Desfavor da semana: Publiciotários.

tudoputaDurante o Carnaval, duas campanhas demonstraram tudo o que está errado com o mercado publicitário. A cerveja Devassa contratou (a peso de ouro) Sandy para estrelar suas peças, a multinacional Gilette pagou milhões para que Bell Marques, líder do grupo Chiclete com Banana, fizesse a barba e uma música para acompanhar.

E mesmo com valores obscenos para a realidade nacional e a cara-de-pau de chamar todos os consumidores de otários, essas ações renderam bastante para as empresas.

Desfavor da semana.

SOMIR

Não vou me embrenhar profundamente na parte teórica da comunicação publicitária, afinal, nem mesmo quem trabalha nas grandes agências costuma entender essas coisas. No topo da cadeia alimentar da área no Brasil, temos profissionais mercenários que repetem vez após vez as mesmas táticas para qualquer cliente disposto a enfiar a mão no bolso.

Só existem DOIS tipos de ações publicitárias de grande porte no Brasil: “Criando Problemas” e “Melancia no Pescoço”. Lembre-se desses dois arquétipos e você vai começar a se revoltar quando prestar atenção na quantidade avassaladora de propagandas que vê todos os dias.

A publicidade deveria ser uma ferramenta para facilitar e melhorar a vida das pessoas. Sim, parece piada, mas só temos essa visão negativa das coisas pela própria incompetência e preguiça dos que trabalham no setor. É muito útil para a sociedade que produtos e serviços oferecidos sejam ao menos conhecidos pelas pessoas. Tem muita coisa útil e/ou interessante sendo vendida por aí.

Mas como a guerra pela atenção do consumidor está totalmente focada em gerar insegurança e fazer barulho a qualquer custo, a disputa entre as empresas pela qualidade e relevância de seus produtos e serviços perdeu a importância. Até mesmo qualidades que deveriam ser práticas são vendidas de forma absurdamente subjetiva.

O mercado é grande demais, os produtos são parecidos demais. Ao invés de tentar reinventar e aumentar a eficiência do que vendem, as empresas estão preocupadas mesmo em adicionar qualidades imaginárias (o seu xampú tem o “poder da maçã”? você sabe se isso faz algum sentido?) e status vazio (seu carro é o melhor da categoria? quem disse isso entende mesmo do assunto?).

Já escrevi muito sobre a nefasta prática publicitária de transformar sua vida numa série de problemas inventados pela publicidade. Com os dois “stunts publicitários” que são tema desta coluna, vou poder falar mais sobre a tática “Melancia no Pescoço”. E não nos prendamos por termos técnicos, um “stunt publicitário” nada mais é do que fazer algo diferente para chamar a atenção para determinado produto ou serviço. “Stunt” é uma daquelas palavrinhas complicadas de traduzir diretamente (seria “acrobacia”, mas não se resume a isso), mas o que um dublê faz é um “stunt”. Uma ação inusitada com objetivos de entretenimento.

Devassa e Gilette enfiaram melancias nos pescoços de seus garotos-propaganda e aproveitaram o sucesso na mídia. Normalmente se paga uma nota para os jornalistas fingirem que se interessaram por uma marca ou produto, mas quando essas melancias estão penduradas em cabeças que geram notícias por si só, o efeito é potencializado.

Não é errado querer chamar a atenção para o que vende, capitalismo é que nem democracia: Uma merda, mas ainda um pouco melhor que as outras merdas. Só que não basta berrar, tem que dizer alguma coisa. Cacete, deveria ter juramento na publicidade: “Eu juro que não vou usar meu conhecimento para tornar o mundo ainda mais vazio e ignorante.”

O que caralhos quer dizer a Sandy fazendo propaganda da Devassa? Os cretinos que fizeram a campanha dizem que querem demonstrar que todo mundo tem um lado descontraído. Mas sabe o que estão dizendo de verdade? Que todo mundo tem seu preço. Sandy parece totalmente deslocada no ambiente criado para a propaganda, sua cara de pamonha habitual não deixa de transparecer.

Não vai mexer UMA VÍRGULA na imagem que ela tem para as pessoas, esse papinho de “pura por nós” foi inventado independentemente de sua vontade. As pessoas querem que ela seja esse exemplo, ela VAI ser esse exemplo. Inclusive, TODO SEU SUCESSO foi conquistado com essa imagem afastada da “Devassa way of life”. Quando Sandy cresceu e sua imagem de virgem ruiu, ela foi jogada para escanteio.

Quando eu vejo a propaganda e as ações nas quais ela comparece, imagino uma puta num carro escuro batendo uma para um velho endinheirado, fazendo cara feia, mas oferecendo o serviço do mesmo jeito. Sandy vai lavar as mãos, a marca vai ficar mais conhecida… e só. Melancia no pescoço.

O Zé Ruela do Chiclete com Banana se vendeu ainda mais. Mantendo a analogia, caiu de boca no velho rico. A Gilette não foca mais na qualidade do que produz, agora a jogada é dizer que é preciso ter a cara lisa para conseguir sucesso e sexo. O cara CONSEGUIU TUDO com uma barba na cara e agora está defendendo uma marca que diz o contrário? Até mesmo com “hit de carnaval”? É chamar o povo de retardado na cara dura… Pior que funciona.

E olha que o cara conseguiu a proeza de ficar ainda mais feio sem a barba. Mas a Gilette não liga, não é como se as pessoas fossem prestar atenção na consistência de suas mensagens. Chamou a atenção, provavelmente vai manter um contrato “cara lisa” com ele por alguns anos (como faz com vários atletas, dentre eles o Kaká) e continuar rindo no caminho para o banco.

Quando a publicidade não está tentando te fazer se sentir um perdedor por não comprar determinadas coisas, está trabalhando em campanhas estúpidas que ligam sua imagem a pessoas que ficaram famosas fazendo justamente o oposto do que pregam nessas propagandas. Só para chamar atenção.

Campanhas vazias para um público cada vez mais vazio. É a mentalidade Big Brother: Famoso por ser famoso. Eu já disse que odeio a humanidade? Hoje?

Para dizer que eu tenho ENVEJA de publicitários líderes de mercado, para dizer que tem medo de terminar que nem eu se prestar atenção de verdade nas propagandas, ou mesmo para dizer que Sandy só deveria fazer propaganda de pamonha: somir@desfavor.com

SALLY

Somir me disse que se tratam de “stunts publicitários”. Eu não sei o que são stunts publicitários, mas se o Somir, que é publicitário, disse, então eu confio. O Desfavor da Semana são os dois stunts publicitários mais comentados da semana: Devassa x Gillete.

Assim como William Bonner admitiu sem pudor que o Jornal Nacional é feito para um público alvo que tem a mentalidade do Homer Simpson, a publicidade também vem adotando esta mesma linha de raciocínio: nos tratar feito retardados mentais que engolem qualquer merda.

Este movimento de presunção de burrice já vem acontecendo faz algum tempo, mas se intensificou na semana passada com dois episódios antológicos: Sandy e seu lado Devassa e Bell Marques tirando a barba para a Gillete.

Para quem foi poupado destas atrocidades, um breve resumo: Sandy, a puritana, aceitou um milhão de reais para fazer propaganda da cerveja Devassa no camarote do carnaval. Em troca desta quantia, ficou loira e apareceu na TV repetindo o slogan que tem um lado devassa. Foco no comercial onde ela tenta dançar de forma sexy – ela tem a sensualidade de uma tampa de privada. Bell Marques, que para quem não sabe, é o vocalista do Chiclete com Banana (se você não sabe o que é Chiclete com Banana, por favor me diga onde você mora), que ostentava uma barba secular, aceitou DOIS FUCKIN´ MILHÕES de reais para fazer a barba sob os holofotes de uma presepada montada pela Gillete, com direito a fazer até musiquinha para isso (“Já passei gilette meu rosto ta lisinho / Agora to de boa pra ganhar beijinho).

Alguns pontos que poderiam ser esmiuçados mas não há espaço: 1) ambos, Sandy e Bell, são ricos e não precisavam passar por esta humilhação, 2) ambos comerciais foram bem sucedidos e 3) não é a primeira vez que isso acontece (lembra do Gianecchini no comercial do PINTOS Shopping? “tudo que você mais gosta no lugar em que você sempre quis – Quanto vale a sua dignidade para deixar que brinquem com a homossexualidade que você tanto tenta esconder, Giane?)

Porque enquanto eram apenas comerciais RUINS, tinho o “ÂNHA, É O HABÚRGUER DE PICANHA”, o “ASSÔ” do Guaraná ou ainda o pior e mais grotesco comercial de supermercado onde um desenho animado de um bebê PEIDA nos legumes, tudo bem. Era apenas incompetência e falta de capacidade de quem faz. Mas agora estão DEBOCHANDO de nós, consumidores. É um escárnio. E em vez de responder à altura, com indignação e boicote, as pessoas parecem estar engolindo passivamente esta merda toda.

Você acha que em um país com a nossa realidade social se justifica que paguem dois milhões para Bell Marques tirar a barba? Você, que ganha um salário mínimo, não se sente afrontado em ter que fazer a barba de graça sabendo que Bell Marques ganhou dois milhões para fazer sua barba? Você que tem um diploma na mão mas está desempregado ou ganhando merda, se sente incentivado a comprar um produto da Gillete sabendo que ela pagou dois milhões pro Bell Marques Assino com Meu Dedão fazer a barba?

Você acredita que a Sandy tem um lado Devassa? Você confia em uma empresa que coloca a Sandy para dizer que tem um lado Devassa? Te passa credibilidade e confiança alguém que sequer cogita vender a Sandy como Devassa? Você compraria cerveja de uma garota propaganda que afirmou PUBLICAMENTE que NÃO BEBE CERVEJA porque não gosta do sabor que ela tem?

Vem cá, tão tirando a gente de otário MAIS do que o de costume, né não? Não tem ninguém indignado aí não? Se continuar assim vamos acabar vendo um comercial onde Faustão vai dizer que emagreceu tomando Cogumelo do Sol ou então um comercial estrelado pela Monique Evans pregando a abstinência sexual até o casamento.

Caso não tenham percebido, vão continuar empurrando coisas goela abaixo até que alguém ofereça resistência. É como mentiroso quando está contando uma história, se ninguém acusar a mentira, ele vai mentindo cada vez mais! Não vejo as pessoas indignadas nem ofendidas com este tipo de deboche publicitário. Você compraria algo de alguém que te chamou publicamente de burro?

Engolir o que estes publicitários e o que estas empresas estão nos dizendo é vestir a carapuça da burrice. É aceitar ser chamado de burro e ainda recompensar quem te ofendeu (o que confirmaria sua burrice, vamos combinar). Se você quer evitar a fadiga e não quer protestar, ok, mas pelo menos SAIBA, dentro de você, que aquilo é uma ofensa e converse a respeito. Não compre mais o produto. Hoje temos uma infinidade de marcas muito similares para tudo quanto é produto (ahh… a merda da globalização…), você PODE e DEVE se dar ao luxo de descartar quem te tira de otário.

Mas brasileiro não sabe usar o pouco poder que lhe é dado. Da mesma forma como não usa o poder nas urnas, também não usa o enorme poder de opinião que tem como consumidor. Só usa poder de voto e veto para se unir e eliminar um participante antipático do BBB. Joguem o cordão umbilical que eu quero subir de volta.

Fica o pedido: para você, subcelebridade que se presta a estes comerciais babacas, pense duas vezes pois por mais suja que esteja sua dignidade, sempre pode piorar. Para você, consumidor, REFLITA sobre o que andam te empurrando garganta abaixo e LEMBRE-SE que você tem escolha.

PS: No fundo no fundo eu acho que o Desfavor foi Fafá de Belém magoadinha porque Daniela Mercury furou no compromisso com o Galo da Madrugada, cantando marchinhas ofendendo-a, mas o Somir não sabe que existe Fafá de Belém, nem Daniela Mercury, nem Recife, então ele nunca toparia.

Para dizer que você gosta de engolir tudo que te enfiam garganta abaixo, para dizer que só faz a barba com Gillete se ela te pagar dois milhões e para dizer que Paris Hilton era muito mais devassa: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Comments (30)

  • Somir, estive observando melhor aqui e na minha análise, notei que a “melancia no pescoço” é na realidade uma VARIANTE da ação na linha “criando problemas”. A diferença é o alvo mirado para ser atingido na “criação” do problema.

    Enquanto que na ação direta do “criando problemas” se enfoca em uma publicidade na linha “você está com problemas, não é? Nós temos a solução”, na ação indireta do “criando problemas” (a famosa “melancia no pescoço”) o foco é deixar o alvo publicitário que carrega a melancia em posição periclitante e de desafio com o objetivo de projetar a marca em cima disso.

    A Devassa chamou a Sandy porque a imagem dela de “santinha” (aham!) daria uma projeção maior para o factoide envolvendo a marca, a projetando frente a concorrência. A Gillette chamou o Bel Marques porque ele era conhecido por ter uma barba vasta e relativamente bem espessa, o que também ilustraria bem o clima de desafio, projetando positivamente a marca.

    Qualquer semelhança dos dois casos com a jogada presente no clássico filme Proposta Indecente NÃO é mera coincidência.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Uma curiosidade besta: Fafá de Belém não fez uma música tirando onda com Daniela Mercury aleatoriamente, ela o fez porque existe um "bloco" aqui em Recife chamado "Quanta Ladeira" que compõe paródias tirando onda de tudo e de todos. Uma das músicas fala até das tetas de Fafá. Capaz nem ter sido ela que fez a música, só cantou, mesmo.
    Letras das músicas do Quanta: http://letras.terra.com.br/quanta-ladeira/
    Vídeos: http://www.youtube.com/results?search_query=quanta%20ladeira&search=Search&sa=X&oi=spell&resnum=0&spell=1

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Querido Somir,

    Eu não estava me fazendo de vítima. Se foi isso que pareceu, houve algum erro por aí. Ou eu não soube me expressar, ou você não entendeu o que eu disse.

    Eu presumi sim que meu comentário não tinha sido aceite pois ele contestava algo que a Sally dizia (e apagar é sempre o caminho mais fácil). A frase final do parágrafo que você copiou foi uma provocaçãozinha maldosa, que parece ter surtido efeito.

    Meu último parágrafo foi para perguntar à Sally se ela tinha ficado ofendida com algo que eu disse (acredito que não) e comentar que assinaria como "Rorschach" quando viesse comentar aqui.

    Só isso, sem vítimas. Mas da próxima vez que meu comentário não aparecer, mandarei novamente.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Já é a segunda vez que tenho esclarecer isso aqui, mas minha primeira tentativa não foi aceite pelos moderadores, o que é curioso vindo de alguém que sempre diz: "Nós aceitamos todos os comentários". Mais curioso ainda quando isso vem de alguém que critica os outros (principalmente) pela hipocrisia."

    PUTAQUEPARIU!

    Essa vai para você pela conveniência, mas é também para toda a turma de "vítimas" que fica pentelhando por ter seus comentários apagados:

    PENSEM! Na sanha de se fazer de pobre censurado, ninguém parece prestar atenção nos OUTROS comentários que são aprovados nas mesmas postagens. Você não é tão especial assim para ofender alguém escrevendo basicamente as mesmas merdas que lemos todos os dias aqui.

    Fazemos questão sim de aprovar comentários discordantes, mesmo que seja mais do mesmo. Se lesse os outros comentários, saberia.

    Se por um acaso seu comentário "habitual" sumiu, NÃO FOI CENSURA. Merdas acontecem, eu e Sally já apagamos comentários sem querer na lista (elogiando ou xingando), vira e mexe tem gente que posta vários comentários iguais porque o Blogger dá tela de erro no envio, tem gente que cai direto na pasta de SPAM toda vez que envia, existem inúmeros motivos mais LÓGICOS para os comentários sumirem…

    Só apagamos SPAM óbvio (os engraçados acabam ficando) e comentários realmente "babuínos" compostos de palavrões sequenciais incoerentes.

    A moderação é para manter uma certa ordem e evitar algumas táticas inimigas comuns como o flood.

    Por isso, fica a dica: Seu comentário pode te parecer a oitava maravilha troll do mundo, mas a gente não se impressiona com a mesma facilidade. E se a crítica for bem feita, achamos ÓTIMO!

    Mimimi.

    Mas quem eu estou enganando? Logo logo aparece outro(a) reclamando da mesma coisa…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Fui eu quem escreveu o 7º comentário e a Sally pensou que fosse a mesma pessoa que escreveu outro comentário.

    Já é a segunda vez que tenho esclarecer isso aqui, mas minha primeira tentativa não foi aceite pelos moderadores, o que é curioso vindo de alguém que sempre diz: "Nós aceitamos todos os comentários". Mais curioso ainda quando isso vem de alguém que critica os outros (principalmente) pela hipocrisia.

    Gostaria que a D. Sally me respondesse se eu estou errado ou se ela se sentiu ofendida no meu comentário. Garanto que não o fiz com a intenção de ofender, foi apenas algo que notei. A partir de agora, assinarei meus comentários aqui como "Rorschach" para não acontecer esse tipo de confusão de novo.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Pô Sally…
    Agora eu sei a merda do nome "daquele careca barbudo que só canta vogais daquela merda de banda de musica baiana"…
    pqp…agora só falta querer me dizer quem é quem em dupla sertaneja…

    PS. Apesar de saber que você gosta de axé, eu poderia suportar até te pegar.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Somir, faço um apontamento que não tinha feito e que acho pertinente:

    mas só temos essa visão negativa das coisas pela própria incompetência e preguiça dos que trabalham no setor.

    Não diria nem incompetência e nem preguiça, ainda que tais pessoas optem pelo caminho mais conveniente.

    O termo mais adequado neste caso seria NEGLIGÊNCIA.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sally, você engole tudo que te enfiam garganta abaixo?

    Curiosidade.

    Seu texto me lembrou Tyler Durden em Fight Club.

    Que tal um projeto "Destruição"? hum?

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Não tomo devassa mas nem que o Padre Marcelo Rossi faça propaganda.

    Bavaria puro malte tem gosto de cerveja choca.

    No mais, eu não vejo tv então nem vi essa propaganda da Sandy.

    Sally, a melhor coisa da Argentina, depois do free shop e do Palermo é a Quilmes escura. A cerveja é DOCE! delícia.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Eu não vou boicotara Gilete. O produto é bom, e eu não gosto de barba. Simples assim. Se quiserem pagar pro Bell Marques fazer a barba, pra Sandy depilar, ou pro Giannechini assumir que é gay e depilar em público, eu quero que se foda.

    O que me revolta é nego consumir POR CAUSA disso. É retardado! Isso não PODE aumentar as vendas. Eu já usava Gilette, vou continuar. Eu não bebo Devassa, vou continuar não bebendo.

    Porra de povo difícil. Eu boicoto quando me agride. Propagandas de cervejas me agridem. Se eu tivesse pensando em pegar mulher tava comprando camisinha, não cerveja, porra.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sally, após 1 semana sem sexo eu encaro até a caixa do supermercado que me paquera e que apelidei de "Calanguinho".

    Mas… bem, o tom do cabelo da Sandy ficou loiro. Vocês conhecem o Slogan da Devassa "Bem loira, bem devassa".

    Propaganda enganosa.

    Minha ex esposa era loira, mas era careta.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Quando eu digo que só tomo Heinneken, e que cerveja muito gelada não tem gosto de nada. Me olham como um alienigena. Me sinto melhor agora.

    Por um tempo acreditei que estava livre de metade do lixo que nos é empurrado, não assistindo tv (Só vejo filmes e na tv, o programa da Luciana Gimennez – indispensável).

    Mas a internet graças a probloggers que já venderam a alma e o rabo, tratam de alimentar a industria com suas propagandas disfarçadas de posts.

    Alias, podiam fazer um desfavor quanto a eles. Pra usar seu alcance na internet pra falar algo que preste e possa ajudar as pessoas a enxergar as merdas a que são submetidos, não fazem. Pra chegar e mostrar um video da Sandy e dizer o quanto é absurdo (mas divulgando..), ou um video imbecil com a legenda "veja até o final. Eu ri.", são faceiros e isso já deve estar num manual de redação qualquer.

    E o Somir está com inveja por não ter uma conta da Devassa, e ter tido a ideia da Sandy.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Tá bom que o Anônimo encara uma mulher não depilada…

    Hipócrita demais da conta.

    Em tempo: ambos comentários reclamando de mim são da mesma pessoa… hahaha

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sinceramente, nem me surpreendo mais com essas estratégias sem noção.

    A sério, se colocarem macaquinhos em cadeia nacional na Rede Globo patrocinados pelo Nizan Guanaes, vende como água, não importando o que se faça no comercial.

    O que importa é gerar polêmica a todo custo e quanto mais polêmica, melhor e azar de quem não gosta.

    EVERYBODY'S FOOL (2)

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Paulo César Nascimento

    Acho que teria sido mais surreal a Gillete contratar a Sandy pra raspar a periquita ao vivo na propaganda e que o Bell Marques aparecesse de vestidinho e confessasse que tem um lado "devassa"… Sempre pode piorar.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Ah coitadinho…

    Mas passar na virilha tudo bem né? Mulher que se foda e se depile, mas vocês não podem chegar perto de uma Gillete.

    O mundo está cada vez mais viadinho".

    Booooooooooooaaaaaaaaaa Sally!!!

    hehehehehehe! xD

    P.S: Não gosto de barba da mesma maneira q não gosto de pelo na axina e na virilha e em outros lugares inconvenientes, e da mesma maneira q a grande maioria de vcs homens não gostam de mulher com pelo na axila e na virilha e em outras partes do corpo. xD

    Claro q há exceções. Mas, via de regra, prefiro caras "lisas"(masculinas, tá?) mesmo.

    Mas pra quem gosta de barba ou acha "sexy", então q seja feliz, não é mesmo?

    ;)

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Não entendo porra nenhuma de propaganda, portanto meu comentário será de uma inutilidade gigante… E, pra falar a verdade, até não achei a atuação da Sandy tão ruim no comercial. Mas é a Sandy!!! Que diabos ela faz lá!?

    Todo mundo tem seu preço, salvo raras exceções, fato!

    Mas me indignei com a Gillete.
    Homem com barba é uma maravilha,
    cara de macho! Ui! E esses porra loucas investem 2 milhões pra tentar fazer a "cabeça" pra tirarem a barba!?

    Apaputaquepariu!

    ps.: o revoltante mesmo é ver esses animais ganhando horrores enquanto o povão se ferra todo, trabalha pra caralho e esses animais juntamente com jogadores de futebol e cia, sem "estudo" e esforço algum, se quer abrem a boca e ganham um milhão!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Eu acredito que mulher é tudo vaca e por isso a Sandy tem um lado devassa.
    Por uma grana eu usaria gilete e faria a barba até do meu cu em público.
    Vcs se fazem de inocentes, vai dizer que brasileiro não é o povo mais podre do mundo? Vcs esculacharam com Portugal por causa da sujeira, mas eles são santos pertos dos brazukas.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Coment nada a ver mas não resisti.

    Cabral fora da Sapucaí

    Sergio Cabral desfalca o Sambódromo hoje à noite.

    O governador foi internado na noite de sexta no Samaritano e passou a manhã de hoje fazendo endoscopia e colonoscopia.

    Os exames detectaram uma irritação estomacal provocada por uma bactéria.
    Cabral aproveitou para tratar de um problema de hemorróidas.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Pô, o Somir ainda se mostrar indignado como publicitário, é até válido, pois ele é do meio. A Sally só quis "protestar por protestar".

    Sério? Vou deixar de comprar um produto porque eles pagaram dois milhões pro garoto propaganda aleatório ou porque a pessoa que eles escolheram pra ser a imagem deles não combina? Quão estúpido é isso? Eu compro/deixo de comprar cerveja/aparelhos de barba/whatever pela relação qualidade/preço. Ás vezes um motivo de fora entra nisso (se eu descobrir que pandas-bebês foram mortos na fabricação da cerveja, ou sei lá), mas no geral é isso. Agora, vou me revoltar pq a Gillete pagou 2Milhões pro Zé Oreia? Vou me revoltar por quê? O dinheiro não é meu.

    O mesmo vale pro primeiro comentário da Sally nos comentários desse post. O Anônimo (ou anônima, vai saber), nem falou nada em relação às mulheres e ela já atacou.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Tivesse o anônimo do milho se resumido a passar fogo na dita "cerveja" brasileira, beleza. Por que é isso aí mesmo: quando não enchem os tanques de fermentação com milho, usam arroz. Para as "grandes" marcas nacionais, o que importa é fermentar e formar álcool, o malte que se foda. É igual ao que fazem aqui com os ditos "vinhos": nossas uvas não têm açúcar o suficiente, então vão lá e tacam açúcar de cana nos tanques para fermentar e formar álcool.
    Em relação a isso do vinho podem até me dizer que o processo é feito em diversos outros países, recebendo o nome técnico de chapitalização, mas aqui o uso desse recurso é abusivo e estraga o produto final.
    No caso da cerveja, não salva nada, cerveja só se faz com cereais malteáveis (cevada e trigo), água e flores de lúpulo. Qualquer "aditivo cervejeiro" (arroz, milho e outros grãos baratos que usam para fazer a cevada "render") descaracteriza a bebida. Aliás, por isso que branquinho bebe cerveja ESTUPIDAMENTE gelada, aqui no Brasil. Abaixo de 4º as papilas gustativas "adormecem" (ficam "numbed") e o sujeito pode beber até mijo de cavalo com álcool Zulu que não faz diferença. Chato é que as poucas puro malte que chegam no mercado nacional custam os tubos (exceção da Bavária Premium, mas não sei se dá pra acreditar que ela seja puro malte, mesmo), e eu só quero ver por quanto tempo a Devassa manterá sua receita puro malte original antes de seus compradores resolverem cortar custos e lançar a "Nova Devassa".
    Quanto ao post em si, o marketing já de há muito que só trabalha com o mecanismo de simulação de agregação de valores externos ao produto (beba a cerveja X e ganhe o mulherio, dirija o carro Y e tenha uma vida cheia de aventura e amigos maneiros, use o desodorante Z e até as anjas vão FUCKING CAIR só pra poder dar pra tu, etc.). Mas ultimamente tem rolado umas "campanhas" que só podem ter sido aprovadas por clientes sob o efeito de fartas doses de entorpecentes. Alguém aí já viu a nova campanha da Telefônica? Que porraralhos que é aquilo? Aliás, falando de campanhas lisérgicas, sou só eu ou já de há muito que as campanhas para achocolatados e outros alimentos voltados ao mercado infantil são todas claramente movidas a alucinógenos? Exemplos: Toddynho, Fanta e Sorvetes Kibon.
    Somir, de boa, se você quer falar de publicidade cumprindo uma função útil para a sociedade, fale da publicidade de qualquer outro lugar, por que o cenário brazuca está deprimente…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sinceramente, se colocarem um bando de macaquinhos capitaneados pelo Nizan Guanaes em uma propaganda na Rede Globo, vende que nem água.

    A sério, otário é o público que leva esses virais a sério.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Passar uma lâmina na cara é uma violência"

    Ah coitadinho…

    Mas passar na virilha tudo bem né? Mulher que se foda e se depile, mas vocês não podem chegar perto de uma Gillete.

    O mundo está cada vez mais viadinho.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • "Passar uma lâmina na cara é uma violência. Aonde estão os defensores dos direitos do homem? Barba é tudo de bom. Ou seja, discutir qualquer coisa relacionada à gilete é perda de tempo."

    Barba Power!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Vamos ao que interessa:

    (1) A cerveja brasileira em geral é HORRÍVEL. Feita com MILHO na mistura de fermentação, mais parece um curau líquido, ou a lavagem dos tanques, depois que a cerveja de verdade é feita. Claro, estou me referindo às grandes marcas. Uma das poucas boas novidades no ramo foi a Devassa, que faz uma cerveja do tipo ALE razoável.
    (2) Passar uma lâmina na cara é uma violência. Aonde estão os defensores dos direitos do homem? Barba é tudo de bom. Ou seja, discutir qualquer coisa relacionada à gilete é perda de tempo.

    Sandy? Chiclete com Banana? Isso faz diferença? Desde quando propaganda faz alguma diferença?Essa é a minha opinião.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • campineiro machuuu

    Tadinha da Sandy.
    Casou com um viadinho e deve t com a piriquita em fogareu.
    Mas devasso mesmo é o mano dela .
    Aqui em Campinas ele chupa pinto nos banheiros das baladas, todo mundo sabe disso,
    Junior Lima o famoso boquinha de ouro shaushaushau .Ele sim é devasooooooooooooooooooo.
    E vai saber se ela tambem , não cola velcrinho shaushaushauhsaushu.

    O que você achou?

    Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: