Neymar comercial.

Neymar protagonizou mais um fiasco na sua carreira: no domingo, foi ao ar o que parecia ser um desabafo dele diante das últimas pisadas de bola. Porém, na verdade era um comercial muito bem roteirizado de uma marca de barbeador, pelo qual ele recebeu a módica quantia de um milhão de reais. Difícil dizer qual é o maior desfavor nesse grande ofurô de merda que foi a fala de um minuto e meio do “Menino Ney”, por isso, vamos analisar o conteúdo desta excrescência na íntegra:

“Trava de chuteira na panturrilha, joelhada na coluna, pisão no pé…

Sim. Tudo isso faz parte do futebol e sempre fez. Quanto maior o status do jogador, mais recorrente isso é. Porém, quanto maior o status do jogador, maior o salário, o prestígio do qual ele desfruta fora de campo e o numero de pessoas que atraí à sua volta. Quando você tem um dos maiores salários do mundo, recebendo 300 MIL POR DIA, quando você “vale” quase 40 milhões de Euros, uns encontrões e pisões não me parecem um preço alto a se pagar. Nós, reles mortais, sujeitos ao mercado de trabalho, a chefe, a cliente, aturamos coisas bem piores por uma remuneração bem menor.

Aproveito a ocasião para parabenizar quem achou que essa leitura robotizada poderia passar alguma emoção, despertar empatia ou comover de alguma forma. Neymar parece uma gravação de telemarketing.

Você pode achar que eu exagero, e às vezes eu exagero mesmo

Eu não acho que você exagera, eu tenho certeza. E este vídeo é uma prova viva disso. Sua história é uma prova viva disso. Xingar seu treinador (Dorival Junior) por não ter sido você a bater um pênalti não é um exagero? Fazer merda até o Renê Simões de referir a você como “estamos criando um monstro” indica exatamente o que?

Aquela simulação feia, muito feia, que você fez na Copa do Mundo por ter levado uma pisada do adversário é uma prova disso, se arriscando a levar mais um amarelo e ficar de fora da outra partida, que seria decisiva. Você foi vaiado pela própria torcida (do Paris Saint-Germain) por bater um pênalti que era do Cavani e saiu de campo mais uma vez se recusando a dar entrevista. Tudo na sua carreira é um exagero, um descontrole, um baita dum egoísmo de um menino mimado.

Seu histórico é podre. Você dá drible em adversário com o jogo parado (2011, Chicão), você xinga juiz em meios públicos, o que já lhe rendeu um processo, o qual você perdeu e teve que indenizar o juiz. Mas nada te coloca limites, não é mesmo? Você deu calote no médico que fez o parto do seu filho, que também ganhou na justiça uma ação contra você. Sim, Neymar, você exagera sim.

Os pisões que você leva são fruto da sua baixeza, da provocação ostensiva e agressiva que você faz dentro e fora de campo, da forma como trata todas as pessoas que não são seus “parças”, sendo muito gentil, como merda. Quem já conviveu sabe.

Não adianta fazer mea culpa que exagera se vem repetindo o erro, no barato, por dez anos. Posar de cachorro arrependido, qualquer filho da puta sabe fazer. Mude em vez de mendigar condescendência. Por sinal, mea culpa remunerada é de fazer cair o cu da bunda.

Mas a real é que eu sofro dentro de campo. Agora, na boa, você não imagina o que eu passo fora dele

“Na boa” é a mulher do nabo. Fala direito, caralho.

Acho isso uma afronta com pessoas que sofrem de verdade. Tua vida é FÁCIL, seu MOLEQUE. Não vem posar de sofredor em troca de biscoito, que pelo visto não cola nem aqui, nem no mundo real. Quem sofre é quem tem que sustentar uma família com um salário mínimo, pegar duas conduções para ir trabalhar, ficar na fila do SUS quando adoece. Todo craque é caçado e apanha dentro de campo, e, na real? Você é em boa parte responsável pelo tanto que apanha, pelas provocações, pelo desrespeito, pelas coisas que faz e fala para o adversário.

Você não apenas xinga, provoca e desrespeita, Neymar. Em campo, você bate, você bate pra caralho, mas é um dissimulado. Raramente te pegam, como naquela Copa América em 2015 ou na vez em que você foi estender a mão para o Sarr levantar e deixou ele jogado no chão ou ainda naquela cabeçada que você deu em um jogador (Murillo) que só estava indo até você para conversar.

Talvez os brasileiros gostem ou precisem demais de você para ocupar a figura de ídolo, por isso relevem ou não vejam, mas sabemos que acontece. Pior tipo de pessoa, essa passivo-agressiva, que bate, xinga, desrespeita, provoca, humilha e, quando vem o revide, se joga no chão, chora e depois vai para a TV se fazer de vítima.

Fora de campo, meu camarada, você tem bilhões na conta, come a Bruna Marquezine e não precisa mais trabalhar se não quiser. Desculpa, mas isso não é um exemplo muito bom de sofrimento. Se jogar futebol te é tão sofrido dentro e fora do campo, queridão… abandona. Pra que se sujeitar a algo que é supostamente tão penoso se você não tem a necessidade disso?
Porém, se decidir ficar, segura o rojão das suas escolhas, como todos nós adultos fazemos, e não entra na casa das pessoas em pleno domingo para reclamar (de forma remunerada) de barriga cheia.

Quando eu saio sem dar entrevista, não é porque eu só quero os louros da vitória, mas porque eu ainda não aprendi a te decepcionar.

Aconteceu bastante ao longo da sua carreira. Vai dar meia hora de cu, vai Neymar, até parece que você tá muito preocupado com o que o torcedor sente…

Na hora de escrever palavrão em rede social, na Copa América, depois do jogo contra o Peru, chamando os torcedores de babacas que falam merda e mandando se foder, não teve essa preocupação, não é mesmo? Depois pede aquela desculpa padrão de assessoria de imprensa bosta que ele tem, aquele “me excedi”. Neymar, você caga tanto, mas tanto, mas taaaanto para a torcida que nem bem ganhou a medalha de ouro nas Olimpíadas e foi comemorar no meio da galera, se desentendeu com um torcedor. Ponha a mão na consciência, seus atos desmentem suas palavras. E fica feio. Até o brasileiro médio está reparando, de tão gritante que está.

A verdade é, Neymar, que você só pensa em dinheiro. Tudo vira anúncio, tudo vira propaganda. Até comemoração de gol você usa para divulgar sua chuteira recém-lançada. Você brincou com racismo para fazer publicidade (#SomosTodosMacacos). Não me admira que você seja assim, tendo recebido educação de um homem que responde a jornalista colocando a mãe no meio, que comete crimes como sonegação e que impõe regalias para que seu filho, um suposto adulto, jogue em um clube ou vá a um evento.

Quando eu pareço malcriado, não é porque eu sou um moleque mimado, mas é porque eu ainda não aprendi a me frustrar

No caso, não saber se frustrar é a definição de uma pessoa mimada. Parabéns ao imbecil que escreveu isso.

Dentro de mim ainda existe um menino. Às vezes ele encanta o mundo, e às vezes ele irrita todo mundo

Não. Você é um homem feito, adulto e pai, porte-se como tal se quer respeito. By the way, o que encanta todo mundo não é um “menino” e sim sua suposta habilidade para jogar futebol somada ao fato do brasileiro ser muito vira-lata e precisar demais de um ídolo. Não venha tentar empurrar o conceito de que para ser muito bom em algo é inerente ter um lado infantilizado e fora de controle, pois não é verdade. Há exemplos inesgotáveis de excelentes jogadores, excelentes atletas, excelentes profissionais das mais diversas áreas que nem por isso apresentaram um comportamento infantil.

Se sua habilidade eventualmente encanta o mundo, sua personalidade repulsiva incomoda, a ponto do brasileiro médio ter cansado, ter aberto mão de um ídolo, ter desistido de se orgulhar de você. Isso não é pouca coisa não, parabéns por este grande feito. Você fez tanta merda, mas tanta merda, que o Brasil e o mundo cansaram de você.

E minha luta é para manter esse menino vivo, mas dentro de mim, e não dentro de campo

Vai tomar no cu de romantizar falta de educação, de limites e de bom senso como um “menino interior”.

Você pode achar que eu caí demais, mas a verdade é que eu não caí. Eu desmoronei

Você sempre desmorona, já reparou? Xinga quando as coisas não saem como você queria (ainda que seja seu superior hierárquico), agride fisicamente, mente, simula, faz um pá de merda e depois sempre aparece com esse discurso de “coitadinho de mim, estou no chão, por favor, não me chutem”. Você não está no chão, Neymar. Você está muito bem. Semana passada tava ganhando um dinheirinho em uma competição de poker (para alguma coisa serve o dom da simulação). Você apenas aprendeu que se fazer de vítima faz com que te critiquem menos e usa isso para fugir de críticas merecidas.

Tanto é que quando faz seu pseudo-teatrinho triste e não cola, você fica bem furioso e responde com baixaria, com agressão, com abuso. Não mete essa de desmoronado. O tanto de festinha na Rússia, inclusive depois da eliminação (tem que pedir pro papai ser mais discreto, viu?), o tanto de noitada, de foto sorridente e de viagem deixam bem claro que você não está desmoronado.

Quem está verdadeiramente desmoronado bota uma câmera na frente do rosto e se desculpa, se explica, conversa. Ou apenas se recolhe. Não usa uma fase ruim para fazer comercial da Gillette, não monetiza seu arrependimento ou sua dor. Quem está verdadeiramente desmoronado não tira proveito comercial do seu desmoronamento, pois dói demais fazer isso.

Isso dói muito mais do que qualquer pisão ou tornozelo operado

O que está doendo é seu ego. Não está cotado como melhor jogador, sua fama de trambiqueiro, simulador, malandrão já correu o mundo e você está sendo severamente criticado por isso. Você virou motivo de piada mundial. É o preço que se paga por ser malandrão, desonesto, espertão. No Brasil, ainda passa, mas no resto do mundo? Olha, até que demorou para a coisa ficar ruim para você.

Mas era previsível. Nós mesmos fizemos essa previsão, quase uma década atrás, quando você já fazia suas birras no Santos. Nós traçamos um caminho do que aconteceria se você fosse jogar na Europa e, pasme, todos os itens aconteceram, um após o outro. Isso mostra que seu ego é tão inflado que até para contratar assessoria você utiliza o critério “desde que não me contrarie”. Não sei quem te assessora, Neymar, mas é muito dinheiro jogado no lixo.

Eu demorei para aceitar as suas críticas

Ainda não aceita. Ainda esculacha quem critica. Ainda acha que crítica é jogar pedras, como bem provou neste vídeo.

Se recusa a dar entrevista, esculhamba em redes sociais, esbraveja, manda o papai ir conversar com narradores globais no meio da Copa, pedindo que peguem mais leve com você. Não aceita crítica alguma, se aceitasse, já tinha refletido e mudado ao menos uma vírgula nesse comportamento de menino mimado que sempre foi uma constante na sua carreira.

O que está acontecendo neste vídeo não é aceitação, você não está aceitando críticas, está metendo o galho dentro porque a repercussão dos seus atos está te tirando fama, prestígio e dinheiro. Quem aceita as críticas reflete, repensa e se pronuncia de uma forma digna, e não em um anúncio da Gillette. Sinceramente, não acho sequer que você tenha estrutura emocional para refletir e reconhecer seus erros, pois quem o tem, consegue pelo menos emular com mais precisão quando finge fazê-lo.

eu demorei para me olhar no espelho e me transformar em um novo homem

Que novo homem, seu Zé Cu? Não tem nem um mês tava aí fazendo as mesmas merdas de uma década! Mudou em um mês? Isso aí você conta para a Marquezine, quando for flagrado pela milésima vez fazendo merda com seu amigo pagodeiro. Ninguém opera uma mudança desse porte em tão pouco tempo, muito menos um moleque mimado do qual todos se aproximam por interesse, totalmente desacostumado a ser contrariado.

Você é o mesmo menino mimado que jogava no Santos, a única diferença é que agora você tem visibilidade mundial, então, mais gente te detesta. É fácil quando se está em um meio onde a malandragem é vista como esperteza, como algo positivo, mas complica quando se sai desse meio. Porém, não se engane: o mesmo brasileiro que vai te amar quando sua malandragem der certo, vai te descer a porrada quando ela der errado. Se quer continuar sendo esse simulador, falso, mentiroso e estelionatário do futebol, deixo aqui minha sugestão: vença.

mas hoje eu estou aqui, de cara limpa e de peito aberto

Cara limpa e peito aberto em uma propaganda? Você espera que acreditem que 1) Esse discurso é seu ; 2) Você está sendo sincero e 3) Nada disso tem fins lucrativos?

Eu caí

Você não caiu, se jogou

mas só quem cai, pode se levantar

Desculpa, só consigo olhar para essa frase e pensar que a cereja no sundae disso tudo é ver que separaram sujeito de predicado com uma vírgula. Caralho, não tem como isso ficar pior.

Você pode continuar jogando pedra, ou pode jogar essas pedras fora e me ajudar a ficar de pé.

É, parece que tem como ficar pior sim.

A mesma pessoa que faz mea culpa sobre aceitar críticas, trata críticas como “jogar pedras” dois segundos depois. Você está fora do alcance da minha mão, Neymar. Não esperava verdade de você, mas um pingo de inteligência de não se queimar desta forma eu esperava. De você e de sua assessoria, que pelo visto, deve ser o Higuaín.

Você está de pé faz tempo, não pede ajuda para fazer parecer que é covardia te criticar. E criticar não é jogar pedras, não é um ataque. Quando fazemos merda, existem consequências. Se crítica para você é pedrada, bem, depois desta bosta de comercial, se prepare para um baita apredejamento.

Você ganhou um milhão de reais para esse comercial, ou seja, por um milhão de reais você vendeu seu desabafo, permitiu que uma equipe de publicitários escreva esse “desabafo sincero” ao qual você se sujeitou como uma marionete. Seu objetivo aqui não é ajuda para levantar, é monetizar um pedido de desculpas que você mesmo não estava com muita vontade de fazer. Você é um produto ambulante, nada em você é sincero. Ofende ao público pedir desculpas fazendo jabá, é óbvio que as pessoas não vão engolir isso.

Ainda é otário, pois foi usado pela Gillette e pela agência Grey, que idealizou a propaganda. Uma agência premiada (15 leões no festival de Cannes este ano) não pisa na bola desse jeito, não sem querer. Foi ótimo para a Gillette, pois não se fala em outra coisa e todo mundo acabou de uma forma ou de outra vendo o vídeo, mas foi péssimo para você, Neymar. Te jogaram debaixo do ônibus para conseguir visibilidade. Uma boa assessoria teria impedido este papel ridículo. Mas uma boa assessoria contraria, bate pé firme, comanda. Isso você não tolera, não é mesmo?

E quando eu fico de pé, ‘parça’

Não sou seu “parça”

o Brasil inteiro levanta comigo

Como você se acha importante, não? O final meio que cobre de merda todo o discurso humilde do começo.

Francamente, essa canastrice mercenária de fazer um “desabafo sincero” escrito por outra pessoa em troca de um milhão de reais foi a gota dágua. O cara impõe sua presença por quase dois minutos do horário mais caro da televisão brasileira para tentar convencer os outros de que não é mimado… se isso não é ser mimado, então eu não sei o que é.

Um mês pensando no que dizer, em qual resposta dar ao seu país, às cobranças, às críticas e sai ISSO? Sinceramente? Volta a dançar Beyoncé para vender mortadela, que era mais digno, Neymar.

Para parabenizar os envolvidos, para dizer que achou graça no Neymar se fodendo ainda mais ou ainda para dizer que seu sonho é receber um milhão quando tiver que se desculpar: sally@desfavor.com

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

O que você achou?

Loading spinner

Desfavores relacionados:

Etiquetas: ,

Comments (52)

  • Neymar queimou tanto o seu filme nessa Copa de 2018 – e, por tabela, queimou também o filme da selecinha – que nem ele e nem nenhum de seus companheiros sequer aparecem no trailer do filme oficial da FIFA, nem mesmo no trecho mostrando o “DESPAIR” (“desespero”) dos que perderam. A julgar somente por esse trailer, fica até a impressão pra algum desavisado de que o Brasil nem teria participado daquele Mundial. E levando-se em conta o fiasco que foi a passagem do timinho verde-amarelo pela Rússia, essa impressão, até certo ponto, também não deixa de ser verdadeira…

    Vejam: https://www.youtube.com/watch?time_continue=76&v=QVyiX9zHvPc

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Eu acho que o brasileiro tá mt bem representado nele. Trapaceiro, fingido, sinico, sonegador de imposto, farrista… Parece até politico ou desses grandes empresários investigados na Lava Jato.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Sensacional, Sally! Ri muito!

    Já tinha deixado aqui há algum tempo: o Neymar é o craque millenial, o artilheiro da geração mimimi.

    “Ain, eu sou um menino, ainda não aprendi a conviver com críticas, você não sabe o quando eu sofro”, ah vá pra puta que o pariu.

    Sério, essa merda de agência de publicidade não viu a merda vindo? Bando de idiotas. Segundo o UOL, estão agora correndo atrás do prejuízo pq pegou mal pra caralho o comercial.
    https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2018/07/30/comercial-cai-mal-e-faz-neymar-gillette-e-agencia-estudarem-reacao.htm

    O que você achou?

    Loading spinner

    • A agência viu sim. Quando falamos de agência grande, não tem bobo. Se deu merda é porque a agência queria que desse merda. Por sinal, é um recurso que as grandes agências estão abusando: divulgar através da polêmica, jogando aos leões, e as pessoas não estão percebendo que é proposital. Neymar foi um idiota, foi atirado debaixo do ônibus sem dó.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Fico imaginando o menino Ney, jogando na epoca de Dunga, Mauro Silva, Junior Baiano, Odivan. Certeza que a carreira dele teria durado uns dois anos.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Já disse e repito: se o Neymar realmente levasse em campo apenas metade das porradas que ele tenta fazer parecer que leva com todo aquele teatrinho ridículo, já era pra ele ter sido forçado a parar de jogar por conta de alguma lesão bem grave. Qualquer um que apanhasse tanto assim acabaria ficando é aleijado! E eu quero ver como vai ser no dia em que algum adversário carniceiro arregaçar ele de verdade…

    O que você achou?

    Loading spinner

  • A Gillette cortou de vez a reputação com o garoto propaganda. Foi a pior idéia depois do comercial “a primeira faz tchan, a segunda faz tchum”.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Eu acho que a Gillette saiu no lucro. O nome da marca tá na boca do povo. Quem se queimou foi o Neymar.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Sensacional! eu estou rindo e não é pouco!!!!! cada frase da Sally foi um cascudo no Neymala! kkkkkkk
    Lembrando que quando o Brasil perdeu, ele foi tão humilde (sqn) que privou os comentários das postagens no Instagram e só os parças puderam ir lá babar o ovo dele e da Bruna.

    O que você achou?

    Loading spinner

      • Ficaram putos porquê ele não conseguiu fazer UM GOL na Copa, antes de sair nas oitavas (Ou nas quartas?) de final, por isso, acho que teve um “grupinho” que se juntou pra esperar o ônibus chegar e tacar pedra.

        Ah se a moda pega no Brasil!

        Infelizmente já estou de volta á esse paisINHO.

        O que você achou?

        Loading spinner

    • Tá chegando a um ponto irreversível de emerdificação, onde tudo que ele faz passa a ser visto com um filtro de má vontade, tornando impossível virar o jogo.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Cronistas esportivos das antigas diziam romanticamente que jogador de futebol morre duas vezes: uma quando se aposenta – porque deixa de praticar o esporte que ama – e outra quando realmente bate as botas. Era até um jeito meio poético/piegas de falar nesse assunto. Mas o que vai “matar” mesmo o Neymar muito antes de o seu futebol se acabar é a perda da fama, da idolatria e da bajulação. E o que é pior – para ele – é que isso já está acontecendo…

        O que você achou?

        Loading spinner

  • “Não me admira que você seja assim, tendo recebido educação de um homem que responde a jornalista colocando a mãe no meio, que comete crimes como sonegação e que impõe regalias para que seu filho, um suposto adulto, jogue em um clube ou vá a um evento.”

    THIS!

    Toda vez que vejo NeyPai em qualquer lugar (na TV mesmo) me dá náuseas e um mal estar real…

    Eu sinceramente acho que o Neymar é um coitado, manipulado por esse pai, que o mantém infantilizado pra conseguir continuar mandando em tudo. Depois que o Neymar virar homem, ele não vai precisar do pai avalizando tudo. E isso o NeyPai não pode permitir.

    Não tiro q responsabilidade do Neymar nas coisas que ele fez, e que foram muito bem discorridas no texto. Mas quando vc tem um pai que faz suas vontades se vc faz birra e, pior!, quando esse pai continua estimulando esse comportamento com todas as outras pessoas do mundo, não tem como crescer.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Sim, concordo com você, Nanda. Neypai mantém ele dependente, provavelmente para meter a mão no dinheiro. Um horror, que sirva de exemplo para todos os pais e mãe: filho se cria para o mundo. Vai ser uma bosta desfazer essa mentalidade no Neyfilho agora, depois de burro velho. Vai ter que apanhar muito.

      O que você achou?

      Loading spinner

  • Que vontade de mandar o link deste texto pro Mauro Cezar Pereira, da ESPN… Ele tem fama de ser muito ácido, já criticou o Neymar várias vezes e, na minha opinião, é um dos poucos jornalistas esportivos da atualidade cujos comentários merecem ser ouvidos com atenção.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Este texto teria que ser lido no ar em alguma emissora de televisão! Já repassei o link pra todo mundo que eu conheço.

    O que você achou?

    Loading spinner

  • Juro que pensei que ele faria papel de trouxa novamente, mas não imaginei que seria algo tão ridículo assim. Eu aposto que antes da nova temporada chegar na metade, o Menino-Ney vai conseguir afundar ainda mais na merda lá na França.
    O Cavani continua amado pela torcida, o Mbappé volta com moral após o titulo. Aguardem.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Jota, todo castigo é pouco para quem tem a arrogância de não escutar o que as pessoas à sua volta falam.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • …Todo castigo é pouco para quem não procura as melhores e melhorzinhas pessoas entre as que lhe cercam, tempo para filtrar contatos ele teve desde quando era televisionado desde 13 de idade…

        O que você achou?

        Loading spinner

        • Ele simplesmente não escuta as recomendações de ninguém. Paga pelos melhores e desconsidera o que eles falam.

          O que você achou?

          Loading spinner

  • Parabéns para sua memória e pesquisa Sally! Pq você levantou TODAS as bolas foras que o Neymar deu fora de campo na última década. Seu texto apresenta de forma cronológica todos os erros que ele cometeu (e continua cometendo) e confronta com o discurso que ele jogou pra cima do público.
    Não adianta fazer um discurso e na hora de praticá-lo tomar atitudes totalmente conflitantes. O discurso vira só palavras vazias, até o povo brasileiro que gosta de ídolos esportivos está percebendo isso.
    A assessoria do Neymar não percebe que a imagem dele está SATURADA? Qualquer coisa que ele fale será recebido com raiva, o público está cansado dele.

    O que você achou?

    Loading spinner

    • Sam, o que eu sei, depois de conviver com pagodeiro amiguinho dele: NeyPai e NeyFilho NÃO PERMITEM que ninguém, mas ninguém mesmo, decida nada. A última palavra é deles, seja para assessoria, patrocinadores, agência, clubes, técnicos ou quem for. São “donos da bola”, se não for da forma X, Neymar vai embora e não brinca mais.

      Como ninguém quer perder um cliente de renome e que paga muito bem, todo mundo acaba abrindo as pernas para o Menino Ney. O que NeyPai e Neyfilho não percebem é que, juntos, eles não tem mais de 3 neurônios e só estão tomando péssimas decisões. Seria melhor deixar certas escolhas para quem entende do assunto em vez de fazer tudo da cabeça deles.

      Essa campanha da Gillette, por exemplo, teve dedo de NeyPai e NeyFilho, não era para seguir essa linha originalmente. Agora estão aí, tomando no cu. Acho até pouco. Tudo que acontecer em matéria de desgaste de imagem é pouco.

      O que você achou?

      Loading spinner

      • Opa, informações de bastidores. Gostamos. Não conheço o amigo pagodeiro dele (seria little Thiago?), mas deve ser uma mala assim como os parça que o cercam.

        Os Neymares são desfavores ambulantes. Ansioso pela derrocada final (Copa 2022).

        O que você achou?

        Loading spinner

  • Muito patético.
    O mundo se cansou desse bostinha. Achei foi pouco. Aguardando a derrocada em sua carreira.
    Na verdade, foi bem vergonhoso ele ter dito “tornozelo operado”, sendo que operou o metatarso(dedinho do pé)
    Isso prova que quem escreveu tá sabendo legal (ou achou que a desculpa seria rasa se jogasse a culpa no dedinho)e que ele sequer prestou atenção no que tava lendo.

    O que você achou?

    Loading spinner

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: