Tag: histeria punitiva

Nilson Izaias é um senhor de mais de 70 anos de idade que poderia ser seu pai ou seu avô. Gente como a gente. Ele ganhou fama instantânea esta semana por dois motivos: um foi conseguir mais visualizações do que grandes youtubers, como Felipe Neto, com um vídeo despretensioso, filmado de forma caseira e o outro, por ser acusado alguns dias depois de pedofilia. Quem acusou apagou, mas hoje em dia, mais nada se apaga da internet, tudo fica salvo em algum lugar… e está tudo aqui e aqui.

Continue lendo

Julio Cocielo, um dos youtubers mais famosos do Brasil, cujo canal tem quase 17 milhões de inscritos, foi pego pra Cristo após uma piada no Twitter. Tudo começou quando, no jogo França x Argentina, ele comentou que o jogador francês Mbappé corria tanto que “conseguiria fazer uns arrastão top na praia”. Isso foi suficiente para que ofendidos dedicassem seu final de semana a reler os quase 50 mil tuítes que Cocielo havia postado na vida, atrás de algo inflamável para jogar mais gasolina no incêndio que havia começado. Imagina que vida infeliz tem alguém que dedica seu tempo a isso…

Continue lendo

+William Waack é afastado do Jornal da Globo. Jornalista é acusado de ter feito comentários racistas, fora do ar, durante cobertura das eleições americanas. Waack diz não se lembrar do episódio e pede desculpas.

Ninguém aqui acha bonito o que ele falou, mas tem algo de desproporcional sim nas reações. Desfavor da semana.

Continue lendo

+Neste carnaval, a família resolveu se fantasiar para curtir a folia. Os personagens do filme Aladim serviram de inspiração. Fernando virou o próprio menino do tapete voador, a mulher se tornou Jasmine e o filho veio caracterizado como o fiel amigo de Aladim, o macaco Abu. Mateus, filho de Fernando e Cintia, é negro. A imagem da família se divertindo no carnaval caiu nas redes sociais e os pais da criança foram acusados de racismo.

Aparentemente a preocupação com o racismo no Brasil também é uma fantasia… desfavor da semana.

Continue lendo

+Comentários pedófilos no Twitter durante “MasterChef Júnior” geram revolta. Durante estreia do programa, na terça-feira (20), perfis fizeram comentários criminosos em relação a uma das participantes. Nas redes, revolta e ameaça de linchamento.

Pedofilia? Nós achamos os comentários péssimos, mas… pedofilia? Talvez a verdadeira tara aqui seja a do linchamento. Desfavor da semana.

Continue lendo