Top Des: 04/04/2021

SALLY
O brasileiro não precisa de comida, ele só precisa de cerveja.
SOMIR
E essa bomba nem estourou de verdade ainda. Imagina quando descobrirem que não vai ter emprego pra voltar?

SALLY
Não se preocupem, em breve o resto da América Latina vai dividir essas cifras, graças a vocês.
SOMIR
Eu sempre soube que um dia o Brasil seria um país de destaque no mundo.

SALLY
Um mundo onde concordamos com o Maduro não pode ser bom.
SOMIR
Quando o Maduro começa a te esculachar em termos de administração pública, você sabe que chegou no fundo do poço.

SALLY
É muita fé achar que nenhuma dessas nem das que virão conseguirão burlar a vacina.
SOMIR
O maior laboratório de armas biológicas a céu aberto do mundo.

SALLY
E defendia o lado sagrado da maternidade em redes sociais… se bobear tem comentário dela me xingando no texto sobre o lado negro da gravidez.
SOMIR
Uma pessoa que está à venda acha que todo mundo ao redor é mercadoria.

SALLY
O terror de ter que ficar internado sozinho em um hospital é ainda maior no Brasil.
SOMIR
Matou o paciente, mas provou que não é esquerdista! Prioridades.

SALLY
Em 50 anos isso será ensinado nas escolas e os alunos perguntarão ao professor por qual motivo ninguém fez nada.
SOMIR
E o povo ainda quer intervenção militar: esse é o resultado do trabalho deles.

SALLY
Não há protocolo de segurança que resista a brasileiro.
SOMIR
“É verdade esse ezame”

SALLY
Diz que “esse tipo de coisa acontece em qualquer lugar do mundo” e que a gente pega no pé do Brasil, diz…
SOMIR
Pra que atualizar? A propina já tinha sido paga mesmo…

SALLY
Desculpem, mas o Brasil não é um país viável. Hora de recomeçar do zero.
SOMIR
Aqui a gente chega na meta e dobra a meta.

Se você encontrou algum erro na postagem, selecione o pedaço e digite Ctrl+Enter para nos avisar.

Comments (26)

    • Avatar

      Christiane Smith

      Porque esse Paulo Gustavo virou o poster boy do covid? Acho um tremendo desrespeito com as familias dos mortos e doentes, essa babacao e so porque e da Globo, e o famoso culto a personalidade?

      • Pois é. Fez festa de aniversário pros filhos, saiu, foi visto em balada, mas é o mártir do covid.
        Francamente, se fosse político, estariam achando bem-feito.

        • Acho que se ele morrer (desejo do fundo das minha entranhas que isso não aconteça), as pessoas se conscientizarão melhor sobre a necessidade do isolamento social.

  • Força na peruca, galera. Esse caos vai durar no máximo mais um ano e nove meses. Assim que o Bolsonaro sair, seja perdendo para o Lula ou por impeachment, a vacina terá surtido efeito, os números vão despencar, e as pessoas vão voltar a morrer de doenças escrotas como dengue ou pneumonia. Todos os que importam estarão felizes, e o Brasil voltará à pujança.

    Não antes disso, porém. Até lá, as mortes continuarão subindo. 1000, 2000, 3000, 4000, 5000, talvez 10000 por dia. Consigo até imaginar a euforia da imprensa se eles tiverem a oportunidade de declarar que 1% da população do Brasil morreu por causa da doença.

  • E pensar que a primeira desse TOP 10 estava sendo explorada pelo Guilherme Boulos, o filhinho de papai médico que achou uma boa ideia usar o Black Lives Matter pra se promover politicamente, com vistas a entrar na disputa pela prefeitura de São Paulo no ano passado e algo mais adiante.
    Detalhe: No palanque estava todo mundo sem máscara.

      • Mas por que a família e alguns amigos insistem no “positive vibes”, que ele vai ficar curado e voltar para a casa? Al
        Vc acha que ele ficará com sequelas caso sobreviva?
        É um ser humano ímpar e que traz alegria a milhares de pessoas. Hj reli seu texto que falava sobre a peça 220z.
        Se puder me falar por email, agradeço. Não vazarei nada, só gostaria de saber o que realmente está acontecendo e preciso me preparar.

        • As pessoas insistem nessa positividade tóxica por egoísmo: EU não quero que ele morra pois EU vou sofrer demais. Pessoas maduras desejam que aconteça o melhor para ele, o que tem que acontecer e sabem que não são Deus e não tem poder de interferir na vida e morte de alguém com pensamento. Acho bem contraditório: pessoas acreditam em uma força maior, em um Deus que conduz o universo, mas quando esse Deus toma uma decisão que elas não gostam, ficam lutando contra. Se for da vontade desse “Deus”, que ele vá em paz, ou então assume que não confia no seu próprio Deus e quer assumir seu papel.

          Sim, eu acho que ele vai morrer. Tudo indica que ele vai morrer. Não fique triste, morrer é o melhor que pode acontecer com ele, pois considerando o quadro atual, grandes chances dele não voltar a ser ele mesmo caso acorde. Tem chance de acordar e ficar 100%? Tem. Mas na vida a gente precisa trabalhar com a regra, sem contar com a exceção.

          Para finalizar, ele não fez o isolamento social devido. Quando político sai bundeando por aí e vai parar no hospital, todo mundo fica gritando que é “bem-feito”, mas parece que ele é uma entidade acima de todos, não pode abrir o bico para falar um “ai”. Por isso, prefiro me calar.

          • Já venho usando esse termo “positividade tóxica” há tempos, por esses e outros motivos. Falar que “vai ficar tudo bem”, não ajuda em nada. Como vamos prometer algo que não podemos cumprir? É muito vazio e burro. Fazem na tentativa de ganhar pontinhos sociais.
            Prefiro um “entendo a sua dor” sincero do que um “vai ficar tudo bem”, “deus está no comando”. Quando não fica tudo bem, essas mesmas pessoas dizem que não cai uma folha de uma árvore sem que ele permita ou “foi a vontade dele”. Então, já que ele que manda, não faz diferença enviar boas energias e orações.
            Confesso que está sendo muito difícil não só para mim, não quero aceitar que ele pode estar indo embora. Além de levar alegria e riso a milhares, ajudava a muitos e sem fazer alarde.

      • O Ricardo Ventura, que é psicanalista e cientista comportamental, especializado em linguagem silenciosa (transcrevo a descrição dele no canal do YouTube), já havia analisado o primeiro vídeo deste homem e também viu o atual. Ele diz que provavelmente o homem possui transtornos mentais, e pode ter entrado em surto por algum gatilho, mesmo que seja uma pessoa medicada e funcional. Então, não é legal chamar a pessoa de paspalho com base em achismos. Parece que mesmo aqui no Desfavor, que é um local de pessoas com a mente mais aberta, a gente acaba caindo no erro do BM de despejar críticas nos outros antes que se tenha certeza do que aconteceu.

        Aliás, a seção de comentários nos últimos meses parece ponto de encontro para o povo despejar a raiva (principalmente) do momento atual. Sei que a raiva é legítima, todos nós sentimos, mas será que adianta ficarmos sempre criticando e reclamando? Já poderíamos ter internalizado um pouco o que a Sally vem falando sobre autoconhecimento há alguns anos, e começar a focar energia em melhorar nossas vidas e saúde mental, ao invés de ficar batendo em BM que, na prática, não resolve nada e só faz passar mais raiva.

        Desculpem o mau jeito aí, e que fique claro que meu comentário foi em relação aos comentários, não às postagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: