Sally Surtada: Não!

O texto de hoje não precisa de argumentos. Quer seguir os conselhos siga, não quer, foda-se. Azar o seu. A palavra do dia é: NÃO!

Não: pochete, guitarra imaginária, falar de si mesmo na terceira pessoa, cueca branca com freadão de moto, cabelo moicano, cabelo com luzes, peidar ostensivamente, mijar no Box. Não, não e não. Eu disse NÃO: empurrar a cabeça para baixo quando quer sexo oral, beijar com língua giratória, colocar nome no próprio pênis, falar do próprio pênis como um ente a parte, deixar tufos de pêlos enormes na virilha. Não: mastigar de boca aberta, raspar talher no fundo do prato ou tigela, arrotar, encher qualquer comida de ketchup. Não: beber até ficar indigno, cagar de porta aberta, deixar crescer a unha do dedo mindinho, fumar, usar drogas.

Não: idolatrar a mãe, mexer nas coisas dos outros, fuçar virtualmente, coçar o saco. Não: repousar a mão no pau, cuspir na rua, ir a lugares fechados de chinelo ou boné ou óculos escuros. Não: vestir Armani Exchange, vestir Ecko, vestir Oakley, pintar as unhas, usar maquiagem, usar calça saruel. Não: falar com voz de bebê, descrever diarréia, passar mais de 24h sem tomar banho. Não: amar o carro acima de tudo, se recusar a matar bicho nojento, mijar na pia, palitar os dentes. Não: agarrar em público, agarrar no local de trabalho, agarrar na frente dos sogros. Não: cordão grosso, brinco gigante, pulseira de borracha, anéis que não sejam uma aliança.

Não: usar perfume de mulher, depilar com gilete, fazer piada turun tss, falar élfico. Não: dirigir de forma imprudente, informar que vai cagar, maltratar animal de estimação, coçar a bunda e menos ainda cheirar o dedo depois. Não: Topete descolorido nas pontas, regata em locais fechados, sunga branca, fazer ruído tomando sopa. Não: tatuagem com o rosto de ser humano, tatuagem com nome de ex, tatuagem com letra de convite de casamento. Não: roupa fluorescente, roupa de tela, celular no viva voz, celular com toque de música/onomatopéia/frase. Não: chaveiro de marca não correspondente à do carro, desodorante vencido, falar da ex, excesso de perfume.

Não: som do carro alto, som da TV alta, som de qualquer coisa alto. Não: mijar na rua, ouvir pagode/sertanejo/axé/funk, roupa falsificada. Não: jeans em cima e em baixo, sapato preto com meia branca, pêlo no peito aparecendo pela camiseta, pizzas de suor debaixo do braço. Não: cutucar seus cravos ou espinhas, pedir que alguém cutuque ou cutucar os dos outros. Não: apelidos monossilábicos, beijo de esquimó, adesivo de família feliz na traseira do carro, mastigar de boca aberta. Não: se paquerar no espelho, camisa florida, chamar os amigos de “Leke” e derivações, ver novela. Não: imã na geladeira, celular na cintura, sandália papete, base de unha, sexo no carro. Não: perfume Kouros, perfume Azzaro, perfume Quasar. Não: cueca de tela, colete, suspensório, rir roncando, dar nome ao carro.

Não: cabelo propositalmente despenteado com gel, demora para verbalizar relacionamento, anel de compromisso, xingar os outros no trânsito. Não: mascar chiclete de boca aberta, jogar lixo no chão, achar bacana ser o palhaço do grupo. Não: mentir para evitar problemas ou aborrecimento, afirmar sem ter certeza, falar “a nível de” ou “diferenciado”, responder “com cerveja” em vez de “com certeza”. Não: fechar a cara sem informar o motivo, responder “nada” quando inquirido sobre o motivo, olhar para a bunda de outras mulheres quando estiver com a sua ao lado. Não: colocar apelidos no diminutivo, colocar apelidos de bichos, atrasar e não avisar.

Não: falar N imaginário (mendiNgo, mortaNdela…), ignorar o S no plural das palavras (as estrela), errar concordância. Não: colocar o ar condicionado para congelar outros seres humanos presentes, brigar com a TV durante jogo de futebol. Não: mijar em volta do vaso, evadir sua privacidade, evadir a privacidade do casal. Não: cutucar eletrônicos durante jantar ou conversas, exigências ao corpo alheio maiores do que as com o próprio corpo, infidelidade. Não: sexo após churrascaria rodízio, motel sem garagem privativa, cigarro no mesmo ambiente que quem não fuma.

Não: insistir para práticas sexuais indesejadas, acordar e beijar na boca antes de escovar os dentes, clareamento dental, bata. Não: Reclamar para usar camisinha, andar sem camisinha, insistir que coito interrompido é seguro, filme tiro/porrada/bomba. Não: abada de micareta para qualquer outra ocasião que não uma micareta, micaretas em si, óculos Restart, moto. Não: redes sociais, sumir sem verbalizar fora, narração durante sexo, demorar para gozar. Não: comer puta, insistir para ir ao motel só para conversar, tirar melecas, cantar errado.

Não: cantada rude, perguntar se ama, perguntar se foi bom, perguntar se acha o pau pequeno. Não: comportamento passivo-agressivo, roncar, unhas dos pés gigantes, cortar unhas dos pés gigantes em público. Não: chulé, bafo, não tomar banho todos os dias, não lavar o cabelo todos os dias. Não: toalha molhada na cama, sair para atender celular, não retornar mensagens ou ligações. Não: ostentar bens materiais, planta de plástico, luz de neon, ejaculação precoce fingindo que nada aconteceu, peruca.

Não: impor religião, pintar cabelo de preto boneca, mijar dentro do carro em garrafa de plástico, cobertor com mais de cinco anos de idade. Não: penteado para esconder a careca, cueca fina na lateral, carro conversível, preconceito com homossexuais. Não: jogar RPG, bater em mulher, falar com plantas, roer unhas. Não: cu cabeludo, fitinha do Senhor do Bonfim, gerúndio, pneu do carro cantando. Não: acordar quem está dormindo, livros de autoajuda, canivete suíço, ligação a cobrar. Não, não, mil vezes não: nome de jogador de futebol em animais de estimação, meia furada, sujeira no umbigo.

Eu poderia passar mais duas páginas direcionando “nãos”, mas vai ficar massivo. Por ser uma postagem com muito conteúdo, deve ser mais curta. Mas não pensem que para por aqui, ainda existem muitos “nãos” a serem ditos. Diga os seus nos comentários…

Para dizer não ao Sally Surtada, para não comentar por vergonha de fazer metade dos “nãos” ou ainda para pedir uma postagem com “sim”: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Comments (242)

  • Não: mandar foto do pau, enfiar sexo em toda conversa, vomitar perto de mim, fazer declaração romântica em público (serenatas, “carro do amor”, etc).

    Não: ter moto com escapamento esportivo ou qualquer ruído anômalo, ter “melhor amiguinha” que “não é como as outras” e “prefere homens pois mulher é fútil”, ficar com pegadinhas/trollagens.

    Não: fazer escolhas por mim (especialmente na minha presença), chorar durante ou depois de discussões, me cagar regra mas pra você “é diferente”.

    Não: vir com papo coach, teoria redpill/MGTOW, pedir “desculpa por ser homem”.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Celio Penteado

    Concordo com 99% da sua cagação de regra.
    Mas essa de que homens devem fazer depilação anal com cera quente é uma das coisas mais bizarras que já ouvi. Estraga a lista inteira. Se uma mulher me pedisse uma coisa dessas eu iria acha-la uma sem noção absoluta e seria pé na bunda imediato.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Celio, vamos diferenciar BUNDA de CU. Basta que role uma toda higiênica pata que a merda não fique presa nos pêlos. Isso é pedir demais?

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Vc não precisa se dar o trabalho de repetir tantos nãos se trocar todos eles por um musical e orgásmico vá tomar no cú.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Ah, Sallyta, esqueci de pedir: faz um NÃO! para mulheres (mesmo sabendo que fugiria à proposta original da coluna).

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Não saberia fazer um texto assim, não consigo entender como homens pensam. Somir é que tem que fazer…

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Sallyta, só vi A LISTA agora, mas não me contenho e preciso comentar sobre alguns NÃOS que me chamaram atenção:

    NÃO: pochete
    Essa é velha conhecida e consenso geral. É o cúmulo do descaso com a aparência. Por favor…

    NÃO: guitarra imaginária
    Hahahaha só rindo. Tive um PROFESSOR que fez isso na SALA DE AULA, perante os ALUNOS. Mas ele era adepto do Santo Daime, dá pra entender…

    NÃO: empurrar a cabeça para baixo quando quer sexo oral
    Por sorte, nunca passei por isso. Sem dúvida, é ofensivo.

    NÃO: beijar com língua giratória
    KRALHO! Pior que ainda existe homem que faz isso. Otários…

    NÃO: fumar
    It’s a deal breaker.

    NÃO: usar calça saruel.
    Não fica bem em NINGUÉM, nem em mulher.

    NÃO: falar élfico
    Hahahahahahaha

    NÃO: pêlo no peito aparecendo pela camiseta
    Síndrome do “amante latino”…

    NÃO: pizzas de suor debaixo do braço
    Horrível. Fico com VERGONHA ALHEIA quando vejo e tenho PAVOR que aconteça comigo (tomo todas as precauções possíveis pra evitar).

    NÃO: cutucar seus cravos ou espinhas
    NOJENTO! E tem gente que adora cutucar/ser cutucado.

    NÃO: base de unha
    Prefiro unha lixada com base do que de qualquer jeito e/ou roída.

    NÃO: perfume Kouros, perfume Azzaro, perfume Quasar
    Kouros é HORRENDO, parece MIJO DE RATO. Azzaro e Quasar, deconheço.

    NÃO: colocar o ar condicionado para congelar outros seres humanos presentes
    Isso serve para ambientes públicos, consultórios médicos, escritórios etc. Obrigada por defender a causa das mulheres friorentas, Sallyta! (Eu sofro…)

    NÃO: cutucar eletrônicos durante jantar ou conversas
    Muitas mulheres fazem isso também. Tremenda falta de educação.

    NÃO: acordar e beijar na boca antes de escovar os dentes
    Precisa avisar? Lamentável…

    NÃO: andar sem camisinha
    FDP !

    NÃO: penteado para esconder a careca
    Comb over… Trump? Oi?

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Parabens para você. Imagino que o seu paladar tenha melhorado e você esteja sentindo uma serie de outros benefícios. Você não tem vontade de escrever um Desfavor Convidado para a gente contando como conseguiu, tudo pelo que passou e os benefícios que está sentindo?

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Versão para mulheres.

    1- Não reclamará do ‘xixi’ no box que não vê.

    2- Nunca vai perguntar “o gue gue eu vassu com isso”, estando com a boca cheia.

    3- Nunca pergunte o que ele quer ganhar. Se vc o amasse, saberia. (dica: um PS3)

    4- Não: Ler Capricho, Caras, Marie Claire, ou Nova. Ok Nova pode, sempre é engraçado alguem tentar colocar em prova algum ensinamento.

    5- Não pergunte se vc esta gorda. Ele não perguntara nada sobre o tamanho do seu penis.

    6- Não peça pra ele depilar nenhuma prte do corpo. (ponto)

    7- Não usarás o dente.

    8- Não entrará em guerrinhas de genero se não for lésbica e consiga viver sem homem.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Nunca vi um hetero usando perfume feminino, nem os gays que eu conheço usam. Gays são estilosos e sabem que perfume masculino é infinitamente mais gostoso. Uma vez saí com um carinha e ele me perguntou que perfume eu estava usando, que era a 1 vez que ele não ficava enjoado com um perfume feminino. Eu respondi que estava explicado, porque eu só uso masculino. Esse lance de cheirinho de frutinha, florzinha é super enjoativo. Sempre curti os amadeirados ou cítricos. Não sei porque essa ditadura de taxar de masculino, deveria ser unisex.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Cris, no geral os homens odeiam perfume doce ou com cheiro de frutinha. Eu sempre digo que os meus perfumes são do gênero “espanta-homem”! hahahaha

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Eu prefiro mulher sem perfume. Um desodorante sem cheiro é o suficiente depois de um banho com sabonete cheiroso. Já chega!

        O que você achou?

        Loading spinner

          • Sally vou ser obrigado a discordar de ti… amo o perfume Kouros, pra mim é o que há em perfume masculino! E quanto às redes sociais, longa história… elas tem lá suas vantagens!

            O que você achou?

            Loading spinner

  • Meu Deus. Lendo sua lista de “nãos”, vejo que sou muito tolerante. Acredito que muitas coisas daí eu suporto tranquilamente.

    Agora, sobre o cu peludo… Lembro de uma postagem onde você defende que nem mulheres são obrigadas a depilar o cu. Entretanto você acha inaceitável homens com cus peludos, e inclusive diz que não é para se depilar com gilete.

    Eu fico imaginando qual homem heterossexual comum iria se sujeitar a uma depilação com cera quente, cera fria, laser ou luz pulsada no cu. É simplesmente surreal.

    Até consigo conceber um homem depilando o ânus e genitália com gilete, dando uma aparadinha e etc, mas depilar mesmo? Hahahaha. Isso non ecziste.

    E sendo bem sincera… Acho que eu suspeitaria de um cara assim. Não porque é algo gay em si, mas poxa, é um desvio de padrão extremamente raro.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Chelsea, os pelos de uma mulher no cu não são suficientemente densos/crespos/longos para reter badalhocas. Já os masculinos geralmente são.

      Quando eu falei em gilete, me referia a pernas e braços. Tem homem que raspa tudo e depois quando nasce fica parecendo perna de barata, sem contar que espeta e incomoda quem encosta. Jamais me ocorreu que algum descontrolado pudesse cogitar depilar o cu com Gilete. Coitado de quem fizer isso!

      Não precisa depilar tudo e deixar a bunda brilhando, basta não ser porta-badalhoca. Vai ver você só viu cus e bunda pouco cabeludas, por isso não está entendendo a necessidade da “tosa higiênica”… hahaha

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Hahahahahahaha. Entendi, entendi.

        Sobre a “tosa higiênica”, concordo que é melhor assim e que para muitos haja essa necessidade.

        Mas, apesar de parecer uma péssima idéia, já ouvi falar de gente que depila com gilete e imagino o quão desconfortável devem ser os dias que sucedem a depilação. E ainda assim eu acho milhões de vezes mais fácil imaginar um homem fazendo contorcionismo com uma gilete no chuveiro, do que indo numa depiladora para arrancar os pelos do rabo.

        Aliás, uma pergunta pouco invasiva: se tivesse um namorado bem peludo nessas áreas, sugeriria que ele fizesse o quê? Tendo em vista que sugerir uma depiladora aumentaria exponencialmente as chances de ser mandada para a casa do caralho.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Acho que gilete seria pior do que cera: on inevitáveis cortes no cu durante e depilação (região muito irrigada e com curvas).

          Eu acho que se eu estivesse com um portador de badalhocas diria “dá o teu jeito” e mandaria a pessoa se virar para acabar com aquilo, sem sugerir formas. Minha opinião sobre os meios é que depilação com cera é menos pior.

          O que você achou?

          Loading spinner

  • [OFF-TOPIC]
    Prestarei o concurso da Caixa domingo. Torçam para que meus concorrentes sejam nível “como fasis as mais fica feliz cor a filia”. ;)

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Porque o Hugo demonstra afeto implicando com as pessoas e também aproveita o ensejo para testar a reação às suas provocações. Acostume-se com isso, nós já o aceitamos do jeito que ele é.

      O que você achou?

      Loading spinner

    • Porque ela falou especificamente da masturbação e esperma e piso e paredes em meio a um ambiente tido como sujo.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Nâo ao clareamento dental e Sim a pessoas de dente encardido! Oh, yeah!
    MendiNgo rules = Dentes cor de bosta.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Quanto ao não às tatuagens com rosto de gente, eu tenho um adendo, não sou contra desde que(e somente nesses casos) seja de filho(a) e pais, naturalmente levando em conta o fato que for bem feita, e não uma daquelas tatuagens toscas, que nego faz em tatuador que não tem o menor talento pra fazer retratos…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Versão para mulheres.

    1- Não deixar a comida preferida pronta quando ele chega.

    2- Achar que trazer a cerveja enquanto ele esta sentado na frente da TV/Monitor é humilhante.

    3- Negar tentar coisas novas na cama.

    4- Falar em público na frente dos amigos sem autorização ou orientação do seu homem

    5- Querer que o homem lave a louça ou arrume a cozinha quando há mulheres presentes no recinto que o poderiam fazer.

    6- Tentar enfrentar o homem fisicamente ou verbalmente ao invés de rezar para que ele mude sua atitude.

    7- E por último mas não menos importante: Quem diabos reclamou de “Não: cu cabeludo” ?!!

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Eu poderia responder a tudo, mas vou me ater ao ponto 7, que acredito que seja o único que você talvez desconheça.

      Cabelos no cu criam um problema popularmente (tá, eu inventei o nome) conhecidos como BADALHOCA.

      BADALHOCA é aquele pedaço de merda que fica preso nos cabelos do cu depois que a pessoa caga. Badalhoca não sai apenas limpando a bunda com papel higiênico. Ou é uma cagada e um banho (porque chuveirinho e bidê estão em extinção) ou é badalhoca. Como nem todos tem tempo/paciência/oportunidade para cagar e logo após tomar banho, a Badalhoca é uma triste realidade com a qual muitas mulheres são obrigadas a conviver.

      Por isso, e não por questões estéticas, é que a gente pede em coro: CU CABELUDO NÃO!

      Se quiser mais detalhes sobre a Badalhoca, me prontifico a responder.

      O que você achou?

      Loading spinner

        • Homossexuais costumam se depilar. Mas, convenhamos, não precisa meter nada no furico do outro para não querer Badalhocas. Uma pessoa nua com Badalhocas se esfregando em você não é agradável anyway.

          Em tempo: tem badalhoca que quando seca e endurece até arranha. CU CABELUDO NÃO!

          O que você achou?

          Loading spinner

        • Estou com sensações e pensamentos desagradáveis no momento.

          Preciso compartilhar isso isso com meus colegas do trabalho!

          Todo assunto aqui desvirtua pra algo sexual, ou escatológico, vai ser fácil encaixar a badalhoca.

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Não me obrigue a fazer um Desfavor Explica Badalhoca…

            Alertar aos amigos sobre a Badalhoca é um gesto de carinho. A maior parte dos homens que tem badalhoca nem sabe que tem badalhoca. Nós mulheres reparamos, olhamos e quando encontramos bate um nojinho silencioso. Sem mais.

            O que você achou?

            Loading spinner

              • Eu não, cada um que pode seu cu como achar melhor, ou que fique cheio de badalhocas, azar da mulher da pessoa…

                O que você achou?

                Loading spinner

                  • Será que a badalhoca tem tantos nuances para preencher quatro páginas de conteúdo científico? Vou tentar…

                    O que você achou?

                    Loading spinner

                    • Sally…mas esse cu que voce descreve parece uma anomalia…alguem que nasceu com uma peruca da chita na bunda…

                      *coisa estranha…

                      Ate porque o cabelo esta la para proteger, assim como na pixirica e no nariz….

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Larissa, a badalhoca pode prender até mesmo em cabelos da bunda (além dos cabelos do cu). Tudo vai depender da quantidade de pêlos que o homem tenha…

                      O que você achou?

                      Loading spinner

    • Quanto ao item 3, me revolta mulheres que se recusam a tentar fazer o ANAL GIRATÓRIO. Pra mostrar que é corajosa, sem que ser sem camisola e sem KY! No máximo, CUSPE!

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Não usar roupa furada. Seja qual for. Puta merda, que coisa mais feia roupa furada…
    E não deixar etiqueta de qualquer roupa a mostra.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Priscila, concordo plenamente. Homem acha que é ok usar roupa furada quando está dentro de casa e nem se preocupa! E quando o furo é no meio das pernas e fica um ovinho de fora? É um convite ao suicídio ver uma coisa dessas…

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Uma vez, na casa de uma ex namorada, tive o desprazer de chegar e encontrar o pai dela meio mamado dormindo no sofá de shorts sem cueca. Aquele saco de bode velho enrugado pendurado encostando na coxa. Meu consolo foi chamar ela, apontar pra ela ver e rir com a cara de nojo-chupando-limão dela ao topar visualmente com os ovos paternos…

        O que você achou?

        Loading spinner

  • d. não choramingar derrotas nem remoer fracassos;
    e. não deixar de sentir gratidão pelas (pequenas e grandes) coisas da vida. Odeio gente que chora de barriga cheia.
    f. não deixar de se aprimorar na vida, em termos pessoais e acadêmicos;
    g. não dizer que não sei, não consigo, não vou aprender, e ficar por isso mesmo toda vez que surge um problema recorrente, sobretudo em se tratando de pequenos consertos domésticos ou de uma burocraciazinha básica;
    h. não se comparar aos outros, nem se comparar a mim, muito menos me comparar a outras e jamais querer saber dos meus outros para comparação.
    i. não deixar de ser cavalheiro, por mais que a relação esteja garantida;
    j. não destratar qualquer profissional que esteja nos prestando serviço, seja um garçon, frentista, diarista ou marceneiro;

    O que você achou?

    Loading spinner

  • a. não usar camisa de time de futebol em qualquer outra ocasião que não envolva futebol;
    b. não trazer o playstation para a vida a dois, nada condizente com homens próximos dos quarenta anos;
    c. não tirar conclusões a meu respeito antecipadamente, assumindo que eu vá ficar chateada ou puta com situação A ou B, sem me perguntar;

    (vou colocando aos poucos para não poluir aqui, já cheguei a umas vinte aqui, mas essa sua da tatuagem com letras de convite de casamento é campeã…hahahahahahaha)

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Só não concordo com o Play Station. Pode trazer e inclusive pode até deixar na minha casa que eu agradeço… Mas sei que é consenso feminino ver video-game como desfavor. É válido para a lista!

      O que você achou?

      Loading spinner

      • A mulher (generalização básica) não gosta de concorrentes para sua atenção e importancia. É preciso manter o cara ‘na linha e em foco’. Nesta lista podemos listar:

        – Video games
        – Putas
        – Masturbação
        – Futebol com amigos
        – Amizade feminina

        O que você achou?

        Loading spinner

        • cêjura que tá dizendo que mulher não gosta que o homem coma putas por uma questão de “atenção”?

          CÊJURA?

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Masturbação e Putas tornam o homem quase auto-suficiente em materia de sexo.

            Espero que vc não comece uma comparação de limpeza-doenças-dinheiro gasto com uma mulher de balada, faculdade, etc com uma profissional.

            Se um homem se torna menos dependente, ele é mais dificil de ser dominado; logo…

            Adoro despertar esses sentimentos em ti, Sally.

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Hugo, um homem não precisa de masturbação e putas para ser auto-suficiente em materia de sexo. Ele pode fazer sexo com qualquer mulher que conquiste. Além disso a razão pela qual pessoas entram em relacionamentos não é apenas sexo.

              E naonde que alguém saudável quer “relação de dependência” e “dominação”?

              Não tente me empurrar esses conceitos, eles não estão na minha cabeça, estão na sua.

              O que você achou?

              Loading spinner

            • Adoro despertar estes sentimentos nas mulheres…

              Em relacionamentos maduros, isso não existe, mas não posso dizer que este joguinho não exista em diversas outras situações. Quanto a relação de dominação e dependencia…bem…como vc disse Sally, depende de pessoas ‘saudáveis’ pra não acontecer.

              Só um contra ponto, não uma tese, naõ se preocupem.

              Quanto a video-game, o problema como qualquer outra coisa é mesmo o tempo que se dedica a eles. Eu ainda gosto; assim como qualquer outro entretenimento. Claro se fico muito tempo, me sinto mal por me sentir improdutivo.

              Mas em resumo, muitas (não todas) mulheres mesmo inconscientemente gostam de controlar o cara. E isso inclui estas pequenas castrações psicológicas.

              Se todas as relações fossem maduras e saudáveis, as pessoas nem precisariam por exemplo de Sally’s Surtadas pra melhorar.

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Todas as relações são maduras e saudáveis por parte das mulheres que estão aqui, só não o são por parte de alguns homens, daí a necessidade do Sally Surtada: equilibrar a relação.

                O que você achou?

                Loading spinner

                • Essa afirmativa foi sublime.

                  Foi tirar um print e colocar como wallpaper, pra lembrar de como nós homens somos maus. muito maus…

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                  • Atente que eu não falei em maldade, eu falei em imaturidade…

                    Melhor tirar um print dos esclarecimentos acerca da Badalhoca que você ganha mais

                    O que você achou?

                    Loading spinner

                    • Essa afirmativa foi sublime.

                      Foi tirar um print e colocar como wallpaper, pra lembrar de como nós homens somos imaturos. muito imaturos.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

            • Masturbar-se dentro de um banheiro, cercado de coliformes, ou no chuveiro, desperdiçando água e energia e deixando traços de esperma na parede, no box ou na toalha em que você se enxugar, isso quando não deixa a ducha levar a esperma por debaixo dos seus pés antes de cair no ralo, você diz?

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Sim, é horrivel. Homens são sujos. urina, esperma, sexo e badalhoca. Tudo é terrível.

                Mas se apazigua um pouco a situação: ao mijar no box, o fazemos por saber de nossa simples incapacidade de baixar a tampa do sanitario. O fazemos pra superar essa limitação.

                Sempre que nos masturbamos, o fazemos pensando em vcs – nossas companheiras.

                O que você achou?

                Loading spinner

                • Sujo é pedaço de bosta pendurado no corpo pelos pêlos,o resto não é sujo não.

                  Se você quer tentar fazer parecer que é infantil e sonhador pretender que um homem não tenha pedaços de merda pendurado de seus pêlos, ok.

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                • Limitação relacionada à vontade ou, em bom português, preguiça?

                  A questão é justamente essa: pensando em nós ou em quem que seja, como conseguem abstrair a sujeira ao redor ou ao redor do seu cu para ter prazer. Nem vou entrar no mérito da higiene do falo.

                  Logo, para tirar prazer nessas condições, comofas? Esclareça esse ponto pois isso está além do meu entendimento.

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                  • Eu não posso falar por todos os homens, mas vou tentar faze-la explicar mais ou menos o que se passa na cabeça de um homem neste momento.

                    Ahn…nós pensamos ou lembramos de qualquer coisa, mas geralmente não ficamos olhando ao redor do banheiro, as peças sanitarias e rejuntes das paredes, pensando nos coliformes fecais pra nos excitar e conseguir inspiração.

                    Simples.

                    O que você achou?

                    Loading spinner

                    • Hugo, meu querido, a questão não é apenas deixar de olhar, o que me parece é que a questão é abstrair os sentidos, alguns parcialmente, outros totalmente.

                      Não é meramente deixar de olhar azulejo, rejunte, louça ou pia, mas sim como conseguir tirar prazer no meio da sujeira, do mau cheiro e da sensação da badalhoca a ressecar no cu. Não parece tão simples olhando daqui. Não consigo passar um dia sequer sem meu sabonete íntimo, quanto mais tolerar essa postura, digamos, rústica dos homens quanto a exigências de higiene, dele e do ambiente.

                      Enfim, como conciliar isso tudo e mandar ver?

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Curiosidade, e mulher que se masturba com chuveirinho?
                      Tmb está no meio de coliformes fecais, vendo limo no rejunte, em cima do ralo aonde o namorado urinou ou esporrou (ou até cagou, vai saber se o cara não deu uma chuveirada depois de cagar e lavou a bunda lá mesmo…)
                      Cara, banheiro é fascinante, dá pra escrever pra caramba pensando em nojeiras!!!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • “Tmb está no meio de coliformes fecais, vendo limo no rejunte, em cima do ralo aonde o namorado urinou ou esporrou (ou até cagou, vai saber se o cara não deu uma chuveirada depois de cagar e lavou a bunda lá mesmo…)”

                      Sim, Maradona, mas temos que abstrair isso tudo para criarmos coragem de usar o banheiro e não para ter prazer, Maradona!

                      Até porque não divido mais banheiro com homem algum. Não passei 2/3 da vida estudando para ter que me sujeitar a isso o resto da vida. Agora, o companheiro usa o banheiro social para tomar banho e dar vazão a suas necessidades escatológicas (ele não é como o Phill, pena) e eu, fiquei com o da suíte. Preferi pegar o banheiro mais apertado em troca da higiene.

                      E essa coisa do chuveiro é fantasia mesmo.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Olha…nós já temos de nos preocupar suficientemente com o clima e preparação do terreno no sexo a dois.

                      Masturbação entra justamente quando vc não quer toda essa preparação. No sexo da pra conciliar coisas que vc nem imagina, o banheiro supostamente sujo é o de menos.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

        • Com todo o respeito, hugo, aqui não se trata de disputar a atenção. O homem que faça o que quiser do seu tempo. Só acho empobrecedor (e barulhento) alguém perder boa parte do tempo do seu laser enfurnado em casa com video games.

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Não: assistir programas de humor/reality , ler Paulo Coelho, insistir que ela assista tudo que você assiste.
    Parando pra pensar, muita coisa escrota é cotidiano pra muita gente.
    Só não entendi do não ao rpg(puta coisa mais saudável,ô)
    E na boa, ler J.R.R.Tolkien é ok, falar em élfico é pra foder.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Augusto, quando fui na pré-estréia de Senhor dos Anéis meu então namorado e seus amigos RPG cantavam um hino em élfico antes do filme começar…

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Não devia me meter em discussão sua com outra pessoa, mas essa dos hinos em élfico – what PORRA is this? – foi de matar…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Sim, era de matar mesmo. E quando os elfos falavam em élfico no filme, eles traduziam antes de entrar a legenda…

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Paulo César Nascimento

            Eu entendo alguém aprender sânscrito, latim, aramaico, coisas que podem ajudar a ter acesso a textos sobre a história do homem e das ideias, mas falar élfico ou klingon – ainda mais sendo gente com mais de 14 anos – é overdose de nerdice. Aliás, saber o que é élfico e o que é klingon é o limite aceitável da nerdice. E olhe lá…

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Concordo plenamente. Não serve para absolutamente nada! Porque aprender um idioma que não existe e não serve para nada?

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Paulo César Nascimento

                Serve para consolidar a identidade grupal de fãs de Tolkien e de Trekkers e para disparar o alarme anti-nerdice de incautos que corressem risco de procriar com esses seres.

                O que você achou?

                Loading spinner

  • Usar perfume de mulher: e mulher usar perfume de homem, qual a sua opinião? Eu uso perfume masculino (não, não é um Kaiak da vida ou aqueles que tem cheiro de loção pós-barba, é o Iced, da Café-Café), pois quase não consigo achar um perfume feminino que não seja escrotamente enjoativo e doce. Aliás, aceito dicas de perfumes suaves, para o dia-a-dia. ^^
    Imã na geladeira: nem aqueles de disk-gás? :P
    Demora para verbalizar relacionamento: HOMENS, EU LHES ROGO, PRESTEM ATENÇÃO NESSE ITEM
    Atrasar e não avisar: HOMENS, EU LHES ROGO, PRESTEM ATENÇÃO NESSE ITEM [2] (pelo menos comigo, aloka do relógio)
    Ignorar o S no plural das palavras: não sei como é no resto do País, mas no RS é muito costume falar assim, eu mesma falo. Obviamente que não escrevo desse jeito. Isso fere bem menos os meus ouvidos do que um “pra MIM fazer”. :~~
    Moto: não vejo nada de errado em si, se o cara não for um imbecil sobre duas rodas. O que é bem difícil de acontecer, admito…
    Sumir sem verbalizar fora: não me incomodo, se eu também já não estou a fim. Acho uma benção não precisar dar fora.
    Demorar para gozar: HOMENS, EU LHES ROGO, PRESTEM ATENÇÃO NESSE ITEM [3] (palavras de uma sobrevivente a uma infecção urinária)
    Jogar RPG: não tenho nada contra, desde que não me obrigue a ir junto. Os nerds da Nação agradecem.
    Ligação a cobrar: HAHAHAHA pois é…

    [esses foram os que lembrei agora]

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Dani, eu não usaria perfume de homem mais pela memória olfativa do que pelo perfume em si. Vai que você usa o perfume que o PAI da pessoa costuma usar, ou o irmão, ou qualquer outro homem da vida dele? Foda comer alguém cujo cheiro já está associado a uma imagem masculina! Além disso eu adoro perfume escrotamente enjoativo e doce.

      Imã-utilidade pode ser tolerado, porém imã de frutinhas, de crustáceos e outros meramente decorativos eu acho caso para pena de morte.

      O problema da moto é o risco. Independe da pessoa que pilota a moto, pergunte a Siago Tomir…

      Ahhh… “cistite de lua de mel”, apelido carinhoso dos efeitos colaterais de gente que demora para gozar. Antibióticos, exames médicos e uma bexiga para sempre baqueada. Deus lhes dê em dobrou, viu rapazes?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Até já pensei nisso, de ser masculino demais, mas ah, foda-se. Se o cara não gostar, ele pode “sutilmente” sugerir que eu use outro, me dando um de presente, ou seja, ainda saio ganhando. :D Mas nunca fiquei com ninguém tempo suficiente pra isso acontecer. E ele tem um cheiro refrescante (da gama que chamo carinhosamente de “cheiro de mar”, seja lá o que isso signifique), não é forte, não. Se um dia nos encontrarmos pessoalmente, por favor, passe pouco perfume, haha!
        Pra não dizer que ficar doente não me trouxe NADA de bom, ganhei um sorteio de uma cesta de café da manhã do laboratório onde fiz exames. ^^ Aliás, minha mãe falou pra eu repetir o exame três meses depois. =/

        O que você achou?

        Loading spinner

      • Eu jurava que cistite de lua de mel se dava porque o cara ficava metendo em outra direção que não a certa…rsss…e não por demorar a gozar. Em todos casos…demorem no minimo uns 15 minutos.

        O que você achou?

        Loading spinner

      • Assim como DANIELA B., eu também prefiro perfume masculino. Tenho vários, tanto femininos quanto masculinos, mas acho os femininos muito fortes e adocicados. Ainda assim, quando vou a um encontro, geralmente uso feminino em respeito ao que Sallyta falou sobre “memória olfativa” do homem.

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Eu acho que o Light Blue da Dolce & Gabbana tem um cheiro feminino e suave. é o meu perfume do dia a dia… Ai quando vou sair uso um enjoativo ^^

      O que você achou?

      Loading spinner

    • Gente… isso não deveria depender de publicação! Já está decidido! puta que pariu, que barbeiragem…

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Eu discordo apenas na parte do RPG, para mim jogar RPG é condição para ter um relacionamento (brincadeira), mas toda vez que tentei namorar alguém de fora da panela acabei com alguém do meu lado dizendo o quanto eu era estranha. Tô fora!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • “ignorar o S no plural das palavras (as estrela)”

    Fica claro o preconceito contra paulistas aqui.

    Os mano? Pow!

    As mina? Pá!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Concordo muito com vc Sally. Acho muito mais digno usar algo sem marca do que tentar passar por “chic” sem ter meios para isso. Posso dizer que acho a coisa mais horrível do mundo ver pobre (não serei processado por usar esse termo?) usando aqueles óculos escrito DIOR em letras douradas na lateral? Nem quem tem dinheiro e pode pagar por aquilo fica bem.

    Na realidade tenho pavor de qualquer imitação ou ostentação de grifes. Todo mundo adora uma marca famosa mas acho muito mais civilizado usar uma grife sem mostrar a etiqueta.

    E apenas para voltar ao que você escreveu, acho que roupas Armani Exchange sempre vem junto com o combo camisetinha justa, cueca calvin klein e corrente grossa de prata no pescoço. Tem como respeitar um ser humano desses?

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Você sabe que pessoas que pensam assim, como eu e você, são uma em um milhão, né?

      Em um mundo onde a esmagadora maioria pensa que isso é bacana, os malucos somos nós. Infelizmente.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Peraí: contando comigo, já somos três em um milhão… Quem sabe não sejamos seres tão raros assim?

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Somos raros sim. É que nos concentramos todos na RID, quem pensa do outro jeito sai daqui ofendido por ter sido chamado de pobre e brega depois de pagar R$ 250,00 por uma camiseta de algodão da Armani Exchange

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Eu sempre comentei isso: pessoas que têm bom gosto e dinheiro para comprar roupas tão caras muitas vezes não ostentam a marca da roupa, agora aquela que comprou uma camiseta da Gucci falsificada ou em 10x compra uma onde esta escrito GUCCI bem grande na frente (eu chamo isso de camiseta que o vendor da loja usa) para mostrar que tem roupa da marca. A não ser coisas que muitas vezes são melhores quando são de marca (como perfume, na minha opinião), eu nao gasto dinheiro com marca. Do que adianta ter um tênis Nike (ou qualquer outra marca hoje em dia) made in China, com uma qualidade de merda?!

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Até acho que em certas ocasiões é válido, quando há necessidade profissional de ostentação. Fora isso, é imbecilidade. Uma pessoa que é insegura a ponto de ter que andar na rua parecendo que uma loja da Calvin Klein vomitou nela não vai ter nada em comum comigo…

              O que você achou?

              Loading spinner

    • Concordo plenamente com você no que tange a impossibilidade de uma roupa trasmitir personalidade à uma pessoa, sendo preferivel usar roupas sem marcas, ou de lojas de departamento, afinal se uma roupa representasse o carter de um homem, o Congresso Nacional estaria cheio de pessoas de condutas ilibadas, não é mesmo? hehe.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Leonardo, não dá para negar que em determinados meios roupa representa um status social. Algumas pessoas dependem da aparência (infelizmente) para ter sucesso na carreira. Uma merda que seja assim, porém para algumas pessoas roupa é instrumento de trabalho. Entretanto, usar Armani Exchange e achar que tá bem vestido depõe duplamente contra a pessoa: não estar bem vestido e não estar bem informado.

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Tirando o “mijar no Box” e o “jogar RPG”, posso abrir mão dos outros nãos sem problemas.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Sem querer te desanimar, mas não existe nada possível no mundo que me faça mudar meu status de “fora do mercado”. Entretanto, minhas amigas são mais tolerantes do que eu, talvez elas aceitem uma mijadinha no box…

      O que você achou?

      Loading spinner

    • Leonardo, sua mulher é “terceiros”?

      Bacana sua visão de relacionamento…

      ou

      Bacana sua falta de cognição de não perceber que o texto foi feito voltado para o parceiro

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Jamais vou me relacionar com alguém que não se enquadre no meu estilo de vida. Não obstante disso, JAMAIS deixarei de realizar coisas que me fazem sentir bem, como por exemplo tocar “Guitarra Imaginária” durante os solos das musicas que mais gosto. O que irá restar para mim depois de 20 anos de casado, quando a minha mulher estiver toda flácida, e cheia de rugas? Escutar sermão sobre como devo me comportar diante de outras pessoas, ou então sobre o quão nojento é ela assistir-me espremendo uma espinha enquanto assisto o meu futebol?

        E sim, a minha visão de relacionamento é muito bacana, fazer as coisas que te deixam feliz, sem que a pessoa que o faz feliz, fique enchendo o saco com picuinhas, ou então entre em conflito ao ver que você esta convergindo os dogmas que a sociedade nos empoem.

        Sally, quem é a pessoa mais importante para você no mundo? Seu marido ou você? Se a resposta foi você, o que seu marido passa a ser.

        Posto isso, axo, que quem não teve bom senso ao analisar o meu comentário de forma ampla, e apenas restringiu-se a observar este de forma estrita, foi você.

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Putz, com tantos nãos assim, será mais fácil morrer sozinha…=/

    Acho alguns desses itens naturais, não é isso que realmente me tira do sério…

    Meus Nãos: fazer guerra intelectual com a mulher, tornar o relacionamento uma competição, elaborar teses com citações e tudo pra qualquer filme/seriado que assistam juntos, negar sexo e chamar a mulher de ninfomaníaca, não saber discutir um assunto e simplesmente fechar a cara, não se interessar pelo que ela gosta, orbitar apenas o seu umbigo, se achar o último biscoito do pacote, não aceitar que outra pessoa saiba mais ou tanto quanto você em algum assunto, ter orgulho de coisas que não deveriam dar orgulho a ninguém, achar que pessoas que não pensam como você são doentes, traição, mentiras, deslealdade, permitir que um amigo fale mal da sua garota, achar que o relacionamento é um jogo onde uns ganham e outros perdem.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Pamina, esses “nãos” são meras orientações, não são ordens.

      Se eles vão fazer essas coisas, que ao menos saibam que boa parte das mulheres se incomoda com elas…

      Negar sexo é foda. Nem coloquei porque achei que isso não existisse…

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Aconteceu comigo em vários relacionamentos…=/ VÁRIOS…

        e o argumento era sempre o mesmo “você é ninfomaníaca”.

        Não só comigo mas com algumas amigas minhas também…e aí começamos a pensar que crescemos ouvindo mentiras, sabe? crescemos ouvindo que o apetite sexual do homem é infinitamente maior e que a mulher aprende mil truques para evitar o sexo (a famosa dor de cabeça) e na prática, não é bem assim que acontece…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Pamina, onde você mora? Talvez estejam colocando alguma substância broxante na água da sua cidade, porque isso não é comum…

          Vem pro Rio, aqui só tem homem tarado!

          O que você achou?

          Loading spinner

            • Seu namorado nega fogo? Gente, que porra é essa! Vou apresentar uns amigos meus para vocês…

              Falam mal de marombeiro, mas lá isso não acontece não! Depois marombeiro é tudo broxa, né?

              O que você achou?

              Loading spinner

            • Ufa, depois das respostas da Sally eu tava achando que meus ex tinham razão e que o problema era comigo mesmo =(

              O que você achou?

              Loading spinner

  • Nada como começar uma sexta com essas dicas Sally! Vontade de sair espalhando esse texto por aí, colando em postes, enviando por email…

    Quase morri quando vc falou “Não: vestir Armani Exchange, vestir Ecko, vestir Oakley”. Sério, achei que eu era o único a detestar essas marcas (não apenas pela marca mas pelo perfil de quem usa, o que de certa forma da no mesmo né?). Nesse grupo eu ainda incluiria calvin klein jeans (vamos combinar que subgrupo de marca famosa não funciona e sim, tenho preconceito com isso). Estou exagerando?

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Thiago, são marcas CARAS e “camelotizadas”, ou seja, falsificadas em larga escala. Você paga caro para se vestir como um pobre brega. Aqui no Rio não tem um popular que não ande com aquele rinoceronte da Ecko no cu (a bunda das bermudas tem o rinoceronte estampado)

      Armani Exchange é coisa de jogador de futebol. Não preciso dizer mais, né? Exemplo universal de pobreza, falta de classe e cafonice.

      Quer usar “marca da moda”? Quer ostentar? Manda ver, mas faz direito: Salvatore Ferragamo, Ermenegildo Zegna…

      Caso contrário, acho Renner mais digno.

      Gente que não tem bom gosto compra roupa de marca famosa para tentar não errar, o que por si só é um erro.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Quando se vê alguem vestido dessas marcas caras camelotizadas (adorei o termo!) a presunção já é qe a pessoa seja pobre e a roupa falsificada. E ainda tem gente qe gosta …

        O que você achou?

        Loading spinner

        • EXATAMENTE, CherryB!

          Eu sinto presunção de pobreza e camelotização em qualquer um com roupa dessas marcas! Em vez de pagar de rico, que é a intenção da pessoa, ela acaba pagando de pobre!

          O que você achou?

          Loading spinner

          • Pobre e mal vestido! E se a roupa não for falsificada de fato, ainda gasta uma nota! Vai entender a cabeça desse povo…

            O que você achou?

            Loading spinner

      • Confesso que gosto muito das roupas femininas da AX. Tem cada bolsa gracinha tb. (Eu tenho uma de camurça que adoro!)

        Mas concordo com vocês: o problema é quando o populacho “descobre” a marca e compra os produtos em incontáveis parcelas ou começa a piratear. Dá pra ver de longe a falsificação, basta observar o layout do usuário e o local de uso.

        Evito as marcas mais falsificadas, mas não deixo de comprar uma peça da AX que realmente gostar por conta disso. E DEFINITIVAMENTE não uso o NOME DA MARCA como estampa da peça… Ridículo.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Esse é o problema: a logo da marca ENORME, que é o que o populacho gosta: camisa com AX enorme e brilhante no peito, bermuda com aquele rinoceronte enorme no cu… Sabendo escolher peças discretas que não sejam para ostentar marca dá para usar.

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Juro que teve um momento que eu pensei que vc não ia citar os perfumes, principalmente o KOUROS… Hahaha…

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Concordo com muitos, outros discordo. Mas o meu padrão não deve ser o mesmo da maioria e jamais faria uma lista dizendo quais são ‘sim’ e quais são ‘não’ usando minha opnião como o melhor padrão.

      Tudo o que me pergunto é: Por que não?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Não é o meu padrão. Tem coisas na lista que realmente não me incomodam mas incomodam a maioria das mulheres. É uma lista feita com base nas reclamações mais comuns que escutei nos últimos 3 anos por aqui…

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Ninguém está mandando seguir nada não. É apenas para informar que são coisas que, na maior parte das vezes, são desprezadas. Com essa informação cada um faz o que achar melhor…

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Sally, o que seria isso “fazer piada turun tss, falar élfico” ?

    Mulher de calça saruel já não é bonito, agora homem de calça saruel…simplesmente sem masculinidade, parecendo um animal de fraldas.
    Hey, roupa de tela é o mais cruel!

    Não sei se foi direcionado apenas a homens, mas alguns comportamentos são feitos por mulheres também, então:
    Não: calça de suplex (para malhar) com salto alto!Já vi muito disso por aqui, e é terrível!

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Piada turun tss é aquela piada sem graça, evidente, boba, idiota.

      Falar élfico é falar élfico mesmo, o idioma dos elfos do Senhor dos Anéis. Sim, existem nerds que aprenderam a falar élfico.

      Era só para homens, se for escrever para mulher, dá dez páginas! hahaha

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Falar élfico não pode, mas e klingon? ^^
        (por mais que te doa saber, tem gosto pra TUDO, haha)

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Falar élfico é vergonha, não pode ainda que a outra pessoa também goste, porque é vergonha social e presunção de problemas mentais.

          Não sei wtf é klingon e algo me diz que só depõe a meu favor não saber… hahahahaha

          O que você achou?

          Loading spinner

          • De verdade, alguém se motivar a aprender isso e ficar de nhenhenhe com a namorada nessa língua tem que ter probleminha, mas se os dois gostam não vejo problemas em fazer isso, apesar de achar meio imbecil. Homens inteligentes e que se dedicam ao estudo é bom, nerd maluco, fissurado que faz dessas é um tanto quanto imbecil.

            Agora também to curiosa. O que é klingon Daniele B.?

            O que você achou?

            Loading spinner

            • Talento, eu sempre acho imbecil, mesmo que todo mundo goste. É tempo que poderia ser usado para algo mais digno e produtivo… Porque merdas não vai aprender um idioma que FUCKIN´ EXISTA?

              O que você achou?

              Loading spinner

              • Acho que é necessidade de chamar atenção, afinal, a maioria dos nerds gosta de ostentar esse “título” e faz coisas cada vez mais idiotas para se auto afirmar um nerd. Ao menos os que eu conheço são assim.

                O que você achou?

                Loading spinner

                • Sim, os que eu conheço também… Buscam aceitação apenas dentro do seu grupinho porque já perderam as esperanças de aceitação externa.

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                • Wrong.
                  Isso é devido a essa modinha escrota de gente que usa facebook/twitter o dia inteiro, usa armação gigante da rayban pra óculos de grau, assiste the big bang theory, usa camisetinha com estampa escrito “bazinga”, entre muitos outros comportamentos e se acha SUUUUPER nerd.
                  Se você ver alguém fazendo isso, tenha certeza que essa pessoa não é “nerd”.

                  Os nerds “de verdade” (essa rotulação não deixa de ser imbecil, também) estão, nesse momento, nas próprias casas (no maior estilo porão da casa da mãe), estudando algum assunto pelo qual tem fascínio e coisas do tipo.

                  O que você achou?

                  Loading spinner

            • Bom, me intrometendo, klingon é uma lingua da série Star Trek. Não me perguntem mais detalhes porque eu so sei isso.

              O que você achou?

              Loading spinner

  • Lool, “não perguntar se acha o pau pequeno”, se o sujeito pergunta isso merece ouvir um “sim” como resposta
    Tem ali não dar uma de obsessão fatal e sair stalkeando ex namoradas?

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Não: peidar na academia (especialmente se tomou suplemento), olhar pra tv enquanto sua mulher fala, usar fone em um ouvido enquanto sua mulher fala, meia bege com sapato escuro, atender o celular durante o sexo, aparecer no domingo a noite apenas para fazer sexo depois de ter passado o fds viajando com os amigos.

    Na minha opinião, o melhor Sally surtada já feito.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • O Rorschach, depois de coçar o Rorschach Jr., poderia até responder esse postagem, mas está atrasado pra jogar RPG com os leks.

    É nóis!

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Caramba Sally, São Muitos Nãos… Estou Mais do Que Radiante Por Ter Concordado Com a Maioria Dos Nãos …
    E Só Para Constar Fiquei Revoltado Com o Não Para o Moicano, Depois De 5 Anos Ouvindo Encheções de Saco Eu Finalmene Cortei Meu Cabelo Curto, Fiz Um Corte Moicano Padrão e Uma Semana Depois Vc Fala “Não” ???
    kkkkkkkkk Momento Conrado ” Eu Só Me Fodo Nessa Merda”

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Bruno, o lado bom é que o Moicano é algo fácil de desfazer: raspa essa merda toda, querer ficar igual ao Neymar é falta de ambição na vida!

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Não era nem de longe essa a minha vontade quando eu fiz isso, mas agora que vc colocou as coisas assim, acho que o melhor é passar logo a 0 e evitar essas comparações rs

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Bruno, atente que todo pobre corta seu cabelo moicano “que nem o Neymar” e/ou corta o cabelo do filho moicano “que nem o Neymar”

          Sim, moicano já foi algo estiloso e atraente há alguns anos atrás, eu também achava. Mas agora ficou jogadordefutebolizado. Cagaram o Moicano. Quando algo se populariza, é hora de beber de outra fonte, sob pena de passar a imagem social de popular sem discernimento que quer ser “que nem o Neymar”

          Tem quem não se importe em passar essa imagem (nesse caso, foda-se, mantenha seu moicano), mas tem quem se importe, até por questões profissionais (sim, em algumas profissões você é julgado pela aparência, fazer o que…)

          O que você achou?

          Loading spinner

          • eu mesmo não ligo.
            meu corte de cabelo atual: moicano
            talvez eu corte ele amanhã, estou pensando em mantê-lo e deixar mais destacado ainda, ahaha.
            e mais grosso na franja e na parte de trás perto da nuca!
            xD

            O que você achou?

            Loading spinner

  • Achei que o problema fosse só com edredons; cobertor é coisa cara, eu uso os meus até se desmancharem. E aqui no sul tem épocas em que são necessários dois, ou até mais. Cinco anos não dá nem tempo de ele se cobrir de bolinhas.

    Quanto a nomes de jogador de futebol em animais, realmente acho tosco. Eu queria batizar o cachorro aqui de casa de “Luis Inácio” (não é jogador!), mas meu pai não quis, e como foi ele que trouxe o cachorro eu não questionei.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • NÃO: brinco de pena, tatuagem de golfinho, pingentes feitos de partes de animais.
    (depois farei alguns comentários sobre os nãos citados acima)

    O que você achou?

    Loading spinner

        • Olha, eu não sei bem o que significa, mas várias pessoas já me alertaram que se tiver conotação religiosa é para se afastar de qualquer pessoa que faça qualquer coisa religiosa ligada a CORUJAS porque são pessoas muito perigosas. Não quiseram me explicar o porque nem falar nada sobre isso, apenas mandaram eu me afastar sem fazer mais perguntas. Fica a dica…

          O que você achou?

          Loading spinner

            • bianca, EU TAMBÉM, mas todas as pessoas para as quais eu pergunto arregalam os olhos e me mandam não mexer com isso!

              Quem geralmente sabe informar melhor é o pessoal da macumba (desculpa aí o termo pejorativo, é com carinho). Parece que quando a pessoa é da macumba e tem qualquer trelelê com coruja TODAS SE CAGA.

              O que você achou?

              Loading spinner

              • então coruja deve ser tipo uma galinha preta aditivada, só consegui chegar a essa conclusão. morei no interior e as pessoas lá viviam falando que quando aparece coruja é morte na familia, deve ter algo relacionado. uma vez li que coruja tambem tem alguma coisa a ver com rosacruz, mas não lembro direito

                O que você achou?

                Loading spinner

                • bianca, na macumba quem mexe com coruja vira uma espécie de mito, de entidade que todos temem e ninguém tem nem coragem de falar a respeito. Queria saber porque…

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                • POR FAVOR. E se ela não souber pede para ela perguntar para alguém hierarquicamente superior, porque é algo bem top de linha que poucos sabem!

                  O que você achou?

                  Loading spinner

                    • Porra, mas negunho que fala com naturalidade sobre Exu, sobre macumba para matar outra pessoa, sobre coisas horrendas desse tipo não deveria pensar assim!

                      As pessoas me dizem que é melhor para mim não ter essa informação. Agora eu quero saber exatamente o que faz o povo de macumba que mexe com coruja!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Paulo César Nascimento

                      Tá nessa página que eu te passei. Tem um tipo de bruxa mal-comida que mata/tortura os outros numa vibe xamã de coruja. O povo se borra de medo delas porque se mulher mal-amada já é um perigo, sendo poderosa é morte certa. Não falam no nome porque acham que atrai a ira dela. Esse tipo de assassinato no chamado plano astral não é prerrogativa delas, está no imaginário de todas as culturas envolvidas com xamanismo.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Acho isso pouco. As pessoas que me falaram sobre isso pareciam muito assustadas por supostos fatos concretos e nem ao menos eram religiosas!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Paulo César Nascimento

                      Mas já estou vendo a Sallyta que eu conheço marcando consulta com uma Iyami Oxorongá pra matar a curiosidade. Aliás, se ela ler o Sally Surtada, é capaz dela lhe iniciar e dar uma coruja de presente.

                      O que você achou?

                      Loading spinner

                    • Eu vou descobrir essa merda e assim que descobrir eu vou escrever sobre essa merda.

                      Eu me vestiria de coruja se fosse para assustar alguém!

                      O que você achou?

                      Loading spinner

          • Eu ADORO coruja. Sou fascinada por elas. Cheguei a pensar em tatuar, mas não levei a ideia adiante. De qualquer forma, fica como um alerta porque existem pessoas que podem ostentar uma tatuagem ou um adorno de coruja e não ter nada a ver com religião.

            O que você achou?

            Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: