece a história está destinado a repetir seus erros. Preocupados com as inúmeras incongruências e lacunas deixadas nos registros da humanidade, Sally e Somir começam um projeto ambicioso: recontar nossos passos como espécie de uma forma que finalmente faça sentido, um evento importante por vez, onde quer que tenham acontecido. Pretendemos transformar “A História Desfavor” em livro, e durante essa semana de comemoração do Dia do Nerd, teremos uma prévia.

E nossa história começa nas cavernas…

Pré História
Capítulo 3: A religião.

Após a comoção dos presentes com o golpe de sorte de Sô, Sá se aproxima:

SÁ: Seu palhaço! Você teve sorte dessa vez, mas se não fosse por essa coincidência, estaria apanhando agora!
SÔ: Essa palavra não existe mais, Sá
SÁ: Apanhando? Existe sim e ainda vai acontecer muito com você…
SÔ: Não. “Coincidência”. Não existe coincidência no mundo, é tudo obra da Árvore do Fogo

Continue lendo

Dizem que não conhece a história está destinado a repetir seus erros. Preocupados com as inúmeras incongruências e lacunas deixadas nos registros da humanidade, Sally e Somir começam um projeto ambicioso: recontar nossos passos como espécie de uma forma que finalmente faça sentido, um evento importante por vez, onde quer que tenham acontecido. Pretendemos transformar “A História Desfavor” em livro, e durante essa semana de comemoração do Dia do Nerd, teremos uma prévia.

E nossa história começa nas cavernas…

Pré História
Capítulo 2: A roda.

Sô sorri ao ver quase toda a tribo reunida diante da grande fogueira que ele e Sá fizeram horas antes. Apesar do medo evidente nas expressões de seus colegas neandertais, o calor, a luminosidade e o cheiro de carne assada funcionaram como um irresistível atrativo para os locais. Sá parece entretida com o preparo do alimento, posicionando suculentos pedaços de antílope alguns centímetros sobre a lenha já carbonizada.

Continue lendo

Dizem que não conhece a história está destinado a repetir seus erros. Preocupados com as inúmeras incongruências e lacunas deixadas nos registros da humanidade, Sally e Somir começam um projeto ambicioso: recontar nossos passos como espécie de uma forma que finalmente faça sentido, um evento importante por vez, onde quer que tenham acontecido. Pretendemos transformar “A História Desfavor” em livro, e durante essa semana de comemoração do Dia do Nerd, teremos uma prévia.

E nossa história começa nas cavernas…

Pré História
Capítulo 1: O fogo.

Sá e Sô estavam sentados na porta da caverna contemplando o pôr do sol:

SÁ: Vamos jantar?
SÔ: Xiiiii…
SÁ: Não acredito que você esqueceu de caçar!
SÔ: Não esqueci não, eu fui
SÁ: Ainda bem, se eu tivesse que dormir com fome mais um dia eu…
SÔ: Esqueci foi de trazer. Ficou nas margens do rio
SÁ: NÃO ACREDITO

Continue lendo