Amiga… querida amiga, tenho uma coisa para te dizer, porém não posso falar na sua cara, pois você se ofenderia – e muito. Essa é uma das vantagens de ter um blog anônimo, poder desabafar para o mundo as coisas que ficam engasgadas na minha garganta. Por favor, leia tudo que eu escrever com amor, pois por mais que seja um conteúdo desagradável, minha intenção é boa. Não quero te atacar, não quero te magoar. Quero apenas que você reflita. Continue lendo

+O jogo da “baleia azul”, série de 50 desafios cujo objetivo final do jogador é acabar com a própria vida, está movimentando as redes sociais, principalmente desde o início desta semana, quando a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio divulgou que está fazendo um rastreamento das redes sociais para reunir informações sobre o jogo. Um inquérito foi instaurado depois que a mãe de um menino de 12 anos denunciou que o garoto foi convidado a participar da série de desafios.

Tem uma baleia na sala e não parecem estar falando sobre ela. Desfavor da semana. Continue lendo

+Segundo a sabedoria pediátrica, é a mãe quem costuma fazer a pergunta, mas ela geralmente diz que a dúvida é do pai do menino. A mãe começa dizendo que o pai está preocupado. “O pênis do nosso filho tem um tamanho normal? Será pequeno demais? Tem algo errado?” Na maior parte das vezes, está tudo perfeitamente normal, mas o que a grande parte desses meninos tem em comum é o físico: uma tendência ao sobrepeso.

Surpresos pela escolha do tema? Não deveriam. Vai bem mais longe do que parece. Desfavor da semana. Continue lendo

+Ainda que mais da metade (52%) dos pais reconheça os riscos que as crianças correm na internet, pouco mais de um terço deles (39%) conversa com seus filhos sobre as ameaças, segundo uma pesquisa realizada pela empresa de segurança digital Kaspersky em parceria com a B2B International.

Ou seja, metade nem reconhece o risco. A que reconhece, não se mexe. Criado pela internet é o novo criado por lobos… desfavor da semana. Continue lendo