Top Des: 25/03/2018

SALLY
Normal, todo bicho fica triste quando o dono morre.
SOMIR
Esse grau de esculhambação feito com seriedade é a melhor e a pior coisa do brasileiro.

SALLY
Ninguém melhor para trabalhar a aceitação de algo exclusivamente feminino que uma mulher que diz não se sentir uma mulher!
SOMIR
Eu acho que eles estão nos confundindo de propósito mesmo…

SALLY
Em 2019 essa porra volta, querem apostar?
SOMIR
“Nem queria mesmo…”

SALLY
Não vejo boicotes.
SOMIR
Daqui a pouco seu WhatsApp vai estar cheio de propagandas para compensar essas perdas.

SALLY
Hello darkness my old friend…
SOMIR
A Idade das Trevas não é um conceito novo para Norte e Nordeste…

SALLY
Tirircas fazem as leis, e pessoas como essa as aplicam. Podia dar certo?
SOMIR
As fake news vão engolir o país nas eleições, está totalmente na cara.

SALLY
Simiofóbicos! Twelves Presente, hoje e sempre!
SOMIR
Ativistas de StarBucks e reacionários de WhatsApp, estamos bem…

SALLY
Canalha dizer isso na semana em que se descobre um esquema de milhões de perfis falsos para escrotizar adversários online, não?
SOMIR
Eu quero pedir desculpas por não ter feito campanha contra ele anos atrás.

SALLY
Então nenhum governante brasileiro seria aprovado, não é mesmo?
SOMIR
Defina ferir direitos humanos numa redação que ninguém vai ler…

SALLY
Gastando todos os remédios com um doente terminal sem cura. Parabéns aos envolvidos.
SOMIR
Criamos uma nova estatal para enxugar gelo…

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Comments (21)

  • Fiquei devastada pela morte do Twelves. Eu amava esse macaco, mostrava os vídeos do instagram pra todos os meus parentes. Luto pela realeza da fauna brasileira =´(

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Peço por gentileza que não se refira a nosso amado Twelves como “macaco”, é pejorativo. Preferimos chamá-lo de “simiodescendente”

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Eu fiz essa analogia do twelves presente e o fato do “silêncio ensurdecedor de Bolsonaro” a respeito.
    Estranhei não ser acusado de comparar certa vereadora com um macaco e de racismo.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Acho que outra pérola da semana foi o faniquito dos petófilos com a nova série do Netflix, “O Mecanismo”. É basicamente uma romantização da Lava-Jato, incluindo o “Lula” como chefe do esquema e uma presidenta incompetenta. Com direito de campanha de boicote ao Netflix e o Pablo Villaça despirocando no Twitter, bloqueando todo mundo e declarando que nunca mais vai analisar nada que saia no Netflix.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Se propõe a ser FICÇÃO.

      Mas o brasileiro não entende que piada é humor e se ofende, imagina se vai entender que ficção não é documentário!

      O que você achou?

      Loading spinner

  • No caso da desembargadora foi totalmente sem noção ela não se arrepender de divulgar notícias sem provas. Não tem como alguém trabalhar na justiça e fazer o contrário. Mas no caso dos mongos eu dou razão a ela. Não tem como alguém ser professor tendo síndrome de down. Não serve nem para aula de artes.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Mas você concorda que ela deveria ter a noção de que não pode sair falando esse tipo de coisa? Você falaria isso abertamente para que todos os seus colegas de trabalho ou clientes lessem?

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Esse negócio de ser sincerão a todo custo é furada. Tem coisas que valem mais a pena guardar pra si (ou postar num blog anônimo) e tocar a vida, sobretudo numa época onde tudo o que você posta, ou mesmo fala, pode ser gravado e registrado e usado contra você no pior momento possível.
        Meus colegas de trabalho vão morrer sem saber o que eu penso de temas polêmicos. Estou lá pra trabalhar, não pra debater.

        O que você achou?

        Loading spinner

      • Mas Sally, não dizem que desembargador pensa que é Deus? Além do mais, se ninguém disser nada todo mundo passa a achar lindo e normal. A mulher tem cargo público e os dela vão acabar protegendo. Não tem que tratar o caso como se fosse genocídio ou algo parecido. Não é para proibir alguém de ter filho mongo, mas não é para incentivar também. Como a sociedade vai avançar assim? Os pais dos mongos querem comparar o caso da mulher morta com ofensa aos filhos deles, não tem comparação!
        E como você está defendendo que as pessoas falem qualquer coisa na redação do ENEM? Todo mundo sempre soube que não pode sair escrevendo o que quiser, tem que ser , como vocês dizem, “politicamente correto”. Ali sim tem que ter noção que vai ser reprovado, não é para sair dizendo o que você pensa, é para fazer uma redação dentro do tema obedecendo aos requisitos.

        Não sei se eu diria. Sem motivo, sem ter sido perguntado, provavelmente não. Até aqui mesmo no desfavor tem coisas que as pessoas não falam para evitar confusão. Vide aqueles banimentos escandalosos que depois um monte de gente aparece para dizer que não suportava mais a pessoa.

        A propósito, acho você mais doida por ter feito o que disse ali em cima (de dar nome de Twelves na Starbucks) do que esse caso dos mongos.

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Opa… vamos lá, por partes:

          Não tem como proibir nem incentivar ninguém a ter filho de um jeito ou de outro, pois é uma loteria genética. Infelizmente ninguém escolhe como o filho vai nascer. E, no caso da desembargadora, uma pessoa pública de função social relevante, os dela não a protegeram não, a mulher está se fodendo bastante aqui no Rio. Concordo totalmente com você, esse papo de que ela dá aulas e “ensina amor” é foda. Mas se eu tivesse um cargo público relevante nunca diria isso abertamente, indica inadequação social.

          Dizer algo no ENEM é falar com um examinador, e não bradar em praça pública. E é dizer algo em um contexto onde o que se avalia é a redação, ou seja, a capacidade de uma boa escrita. Logo, apenas isso deveria ser avaliado. Não acho certo peneirar por ideologia, para qualquer lado que seja, pois é negar acesso ao ensino para quem pensa diferente de uma banca. Continuo achando muito errado.

          Lamento muito que as pessoas deixem de falar coisas aqui. Criamos um ambiente seguro justamente para isso, se a pessoa deixa de falar por medo de criar confusão, acho uma postura bastante acovardada. Não é fácil manter o desfavor, muito menos manter o desfavor um ambiente seguro, todo santo dia a gente se arrisca para bancar o peso de que qualquer coisa dita nos comentários é responsabilidade nossa. Burro de quem não se vale disso.

          O que eu disse foi em um ambiente controlado, com um numero determinado de pessoas e sem falar mal de ninguém. Eu apenas exaltei a memória do amado Twelves na forma de humor. Tem um mundo de diferença entre fazer uma piada na Starbucks ou falar sério de uma minoria de forma pejorativa no Facebook. Acredite, a segundo opção é muito pior, vide as consequências de ambas.

          O que você achou?

          Loading spinner

Deixe um comentário para Sally Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: